Página 1 dos resultados de 72 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Estudo dos efeitos da radiação gama no polietileno linear de baixa densidade (PELBD) injetado; Study of effects gamma radiation linear low density polyethylene (LLDPE) injected

Oliveira, Ana Claudia Feitoza de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
140.47705%
O uso do método de esterilização por radiação gama ajuda na redução da contaminação microbiológica. O polietileno linear de baixa densidade (PELBD) é um polímero de cadeias lineares e ramificações curtas. Neste trabalho o PELBD injetado foi irradiado por uma fonte de 60Co com 2000 kCi de atividade, na presença de ar, em doses de 5, 10, 20, 50 ou 100 kGy e taxas de dose de cerca de 5 kGy.h-1 em temperatura ambiente (25 ºC). Após a irradiação, foi necessário submeter as amostras a um tratamento térmico em uma estufa por 60 min a 100 ºC para a recombinação e aniquilação dos radicais residuais. Na sequência as amostras injetadas foram irradiadas e caracterizadas para identificar os efeitos de degradação térmica, cisão e reticulação em cada dose. Verificou-se uma degradação térmica da resina ao passar pelo processo de modelagem por injeção confirmada pela análise de FTIR. Os PELBD injetados irradiados nas doses de 5, 10 ou 20 kGy tiveram maior tendência a cisão do que aqueles nas doses de 50 ou 100 kGy, nos quais predominou a reticulação. Desta forma determinaram-se os efeitos da irradiação e do processo nos PELBD moldados por injeção.; The use of the method of sterilization by gamma radiation helps in reducing microbiological contamination. The linear low density polyethylene (LLDPE) is a linear polymer chain with short chain branching. In this work...

Estudo do efeito de nanopartículas de carbonato de cálcio, dióxido de titânio e óxido de zinco nas propriedades dos termoplásticos polietileno de baixa densidade linear e copoliéster alifático aromático, submetidos à radiação ultravioleta; Effect study of calcium carbonate, titanium dioxide and zinc oxide nanoparticles on linear low density polyethylene and aliphatic - aromatic copolyester thermoplastics properties subjected to ultraviolet radiation

Poveda, Patricia Negrini Siqueira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
120.81261%
De modo geral, os materiais termoplásticos são sensíveis à radiação ultravioleta (UV), a qual provoca mudanças em suas estruturas químicas, afetando suas propriedades, principalmente as mecânicas, e características de aparência. A radiação ultravioleta (10-400 nm), em especial na faixa entre 290- 400 nm, é bastante agressiva aos materiais plásticos resultando na quebra de cadeias e/ou reticulação. Para aplicações agrícolas, são fatores críticos para envelhecimento: a radiação solar total, temperatura, umidade relativa do ar, esforço mecânico, presença de agroquímicos, poluição do ar e a combinação desses fatores. Os aditivos estabilizantes de luz são adicionados aos plásticos para aumentar a durabilidade do produto final. Existem diversos sistemas estabilizantes de luz, desenvolvidos de acordo com a resina, aplicação final, tipo de cultivo e outras características. Além dos estabilizantes convencionais, como por exemplo, benzofenona, benzotriazol e as moléculas do tipo aminas estericamente bloqueadas (HALS), existem também aditivos inorgânicos baseados em nanotecnologia. Este estudo avalia diferentes sistemas de aditivos: HALS, nano carbonato de cálcio (nCaCO3 ou NPCC), nano óxido de zinco (nZnO) e nano dióxido de titânio (nTiO2)...

Preparação e avaliação das propriedades de misturas de polietileno de baixa densidade com polietileno linear de baixa densidade

Becker, Marcia Regina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
101.02957%
Misturas de Polietileno de Baixa Densidade (PEBD) com diferentes tipos e proporções de Polietilenos Lineares de Baixa Densidade (PELBD) foram preparadas em extrusora de rosca simples ou dupla a fim de verificar a influência destes últimos nas propriedades das misturas e a eficiência das extrusoras na preparação das mesmas. Para tanto foram utilizados polietilenos lineares comerciais, com estruturas moleculares diversas devido ao tipo de comonômeros de 1-octeno (C8), 1-hexeno (C6) ou 1-buteno (C4) e diferentes processos de polimerização. Polietilenos lineares de baixa densidade e polietileno de baixa densidade puros foram avaliados a fim de relacionar suas propriedades com suas estruturas. As misturas de PEBD com PELBD foram avaliadas através de reometria capilar e rotacional, calorimetria diferencial de varredura (DSC), plastometria e análise dinâmico-mecânica (DMA). As misturas de PEBD com PELBD com comonômero 1-buteno e 1-octeno, preparadas em extrusora de rosca simples ou dupla, não apresentaram diferenças no perfil das curvas de viscosidade, observando-se, entretanto, diferenças no perfil das mesmas para as misturas de PEBD com o PELBD com comonômero 1-hexeno. Verificou-se que os valores de índice de fluidez não variaram linearmente com a adição do PELBD na mistura Verificou-se que a adição de PELBD no PEBD modifica significativamente a viscosidade aparente da mistura na faixa de taxa de cisalhamento avaliada. Os polietilenos lineares de baixa densidade apresentaram deformação majoritariamente viscosa quando submetidos a condições cisalhantes e o módulo de perda G” foi superior ao módulo de armazenamento G’. Verificou-se que com o aumento da massa molar do PELBD e do teor deste na mistura ocorreu um aumento do módulo de perda G”. O aumento de cerca de 2% no teor de comonômero não modifica o comportamento viscoelástico do PELBD puro. Pela avaliação dos termogramas das misturas...

Modificação química de polietileno linear de baixa densidade e aplicação em blendas com poli (tereftalato de etileno)

Schultz, Marcia Elizabeth Ribeiro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
120.5606%
No presente trabalho foi realizado um estudo da modificação química do polietileno linear de baixa densidade (PELBD) com anidrido maleico (MA) e metacrilato de glicidila (GMA), que, posteriormente, foram utilizados como agentes de compatibilização interfacial em blendas de PELBD com poli(tereftalato de etileno) (PET). As funcionalizações foram realizadas em câmara de mistura e extrusora reativa, através de reações radicalares em estado fundido, utilizando peróxido de dicumila (DCP) como iniciador. Nos estudos de funcionalização do PELBD com MA foram utilizados planejamentos fatoriais com objetivo de otimizar o índice de incorporação do monômero, estabelecendo-se assim, as melhores condições de reação em câmara de mistura. As reações de modificação produziram extensão ou reticulação do polímero, verificando ser adequada a utilização de baixa velocidade de rotação e tempo reacional de 10 minutos. Foi observado um limite máximo de incorporação de MA às cadeias de polietileno Na funcionalização do PELBD com GMA obteve-se maiores teores de incorporação do que quando foi utilizado MA. Com MA a conversão média da reação foi de 25% enquanto os valores obtidos para GMA alcançaram 59%, sendo que neste caso pode ter ocorrido a homopolimerização . O uso do estireno como monômero auxiliar aumentou a incorporação do monômero (MA ou GMA) à cadeia de PELBD...

Modelagem e simulação de equipamentos para remoção de voláteis de polietileno

Guarita, Marcelo Bohrer
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
120.51743%
Processos de polimerização de polietileno linear de baixa densidade em fase gás normalmente removem monômeros e outros hidrocarbonetos dissolvidos do polímero formado através de um sistema de stripping com nitrogênio ou vapor. A remoção é necessária para reduzir as perdas com monômero, assegurar baixos teores de componentes voláteis no polímero final exigidos pela legislação ambiental e reduzir riscos de explosão em silos e embalagens. Para construir uma metodologia de modelagem destes equipamentos especiais, os fenômenos de solubilidade e equilíbrio polímero-hidrocarboneto, bem como da difusividade multicomponente para polímeros são revistos e acoplados em um sistema de equações de transferência de massa e energia para um sistema de leito descendente com nitrogênio ou vapor em contracorrente. As equações diferenciais parciais para o modelo de leito descendente construído com as considerações acima são resolvidas através de diferenças finitas para as coordenadas axiais e por colocação ortogonal pelo método de elementos finitos para a coordenada radial utilizando o software gPROMS. Os resultados do modelamento são comparados com dados de equipamentos industriais utilizando nitrogênio e vapor. Para ajustar as condições industriais com o modelo proposto...

Líquidos iônicos para a preparação de híbridos de sílica e suas aplicações na formação de compósitos poliméricos

Migliorini, Marcelo Vieira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
100.91885%
Esta pesquisa refere-se ao estudo investigativo sobre as propriedades de líquidos iônicos (LIs) imidazólicos na presença de água, bem como sua aplicação na formação de materiais híbridos de sílica-LI e sua utilização na obtenção de compósitos poliméricos de polipropileno de alta isotaticidade (PPi), polietileno de baixa densidade (PEBD) e polietileno de alta densidade (PEAD). Foram utilizados os seguintes LIs: metanossulfonato de 1- trietilenoglicol monometiléter-3-metilimidazólio [C7O3MIm][H3CSO3], metanossulfonato de 1-monoetilenoglicol monometiléter-3-metilimidazólio [C3O1MIm][H3CSO3] e tetrafluoroborato de 1-n-decil-3-metil-imidazólio [C10MIm][BF4], identificados consecutivamente como LIs 1, 2 e 3. Primeiramente verificou-se o efeito da adição de água em LIs imidazólicos através de análises de pH, condutividade elétrica e viscosidade. Foi observado que os LIs apresentaram uma diminuição significativa do pH da solução, mesmo em baixas concentrações de H2O, indicando a ocorrência de uma nova reação entre o LI e água. Testes de voltametria cíclica comprovaram a formação de uma nova espécie, a qual adsorve na superfície do eletrodo de platina. Estudos de ressonância magnética nuclear (RMN) indicaram que esta nova espécie não é o N-carbeno heterociclo. Experimentos de cálculos ab-initio possibilitaram a elucidação da nova espécie; resultado de ataque nucleofílico da água no carbono C2 do anel imidazólio. A segunda parte desta pesquisa envolveu a formação de híbridos de sílica-LI...

Correlação estrutura/propriedade de polietileno linear de baixa densidade: influência na temperatura de selagem

Silva, Rafael Bitello
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
140.57929%
Neste trabalho, foram estudadas três amostras comerciais de polietileno linear de baixa densidade sintetizadas com diferentes comonômeros (1-hexeno e 1-octeno) e diferentes catalisadores (metalocênico, Ziegler-Natta e mistura dos dois catalisadores). As amostras foram caracterizadas através das técnicas de DSC, FTIR, GPC e CRYSTAF. Para um estudo mais aprofundado, as amostras foram fracionadas via TREF e as frações obtidas foram caracterizadas quanto à estrutura e comportamento térmico, possibilitando correlações importantes. A microestrutura estudada foi correlacionada com propriedades de selagem a quente. Foi verificado que as amostras apresentaram microestruturas diferentes entre elas, sendo que a amostra obtida por catalisador metalocênico apresentou distribuição mais homogênea de comonômero na cadeia, enquanto que a amostra obtida por catalisador Ziegler-Natta apresentou distribuição heterogênea de comonômero na estrutura polimérica. A amostra obtida pela mistura dos catalisadores apresentou distribuição heterogênea, porém com grande contribuição de parcelas com altos teores de comonômero. Ao relacionar com a temperatura de selagem observou-se que a estrutura oferecida pelo catalisador metalocênico apresentou menor temperatura de selagem em relação à amostra obtida por catalisador Ziegler-Natta. A amostra obtida pela mistura dos catalisadores obteve resultados de selagem próximos aos da amostra obtida por metalocênico...

Obtencao de polietileno linear de baixa densidade utilizando catalisadores ziegler-natta homogeneos e 1-hexeno como comonomero

Scipioni, Rosangela Breda; Mauler, Raquel Santos; Galland, Griselda Ligia Barrera; Quijada, Raul
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
120.01147%
A homopolimerização de etileno e sua copolimerização com 1-hexeno foram investigadas utilizando-se os catalisadores liegler-Natta homogêneos Et[Ind]2ZrCl2 [Ind]2ZrCl2, Cp2ZrCl2 e Me2SiCpZrCl2. Os catalisadores Me2SiCpZrCl2 e Et[Ind]2ZrCl2 apresentaram maior atividade catalítica na homopolimerização de etileno e mostraramse mais sensíveis à influência da concentração do comonômero. As técnicas de ressonância magnética nuclear de 13C (RMN 13C), viscosidade, análises térmicas e cromatografia de permeação em gel (GPC) foram utilizadas para analisar as propriedades dos copolímeros obtidos. Uma maior incorporação de 1-hexeno no copolímero causou um decréscimo do peso molecular do produto final. As análises de RMN 13C mostraram que os copolímeros com baixos teores de 1hexeno incorporado possuem unidades isoladas de comonômero em sua cadeia principal.

Efeito de ramificações longas no polietileno linear de baixa densidade

Dartora, Paula Cristina
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
110.49072%
A cada dia, novos materiais são desenvolvidos para aplicações em diversos setores. A avaliação das propriedades dos polímeros desenvolvidos é essencial para que se possa garantir que eles atendam às necessidades para as quais foram desenvolvidos. Os polietilenos são materiais poliméricos largamente utilizados por sua versatilidade, fácil moldabilidade, atoxicidade entre outras propriedades. Existem diversos tipos de polietileno, devido às diferentes técnicas de polimerização empregadas em sua produção e aos diferentes catalisadores utilizados nesses processos. As diferentes técnicas de polimerização e os diferentes catalisadores utilizados na produção de polietileno fazem com que exista uma grande variedade de tipos de polietileno com propriedades levemente diferenciadas. Sendo os polietilenos largamente utilizados no setor de embalagens, é importante avaliar o impacto da sua estrutura nas propriedades finais do produto. No presente trabalho, avaliou-se o efeito da presença de ramificações longas no polietileno linear de baixa densidade nas propriedades de processamento de filmes e nas propriedades óticas, físicas e mecânicas dos filmes produzidos com resinas de diferentes estruturas. Os resultados dos ensaios mostraram que as ramificações longas melhoram a processabilidade...

Funcionalização do polietileno linear de baixa densidade para promover adesão

Silveira, Mauro Ricardo da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
160.93354%
Os filmes de polímeros poliolefínicos são os mais usados na indústria devido baixo custo e pelas boas propriedades mecânicas, físico-químicas e térmicas, contudo tais polímeros apresentam comportamento hidrofóbico, superfície quimicamente inerte e baixa energia de superfície proporcionando pouca adesão à tintas e outros revestimentos. Para isso, diversos tratamentos superficiais são realizados com objetivo de aumentar a energia de superfície desses filmes, tais como: tratamento por chama, descarga corona, modificação química, plasma e irradiação por feixe de partículas (elétrons, íons, nêutrons e fótons); dentre eles, o mais utilizado industrialmente é o tratamento de descarga corona. Portanto, este trabalho abordará uma alternativa aos tratamentos convencionais que não proporcionam boa estabilidade em função do tempo. Para isso foram adicionados três agentes funcionalizantes com distintas características químicas, sendo eles: copolímero de etileno e acrilato de metila (CEAM); polietileno graftizado com anidrido maleico (PGAM); e copolímero de etileno/ácido metacrílico com grupo ácido parcialmente neutralizado com íons de sódio (CAMI). Os agentes foram adicionados na matriz polimérica de polietileno linear de baixa densidade (PELBD) nas concentrações de 1 a 4% m/m. Para avaliar as propriedades dos filmes funcionalizados foram realizados os ensaios termogravimétricos...

Estudo das propriedades do filme stretch produzido com polietileno linear de baixa densidade

Rocha, Patricia Mara de Freitas
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
109.80971%
O stretch wrap é um filme usado para unitização de materiais. Este é estirado e aplicado em torno do material a ser embalado e a tensão residual do filme proporciona um envoltório circular ajustado à carga garantindo a união dos materiais embalados. O PELBD é amplamente utilizado para produção desse filme. As principais propriedades do filme stretch wrap (tensão, alongamento, adesividade, punctura, brilho e opacidade) foram analisadas e relacionadas com a estrutura molecular do respectivo PELBD usado em sua fabricação. Três PELBDs foram estudados, um produzido a partir de catalisador metaloceno (mPELBD) com comonômero hexeno e dois obtidos por catalisadores Ziegler-Natta, um comonômero octeno e o outro hexeno. Filmes desses polímeros puros foram produzidos em dois sistemas de extrusão plana, uma extrusora de laboratório e a outra de escala industrial. Em laboratório também foram produzidos filmes com algumas misturas desses PELBDs. Os polímeros foram caracterizados por FTIR, RMN 13C, GPC, Crystaf, DSC, reologia DSR e Solúveis em Xileno. Os filmes laboratoriais foram analisados pelas técnicas de Brilho 45°, Opacidade, Tração e Perfuração. Os filmes industriais foram avaliados por Brilho 45° e Opacidade. Esses filmes também foram analisados pelo Highlight Tester® o qual avaliou propriedades mecânicas e físicas...

Blendas de polietileno linear de baixa densidade e poli (PROPENO-co-ETENO-co-1-BUTENO)

Antonio Carlos Quental
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
110.74937%
Este trabalho visa o estudo das blendas de polietileno linear de baixa densidade (PELBD) com o terpolímero poli(propeno-co-eteno-co-1-buteno) (ter-PP). A adição do terpolímero ao PELBD tem como objetivo a melhora no processamento deste último, mantendo-se as propriedades mecânicas das blendas no mínimo comparáveis ao PELBD. Para isto foram utilizados dois tipos de polietileno linear de baixa densidade, com comonômero 1-hexeno e outro com comonômero 1-octeno, sendo avaliada a influência da microestrutura dos polímeros nas propriedades mecânicas e morfológicas das blendas. As blendas foram preparadas através da mistura mecânica dos polímeros no estado fundido em uma extrusora monorosca, em cinco composições diferentes: 20, 40, 50, 60 e 80% em massa de PELBD. Através da análise de DSC das blendas verificou-se a presença das fases cristalinas dos dois polímeros. A análise dinâmico-mecânica das blendas indicou a imiscibilidade dos polímeros também na fase amorfa, sendo constatada a sobreposição da transição vítrea do ter-PP com a relaxação secundária dos polietilenos. Os ensaios mecânicos de tração indicaram que a blenda contendo 20% de ter-PP possui propriedades mecânicas similares aos PELBD que a constituem. As blendas com composições na faixa de 40-80% do ter-PP apresentaram uma diminuição acentuada nas propriedades mecânicas comparativamente aos componentes puros. A morfologia das blendas mostrou-se dependente da composição...

Blendas de poli(metacrilato de metila) (PMMA) e polietileno linear de baixa densidade (PELBD)

Lucila Cinthia Cabral
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
120.514%
O objetivo desse trabalho foi o preparo de blendas de poli(metacrilato de metila), PMMA, e polietileno linear de baixa densidade, PELBD, com diferentes microestruturas, e a determinação de suas propriedades mecânicas ou morfológicas em função da composição e condições de processamento, bem como o estudo comparativo de diferentes rotas de compatibilização. As blendas PMMA/PELBD foram preparadas tanto em misturador contínuo quanto em descontínuo, variando-se a composição (10 e 20 % de polietileno) e a taxa de cisalhamento. A compatibilização das blendas foi realizada de duas formas: compatibilização in-situ e adição do compatibilizante, o copolímero de enxertia PMMA-PEAD, preparado no misturador descontínuo. Todas as blendas foram caracterizadas morfologicamente após o processamento em misturador contínuo ou descontínuo e após a injeção de corpos de prova. As propriedades mecânicas foram determinadas a partir de ensaios mecânicos de tração, flexão e impacto. As blendas obtidas em misturador descontínuo apresentaram morfologia de domínios esféricos de PELBD dispersos na matriz de PMMA, cujos tamanhos variaram para os diferentes polietilenos. O pós-processamento destas blendas resultou em domínios de tamanhos similares para os diferentes PELBD...

Blendas de policarbonato e polietileno linear de baixa densidade : processamento e compatibilização; Blends of polycarbonate and linear low density polyethylene, processing and compatibilization

Silvia Carla Haither Goes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
121.05734%
Neste trabalho foram preparadas blendas de Policarbonato e Polietileno Linear de Baixa Densidade, PC/PELBD, e a influência dos seguintes fatores sobre as propriedades mecânicas e a morfologia foram avaliadas: i) Composição da blenda: 10 e 20% de PELBD (em massa), ii) Natureza do PELBD: metalocênico (PEM), Ziegler-Natta (PEZN) ou uma mistura de ambos (PEZN/M), iii) Natureza da compatibilização - física: utilizando o copolímero (etileno-propileno-dieno), EPDM, modificado com poli(estireno-co-acrilonitrila), SAN, EPDM-SAN - ou química: utilizando o polietileno de alta densidade modificado com anidrido maleico, PEAD-AM, nas proporções 2,5 e 5,0% em massa, iv) tipo de equipamento para obtenção das blendas - misturador contínuo ou descontínuo e v) condições de processamento: temperatura e taxa de cisalhamento. As blendas de policarbonato e polietilenos lineares de baixa densidade são imiscíveis e incompatíveis, apresentando morfologia de partículas de polietileno dispersas na matriz de policarbonato. A forma e tamanho das partículas são influenciadas pela composição e forma de processamento das blendas. As propriedades mecânicas das blendas são inferiores ao do policarbonato e a morfologia não é estável frente ao pós-processamento...

Propriedades de material polimérico obtido da reciclagem de embalagens multicamadas; Properties of polymeric material obtained from recycling of multilayer packaging

Barros, Natália Garrote de
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
100.99561%
Considerando a importância da reciclagem, o presente trabalho teve como objetivo apresentar as propriedades mecânicas, térmicas e reológicas do material polimérico obtido a partir do processo de reciclagem de embalagens multicamadas constituídas de poliamida 6 (PA 6), polietileno de baixa densidade (PEBD) e polietileno de baixa densidade linear (PEBDL). Obteve-se o material polimérico processando-se em extrusora mono-rosca as embalagens com compatibilizantes (CP) de polietileno funcionalizado com anidrido maleico (PE-g-AM) e polietileno de alta densidade pósconsumo (PEADpc). As amostras foram preparadas nas composições que variam de 50 a 100% em massa de embalagem aglutinada. O melhor desempenho no ensaio de tração foi obtido com PE-g-AM. Porém, a adição deste CP nas blendas que continham o PEADpc, mostrou-se desnecessária. Os corpos de prova sem PE-g-AM apresentavam delaminações, devido à falta de compatibilidade entre os diferentes materiais. Entretanto, as propriedades de flexão das blendas com PEADpc foram melhores quando comparadas com as que continham PEAD virgem. Estes dados sugerem que grupos polares, originados na degradação oxidativa do polímero pósconsumo, reagiram com grupos polares da poliamida...

Correlação entre as propriedades reológicas, óticas e a morfologia de filmes soprados de LLDPE/LDPE

Guerrini,Lilia M.; Paulin Fº,Pedro I.; Bretas,Rosario E. S.; Bernardi,Alessandro
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2004 PT
Relevância na Pesquisa
130.91999%
Neste trabalho correlações entre as propriedades reológicas e óticas e a morfologia de filmes soprados de polietileno linear de baixa densidade, LLDPE, e de suas blendas com 10% e 20 % de polietileno de baixa densidade, LDPE, foram pesquisadas. Os filmes foram processados em uma sopradora industrial. As propriedades reológicas estudadas foram : a viscosidade em regime permanente de cisalhamento, h(), a primeira diferença de tensões normais, N1(), o módulo complexo em cisalhamento, G* (ômega) e a deformação recuperável, gamar (t). h() e N1()foram medidos num reômetro de deformação controlada com cone e placa (taxas baixas) e num capilar (taxas elevadas); G* (ômega) e gamar(t) foram medidos num reômetro de tensão controlada com placas paralelas. As propriedades óticas (brilho e opacidade) foram medidas num opacímetro. As morfologias superficiais dos filmes soprados foram analisadas por microscopia eletrônica de varredura e microscopia de força atômica. Uma correlação entre deformação recuperável...

Caracterização de polietilenos lineares de baixa densidade II: fracionamento por cristalização isotérmica a partir do estado fundido

Quental,Antonio C.; Hanamoto,Lilian S.; Felisberti,Maria I.
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2005 PT
Relevância na Pesquisa
129.69596%
Os polietilenos lineares de baixa densidade (PELBD) são uma classe de polietilenos com cadeias lineares contendo somente ramificações de cadeia curta devido à inserção de uma alfa-olefina durante as reações de copolimerização com o eteno. As alfa-olefinas comumente utilizadas são o 1-buteno, o 1-hexeno e o 1-octeno. Dependendo da alfa-olefina e do catalisador utilizado na polimerização, os PELBD apresentam microestruturas que resultam em diferentes propriedades térmicas e mecânicas. Uma técnica simples e eficaz para a avaliação da distribuição de comonômeros nas cadeias poliméricas é o fracionamento por cristalização isotérmica a partir do estado fundido realizado via DSC. Neste método submete-se o polímero a diversas cristalizações isotérmicas durante o resfriamento, a partir do estado fundido. Este processo favorece a separação da fração cristalina em grupos contendo lamelas de diferentes espessuras, dependendo da distribuição da aolefina ao longo da cadeia do polímero e da massa molar. Durante o posterior aquecimento das amostras fracionadas observam-se picos endotérmicos em número igual ao de isotermas, que fornecem informações sobre a distribuição relativa dos comonômeros ao longo das cadeias dos PELBD. Neste trabalho...

Estudo experimental do processo de rotomoldagem de PELBD: efeitos sobre a morfologia e estabilidade dimensional

Comisso,Tiago Boni; Lima,Carlos Alberto Silva de; Carvalho,Benjamim de Melo
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
140.03021%
No presente estudo o empenamento de peças de polietileno linear de baixa densidade (PELBD) moldadas por rotomoldagem foi investigado. O efeito de diferentes fatores como espessura da peça, taxa de resfriamento e diâmetro de tubo de ventilação foi avaliado. Além dos experimentos de rotomoldagem, uma técnica alternativa denominada "Hot Press" foi também aplicada para investigar o empenamento de dois diferentes PELBD sob condições típicas da rotomoldagem quanto ao resfriamento assimétrico. Cristalinidade e morfologia esferulítica ao longo da espessura das peças rotomoldadas foram avaliadas por Calorimetria Exploratória Diferencial (DSC) e Microscopia Ótica de Luz Polarizada. Verificou-se que o grau de empenamento aumenta com a taxa de resfriamento. O aumento do diâmetro do tubo de ventilação é mais efetivo na redução do empenamento principalmente em menores taxas de resfriamento. Nos experimentos de "Hot Press" o PELBD com menor índice de fluidez e maior módulo de flexão apresentou menor empenamento. Nos experimentos de "Hot Press" a espessura das peças afetou o empenamento somente para maiores taxas de resfriamento. Em geral, a cristalinidade e o tamanho de esferulitos se mostraram menores nas posições ao longo da espessura das peças rotomodadas onde as taxas de resfriamento eram mais rápidas.

Ação antimicrobiana de filmes de polietileno de baixa densidade e polietileno de baixa densidade linear modificado com anidrido maleico incorporados com nanopartículas de óxido de zinco

Souza, Roberta Cristina de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 132 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
111.13691%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Alimentos, Florianópolis, 2015.; As inovações proporcionadas pela redução de tamanho de partículas tornam o estudo de materiais nanométricos de enorme importância. Entre essas propriedades, a ação antimicrobiana de nanopartículas de óxido de zinco (NPs-ZnO) vem se destacando. O objetivo deste trabalho foi incorporar NPs-ZnO em filmes de polietileno de baixa densidade (PEBD) e polietileno de baixa densidade linear modificado com anidrido maleico (PEBDL-AM) e avaliar a atividade antimicrobiana frente às bactérias Bacillus cereus, Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e Salmonella Typhimurium. Os filmes foram incorporados com 10,0; 5,0; 1,0 e 0,5 % de NPs-ZnO por extrusão e por aspersão das NPs-ZnO sobre o filme. As NPs-ZnO foram identificadas como nanobastões com comprimento entre 90,1 e 100,0 nm (10,5 %) e espessura entre 80,1 e 90,0 nm (21 %). As dispersões das nanopartículas em água Milli-Q e os filmes foram avaliados em relação à ação antimicrobiana pelo método de difusão em ágar e diluição em caldo e pelo comportamento do crescimento microbiano. A concentração inibitória mínima e a concentração bactericida mínima das dispersões das NPs-ZnO foram estabelecidas como 0...

Correlação entre propriedades reológicas e ópticas de filmes tubulares de polietileno linear de baixa densidade com diferentes distribuições de ramificações curtas

Basso,Glayton M.; Paulin-Filho,Pedro I.; Bretas,Rosario E. S.; Bernardi,Alessandro
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
170.69035%
Devido a suas excelentes propriedades mecânicas o polietileno linear de baixa densidade, PELBD, tem ganhado cada vez mais importância na indústria de embalagens. Essas propriedades são resultado de sua estrutura molecular, da existência de ramificações curtas, SCB, e da distribuição dessas ramificações, DSCB. Junto com o peso molecular, PM, e sua distribuição, DPM, as ramificações curtas também afetam o processo de sopro de filmes influenciando na solidificação do filme até a linha de neve, já que a cinética de cristalização é dependente da distribuição destas ramificações. Assim, este trabalho teve como objetivo verificar a influência da DSCB do PELBD nas propriedades reológicas e óticas de filmes tubulares. Para isso, três PELBD foram escolhidos; dois sintetizados com catalisador Ziegler-Natta e um com catalisador metaloceno, de peso molecular ponderal médio, Mw, similar e DSCB diferentes. Observou-se que a DSCB exerce influência nas propriedades reológicas que refletem a elasticidade do material como a primeira diferença de tensões normais N1, o módulo de armazenamento G'(w), e a deformação recuperável gamar; entretanto na viscosidade em função da taxa de cisalhamento eta(gama)...