Página 1 dos resultados de 785 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

"Desenvolvimento de eletrodos de troca iônica eletroquímica para o tratamento de rejeitos contendo íons Cromo ou Césio" ; DEVELOPMENT OF ELECTROCHEMICAL ION EXCHANGE ELECTRODES FOR THE TREATMENT OF WASTES CONTAINING CHROMIUM OR CESIUM IONS

Manosso, Helena Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/07/2006 PT
Relevância na Pesquisa
68.65117%
Atualmente são muito discutidos temas que abordam a preservação do meio ambiente, para o desenvolvimento de tecnologias de produção que não a agridam, gerando resíduos menos tóxicos e em menor quantidade. Resíduos poluentes contendo metais como o crômio, têm sido lançados nos solos e rios, degradando a água utilizada para o consumo humano. Não diferentes são os problemas decorrentes de atividades nucleares, as quais geram rejeitos nas instalações e laboratórios de pesquisa. Embora estes rejeitos não sejam lançados no meio ambiente, muitas vezes encontram-se armazenados em laboratório inadequadamente, o que pode resultar em graves acidentes. Na intenção de solucionar estes problemas, existem várias técnicas para o tratamento de rejeitos, entre elas a troca iônica eletroquímica (EIX – electrochemical ion exchange). A EIX é um processo avançado que une as vantagens da troca iônica convencional com o fato de usar como reagente o elétron, reduzindo consideravelmente o volume da solução a ser tratada. Esta técnica consiste na elaboração de um eletrodo, no qual o trocador iônico é incorporado fisicamente em uma estrutura do eletrodo com um aglutinante. Optou-se neste trabalho pela resina catiônica Amberlite CG-50 para o tratamento dos rejeitos contendo íons crômio e o trocador catiônico inorgânico fosfato de zircônio para os íons césio...

Utilização de resinas de troca-iônica em efluentes de galvanoplastia.; Use of ion-exchange resins in wastewater from electroplanting process.

Riani, Josiane Costa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
68.99945%
A crescente industrialização acompanhada do uso de metais pesados nos processos industriais nas últimas décadas resultou num aumento da contaminação do meio ambiente, principalmente em ambientes aquáticos. Assim, sendo a água um recurso natural de suma importância para a vida, métodos de tratamento de efluentes tornam-se indispensáveis para empresas geradoras de efluentes. O objetivo desse trabalho é a utilização de um sistema de troca iônica constituído por micro-colunas de resinas catiônicas e aniônicas para adsorção de metais pesados de soluções industriais, visando à recirculação de água de lavagem de processos de galvanoplastias. As resinas utilizadas são: Amberlyst 15 WET e Amberlyst A-21; Dowex Marathon C e Dowex Marathon A; Purolite C-150 e Purolite A-850. Também se avalia a eluição dos íons metálicos nas resinas em questão. O efeito que a temperatura possui na eluição é avaliado para as resinas catiônicas, Purolite C-150 e Dowex Marathon C. A cinética e a termodinâmica de adsorção do cromo trivalente e do zinco são avaliados. A metodologia consiste em realizar experimentos de adsorção e eluição em colunas de troca-iônica e experimentos de adsorção em batelada para análise da cinética e termodinâmica dos íons presentes em solução. Os resultados mostram que a qualidade da água após a adsorção nos três sistemas propostos está de acordo com os valores permitidos pela Resolução CONAMA 357/05. Analisando os resultados da eluição nas resinas se verifica que o aumento da temperatura favorece a remoção de íons presentes nos sítios de troca da resina...

A resina de troca ionica como extrator multielementar em analise de solos para fins de fertilidade

Alex Magalhães de Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/1999 PT
Relevância na Pesquisa
68.82784%
O objetivo deste trabalho foi avaliar e otimizar o método da resina de troca iônica para a extração de nutrientes em amostras de solo. Utilizando-se resinas com granulometria de 0,30 mm e adicionando-se citrato de amônio à composição da solução extratora, foi possível reduzir o número de etapas da análise, aumentar o número de elementos determinados e reduzir o volume final do extrato. Com a presença do citrato na solução houve uma retirada mais efetiva dos íons da resina, possivelmente porque a extração estaria ocorrendo de duas formas simultaneamente, por troca iônica e complexação. Os experimentos necessários para a otimização da solução extratora, foram executados seguindo um planejamento fatorial onde as variáveis eram as concentrações de HCI, NH4CI e (NH4)2HC6H5O7 em 3 níveis. Os resultados foram modelados matematicamente, fornecendo os coeficientes polinomiais que geraram as superfícies de respostas dos íons estudados no processo de extração. A análise das superfícies de resposta possibilitou obter uma nova composição para a solução extratora, e esta permitiu determinar além dos teores disponíveis de Ca, Mg, Ke H2PO4, os teores de Fe , Mn e SO4. O volume do extrato final foi reduzido a 50% em relação ao método original. A metodologia proposta foi testada contra outras já estabelecidas na análise de solos...

Troca ionica entre pectinatos de aluminio com diferentes graus de metilação, obtidos por hidrolise enzimatica, e os ions de Fe(III), Zn, Cu(II), Mn(II) e Ca em solução aquosa

Carlos Ramon Franco
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1996 PT
Relevância na Pesquisa
68.82784%
Pectinatos de alumínio sólidos (PAI) com vários grau de metilação (GM), obtidos através de demetilação enzimática com pectinesterase de origem vegetal, foram submetidos a um processo de troca iônica, em solução aquosa a 298 K, com os íons metálicos M =Fe(III), Mn(II), Cu(II), Zn(lI) e Ca, que pode ser representada pela equação : P-AI(OH)2(s) + M(OH)i(aq) = PM(OH)i(s) + AI(OH)2(aq) onde P representa o sítio ativo das pectinas e seu entorno molecular e M(OH)i as espécies hidrolisadas Fe(OH)2, Cu(OH), Mn(OH), Zn(OH) e Ca(OH). Determinou-se as constantes de equilíbrio estequiométricos para todos os íons, e comparando-as com aquelas obtidas em um trabalho anterior, da troca iônica dos pectinatos de alumínio com diferentes graus de metilação obtidos por hidrólise alcalina com os mesmos íons já mencionados anteriormente, pode-se estabelecer uma ordem de preferência em ambos os casos: Da Hidrólise alcalina ( 95,99 ): Fe(III) > AI > Cu(II) > Zn > Mn(II) ~ Ca Da Hidrólise enzimática: Fe(III) > AI > Cu(II) > Mn(II) > Zn ~ Ca Observou-se um efeito cooperativo no processo de troca iônica em todos os casos, exceto para os íons de Zn e Ca na hidrólise enzimática que apresentam inversão de comportamento ( efeito competitivo ). Através dos valores das constantes de equilíbrio tentou-se justificar as diferenças de comportamentos ( força de ligação...

Troca ionica, calorimetria, analise termica e microbiologica aplicadas ao latossolo roxo

Silvana Auxiliadora Missola Critter
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/1996 PT
Relevância na Pesquisa
68.93007%
O processo de troca iônica/adsorção na superfície heterogênea do latossolo roxo apresentou a ordem de adsorção Pb > Cd > Zn, já o oposto acontece com o mesmo solo sob vegetação de cerrado. A cinética de adsorção/dessorção em latossolo roxo com o íon indice Ca dessorveu no máximo 37,5 %. A saturação do latossolo roxo (LR) com Ca e posterior troca com Pb, indica a saída do cálcio da superfície. A ordem de adsorção com variação de temperatura (K) para o LR mostra a seqüência: 298: Pb > Cu > Cd > Hg ~ Ca > Zn > Na; 305: Pb > Cd > Hg ~ Ca > Cu > Zn > Na; 315: Pb>Cu e 323: Pb> Cd > Hg> Zn > Cu > Ca > Na. O aumento da temperatura acresceu a troca iônica, donde foram calculados os parâmetros termodinâmicos, para Langmuir (DHL) e Rawat (DHR): DHL (exo): Cu > Pb > Cd; (endo): Zn > Na> Ca > Hg; DHR (exo): Cu > Pb > Cd; (endo): Na ~ Ca > Zn > Hg. Os valores de DG indicam que os processos são espontâneos. A medida do pH da solução após a troca iônica permitiu obter a ordem troca com H: 295: Ca > Pb > Cd > Zn > Cu > Na > Hg; 305: Cu ~Ca > Pb > Zn ~Cd > Hg > Na; 315: Cu > Pb e 323: Ca > Zn > Pb ~Na> Cu > Hg > Cd. A atividade microbiana do solo foi acompanhada pela microcalorimetria, observando-se a degradação da mistura glicose e sulfato de amônio (1:1)...

Sistemas automatizados empregando resina de troca ionica para determinação dos ions amonio, cloreto e sulfato em aguas naturais

Marina Menezes Santos Filha
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em //1991 PT
Relevância na Pesquisa
69.05191%
Os íons amônio, cloreto e sulfato foram determinados através de métodos espectrofotométricos em amostras de águas naturais, mediante o uso de sistemas de análises químicas por injeção em fluxo (FIA) acoplado com uma minicoluna de troca iônica. O uso de um injetor automático controlado por um microcomputador permite, mediante a programação do tempo, que diferentes volumes da amostra e do eluente possam ser utilizados nas etapas de pré-concentração e eluição, respectivamente. Uma escolha adequada dos parâmetros operacionais, tais como: vazão e tempo de pré-concentração; vazão e tempo de eluição; natureza e concentração do eluente e condicionamento da resina é necessária para se obter maior eficiência do processo de troca iônica, menor dispersão e maior sensibilidade. Para avaliar a potencialidade da associação FIA com troca iônica, foram realizados experimentos visando determinar o fator de enriquecimento, a eficiência do processo de troca iônica junto com estudos de recuperação com amostras reais ou comparações com métodos estabelecidos como padrão. Matéria orgânica presente nas amostras é eliminada antes da etapa de pré-concentração, usando uma resina polimérica como o Sep-Pak (C18). Em alguns casos utilizou-se também o carvão ativo. Amostras reais foram analisadas obtendo-se uma velocidade analítica de 45 determinações por hora e um limite de detecção de 3 mg.L na determinação do íon amônio...

Fosfato de titanio (IV) amorfo, cristalino e modificado : troca ionica, intercalação e termoquimica

Sirlei Roca
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/1996 PT
Relevância na Pesquisa
68.93007%
Foram sintetizados e caracterizados os fosfatos ácidos de titânio (IV) amorfo e cristalino, na fase alfa, sódico e intercalado com butilamônio. Algumas n-alquildiaminas alifáticas foram intercaladas no a-Ti(HPO4)2.H2O e foram realizadas trocas iônicas de cátions divalentes, além do complexo [Cu(en)2](NO3)2, nos compostos amorfo e cristalinos, seguido do acompanhamento termodinâmico de todos os processos. Através da intercalação foram obtidas correlações lineares entre o número de moles fixos da alquildiamina (nf) ou das distâncias interlamelares (d) em função do número de carbonos (nc): nf = (5,79 ± 0,13) - (0,28 ± 0,02)nc e d = (883,14 ± 12,76) + (108,51 ± 2,20)nc. A intercalação ocorre em um arranjo de monocamada, com uma inclinação de 58,6° em relação ao plano definido pelo titânio. A entalpia da reação 2O3PO-H + H2N(CH2)nNH2 = O3P-OH3N(CH2)nNH3¨O-PO3; DHint, determinada a 298,15 0,02 K, correlaciona-se com nc e com d: DHint = -(56,16 ± 0,67) - (2,06 ± 0,12)nc e DHint = -(39,41 ± 1,41) - (1,80x10 ± 0,09x10)d. A troca iônica usando o material amorfo e cátions divalentes (Zn, Ni, Co, Cu, Cd, Pb e Hg) em solução aquosa mostrou que a seqüência de nf segue o volume de hidratação do cátion. As entalpias de troca iônica endotérmicas apresentaram os valores: 13...

Estudo das propriedades de troca ionica de silicofosfato de zirconio (IV)

Edegar Ozorio da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/01/2000 PT
Relevância na Pesquisa
68.69218%
O material zircônio(IV) fosfossilicato foi preparado juntando-se soluções de metassilicato de sódio a uma solução de oxicloreto de zircônio(IV). O precipitado foi posteriormente tratado com ácido fosfórico. As preparações foram efetuadas em pH~9-10 e pH~6. Os materias obtidos, designados pela sigla HZPS, apresentaram capacidades de troca semelhantes, tanto aqueles preparados em pH~9-10 quantos os preparados em pH~6. A análise termogravimétrica do HZPS revelou que este material é pouco hidratado, possuindo aproximadamente 10% de água adsorvida. As medidas de troca iônica foram efetuadas pelo emprego da técnica de batelada, tendo como eletrólitos os íons Ni (II), Cu (lI), Zn (II), Cd (II), Hg (II) e Pb (II) . As capacidades de troca foram encontradas determinando-se o valor de Nf (quantidade de M(II) trocado por grama de HZPS), para a concentração [M(II)] tendendo a infinito. As capacidades de troca obtidas, através deste procedimento, foram (em mmol g): Ni (( II ) = 0,45, Cu (II) = 0,83, Zn (II) = 0,72, Cd (II) = 0,68, Hg (II) = 1,70 e Pb (II) = 1,80. Os coeficientes de seletividade foram determinados para cada ponto da isoterma de troca e, utilizando-se da aproximação de Gaines-Thomas, foram calculadas as constantes de seletividade: Ni (II) = 0...

Guias de onda por troca iônica em vidros teluritos dopados com íons de érbio; Planar waveguides by ionic exchange in glasses tellurite doped with ions of erbium

Roddy Elky Ramos Gonzáles
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/09/2003 PT
Relevância na Pesquisa
69.05191%
Este trabalho informa a preparação de guias de onda planar por troca iônica em vidros teluritos dopado com íons de Érbio cujas composições são, 14Na2O-25W O3 - 60TeO2 - 1Er2O3 (mol%) e 2GeO2 - 10N a2O - 12ZnO - 75TeO2 - 1Er2 O3(mol%), foram preparados guias multimodos e monomodos, as profundidades dos guias podem ser controladas pela variação da temperatura e o tempo da troca iônica. Os vidros foram preparados pela técnica convencional de fusão. Os vidros foram cortados e as duas superfícies maiores foram polidas para a caracterização e para a troca iônica. A troca iônica Ag + - Na + foi realizada submergindo as amostras de vidro num banho de sais que continha 2AgN O3 - 49NaNO3 - 49KNO3 (%peso). As temperaturas de difusão foram de 290°C até 360°C e os tempos de difusão de 1h a 24h, dependendo do vidro. Os vidros foram quimicamente estáveis durante o processo da troca iônica. Os índices efetivos dos modos foram medidos pela técnica de acoplamento por prisma em 632,8nm, 1305,4nm e 1536nm na polarização TE. O perfil do índice foi calculado usando o método de WKB inverso e o perfil assumiu-se como uma função gaussiana. Dos perfis medidos das amostras a varias temperaturas e tempos, foram calculados os parâmetros da difusão: coeficientes de difusão efetiva De e sua dependência da temperatura assim como a energia de ativação ED; This work reports the preparation of planar waveguides by ionic exchange in glasses tellurite doped with íons of erbium whose compositions are...

Recuperação de acidos graxos livres em resina de troca ionica.; Recuperation of free fatty acids in ion exchange resins.

Erika Cristina Cren
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
68.82784%
Alguns óleos vegetais são sensíveis às condições drásticas do processo de refino, físico ou químico, podendo apresentar problemas ao serem submetidos a estes processos, tais como perda de substâncias desejáveis, como os nutracêuticos, escurecimento do óleo, além de perdas elevadas de óleo neutro. A extração líquido-líquido vem sendo estudada como alternativa aos métodos tradicionais de desacidificação destes óleos, pois utiliza condições brandas de processo, mas apresenta como desvantagem a necessidade de recuperação do solvente usado para a desacidificação, para sua futura reutilização. Resinas de troca iônica podem ser utilizadas como complemento da extração liquido-liquido, permitindo separar na corrente de extrato os ácidos graxos livres extraídos do solvente utilizado na extração, de forma a recuperá-lo. Ambos os processos se complementam, pois atingem os mesmos objetivos de mínima demanda de energia e mínima perda de óleo neutro, além de potencialmente poderem reduzir a perda de nutracêuticos em alguns óleos, já que utilizam condições mais brandas de processo se comparado a métodos de desacidificação convencionais. Este trabalho estudou o comportamento de equilíbrio e cinético de troca iônica em batelada para a separação dos ácidos graxos livres de um sistema modelo contendo ácido oléico + etanol...

Avaliação da clarificação de subproduto da extração de esteviosideo por troca ionica.; Evaluation of the clarification of by-product of extration of estevioside for ionic exchange.

Airton Goto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
68.886055%
O esteviosídeo e rebaudiosídeo A são os principais edulcorantes da planta estévia (Stevia rebaudiana (Bert) Bertoni). Esses glicosídeos são utilizados como edulcorante alimentício em muitos países do mundo. O esteviosídeo tem sabor doce intenso seguido de amargo residual, enquanto o rebaudiosídeo A tem sabor doce, porém não apresenta sabor amargo residual. Este trabalho teve o objetivo de recuperar os compostos adoçantes do caramelo, um subproduto industrial do processo de extração de esteviosídeo e rebaudiosídeo A, através de tratamento em resinas de troca iônica. Foram estudadas combinações de diferentes resinas de troca iônica, efeito da quantidade da mistura de resinas, concentração de caramelo no processo em batelada e posteriormente a clarificação de caramelo utilizando um conjunto de colunas contínuas em escala piloto. Os melhores resultados de clarificação do caramelo foram obtidos através do tratamento do caramelo em coluna de troca iônica de ácido forte Amberlite 2520Na e coluna de troca aniônica de base fraca IRA-96-SB, ligadas em série, utilizando-se solução 9% de caramelo e vazão igual a 5 volumes-leito/h. Foi obtido clarificação do caramelo superior a 90% sem perda significativa dos compostos adoçantes. O volume de solução de caramelo tratado nas colunas foi superior a 200 ciclos de regeneração...

Estudo do equilibrio dos sistemas binarios e ternario de troca ionica dos ions cobre, cadmio e calcio pelo biopolimero alginato; Equilibrium study of binaries and ternary ion exchange systems envolving copper, cadmium and calcium ions by alginate biopolymer

Rosilene Andrea Welter
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
69.05191%
Neste trabalho, estudou-se o processo de troca iônica envolvendo os íons Cobre, Cádmio e Cálcio, sendo que os metais pesados, Cobre e Cádmio, foram avaliados devido a alta toxicidade, à sua presença em efluente industriais e a dificuldade na sua remoção quando em baixas concentrações, entretanto, acima do permitido pela legislação vigente. O trocador iônico utilizado foi o Alginato, que na presença de íons divalentes possui a capacidade de gelificar-se formando partículas aptas à utilização em operações de troca iônica. As partículas foram obtidas por diferentes formas: gotejamento, atomização ou ainda, emulsificação, contudo, cada método apresentou partículas com propriedades físicas distintas. O método de emulsificação resultou em partículas com diâmetro e granulometria satisfatórios para o processo de troca iônica em leito poroso, além de, dentre os métodos analisados, apresentar maior capacidade de troca iônica para o ensaio realizado em banho finito sob as mesmas condições operacionais. Portanto, os ensaios de equilíbrio de troca iônica para os sistemas binários envolvendo os íons Cu-Ca, Cd-Ca e Cu-Cd e para o ensaio ternário Cu-Cd-Ca, foram realizados em leito poroso, utilizando partículas obtidas por emulsificação...

Produção de inulinase por Kluyveromyces marxianus e purificação da enzima por cromatografia de troca ionica em coluna de leito expandido

Susana Juliano Kalil
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/08/2000 PT
Relevância na Pesquisa
68.65117%
Frutose é o açúcar natural mais doce, sendo uma alternativa segura para substituir a sacarose. A lnulinase tem um importante papel na produção de uutose através da hidrólise enzimática da inulina, que pode ser realizada em uma única etapa e render até 95% de conversão. Este trabalho teve por objetivos otimizar as condições de produção da enzima inulinase produzida por Kluyveromyces marxianus ATCC 16045, otimizar as condições de reação sobre a sacarose e a inulina e recuperar a enzima em coluna de leito expandido utilizando a resina de troca iônica Strearnline SP. Técnicas de planejamento experimental e análise de superficie de resposta foram utilizadas para otimizar o meio de cultura para produção da enzima e as condições de determinação da atividade enzimática. Na produção da enzima foram estudadas as variáveis concentração de sacarose, extrato de levedura, peptona, K2HP04 e pH. Para tanto utilizou-se um planejamento fatorial uacionário (25-1)para determinar as variáveis mais importantes, sendo selecionadas três para serem utilizadas em um planejamento fatorial completo. A enzima obtida foi utilizada nos ensaios de determinação enzimática para verificar os efeitos da concentração de substrato (sacarose ou inulina)...

Processamento de soluções graxas em resina de troca ionica; Fatty soluctions processing in ion exchange resin

Erika Cristina Cren
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
69.279653%
Alguns óleos vegetais são sensíveis às condições drásticas do processo de refino, físico ou químico, podendo assim apresentar problemas quando submetidos a estes processos, tais como perda de substâncias desejáveis, como os compostos nutracêuticos, escurecimento do óleo, além de perdas elevadas de óleo neutro. Desta forma a busca de alternativas no processamento de óleos vegetais se torna relevante. O processo de extração líquido-líquido vem sendo estudado como alternativa para a desacidificação destes óleos vegetais, pois utiliza condições brandas de processo. No entanto, esta técnica apresenta a desvantagem de demandar grandes volumes de solvente para a extração, havendo a necessidade de recuperação do solvente usado para sua futura reutilização. As resinas de troca iônica vêm sendo utilizadas em muitos segmentos da indústria de alimentos, para separação e purificação de ácidos orgânicos. Assim, resinas de troca iônica e de adsorção podem ser empregadas como complemento da extração líquido-líquido, em particular na remoção de ácidos graxos da corrente de extrato e na recuperação do solvente para sua reutilização posterior. Contudo, identifica-se também um potencial uso da resina de troca iônica na desacidificação direta de óleos vegetais brutos...

Desacidificação de óleo de soja por resina de troca iônica; Deacidification of soybean oil by ion exchange resin

Taiana Maria Deboni
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
69.12741%
Um método alternativo para a remoção de ácidos graxos livres presentes em óleos vegetais brutos se baseia no uso de resinas de troca iônica. Este método mostra-se adequado e vantajoso, devido às condições brandas de processamento, provável minimização das perdas de óleo neutro e a não geração de sabões. Deste modo, o objetivo deste trabalho foi estudar o processo de desacidificação de óleo de soja utilizando resina de troca iônica em meio orgânico. Para isto, realizou-se um prétratamento da resina em coluna de leito fixo utilizando isopropanol. Avaliou-se a influência deste pré-tratamento sobre a capacidade de troca iônica e sobre o teor de água no interior da resina. Curvas de ruptura foram obtidas de acordo com um delineamento composto central rotacional 22, sendo que os parâmetros avaliados foram vazão e acidez da alimentação. As respostas obtidas foram a eficiência de recuperação de soluto e eficiência de utilização de leito, ambas calculadas a partir das curvas de ruptura. No estudo, foi utilizado leito fixo com 150 mL de resina aniônica forte (Amberlyst A26 OH), sendo que a miscela de alimentação do leito foi composta por uma mistura de óleo de soja degomado com acidez original igual 2...

Desenvolvimento de pó de vidro bactericida e fungicida através de reações de troca iônica para uso como aditivo biocida na indústria

Mendes, Elton
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 87 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
68.82784%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Florianópolis, 2011; O desenvolvimento e uso de materiais antimicrobianos tem se mostrado uma maneira eficiente de reduzir os riscos oferecidos à vida humana por fungos, bactérias e demais microrganismos patogênicos. Estes materiais se tornaram indispensáveis noprojeto e elaboração de ambientes onde predominam a higiene. Neste contexto, este estudo apresenta resultados preliminares do desenvolvimento de um material vítreo com propriedades bactericida e fungicida, obtido pelo processo de troca iônica entre íons sódio, presentes na matriz do vidro, e íons prata, presentes no meio de troca iônica. O pó de vidro foi submetido à troca iônica em um meio iônico contendo AgNO3 como fonte de íons prata. Diferentes concentrações de AgNO3 no meio iônico (2,00; 6,00; 10,00 wt.%) e diferentes tamanhos de partícula do pó de vidro (9,50; 30,50; 51,50 µm) foram utilizados no desenvolvimento das amostras e o efeito da ação bactericida e fungicida foi avaliado empregando o método de planejamento experimental fatorial e técnicas de caracterização microbiológica. A análise microbiológica das amostras foi realizadaempregando o método disco difusão para as bactérias Echerichia coli e Staphylococcus aureus...

Dielétrico de vidro de elevada confiabilidade mecânica e termomecânica produzido por têmpera de dois estágios (têmpera térmica + troca iônica)

Yoshimura,H.N.; Guedes,S.; Fredecicci,C.
Fonte: Rede Latino-Americana de Materiais Publicador: Rede Latino-Americana de Materiais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
68.95544%
Neste trabalho, investigou-se a possibilidade de se aumentar o desempenho mecânico e termomecânico do dielétrico de vidro por meio do tratamento de têmpera de dois estágios, têmpera térmica seguida de troca iônica de curto período. Os dielétricos de vidro de silicato sodo-cáustico foram produzidos por meio de prensagem em uma linha industrial, sendo que a têmpera térmica foi realizada com resfriamento brusco a partir de 580ºC utilizando jatos de ar em um dispositivo rotativo (tournettes) e a troca iônica foi realizada em um banho de KNO3 a 450ºC por 30 min. O dielétrico tratado pelo método de têmpera de dois estágios apresentou, em relação ao dielétrico convencional (temperado termicamente), melhores desempenhos nos ensaios de choque térmico (aquecimento, resfriamento e ciclagem térmica) e maiores valores de módulo de Weibull, m, da força de ruptura em compressão e do tempo de ruptura no choque térmico de aquecimento, enquanto manteve elevadas as propriedades mecânicas (força de ruptura em compressão e energia absorvida no impacto), nos níveis alcançados na têmpera térmica. Os efeitos causados pelo segundo estágio (troca iônica) são discutidos em termos de formação de um perfil de tensão residual favorável ao aumento da confiabilidade mecânica e termomecânica do dielétrico...

Uso da tecnologia de troca iônica no tratamento de águas contaminadas com Nitrato do Aqüífero Dunas-Barreiras, Natal/RN-Brasil

Fonsêca, Andréa Lessa da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química; Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologias Regionais Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química; Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologias Regionais
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
69.05191%
The city of Natal comprises an area of about 170 km² (65,63 squares miles). The Dunas-Barreiras Aquifer is the most important reservoir of the coastal basin of RN. It is being responsible for the water supplying of about 70% of the population, however, due to the sewage disposal system by cesspools and drains, it is presently affected in a great extent by nitrates contamination. Thus, the present work proposes to research the utilization of contaminated water by nitrates of this fountainhead and find cost of the potable water through the ionic exchange technology. This technology consists in the removal of mineral salts by the exchange of cations for one ion of hydrogen (H+), through the passage of water by cationic resin bed and, secondly, by the exchange of the anions for hydroxyl ions (OH-) through a anionic resin bed. The obtained results have showed the waters derived from fountains, big water holes and shallow wells were microbiologically contaminated, while the waters derived from deep wells (above 70 m 76,58 yards) were free of contamination. Thus, only these ones are suitable to the use of ionic technology. The experiments were conducted with the resin IMAC-HP-555 such as kinetic, thermodynamic, and adsorption by fixed bed studies...

PREPARAÇÃO DE COMPÓSITOS DE POLIANILINA EM MATRIZES DE COPOLÍMEROS ESTIRENO-DIVINILBENZENO E ESTUDOS DE ADSORÇÃO POR TROCA IÔNICA DE ÂNIONS COMPLEXOS DE [FeCl4]- E [CuCl4]2-; PREPARATION FOR SUPPORTING COMPOSITE POLIANYLINE IN MATRIZES OF COPOLYMERS ESTYRENE-DIVINYLBENZENE AND STUDIES OF ADSORPTION BY EXCHANGE IONIC OF COMPLEX ANIONS OF [FeCl4]- AND [CuCl4] 2-

SILVA, Robson Benedito
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Química; Educação em Química Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Química; Educação em Química
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
68.65117%
In this work, composites of dispersed polyaniline in beads of styrenedivinybenzene copolymer (Pani/Sty-DVB copopolymer) with different porosities were prepared through in situ polymerization. Materials with high surface areas and high porosities were obtained what explain their properties to adsorve transition metals. SD29 and SD84 copolymers were prepared through suspension polymerization in the presence of inert diluents as toluene/heptane with different DVB ratios to obtain macroporous beads. SD29/Pani and SD84/Pani composites were obtained by swelling the copolymers with aniline/ethanol mixtures (20/80%) before polymerization. Oxidative polymerization of aniline was carried out with ammonium persulfate in the presence of nitric acid at pH extremely acid and temperature range from 0 to 3 oC for 5 hours. All materials were characterized by infrared spectroscopy, porosity measurements, optical microscopy and adsorption capacity. The composite surface areas and pore volumes diminished in relation to original xv copolymers, while apparent density increased due polyaniline incorporation. Pore size distributions did not suffer large variations and all were typical of macroporous structures. Due the high DVB content, SD84/Pani composite and SD84 copolymer presented higher porosity and specific surface area when compared to systems with low reticulation degree. From acid solutions...

Estudos do proceso de troca ionica do sistema multicomponente cobre-zinco-sodio utilizando a resina Amberlite IR 120; Study of ion exchange process of the multicomponent system copper-zinc-sodium using the resin Aberlite IR 120

Carlos Eduardo Borba
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
69.12741%
O aumento da produção industrial tem proporcionado a geração de efluentes aquosos contaminados com íons de metais pesados. Estes devem ser tratados antes de serem descartados no meio ambiente. Colunas de leito fixo podem ser eficientes na remoção de íons de metais pesados de meios aquosos. Para o projeto destes equipamentos são necessárias informações a respeito do equilíbrio do sistema, bem como informações a respeito dos efeitos de transferência de massa no sistema. Os principais objetivos deste trabalho foram a interpretação e obtenção de dados de equilíbrio de troca iônica dos sistemas binários Cu+2 - Na+, Zn+2 - Na+ e Zn+2 - Cu+2 e do sistema ternário Cu+2 - Zn+2 - Na+ e interpretação e obtenção de dados experimentais da dinâmica de troca iônica em coluna de leito fixo. Neste trabalho, foram realizados experimentos para a obtenção de dados de equilíbrio para os sistemas binários e para o sistema ternário. Estes experimentos foram conduzidos em sistema batelada na temperatura de 25°C. Foram também realizados experimentos de troca iônica em coluna de leito fixo para os sistemas binários Cu+2 - Na+ e Zn+2 - Na+ e para o sistema ternário. Em todos os experimentos foi utilizada a resina Amberlite IR 120 como trocador iônico. No tratamento dos dados experimentais de equilíbrio foram utilizadas a isoterma de Langmuir competitiva e a Lei da Ação das Massas (LAM) ideal e não ideal. A utilização da LAM não ideal exigiu o cálculo do coeficiente de atividade das espécies em ambas as fases. Para o cálculo do coeficiente de atividade dos íons na resina foi empregado o modelo de Wilson. Para o cálculo do coeficiente de atividade dos íons em solução foi empregado o modelo de Bromley. Os resultados mostraram que a isoterma de Langmuir competitiva e a LAM ideal representaram satisfatoriamente os dados de equilíbrio dos sistemas binários Cu+2 - Na+ e Zn+2 - Na+. No entanto...