Página 1 dos resultados de 46 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Avaliação da associação entre o polimorfismo dos genes IL-1A (-889), IL-1B (-511), IL-1B (+3954), IL-1RN (íntron2-VNTR) e TNFA (-308) e a periodontite agressiva; Correlation between IL-1A (-889), IL-1B (-511), IL-1B (+3954), IL-1RN (intron 2-VNTR) and TNFA (-308) gene polymorphisms and aggressive periodontitis

Freitas, Nívea Maria de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
69.398823%
A periodontite agressiva (PAg) compreende um grupo de doenças periodontais caracterizadas por rápida destruição dos tecidos periodontais, em indivíduos jovens e que geralmente não apresentam doenças sistêmicas. Estudos em populações e em famílias indicaram que fatores genéticos possuem influência na susceptibilidade à PAg. Os polimorfismos genéticos da interleucina-1 (IL-1) e do fator de necrose tumoral-? (TNF-?) foram associados com o aumento da severidade da periodontite. O objetivo deste estudo foi avaliar a associação entre o polimorfismo dos genes IL-1A (-889), IL-1B (-511), IL-1B (+3954), IL-1RN (íntron 2-VNTR) e TNFA (-308) e a PAg. O DNA genômico foi extraído de 150 indivíduos não fumantes, sendo 50 portadores de PAg e 100 indivíduos com periodonto saudável. O polimorfismo dos genes IL-1A (-889), IL-1B (-511), IL-1B (+3954) e TNFA (-308) foi analisado utilizando-se a técnica da reação em cadeia da polimerase e análise do polimorfismo de comprimento dos fragmentos de restrição (PCR-RFLP). O polimorfismo de número variável de repetições em tandem (VNTR) no íntron 2 do gene IL-1RN foi detectado pela técnica da PCR e análise do tamanho dos fragmentos. A análise estatística revelou que não houve diferença significante na freqüência dos genótipos e alelos...

Avaliação da associação entre o polimorfismo dos genes IL-1A (-889) e TNFA (-308) e a periodontite agressiva; Evaluation of IL-1A (-889) and TNFA (-308) gene polymorphisms in aggressive periodontitis

Freitas, Nívea Maria de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2004 PT
Relevância na Pesquisa
70.108975%
A periodontite agressiva (PAg) compreende um grupo de doenças periodontais raras caracterizadas por rápida destruição dos tecidos periodontais, em indivíduos jovens e que geralmente não apresentam doenças sistêmicas. Estudos em populações e em famílias indicaram que fatores genéticos possuem influência na susceptibilidade a periodontite agressiva. Os polimorfismos genéticos da interleucina-1 (IL-1) e do fator de necrose tumoral-? (TNF-?) foram associados com o aumento da severidade da periodontite crônica. O objetivo deste estudo foi avaliar a associação entre o polimorfismo dos genes IL-1A (-889) e TNFA (-308) e a periodontite agressiva. Foram selecionados 60 indivíduos não fumantes, sendo 30 portadores de periodontite agressiva e os outros 30 sem doença periodontal. O polimorfismo genético foi analisado utilizando-se a técnica da reação em cadeia da polimerase e análise do polimorfismo de comprimento dos fragmentos de restrição (PCR-RFLP). Foi observado que a freqüência do genótipo 1/1 para IL-1A foi de 63,3% no grupo controle e de 56,7% no grupo teste. A avaliação do genótipo 1/2 mostrou uma freqüência de 26,7% no grupo controle e de 40% no grupo teste. O genótipo 2/2 ocorreu com uma freqüência de 10% no grupo controle e de 3...

Avaliação do uso de matriz óssea bovina inorgânica associada ao peptídeo de adesão celular no tratamento de defeitos infra-ósseos em pacientes com periodontite agressiva. Estudo clínico, radiográfico e laboratorial em humanos; Treatment of intrabony defects with ABM/P-15 or GTR in patientes with agressive periodontitis: a Clinical, Radiographic and gingival fluid cytokines levels evaluation

Queiroz, Adriana Corrêa de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
69.23523%
Introdução: As periodontites agressivas (PAg) compõem um grupo de formas rapidamente progressivas da doença periodontal. A restauração do periodonto é um objetivo da terapia periodontal, sendo a regeneração tecidual guiada (RTG) e o uso de substitutos ósseos técnicas bem documentadas. Em pesquisas recentes, foi demonstrado o envolvimento de uma cadeia de 15 aminoácidos do colágeno (P-15) na diferenciação celular de fibroblastos e osteoblastos. A associação de matriz óssea inorgânica bovina com o P-15 (MOI/P-15) tem apresentado bons resultados. O objetivo dessa pesquisa foi avaliar a eficácia da MOI/P-15 no tratamento de defeitos periodontais infra-ósseos em pacientes com periodontite agressiva, tendo como controle o uso de membrana de PTFEe com reforço de titânio Metodologia: Foram selecionados 15 pacientes com PAg, com pelo menos dois defeitos periodontais infra-ósseos (profundidade de sondagem (PS)≥4mm e componente infra-ósseo≥3mm). Foi adotado o modelo boca dividida, sendo realizadas cirurgias regenerativas com MOI/P-15 (GT) de um lado e membrana de PTFEe (GC) do outro. As medidas clínicas de PS, nível de inserção relativo (NIR) e recessão gengival (RG) foram registradas no exame inicial e após 6 meses. Exames radiográficos padronizados foram feitos no exame inicial e após 3 e 6 meses e radiografias de subtração foram realizadas. Medidas lineares e de área foram registradas. Foram colhidas amostras do fluido gengival antes da cirurgia e aos 3 e 6 meses pós-operatórios e a presença de interleucina 1 beta (IL-1β) e interleucina 6 (IL-6) foi quantificada através de ensaio imunoenzimático. Resultados: Houve redução significativa na PS...

Avaliação dos parâmetros clínicos periodontais em pacientes portadores de periodontite agressiva submetidos a tratamento ortodôntico; Evaluation of clinical periodontal parameters in patients with aggressive periodontitis after orthodontic treatment

Carvalho, Cássio Volponi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
69.561016%
A proposta deste trabalho foi avaliar em pacientes portadores de Periodontite Agressiva (PA) os parâmetros clínicos periodontais antes da movimentação ortodôntica, imediatamente após seu término e quatro meses após seu término. Participaram do estudo vinte pacientes dos gêneros masculino e feminino, não fumantes, divididos em dois grupos (Grupo Teste -10 pacientes portadores de PA; Grupo Controle 10 pacientes periodontalmente saudáveis). Todos pacientes receberam movimentação ortodôntica sob rigoroso controle mecânico do biofilme realizado bimestralmente durante todo o tratamento ortodôntico. Foram avaliados os seguintes parâmetros clínicos: profundidade clínica de sondagem, junção esmalte cemento margem gengival, nível clinico de inserção, sangramento a sondagem e índice de placa bacteriana. Estes parâmetros foram mensurados por um único examinador cegado e calibrado, em três momentos (pré-ortodontia; pós-ortodontia; pós 4 meses da ortodontia) Após análise estatística (p<0,05), houve redução significativa para SS e IP apenas para o grupo teste. Na medição de 4 meses após ortodontia, os pacientes do grupo teste apresentaram melhoras significativas para os parâmetros PCS, JEC-MG e NCI. No grupo controle...

Diversidade e análise quantitativa de microrganismos do dominio Archaea em amostras de biofilme subgengival de individuos com periodontite agressiva e saúde periodontal.; Diversity and quantitative analysis of micoorganisms of Archaea domain in biofilm subgingival samples from aggressive periodontitis and periodontally healty subjects.

Matarazzo, Flávia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2010 PT
Relevância na Pesquisa
69.23523%
Archaea ainda não foi reconhecido como patógeno de doença humana. O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência, diversidade, níveis e proporções de Archaea no biofilme subgengival de indivíduos com periodontite agressiva (PA) e saúde periodontal (SP). Sessenta indivíduos foram selecionados para este estudo (n=30/grupo). A análise de diversidade foi realizada em 10 indivíduos/grupo. Quatro sítios/indivíduo do grupo PA e 2 sítios/indivíduo do grupo SP foram analisados por qPCR. A freqüência de Archaea foi de 60% dos indivíduos/ 15,2% dos sítios em PA e de 63,3% dos indivíduos/ 15,6% dos sítios em SP (p>0,05). Um a três filotipos foi identificado por amostra. O número de cópias e a proporção de Archaea e Bacteria foram menores no grupo SP do que no grupo PA (p<0,05). Archaea são encontrados no biofilme subgengival de indivíduos com PA e SP. Methanobrevibacter oralis é o filotipo mais prevalente, podendo ser considerado residente da cavidade bucal. A alteração ecológica na microbiota de indivíduos com PA inclui o aumento dos níveis e proporções de Archaea.; Membrers of Archaea domain may be detected in the microbiota of mucous surfaces of human and animals, but their association with diesase have not been yet stablished Some studies have suggested that Archaea domain may be indirectly associated with pathogenesis of periodontitis...

Perfil de expressão gênica de sítios ativos na progressão das doenças periodontais agressiva e crônica; Gene Expression Profile of Active Sites in Agressive and Chronic Periodontal Disease Progression

Ribeiro, Ingrid Webb Josephson
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/11/2010 PT
Relevância na Pesquisa
49.23523%
Introdução: A periodontite é uma doença inflamatória crônica, de alta prevalência na população, que causa perda dentária. A progressão da doença ocorre por meio de surtos, com períodos de remissão e exacerbação. A análise da expressão gênica de lesões ativas na progressão das doenças periodontais pode demonstrar diferenças na resposta do hospedeiro e indicar processos relacionados à atividade destrutiva da doença. Metodologia: Foram selecionados 54 pacientes, sendo 18 com Doença Periodontal Agressiva (DPA), 25 com Doença Periodontal Crônica (DPC) e 11 com ausência de Doença Periodontal (Controle). Medidas clínicas de profundidade de sondagem (PS), nível de inserção relativo (NIR), sangramento à sondagem (SS) e índice de placa (IP) foram obtidas em dois tempos: inicial e após tratamento na reavaliação com dois meses. Nos pacientes com Doença Periodontal (DP), os sítios que apresentaram perda de inserção de um ou mais milímetros foram considerados ativos e os demais, não ativos. O perfil de expressão gênica, de sítios ativos e não ativos, foi obtido pela análise de biópsias gengivais com o Real Time PCR Array. Resultados: Após o tratamento periodontal não cirúrgico, houve melhora significante em todos os parâmetros clínicos (PS...

Efeitos clínicos, microbiológicos e imunológicos da terapia fotodinâmica antimicrobiana no tratamento não cirúrgico da periodontite agressiva: um estudo clínico do tipo boca-dividida, controlado, aleatorizado e duplo-cego; Clinical, microbiological and immunological effects of antimicrobial Photodynamic Therapy on non-surgical treatment of Aggressive Periodontitis: a double-blind split-mouth randomized controlled clinical trial

Moreira, André Luis Gomes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
69.23523%
O tratamento da Periodontite Agressiva (PA) representa um desafio para os clínicos, pois não existem protocolos padronizados para um controle eficiente da doença. Este estudo clínico controlado, aleatório e duplo-cego avaliou o efeito de múltiplas aplicações da Terapia Fotodinâmica antimicrobiana (TFDa) como adjuvante ao tratamento periodontal não cirúrgico (TPnc) em pacientes diagnosticados com PA. Utilizando um modelo de estudo do tipo boca dividida, 20 pacientes com diagnóstico clínico de PA foram tratados com TFDa (Grupo Teste) associada à raspagem e alisamento radicular (RAR) ou apenas RAR (Grupo Controle). As aplicações da TFDa foram realizadas em 4 episódios (dias 0, 2, 7 e 14). Todos os pacientes foram acompanhados por 90 dias. Os seguintes parâmetros clínicos, microbiológicos e imunológicos foram analisados: i) profundidade de bolsa à sondagem (PS) e nível de inserção clínico (NCI); ii) contagem de 40 espécies subgengivais em amostras de placa bacteriana (checkerboard DNA-DNA hybridization); iii) avaliação dos níveis de Interleucina (IL)-1β, IL-10 e Fator de Necrose Tumoral alfa (TNF-α) no fluido crevicular gengival (Luminex). Os dados obtidos foram estatisticamente analisados. Na análise de bolsas periodontais profundas (PS inicial ≥ 7mm)...

Avaliação da eficácia da azitromicina como coadjuvante no tratamento da periodontite agressiva em indivíduos jovens : desfechos clínicos e radiográficos 12 meses após o tratamento

Moreno, Tatiana
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
49.23523%
O presente estudo é um ensaio clínico randomizado, duplo-cego controlado por placebo que teve como objetivo comparar raspagem e alisamento radicular subgengival com e sem azitromicina no tratamento da periodontite agressiva em indivíduos jovens. Foram incluídos no estudo 22 indivíduos (13-26 anos) com pelo menos um molar/incisivo permanente com profundidade de sondagem (PS) e perda de inserção (PI) ≥4mm. Os pacientes foram divididos em grupos teste (n=11) e controle (n=11), após estratificação para hábito de fumar e extensão da doença. O tratamento foi dividido em duas fases: controle de placa supragengival e subgengival. A primeira fase foi realizada num período de duas semanas, seguida por sessões de raspagem e alisamento radicular (RASUB). O grupo teste também usou azitromicina 500mg uma vez ao dia por 3 dias e o grupo controle recebeu placebo. A medicação foi iniciada na primeira sessão de RASUB. Os parâmetros analisados foram: Índice de Placa Visível (IPV), Índice de Sangramento Gengival (ISG), profundidade de sondagem (PS), sangramento à sondagem (SS) e perda de inserção (PI) no início, após 3, 6, 9 e 12 meses. Tomadas radiográficas padronizadas foram realizadas no início e 12 meses após o tratamento em 18 indivíduos. A distância entre junção amelocementária e crista óssea (AO) foi medida com o programa Adobe Photoshop 7.0...

Prevalência de periodontite agressiva em adolescentes e adultos jovens do Vale do Paraíba

Cortelli, José Roberto; Cortelli, Sheila Cavalca; Pallos, Débora; Jorge, Antonio Olavo Cardoso
Fonte: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica e Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo Publicador: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica e Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 163-168
POR
Relevância na Pesquisa
59.96963%
O objetivo do presente estudo foi avaliar a prevalência de periodontite agressiva localizada, periodontite agressiva generalizada e periodontite incipiente em uma população de 15 a 25 anos de idade (19,4 ± 3,44) da região do Vale do Paraíba - SP que procuraram tratamento odontológico clínico geral no Departamento de Odontologia da Universidade de Taubaté, SP. Seiscentos pacientes, 244 do sexo masculino e 356 do sexo feminino, foram incluídos neste estudo. A condição periodontal da população estudada foi determinada em 6 sítios por dente por meio da avaliação das medidas de profundidade à sondagem e nível clínico de inserção, e confirmada por meio de exame radiográfico. Dez indivíduos (1,66%) apresentaram periodontite agressiva localizada, 2 do sexo masculino (18,5 ± 2,12) e 8 do sexo feminino (19,2 ± 3,91), 22 (3,66%) receberam diagnóstico de periodontite agressiva generalizada, sendo 6 do sexo masculino (19,1 ± 3,06) e 16 do sexo feminino (20,1 ± 2,71) e 86 (14,3%) foram diagnosticados com periodontite incipiente, 29 do sexo masculino (20,2 ± 2,87) e 57 do sexo feminino (21,1 ± 2,79). Houve correlação positiva entre sexo feminino e doença periodontal.; The aim of the present study was to determine the prevalence of localized and generalized aggressive periodontitis...

Associação da raspagem com antibioticoterapia em um caso de periodontite agressiva generalizada

Serra, Caroline Lombardo; Morota, Daniela Tomazini; Oliveira, Guilherme José Pimentel Lopes; Orrico, Silvana Regina Perez
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 493-499
POR
Relevância na Pesquisa
69.9411%
The treatment of aggressive periodontitis is a challenge to the clinician, therefore the search for effective treatment protocols of this disease is important. The aim of this case report was demonstrate the effectiveness of the combination of systemic antibiotics with non-surgical periodontal therapy in the treatment of generalized aggressive periodontitis. a 27-year-old patient (RCS), smoker for 11 years (10 cigarettes/day on average), with no systemic alteration, attended the periodontal clinic with a complaint abnormal dental position. After the clinical examination, the diagnosis of generalized aggressive periodontitis was defined. The non-surgical periodontal treatment was executed associated with administration of amoxicillin plus metronidazole for ten days. Clinical parameters (Clinical Attachment level, marginal gingival level, periodontal probing depth, bleeding on probing, plaque index and gingival index) and radiographic parameters (distance between the cemento-enamel junction and the bone crest) were evaluated before and after non-surgical periodontal treatment, after antibiotic therapy and three, six and 12 months after the treatment. After one year follow-up, the results showed improvement in clinical and radiographic parameters with stabilized and decreased tooth mobility and absence of tooth loss. It was concluded that the association of non-surgical periodontal therapy with the administration of amoxicillin/metronidazole was effective in the treatment of generalized aggressive periodontitis.; O tratamento da periodontite agressiva é um desafio ao clínico...

Achados clínicos, genéticos e microbiológicos de uma família com periodontite agressiva de Maceió

Sogumo, Patrícia Mayumi; Cavalcante, Lícia Bezerra; Finoti, Lívia Sertori; Spolidorio, Denise Madalena Palomari; Carlos Júnio, Amaro; lipinski-Figueiredo, Eneida; Pires, Juliana Rico; Scarel-Caminaga, Raquel Mantuaneli
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 323-331
POR
Relevância na Pesquisa
58.97167%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Processo FAPESP: 2003/10424-0; Processo FAPESP: 2005/03175-1; Processo FAPESP: 2005/04553-8; The present study reports clinical, microbiological and genetic findings in members of a family with Aggressive Periodontitis (AgP) from Maceió - AL, Brazil. After periodontal exams in fourteen members of the family, DNA was obtained from epithelial buccal cells and microbiological samples were collected from subgingival plaque to detect five species of periodontopathogens by Polymerase Chain Reaction (PCR). PCR-RFLP (Restriction Fragment Length Polymorphism) was used to investigate human polymorphisms in interleukin genes (IL4, IL10). Six members of the family showed Generalized AgP and eight were considered unaffected by the AgP. There was no association of alleles, genotypes and haplotypes in the IL10 and IL4 genes with the AgP in the studied family. Treponema denticola (T.d.) was the prevalent pathogen, followed by the Tannerella forsythia (T.f.). There was correlation between clinical findings (clinical attachment loss, bleeding on probing and probing depth) with the presence of T.d., while T.f. was correlated with bleeding on probing. In conclusion, although the investigated polimorphisms were not associated with the susceptibility to AgP...

Avaliação clínica do tratamento cirúrgico e não-cirúrgico de pacientes com periodontite agressiva; Clinical evaluation of surgical and nonsurgical treatment of patients with aggressive periodontitis

Camila Camarinha da Silva Cirino
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
49.561016%
O presente estudo tem como objetivo avaliar, por meio dos parâmetros clínicos, o efeito das terapias periodontais cirúrgica e não-cirúrgica no tratamento da periodontite agressiva generalizada (PAG). Doze pacientes portadores de periodontite agressiva generalizada foram incluídos neste estudo clínico controlado randomizado com desenho experimental de boca dividida, e foram alocados em dois grupos: Grupo TNC (tratamento não-cirúrgico) - debridamento ultrassônico associado a raspagem manual; e Grupo TC (tratamento cirúrgico) - acesso cirúrgico para debridamento ultrassônico associado a raspagem manual. As avaliações clínicas foram realizadas antes do tratamento (baseline), 3 meses e 6 meses após o mesmo, considerando os seguintes parâmetros: índice de placa (IP), índice de sangramento à sondagem (ISS), profundidade de sondagem (PS), nível de inserção clínico (NIC) e recessão gengival (RG). Ambos os tratamentos promoveram ganho de inserção clínica e redução de profundidade de sondagem para todos os sítios em relação ao baseline, sem diferença estatística entre os grupos. As médias de redução de PS para bolsas moderadas foi de 1,3 mm para o grupo TNC e 1,2 mm para o grupo TC (p=0.79). As médias de ganho de inserção foram também semelhantes...

Molecular technologies in the study of periodontal diseases = : Tecnologias moleculares no estudo das doenças periodontais; Tecnologias moleculares no estudo das doenças periodontais

Tiago Taiete
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
50.375757%
A periodontite agressiva é caraterizada por apresentar início precoce, rápida progressão e pobre resposta as abordagens terapêuticas quando comparado a periodontite crônica. Entretanto, os mecanismos responsáveis por essas diferenças ainda não são completamente compreendidos. Ferramentas como a genômica, proteômica ou transcriptômica podem esclarecer esses aspectos, gerando importantes informações a respeito da patogênese das doenças periodontais. Portanto, os objetivos do presente estudo foram: i) Apresentar uma revisão de literatura focada na aplicação da genômica, transcriptômica, proteômica e metabolômica no estudo das doenças periodontais. ii) Avaliar as diferenças no perfil de expressão gênica da mucosa mastigatória, sem a influência do biofilme subgengival, em indivíduos com histórico de periodontite agressiva e crônica, comparando-os entre si e também com o perfil de expressão de indivíduos sem histórico de periodontite visando à identificação de possíveis alterações constitutivas na expressão de genes que podem estar relacionadas com as diferenças entre as duas formas de periodontite. Para o primeiro objetivo, foi realizada uma revisão dos artigos que empregaram as tecnologias ômicas no estudo das doenças periodontais. Os estudos presentes na literatura indicaram que essas tecnologias podem levar a um melhor entendimento dos eventos moleculares envolvidos na patogênese das doenças periodontais. Para o segundo objetivo...

Prospective, parallel, controlled trial of implants placed in patients diagnosed with generalized aggressive and chronic periodontitis : clinical, microbiological and immunollogical evaluations = Estudo clínico prospectivo e paralelo de implantes dentários instalados em pacientes com histórico de doença periodontal agressiva e crônica : Estudo clínico prospectivo e paralelo de implantes dentários instalados em pacientes com histórico de doença periodontal agressiva e crônica; Estudo clínico prospectivo e paralelo de implantes dentários instalados em pacientes com histórico de doença periodontal agressiva e crônica : aspectos clínicos, microbiológicos e imunológicos

Hugo Felipe do Vale
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
60.061616%
O objetivo deste estudo foi avaliar os parâmetros clínicos, imunoenzimáticos e microbiológicos de implantes dentais de estágio único instalados em pacientes com histórico de periodontite agressiva, periodontite crônica e saúde, considerando a hipótese de nulidade de que não existe diferença entre os grupos. Foram selecionados pacientes que apresentaram histórico de periodontite agressiva generalizada (PAG) e periodontite crônica generalizada (PCG) com indicação de reabilitação protética implanto suportada. Os pacientes com necessidade de reabilitação unitária foram divididos em 3 grupos: Grupo PAG (n=13): pacientes apresentando histórico de periodontite agressiva generalizada; Grupo PCG (n=18): pacientes com histórico de PCG ; e Grupo Controle (n=14): pacientes sem histórico de periodontite. Todos os implantes foram instalados em estágio único e, após 3 meses, receberam reabilitação com próteses metalocerâmicas unitárias aparafusadas. Profundidade de sondagem, nível clínico de inserção relativo e posição da margem gengival relativo foram avaliados nos implantes no momento da instalação da prótese e 1, 3 e 6 meses após o carregamento. Avaliação radiográfica foi feita no momento 7 dias após a cirurgia...

Avaliação clínica e microbiológica do tratamento cirúrgico e não-cirúrgico de pacientes com periodontite agressiva generalizada : ensaio randomizado com acompanhamento de 12 meses = Clinical and microbiological evaluation of surgical and non surgical treatment of generalized aggressive periodontitis : a 12-month follow-up randomized trial; Clinical and microbiological evaluation of surgical and non surgical treatment of generalized aggressive periodontitis : a 12-month follow-up randomized trial

Camila Camarinha da Silva Cirino
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
69.23523%
O presente estudo teve o objetivo de avaliar clínica e microbiologicamente o efeito das terapias periodontais cirúrgica e não cirúrgica em um período de 12 meses no tratamento da periodontite agressiva generalizada (PAG). Quinze pacientes diagnosticados com PAG foram incluídos neste estudo com desenho experimental de boca dividida. Os quadrantes superiores foram submetidos ao tratamento, e foram alocados em dois grupos: Grupo TNC (terapia não-cirúrgica) ¿ debridamento ultrassônico associado a raspagem manual; e Grupo TC (terapia cirúrgico) - acesso cirúrgico para debridamento ultrassônico associado a raspagem manual. No baseline, e aos 3, 6 e 12 meses pós terapia, foram avaliados os seguintes parâmetros clínicos: índice de placa (IP), índice de sangramento à sondagem (ISS), profundidade de sondagem (PS), nível de inserção clínica (NIC) e posição da margem gengival (PMG). Nos mesmos períodos foram determinados os níveis de concentração de Porphyromonas gingivalis (Pg) e Aggregatibacter actinomycetemcomitans (Aa) no biofilme subgengival. Os resultados indicaram que a TC foi capaz de promover maior redução de PS quando comparada à TNC, em bolsas profundas, aos 12 meses (5,9±1,2 mm e 4,8±0,6 mm, TNC e TC respectivamente...

Prevalência de periodontite agressiva em adolescentes e adultos jovens do Vale do Paraíba

Cortelli,José Roberto; Cortelli,Sheila Cavalca; Pallos,Débora; Jorge,Antonio Olavo Cardoso
Fonte: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica e Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo Publicador: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica e Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
59.96963%
O objetivo do presente estudo foi avaliar a prevalência de periodontite agressiva localizada, periodontite agressiva generalizada e periodontite incipiente em uma população de 15 a 25 anos de idade (19,4 ± 3,44) da região do Vale do Paraíba - SP que procuraram tratamento odontológico clínico geral no Departamento de Odontologia da Universidade de Taubaté, SP. Seiscentos pacientes, 244 do sexo masculino e 356 do sexo feminino, foram incluídos neste estudo. A condição periodontal da população estudada foi determinada em 6 sítios por dente por meio da avaliação das medidas de profundidade à sondagem e nível clínico de inserção, e confirmada por meio de exame radiográfico. Dez indivíduos (1,66%) apresentaram periodontite agressiva localizada, 2 do sexo masculino (18,5 ± 2,12) e 8 do sexo feminino (19,2 ± 3,91), 22 (3,66%) receberam diagnóstico de periodontite agressiva generalizada, sendo 6 do sexo masculino (19,1 ± 3,06) e 16 do sexo feminino (20,1 ± 2,71) e 86 (14,3%) foram diagnosticados com periodontite incipiente, 29 do sexo masculino (20,2 ± 2,87) e 57 do sexo feminino (21,1 ± 2,79). Houve correlação positiva entre sexo feminino e doença periodontal.

Associação entre periodontite e o polimorfismo genético da lectina de ligação da manose (MBL) em uma população brasileira

Bravo Machado de Andrade, Felipe; Cimões Jovino Silveira, Renata (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
49.859756%
Background: Periodontite é uma doença inflamatória crônica que afeta os tecidos de suporte dos dentes. Este estudo teve como objetivo determinar a presença do polimorfismo genético da lectina de ligação da manose (MBL) e associar à condição periodontal. Participaram 93 pacientes, sendo 47 diagnosticados com periodontite (18 com forma agressiva e 29 com a crônica) e 46 periodontalmente saudáveis. Após o exame clínico, foram coletadas células de descamação da mucosa bucal para posterior extração de DNA e determinação do genótipo pela técnica da PCR em tempo real e análise da temperatura de melting. Resultados: Os resultados mostraram que o genótipo mutante esteve presente em 47,9% dos pacientes saudáveis e em 51% dos pacientes com periodontite. Entre os indivíduos com doença periodontal, 77,8% portadores da forma agressiva e 34,5% com a forma crônica apresentaram o genótipo mutante, sendo esta diferença estatisticamente significante (p=0,002). Com relação à frequência alélica, 25% dos pacientes periodontalmente saudáveis apresentaram o alelo 0 mutante. No grupo com periodontite, a presença do alelo mutante esteve em 17,2% dos indivíduos com a forma crônica e em 50% dos pacientes com periodontite agressiva (p=0...

Análise dos polimorfismos do gene HLA-G e do padrão de citocinas Th1/Th2 em pacientes com periodontite crônica e agressiva

Mattuella, Letícia Grando
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
50.038975%
A periodontite apresenta etiologia bacteriana associada à presença de um hospedeiro suscetível. Fatores imunogenéticos têm sido estudados para tentar explicar as formas mais agressivas da doença, estabelecer um diagnóstico precoce e definir um prognóstico mais confiável. O presente estudo teve como objetivos avaliar os polimorfismos do gene HLA-G (inserção e deleção de 14 pb e C/G +3142) e o perfil de citocinas (Th1 e Th2) em pacientes com periodontites crônica, periodontite agressiva e controles saudáveis. Em relação ao polimorfismo de 14 pb foi observado, nos pacientes com periodontite crônica, um aumento significante na frequência de homozigotos para o alelo de deleção, quando comparados aos controles. Este mesmo grupo apresentou a maior frequência deste alelo, o que foi marginalmente não significante. Além disso, nenhuma diferença significativa foi observada entre os pacientes com periodontite agressiva e os controles em relação aos polimorfismos de 14 pb e C/G +3142.Quando os haplótipos foram estimados, uma frequência aumentada do deleção/G e diminuída do inserção/G foi observada nos pacientes com periodontite crônica comparados aos controles, mas sem diferença estatística. Com relação à concentração sérica de citocinas (IL-2...

Ocorrência de Actinobacillus actinomycetemcomitans em pacientes com periodontite crônica, periodontite agressiva, pessoas saudáveis e crianças com gengivite em duas cidades do Estado de São Paulo, Brasil; Occurrence of Actinobacillus actinomycetemcomitans in patients with chronic periodontitis, aggressive periodontitis, healthy subjects and children with gingivitis in two cities of the state of São Paulo, Brazil

Jardim Júnior, Elerson Gaetti; Bosco, Joseane Maria Dias; Lopes, Angélica Marquezim; Landucci, Luís Fernando; Jardim, Ellen Cristina Gaetti; Carneiro, Sílvia Rosana Soares
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2006 ENG
Relevância na Pesquisa
59.812393%
Avaliou-se a ocorrência de Actinobacillus actinmycetemcomitans (Aa) em pacientes 100 pacientes com periodontite crônica, 14 com doença periodontal agressiva, 142 crianças com gengivite em idade pré-escolar e 134 indivíduos adultos saudáveis. Amostras de placa subgengival foram coletadas usando cones de papel estéreis introduzidos nas bolsas periodontais ou no sulco gengival por 60 segundos e inoculadas em ágar TSBV, que foram incubadas em anaerobiose a 37ºC, por 4 dias. A identificação microbiana foi realizada através de análises bioquímicas, morfocelulares e morfocoloniais. Aa foi detectado em 40,3% de indivíduos saudáveis, 68% de pacientes com periodontite crônica, 92,86% de pacientes com periodontite agressiva e 40,14% das crianças com gengivite. A taxa de ocorrência de Aa nos grupos testados provou ser mais alta do que a previamente descrita na literatura e que esse microrganismo é membro freqüente da microbiota de indivíduos adultos periodontalmente sadios e de crianças com idade pré-escolar com gengivite além de sua relação com a periodontite crônica e agressiva no Brasil.; The aim of this study was to determine the frequency of isolation of Actinobacillus actinomycetemcomitans (Aa) in 100 patients with chronic periodontitis...

Prevalência de periodontite agressiva em adolescentes e adultos jovens do Vale do Paraíba; Prevalence of aggressive periodontitis in adolescents and young adults from Vale do Paraíba

Cortelli, José Roberto; Cortelli, Sheila Cavalca; Pallos, Débora; Jorge, Antonio Olavo Cardoso
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2002 POR
Relevância na Pesquisa
59.96963%
O objetivo do presente estudo foi avaliar a prevalência de periodontite agressiva localizada, periodontite agressiva generalizada e periodontite incipiente em uma população de 15 a 25 anos de idade (19,4 ± 3,44) da região do Vale do Paraíba - SP que procuraram tratamento odontológico clínico geral no Departamento de Odontologia da Universidade de Taubaté, SP. Seiscentos pacientes, 244 do sexo masculino e 356 do sexo feminino, foram incluídos neste estudo. A condição periodontal da população estudada foi determinada em 6 sítios por dente por meio da avaliação das medidas de profundidade à sondagem e nível clínico de inserção, e confirmada por meio de exame radiográfico. Dez indivíduos (1,66%) apresentaram periodontite agressiva localizada, 2 do sexo masculino (18,5 ± 2,12) e 8 do sexo feminino (19,2 ± 3,91), 22 (3,66%) receberam diagnóstico de periodontite agressiva generalizada, sendo 6 do sexo masculino (19,1 ± 3,06) e 16 do sexo feminino (20,1 ± 2,71) e 86 (14,3%) foram diagnosticados com periodontite incipiente, 29 do sexo masculino (20,2 ± 2,87) e 57 do sexo feminino (21,1 ± 2,79). Houve correlação positiva entre sexo feminino e doença periodontal.; The aim of the present study was to determine the prevalence of localized and generalized aggressive periodontitis...