Página 1 dos resultados de 12423 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Regulação da expressão da fímbria CupD por sistemas de dois componentes de Pseudomonas aeruginosa Pa14 e ensaios de virulência no hospedeiro-modelo Dictyostelium discoideum; Genes involved with Pseudomonas aeruginosa PA14 pathogenicity: characterization of the promoter regions and virulence assays in the Dictyostelium discoideum host model

Borges, Ana Laura Boechat
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
709.8503%
Pseudomonas aeruginosa é uma gamaproteobactéria ubíqua capaz de infectar indivíduos imunocomprometidos e causar infecções hospitalares. Entre duas repetições diretas situadas na ilha de patogenicidade PAPI-1 da linhagem PA14, encontram-se dois grupos de genes transcritos em direções opostas. O primeiro, composto de pvrS, pvrR, rcsC e rcsB, codifica proteínas de sistemas de dois componentes e está relacionado com virulência, enquanto o segundo compreende cinco genes (cupD1-D5) e codifica uma fímbria do tipo chaperoneusher, com alta similaridade com o grupo cupA, envolvido na formação de biofilme em outras linhagens de P. aeruginosa. Fímbrias da mesma família são importantes na patogenicidade de outras bactérias. Com o objetivo de estudar a relação entre esses dois grupos de genes, procurou-se caracterizar sua organização por ensaios de RT-PCR, que possibilitaram observar a disposição dos genes dos sistemas de dois componentes em dois operons distintos (pvrRS e rcsCB) e, pelo menos, cupD1-cupD2 como uma unidade transcricional, com indícios apontando para a organização de cupD1-D5 em um único operon. Os inícios de transcrição e as regiões promotoras de cada operon foram caracterizados por experimentos de RACE 5 e extensão de oligonucleotídeo marcado em busca de seqüências relevantes para a ativação da expressão desses genes. Visando investigar a regulação da expressão da fímbria CupD pelos sistemas de dois componentes codificados pelos genes adjacentes...

Prevalência de beta-lactamases de amplo espectro e metilases RNAr 16S em isolados clínicos de Pseudomonas aeruginosa multirresistentes recuperados em diferentes hospitais de São Paulo; Prevalence of Extended-spectrum beta-lactamase and 16S rRNA methylases in clinical isolates of multidrug-resistant Pseudomonas aeruginosa recovered from differents hospitals in São Paulo

Silva, Mariama Tomaz Nogueira da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
714.89125%
Introdução e objetivos: A produção de beta-lactamases de espectro ampliado (ESBLs) tem sido restrita a espécies do gênero Klebsiella spp. e E. coli, sendo associada a altos índices de resistência, morbidade e mortalidade. Uma vez que os determinantes genéticos para ESBLs (genes blaESBL) são mediados por plasmídios, a sua disseminação para outras espécies de importância médica é considerada uma urgência epidemiológica. Os genes que codificam para ESBLs são mais comumente encontrados em membros da família Enterobacteriaceae, porém, plasmídeos, integrons, e sequências de inserção têm contribuído para o aumento da incidência de genes blaESBL entre outras bactérias Gramnegativas, incluindo Pseudomonas aeruginosa. Infelizmente, uma das maiores dificuldades associada à identificação precoce da produção de ESBL em agentes de infecção hospitalar como Pseudomonas aeruginosa tem sido a padronização de métodos fenotípicos, os quais são afetados por resultados falso-negativos, decorrentes de mecanismos intrínsecos que mascaram a presença destas enzimas (i.e., produção de beta-lactamase AmpC de origem cromossômica). O presente estudo teve como objetivo caracterizar feno e genotipicamente a produção de ESBLs em isolados clínicos de P. aeruginosa recuperados de diferentes hospitais do Estado de São Paulo durante o período de 2004-2008. Materiais e métodos: 35 amostras de P. aeruginosa provenientes de 4 diferentes centros médicos de São Paulo...

Alterações da permeabilidade e expressão de bombas de efluxo em isolados clínicos de Pseudomonas aeruginosa resistente ao imipenem; Permeability alterations and expression of efflux pumps in clinical isolates of imipenem-resistant Pseudomonas aeruginosa

Neves, Patricia Regina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
710.7953%
Introdução: Isolados clínicos de Pseudomonas aeruginosa multirresistentes estão associados a elevadas taxas de mortalidade. A resistência ao imipenem é uma urgência global, uma vez que é considerado o tratamento de escolha para infecções associadas a bactérias Gram negativas multirresistentes. Assim, elucidar os mecanismos de resistência é de vital importância para realizar um controle epidemiológico efetivo da disseminação deste tipo de isolado. Objetivos: Caracterizar os principais mecanismos de resistência ao imipenem em 76 isolados clínicos brasileiros de Pseudomonas aeruginosa, recuperados em 2004/2007, de 4 centros hospitalares do Estado de São Paulo. Material e métodos: Foram investigados: i) o perfil de resistência com determinação da CIM do imipenem; ii) a detecção de metalo-betalactamases (MBL) através de métodos fenotípicos e genotípicos; iii) a sensibilidade e especificidade do método de dupla difusão do disco na detecção de MBL; iv) a presença de genes codificadores de metilases 16S RNAr e sua associação com fenótipos aminoglicosídeo resistentes; v) alterações da permeabilidade por perda da porina OprD; vi) a presença ou ausência do gene oprD por PCR; vii) triagem fenotípica para expressão de bombas de efluxo através da determinação da CIM de quinolonas...

Caracterização da superexpressão do fator sigma ECF σx em Pseudomonas aeruginosa PA14; Characterization ofthe ECF sigma fator σx overexpression in Pseudomonas aeruginosa PA14.

Boechat Borges, Ana Laura
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
710.7953%
Pseudomonas aeruginosa é uma proteobactéria do grupo gama muito versátil, capaz de colonizar ambientes variados e infectar hospedeiros filogeneticamente distintos, incluindo humanos imunocomprometidos. Os fatores sigma de função extracitoplasmática (ECF) são membros de sistemas de sinalização de superfície celular (CSS), abundantes em P. aeruginosa. Vinte genes codificando fatores sigma ECF estão presentes nos genomas sequenciados de P. aeruginosa, a maioria fazendo parte de sistemas TonB relacionados à captação de ferro. Neste trabalho, seis fatores sigma pobremente caracterizados foram superexpressos na linhagem PA14 a partir de um promotor induzível por arabinose para investigar seu papel na expressão dos sistemas de dois componentes PvrSR e RcsCB, que atuam na regulação da fímbria CupD, além de sua influência no crescimento de culturas de P. aeruginosa. Não foi observado efeito positivo de nenhum dos fatores sigma testados na expressão dos sistemas de dois componentes e a superexpressão de cinco deles tampouco levou a qualquer alteração no crescimento, porém a produção de piocianina foi alterada na superexpressão de PA14_55550 e a superexpressão de PA14_26600 e PA14_46810 levou a um discreto aumento no início da formação de biofilme em PA14. Por outro lado...

Busca por alvos de regulação pelo segundo mensageiro c-diGMP em Pseudomonas aeruginosa; Search for c-di-GMP regulation targets in Pseudomonas aeruginosa

Nicastro, Gianlucca Gonçalves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
709.5488%
Recentemente, o bis-(3',5')-di-guanosina monofosfato cíclico (c-di-GMP) surgiu como uma importante molécula sinalizadora nas bactérias. Essa molécula foi identificada como uma das responsáveis pelo controle do comportamento bacteriano e está relacionada com a patogenicidade e a adaptação de diversas bactérias, coordenando a expressão de genes envolvidos com virulência, motilidade e formação de biofilme. O mecanismo pelo qual c-diGMP atua vem sendo motivo de estudo de vários grupos de pesquisa nos últimos anos. Já foi demonstrado o papel dessa molécula em diferentes etapas do controle da expressão gênica. Acredita-se que a manipulação dos níveis de c-di-GMP pode ser uma nova abordagem terapêutica contra bactérias patogênicas. Pseudomonas aeruginosa é uma proteobactéria do grupo gama, que atua como um patógeno oportunista, causando infecções em pacientes imunocomprometidos, sendo o maior causador de infecções crônicas em pacientes portadores de fibrose cística. O genoma de P. aeruginosa PA14 apresenta vários genes que codificam proteínas envolvidas no metabolismo e/ou ligação de c-di-GMP, o que pode indicar um amplo papel regulatório deste nucleotídeo nessa bactéria. Uma associação infundada entre níveis elevados de c-di-GMP e a resistência aos antibióticos é geralmente assumida...

Detecção fenotípica e genotípica de carbapenemases em isolados de hemoculturas de Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter spp; Phenotypic and genotypic detection of carbenemases in isolates from blood cultures of Pseudomonas aeruginosa and Acinetobacter spp

Fung, Liang
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
709.699%
A resistência aos carbapenêmicos em amostras de Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter spp aumentou na última década. Vários surtos causados por esses agentes já foram descritos no Brasil. O presente estudo comparou métodos fenotípicos de triagem de carbapenemase em P. aeruginosa e Acinetobacter spp. isolados de hemoculturas de pacientes internados no HC-FMUSP. Foram estudados 108 isolados de P. aeruginosa identificados por sistema automatizado Vitek® e 50 isolados Acinetobacter spp. identificados pelo método miniaturizado API20NE. A determinação inibitória mínima dos carbapenêmicos foi realizada pela técnica de microdiluição em caldo e a tipagem molecular pela técnica de eletroforese em campo pulsado (PFGE). Os genes codificadores de carbapenemase foram identificados por meio da técnica de reação em cadeia da polimerase (PCR) e foi avaliada a hidrólise de imipenem de todos os isolados positivos para esses genes. Sensibilidade, especificidade, valor preditivo negativo e positivo dos testes fenotípicos foram calculados usando como padrão-ouro a detecção dos genes codificadores das carbapenemases por PCR. Nos isolados de Acinetobacter spp, foram pesquisados os genes das oxacilinases, dos quais quarenta e nove (98%) apresentaram pela técnica de PCR genes codificadores da enzima Oxa-51-like...

Pesquisa de Acinetobacter sp e Pseudomonas aeruginosa produtores de metalo-β-lactamase em hospital de emergência de Porto Alegre, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil; Investigation of metallo-β-lactamase-producing Acinetobacter sp and Pseudomonas aeruginosa at an emergency hospital in Porto Alegre, State of Rio Grande do Sul, Brazil

Laranjeira, Vani dos Santos; Marchetti, Desirèe Padilha; Steyer, Juçara Rodrigues; Corcao, Gertrudes; Picoli, Simone Ulrich
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
710.3084%
Introdução: O aparecimento de Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter sp produtores de metalo-β-lactamases (MBLs) é um desafio para os hospitais. Métodos: Verificou-se a produção de MBL em cepas clínicas de Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter sp de um hospital de emergência de Porto Alegre pelo método de aproximação de disco e E-test MBL. Os genes bla foram pesquisados pela PCR. Resultados: Duas cepas de Pseudomonas aeruginosa e oito Acinetobacter sp demonstraram fenótipo de MBLs. A amplificação do gene blaSPM-1 confirmou a enzima em P. aeruginosa.. Conclusões: Deve-se ter cautela ao avaliar testes fenotípicos utilizados na detecção rotineira de metalo-enzima.; Introduction: The appearance of metallo-β-lactamase (MBL)-producing Pseudomonas aeruginosa and Acinetobacter sp. is a challenge for hospitals. Methods: The production of MBL in clinical isolates of Pseudomonas aeruginosa and Acinetobacter sp. From an emergency hospital in Porto Alegre was investigated using the disk approximation test and MBL E-test. The bla genes were determined using PCR. Results: Two strains of Pseudomonas aeruginosa and eight of Acinetobacter sp were shown to be MBL phenotypes. Amplification of the blaSPM-1 gene confirmed the presence of the enzyme in P. aeruginosa. Conclusions: Caution is needed in evaluating phenotype tests used for routine detection of metallo-β-lactamases.

Análise genômicae suscetibilidade de Pseudomonas aeruginosa isoladas de rede de água de consultórios odontológicos da cidade de Barretos-SP

Oliveira, Ana Claudia de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: v, 51 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
709.69414%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Microbiologia Agropecuária - FCAV; Foram estudadas 180 amostras de água de 45 consultórios odontológicos da cidade de Barretos-SP, com o objetivo de isolar, identificar, determinar a contagem de isolados de Pseudomonas aeruginosa UFC/mL, determinar o perfil clonal e avaliar a diversidade genômica dos isolados e a suscetibilidade das mesmas frente a diferentes antibióticos. As amostras de água foram filtradas em filtro Millipore® e a membrana colocada sobre o centro de uma placa de Petri contendo agar cetrimida, As colônias típicas de bactérias do gênero Pseudomonas foram identificadas pelo método de Gram, inoculação em TSI agar (Triple Sugar Iron), crescimento a 42ºC, produção de pigmento, produção de alginato, oxidase, motilidade e alcalinização da acetamida. O teste utilizado para análise genômica foi o ERIC-PCR. Dos 76 (42,2%) isolados de Pseudomonas aeruginosa, 15 eram provenientes das amostras de torneira de lavagem das mãos, 18 de reservatório de garrafa pet, 23 de seringa tríplice e 20 do motor de alta rotação. Todos os isolados de Pseudomonas aeruginosa foram submetidos ao teste de suscetibilidade segundo a técnica de Kirby- Bauer. Dos antibióticos testados o que apresentou melhor resultado quanto à sensibilidade (65...

Sorologia anti-IgG para detecção da infecção pulmonar por Pseudomonas aeruginosa em pacientes com fibrose cística atendidos no Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas; Anti-IgG serology for detection of Pseudomonas aeruginosa pulmonary infection in cystic fibrosis patients attended at the Campinas State University Hospital

Renan Marrichi Mauch
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
711.3847%
A Fibrose Cística (FC) é uma doença genética decorrente da disfunção da proteína reguladora da condutância transmembrana (CFTR), essencial para o transporte de íons e água pela membrana celular, sendo a doença pulmonar a mais preponderante das manifestações, havendo colonização bacteriana seguida de infecções, principalmente por Pseudomonas aeruginosa, bactéria de maior relevância para pacientes com FC. Neste estudo, buscamos padronizar e avaliar o valor diagnóstico e prognóstico de um teste de ELISA (Enzyme-linked immunosorbent assay) para pesquisa de anticorpos séricos IgG anti-P. aeruginosa, comparando os resultados com a cultura microbiológica de material respiratório (padrão-ouro atual). Os níveis de anticorpos foram avaliados primeiramente em um estudo transversal, com 117 pacientes com FC atentidos no HC-Unicamp, buscando determinar a acurácia do teste, e paralelamente em um estudo longitudinal, com 78 pacientes inicialmente sem infecção crônica por P. aeruginosa, buscando monitorar a variação dos níveis de anticorpos em diferentes períodos de coleta de amostras. Observamos que a taxa de soropositividade e a mediana dos níveis de IgG anti-Pseudomonas foram significativamente maiores em pacientes cronicamente infectados pela bactéria...

Produção de biossurfactante por Pseudomonas Aeruginosa empregando óleo de soja residual

Lima, Cristian Jacques Bolner de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
713.5236%
Este trabalho tem como objetivo investigar a produção de biossurfactante empregando culturas de Pseudomonas aeruginosa utilizando como fonte de carbono óleos de soja residual proveniente da fritura de diversos alimentos. Nos primeiros ensaios foram empregados a Pseudomonas aeruginosa ATCC 9027, Pseudomonas aeruginosa isolada do Landfarming REDUC (PALR) e a Pseudomonas aeruginosa PALC, isolada de solo de uma lagoa contaminada com hidrocarbonetos. Para selecionar a Pseudomonas e avaliar os resultados dos ensaios foi utilizado um planejamento fatorial a dois níveis, estudando como variáveis a linhagem de microrganismo, as concentrações de óleo de soja residual (OSR), de nitrato de amônio (NA) e de levedura cervejeira residual (LCR). Os experimentos foram realizados em Erlenmeyers de 500 mL de capacidade contendo 50 mL do meio de produção, a 170 rpm e temperatura de 30 ± 1ºC durante 48 h de fermentação. A produção de biossurfactante foi monitorada pelas determinações da tensão superficial (TS), da concentração de raminose (RM) produzida e da atividade emulsificante (IE). As P. aeruginosa PALR, ATCC 9027 e a PALC foram capazes de reduzir a tensão superficial do meio de 62 dina/cm ± 1 para 33,9; 28 e 26 dina/cm, produzir em g/L 0...

Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV) por Pseudomonas aeruginosa em Unidade de Terapia Intensiva (UTI): aspectos epidemiológicos e moleculares de amostras produtoras de metalo-β-lactamases

Rodrigues, Dayane Otero
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
709.49336%
A incidência de infecções causadas por Pseudomonas aeruginosa multiresistente produtora de metalo-β-lactamase está aumentando mundialmente, especialmente em pacientes críticos. O objetivo deste estudo foi determinar a incidência de pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV) por Pseudomonas aeruginosa produtora ou não de metalo-β- lactamases em pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de adultos do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), caracterizando aspectos epidemiológicos, dentre os quais fatores de risco dos pacientes, e moleculares das amostras. Foi realizado um estudo de coorte incluindo 93 pacientes com PAV por Pseudomonas aeruginosa no período de janeiro/2004 a novembro/2006. Foram realizadas coletas de secreção de orofaringe das primeiras 48 horas de internação, depois em quatro dias, e a seguir semanalmente, e de aspirado endotraqueal quando da indicação clínica da pneumonia. No estudo epidemiológico, 40 (43 %) pacientes tiveram PAV por P.aeruginosa produtora de metalo-β-lactamase (PA-MBL) e 53 (57 %) PAV por não-PAMBL, com os seguintes fatores de risco significativos (p≤0,05) associados com PAV por PA-MBL: escore ASIS, diagnóstico clínico na admissão...

Epidemiologia de pneumonias associadas à ventilação mecânica por Pseudomonas aeruginosa em pacientes internados na unidade de terapia intensiva de adultos de um hospital universitário brasileiro

Barbaresco, Luiz Fernando
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
712.2772%
Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV) é a infecção hospitalar mais frequente em unidades de terapia intensiva e Pseudomonas aeruginosa é o principal agente etiológico. O objetivo do estudo foi realizar um estudo epidemiológico de PAVs por Pseudomonas aeruginosa, com ênfase em aspectos na sua natureza endêmica e epidêmica, etiologia, via de transmissão, fatores predisponentes associados, fontes ambientais como reservatório e o prognóstico, numa unidade de terapia intensiva mista de adultos. O modelo de estudo foi caso (paciente com PAV por Pseudomonas aeruginosa) Vs controle (pacientes sem PAV), no período de setembro de 2008 à agosto de 2009. O diagnóstico foi realizado com base em critérios clínicos, radiológicos e microbiológicos (contagem de 106 UFC/mL de aspirado traqueal). As amostras de mãos dos profissionais de saúde (técnica de impressão), colonização de orofaringe dos pacientes (coleta com swab), superfícies (coleta de área demarcada), ar (exposição de placa), água de torneira e ralo de pias (coleta com swab) foram cultivadas em agar pseudomonas. Os isolados foram identificados por testes fenotípicos e os perfis de susceptibilidade aos antimicrobianos foram definidos através da técnica de difusão em gel (CLSI). Pseudomonas aeruginosa foi o agente etiológico de PAV predominante (38%) no período de investigação...

Factores de riesgo para bacteremias nosocomiales por Pseudomonas aeruginosa resistente a carbapenémicosen el Hospital Universitario San Ignacio 2005-2011

Gonzalez, Pedro Felipe; Álvarez, Carlos; Valderrama Beltrán, Sandra Liliana
Fonte: Pontifícia Universidade Javeriana Publicador: Pontifícia Universidade Javeriana
Formato: PDF
Relevância na Pesquisa
711.198%
Objetivo: Identificar los factores de riesgo de aparición de bacteremia nosocomial por P. aeruginosa resistente a carbapenemicos. Diseño del estudio: Se usó la metodología de casos y controles Lugar del estudio: Hospital Universitario San Ignacio (HUSI) Pacientes: Pacientes mayores de 18 años con bacteremia de origen nosocomial por Pseudomonas aeruginosa, hospitalizados en el HUSI de 2005 a 2011. Los pacientes caso presentaban bacteremia resistente a carbapenémicos y los controles sensibles a carbapenémicos. Intervenciones: Estudio observacional Mediciones: se midieron las variables: Edad, sexo, servicio, estancia hospitalaria, uso previo de antibióticos, número de días de antimicrobianos, APACHE II, neoplasias, falla renal, origen de la bacteremia, cirugía previa, ventilación mecánica, uso de nutrición parenteral (NPT), EPOC. Resultados: Se evaluaron 148 pacientes, 37 casos y 111 controles, en el análisis bivariado se encontraron como factores de riesgo: el tiempo mediano de uso de AB, uso de meropenem, de ciprofloxacina, cirugía previa y NPT, en el análisis multivariado se encontraron como factores de riesgo estadísticamente significativos el uso de meropenem (OR 9.71; IC 95%, 1.23 -76.52) y el uso de NPT (OR 6.2; IC 95%...

Einfluss subinhibitorischer Ciprofloxacinkonzentrationen auf die Virulenzfaktoren Alginat und Elastase von Pseudomonas aeruginosa; Influence of subinhibitory concentrations of Ciprofloxacin on the virulence factors alginate and elastase of Pseudomonas aeruginosa

Allgaier, Stefan Oliver
Fonte: Universidade de Tubinga Publicador: Universidade de Tubinga
Tipo: Dissertação
DE_DE
Relevância na Pesquisa
710.4383%
Pseudomonas aeruginosa besitzt ein Quorum Sensing System, welches neben dem bakteriellen Wachstum auch die Produktion von Virulenzfaktoren wie Alginat undd Elastase reguliert. Das Pseudmonas Quinolone Signal (PQS) induziert ebenfalls die Expression von Elastase. Da PQS der Antibìotikaklasse der Chinolone chemisch nahe vewandt ist, können diese Antibiotika in subinhìbitorischen Konzentrationen wie sie bei der Therapie von chronischen Infektionen zu finden sind, möglicherweise analog dem PQS die Expression von Virulenzfaktoren modifzieren. In der vorliegenden Arbeit wurde deshalb untersucht, ob die Expression von Alginat und Elastase von P. aeruginosa gegenläufig oder gleichsinnig reguliert, ob subinhibitorische Konzentrationen des Chinolons Ciprofloxacin deren Expression induzieren und ob das Autoinducersystem dabei eine Rolle spielt. Labor- wnd Patientenisolate von P. aeruginosa wurden mit und ohne Ciprofloxacin in subinhibitorischer Konzentration inkubiert. Zusätzlich wurden Mutanten mit defektem Autoinducersystem eingesetzt. Die Bestimmung der Alginatkonzentration erfolgte biochemisch mit Hìlfe des Carbazol-Assays sowie immunologisch mit einem Alginat-Antikörper. Die Elastasekonzentrationen wurden radioimmunologisch ermittelt. Die Alginatproduktion aller untersuchten Stämme wurde unter subinhibitorischem Ciprofloxacin induziert. Der Defekt im Autoinducersystem änderte sich lediglich in einer leicht reduzierten Alginatsynthese. Der Einfluss von subinhibitorischem Ciprofloxacin auf die Elastasekonzentrationen war uneinheitlich: bei vier Stämmen wurde die Elastase hoch-...

Apoptose von respiratorischen Epithelzellen durch Pseudomonas aeruginosa; Apoptosis of respiratory epithelial cells by pseudomonas aeruginosa

Laszlo, Sara
Fonte: Universidade de Tubinga Publicador: Universidade de Tubinga
Tipo: Dissertação
DE_DE
Relevância na Pesquisa
712.5118%
Pseudomonas aeruginosa ist ein opportunistischer Keim, der zu den häufigsten Erregern nosokomialer Pneumonien zählt. Besonders anfällig für eine P. aeruginosa-Pneumonie sind beatmete Patienten. Für dieses Patientenkollektiv ist P. aeruginosa der am häufigsten isolierte Erreger, aufgrund dessen ist die Entwicklung neuer Präventions- und Therapiemaßnahmen von großer Bedeutung. Der ubiquitär vorkommende Keim P. aeruginosa ist in ständigem Kontakt mit gesunden Keimträgern, die jedoch nicht an einer Infektion erkranken. Das Verständnis über die Clearence von P. aeruginosa aus der Lunge gesunder Individuen könnte zu neuen Möglichkeiten führen, den Wirtsorganismus bei der Elimination von P. aeruginosa aus dem Respirationstrakt therapeutisch zu unterstützen. Bei der Abwehr gegen P. aeruginosa spielt der Chloridkanal CFTR an der Oberfläche respiratorischer Epithelzellen als spezifischer Rezeptor für das P. aeruginosa-Lipopolysaccharid (LPS) eine wichtige Rolle: deren Interaktion vermittelt die - für die Elimination des Keims entscheidende Voraussetzung - endozytotische Aufnahme des Bakteriums in die Wirtszelle. Bei Patienten der monogen erblichen Erkrankung Zystische Fibrose (ZF) führt eine Mutation des CFTR – Gens und damit gestörte Internalisierung von P. aeruginosa zu einer mangelnden Keimclearence...

Einfluss von LPS-Modifikationen bei Pseudomonas aeruginosa auf die Phagozytose und das intrazelluläre Abtöten durch polymorphkernige neutrophile Granulozyten; Effects of LPS modified Pseudomonas aeruginosa on the phagocytosis and intracellular killing by neutrophil cells.

Maier, Anne-Katrin
Fonte: Universidade de Tubinga Publicador: Universidade de Tubinga
Tipo: Dissertação
DE_DE
Relevância na Pesquisa
709.699%
CF-Patienten leiden gehäuft an chronischen P. aeruginosa-Infektionen der Atemwege, welche unterschiedlich schwere Krankheitsbilder nach sich ziehen. Diese werden mit unter veränderten Umweltbedingungen auftretenden Modifikationen im LPS-Molekül von P. aeruginosa korreliert. In vitro Untersuchungen von Ernst et al. legen nahe, dass durch Addition von Palmitat und Aminoarabinose modifiziertes LPS bei der nicht-oxidativen Immunabwehr durch kationische Peptide Pseudomonas-Stämme resistent machen und schwere Krankheitsverläufe zur Folge haben kann (Ernst et al, 1999). Ziel der vorliegenden Arbeit ist es, diese These zu untersuchen. Dafür wurden unterschiedliche von CF-Patienten isolierte modifizierte LPS-Stämme der oxidativen und nicht-oxidativen Phagozytose durch humane polymorphkernige neutrophile Granulozyten (PMN) ausgesetzt. Dabei konnte gezeigt werden, dass LPS-Modifikationen bei P. aeruginosa unter keiner der gewählten experimentellen Bedingungen Einfluss auf die Phagozytose und das intrazelluläre Abtöten durch PMN hatten. Alle Bakterien-Stämme wurden nach erfolgreicher Phagozytose zu über 90% intrazellulär abgetötet. In viskösem Mukus, der in der CF-Lunge auf deren Epithel zu finden ist, treten lokal anaerobe Umgebungsbedingungen auf. Unter diesen Bedingungen bildet P. aeruginosa verstärkt Alginat...

Detecci??n de carbapenemasas en Pseudomonas aeruginosa mediante espectometr??a de masas MALDI-TOF MS

Camacho-Luque, Raquel; Pe??a-Monje, Alejandro; ??lvarez-Est??vez, Marta; Chueca-Porcuna, Natalia; Garc??a Garc??a, Federico
Fonte: Real Academia de Medicina y Cirug??a de Andaluc??a Oriental Publicador: Real Academia de Medicina y Cirug??a de Andaluc??a Oriental
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
713.08586%
Introducci??n: Las bacterias gramnegativas, especialmente Pseudomonas, presentan con frecuencia resistencia a m??ltiples antibi??ticos incluyendo carbapenemes. La resistencia a carbapanemes se ha incrementado en los ??ltimos a??os causada por alteraciones de membrana o por la producci??n de carbapenemasas. Objetivo: Valorar la utilizaci??n de la espectrometr??a de masas MALDI-TOF MS?? para la detecci??n de carbapenemasas clase A o B en Pseudomonas aeruginosa. Material y m??todos: Partiendo de 12 aislados de Pseudomonas aeruginosa productoras de carbapenemasas clase A o B identificados mediante m??todo de difusi??n disco-placa, tipificadas usando los discos: meropenem 10??g, meropenem 10??g + ??cido bor??nico, meropenem 10??g + cloxacilina y meropenem 10??g + ??cido dipicol??nico (Rosco Diagnostica), hemos analizado posibles picos de hidr??lisis del meropenem tras la acci??n de las carbapenemasas mediante espectrometr??a de masas MALDI-TOF MS??. Como controles negativos se utilizaron 25 cepas de Pseudomonas aeruginosa sensibles a meropenem y 8 cepas de Pseudomonas aeruginosa con impermeabilidad de membrana, no detectables mediante la metodolog??a utilizada. Resultados: De las 12 cepas productoras de carbapenemasas clase A o B...

Estudo da variabilidade genotipica e fenotipica da Pseudomonas aeruginosa nas secreções respiratorias de pacientes com fibrose cistica; Pseudomonas aeruginosa's and phenotypical variability study in respiratory secretions of patients with cystic fibrosis

Isabella Chiarini Mathiazzi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
710.0775%
A fibrose cística (FC) é uma doença multissistêmica, hereditária, limitante da vida. As infecções respiratórias, principalmente por Pseudomonas aeruginosa (P. aeruginosa) são responsáveis por repetidas exacerbações pulmonares, que evoluem para deterioração da função pulmonar, principal causa de morbi-mortalidade da FC. Este estudo teve como objetivo avaliar a variabilidade genotípica e fenotípica da P. aeruginosa isolada em dois momentos na evolução da doença pulmonar em pacientes com FC atendidos em um centro de referência. Foi realizado um estudo descritivo longitudinal. A secreção respiratória foi coletada sob a forma de escarro ou swab de orofaringe, efetuada sua identificação microbiológica e análise por Random Amplified Polymorphic DNA (RAPD). Os dados foram apresentados de forma descritiva e em tabelas, o programa utilizado foi o SAS versão 8.02. Foram incluídos 81 pacientes, 52 apresentaram P. aeruginosa e 29 não apresentaram, foram identificadas 71 cepas não - mucóide e 67 mucóide. RAPD identificou 14 padrões com o primer 208 e 10 padrões com o primer 272. Exceto no caso dos irmãos gêmeos, não foram observadas cepas com mesmo padrão. Em nosso estudo, verificamos heterogeneidade da P. aeruginosa...

Estudo epidemiologico-molecular das infecções por pseudomonas aeruginosa resistente ao imipenem em pacientes hospitalizados; Epidemiological-molecular study of pseudomonas aeruginosa imipenem resistant infections in hospitalized patients

Luciana Camila Cacci
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
709.08234%
Introdução: As metalo beta-Iactamases, presentes em Pseudomonas aeruginosa assim como em diversos microrganismos Gram negativos, são grande ameaça ao tratamento dos pacientes portadores de infecções causadas por este microrganismo. Objetivos: A produção de MBLs e a relação genética foram investigadas em isolados de P. aeruginosa resistentes ao Imipenem, recuperados de infecções hospitalares. Descrição do estudo: Estudo restropectivo em uma amostra de microrganismos. O estudo foi conduzido em dois hospitais universitários, em Campinas. Todos os isolados de P. aeruginosa resistentes ao Imipenem foram coletados de pacientes hospitalizados no período de Março de 2000 a Dezembro de 2004. Métodos: O método da disco-difusão foi utilizado para confirmar a resistência ao Imipenem. O E-test MBL@ foi feito para verificar a produção de MBLs e a Concentração Inibitória Mínima (CIM) do Imipenem. Os ftagmentos das seqüências dos genes blaIMP-I, blaVIM-I, blaVIM-2 e blaSPM-I foram amplificados. Resultados: Cento e vinte e oito isolados resistentes ao Imipenem foram coletados durante o período do estudo. A maioria dos isolados exibiu CIM do Imipenem maior ou igual a 256 ug/rnL. A análise por macrorestrição com a enzima SpeI através do Pulsed Field Gel Electrophoresis (PFGE) mostrou um polimorfismo significativo. Apenas 15 cepas puderam ser distribuídas em sete "clusters"...

High genetic diversity among Pseudomonas aeruginosa and Acinetobacter spp. isolated in a public hospital in Brazil

Siqueira, Vera Lúcia Dias; Cardoso, Rosilene Fressatti; Pádua, Rubia Andreia Falleiros de; Caleffi-Ferracioli, Katiany Rizzieri; Helbel, Cesar; Santos, Adolfo Carlos Barreto; Aoki, Elisabeth Eyko; Nakamura, Celso Vataru
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 ENG
Relevância na Pesquisa
710.68586%
No Brasil, bem como em outras regiões do mundo, Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter spp. surgiram como importantes agentes de infecção nosocomial e são comumente envolvidos em surtos. O objetivo principal deste estudo foi descrever a relação genética de P. aeruginosa e Acinetobacter spp. isoladas de pacientes internados em hospital universitário público do noroeste do Paraná - Brasil e reportar o perfil de resistência dessas bactérias. Um total de 75 P. aeruginosa e 94 Acinetobacter spp. isolados foi fenotipicamente identificado e testado para a suscetibilidade aos antibióticos por metodologia automatizada. A polimixina B foi testada por difusão em disco para P. aeruginosa. Metalo-β-lactamase (MBL) foi detectada por disco-aproximação. Análise genotípica foi realizada por enterobacterial repetitive intergenic consensus polymerase chain reaction (ERIC-PCR). Aproximadamente 55% dos isolados de P. aeruginosa e 92% de Acinetobacter spp. isolados foram multirresistentes, mas nenhum foi produtor de MBL. Os resultados de ERIC-PCR revelaram pequenos grupamentos de Acinetobacter spp. resistentes aos carbapenêmicos, provavelmente pela produção de carbapenemases do tipo OXA. Além disso, alta diversidade genética entre os isolados de P. aeruginosa e Acinetobacter spp. foi observada...