Página 1 dos resultados de 232 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Processo reparacional em tecido cutâneo e oral de ratos submetidos à incisão cirúrgica com lasers de CO2 e diodo, e com bisturi elétrico e convencional. Uma análise morfométrica ; Healing process on rat skin and toungue submitted to CO2 and diode lasers, eletrosurgery and scalpel incisions. A morphometric analysis

Azevedo, Luciane Hiramatsu
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/10/2005 PT
Relevância na Pesquisa
48.7167%
O objetivo deste estudo foi avaliar e comparar a reparação tecidual após incisões com os lasers de CO2 e de diodo, bisturi elétrico e convencional em língua e pele de 30 ratos Wistar. Incisões de 5 mm de comprimento por 2 mm de profundidade na pele, e de 2,5 mm de comprimento por 1 mm de profundidade na língua, foram feitas nestes tecidos, e os animais sacrificados nos intervalos de zero, 24, 48, 72 horas, 7 e 14 dias após as intervenções. Cortes histológicos foram obtidos das incisões e submetidos a 3 tipos de análises: quantificação do dano tecidual, de mastócitos e da densidade de colágeno tipo I. Os dados foram submetidos à análise estatística pelo teste ANOVA de Kruskal-Wallis e pelo teste de comparações múltiplas de Turkey-Kramer, com nível de significância estabelecida para P < 0,05. Os resultados mostraram que o dano tecidual na pele das incisões realizadas com lasers e bisturi elétrico foi significativamente maior do que o do bisturi convencional (P < 0,05). Quanto às incisões na língua, houve diferença significante de menor dano tecidual resultante da incisão do bisturi convencional comparado com o das incisões realizadas com laser de CO2 2 W, laser de diodo 4 W e bisturi elétrico (P < 0...

Efeitos biológicos do ozônio diluído em água na reparação tecidual de feridas dérmicas em ratos; Biological effects of ozone in water on dermal wound healing in rats

Traina, Andréia Aparecida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
69.246426%
A ozonioterapia tem sido descrita como uma alternativa de tratamento para várias doenças por intervir possivelmente de forma favorável na reparação tecidual. A proposição desta pesquisa foi analisar os efeitos biológicos do ozônio diluído em água no processo de reparação tecidual, empregando duas concentrações diferentes. Foram realizadas feridas dérmicas padronizadas, com a utilização de punch, para excisão de fragmento da pele, com 5mm de diâmetro e profundidade, no dorso de 48 ratos. Os animais foram divididos em quatro grupos, conforme o tratamento realizado: em um grupo as feridas foram irrigadas com água ozonizada na concentração de 4ppm (GO3>), em outro foi utilizada água ozonizada na concentração de 1ppm (GO3<), no grupo controle positivo a água empregada não foi ozonizada (Gágua) e no controle negativo as lesões não receberam tratamento (Gnada). As irrigações foram realizadas durante dez minutos no trans-operatório e durante cinco minutos no pós-operatório diário, e os animais foram sacrificados nos períodos de 2, 7 e 14 dias. Nestes momentos, as feridas foram fotografadas para avaliação macroscópica, sendo que as imagens foram analisadas por software de morfometria (ImageLab2000®)...

Avaliação da reparação tecidual de excisões realizadas em dorso de ratos submetidas à terapia foto-dinâmica com utilização de corante azul de metileno; Wound healing evaluation of excisions performed on the back of rats and submitted to photodynamic therapy mediated by methylene blue dye

Sperandio, Felipe Fornias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
69.52292%
A terapia foto-dinâmica consiste na irradiação luminosa de um determinado tecido ou microorganismo previamente exposto à ação de um corante foto-sensibilizador. Ela é eficazmente utilizada em neoplasias e em processos infecciosos. No entanto, poucos estudos avaliam o efeito desta terapia em reparação tecidual. Estes trabalhos mostram resultados que variam entre satisfatórios e não-satisfatórios. Além disso, os estudos que envolvem a terapia com laser em baixa intensidade e a terapia foto-dinâmica em reparação tecidual preocupam-se, na maioria das vezes, com a organização e quantificação dos componentes da matriz extra-celular. Estudar o epitélio, em contrapartida, por meio das proteínas expressas pelos queratinócitos é igualmente importante, sabendo-se que a reparação da ferida depende também da organização e proliferação das células epiteliais. Este trabalho avaliou a reparação tecidual de excisões realizadas em dorso de ratos submetidas à irradiação com laser em baixa intensidade ou terapia foto-dinâmica mediada pelo corante azul de metileno. Para tal, realizou-se a análise morfológica e histomorfológica das feridas em determinados tempos experimentais, além da análise imunoistoquímica das citoqueratinas 10 e 14 e p63. Os resultados mostraram que a reparação tecidual foi favorecida com a irradiação laser em baixa intensidade...

Efeitos do plasma rico em plaquetas no processo de reparação de feridas dérmicas padronizadas, em ratos; Effect of platelet-rich plasma on the standardized dermal wound healing in rats

Lima, Fábio Luís Moura
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
58.99417%
O uso do plasma rico em plaquetas pode apresentar resultados favoráveis na reparação por se constituir em fonte natural de fatores de crescimento, que podem acelerar a reparação dos tecidos. A proposição desta pesquisa foi analisar os efeitos do plasma rico em plaquetas no processo de reparação tecidual. Foram realizadas feridas dérmicas padronizadas, com a utilização de punch, para excisão do fragmento de pele, com 5mm de diâmetro e 2mm de profundidade, no dorso de 48 ratos. Destes, 40 foram utilizados para análise microscópica e 8 ratos para análise macroscópica. Os animais foram divididos em dois grupos, conforme o tratamento realizado: em um grupo (teste), as feridas foram tratadas com plasma rico em plaquetas e em outro (controle), foi utilizado soro fisiológico. Além disso, utilizamos 5 ratos para a determinação do número de plaquetas presentes no plasma rico em plaquetas. Estas análises foram realizadas no analisador automático de células sangüíneas ABC Vet (ABX DIAGNOSTICS). Dos 40 ratos utilizados para análise microscópica, 5 ratos (grupo teste) e 5 ratos (grupo controle) foram sacrificados nos períodos de 24 horas, 3 dias, 7 dias e 14 dias. Nos 8 ratos utilizados para análise macroscópica...

Efeitos do ozônio diluído em água no reparo de feridas monocorticais em fêmures de ratos induzidos ou não ao diabetes: estudo histomorfológico e histomorfométrico; Aqueous ozone solution irrigations on bone monocortical wound healing in femurs of Wistar rats induced or not to diabetes: histomorphological and histomorphometric study

Frascino, Alexandre Viana Monteiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
48.87414%
Alguns relatos encontrados na literatura sobre as propriedades da molécula de ozônio de interferir de maneira favorável na reparação de tecidos e da sua ação antimicrobiana têm fundamentado emprego do ozônio com fins terapêuticos no tratamento de diversas doenças. Nenhuma pesquisa ainda conseguiu comprovar, por meio de estudos padronizados, os efeitos terapêuticos sobre os processos de reparação óssea desta molécula triatômica de oxigênio quando diluído em água. Nesta investigação foram avaliados os aspectos histomorfológicos e histomorfométricos do processo de reparo tecidual ósseo após a irrigação com 100mL de 4ppm de ozônio diluído em água Milli-Q® durante a perfuração de feridas monocorticais padronizadas, realizadas por meio de broca trefina (2mm), após 7, 14 e 21 dias, em fêmures de ratos Wistar induzidos e não induzidos ao diabetes por injeção intraperitoneal de Estreptozotocina (STZ- Sigma®). Nos grupos controles as feridas foram irrigadas com de 100mL de água Milli-Q® pura. Os resultados histomorfológicos revelaram que os animais diabéticos que receberam o ozônio apresentaram intensa hemorragia, maior proliferação de vasos sanguíneos e trabeculado ósseo imaturo quando comparados aos animais diabéticos não submetidos à aplicação de ozônio em todos os períodos avaliados. Os animais não diabéticos que receberam ozônio apresentaram intenso infiltrado inflamatório e maior proliferação de vasos sanguíneos quando comparados aos animais do grupo controle. Comparativamente as feridas nos animais que receberam a irrigação por meio de água ozonizada mostraram maior proliferação de vasos sanguíneos e trabéculas ósseas mais imaturas quando comparados aos animais dos grupos que não receberam ozônio. A avaliação histomorfométrica mostrou as médias percentuais de trabéculas ósseas neoformadas. O estudo estatístico...

Efeito na reparação óssea periapical da ozonioterapia como coadjuvante ao tratamento endodôntico. Estudo clínico-radiográfico; Effect in periapical bone healing of Ozone therapy as adjuvant to endodontic treatment clinical-radiographic essay

Ferreira, Marina Beloti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
48.806665%
A reparação dos tecidos periapicais testemunha o êxito da terapia endodôntica. Por intervir de forma favorável na reparação tecidual, a ozonioterapia é reconhecida como um importante coadjuvante ao protocolo terapêutico, sendo oportuno verificar sua eficácia no caso da terapia endodôntica. Para isso, foi avaliada, in vivo a influência do gás ozônio, da água ozonizada e óleo ozonizado na reparação tecidual em situações de necrose pulpar com alterações ósseas periapicais, diagnosticado e caracterizado como quadros de infecção primária. Foram feitas radiografias previamente e ao final do tratamento e novamente no terceiro e no sexto mês após a conclusão da terapia endodôntica. Respeitando-se os critérios de inclusão, 36 pacientes da Clínica Odontológica da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo foram divididos aleatoriamente em 3 grupos: Grupo I (12 dentes) Controle: tratamento endodôntico segundo protocolo da Disciplina de Endodontia da FOUSP; Grupo II (12 dentes) protocolo terapêutico empregado pelo Grupo I e associado ao final com irrigação de 10 mL de água bidestilada ozonizada na concentração de 8 g/mL; e, Grupo III (12 dentes) protocolo terapêutico empregado pelo Grupo I e associado ao final do preparo do canal da aplicação de 10 mL do gás ozônio na concentração de 40 g/mL. Foi utilizado como medicação intracanal o hidróxido de cálcio veiculado em PRP no Grupo I e o óleo de girassol ozonizado (Philozon...

Avaliação do processo de reparação tecidual após Exérese realizada com bisturi convencional e bisturi harmônico Harmonic® de necrose induzida em língua de rato: estudo macroscópico e histológico

Achkar, Vivian Narana Ribeiro El
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
48.63979%
Pós-graduação em Biopatologia Bucal - ICT; The Harmonic® scalpel (HS) was shown in surgical practice for more than a decade, with the aim of minimizing the risks of electro-surgical technologies, local energy damage and/or peripheral, in addition to complications associated with monopolar energy. Characterize by the conversion of electrical energy into mechanical energy leading to active blade vibration of 55,500 Hz per second producing a secondary heating which promotes the formation of a blood clot while cutting, adhesive sealing veins and lymphatic vessels of up to 5 mm in diameter. Contributes to the reduction of the time of surgery, postoperative pain and blood loss with lower temperatures when compared to electric scalpel and high-power lasers radiation. Considering the several advantages attributed to HS and the paucity of literature regarding was deemed necessary a study that evaluates the parameters on tissue repair of surgical treatment with HS when compared with the conventional scalpel (CS), taking into account the stages of tissue repair in the tongue. For that a necrosis induction of lateral border of tongue was held in 18 rats divided into 2 groups for surgical removal of the lesion with HS and CS. Three rats per group were sacrificed at 7...

Funcionalização de celulose bacteriana com peptídeo RGD para reparação tecidual de pele

Lopes, Rute
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 109 f. : il. -
POR
Relevância na Pesquisa
48.63979%
Pós-graduação em Química - IQ; Bacterial cellulose (BC) exhibits a broad diversity of applications. The aim of this study was to develop a scaffold or temporary dressing for skin tissue repair, whereof the BC would be functionalized with an RGD peptide. The synthesized materials were physicochemically characterized and submitted to in vitro analyses to assess their capacity of stimulating fibroblasts adhesion, proliferation and immune response. The developed materials would be applied in skin tissue repair that may be hampered by a series of sistemic factors, such as diabetes, smoking and nutritional deficiency. In theses cases, the usage of biomaterials as a drug delivery system or wound dressing, aiding or accelerating the repair and healing processes, becomes a necessity. The RGD peptide sequence (Arginine-Glycine-Aspartic Acid) is found in many extracellular matrix (ECM) proteins, and it is frequently used to promote cell adhesion, mediated by integrins, in biomaterials. The synthesized peptide sequence was chosen by means of computational analysis. Two types of membrane were synthesized, the BC-RGDAds in which the RGD peptide was adsorbed, and the BC-RGDImz in which the peptide was covalently bonded to the membrane, therefore...

Estudo do efeito radioprotetor da vitamina E (dl-alfa-tocoferil) na reparação tecidual em ratos

Flavio Ricardo Manzi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/02/2001 PT
Relevância na Pesquisa
48.63979%
Sendo já descrito na literatura, o efeito deletério da radiação ionizante nos tecidos vivo, propõe-se com este trabalho avaliar a ação da vitamina E como radioprotetor no processo de reparação tecidual em ratos, que sofreram um procedimento cirúrgico, onde foi realizada uma ferida na região dorsal anterior. Os animais foram divididos em 8 grupos: grupo C (controle) - realização da ferida, grupo VE60 - pré-tratamento com vitamina E (60 UI) e realização da ferida, grupo VE90 - pré-tratamento com vitamina E (90 UI) por via intraperitonel e realização da ferida, grupo IRR - ferida e irradiação de suas bordas 3 dias após à cirurgia, grupo VE60lRR - pré tratamento com vitamina E (60 UI), realização da ferida e irradiação de suas bordas 3 dias após à cirurgia, grupo VE90lRR - pré tratamento com vitamina E (90 UI), realização da ferida e irradiação de suas bordas 3 dias após à cirurgia, grupo OOL - pré tratamento com óleo de oliva e realização da ferida e grupo OOLlRR - pré tratamento óleo de oliva, realização da ferida e irradiação das bordas 3 dias após à cirurgia. Os dias de obtenção das peças para análise foram 4, 7, 14 e 21 dias após à produção das feridas. A ação radioprotetora da vitamina E foi avaliada pelos seguintes métodos: coloração por hematoxilina-eosina para análise morfológica do tecido de granulação...

Efeito da irradiação local por eletrons no processo de reparação tecidual, em ratos diabeticos

Rivea Ines Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2001 PT
Relevância na Pesquisa
48.875093%
As radiações ionizantes e certos estados patológicos, como a diabetes mellitus, determinam alterações nos fenômenos biológicos do reparo tecidual. O presente trabalho experimental teve por finalidade pesquisar o efeito da irradiação por elétrons sobre os componentes do tecido de granulação, na pele de ratos diabéticos. Para tanto, 48 ratos da linhagem Wistar foram separados em 4 grupos: animais-controle, animais normais irradiados, animais diabéticos e animais diabéticos irradiados. Inicialmente, o estado diabético foi induzido por meio da administração intravenosa de estreptozotocina. Após 15 dias da indução, todos os animais foram submetidos a um ato cirúrgico para a realização de uma ferida excisional, na região dorsal anterior. No 3° dia pós-operatório, apenas uma área que compreendia cerca de 1cm, lateralmente a cada margem do ferimento, foi irradiada com uma dose única de 1,OGy, por feixes de elétrons com 6MeV de energia. A reparação tecidual foi estudada aos 4,7,13 e 21 dias que sucederam a cirurgia, por microscopias ópticas comum e de polarização. Empregou-se as técnicas de coloração por hematoxilina-eosina, visando à observação das características morfológicas do tecido de granulação...

Efeito da radiação de eletrons na reparação tecidual

Solange Maria de Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/1996 PT
Relevância na Pesquisa
49.349995%
O presente trabalho teve como finalidade estudar o efeito de baixas doses de radiação de elétrons no processo de reparação tecidual em ratos. Para tanto, os animais sofreram um procedimento cirúrgico, onde foi produzida uma ferida retangular, medindo 2,3 cm por 1,4 cm, na sua região dorsal anterior. No momento da irradiação, as feridas produzidas foram protegidas, sendo irradiada somente uma região corresponde a 1,0 cm lateralmente à cada borda da ferida, com todo o restante do corpo do animal também protegido. A irradiação foi realizada para um grupo de animais, imediatamente após a abertura da ferida. O outro grupo sofreu a irradiação 3 dias após esse procedimento. O processo de reparação tecidual foi estudado aos 2, 4, 7, 11, 14, 17 e 21 dias após o procedimento cirúrgico para o primeiro grupo, enquanto para o segundo grupo de animais, a reparação tecidual foi avaliada 5, 7, 10, 14, 17, 20 e 24 dias também após a abertura da ferida. Cada grupo irradiado foi comparado com. grupos controles correspondentes, os quais não sofreram irradiação. O processo de reparação tecidual foi avaliado pelos seguintes métodos: coloração pela hematoxilina - eosina, que possibilitou avaliar a mortologia do tecido de granulação; reação histoquímica de metacromasia pelo azul de toluidina pH 4...

Estudo morfológico do efeito radioprotetor da vitamina E (dl-alfa-tocoferil) na reparação tecidual em ratos

Manzi,Flávio Ricardo; Bóscolo,Frab Norberto; Almeida,Solange Maria de; Tuji,Fabricio Mesquita
Fonte: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem Publicador: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
68.919775%
Esta pesquisa teve por finalidade avaliar a ação da vitamina E como radioprotetora no processo de reparação tecidual em ratos, após sofrerem um procedimento cirúrgico, que consistiu da produção de uma ferida na região dorsal anterior. Os animais foram divididos em cinco grupos: grupo CO (controle) - constituído de animais em que foi produzida somente a ferida; grupo VE - pré-tratamento com vitamina E (90 UI); grupo IR - irradiação três dias após a cirurgia; grupo VEIR - pré-tratamento com 90 UI de vitamina E e irradiação de suas bordas três dias após a cirurgia; grupo OIR - pré-tratamento com óleo de oliva e irradiação de suas bordas três dias após a cirurgia. A ação radioprotetora da vitamina E foi avaliada pela coloração por hematoxilina-eosina para análise morfológica do tecido de granulação, aos 4, 7, 14 e 21 dias após a cirurgia. A análise dos resultados mostrou que o retardo no processo de reparação tecidual causado por 6 Gy de radiação de elétrons com feixe de 6 MeV não ocorreu no grupo de animais que recebeu vitamina E, mostrando-se esta substância efetiva como radioprotetora.

Avaliação do efeito radioprotetor do selenito de sódio no processo de reparação tecidual em ratos

Tuji,Fabrício M.; Almeida,Solange M.; Bóscolo,Frab Norberto; Manzi,Flávio Ricardo
Fonte: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem Publicador: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2005 PT
Relevância na Pesquisa
48.55155%
OBJETIVO: Avaliar a ação radioprotetora do selenito de sódio no processo de reparação tecidual. MATERIAIS E MÉTODOS: Ratos Wistar foram submetidos a procedimento cirúrgico para a realização de ferida na região dorsal. Os animais foram divididos em quatro grupos experimentais: controle, selênio, irradiado e selênio-irradiado. Os grupos selênio e selênio-irradiado receberam 2,0 mg/kg de selenito de sódio, 48 horas após a cirurgia. Os grupos irradiado e selênio-irradiado foram submetidos à irradiação em dose única de 6 Gy, administrada somente nas bordas das feridas. Após 4, 7, 13 e 21 dias do procedimento cirúrgico, os animais foram sacrificados e avaliados por meio de análise morfológica, histoquímica e birrefringência do tecido. RESULTADOS: O aspecto estrutural e morfológico, assim como a qualidade do tecido e sua maturação através da quantidade e disposição dos feixes de fibras colágenas, juntamente com o seu grau de orientação macromolecular, permitiu observar a presença de intenso retardo provocado pela irradiação, bem como o efeito radioprotetor do selenito de sódio no processo de reparação. CONCLUSÃO: Dentro das condições experimentais utilizadas, o selenito de sódio apresentou-se como radioprotetor eficaz...

Componentes ricos em plaquetas na reparação de afecções tendo-ligamentosas e osteo-articulares em animais

Maia,Leandro; Souza,Maria Verônica de
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
58.779497%
O plasma rico em plaquetas e o concentrado de plaquetas são fontes de diversos fatores de crescimento, com grande potencial terapêutico. Uma vez liberados dos grânulos alfa das plaquetas ativadas, esses fatores atuarão no sítio da lesão, estimulando a quimiotaxia, fibroplasia e angiogênese, melhorando assim a reparação tecidual. Embora esses componentes ricos em plaquetas sejam de fácil obtenção e de eficácia comprovada na medicina humana e odontologia, a utilização desses componentes na medicina veterinária é relativamente recente, necessitando ainda de estudos controlados. Neste artigo, os aspectos morfológicos das plaquetas, a ação dos fatores de crescimento e a utilização de componentes ricos em plaquetas na reparação tecidual de estruturas tendo-ligamentosas e osteo-articulares são revisados.

Implante de membranas de PLLA/Trietil-Citrato como alternativa no tratamento de feridas cutâneas

Cardoso,Lenon; Usero,Raphael; Catani,Silvia M. M.; Barbo,Maria L. P.; Esposito,Andrea R.; Duek,Eliana A. R.
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
48.55155%
Polímeros sintéticos biorreabsorvíveis podem ser utilizados sob a forma de membranas para sustentar e guiar o crescimento celular, através do processo de reparação tecidual. Este trabalho avaliou membranas de poli(ácido lático), PLLA, com adição de 10% de trietil-citrato usadas como curativos de feridas cutâneas agudas em ratos Wistar. Inicialmente uma ferida de 2cm² foi provocada na região dorsal de 24 animais. Estes foram divididos em 2 grupos: tratamento, nos quais as feridas foram recobertas pela membrana polimérica e controle, com feridas permanecendo cruentas. Os resultados obtidos em 1, 3, 7 e 15 dias mostraram uma resposta inflamatória mais satisfatória nas feridas protegidas pelas membranas, com reparação precoce e colágeno mais organizado quando comparadas com as áreas incialmente mantidas sem proteção. Além do que, as áreas protegidas pelas membranas não mostraram alterações inflamatórias irritativas que pudessem ser imputadas ao uso da membrana polimérica. Diante disso, conclui-se que a membrana de PLLA/Trietil-citrato protegeu efetivamente as feridas, permitindo o processo de reparação e mostrando-se promissora como curativo cutâneo.

Avaliação Pré-Clínica da Toxicidade Dérmica e Reparação Tecidual de uma Formulação Semi-Sólida do Óleo de Linhaça (Linum usitatissimum L.) em Roedores e Coelhos

de Souza Franco, Eryvelton; Bernadete de Souza Maia, Maria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
68.919775%
O óleo de Linum usitatissimum L. (linhaça) é rico em ácidos graxos poliinsaturados (AGPI) como os ácidos graxos essenciais (linolênico (ω-3), linoléico (ω-6)) e ácido graxo monoinsaturado (AGMI) oléico (ω-9). Considerando a importância dos AGPI e AGMI na manutenção da integridade da pele e processos inflamatórios, este teve como objetivo avaliar a toxicidade dérmica e reparação tecidual de uma formulação semi-sólida do óleo de linhaça (FSSOL) em roedores e coelhos. Para a avaliação da toxicidade foram utilizamos a FSSOL (1%, 5%, 10% ou 50%) ou óleo de linhaça, em diferentes modelos experimentais, a partir dos protocolos 402 em camundongo Swiss (n=6); 404 em coelhos albinos (n=4); 405 em coelhos albinos (n=4) e 406 em guinea pig (n=6), publicados pela Organization for Economic Co-operation and Development (OECD), bem como outros aspectos preconizados pelo Guia para a realização de estudos de toxicidade pré-clínica de fitoterápicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). A FSSOL em diferentes concentrações (1%, 5% ou 10%) ou óleo de linhaça foram avaliados em modelos experimentais de ferida exicional (durante 14 dias) e incisional (durante 10 dias) em ratos Wistar (n=6) e comparado com grupos controles negativo (vaselina) e positivo (Dersani®). Através dos modelos de feridas...

Reparação tecidual em língua de hamster tratada com bisturi convencional, elétrico e radiação laser: estudo clínico e histológico

Morosolli, Aline Rose Cantarelli
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
58.943726%
A presente pesquisa teve como objetivo avaliar e comparar o processo de reparação tecidual após exérese de lesão, induzida quimicamente por oleato de monoetanolamina 5% (Ethamolin®), em borda lateral de língua de hamster tratada com bisturi convencional, bisturi elétrico, radiação laser de CO2 e de Nd:YAG. Foram utilizados 80 hamsters, de ambos os sexos, os quais, foram avaliados nos períodos de sete, 14, 21 e 28 dias pós-operatórios por meio das análises clínica, histomorfológica e histomorfométrica das fibras musculares esqueléticas. A análise clínica evidenciou perda tecidual da língua nos grupos estudados. Na análise histomorfológica foi observado que a dinâmica do processo de reparação tecidual foi mais rápida no grupo bisturi convencional do que nos demais grupos. Os dados obtidos a partir da avaliação estatística da histomorfometria das fibras musculares esqueléticas foram submetidos à análise de variância (ANOVA - uma via) e ao teste de Comparações Múltiplas de Tukey, com nível de significância de p<0,05, os quais, mostraram que a densidade de fibras musculares esqueléticas neoformadas aumentou no grupo bisturi convencional quando comparado com os grupos bisturi elétrico (p<0,01), radiação laser CO2 (p<0...

Influencia das lectinas PHA, de Phaseolus vulgaris, WGA, de germe de trigo e jacalina, de Artocarpus integrifolia, no processo de reparação tecidual da pele de ratos

Ana Maria Sell
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/11/1998 PT
Relevância na Pesquisa
49.06713%
A reparação é caracterizada por diversos eventos celulares e humorais que ocorrem de forma integrada. As lectinas são glicoproteínas com diversas atividades biológicas, tais como a ativação de células inflamatórias e a secreção de citocinas ''I' que ativam fibroblastos, as quais podem influenciar o reparo. Este trabalho teve como objetivo avaliar a influência das lectinas PHA, WGA e jacalina na reparação tecidual. As respostas inflamatórias in vivo e a influência das lectinas sobre a proliferação de fibroblastos in vitro, também foram avaliadas. Para avaliar a reparação, 300 J.1g1mL de cada lectina foram aplicados sobre as feridas provocadas no dorso de ratos Wistar, com punch de biópsia de 8 milímetros. A retração das feridas foi medida diariamente, após a aplicação. Nos dias 3, 7, 11 e 15 foram realizadas as análises histológicas, em cortes corados com hematoxilina eosina e impregnados pela prata. Os efeitos inflamatórios foram avaliados após injeção intradérmica das lectinas. A proliferação de fibroblastos, na presença das lectinas, foi avaliada por técnica colorimétrica. PHA acelerou a reparação. Aumentou o depósito e a maturação das fibras de colágeno e antecipou a reepitelização. As análises histológicas revelaram reação inflamatória...

Reparação tecidual em ratos diabeticos submetidos a baixas doses de radiação de eletrons em corpo todo

Mariliani Chicarelli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
48.779497%
O presente trabalho propôs-se a avaliar o processo de reparação tecidual de feridas, em ratos diabéticos, após exposição à radiação ionizante. Os animais foram divididos em quatro grupos: grupo controle, grupo diabético, grupo irradiado e grupo diabético irradiado. Todos os animais foram submetidos a um processo cirúrgico, no qual foi realizada a produção de uma ferida na região dorsal dos mesmos. Três dias após a cirurgia, os grupos irradiado e diabético irradiado foram submetidos a exposição de 1 Gy de radiação de elétrons, em dose única e corpo todo. Após 4, 7, 13 e 21 dias da produção da ferida, todos os animais foram sacrificados e o tecido correspondente à ferida ou cicatriz, submetidos à análise histolégica para avaliação morfológica e ultra-estrutural. Os resultados mostraram que 1 Gy de radiação de elétrons com um feixe de 6 MeV, causou retardo no processo de reparação tecidual, mas não impediu a evolução do processo e quando comparados os dois grupos irradiados, o efeito da radiação de elétrons foi mais intenso no processo de reparação dos animais diabéticos; The present research proposes to avaliate the repairing process of wound tissue, in diabetic rat, after exposition at ionization radiation. The animals were divided in four groups: control group...

Estudo do efeito radioprotetor da vitamina A na reparação tecidual em ratos

Patricia Maria Usberti Vizioli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2002 PT
Relevância na Pesquisa
48.63979%
Considerando os efeitos prejudiciais da radiação ionizante nos tecidos vivos, o presente trabalho propôs-se a avaliar o efeito radioprotetor da vitamina A na reparação tecidual em ratos, que foram submetidos a um procedimento cirúrgico, visando a realização de uma ferida na região dorsal. Os animais foram divididos em quatro grupos experimentais: Grupo Controle (GC), correspondente aos animais que receberam apenas o procedimento cirúrgico; Grupo Irradiado (GI), constituído por animais que receberam uma dose de 6 Gy de irradiação gama, corpo-total, setenta e duas horas após o procedimento cirúrgico; Grupo Vitamina A (GVA), composto por animais que receberam 15.000 UI de vitamina A quarenta e oito horas após o procedimento cirúrgico e Grupo Vitamina A Irradiado (GVAI), que além dos procedimentos do grupo anterior, foram irradiados setenta e duas horas após a cirurgia. A evolução do processo de reparação tecidual foi observada aos 4, 7, 14 e 21 dias após a produção da ferida, pelos seguintes métodos: coloração por hematoxilina e eosina para observações morfológicas do tecido de granulação e morfometria dos fibroblastos presentes neste tecido; coloração de Mallory para visualização da fibroglia; coloração pelo Picrosírius para avaliação qualitativa e quantitativa da birrefringência dos feixes de colágeno e reação histoquímica do azul de toluidina para exame do dicroísmo linear. A avaliação dos resultados permitiu concluir que a vitamina A foi efetiva como radioprotetor...