Página 1 dos resultados de 106 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Isolamento e caracterização estrutural e funcional de uma nova toxina da peçonha do escorpião Tityus serrulatus; Isolation and structural and functional characterization of a novel toxin from Tityus serrulatus scorpion venom

Lima, Priscila Carmanhan
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.524917%
Envenenamentos por animais peçonhentos são frequentes e quase 35% dos acidentes são ocasionados por escorpiões, especialmente por Tityus serrulatus. A peçonha do escorpião amarelo Tityus serrulatus tem despertado o interesse médico e científico por ser uma mistura complexa de mucopolissacarídeos, inibidores de proteases, histamina, neurotoxinas, entre outros componentes. As neurotoxinas são as principais responsáveis pelos sintomas do envenenamento, por possuírem alta afinidade e seletividade para canais iônicos sensíveis à voltagem. Além de induzirem a liberação de neurotransmissores, as neurotoxinas também são capazes de estimular a liberação de citocinas, principalmente nos casos de envenenamento de maior gravidade. Os objetivos deste trabalho focaram o isolamento e a caracterização de uma nova toxina, denominada Ts19 fragmento I (Ts19 frag I) presente nas frações VII e VIII obtidas por cromatografia da peçonha de Tityus serrulatus em CM-celulose-52. Entre os componentes preponderantes destas frações estão a Ts4, um peptídeo não tóxico que induz reações alérgicas, e a Ts3-KS, que interage com canais para sódio e foi capaz de induzir a liberação de IL-6. As frações VII e VIII foram aplicadas em coluna de fase reversa C18 (4...

Busca de novos substratos e/ou inibidores das enzimas timet oligopeptidase (E.C.3.4.24.15) e neurolisina (E.C.3.4.24.16) nas frações de baixa massa molecular do veneno do escorpião Tityus serrulatus.; Search for new substrates and/or inhibitors of thimet oligopeptidase (EC3.4.24.15) and neurolysin (EC3.4.24.16) enzymes in low molecular weight fractions of Tityus serrulatus scorpion venom.

Duzzi, Bruno
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.524917%
O escorpião Tityus serrulatus é o responsável pelos acidentes mais graves no Brasil. Dentre os componentes já estudados de sua peçonha estão neurotoxinas capazes de interagir com canais iônicos, além de peptídeos biologicamente ativos também estarem presentes. Neste estudo foram isolados peptídeos da fração de baixa massa molecular da peçonha que interagiram com as oligopeptidases timet oligopeptidase (EP24.15) e neurolisina (EP24.16) através do emprego de substratos fluorescentes específicos como ferramentas. Usando espectrometria de massas, as sequências KEILG, FTR, YLPT e do análogo KELLG foram determinadas e posteriormente sintetizadas. In vitro, os peptídeos não foram substratos para enzimas já citadas, além de testes com a neprelisina e ECA. Em relação à inibição, os destaques ficam por conta de KELLG e KEILG, capazes de inibirem a EP 24.15 e de não inibirem a EP 24.16. Outro destaque foi o YLPT, apresentando um Ki de 0,94 mM perante a neprilisina. In vivo os peptídeos foram testados em relação à nocicepção, rolamento de leucócitos e reatividade vascular, onde se destacou o FTR, apresentando efeito antinociceptivo e o KEILG, capaz de aumentar o número de leucócitos, ressaltando a importância de pequenas moléculas na composição da peçonha.; The scorpion Tityus serrulatus is responsible for the most serious accidents in Brazil. Among the components already studied in its venom...

Uma abordagem peptidômica do venedo do escorpião Tityus serrulatus

Menegasso, Anally Ribeiro da Silva
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 129 f. : il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.71914%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Ciências Biológicas (Biologia Celular e Molecular) - IBRC; O aumento populacional de animais peçonhentos em áreas urbanizadas ou de atividades relacionadas à exploração de áreas naturais vem favorecendo um aumento significativo na ocorrência de acidentes devido ao contato do homem com estes animais. Dessa forma, o envenenamento por toxinas animais tem sido objeto de muitos estudos pelo homem por se revelarem úteis no desenvolvimento de novos fármacos e de novas abordagens metodológicas ou técnicas resolutivas. Os acidentes por escorpiões são os que apresentam o maior número de registro de casos dentre todos os animais peçonhentos no Brasil. Ao longo dos mais de cem anos de pesquisas com venenos destes animais, o foco toxinológico tem se concentrado quase que exclusivamente nas proteínas, responsáveis pela difusão do veneno nos tecidos das presas e/ou vítimas de ferroadas, e principalmente nos peptídeos longos (apresentando entre 30 e 70 resíduos de amino ácidos) responsáveis pelas ações neurotóxicas. A despeito da existência de pequenos peptídeos lineares nesses venenos são raros os estudos que visam elucidar a estrutura molecular e funcional dos pequenos peptídeos. O presente estudo teve como objetivo investigar peptídeos deste grupo (negligenciados) no veneno do escorpião Tityus serrulatus. Para isto...

Agressividade relacionada ao contexto alimentar em escorpião-amarelo Tityus Serrulatus (Lutz & Mello, 1922)(Scorpiones, Buthidae)

Guidolin, Felipe Raimondi
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
37.524917%
Scorpions are among the oldest living groups of animals, and are present in almost every continent. Although many studies are made about the toxins present in their venom, little is known about their behavior. The aim of this paper is to investigate the expression of agressiveness in the brazilian yellow scorpion Tityus serrulatus, specifically the relation between agressiveness, motor activity and feeding condition. The study was divided in two parts. First, we used 16 adult individuals, placed in two terrarium, to establish an ethogram. Each group was observed for 36h, and the behaviors displayed were described and categorized as agonistic or non-agonistic. In the second part of the experiment, we used 32 adult animals in three different nutritional states: Feeding (still ingesting food), Sated (1 to 4 days since last meal) and Deprived (14 to 25 days since last meal). The individuals were paired, each pair placed in a terrarium and observed for 30min. Behaviors displayed were timed in seconds. Our results show that only Feeding individuals displayed agonism towards others, and no relation was observed between motor activity and feeding conditions; Escorpiões estão entre as os mais antigos grupos de animais ainda vivos, e estão presentes em quase todos os continentes. Embora muitos estudos tenham sido feitos sobre as toxinas presentes em seu veneno...

Os possíveis mediadores envolvidos na gênese da hiperalgesia induzida pela administração do veneno bruto de Tityus serrulatus (Escorpião-amarelo) em patas de rato

Nowacki, Luciana Cristina
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xviii, 140 f.| il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.71914%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas.; Ocorre em torno 10 mil casos de acidentes por ano no Brasil, causados por escorpião amarelo, sendo que o sintoma mais expressivo do envenenamento relatado por indivíduos picados é a dor intensa no local da picada. Devido a estes relatos propomos estudar neste trabalho os mediadores envolvidos na dor inflamatória induzida pelo veneno do escorpião Tityus serrulatus. Utilizamos para avaliar a intensidade de hiperalgesia em patas de ratos (Wistar,machos), o método de Randall-Selitto modificado por Ferreira e cols., 1978. O veneno administrado em patas de rato foi capaz de induzir hiperalgesia dependente da dose (0,312 a 10 ug/pata). Sugerimos a participação da bradicinina na hiperalgesia, uma vez que esta foi abolida pelo HOE140. O veneno possivelmente é capaz de liberar citocinas inflamatóriaa , visto que drogas como nimesulide, dexametasona e pentoxifilina foram capazes de abolir a hiperalgesia induzida pelo veneno. E o teste de ELISA para dosagem das concentrações interleucina-1 beta (IL-1) e TNF alfa, demonstraram que estas aumentam uma e duas horas após a administração do veneno. Substâncias que inibem a COX, como indometacina ...

Construção da biblioteca de cDNA da glândula de peçonha do escorpião Opisthacanthus cayaporum e clonagem de genes que codificam para componentes da peçonha

Silva, Édelyn Cristina Nunes
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.524917%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2008.; A peçonha de escorpiões é uma complexa mistura de peptídeos que modulam canais iônicos, antimicrobianos, potencializadores de bradicinina, hemolíticos, e com outras atividades biológicas, sendo importante alvo de estudos para o desenvolvimento de novos fármacos. Os estudos de caracterização proteômica, principalmente com escorpiões da família Buthidae, têm descrito várias toxinas, contudo há pouco conhecimento sobre os processos celulares da glândula de peçonha. A metodologia de busca por ESTs tem sido utilizada em vários trabalhos porque é um método rápido e confiável para a detecção dos genes expressos na glândula, que sintetizam produtos conhecidos ou não. O presente trabalho é o primeiro estudo de caracterização dos transcritos da glândula de peçonha do escorpião brasileiro Opisthacanthus cayaporum (Ischnuridae), por meio da construção de uma biblioteca de cDNA. Foram analisadas 130 ESTs, resultando em 67 seqüências de nucleotídeos distintas com alta qualidade, sendo formadas por em média 535 pares de bases (variando entre 139 e 902 nucleotídeos). Das 130 ESTs...

Análise proteômica parcial da peçonha do escorpião colombiano Centruroides margaritatus (Gervais, 1841)

Vargas, Jimmy Alexander Guerrero
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.71914%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2008.; A peçonha de escorpiões é uma mistura complexa de peptídeos que exercem sua atividade modulando canis iônicos de membranas biológicas. O presente projeto teve como objetivo central realizar a análise proteômica da peçonha do escorpião colombiano Centruroides margaritatus. Tal espécie é capaz de produzir acidentes moderados e graves em humanos, no entanto existe pouca informação disponível relacionada aos componentes desta peçonha. A peçonha foi obtida por estimulação elétrica aplicando-se 5 impulsos de 50 V em cada escorpião, liofilizada e armazenada a -20oC. Diferenças significativas na produção de peçonha entre machos e fêmeas e também entre fêmeas grávidas e não-grávidas foram observadas. A peçonha bruta foi submetida a fracionamento por RP-HPLC usando coluna C8 (4.6 x 250 mm) e 43 frações foram eluídas, coletadas e secadas a vácuo. Todas essas frações foram analisadas por MALDI-TOF/MS e detectou-se 91 componentes com massas moleculares distintas. A peçonha de C. margaritatus apresenta 54% de suas toxinas no intervalo de massas moleculares de 2,5 a 6...

Caracterização química e atividade biológica de peptídeos presentes na peçonha do escorpião brasileiro Opisthacanthus cayaporum

Camargos, Thalita Soares
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.524917%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2009.; A peçonha de escorpiões é conhecida por ser uma complexa mistura de moléculas capazes de exercer as mais diversas funções. As mais estudadas são as que atuam em canais iônicos, especialmente nos canais seletivos aos íons Na+ e K+, os responsáveis pela transmissão da informação nervosa. Além dessas moléculas, existe uma família de peptídeos sem pontes dissulfeto, chamados de NDBP (Non Dissulfide Brigded Peptides), que podem agir como formadores de poros em membranas, como antimicrobianos e citolíticos, e/ou potencializadores de bradicinina. O presente trabalho demonstra a riqueza de moléculas presentes na peçonha do escorpião brasileiro Opisthacanthus cayaporum. A caracterização de uma molécula bloqueadora de canal para K+, membro da família das κ-KTx, sistematicamente chamada de κ-KTx2.5, mostrou que esta molécula forma α-hélices em ambiente hidrofílico e é capaz de bloquear canais de K+ dos subtipos hKV1.1 e 1.4. As sequências parciais de uma molécula da família das Escorpinas e de um NDBP também são descritas no presente trabalho. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT; Scorpions venom is a rich source of molecules with variable functions. The most studied are those that act on ion channels...

Indentificação e caracterização biológica de peptídeos isolados da peçonha do escorpião comlombiano Tityus pachyurus, que atuam nos canais para Na+

Vargas, Jimmy Alexander Guerrero
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.850713%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2012.; Tityus pachyurus é uma das espécies causadoras de escorpionismo grave na Colômbia e pouco se conhece sobre as toxinas que constituem sua peçonha. O presente projeto teve como objetivo principal identificar novas toxinas moduladoras de canais para Na+ na peçonha de T. pachyurus. Pela construção da biblioteca de cDNA da glândula peçonhenta de um escorpião T. pachyurus se identificarem 5 novas toxinas putativas da família dos peptídeos com atividade em canais para Na+ e por similaridade na estrutura primária dos peptídeos maduros, 3 foram classificados como alfa-NaScTxs - Tpa4, Tpa5 e Tpa6 - e dois como beta- NaScTxs - Tpa7 e Tpa8 -, sendo que a toxina Tpa8 é o primeiro registro de uma beta toxina anti-inseto excitatória na peçonha de escorpiões do Novo Mundo. Essas NaScTxs foram usadas na construção de uma árvore filogenética incluindo NaScTxs do escorpião T. obscurus e de outras identificadas em escorpiões do gênero Tityus e depositadas nos bancos de dados públicos de proteínas. A análise filogenética coincide com a distribuição geográfica dos escorpiões do gênero Tityus divididos nas espécies que ocorrem ao norte do rio Amazonas e naquelas que habitam ao sul do rio Amazonas. A peçonha bruta de T. pachyurus...

Isolamento e caracterização de peptídeos biologicamente ativos presentes na peçonha do escorpião Tityus fasciolatus

Zanotta, Lanuse Caixeta
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.524917%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Celular, Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2006.; Em algumas regioes do mundo, inclusive no Brasil, o numero de acidentes com escorpioes e bastante significativo. Devido a necessidade, entao, de se produzir antidotos ou anti-soros eficazes para combater os prejuizos causados a saude humana em decorrencia desses acidentes, estudos envolvendo a caracterizacao quimica e farmacologica da peconha desses animais foram intensificados. A peconha dos escorpioes e composta por varios tipos de moleculas, principalmente polipeptideos geralmente toxicos para um grande numero de organismos como mamiferos, insetos e crustaceos. Muito se tem estudado sobre as diferentes propriedades fisiologicas e farmacologicas dessas moleculas e atualmente ja sao conhecidas a atuacao em canais ionicos, atividade antimicrobiana, antimalaria, fosfolipasica e inseticida. Esse trabalho tem como objetivo principal o isolamento e a caracterizacao de peptideos biologicamente ativos presentes na peconha do escorpiao Tityus fasciolatus, especie endemica do cerrado. Os animais foram coletados na regiao do Distrito Federal e a peconha foi obtida por meio de estimulacao eletrica moderada proximo a glandula produtora de peconha do especime e...

Caracterização de novos peptídeos bloqueadores de canais para K+ isolados da peçonha do escorpião Tityus sp.

Morales Duque, Harry
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.71914%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2013.; As peçonhas escorpiônicas têm sido alvo de pesquisas por possuírem componentes com diversas atividades biológicas, as quais são responsáveis pelas alterações fisiológicas observadas no escorpionismo. Dentre esses componentes, estão as toxinas que agem em canais para potássio (KTxs), as quais têm sido caracterizadas e divididas em subfamílias segundo a sua estrutura primária. O objetivo desta pesquisa foi procurar novas KTxs na peçonha do escorpião colombiano Tityus sp. utilizando duas estratégias: a transcritômica e a proteômica. Uma biblioteca de cDNA foi construída, a partir da glândula de peçonha do escorpião e da sua peçonha foram isoladas e caracterizadas KTxs por cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC), espectrometria de massa do tipo MALDI-TOF/TOF e tipo ESI. Os peptídeos isolados foram testados por meio da técnica eletrofisiológica de patch clamp (whole cell). A partir da biblioteca de cDNA, foram caracterizadas cinco sequências precursoras que codificam prováveis KTx: três delas são pertencentes à subfamília α-KTx15...

Identificação e caracterização de peptídeos moduladores de canais para sódio presentes na peçonha do escorpião tityus sp. pertencente ao grupo forcipula

Arenas Belalcázar, Claudia Jimena
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.850713%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Biologia, 2013.; As peçonhas dos escorpiões se caracterizam por apresentarem componentes farmacologicamente ativos; entre eles, as toxinas que agem em canais para sódio (NaScTxs), que são as responsáveis dos mais fortes efeitos neurotoxicos observados durante o envenenamento causado pela picada de escorpião. O presente projeto tem como objetivo principal identificar toxinas moduladoras de canais para sódio na peçonha do escorpião Tityus sp. identificando e caracterizando-as por meio de técnicas como Cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) e espectrometria de massa tipo MALDI-TOF/TOF. As sequencias parciais de aminoácidos dos peptídeos purificados foram determinadas por espectrometria de massa (MS/MS) para posteriormente ser testados por meio da técnica electrofisiológica de Patch clamp em canais de sódio expressos em células dissociadas de gânglios da raiz dorsal de ratos (DRG). A peçonha bruta do escorpião Tityus sp. resultou em 54 frações cromatográficas. Três sequencias parciais que correspondem a três NaScTxs foram obtidas, com massas moleculares de 7342 Da, 6971Da, 7970Da. Duas delas ao serem testadas nas células DRG reduziram as correntes de sódio classificando-as como βNaScTxs. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The venom of scorpions are characterized by presenting pharmacologically active components...

Identificação e caracterização de peptídeos bioativos presentes na peçonha do escorpião Colombiano Centruroides margaritatus (Gervais, 1841)

Dueñas Cuellar, Rosa Amalia
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.850713%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Departamento de Biología Celular Programa de Pós-graduação em Biología Molecular, 2014.; Algumas toxinas isoladas da peçonha de escorpiões têm a capacidade de se ligar especificamente à superfície de células malignas, bactérias ou células excitáveis. Estes componentes, em alguns casos, têm se revelado capazes de inibir a progressão do câncer e da proliferação bacteriana, ou então de modificar a conformação de canais iônicos dependentes de voltagem presentes nas células excitáveis. Câncer, infecções microbianas e problemas neurológicos são objetos de preocupação em todo mundo, estimulando muitos cientistas a identificar e caracterizar novos agentes terapêuticos derivados de venenos e peçonhas animais. O objetivo do presente estudo foi realizar o isolamento e a caracterização preliminar de componentes citotóxicos, citolíticos e neurotóxicos presentes na peçonha do escorpião colombiano Centruroides margaritatus. Indivíduos adultos da espécie C. margaritatus foram coletados na Colômbia, na região do Vale do Patia. A peçonha, obtida por estimulação elétrica, foi liofilizada e armazenada a -20 °C, tendo sido, em seguida, fracionada por RP-HPLC em coluna C8. Linhagens de fibroblastos murinos normais (NIH3T3) e de células cancerosas MCF-7 (humana) e B16F10 (murina) foram utilizadas para avaliar os efeitos citotóxicos das diferentes frações cromatográficas empregando-se teste colorimétrico (MTT). Tais frações também foram avaliadas quanto à sua capacidade em inibir a proliferação de bactérias patogênicas. As frações biologicamente ativas foram analisadas por espectrometria de massa do tipo MALDI-TOF e algumas frações...

Prospecção da peçonha do escorpião Tityus fasciolatus sob a perspectiva proteômica e transcritômica, e caracterização biológica de peptídeos moduladores de canais de Na+

Camargos, Thalita Soares
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.71914%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, Departamento de Ciências Fisiológicas, 2014.; Texto parcialmente liberado pelo autor. Conteúdo restrito: anexo I.; O escorpião Tityus fasciolatus faz parte da família Buthidae, que contém espécies causadoras de envenenamentos graves em humanos. As moléculas responsáveis pelos efeitos mais severos são conhecidas como neurotoxinas que, em sua maioria, são componentes peptídicos cujos principais alvos são os canais iônicos, os quais são relevantes para o funcionamento dos diversos sistemas orgânicos. Os compostos relacionados aos envenenamentos por peçonhas de escorpiões são conhecidos por agirem com especificidade nos canais iônicos. Os constituintes proteicos de T. fasciolatus foram caracterizados com o auxílio de cromatografia líquida de alta eficiência em fase reversa (RP-HPLC), com coluna C18 analítica, espectrometria de massa MALDI/ TOF-MS e uma biblioteca transcritômica da glândula de peçonha. Mais de 200 diferentes massas moleculares foram identificadas nas frações cromatográficas, assim como 9.130 transcritos na biblioteca transcritômica, dentre os quais foram identifcados 278 que codificam toxinas. A atividade biológica de três toxinas e de uma fração foram testadas com canais iônicos expressos em oócitos de Xenopus laevis...

Acidentes por escorpião em uma área do Nordeste de Amaralina, Salvador, Bahia, Brasil

Amorim,Andréa Monteiro de; Carvalho,Fernando Martins; Lira-da-Silva,Rejâne Maria; Brazil,Tania Kobler
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.850713%
Um estudo epidemiológico mediu a prevalência de pessoas que referiram acidentes por escorpião em uma amostra populacional do Areal, bairro Nordeste de Amaralina, Salvador, Bahia. Examinou-se uma amostra aleatória sistemática de 1367 indivíduos, correspondendo a 44,4% da população da área. Oitenta e dois indivíduos referiram haver sido picados por escorpião desde que residiam no Areal, resultando numa prevalência de 6% (IC 95% 4,7 - 7,3). A prevalência de pessoas picadas por escorpião aumentou nos grupos com maior tempo de residência no domicílio e com maior idade atual. Chamou atenção que 92,7% dos acidentes aconteceram dentro do domicílio. A incidência estimada para o período mais recente (janeiro a julho de 2000) foi de 1,15 casos/1.000 habitantes por mês. Este coeficiente compara-se ao mais elevado já referido na literatura especializada para uma área epidêmica para acidentes escorpiônicos.

Terapia de resgate com amiodarona em crianças com grave disfunção ventricular esquerda causada por veneno de escorpião

Santiago,Justo J.; Dávila,Carmen A. Mazzei de; Davila,Diego F.; Donis,Jose H.; Villaroel,Vanesa
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.850713%
FUNDAMENTO: As crianças picadas por escorpião, pressintam ativação maciça do sistema nervoso simpática com vários graus de disfunção sistólica ventricular esquerda. OBJETIVO: Testar um protocolo de resgate em crianças com grave disfunção ventricular esquerda causada por picada de escorpião. Métodos: Quatro crianças após serem picadas por escorpião foram submetidas a: Encubação endotraqueal e suporte respiratório, eletrocardiograma, radiografia de tórax, ecocardiograma e determinação sérica da norepinefrina e troponina I. As análises foram repetidas após 12, 24 e 48 horas. As seguintes medicações intravenosas foram administradas: dobutamina 4-6 μg/kg/min; amiodarona 3 mg/kg durante duas horas, com dose de manutenção de 5 mg/kg/dia; e furosemida 0,5 mg/kg. Amiodarona, dobutamina e furosemida foram administradas durante as primeiras 48 horas. Bloqueadores beta-adrenérgicos e inibidores da enzima conversora da angiotensina foram administrados até 48 após a internação, uma vez que o estado clínico havia melhorado e a fração de ejeção ventricular esquerda encontrava-se acima de 0,35%. RESULTADOS: Na admissão, a dosagem da norepinefrina foi 1.727,50± 794,96 pg/ml, a de troponina I 24,53 ± 14...

Imobilização de proteínas do veneno do escorpião Tytius Serrulatus em blenda condutora de Polianilina-Poli(Metacrilato de Hidroxietila)

Bruno,Lívio; Barra,Guilherme; Mansur,Herman; Oréfice,Rodrigo L.
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.850713%
Biossensores têm a função de detectar e analisar tanto quantitativa como qualitativamente a presença de uma certa molécula em um determinado meio, isto com resposta em tempo real e sem etapas intermediárias de processo. Para isso, o biossensor possui sempre em seu conjunto um sistema de reconhecimento biológico que o diferencia de qualquer outro tipo de sensor. O objetivo deste trabalho foi desenvolver hidrogéis condutores a partir da combinação de polianilina com hidrogel poli(metacrilato de hidroxietila) e avaliar alguns aspectos associados à possível utilização deste como base de um biossensor capaz de detectar a presença de frações tóxicas do antígeno do veneno do escorpião Tytius Serrulatus. Hidrogéis condutores foram sintetizados a partir da mistura, em diferentes proporções, de polianilina e poli(metacrilato de hidroxietila) em um solvente comum. A condutividade elétrica (método de quatro pontas), capacidade de inchamento e morfologia (microscopia eletrônica de varredura) foram avaliadas para blendas com diferentes composições. Antígenos relativos ao veneno do escorpião Tytius Serrulatus foram incorporados às blendas condutoras a partir do inchamento dos hidrogéis por soluções aquosas contendo as moléculas de interesse. A imobilização e bioatividade das biomacromoléculas nos hidrogéis foram constatadas através de ensaio imunoabsorvente ELISA cujos resultados foram avaliados por espectroscopia na região do ultravioleta-vísivel. Os resultados mostraram que a incorporação de baixos conteúdos de Pani (20% em massa) em hidrogéis de poli(metacrilato de hidroxietila) foi suficiente para a produção de materiais com elevada condutividade elétrica e grande capacidade de inchamento. Moléculas associadas ao veneno do escorpião Tytius Serrulatus foram imobilizadas com sucesso nos hidrogéis condutores e mantiveram suas capacidades funcionais.

Análise do transcriptoma das glândulas venenosas do escorpião Tityus stigmurus

Almeida, Diego Dantas
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Bioquímica; Bioquímica; Biologia Molecular Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Bioquímica; Bioquímica; Biologia Molecular
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.945737%
In Brazil, accidents with scorpions are considered of medical importance, not only by the high incidence, but also for the potentiality of the venom from some species in determining severe clinical conditions. Tityus stigmurus is a widely distributed scorpion species in Northeastern Brazil and known to cause severe human envenomations, inducing pain, hyposthesia, edema, erythema, paresthesia, headaches and vomiting. The present study uses a transcriptomic approach to characterize the molecular repertoire from the non-stimulated venom gland of Tityus stigmurus scorpion. A cDNA library was constructed and 540 clones were sequenced and grouped into 37 clusters, with more than one EST (expressed sequence tag) and 116 singlets. Forty-one percent of ESTs belong to recognized toxin-coding sequences, with antimicrobial toxins (AMP-like) the most abundant transcripts, followed by alfa KTx- like, beta KTx-like, beta NaTx-like and alfa NaTx-like. Our analysis indicated that 34% include other possible venom molecules , whose transcripts correspond to anionic peptides, hypothetical secreted peptides, metalloproteinases, cystein-rich peptides and lectins. Fifteen percent of ESTs are similar to cellular transcripts. Sequences without good matches corresponded to 11%. This investigation provides the first global view of cDNAs from Tityus stigmurus. This approach enables characterization of a large number of venom gland component molecules...

Aplicação de nanopartículas de quitosana com potencial de adjuvante na produção de soro contra o venneno do escorpião Tityus serrulatus

Soares, Karla Samara Rocha
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas; Bioanálises e Medicamentos Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas; Bioanálises e Medicamentos
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.850713%
In Brazil, several species of scorpions are known to cause accidents which can lead to death, which are mainly belonging to the genus Tityus. The scorpion Tityus serrulatus is the main responsible for more severe cases. Anti-scorpion serums are routinely produced by various institutions, despite their effectiveness, quality and action depends on how quickly treatment is started. Studies have been developed in the search for appropriate technologies to encapsulate and release recombinant or natives proteins capable of inducing antibody production. In this context, chitosan copolymer which can be obtained from the partial deacetylation of chitin or in some microorganisms and it is biocompatible and biodegradable has been widely used for this purpose. This study aimed to search for a system release from chitosan nanoparticles for peptide / protein of the venom of the scorpion T. serrulatus, able to provide a new model of immunization in animals, in order to obtain a potential novel polyclonal serum, anti-venom T. serrulatus. The chitosan nanoparticles were prepared by ionic gelation with polyanion tripolyphosphate (TPP). After standardizing the concentrations of TPP and chitosan was evaluated the efficiency of incorporation of bovine serum albumin (BSA) and scorpion venom...

Caracterização parcial de duas toxinas isoladas da peçonha do escorpião Tityus mattogrossensis (Borelli, 1901)

Oliveira, Natiela Beatriz de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.850713%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Fisiológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2012.; O escorpião da espécie Tityus mattagrassensis Borelli (1901). pertence à família Buthidae, e é endêmico do cerrado brasileiro, sendo encontrado em todo o Centro Oeste, Bahia e Norte de Minas Gerais. As espécies da família Buthidae são as principais responsáveis pelos acidentes ocorridos com humanos. Os acidentes com T mattogrossensis são considerados de pequena gravidade devido ao baixo grau de reação ã picada e de poucos casos registrados. A peçonha de escorpiões é uma mistura complexa de moléculas bioativas, porém, os componentes mais importantes são os peptideos neurotóxicos, que agem em canais iónicos de Na*, K* e Ca2'. As toxinas de escorpiões que agem em canais para Na' voltagem dependentes são divididas em duas famílias: as a-toxinas de escorpiões (a-NaScTx) que agem no sitio 3 do domínio IV do canal para sódio e com isso deixam a inativaçâo do canal mais lenta ou causam o bloqueio da inativaçâo; e as B-toxinas escorpiônicas (B-NaScTx) que se ligam ao sítio 4 do domínio II do canal e alteram o potencial para a ativação dos canais para Na*. Até o momento...