Página 1 dos resultados de 175 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Síntese e caracterização de pentafluorofenil-piridil-porfirinas substituídas com complexos de rutênio; Synthesis and characterization of pentafluorophenil-pyridil-porphyrins substituted with ruthenium complex.

Moreira, Emmanuel Zimmermann
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.41241%
Esta dissertação apresenta a síntese, a caracterização de pentafluorofenil-piridilporfirinas base livre e substituídas com complexos de rutênio. Foi feita a investigação de como a inserção de grupos pentafluorofenil (grupos retiradores de elétrons) interfere nas das propriedades eletroquímicas, espectroscópicas e fotofísicas das porfirinas. A partir da coordenação do complexo [Ru(bpy)2Cl]+ e do cluster trinuclear de rutênio [Ru3O(Ac)6(py)2]+ à porfirina M(4-N-Py)TFPPH2 foram construídas as díades modelo [M(4-N-Py)TFFPH2{Ru3O(Ac)6(py)2}]PF6 e [M(4-N-Py)TFFPH2{Ru(bpy)2Cl}] PF6, que foram caracterizadas pelas mesmas técnicas que as porfirinas. Também foram sintetizadas as tríades assimétricas cis- e trans-[B(4-N-Py)BFFPH2{Ru3O(Ac)6(py)2} {Ru(bpy)2Cl}](PF6)2, onde há a coordenação do complexo [Ru(bpy)2Cl]+ e do cluster trinuclear de rutênio [Ru3O(Ac)6(py)2]+ aos isômeros das porfirinas cis- e trans-B(4-N-Py)BFFPH2. Estas moléculas foram caracterizadas por análise de massa ESI MS e ESI MSMS e por espectroscopia UV-Vísivel. Pelos espectros UV-Vísivel pode-se notar que os espectros são apenas uma somatória do perfil espectral dos componentes, sugerindo ausên-cia de comunicação eletrônica. No entanto estudos eletroquímicos das díades [M(4-N-Py)TFFPH2{Ru3O(Ac)6(py)2}]PF6 e [M(4-N-Py)TFFPH2{Ru(bpy)2Cl}]PF6 indicam que esta comunicação existe...

Desenvolvimento de dispositivos moleculares fotovoltaicos; Development of molecular photovoltaic devices

Furtado, Luis Fernando de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.59798%
Nesta tese são discutidos alguns aspectos importantes no desenvolvimento de sistemas fotovoltaicos moleculares. São abordados temas de interesse como a síntese de novos sensibilizadores para células solares sensibilizadas por corante, o desenvolvimento de novos materiais fotoativos, Química Supramolecular, bem como a aplicação de sistemas fotovoltaicos em eletrônica molecular, especificamente no desenvolvimento de portas lógicas moleculares e dispositivos de memória. A porfirina TBPyP, contendo quatro ligantes 2,2'-bipiridina ligados covalentemente aos carbonos meso do anel porfirínico, foi sintetizada. Este derivado porfirínico serviu como bloco de construção de sistemas supramoleculares. A utilização desses sistemas como sensibilizadores em células solares (células de Grätzel) é discutido. Fios moleculares derivados da TBPyP foram obtidos via coordenação com íons de metais de transição e são investigados quanto à possibilidade de utilização em eletrônica molecular. Novos sistemas fotovoltaicos multicamada, utilizando filmes de porfirina depositados por evaporação a vácuo como elementos fotoativos e filmes de V2O5 como eletrodo passivo, foram estudados quanto a sua eficiência e quanto ao seu mecanismo de funcionamento. Os filmes finos de porfirina obtidos neste estudo foram testados como elelementos fotoativos em células fotovoltaicas com diferentes configurações...

Estudos das características fotofísicas da porfirina mesotetrasulfonatofenil (TPPS4): efeitos da protonação e interação com micelas de CTAB; Study of photophysical characteristics of meso-tetrakis sulphonatophenyl porphyrin (TPPS4): effects of protonation and interaction with CTAB micelles.

Gonçalves, Pablo José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
27.41241%
Neste trabalho, estudamos as características fotofísicas da porfirina mesotetrasulfonatofenil (TPPS4) em sua forma protonada e não protonada. Foi obtido o conjunto completo dos parâmetros fotofísicos de estados excitados da TPPS4 em solução aquosa e na presença de micelas do surfactante catiônico brometo de cetiltrimetilamônio (CTAB). Os parâmetros obtidos foram: seções de choque do estado fundamental e dos excitados singleto e tripleto, tempos de vida dos estados excitados singleto e tripleto, taxas de decaimento radiativo, da conversão interna e do cruzamento intersistemas e rendimentos quânticos da fluorescência e do estado tripleto. Foram empregadas as técnicas ópticas lineares espectroscópicas de absorção UV/Vis, de fluorescência estática e resolvida no tempo, flash-fotólise e uma técnica óptica não linear Varredura-Z. Comparando os dados obtidos com os da literatura confirmamos que a técnica Varredura-Z em todos os regimes utilizados é confiável e útil para estudo das características dos estados excitados. Foi observado que a protonação afeta todos os parâmetros obtidos: aumenta todas as taxas da decaimento da energia de excitação, diminuindo assim os tempos de vida dos estados excitados, aumenta o rendimento quântico da fluorescência e diminui o do estado tripleto. Através de dois regimes da Varredura-Z: amplificação paramétrica (OPA) e de pulsos ultracurtos de luz branca (LB)...

Avaliação do efeito vascular da terapia fotodinâmica empregando derivados de porfirina e clorina na membrana corioalantóica; Evaluation of vascular effect of photodynamic therapy using porphiryn and chlorin derivates in the chorioallantoic membrane

Buzzá, Hilde Harb
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.41241%
A Terapia Fotodinâmica (do inglês, Photodynamic Therapy - PDT) é uma técnica indicada para o tratamento local de câncer que vem tendo grandes avanços ao longo dos anos. A PDT consiste na interação entre luz e uma substância fotossensibilizadora, resultando na transformação do oxigênio molecular em oxigênio singleto, altamente reativo e tóxico para a célula, levando à destruição do tecido. Nesse contexto, o uso do modelo de Membrana Corioalantóica (CAM) é uma opção para o estudo dos efeitos vasculares envolvidos nessa terapia, além de permitir o estudo na variação de diversos parâmetros associados com a PDT e seus efeitos. Nesse estudo foram investigados um composto derivado de porfirina e um derivado de clorina. Esses fotossensibilizadores foram administrados topicamente e por via intravenosa, sendo variados diversos parâmetros. No primeiro caso, o tempo de incubação foi variado entre 20 e 80 minutos e a concentração de área da droga foi variada entre 0,1 e 100 g/cm2. Quanto à dose de luz, o intervalo foi entre 4,8 e 60 J/cm2, empregando lasers de diodo em 635 nm para Photogem® e 660 nm para Photodithazine®. Depois de estabelecido 30 J/cm² para a aplicação tópica, foi usada a aplicação intravenosa com essa dose...

Estudo por espectroscopia fotoacústica de processos fotoquímicos em uma matriz polimérica; Study by photoacoustic spectroscopy of photochemical processes in a polymeric matrix

Albuquerque, Jose Eduardo de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/1992 PT
Relevância na Pesquisa
27.883125%
A transferência de elétrons tem sido objeto de um estudo intenso nos últimos anos, por causa da importância deste tipo de reação em processos naturais como a fotossíntese. Com isto, um progresso considerável foi conseguido na proposição de modelos para o centro de reação fotossintético, em particular utilizando o sistema-modelo porfirina-quinona. Nosso intuito e estudar o processo de transferência de elétrons da porfirina para a quinona, aleatoriamente distribuídas em uma matriz polimérica, utilizando a técnica de espectroscopia fotoacústica. A utilização de um filme de polímero como meio tem duas vantagens. A primeira e aproximar nosso sistema-modelo do processo fotossintético natural, no qual os doadores e os aceitadores de elétrons estão envoltos nas proteínas do centro de reação e, portanto, em um meio polimérico. A segunda e possibilitar a utilização desses filmes como possíveis componentes eletrônicos moleculares. Identificamos os estados eletrônicos da porfirina e da quinona e tentamos determinar o estado de cargas separadas, P+ e Q-. A partir dos espectros obtidos, determinamos a eficiência quântica de fluorescência da porfirina utilizada nos filmes. Estudamos, também, a degradação da porfirina nos filmes preparados. Por fim...

Interação da porfirina catiônica meso-tetrakis (4-N-metilpiridil) com vesículas de fosfolipídio nos estados gel e líquido cristalino; Interaction of the cationic meso-tetrakis (4-N-methylpyridyl) porphyrin with gel and liquid state phospholipid vesicles

Sousa Neto, Diógenes de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.72369%
Este estudo reúne os principais resultados de fluorescência estática e resolvida no tempo sobre a interação da porfirina meso-tetrakis (4-metilpiridil), na forma de base livre (TMPyP) e complexada com Zn2+ (ZnTMPyP), com vesículas de fosfolipídio. Adicionalmente foram utilizadas as técnicas de potencial zeta e espalhamento de luz dinâmico (DLS, do inglês "dynamic light scattering"). As vesículas de fosfolipídio foram formadas por dois conjuntos de fosfolipídios: saturados e insaturados. O primeiro grupo é formado pela mistura dos fosfolipídios zwiteriônico 1,2-dipalmitoil-sn-glicero-3-fosfocolina (DPPC) e aniônico 1,2-dipalmitoil-sn-3-glicero-[fosfo-rac-(1- glicerol)] (DPPG), a diferentes razões molares. Os estudos utilizando tais sistemas foram realizados abaixo (25oC) e acima (50oC) da temperatura de transição de fase gel-líquido cristalino destes fosfolipídios (~ 41oC). O segundo grupo é formado pela mistura dos fosfolipídios zwiteriônico 1-palmitoil-2-oleoil-sn-glicero-3-fosfocolina (POPC) e aniônico 1-palmitoil-2-oleoil-sn-glicero-3-fosfo(1-rac-glicerol) (POPG). Como a transição de fase destes dois fosfolipídios ocorre a temperaturas negativas, todos os experimentos foram realizados a 25oC (vesículas no estado líquido cristalino). Todos os sistemas foram preparados através do método de extrusão para a obtenção de vesículas grandes unilamelares (LUV...

Interações da porfirina aniônica meso-tetrakis-4-fenilsulfonato (TPPS4) e da albumina de soro bovino (BSA) com surfactantes catiônicos; Not available

Sousa Neto, Diógenes de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.936848%
A interação da porfirina aniônica meso-tetrakis (4-fenilsulfonato) (TPPS4) com modelos simples de membrana biológica foi investigada utilizando as técnicas de ressonância paramagnética eletrônica (RPE) e de espalhamento de raios-X a baixo ângulo (SAXS, do inglês small-angle X-ray scattering). Os modelos biomiméticos empregados no presente trabalho são constituídos de micelas catiônicas formadas a partir do surfactante catiônico cloreto de cetiltrimetilamônio (CTAC). Os experimentos de RPE e SAXS foram realizados a temperatura ambiente e nos pHs 4,0 e 9,0 a fim de verificar se o estado de protonação das porfirinas altera a natureza das interações com os sistemas micelares. As análises de RPE mostraram um comportamento similar para os marcadores de spin 5-DSA e 16-DSA; ou seja, a adição de porfirina às micelas catiônicas é seguida por uma redução da mobilidade de ambos os marcadores, principalmente para concentrações maiores de porfirina. Este comportamento foi atribuído ao efeito de empacotamento das micelas para o qual os resultados obtidos dos dados de SAXS parecem sustentar esta interpretação. Entretanto, a polaridade monitorada pelo marcador de spin 5-DSA mostrou ser praticamente a mês ma para todas as concentrações de porfirina e em ambos os valores de pH...

Díades porfirina-flavonoide: síntese e avaliação como potenciais agentes geradores de oxigénio singuleto

Lopes, Sónia Pereira
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.41241%
Os flavonoides são compostos polifenólicos, que se encontam amplamente distribuídos no reino vegetal. Estes compostos têm vindo a suscitar bastante interesse mediante as importantes atividades biológicas que exibem, nomeadamente atividade anti-­‐inflamatória, anti-­‐oxidante e anticancerígena. Os macrociclos tetrapirrólicos, como as porfirinas, encontram-­‐se envolvidos em importantes processos biológicos e demonstram a sua versatilidade em diversas áreas como na catálise, na química supramolecular e na medicina. Uma recente estratégia para o desenvolvimento de novos fármacos ou o melhoramento de fármacos já existentes, consiste na síntese de compostos com ação dual. Neste contexto e considerando as importantes atividades biológicas exibidas pelos flavonoides e pelas porfirinas, procedeu-­‐se à síntese de novas díades porfirina-­‐flavonoide, acreditando que a combinação destas duas classes de compostos promova um aumento da atividade biológica existente. A síntese das díades porfirina-­‐flavonoide foi possível através da utilização da reação de aminação de Buchwald-­‐Hartwig, tendo estas sido obtidas em rendimentos moderados a elevados (31%-­‐91%). Considerando a potencial aplicação das díades sintetizadas na terapia fotodinâmica (PDT) ou no fotodiagnóstico (PD) de tumores...

Fotodegradação do metoprolol com geradores de oxigénio singleto

Mota, Nuno Miguel Carriça
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.59798%
Neste trabalho vai-se abordar a remoção do metoprolol das águas através de fotodegradação. O metoprolol pertence à classe dos bloqueadores beta que são usados em doenças cardiovasculares, como a hipertensão. O metoprolol pertence aos chamados contaminantes emergentes, para os quais ainda não existe legislação reguladora e ainda se conhece pouco sobre os seus efeitos tóxicos na saúde humana e no meio ambiente. A fotodegradação é uma das principais vias de degradação abiótica de contaminantes no meio aquático e pode ser largamente influenciada pelas substâncias húmicas. Atualmente já existem alguns estudos sobre a remoção do metoprolol das águas através da fotodegradação, os quais permitiram concluir que o metoprolol praticamente não sofre degradação directa por ação da luz solar, mas é fotodegradado na presença de substâncias húmicas. As substâncias húmicas, quando sujeitas a radição dão origem a várias espécies como o estado tripleto das substâncias húmicas ou as espécies reativas de oxigénio (o radical hidroxilo, o ião superóxido, o peróxido de hidrogénio ou o oxigénio singleto). As espécies formadas vão reagir com o metoprolol, levando à sua degradação. Num estudo anterior...

Efeito fotodinâmico nos ácidos nucleicos de E. coli

Coimbra, Sónia Isabel dos Santos
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.72369%
O aumento do número de microrganismos resistentes a antibióticos constitui uma das grandes problemáticas da atualidade, tornando-se pertinente encontrar terapias alternativas de tratamento de doenças infeciosas. A inativação fotodinâmica (PDI) tem sido proposta como alternativa para o controlo de infeções. A PDI consiste na destruição de microrganismos através da interação entre três componentes: luz, uma molécula de fotossensibilizador e oxigénio na forma molecular. Apesar de existirem numerosos estudos que demonstram a eficiência da PDI em diferentes tipos de microrganismos e com recurso a diferentes fotossensibilizadores, o mecanismo de PDI, ainda não se encontra completamente compreendido, principalmente no que diz respeito ao dano causado no DNA. De um modo geral, são considerados dois mecanismos principais, propostos para os efeitos letais causados nas bactérias pelo processo de PDI: este processo pode produzir alterações na parede celular ou provocar danos no DNA, sendo que os danos na parede celular são, de um modo geral, referidos como os principais responsáveis pela inativação celular. O objetivo deste trabalho foi analisar o efeito fotodinâmico nos ácidos nucleicos de E. coli usando como fotossensibilizadores duas porfirinas catiónicas...

Influência das estruturas bacterianas externas na inativação fotodinâmica por uma porfirina catiónica

Pereira, Marlene António
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
27.41241%
The main targets of photodynamic inactivation (PDI) are the external bacterial structures, cytoplasmic membrane and cell wall. In this work it was evaluated how the external bacterial structures influence the PDI efficiency. To reach this objective 8 bacteria with distinct external structures were selected; 4 Gram-negative bacteria (Escherichia coli, with typical Gram-negative external structures; Aeromonas salmonicida, Aeromonas hydrophila both with an S-layer and Rhodopirellula sp., with a peptidoglycan-less proteinaceous cell wall and with cytoplasm compartmentalization) and 4 Gram-positive bacteria (Staphylococcus aureus, with typical Gram-positive external structures; Truepera radiovictrix, Deinococcus geothermalis and Deinococcus radiodurans, all with thick cell walls that give them Gram-positive stains, but including a second complex multilayered membrane and structurally analogous to that of Gram-negative bacteria). The studies were performed in the presence of 5,10,15,20-tetrakis(1-methylpyridinium-4-yl)porphyrin tetraiodide (Tetra-Py+-Me) at 5.0 μM with white light (40 W m−2). The susceptibility of each bacteria to PDI by Tetra-Py+-Me was dependent on bacteria external structures. Although all Gram-positive bacteria were inactivated to the detection limit (reduction of ∼8 log) after 60-180 min of irradiation...

Eléctrodos modificados por polianilina incorporando centros catalíticos para a redução do oxigénio molecular

Ornelas, Isabel Mecking
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.59798%
Tese de mestrado em Química, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2013; Neste trabalho pretendeu-se preparar novos materiais de cátodo baseados num polímero condutor, a polianilina (PAni), incorporando por co-deposição centros catalíticos contendo metais de transição (óxidos de manganês, ferroporfirina). Inicialmente estudaram-se eléctrodos modificados com filmes de polianilina crescidos por diferentes modos electroquímicos e condições operativas. A observação da superfície dos eléctrodos por microscopia de força atómica permitiu confirmar que os filmes obtidos possuíam morfologias e espessuras diferentes apesar de apresentarem electroactividades semelhantes. O acompanhamento do crescimento de um filme de polianilina por elipsometria in-situ permitiu estimar a sua espessura e os parâmetros ópticos ao longo da sua espessura em função do potencial eléctrico aplicado. Ensaios voltamétricos com Mn2+ em solução ácida permitiram o estudo do seu comportamento electroquímico nesse meio. Modificaram-se eléctrodos com filmes de polianilina e óxidos de manganês por co-deposição potenciodinâmica; não foram detectadas diferenças no comportamento electroquímico destes materiais na presença e ausência de O2 quer em meio ácido quer em meio neutro. Incorporou-se uma porfirina aniónica de ferro...

Desenvolvimento de catalisadores heterogêneos para relações de oxidação resultantes da interação de metaloporfirinas neutras e carregadas em diferentes sólidos inorgânicos

Groszewicz, Pedro Braga
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
27.59798%
Resumo: O presente trabalho relata a modificação química de dois argilominerais do grupo 1:1, caulinita e crisotila, com um aminoálcool, TEA, na tentativa de preparar suportes lipofilizados para a obtenção de catalisadores heterogêneos baseados em complexos porfirínicos de ferro e manganês com o ligante 5,10,15,20-tetrakis-(2,6-difluoro-3- sulfonato-fenil)-porfirina], uma porfirina aniônica de segunda geração. Os sólidos obtidos foram caracterizados por espectroscopia vibracional da região do infravermelho (FTIR), difração de raios X (XRD), análise térmica (TGA/DTA), microscopia eletrônica de varredura (SEM) e transmissão (TEM). Os sólidos caracterizados também foram estudados como catalisadores em reações de oxidação de cicloocteno e cicloexano, utilizando iodosilbenzeno como doador de oxigênio. Foi ncontrada uma correlação positiva entre a quantidade de trietanolamina presente nos materiais e a atividade dos catalisadores baseados em caulinita frente à oxidação do cicloocteno, mas o fator de maior elevância não foi este, e sim a quantidade de água adsorvida presente nos catalisadores, visto que os catalisadores baseados em caulinita pura que exibiram a menor quantidade de água adsorvida, segundo as análises de TGA e DTA...

Imobilização de ferrotetracarboxifenil porfirina em sílica gel funcionalizada

Saczk, Adelir A
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
38.1272%
Resumo: Neste trabalho, primeiramente foi sintetizada a sílica gel quimicamente modificada com o grupo orgânico 3-aminopropiltrietoxissilano (3-APTS) e, em seguida, foi efetuado o estudo da imobilização da tetracarboxifenilporfirina ligada covalentemente na superfície da sílica modificada pelo grupo orgânico aminopropila em dicicloexilcarbodiimida (DCHC). A caracterização dos materiais modificados: sílica gel funcionalizada (SF-3APTS) e da porfirina imobilizada na sílica gel funcional izada (SF-TCPP) foi determinada por: análise química elementar de C, H e N, análise térmica, medidas de condutividade elétrica, método micro kjeldhal, isotermas de adsorção (área superficial específica) e espectroscopia eletrônica UV-Vis. 0 tipo de interação química envolvendo a porfirina e a superfície da sílica modificada foi investigada através da interação da sílica contendo a porfirina com solução metanólica de 4-dimetilaminopiridina (DMAP). Isto porque, o DMAP pode se ligar ao grupo amino da sílica funcionalizada liberando a porfirina em solução. Para este experimento foram preparadas duas amostras contendo a porfirina imobilizada na sílica funcionalizada: a primeira amostra foi preparada na ausência do catalisador de formação de ligação covalente...

Desenvolvimento de novos compostos baseados em Metaloporfirinas para reações de catálise heterogênea de funcionalização de substratos orgânicos

Ferreira, Gabriel Kaetan Baio
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
28.015513%
Resumo: A catálise heterogênea inspirada em modelos biomiméticos é uma ferramenta poderosa que, alinhada aos princípios da química verde, cada vez mais tem sido utilizada para contribuir com a economia de energia, redução do uso de matérias primas não renováveis e diminuição dos passos de processos sintéticos pela redução dos tempos de reações químicas. Catalisadores adequados para esses sistemas podem ser obtidos pela imobilização da espécie catalítica em matrizes inertes, como a sílica para reações de oxidação, ou pela formação de sólidos automontados utilizando catalisadores já consagrados como blocos construtores, formando polímeros de coordenação ou metal-organic frameworks (MOFs). Neste contexto, metaloporfirinas sintéticas aparecem como candidatas ideais para processos de formação de catalisadores para reações de oxidação em meio heterogêneo. Neste trabalho tentouse sintetizar duas hidroxifenilporfirinas - [5,10,15,20-tetrakis(2-hidroxifenil)porfirina], HP2, e [5,10,15,20-tetrakis(3-hidroxifenil)porfirina], HP3 - sendo que apenas a segunda foi obtida com sucesso. Preparou-se também a porfirina base livre [5,10,15,20-tetrakis(4-hidroxi-3-metoxifenil)porfirina], HP1 - que foi metalada com acetato de cobre - CuP1 - e acetato de manganês - MnP1. A manganês(III) porfirina foi imobilizada em sílica pelo método sol gel hidrolítico via catálise ácida (MnPA1)...

Caracterização óptica e fotofísica de filmes Gues-Host: tetrapiridil porfirina base livre e polimetilmetacrilato (H2TPyP/PMMA)

Mota, Wesley da Silva
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.41241%
Neste trabalho, é apresentado o estudo das propriedades fotofísicas da tetrapiridil porfirina base livre (H2TPyP) dispersa numa matriz sólida de polimetilmetacrilato (PMMA). Os filmes foram preparados via técnica casting formando estrutura tipo guest-host. Filmes com boa qualidade óptica, do ponto de vista macroscópico, são obtidos gotejando sobre o substrato de vidro um volume de solução (mistura das soluções de H2TPyP e PMMA) próximo ao limite de derramamento. Além disso, as técnicas de depolarização da luz e microscopia óptica revelaram a concentração de cromóforo dispersa na matriz como um fator relevante para obter filmes com boa qualidade ótica. Medidas de absorção na região do UV-Vis e excitação realizada sobre os filmes de diferentes concentrações revelaram a possível formação de novas espécies, possivelmente agregados do tipo H e J coexistindo. A formação dos agregados moleculares é determinada unicamente pela concentração do cromóforo. As medidas de emissão revelaram uma supressão da fluorescência, resultante do processo transferência de energia radiativa do tipo homotransferência. Isto é corroborado pela sobreposição parcial do espectro de emissão do doador com o espectro de absorção do receptor e pela não modificação da forma de linha de emissão quando excitamos a molécula na banda de absorção atribuída a agregados. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; This work reports the study of photophysics properties of free base tetrapirydil porphyrins disperse on a polymethilmetacrilate (PMMA) matrix. The films were factored via casting technique resulting in guest-host structures. Good optical quality films...

Caracterização espectroscópica da dinâmica eletrônica em moléculas de porfirina; Spectroscopic characterization of electronic dynamic in porphyrin molecule

Souza, Tiago Gualberto Bezerra de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.41241%
Neste trabalho descreve-se técnicas experimentais envolvendo espectroscopias ópticas lineares e não-lineares capazes de caracterizar efeitos de estados excitado singleto e tripleto em moléculas orgânicas fluorescentes. Efeitos como a absorção de estado excitado e a troca de paridade eletrônica singleto-tripleto, tem ampla aplicação em diversas áreas de interesse humano. Logo, se faz necessário o estudo e desenvolvimento de materiais com essas características, tanto quanto o aprimoramento dos métodos de caracterização dessas propriedades. Este trabalho também consta com o estudo das propriedades espectroscópicas de moléculas de porfirinina, as quais estão entre as principais moléculas utilizadas nas aplicações. Assim, submeteu-se um conjunto composto por vinte e uma moléculas, todas derivadas da molécula de porfirina e com quatro radicais acoplados a ela, às seguintes técnicas experimentais: Varredura-Z absortiva e variações dessa técnica, desenvolvidas no grupo de Fotônica-IFSC, como a Varredura-Z por Trem de Pulsos (ZTP) e a medida da Fluorescência por Trem de Pulsos (FTP), afim de caracterizar os parâmetros espectroscópicos de cada amostra correspondentes ao modelo de Jablonski com cinco níveis de energia. A caracterização desse conjunto de porfirinas permitiu a avaliação da mudança na dinâmica populacional eletrônica causada por determinados radicais...

Photophysicochemistry of porphyrins and ruthenium complexes adsorbed on mesoporous TiO2 thin films

Sampaio, Renato Neiva
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
27.72369%
Durante muitos anos, a busca por novos compostos, orgânicos, organometálicos e inorgânicos tem atraído considerável interesse no meio científico devido às suas potenciais aplicações na tecnologia, medicina e no desenvolvimento de ciência básica e aplicada. Dentre estes novos materiais, se destacam as porfirinas e complexos de rutênio por sua versátil manipulação estrutural via engenharia molecular e suas propriedades foto-físicas e fotoquímicas. Para que viabilize a estimativa de perspectivas dessa classe de compostos para potenciais aplicações, torna-se imperativo desenvolver caracterizações sistemáticas de suas propriedades moleculares, principalmente aquelas envolvendo a formação de seus estados excitados a as possíveis interações com as entidades presentes no meio. Um tópico vigente de intenso interesse de pesquisa científica nos últimos dez anos é a aplicação de moléculas altamente absorvedoras de luz visível, tais como porfirinas e complexos de rutênio, como corantes sensibilizadores em células solares sensibilizadas por corantes (CSSCs). As CSSCs representam um atrativa tecnologia para suprir a demanda mundial por energia renovável. Tais dispositivos são compostos por filmes finos mesoporosos de óxidos metálicos esféricos de escala nanométrica...

Imobilização de compostos porfirinicos e de ftalocianina em matrizes silica-titania obtidas pelo processo sol-gel : caracterização e aplicação como sensor de oxigenio

Ana Mauriceia Castellani
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/05/2002 PT
Relevância na Pesquisa
27.883125%
Neste trabalho foi realizada a síntese da matriz sílica-títânio (SiTi) e sílica-titânia-fosfato (SiTiP) através do método de sol-gel. A matriz SitiP apresentou uma boa homogeneidade do titânio, com uma área superficial específica da matriz SiTiP de 570 m g. O material obtido foi utilizado na imobilização da tetra-metil-piridil-porfirina de cobalto (CoTmPyP), obtendo-se a matriz SiTiP/CoTmPyP. Esta mesma porfirina CoTmPyP foi imobilizada em uma matriz sílica-titãnia-antimônio, (SiTiSb) a fim de se comparar a atividade catalítica desta porfirina em diferentes matrizes. A capacidade de troca das matrizes SiTiP e SiTiSb utilizadas na imobilização da CoTmPyP foi de 0,58 mmol g e 1,95 mmol g respectivamente, o que representam uma capacidade pelo menos 3 vezes maior para a matriz SiTiSb. Este fato se refletiu na quantidade de porfirina imobilizada, de 85 mmol g para SiTiSb e de 35 mmol.g para SiTiP. Estudos com espectroscopia eletrônica na região de UV-Vis foram utilizados para a caracterização dos materiais imobilizados. Através de estudos comparativos com as matrizes SiTiSb/TmPyP e SiTiP/TmPyP e com os espectros obtidos para a TmPyP em solução, pôde-se concluir que na matriz SiTiP/TmPyP a porfirina encontra-se na sua forma livre...

Metalización electroquímica con Ni (II) de la 5,10,15,20-tetraquis(phidroxifenil) porfirina

Aguilera,E. N.; Blanco,L. M.; Huerta,A. M.; Obregón,L. A.
Fonte: Sociedade Portuguesa de Electroquímica Publicador: Sociedade Portuguesa de Electroquímica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 ES
Relevância na Pesquisa
37.814478%
Se informa sobre la electrosíntesis de una metaloporfirina de níquel utilizando la 5,10,15,20-tetraquis(p-hidroxifenil)porfirina (TPPOH) como ligante. Previo a la electrosíntesis, se aplicó la técnica de voltamperometría cíclica para establecer las condiciones que permitieran la reducción electroquímica de la porfirina hasta el radical dianión. La electrosíntesis de la metaloporfirina se llevó a cabo en las condiciones establecidas por la voltamperometría. La electrólisis se efectuó en una celda no dividida, con ánodo de sacrificio de níquel y a potencial controlado, para propiciar la formación química del metalocomplejo por reacción del radical dianión de la porfirina y los iones Ni(II), ambos electrogenerados en el proceso. Se estudió el efecto de la aplicación de una onda ultrasónica de 20 kHz en el proceso de electrosíntesis de la metaloporfirina. La porfirina, de base libre y los productos obtenidos, en ausencia y presencia de ultrasonido, fueron caracterizados mediante Absorción Atómica, UVVisible, IR y análisis elemental. Los resultados de la caracterización permiten establecer que el proceso condujo a la formación de la metaloporfirina de Ni(II) con la TPPOH, con una eficiencia electrolítica superior al 80%. La aplicación de la onda ultrasónica de 20 kHz...