Página 1 dos resultados de 6271 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Estudo das estruturas de membrana: uma abordagem integrada do sistema construtivo, do processo de projetar e dos métodos de análise; Study of membrane structures: an integrated approach of the constructive system, design process and analysis methods

Oliveira, Maria Betânia de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/04/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.031382%
As estruturas de membrana empregadas em coberturas são sistemas construtivos formados principalmente pela membrana estrutural, que ainda tem a função de vedar. As membranas estruturais são folhas flexíveis que resistem às ações externas devido à sua forma, às suas características físicas e ao seu pré tracionamento. O pré-tracionamento da membrana pode ser alcançado, ou através do seu estiramento por meio de cabos (estruturas de membrana protendida por cabos), ou através da atuação da pressão de gases (estruturas pneumáticas). Ambas estão sendo usadas em coberturas de centros esportivos, de áreas comerciais e de construções industriais ou agro-industriais. Todavia, as estruturas de membrana são pouco conhecidas, estudadas e empregadas no Brasil. Neste contexto, este trabalho tem como objetivos sistematizar o conhecimento científico existente sobre o tema e introduzi-lo no Brasil e, também, apontar caminhos para investigação científica sobre as estruturas de membrana no país. Apresenta o sistema construtivo, o processo de projetar e os métodos de análise das estruturas de membrana empregadas em coberturas. Sistematiza o projeto de estruturas de membrana, através de recomendações e de estudo de caso. Propõe um modelo de pesquisa integrado voltado para o desenvolvimento desta tecnologia no Brasil. Este deve auxiliar a coordenação e a compatibilização dos esforços de investigação científica nas diversas áreas do conhecimento envolvidas no desenvolvimento das estruturas de membrana; Membrane structures used in roofs are constructive systems formed mainly by structural membrane...

Ceratoplastia lamelar em cães usando membrana amniótica eqüina. Estudo clínico e morfológico; Lamelar keratoplasty of dogs using equine amniotic membrane. Clinical and morphological study

Azevedo, Andréa Barbosa de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.923281%
A membrana amniótica tem se consolidado no tratamento das afecções da superfície ocular. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar a viabilidade e a eficácia do implante de MA eqüina, preservada em glicerina a 98%, na reparação de ceratoplastias lamelares em cães, por meio do estudo da avaliação clínica pós-operatória dos animais, do tempo de cicatrização, da reconstrução da arquitetura da córnea, da resposta inflamatória, e da composição colágena do estroma corneal no local do implante. Foram selecionados 12 cães, sem raça definida, machos ou fêmeas, divididos em quatro grupos de três, que tiveram tempos de observação distintos: 2, 7, 21 e 40 dias. Foi realizada ceratoplastia lamelar de 5 mm de diâmetro em um dos olhos de cada animal, seguida da aplicação do implante de membrana amniótica eqüina de 6 mm. Durante o período de observação, exame clínico oftalmológico foi realizado nos cães, com intervalos de 48 horas e ao final deste período, foram submetidos á eutanásia. Os olhos em estudo foram enucleados e fixados para posterior análise. Foram utilizados três métodos de coloração para o estudo histológico do tecido implantado: hematoxilina-eosina (HE), ácido periódico de Schiff (PAS) e picrossirius. Além disso...

Estabelecimento e caracterização de células-tronco fetais de membrana amniótica canina em diferentes estágios gestacionais; Establishment and characterization of stem cells from fetal canine amniotic membrane at different stages of gestation

Winck, Caroline Pinho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.959119%
A membrana amniótica é uma membrana translucida sendo a membrana mais interna da cavidade amniótica, formada por uma monocamada de células epiteliais disposta sobre uma membrana basal. Com o crescente interesse na utilização de células-tronco provenientes de anexos fetais, esta se torna uma promissora fonte de células-tronco. Sendo assim em trabalho anterior realizado pelo nosso grupo tivemos como objetivo, o estabelecimento da cultura celular e caracterização das células-tronco fetais de membrana amniótica de cão para verificar se a mesma pudesse ser uma nova fonte celular a ser usada nos protocolos de terapia celular, uma vez que os cães têm sido considerados modelos animais atraentes para avaliar novas drogas ou realizar ensaios pré-clínicos. As células de membrana amniótica obtidas a partir do trabalho anterior foram caracterizadas in vitro, observando-se características semelhantes a outras células-tronco mesenquimais. Porém, quando foi analisado o seu o seu potencial carcinogênico observamos a formação de um tumor de crescimento rápido, aproximadamente um mês, após o inóculo dessas células em 10 camundongos imunossuprimidos nude, sendo o tumor identificado histologicamente como um carcinoma embrionário. Diante deste comportamento acreditamos ser de extrema importância analisar células provenientes de novas coletas verificando se a mesmas podem se comportar como as anteriormente estudadas. Com isso...

Efeito da membrana de Poli(vinilideno-trifluoretileno)/titanato de bário sobre a formação óssea em defeitos criados em calvárias de ratos; Effect of Poly(vinylidene-trifluoroethylene)/Barium Titanate Membrane on Bone Formation in Rat Calvaria Defects

Lopes, Helena Bacha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.112175%
Os princípios biológicos da regeneração óssea guiada (ROG) têm contribuído para o desenvolvimento de membranas que, em odontologia, são utilizadas em diversas situações como tratamentos com implantes dentários, aumento de rebordo alveolar e reparo de defeitos ósseos de origem traumática e patológica. Resultados de experimentos in vitro comparando a membrana obtida pela associação do polímero poli(fluoreto de vinilideno-trifluoretileno) e da cerâmica titanato de bário (P(VDFTrFE)/ BT) à membrana de politetrafluoretileno (PTFE) mostraram uma resposta favorável de osteoblastos, fibroblastos e queratinócitos à membrana de P(VDFTrFE)/ BT. O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da membrana de P(VDFTrFE)/ BT sobre a formação óssea in vivo. Foram criados defeitos ósseos com 5 mm de diâmetro em calvárias de ratos machos Wistar (peso 200-250 g), distribuídos em três grupos com relação à utilização ou não de membranas nos defeitos ósseos: (1) membrana de P(VDF-TrFE)/BT; (2) membrana de PTFE; (3) nenhum tipo de membrana. Ao final de 4 e 8 semanas os animais foram eutanasiados e as amostras foram submetidas à: (1) análise por microtomografia computadorizada (micro-CT) para avaliar volume ósseo...

Avaliação radiográfica e histológica comparativa entre uma nova membrana eletrofiada de PCL/poli(rotaxona) e uma membrana de colágeno suíno na regeneração óssea guiada de defeito crítico em calvária de ratos Wistar; Radiographic and histological evaluation between a new electrospinning PCL/polyrotaxane membrane and a porcine collagen membranes in a guided bone regeneration model in Wistar rat's critical sized calvaria defects

Sendyk, Daniel Isaac
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.011597%
Dentre as diversas possibilidades de reconstrução de tecidos ósseos atróficos, a regeneração óssea guiada é uma das mais promissoras. Neste contexto, muitas membranas reabsorvíveis tem sido desenvolvidas e precisam ser testadas como parte de sua caracterização. O objetivo do presente estudo foi avaliar radiográfica e histologicamente em um estudo in vivo, se uma nova membrana polimérica eletrofiada de PCL/poli(rotaxona) demonstra comportamento semelhante a uma membrana de colágeno, comercialmente consagrada, quanto à promoção de regeneração óssea guiada. Foi realizado defeito crítico de 8mm de diâmetro na calvária de 60 ratos Wistar machos. Em dois grupos iguais (n=20) os defeitos foram recobertos aleatoriamente por uma membrana de colágeno suíno ou por uma membrana polimérica mista de policaprolactona (PCL) e poli(rotaxona). Em um terceiro grupo (n=20) os defeitos não foram recobertos e permaneceram apenas com o coágulo. Os animais sofreram eutanásia em 7, 14, 21 e 42 dias pós operatórios. Espécimes da região foram radiografadas e preparadas para análise histológica. Radiograficamente, os defeitos recobertos pela membrana de colágeno suíno apresentaram diminuição mais significativa da área radiográfica dos defeitos de acordo com a progressão dos períodos pós-operatórios do que nos outros grupos. A histomorfologia do reparo mostrou agrupamentos mais expressivos de células gigantes no grupo PCL/poli(rotaxona) sugerindo resposta à corpo estranho. Na histomorfometria...

Modelagem e simulação da operação de um reator de leito fixo catalitico envolto em membrana permseletiva; Modeling and simulation of fixed bed reactor wrapped with permselective membranes

Paulo Jardel Pereira Araujo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.959119%
Estireno é um importante monômero na fabricação de termoplásticos e borrachas sintéticas. Grande parte de sua produção é baseada na desidrogenação catalítica do etilbenzeno. O aumento da produtividade do estireno pode ser alcançado utilizando-se membranas permseletivas para remoção do hidrogênio, suprimindo as reações reversíveis e secundárias. Este trabalho apresenta a simulação do processo de desidrogenação em um reator tubular de leito fixo catalítico envolto em membrana composta permseletiva. A modelagem matemática desenvolvida considera os diferentes mecanismos de transporte de massa que prevalecem nas várias camadas da membrana e no leito fixo catalítico. A remoção do Hidrogênio do leito catalítico foi realizada estabelecendo-se um gradiente de potencial químico de hidrogênio através da membrana. Duas formas de remoção de hidrogênio foram estudadas: pela aplicação de uma diferença de pressão através da membrana e pelo arraste com gás inerte. Um programa computacional foi implementado para descrever os perfis de temperatura, pressão e concentração ao longo de todo o reator, bem como a conversão do etilbenzeno, seletividade e produtividade de estireno. Comparando os resultados obtidos no leito fixo convencional operando na condição industrial padrão com os obtidos na aplicação de diferença de pressão através da membrana...

Papel da membrana plasmática na adaptação de Saccharomyces cerevisie ao H2O2

Pedroso, Nuno Miguel Vieira, 1979-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.98793%
Tese de doutoramento, Bioquímica (Regulação Bioquímica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009; Na levedura Saccharomyces cerevisiae, a velocidade de difusão do peróxido de hidrogénio (H2O2) através da membrana plasmática diminui durante a adaptação ao H2O2 através de um mecanismo desconhecido. Neste trabalho experimental, observou-se que a adaptação ao H2O2 modula rapidamente não só a expressão de genes que codificam para proteínas envolvidas no metabolismo do ergosterol, lípidos e resposta ao stress oxidativo, como também a própria permeabilidade da membrana plasmática. A adaptação ao H2O2 também altera a composição lipídica e proteica da membrana plasmática. As principais alterações observadas foram as seguintes: (a) uma diminuição nos níveis de ácido oleico (30%) e da razão entre ácidos gordos de cadeia longa saturados e insaturados; (b) a razão fosfatidilcolina:fosfatidiletanolamina aumentou três vezes; (c) os níveis de esteróis mantiveram-se inalterados mas ocorreu um aumento da heterogeneidade de microdomínios ricos em esteróis e de domínios ordenados; (d) os níveis de esqualeno, um precursor de esteróis, aumentaram duas vezes, correlacionando-se com uma diminuição na expressão do gene ERG1; (e) o C26:0 tornou-se o ácido gordo de cadeia muito longa (VLCFA) maioritário devido a uma diminuição de 80% nos níveis do ácido gordo 2-OH-C26:0 e uma diminuição de 50% nos níveis do ácido gordo C20:0 provavelmente relacionada com uma diminuição da expressão de genes envolvidos na elongação de ácidos gordos (FAS1...

Comparação entre membrana amniótica com e sem epitélio como substrato para cultura de células epiteliais do limbo ex vivo

Covre,Joyce Luciana; Loureiro,Renata Ruoco; Cristovam,Priscila Cardoso; Ricardo,José Reinaldo Da Silva; Haapalainen,Edna Freymuller; Gomes,José Álvaro Pereira
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.98793%
OBJETIVO: Avaliar a eficácia e aspecto estrutural de células límbicas epiteliais humanas cultivadas sobre membrana amniótica (MA) com e sem epitélio. MÉTODOS: As culturas límbicas foram obtidas a partir de rima corneoescleral remanescentes de transplantes de córnea de 6 diferentes doadores. Cada explante foi cultivado em três diferentes grupos: MA desepitelizada por tripsina (Grupo 1), MA com epitélio íntegro (Grupo 2) e controle (Grupo 3). A migração epitelial foi avaliada por microscopia de contraste de fase. Após 15 dias, as células cultivadas sobre MA foram submetidas à microscopia eletrônica para avaliar migração e adesão epitelial. RESULTADOS: Todas as células do grupo controle cresceram até atingir confluência. Somente uma das culturas em membrana amniótica desepitelizada não apresentou crescimento epitelial. O crescimento de células epiteliais sobre membrana amniótica epitelizada foi observada em apenas uma cultura. CONCLUSÃO: Baseando-se nestes achados, o uso de membrana amniótica desepitelizada aparenta ser o melhor substrato para migração e adesão epitelial comparando com membrana amniótica epitelizada. Remover o epitélio da membrana amniótica demonstra ser um importante passo para estabelecer culturas de células sobre membrana amniótica.

Aspectos estruturais da membrana eritrocitária

Murador,Priscila; Deffune,Elenice
Fonte: Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia e Terapia Celular Publicador: Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia e Terapia Celular
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.031382%
Este artigo descreve as estruturas e funções da membrana eritrocitária e sua importância na medicina transfusional. A membrana eritrocitária é uma das membranas mais conhecidas em termos de estrutura, função e genética. Como qualquer membrana plasmática, tem como função mediar transportes e, ainda, fornece ao eritrócito resistência e maleabilidade. De acordo com a International Society of Blood Transfusion (ISBT), são mais de 500 antígenos expressos na membrana das hemácias e, destes, cerca de 270 estão envolvidos nos casos de reação transfusional e doença hemolítica do feto e do recém-nascido. Na classificação feita pela ISBT, destaca-se a série de alta freqüência representada por antígenos presentes em mais de 99% dos indivíduos de uma população. Estes antígenos são conhecidos também como antígenos públicos e a maioria, quando ausente, determina problemas graves do ponto de vista transfusional. Como exemplo dessa problemática, uma gestante com ausência do antígeno P já sofreu seis abortos de repetição por insuficiência placentária devido ao anticorpo formado pela ausência do antígeno. Proteínas importantes são descritas nesta revisão como: banda 3, glicoforinas, espectrina e outras. A banda 3 é a mais abundante proteína integral da membrana do eritrócito e sua principal função é mediar a troca de cloro e ânions de bicarbonato através da membrana plasmática. A segunda proteína integral mais abundante é a sialoglicoproteína glicoforina A (GPA). Com um alto conteúdo de ácido siálico...

A Influência de Cátions na Membrana de Lipopolissacarídeos de Pseudomonas aeruginosa PAO1

Junior, Agrinaldo Jacinto do Nascimento; Neto, Roberto Dias Lins (Orientador); Silva, Thereza Amélia Soares da (Co-orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
36.959119%
A membrana externa de bactérias Gram- negativas é constituida majoritariamente de lipopolissacárideo (LPS) e fosfolipídeo. Cada unidade de LPS é constituida por até três partes, o lipídeo A, o Core e outra nem sempre presente chamada antígeno-O. O lípideo A tem um maior carater apolar, embora possua grupos fosfatos. Já o core é a região mais carregada do LPS e possui não apenas açucares fosforilados, mas também carboxilados. Desta maneira, a superfície da membrana de LPS é negativa e a interação com os cátions necessária para neutralizar a carga da membrana. Por isso, estas membranas possuem alta capacidade em adsorver cátions e assim são candidatas a serem utilizadas como agente biorremediadores, na captura por exemplo de radionuclídeos. Numa perspectiva de saúde, o LPS atua como um antigeno para o sistema imunológico de mamíferos e a sua ação pode auxiliar a causar não apenas febre, mas até levar a morte individuos imunocomprometidos. A bactéria Gram-negativa Pseudomonas aeruginosa é um destes patógenos nosocomiais oportunistas e tem sido apontada como uma das principais responsáveis por provocar a morte de pacientes portadores de fibroce cística. A estrutura supramolecular das membranas de LPS afetam não apenas a sua permeabilidade...

Reforma a vapor do metano para produção de hidrogênio: estudo termodinâmico e protótipo de modelo matemático de reator com membrana

Alves, Sandro de Carvalho
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.98793%
A reforma a vapor do metano é o método industrial dominante na produção de hidrogênio. As reações de reforma a vapor são altamente endotérmicas e o reator deve operar a altas temperaturas a fim de se obter conversões razoáveis. O uso de reator com membrana torna possível realizar as reações de reforma a vapor a temperaturas mais moderadas através da retirada contínua de hidrogênio. Os resultados deste trabalho mostram a potencialidade do uso dos reatores com membrana na produção de hidrogênio a partir da reforma a vapor do metano em condições mais amenas do que as empregadas pela tecnologia convencional, com conseqüente economia de energia. O principal objetivo desta dissertação foi apresentar e validar um modelo de reator com membrana seletiva a H2, além de realizar o estudo termodinâmico e cinético das reações de reforma a vapor. Os dados experimentais utilizados na validação foram obtidos da literatura. Para tanto, três modelos matemáticos foram apresentados, sendo que o primeiro é relativamente simples, porém representativo, de um reator com membrana para a reforma a vapor do metano, em que considerou somente o balanço de massa. Isto é válido para condições de escala de laboratório na qual o reator pode ser tomado como sendo isotérmico. A partir do primeiro modelo...

Estudo da permeação de hidrogênio em reator com membrana de paládio: modelagem matemática e simulação computacional

Bernardes, Cristiane Junqueira
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.959119%
O hidrogênio é o mais simples e mais comum elemento do universo. Atualmente, algumas indústrias utilizam hidrogênio para refinar petróleo e para produzir amônia e metanol. O hidrogênio permite obter energia viável e pouco agressiva ao meio-ambiente. A maior parte do hidrogênio produzido em escala industrial é pelo processo de reforma a vapor do metano. Sendo a reação fortemente endotérmica e com restrições termodinâmicas, para se obter conversões razoáveis, são necessárias altas temperaturas em reatores convencionais. Recentemente, tem sido proposta a utilização de reatores com membrana, pois a permeseletividade da membrana com a remoção do produto desloca o equilíbrio termodinâmico, favorecendo maiores conversões, em menores temperaturas operacionais. Com a finalidade de melhor compreender as etapas envolvidas no processo de permeação do hidrogênio através da membrana, este trabalho envolve a modelagem da permeação pela membrana em cada uma de suas etapas, a saber: transferência de massa externa, adsorção e dessorção na superfície, transporte da superfície para o metal e do metal para a superfície, e difusão dentro do metal. O modelo foi implementado e validado com base em dados experimentais da literatura. Os resultados obtidos com o modelo apresentaram boa concordância com outros modelos bem como com dados experimentais. O modelo prediz qual das etapas da permeação é a controladora do processo tornando-se uma ferramenta útil para melhorar a predição do fluxo e otimizar a performance de um sistema de separação no qual uma membrana a base de paládio esteja envolvida. O fluxo de hidrogênio obtido por este modelo foi utilizado em um modelo de reator com membrana a fim de se avaliar a influência das etapas da permeação no desempenho do reator...

Influência do uso de estatinas sobre a estabilidade de membrana de eritrócitos em portadores de esclerose múltipla

Freitas, Mariana Vaini de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.959119%
A esclerose múltipla (EM), doença degenerativa caracterizada por defeitos na membrana de mielina das células neurais, desenvolve-se provavelmente por mecanismos oxidativos, inflamatórios e auto-imunes em indivíduos geneticamente vulneráveis, sob a influência de fatores ambientais associados à alimentação. [Hipótese] Como a composição estrutural das membranas biológicas é largamente afetada pela alimentação, padrão de atividade física e uso de medicamentos, se houver interferência de fatores ambientais na homeostase estrutural das membranas das células neurais em portadores de EM, ela deve ser também compartilhada por outras células pós-mitóticas do organismo, como os eritrócitos. [Objetivo] Este trabalho teve como objetivo estudar a influência do uso de estatina sobre estabilidade de membrana de eritrócitos contra choque hipotônico e ação caotrópica do etanol em portadores de esclerose múltipla. [Métodos] A população foi constituída por 16 mulheres portadoras de EM (26-58 anos), que estavam em acompanhamento no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia. Elas foram divididas em dois grupos, um grupo tratado com 20 mg/dia de sinvastatina durante 2,66 ± 1,03 anos (n = 6) e outro grupo sem uso de estatina (n = 10). Um grupo controle foi constituído por 6 mulheres saudáveis...

Simulação, por dinâmica molecular, das interações água-etanol-NaCl com fosfolipídeos de membrana

Nascimento, Guilherme Nobre Lima do
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
36.959119%
Eritrócitos, hemácias ou células vermelhas do sangue, são células únicas dentre as células de mamíferos. São isentas de organelas e núcleo, contendo em seu interior hemoglobina, circundada por uma membrana celular. Responsáveis pelo transporte de oxigênio dos pulmões aos tecidos, e dióxido de carbono dos tecidos aos pulmões, o que torna sua integridade importante para o bom funcionamento de todo o organismo. Uma das substâncias que podem gerar efeito sobre a membrana de eritrócitos é o etanol, encontrado em uma grande variedade de produtos. Neste trabalho, estudou-se o efeito das interações entre etanol, água e cloreto de sódio e fosfolipídeos de membrana, usando ensaios experimentais combinados a abordagem de dinâmica molecular. O sangue de dois ratos jovens foi utilizado nos ensaios de fragilidade osmótica de eritrócitos com concentrações crescentes de etanol, de 0 a 50% (v/v). Paralelamente, um estudo teórico envolvendo simulações por dinâmica molecular foi realizado, usando o pacote computacional GROMACS, onde se empregou dipalmitoilfosfatidilcolina – DPPC como modelo de membrana. Nas simulações, empregou-se o campo de força GROMOS 53a6, considerando um tempo de 60 ns para cada sistema com concentrações diferentes de etanol. Os resultados experimentais mostram que com o aumento da concentração de etanol há aumento da lise celular dos eritrócitos. No entanto...

Identificação e enumeração rapidas de Escherichia coli e Salmonella typhimurium no ovo de galinha atraves da tecnica da membrana filtrante; Identification and rapid enumeration of Escherichia coli and Salmonella typhimurium in chicken eggs by the technique of filtering membrane

Clarice Queico Fujimura Leite
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/06/1984 PT
Relevância na Pesquisa
36.959119%
Dentro da linha de pesquisa de identificação e enumeração rápida de microrganismos, o presente trabaiho foi realizado no sentido de verificar a viabilidade do emprego da membrana filtrante na recuperação de Escherichia cali e Salmanella trphimurium, inoculadas experimentalmente em ovo de galinha (clara, gema e ovo liquido). Após ó tratamento com a protease bacteriana "Alcalase", viabilizou-se a filtragem de 5,0 g de clara, 2,5 g de ovo liquido e l,O g de gema, através da membrana HAWG 47 mm da marca Millipore. A recuperaçao de E..ca}i em clara foi realizada através do emprego siImultâneo da técnica de plaqueamento em profundidade e de um método por nós desenvolvido, utilizando a membrana filtrante. Os resultados obtidos com a técnica do plaqueamento foram próximos aos conseguidos com a técnica proposta. Colocando os dois resultados em gráfico, foi obtida uma reta de regressão com coeficiente de correlação de 0;95 e coeficiente angular de 0,99. Os resultados da experiência de inoculação de ovo liquido com E. cali, obtidos com o emprego das duas técnicas, forneceram uma reta com coeficiente de correlação de 0,98. O coeficiente angular"foi baixo, 0,39 .havendo necessidade da introdução de um fator de correção multiplicativo de 2...

O papel da membrana celular na terapia do cancro com novos compostos de ruténio

Sousa, Andreia Filipa Dinis de
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.062593%
Tese de mestrado em Bioquímica, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2015; Em células cancerígenas, cuja composição e organização lipídica difere da das células normais, ocorrem alterações nas propriedades biofísicas da membrana plasmática, particularmente ao nível das jangadas lipídicas. Estas diferenças tornam a membrana celular um alvo para o desenvolvimento de novas terapias. Na procura de melhores agentes quimioterapêuticos, os complexos de ruténio, menos tóxicos e mais seletivos, são reconhecidos como alternativas válidas aos compostos de platina comercias. O seu mecanismo de ação, porém, ainda não está bem estabelecido. Neste trabalho, é avaliado o papel da membrana celular no modo de ação de compostos de ruténio, em estudos da interação de três novos complexos de ruténio (S8, S10 e OR6, ativos em células cancerígenas humanas) com modelos da membrana celular. Para tal, utilizaram-se quatro modelos de biomembranas: dois constituídos por um só lípido (correspondendo à fase fluída, desordenada, e gel, muito ordenada) e dois contendo esfingomielina e colesterol (mimetizando a membrana plasmática de células de mamífero em geral e de células cancerígenas U-118). Os complexos apresentam coeficientes de partição membrana/água consistentes com uma ação localizada na membrana...

Interação da proteína Blad do tremoço com a membrana plasmática da Candida albicans

Lucas, José Miguel Fiadeiro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.04817%
O objetivo principal do trabalho foi identificar os alvos potenciais de ligação do polipéptido Blad na membrana plasmática de Candida albicans que permitam elucidar o mecanismo de ação do polipéptido Blad responsável pela sua potente atividade fungicida. O polipéptido Blad é um antifúngico obtido a partir do tremoço de eficácia igual, ou superior, à dos fungicidas de síntese química existentes no mercado. O polipéptido Blad é um produto intermediário estável do catabolismo da β-conglutina, sendo um polipéptido de 20 kDa, composto por 173 aminoácidos, não glicosilado mas fosforilado e faz parte de uma proteína de 210 kDa. Estudos anteriores efetuados com o fungo patogénico modelo, Candida albicans, revelaram que interfere com a estabilidade da membrana plasmática causando disrupção e inatividade metabólica. Por outro lado, ligando-se a estruturas glicosiladas também foi demonstrado que o polipéptido Blad possui atividade de lectina. Com base nisto, testou-se a hipótese do polipéptido Blad se ligar às proteínas glicosiladas da membrana plasmática de C. albicans, e deste modo desencadear um evento molecular/celular na membrana que leve à morte da célula. Na totalidade dos ensaios de imunodeteção do polipéptido Blad na sua ligação às proteínas da membrana plasmática de C. albicans...

Cambios en la composición de la membrana de las células tumorales como mecanismo de los efectos moduladores diferenciales de los aceites de oliva virgen extra y de maíz en la carcinogénesis mamaria experimental

Pelicano Esqueta, Meritxell
Fonte: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; info:eu-repo/semantics/publishedVersion
Publicado em //2015 SPA
Relevância na Pesquisa
37.011597%
El cáncer de mama es el más frecuente en las mujeres de todo el mundo. Además de los factores genéticos, epigenéticos y hormonales, existen evidencias epidemiológicas y experimentales de que los factores nutricionales tienen un papel en la etiología y el desarrollo de esta enfermedad. Los lípidos de la dieta se han relacionado directamente con el cáncer, fundamentalmente, el de mama. El grupo investigador ha contribuido al mejor conocimiento de los efectos y de los mecanismos de acción de las dietas hiperlipídicas de aceite de maíz, rico en ácidos grasos poliinsaturados (PUFA) n-6, y de aceite de oliva virgen extra, rico en ácidos grasos monoinsaturados (MUFA) n-9 y diversos compuestos bioactivos, en el cáncer de mama experimental. El objetivo de este trabajo ha sido investigar si los efectos moduladores diferenciales de estas dietas, estimulador y potencialmente protector respectivamente, durante la promoción de la carcinogénesis mamaria podrían ejercerse mediante cambios en la composición de la membrana de las células tumorales. El trabajo se soporta en el modelo experimental de cáncer de mama inducido en la rata hembra Sprague-Dawley con dimetil-benz(a)-antraceno (DMBA). Con el fin de aislar los distintos dominios de la membrana...

Temperatura óptima y etapa fenológica para determinar la termoestabilidad de la membrana celular en maíz y frijol

Castro Nava,S
Fonte: Phyton (Buenos Aires) Publicador: Phyton (Buenos Aires)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 ES
Relevância na Pesquisa
37.031382%
La necesidad de encontrar plantas tolerantes al calor obliga a buscar nuevas estrategias de medición de esta respuesta. La termoestabilidad de la membrana celular mediante la medición de la pérdida de electrolitos por daños ocasionados a la membrana es un criterio fisiológico de selección indirecto. Sin embargo, es necesario realizar adaptaciones al método original dependiendo de la especie. El objetivo del estudio fue probar tres niveles de temperatura en el método de termoestabilidad de la membrana celular en cultivares de maíz y frijol, y determinar en cuál de ellos se obtienen los mayores daños a la membrana celular. Esto permitiría identificar genotipos tolerantes a altas temperaturas, y establecer cuál es la mejor etapa fenológica para la selección. Dos cultivares de maíz (Zea mays L.) y dos de frijol (Phaseolus vulgaris L.) fueron evaluados en las etapas vegetativa y floración, mediante la prueba de termoestabilidad de la membrana celular, modificando el tratamiento original de temperatura. Las temperaturas estudiadas fueron 40, 50 y 60 °C, con una duración del tratamiento de 60 min. Se determinó el porcentaje relativo del daño a la membrana celular (DMC %) como indicador de su estabilidad a las altas temperaturas. Los resultados mostraron que la floración fue la etapa fenológica donde se obtuvieron mayores daños a la membrana celular en maíz y frijol como resultado de la exposición al calor. Es en esta etapa fenológica entonces donde es posible identificar los genotipos más tolerantes a la temperatura. La temperatura que generó mayores daños en la membrana celular difirió con la especie: 50 °C en maíz y 60 °C en frijol. Los resultados de este estudio confirman que el uso de la prueba de la estabilidad de la membrana celular a la temperatura en la etapa de floración en genotipos de maíz y frijol es un procedimiento conveniente para identificar genotipos tolerantes al calor en programas de mejoramiento genético.

Enfermedad de membrana hialina en recién nacidos de pacientes preeclámpticas

De Nobrega-Correa,Helen; Reyna-Villasmil,Eduardo; antos-Bolívar,Joel; Mejía-Montilla,Jorly; Reyna-Villasmil,Nadia; Torres-Cepeda,Duly
Fonte: Sociedad de Obstetricia y Ginecología de Venezuela Publicador: Sociedad de Obstetricia y Ginecología de Venezuela
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 ES
Relevância na Pesquisa
36.959119%
Objetivo: Comparar la incidencia de la enfermedad de membrana hialina del recién nacido de pacientes preeclámpticas con embarazadas normotensas sanas. Métodos: Se realizó un estudio de cohortes en todas las pacientes con embarazos simples entre 24 y 36 más 5 semanas de gestación con fetos vivos en el período de enero de 1999 a septiembre de 2008. El diagnóstico de la enfermedad de membrana hialina se realizó por los criterios clínicos y radiológicos. Ambiente: Servicio de Ginecología y Obstetricia. Hospital Central “Dr. Urquinaona”. Maracaibo. Estado Zulia. Resultados: El número de recién nacidos con diagnóstico de enfermedad de membrana hialina durante el período de estudio fue de 2 491 casos, representando un 7,73 % de los recién nacidos vivos. Se encontraron 56 casos (11,24 %) de la enfermedad de membrana hialina en los recién nacidos de los casos de pacientes preeclámpticas y 206 recién nacidos (10,33 %) entre las pacientes controles (OR 1,098; IC 95 % 0,803 - 1,502). Al seleccionar los recién nacidos con edad gestacional menor de 32 semanas, se encontró en las pacientes preeclámpticas un total de 92 recién nacidos de los cuales 28 de ellos (30,43 %) desarrollaron enfermedad de membrana hialina, mientras que en el grupo de los controles se encontraron 261 recién nacidos de los cuales 70 (26...