Página 1 dos resultados de 67 itens digitais encontrados em 0.021 segundos

"Concreto leve de alto desempenho modificado com SB para pré-fabricados esbeltos - dosagem, produção, propriedades e microestrutura" ; High performance latex-modified lightweight aggregate concrete for thin precast components - dosage, production, properties and microstructure

Rossignolo, João Adriano
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
38.286858%
Esta tese aborda a aplicação da tecnologia dos concretos leves de alto desempenho (CLAD) para a produção de elementos construtivos esbeltos pré-fabricados, tais como painéis estruturais e de vedação e peças para cobertura, apresentando um concreto com propriedades especiais em função da utilização conjunta de látex de estireno butadieno (SB), sílica ativa, superplastificante acelerador e agregados leves nacionais, denominado concreto leve de alto desempenho modificado com SB. Desenvolveu-se um amplo programa experimental para a análise dos concretos, tendo como objetivos o estudo dos processos de dosagem e produção, caracterização das propriedades dos concretos nos estados fresco e endurecido, análise da ductilidade de elementos construtivos esbeltos pré-fabricados submetidos à flexão, assim como a obtenção de informações microestruturais sobre a matriz de cimento e a zona de transição entre o agregado e a matriz de cimento. Os resultados do programa experimental demonstraram que os concretos leves de alto desempenho modificados com SB são extremamente adequados à produção de elementos pré-fabricados esbeltos, devido essencialmente à redução da massa específica e ao excelente desempenho das propriedades relacionadas à resistência mecânica e durabilidade. Nos estudos microestruturais...

"Utilização da escória de alumínio na fabricação de argila expandida" ; APPLICATION OF ALUMINUM SLAG INCORPORATED IN LIGTHWEIGHT AGGREGATE

Takahashi, Elisa Akiko Nakano
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
48.415586%
O presente trabalho estuda a viabilidade de utilização da escória de alumínio, que é um rejeito da indústria recicladora de alumínio, atualmente sem valor agregado, como elemento integrante na fabricação de argila expandida. A argila expandida é produzida a partir de argilas que produzam expansão piroplástica, que são utilizadas como agregado leve na fabricação de concreto estrutural e também como artigo decorativo em jardins. Inicialmente foram feitas análises dos materiais de partida, como difração de raios X, microscopia eletrônica de varredura, fluorescência de raios X, análise granulométrica, análise termogravimétrica e análise térmica diferencial da argila. Foram feitas incorporações do rejeito junto à massa de argila, na proporção de 5%, 10%, 15% e 20% em massa. As formulações estudadas foram analisadas quanto à expansão linear, variação de massa, massa específica aparente e absorção de água. Foram feitos também ensaios de lixiviação e solubilização. Os principais resultados obtidos mostraram que é viável o uso da escória de alumínio até aproximadamente 5% em massa, para a produção da argila expandida, com características aceitáveis e dentro das normas vigentes. Palavraschave: reciclagem...

Avaliação microscópica da implantação, em subcutâneo de ratos, do agregado trióxido mineral - CPM e do clínquer do cimento Portland branco puro e acrescido de 2 e 5% de sulfato de cálcio e determinação de seus tempos de presa; Microscopic evaluation of the response of subcutaneous tissues of rats to implantation of Portland cement modified CPM and clinker of white Portland cement pure or combined with 2 % and 5 % of calcium sulfate and to determine the setting time of this materials

Kato, Márcia Maria Magro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.828896%
O Agregado Trióxido Mineral (MTA) por apresentar boas propriedades físico-químicas e biológicas é indicado, entre outros, como material retrobturador em cirurgias parendodônticas. O objetivo deste trabalho foi avaliar, microscopicamente, a resposta do tecido subcutâneo de ratos frente à implantação de tubos de polietileno preenchidos por clínquer do cimento Portland branco puro, clínquer do cimento Portland acrescido de 2 e 5 % de Sulfato de Cálcio e o CPM um agregado trióxido mineral e analisar possíveis alterações teciduais provocadas. Também foi avaliado o tempo de presa para os quatros materiais. Utilizou-se 24 ratos e cada animal recebeu quatro implantes de tubos de polietileno, preenchidos com os materiais recém-espatulados em uma extremidade e na outra, guta-percha (controle). Após 15, 30 e 60 dias os animais foram mortos e os espécimes foram fixados em formalina 10 % e preparados para análise microscópica. Duas regiões foram avaliadas: a cápsula, estrutura imediatamente em contato com os materiais e a subcápsula região subjacente a cápsula. As análises morfológica e morfométrica da cápsula mostraram inflamação crônica com intensidade leve tendendo a discreta e maior organização das fibras...

Agregado leve de argila calcinada para uso em concreto estrutural: viabilidade de cerâmica vermelha do Estado de São Paulo; Calcined clay lightweight aggregate for use in structural concrete: viability of the red ceramic from the state of São Paulo

Santis, Bruno Carlos de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/11/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.47665%
Este trabalho tem por objetivo o estudo da viabilidade da utilização de cerâmica vermelha para a confecção de agregados leves de argila calcinada para utilização em concretos estruturais. Inicialmente, foram coletadas amostras de solo de cinco diferentes empresas produtoras de cerâmica vermelha do estado de São Paulo. As massas cerâmicas foram caracterizadas por meio das técnicas de limites de liquidez (LL) e plasticidade (LP), análise granulométrica, análise química e difração de raios X (DRX). Os corpos de prova confeccionados com essas massas cerâmicas, queimados à temperatura de 900ºC, foram caracterizados por meio da avaliação da retração linear, absorção de água, porosidade aparente, massa específica aparente, expansão por umidade e resistência à compressão. Após a caracterização dos corpos de prova de cerâmica vermelha, foram escolhidas duas amostras para a confecção dos agregados leves de argila calcinada. Em seguida, foram confeccionados corpos de prova de concreto com agregados leves de argila calcinada, argila expandida e brita. Os corpos de prova de concreto leve foram caracterizados pelos ensaios de slump, massa específica fresca, teor de ar incorporado, resistência à compressão...

Influência do grau de cristalinidade e deformação do quartzo no desencadeamento da reação álcali-agregado; Influence of the crystallinity and deformation of quartz on alkali-aggregate reaction

Bonsembiante, Francieli Tiecher
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.9161%
Este estudo se propôs a avaliar a influência da cristalinidade e da deformação do quartzo na ocorrência da reação álcali-agregado. A influência da cristalinidade do quartzo foi analisada através da mesóstase, material intersticial que constitui as rochas vulcânicas, que é um material composto por grãos sub-microscópicos de quartzo e feldspatos. Para tanto foram selecionadas duas rochas vulcânicas, constituídas por quartzo em diferentes quantidades e com diferentes graus de cristalinidade: um basalto, com pouca quantidade de sílica, sem quartzo livre e cuja mesóstase apresenta grãos pobremente cristalizados; e um riolito, com grande quantidade de sílica e de quartzo livre, além de uma mesóstase com grãos melhor cristalizados. A caracterização da cristalinidade do quartzo mostrou que a mesóstase, que tem aparência de material amorfo em microscopia ótica, apresenta diferentes feições quando observada através de microscopia eletrônica de varredura: mesóstase com grãos criptocristalinos de quartzo e K-feldspatos (Mm); mesóstase com grãos de quartzo e feldspato microcristalinos (Mq); mesóstase constituída predominantemente por argilominerais (Ma). Relacionando-se essas características com a reatividade das rochas verificou-se que o quartzo presente nas mesóstases Mm e Mq reage rápida e intensamente...

Camada de regularização com agregado de granulado de caroço da espiga de milho

Pinto, J.; Pereira, H.; Vilela, P.; Jacinto, C.; Vieira, J.; Paiva, A.; Pereira, S.; Ferreira, J.; Cunha, Vitor M. C. F.; Varum, Humberto
Fonte: 4º Congresso Português de Argamassas e ETICS Publicador: 4º Congresso Português de Argamassas e ETICS
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
48.21391%
Um conjunto de construções antigas localizadas na região de Trás-os-Montes e Alto Douro, Portugal, apresentam caroços de espiga de milho incorporados na camada de enchimento de paredes exteriores de tabique. Esta descoberta tem vindo a estimular o estudo do potencial da aplicação na construção civil deste resíduo agrícola. Um trabalho de investigação preliminar permitiu concluir que este produto natural apresenta uma microestrutura e uma condutibilidade térmica que lhe conferem um interesse de aplicação no contexto do isolamento térmico. Este trabalho de investigação está centrado no estudo do potencial da aplicação de granulado de caroço de espiga de milho como agregado para argamassa ou betão leve de camada de regularização / enchimento. Para o efeito, um trabalho experimental foi desenvolvido de forma a aferir algumas propriedades físicas, mecânicas e de comportamento térmico deste material compósito. Amostras com agregado de argila expandida também foram fabricadas e ensaiadas de forma a funcionarem como referência. Com este trabalho de investigação pretende-se contribuir para uma construção mais sustentável e amiga do ambiente.

Camada de regularização com agregado de granulado de caroço da espiga de milho

Pinto, J.; Pereira, H.; Vilela, P.; Jacinto, C.; Vieira, J.; Paiva, A.; Pereira, S.; Ferreira, J.; Cunha, V.; Varum, H.
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
48.21391%
Um conjunto de construções antigas localizadas na região de Trás-os-Montes e Alto Douro, Portugal, apresentam caroços de espiga de milho incorporados na camada de enchimento de paredes exteriores de tabique. Esta descoberta tem vindo a estimular o estudo do potencial da aplicação na construção civil deste resíduo agrícola. Um trabalho de investigação preliminar permitiu concluir que este produto natural apresenta uma microestrutura e uma condutibilidade térmica que lhe conferem um interesse de aplicação no contexto do isolamento térmico. Este trabalho de investigação está centrado no estudo do potencial da aplicação de granulado de caroço de espiga de milho como agregado para argamassa ou betão leve de camada de regularização / enchimento. Para o efeito, um trabalho experimental foi desenvolvido de forma a aferir algumas propriedades físicas, mecânicas e de comportamento térmico deste material compósito. Amostras com agregado de argila expandida também foram fabricadas e ensaiadas de forma a funcionarem como referência. Com este trabalho de investigação pretende-se contribuir para uma construção mais sustentável e amiga do ambiente.

Blocos de betão leve à base de granulado de caroço de espiga de milho tratado

Silva, Elisabete Cristina Cruz
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
48.101514%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil; O caroço da espiga de milho não é geralmente aproveitado. Estudos recentes sugerem que o caroço da espiga de milho pode ter propriedades materiais análogas às da argila expandida, nomeadamente microestrutura e leveza. A argila é um produto natural, esta passa a ser um material artificial porque resulta de um processo de cozedura. O consumo energético inerente ao processo de fabrico da argila expandida é um indicador que desfavorece o cariz de sustentabilidade deste material de construção. Paralelamente, sendo o caroço da espiga de milho um resíduo agrícola é normalmente necessário proceder à sua queima e, que por sua vez, produz emissões de CO2 para a atmosfera. Em prol do ambiente, pretendeu-se fazer um estudo que visa a aplicação do caroço de espiga de milho como matéria-prima na produção de blocos de betão leve, substituindo assim a argila expandida. No entanto, o granulado de caroço de espiga de milho apresenta algumas desvantagens, tais como uma elevada capacidade de absorção de água e uma baixa massa volúmica quando comparado com a argila expandida. Com esta Dissertação de Mestrado pretendeu-se encontrar soluções que atenuassem estas limitações...

Avaliação experimental de argamassas com agregados leves impregnados com materiais de mudança de fase

Pereira, Vasco Filipe Silva
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
28.77395%
As reduções energéticas no sector dos edifícios é um cuidado que os projetistas devem ter. Para aumentar estas reduções sugere-se a aplicação de técnicas de arrefecimento passivo. Esta dissertação propõe desenvolver uma argamassa com o material de mudança de fase. O presente trabalho descreve uma avaliação experimental de argamassas com materiais de mudança de fase(PCM) para armazenamento de energia térmica. Em alternativa à utilização de PCM encapsulado, utilizou-se como veículo o agregado leve de argila expandida impregnado com PCM. Preconizaram-se dois procedimentos para a incorporação do PCM no agregado leve. Para se avaliar o efeito da dosagem de PCM, foram produzidos três grupos de misturas com agregados leves (LWA) e duas argamassas de referência com agregados naturais. Cada grupo com LWA incluiu três dosagens distintas desse agregado, a saber, 242, 354 e 481 kg/m3, conducentes à incorporação de PCM de 50, 75 e 100 kg/m3, respetivamente. Um desses grupos incluiu o LWA saturado de água, outro incluiu o LWA saturado de PCM e com a superfície seca com ar comprimido e o último incluiu o LWA saturado de PCM seco em estufa. No total foram produzidas 11 argamassas e avaliadas as suas propriedades mecânicas e termofísicas. Do ponto de vista da produção das argamassas...

Caracterização microestrutural da argila expandida para aplicação como agregado em concreto estrutural leve

Moravia,W. G.; Oliveira,C. A. S.; Gumieri,A. G.; Vasconcelos,W. L.
Fonte: Associação Brasileira de Cerâmica Publicador: Associação Brasileira de Cerâmica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
48.50279%
A utilização da argila expandida como agregado graúdo é economicamente viável na fabricação de concretos devido à redução da massa especifica que estes agregados proporcionam, minimizando os carregamentos atuantes nas estruturas. O objetivo deste trabalho é caracterizar a microestrutura do agregado leve de argila expandida visando sua utilização na fabricação de concretos. Na caracterização física da argila expandida foram avaliadas a massa unitária, a granulometria e a absorção de água por imersão total do agregado. Na caracterização microestrutural, foram realizadas análise química, microscopia eletrônica de varredura, difração de raios X e porosimetria por intrusão de mercúrio. A argila expandida apresentou granulometria entre as britas com graduação 0 e 1, e apresentou alta absorção de água devido à elevada porosidade deste agregado. Na análise de difração de raios X evidenciou-se a presença de sílica na forma mineral de alfa-quartzo, silicato de magnésio e óxido de alumínio e magnésio.

Avaliação da zona de transição interfacial pasta-agregado leve em concretos com sílica ativa e látex SBR

Rossignolo,J.A.
Fonte: Rede Latino-Americana de Materiais Publicador: Rede Latino-Americana de Materiais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
58.077676%
Este trabalho aborda o efeito da sílica ativa e do látex de estireno-butadieno (SBR) na zona de transição entre a argila expandida (agregado leve) e a matriz de cimento Portland. Para a avaliação da zona de transição utilizou-se um microscópio eletrônico de varredura (MEV) associado a um sistema de análise quantitativa (espectrografia de Raios-X por dispersão de energia - EDS). No concreto de referência a zona de transição apresentou espessura de 30mim. Com a inclusão de sílica ativa ou de látex SBR nos concretos observou-se a redução da espessura da zona de transição para valores entre 20 e 25mim. Entretanto os menores valores da espessura da zona de transição, entre 8 e 15mim, foram obtidos para os concretos com sílica ativa e látex SBR.

Avaliação do desempenho estrutural em serviço de lajes treliçadas pré-moldadas de concretos com agregados leves

Oliveira,Anderson de; Garcia,Sergio Luis González; Cordeiro,Guilherme Chagas
Fonte: Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído - ANTAC Publicador: Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído - ANTAC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
47.876%
O concreto com agregado leve tem sido cada vez mais empregado em razão da reduzida massa específica, do elevado isolamento térmico e acústico e da melhoria na resistência estrutural a carregamentos cíclicos. Neste trabalho foram estudados concretos com agregados leves com resistência à compressão em torno de 20 MPa e seu desempenho estrutural em lajes treliçadas pré-moldadas. Utilizaram-se três diferentes concretos com valores de massa específica entre 1.200 e 1.600 kg/m³. Os concretos foram avaliados com relação à resistência à compressão (aos 3, 7 e 28 dias) e à absorção total de água (aos 28 dias). Com os três tipos de concreto foram produzidas e ensaiadas à flexão lajes pré-moldadas (duas lajes para cada tipo de concreto), com a avaliação de seu comportamento no estado limite de serviço (ELS) para cargas de curta duração, ou seja, sem considerar efeitos ao longo do tempo. Os resultados mostraram o potencial do uso de concretos com agregados leves nesse tipo de laje estrutural.

Poliestireno expanso reciclado : material alternativo para constru????o civil e naval

Oliveira, Fabiana Gon??alves; Guimar??es, Andr?? Tavares da Cunha
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
37.947224%
Na cidade do Rio Grande s??o depositadas no lixo, um grande volume de poliestireno expanso, sob a forma de embalagens. Como este material n??o ?? reciclado nesta cidade, a Associa????o dos Catadores de Lixo solicitou a FURG que desenvolvesse pesquisa para o reaproveitamento deste material. Uma das possibilidades de uso deste material reciclado pode ser a utiliza????o deste como componente do concreto leve destinado a fabrica????o de diversos elementos na constru????o civil, como brises, enchimentos de lajes nervuradas, blocos para paredes, al??m da utiliza????o na constru????o naval, como elemento leve de enchimento, caix??es para forma????o de lastros entre outros. A primeira parte da pesquisa foi desenvolver um m??todo para soltar as p??rolas de poliestireno expanso que formam as embalagens a serem recicladas, formando assim um agregado leve. Primeiramente foi desenvolvido um m??todo manual, sendo ap??s desenvolvido equipamento mec??nico para aumentar a produ????o e viabilizar financeiramente o projeto. Na segunda parte da pesquisa foram desenvolvidos tra??os de concreto leve para diversas finalidades. Obteve-se um excelente resultado comparando as resist??ncias do concreto leve utilizando poliestireno expanso reciclado com os que utilizam poliestireno expanso encontrado no mercado...

Estudo da adição de argila expandida na formulação de concretos leves

Pereira, Maurício Rodrigues
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais; Processamento de Materiais a partir do Pó; Polímeros e Compósitos; Processamento de Materiais a part Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais; Processamento de Materiais a partir do Pó; Polímeros e Compósitos; Processamento de Materiais a part
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
38.49504%
Lightweight concrete has been the subject of several studies towards the development of new building materials. Emphasis has been given on the particle size effect and nature of aggregates used as raw materials. The present study includes an analysis of the materials that make this kind of concrete, analyzes of mechanical properties such as compressive and tensile strength, in addition to assessments of the interface concrete aggregate/matrix interface, porosity and absorption profile of chloride ions in lightweight concrete based on expanded clay. The experiments were carried out by molding cylindrical samples 100 mm in diameter and 200 mm in height. The dosage experiments were performed without additives or with the addition of minerals: (T1) 1: 2.01: 1.10: 0.78 (T2) 1: 2.00: 1.32 : 0.62 - (T3) 1 :1.93 :1.54: 0.47 (cement : sand : expanded clay 0500 : expanded clay 1506).The water to cement ratio was set to 0.43. Expanded clay minerals with different average particle sizes were used, i.e., 9.5 mm/0500 and 19 mm/1506. The larger aggregate was coated by a glassy layer, yielding lower water absorption characteristics to the concrete. The results showed that the use of light expanded clay aggregates is a technically interesting solution to the production of lightweight concrete for construction applications; Considerando-se as tendências de novos materiais na Construção Civil...

Remoção de frações de óleo leve e pesado de rocha calcária através de sistemas microemulsionados

Santos, Giliane Cristina Medeiros do Nascimento
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.886504%
In this research the removal of light and heavy oil from disintegrated limestone was investigated with use of microemulsions. These chemical systems were composed by surfactant, cosurfactant, oil phase and aqueous phase. In the studied systems, three points in the water -rich microemulsion region of the phase diagrams were used in oil removal experiments. These microemulsion systems were characterized to evaluate the influence of particle size, surface tension, density and viscosity in micellar stability and to understand how the physical properties can influence the oil recovery process. The limestone rock sample was characterized by thermogravimetry, BET area, scanning electron microscopy and X-ray fluorescence. After preparation, the rock was placed in contact with light and heavy oil solutions to allow oil adsorption. The removal tests were performed to evaluate the influence of contact time (1 minute, 30 minutes, 60 minutes and 120 minutes), the concentration of active matter (20, 30 and 40 %), different cosurfactants and different oil phases. For the heavy oil, the best result was on SME 1, with 20 % of active matter, 1 minute of contact time, with efficiency of 93,33 %. For the light oil, also the SME 1, with 20 % of active matter...

Concreto com utiliza??o de agregado gra?do sint?tico produzido a partir da lama vermelha: estudos de dosagem, propriedades e microestrutura

ROS?RIO, K?tia Alrelhia do
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.828896%
Atualmente quest?es relacionadas ? sustentabilidade tem ganhado destaque no cen?rio mundial nos mais variados setores da sociedade. Diversos pesquisadores (LIMA, 2006; HILDEBRANDO, 1998; SOUZA, J., 2010; ROSSI, 2009, etc.) t?m tentado propor uma intera??o entre a ind?stria da constru??o civil e aquelas que desenvolvem atividades de beneficiamento e produ??o mineral, como por exemplo,as de beneficiamento de bauxita. Neste contexto, encontrar uma viabilidade para o aproveitamento de um res?duo gerado em grandes quantidades e sem nenhuma utilidade seria contribuir com a preserva??o do meio ambiente, na medida em que se reduziria o consumo de recursos provenientes de fontes naturais e aumentaria a oferta de insumos no mercado da constru??o. Neste trabalho ser? abordada a viabilidade de produ??o de um concreto, que apresente caracter?sticas que o torne pr?prio ao uso como insumo na ind?stria da constru??o civil, por meio da utiliza??o de um agregado sint?tico obtido a partir da lama vermelha (res?duo do beneficiamento da bauxita). De acordo com o programa experimental executado, os agregados, bem como, os concretos produzidos tiveram suas propriedades analisadas, objetivando estudar o processo de produ??o e dosagem respectivamente. Nos agregados foram realizadas an?lises de: porosidade aparente...

Avaliação experimental de argamassas com agregados leves impregnados com materiais de mudança de fase

Pereira, Vasco Filipe Silva
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
28.77395%
As reduções energéticas no sector dos edifícios é um cuidado que os projetistas devem ter. Para aumentar estas reduções sugere-se a aplicação de técnicas de arrefecimento passivo. Esta dissertação propõe desenvolver uma argamassa com o material de mudança de fase. O presente trabalho descreve uma avaliação experimental de argamassas com materiais de mudança de fase(PCM) para armazenamento de energia térmica. Em alternativa à utilização de PCM encapsulado, utilizou-se como veículo o agregado leve de argila expandida impregnado com PCM. Preconizaram-se dois procedimentos para a incorporação do PCM no agregado leve. Para se avaliar o efeito da dosagem de PCM, foram produzidos três grupos de misturas com agregados leves (LWA) e duas argamassas de referência com agregados naturais. Cada grupo com LWA incluiu três dosagens distintas desse agregado, a saber, 242, 354 e 481 kg/m3, conducentes à incorporação de PCM de 50, 75 e 100 kg/m3, respetivamente. Um desses grupos incluiu o LWA saturado de água, outro incluiu o LWA saturado de PCM e com a superfície seca com ar comprimido e o último incluiu o LWA saturado de PCM seco em estufa. No total foram produzidas 11 argamassas e avaliadas as suas propriedades mecânicas e termofísicas. Do ponto de vista da produção das argamassas...

Concreto leve com vermiculita expandida

Barros, Andréia Gonçalves de Almeida; Cardillo, Harrison Ramon Porto
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
48.20178%
A utilização do concreto leve com vermiculita vem sendo cada vez mais empregada na construção civil, devido as suas características específicas, tais como, a diminuição da massa unitária do concreto, redução dos esforços solicitantes da estrutura, isolamento térmico e isolamento acústico. A substituição dos agregados convencionais pelo agregado leve, ocasiona uma significativa alteração no desempenho de outras propriedades do concreto, com destaque para a resistência mecânica, o módulo de deformação, a durabilidade e a estabilidade dimensional, que precisam ser melhor avaliados para indicar sua aplicação. O presente trabalho objetiva realizar ensaios em dosagens padronizadas para analisar as proporções que trarão uma massa unitária consideravelmente leve com resistências adequadas a diferentes aplicações nas obras.; Engenharia Civil

Concreto leve com baixo consumo de cimento

Santos, Diego Costa
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.802432%
Artigo submetido ao Curso de Engenharia Civil da UNESC - Como requisito parcial para obtenção do Título de Engenheiro Civil.; A indústria da construção civil tem grande impacto social, ambiental e econômico. Seu desenvolvimento, através de novas tecnologias e otimização dos recursos, permite seu crescimento sustentável. O objetivo deste estudo foi produzir concreto leve com baixo consumo de cimento, utilizando borracha reciclada de pneus e adição mineral de metacaulim produzida em laboratório. Para análise do concreto foram realizados ensaios de plasticidade e massa específica no estado fresco e de resistência à compressão e módulo de deformação, no estado endurecido. A raspa de borracha reciclada de pneus foi aplicada em duas concentrações, 10% e 20% do volume do concreto. Nos concretos produzidos foi verificado uma redução na massa especifica do concreto para 2000 kg/m³ e uma redução das propriedades mecânicas se comparado ao concreto de referência (sem adição de borracha e com adição de metacaulim). No entanto, essas composições de concreto leve, realizadas sem o agregado graúdo mostram índices de eficiência do consumo de cimento de 22.9 kg/MPa (486 kg/m3 / 21,2 MPa) [1], permitindo a construção de painéis leves para fachada com melhor isolamento térmico.

Deterioro cognitivo leve: Encuesta sobre actitudes de médicos especialistas y generalistas

Serrano,Cecilia M.; Allegri,Ricardo F.; Caramelli,Paulo; Taragano,Fernando E.; Cámera,Luis
Fonte: Medicina (Buenos Aires) Publicador: Medicina (Buenos Aires)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2007 ES
Relevância na Pesquisa
37.947224%
El deterioro cognitivo leve es una entidad caracterizada por el compromiso predominante de la memoria en ausencia de trastorno funcional. Ha sido asociado a un período predemencial de la enfermedad de Alzheimer. Sin embargo, se considera que otras áreas cognitivas pueden verse afectadas, pudiendo implicar también otras etiologías. Así, algunos profesionales lo consideran un término etiológico, dirigido hacia la enfermedad de Alzheimer y otros un complejo sindromático, incluyendo varias enfermedades. Otro factor agregado que generó confusión ha sido el porcentaje de conversión a demencia. El objetivo de nuestro trabajo fue evaluar la opinión médica sobre el deterioro cognitivo leve y los problemas que genera en la práctica diaria. Se adaptó el cuestionario sobre deterioro cognitivo leve de Dubois y col, 2003; 24 médicos expertos en demencia de Argentina y Brasil (16 neurólogos y 8 psiquiatras) y 30 médicos generalistas aceptaron responder al mismo. Los resultados muestran que el 92% de los médicos expertos piensa que es una entidad heterogénea, no la limitan a un estadio predemencia de la enfermedad de Alzheimer; y el 63% refieren que puede empeorar. El 83% de los expertos inician tratamiento específico utilizando preferentemente anticolinesterásicos...