Página 1 dos resultados de 289 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Estudos de formação de co-cristais com o diflunisal e isómeros de piridina-carboxamida

Forte, Carina Alexandra Dinis
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
264.05299%
O aumento constante de litígios sobre patentes envolvendo polimorfos e/ou pseudo-polimorfos conduziu a um interesse crescente no estudo de formas cristalinas revelando-se num tópico de grande importância para a indústria farmacêutica. Neste trabalho foram efectuados estudos de pré-formulação com o princípio activo farmacêutico diflunisal e substâncias formadoras de co-cristal por métodos computacionais, mais concretamente por DFT usando os funcionais B3LYP e M06 e por método termoanalítico – calorimetria diferencial de varrimento (DSC). Os formadores de co-cristais usados são isómeros piridina-carboxamida: nicotinamida, picolinamida e isonicotinamida. O diflunisal e os co-formadores de cristais, nicotinamida e picolinamida, foram investigados por métodos computacionais para efectuar análise conformacional e avaliar possíveis interacções entre o diflunisal e os co-formadores. A capacidade de formação de co-cristais foi investigada através da comparação da estabilidade relativa dos homodímeros/heterodímeros dos compostos por métodos de modelação molecular. Através do método DSC obteve-se o perfil termoanalítico dos compostos originais bem como o comportamento térmico das misturas binárias – diflunisal/co-formador. De forma a se obter conclusões mais precisas acerca da formação ou não de co-cristais...

Clorinas e bacterioclorina fundidas com o anel 4,5,6,7-Tetrahidropirazolo[ 1,5-a]Piridina como novos fotossensibilizadores para o tratamento do cancro

Ferreira, Ana Rita Rodrigues Familiar de Sousa
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
273.20342%
A terapia fotodinâmica (PDT, do inglês, photodynamic therapy) constituí uma modalidade terapêutica promissora no combate ao cancro, apresentando maior seletividade e menos efeitos secundários relativamente às terapias convencionais (cirurgia, quimioterapia e radioterapia). O efeito terapêutico desta terapia resulta da associação de três componentes: fotossensibilizador, luz e oxigénio. Os derivados porfirínicos, clorinas e bacterioclorinas, apresentam uma forte absorção na “janela terapêutica” (650-850 nm) e quando excitados pela luz, produzem espécies reativas de oxigénio (ROS, do inglês, reactive oxygen species), as quais podem destruir o tecido lesado. Estas características permitem que as clorinas e bacterioclorinas sejam utilizados como fotossensibilizadores em PDT. Recentemente, Pinho e Melo e seus investigadores desenvolveram um processo sintético que permitiu a preparação de clorinas e bacterioclorinas fundidas com o anel tetrahidropirazolo[1,5-a]piridina, as quais apresentaram uma elevada estabilidade. Os estudos in vitro de algumas destas clorinas mostraram que elas poderão ser utilizadas como fotossensibilizadores em PDT contra as células de cancro do melanoma. Estes resultados positivos justiticam estudos adicionais para obter novos derivados de clorinas e bacterioclorinas. Este trabalho tinha como objetivo principal explorar a síntese de novos derivados de meso-tetraarilclorinas e bacterioclorina fundidos com o anel 4...

Estudos de adsorção e de equilíbrios no sistema cádmio(II)/piridina/cloreto. Desenvolvimento de instrumentação; Adsorption and equilibrium studies of the cadmium(II)/pyridine/chloride system; development of instrumentation

Gutz, Ivano Gebhardt Rolf
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/1978 PT
Relevância na Pesquisa
273.20342%
O presente trabalho começa por uma apresentação monográfica do fenômeno de adsorção, que dá acesso à bibliografia existente sobre o assunto. Numa extensa parte experimental desenvolveu-se um eletrodo de amálgama gotejante e um eletrodo de gota pendente mercúrio capaz de gerar gotas com área reprodutível dentro de ± 0,1%. Fez-se, também, a implantação da técnica da cronocoulometria, com os recursos disponíveis neste Instituto de Química. Realizou-se um estudo polarográfico preliminar onde se observaram diversos efeitos inibitivos sobre a reação de eletrodo do Cd(II), ligados á presença dos fenantrolino complexos de Cd(II) e de Fe(II), com participação de ânions. O sistema cádmio(II)/piridina/cloreto foi estudado potenciometricamente, tendo sido avaliadas as seguintes constantes globais de estabilidade βij = ‌CdpyiClj‌/‌Cd‌ ‌py‌ i‌Cl‌j (i, número de ligantes piridina, e j, de cloreto): β01 = 25,36, β02 = 96,0, β03 = 48,3, β04 = 65,8, β10 = 23,5, β11 = 550, β12 = 2600, β13 = 550, β14 = 1100, β20 = 690, β21 = 9740, β22 = 9400, β30 = 270, β31 = 3500, β32 = 37400, β40 = 8450...

Estudo dos espectros vibracionais de complexos de íon prata (I) com piridina e piridinas substituídas; Study of the vibrational spectra of silver ion complexes (I) with pyridine and substituted pyridines

Oliveira, Wanda de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/1974 PT
Relevância na Pesquisa
387.48703%
São estudados por espectroscopia Raman e infravermelho os complexos de prata (I) com ligantes orgânicos monodentados do tipo [Ag(L)2]NO3 (L= piridina, piridina-d5,2,4-dimetilpiridina e 2,6-dimetilpiridina) e [Ag(py)2]ClO4. Com o objetivo de investigar os deslocamentos de algumas frequências dos ligantes quando os complexos são formados, obtivemos os espectros no estado sólido e, em alguns complexos, em solução do ligante. É revista a atribuição das freqüências dos ligantes e, com base a esta, é apresentada uma tentativa de atribuição para os complexos acima citados. Os deslocamentos observados nos espectros dos complexos de prata (I) com piridina têm a mesma ordem de grandeza dos obtidos nos correspondentes complexos de metais de transição, porém diferentes dos obtidos por outros autores nos compostos de boro com piridina. Observa-se que os deslocamentos são devidos não só à complexação mas, principalmente, à mudança de estado. A análise dos espectros indicam bem que as bandas deslocadas da piridina e da 2,4-dimetilpiridina, nos complexos, podem ser atribuídas às vibrações de deformação do anel do plano e fora do plano, respiração do anel e deformação C-H no plano.; The complexes of silver (I) with monodentates organic ligands of the type [Ag(L)2]NO3 (L= pyridine...

Estrutura cristalina e molecular de complexos de ácido pícrico com derivados de piridina; Not available

Bechepeche, Anna Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/1992 PT
Relevância na Pesquisa
273.20342%
Neste trabalho são apresentadas algumas considerações sobre o estudo de ligações de hidrogênio encontradas na literatura, aspectos teóricos de métodos de resolução de estruturas cristalinas e as estruturas dos complexos: piridina-n-óxido. Ácido pícrico (I) e 4-nitropiridina-n-óxido. Ácido pícrico (II). O complexo I cristaliza-se no sistema triclínico, grupo espacial p1 e o II no sistema monoclínico, grupo espacial Cc, tendo em comum o fato de apresentarem duas unidades de complexos independentes por unidade assimétrica. A formação dos complexos I e II é devida a ligações de hidrogênio com esquemas diferentes, tanto a nível dos dois complexos quanto a nível de diferenças encontradas nas unidades independentes do mesmo complexo. Na conclusão desse trabalho e apresentada uma comparação com a estrutura do picrato de piridina; Some considerations on the hydrogen bonds as found in literature, theoretical aspects of crystal structure resolution methods and the structures of the pyridine-N-oxide, picric acid (I) and 4-nitropyridine-N-oxide, picric acid (II) complexes are presented in this work. Complex I crystallizes in the triclinic system, space group P1, and complex II in the monoclinic system, space group Cc. For both the cases two independent units of the complex are found in the asymmetric unit. The complexes I and II formation is mainly due to hydrogen bonds with different schemes...

Termoquimica da interação de piridina com argila modificada quimicamente

Anisio de Souza Filho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/10/1988 PT
Relevância na Pesquisa
278.83445%
Neste trabalho estudou-se a interação entre montmorilonita monoiônica-Na, Mg, Zn, Cu, AI e piridina, em meio pouco solvatante (heptano), através de titulação calorimétrica, isoterma de adsorção e espectroscopia de infravermelho. A interação entre argilas e substâncias orgânicas é fundamental para a compreensão de muitos processos agrícolas e industriais[1]. A montmorilonita utilizada do tipo bentonita provém de Boa Vista, Campina Grande, Paraíba, tendo sido purificada e caracterizada por análise química, difração de raios X, capacidade de troca catiônica, medida de área superficial, análise termogravimétrica e calorimetria de varredura diferencial (DSC). Baseando-se nos dados de isoterma de adsorção e titulação calorimétrica foi possível verificar a diferença de heterogeneidade da superfície das argilas modificadas, a qual cresce na ordem: Arg-Na < Arg-AI < Arg-Mg < Arg-Zn < Arg-Cu. Considerando-se agora a força média das interações argila-piridina, é possível propor a seguinte ordem crescente: Arg-AI < Arg-Na = Arg-Zn < Arg-Cu < Arg-Mg. O estudo de espectroscopia na região do infravermelho permitiu o reconhecimento do tipo de interação entre as argilas modificadas e a piridina. No caso das argilas de cobre e zinco as interações foram através de sítios ácidos de Lewis e Bronsted...

Novos sensores quimicos preparados com silica gel modificada com o ion piridinio

Lilian de Lourdes Lorencetti Prado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/05/1995 PT
Relevância na Pesquisa
264.05299%
A sílica gel, com área superficial específica de 500 m.g e diâmetro médio de poros de 6 nm, foi organofuncionalizada com o íon piridínio. Reagiu-se a sílica com 3-cloropropiltrimetoxisilano e piridina, usando como solvente o CCI4. A quantidade de íons cloreto disponíveis para reações de troca iônica foi de 0,36 mmol.g. O espectro na região de infravermelho da sílica modificada (daqui para frente designada como SiPyCI) confirmou a presença dos grupos funcionais na superfície da mesma, com bandas de absorção na região de 1489 e 1635 cm. A SiPyCI foi utilizada para a reação de troca iônica com ferrocianeto/ferricianeto de potássio, e a substituição dos íons CI pelos íons [Fe(CN)6]/ resultou nas espécies químicas designadas como (SiPy)n[Fe(CN)6] (n=3,4). Os espectros na região de infravermelho dos complexos adsorvidos apresentaram duas bandas de absorção em 2037 e 2110 cm para [Fe(CN)6] e uma banda em 2110 cm para [Fe(CN)6]. Os espectros eletrônicos apresentaram bandas de transferência de carga em 23800 cm, características de [Fe(CN)6]/ adsorvidos. A (SiPy)4[Fe(CN)6] mediou a transferência de elétrons do ácido ascórbico ao eletrodo de pasta de carbono quimicamente modificado com este material, no potencial de 0...

Reações nucleofilicas de piridina e alguns derivados com substratos aromaticos : contribuição ao estudo das reações de substituição nucleofilica aromatica

Maria do Carmo Alves Gerez
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //1978 PT
Relevância na Pesquisa
278.83445%
Foram estudadas quantitativamente as reações de substituição nucleofílica de piridina, 2-, 3- e 4-picolina, 2- e 4- fenil-piridina, quinolina e isoquinolina com um ou ambos substratos aromáticos monocíclicos: 1-Cl-2,4-dinitrobenzeno e 1-Cl-2,4,6-trinitrobenzeno (cloreto de picrila). Notou-se que aminas terciárias deste tipo possuem níveis de reatividade relativamente baixos, quando comparado com o MeO¨ em metanol, como conveniente padrão. Mesmo em solvente protônico, metanol, no qual o Cl¨ deslocado é bem solvatado, (tendo assim a sua reatividade nucleofílica reduzida) notou-se evidência de reversibilidade da reação de substituição que relacionou-se também à alta mobilidade de grupos nucleofugitivos catiônicos. Também houve evidência que o próprio solvente entra em competição com o Cl¨, reagindo com os produtos, sais aril-piridínios. Foi destacado neste estudo uma avaliação dos efeitos estéricos nas reações de piridina e alguns derivados, com os dois substratos que diferem entre si por terem uma ou duas posições "orto" ocupadas por grupo nitro. Mesmo nas reações das aminas com 1-Cl-2,4-dinitrobenzeno, onde se espera menores efeitos estéricos, já foi indicado níveis de impedimento estérico bastante grande. Nas reações com cloreto de picrila (1-Cl-2...

Estudo exploratorio das reações de clivagem de sais de piridinio com reagentes nucleofilicos : contribuição ao estudo das reações de piridinio

Juergen Heinrich Maar
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/1976 PT
Relevância na Pesquisa
264.05299%
O presente trabalho constitui o início de uma investigação sistemática de certasreações de clivagem de compostos heterocíclicos. Sais de piridínio quaternarizados com grupos X que atraem elétrons fortemente sofrem com reagentes nucleofílicos reações de clivagem do anel de piridina. Tomando corno ponto de partida o cloreto de 2,4-dinitrofenil-piridínio, realizamos inicialmente um estudo exploratório das reações de clivagem destes sais de piridínio com os reagentes nucleofílicos NH2OH, H2NNH2, CH3NH2 e OH, com o intuito de investigar produtos de reação, mecanismo e sobretudo condições que permitissem estudo quantitativo da clivagem propriamente dita. Investigou-se finalmente a cinética das reações com NH2OH (condições de 2 ordem, e 1 ordem[pseudo-unimolecular]), H2NNH2 (condições de 2 ordem) e CH3NH2 (condições de 2 ordem). Em todos os casos empregaram-se métodos espectrofotométricos (UV e/ou visível). Para as reações citadas, determinaram-se além dos parâmetros de Arrhenius, as constantes de velocidade a diversas temperaturas e funções termodinâmicas. Dada a sua inexistência na literatura, acompanham, o trabalho espectros UV, infra-vermelho e de massa de alguns dos compostos envolvidos. Os estudos realizados esclareceram suficientemente o comportamento destas reações...

Sintese : estrutura e reatividade de sais derivados de N-aminopiridinio e rearranjo (3,3) em sais de N-(aril) N-(metanosulfonilamino) peridino

Antonio Carlos Siani
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/1987 PT
Relevância na Pesquisa
282.64902%
Haletos e tetrafluorboratos de N-(arilamino) piridínio foram sintetizados de acordo com o método de clivagem do cloreto de 2,4-dinitrofenilpiridínio por arilidrazinas, seguido de ciclização térmica do intermediário. Foram verificados os efeitos do solvente no rendimento (ácido acpetico e dioxano-água). As hidrazonas intermidiárias foram caracterizadas através de UV, IV e espectrometria de massa, e o mecanismo de ciclização é discutido. A reação de N-iminas de piridina (originárias do tratamento dos saiscom base ) com vários eletrófilos resultou em sais dissubstituídos no nitrogênio exocíclico. Outros sais foram sintetizados via aminação direta da piridina com ácido 0-aminoslfônico. Especificamente, o tratamento de tetrafluorboratos de N-(aril), N-(mesilamino) piridíno conduziu a uma série de novos compostos(abaixo), que incorpora um sistema tetraidro- a- carbolina ligado a um ciclo 1,1-dioxido,1,2,4-tiodiazínico em forma de barco, onde todas as junções são cis. O mecanismo inclui um rearranjo [3,3], onde a ene-hidrazina intermidiária inicia um processo de indolização em condições muito suaves de reação. A estrutura rígida do tetraciclo formado não permite a rearomatização, e o diidroindol é isolado. A estrutura do produto rearranjado foi elucidada por difração de Raios-X e RMN H (400 MHz...

Alterações de permeabilidade da membrana mitocondrial dependentes de calcio e oxidantes de nucleotideos de piridina endogenos

Valmir Lauro Ferraz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/1988 PT
Relevância na Pesquisa
264.05299%
Mitocôndrias de fígado de rato desenergizadas sofrem inchamento quando incubadas na presença de cálcio e um oxidante de nucleotídeos de piridina mitocondriais. Este inchamento é estimulado por fosfato e aumento da temperatura de incubação, e inibido por vermelho de rutênio, ATP+Mg2+ e dibucaína. O grau de inibição pela dibucaína varia inversamente com a concentração de cálcio. A inibição causada por vermelho de rutênio é eliminada completamente pela adição do ionóforo de cálcio ionomicina, indicando que o efeito do cátion é mediado por sítios internos de ligação. Visto que as mitocôndrias foram desenergizadas, os resultados indicam não há necessidade de movimento cíclico de cálcio através que da membrana neste mecanismo. Além disso, os resultados mostram que mitocôndrias de cérebro de rato, cuja fosfolipase A2 dependente de cálcio,é menor que 20% da de mitocôndrias de fígado, são bastante sensíveis aos efeitos deletérios do cálcio + fosfato ou oxidantes de NAD(P)H, sugerindo que a remoção de fosfolípideos da membrana, por esta enzima, não representa o fator mais significativo no mecanismo do inchamento. Um ponto de transição da temperatura em torno de 26 graus deve indicar ainda uma subordinação do mecanismo do inchamento à fluidez da membrana; Deenergized rat liver mitochondria undergo extensive swelling when incubated in the presence of calcium plus an oxidant of mitochondrial pyridine nucleotide. This swelling is stimulated by phosphate and increasing incubation temperature...

Estudos de adsorção e dessorção de piridina e n-butilamina pelo metodo microgravimetrico

Dela Vedova, Marcio
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiii,80f.| il., grafs., tabs. + anexo
POR
Relevância na Pesquisa
264.05299%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnologico

Pressão interna e refração molar dos sistemas dimetilsulfóxido + tiofeno, dimetilsulfóxido + piridina a 298,15K

AZNAREZ,Silvia Beatriz; POSTIGO,Miguel Ángelo; MARTINS,Adair
Fonte: Fundação Editora da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP Publicador: Fundação Editora da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1999 PT
Relevância na Pesquisa
373.20344%
Pressão interna, volume livre, refração molar e propriedades termodinâmicas de excesso de misturas líquidas binárias de dimetil sulfóxido + tiofeno e dimetil sulfóxido + piridina a 298.15K foram calculadas a partir de medidas experimentais de densidades, tensão superficial e índice de refração. A relação entre a pressão interna, volume molar de excesso, refração molar, e a interação molecular dos sistemas binários é examinada.

Criptatos de lantanídeos derivados de ácidos piridina-dicarboxílicos : modelagem, síntese, caracterização e estudo espectroscópico

Henrique Soares de Andrade, Raphael; Alves Junior, Severino (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
264.05299%
O design e a síntese de ligantes macrocíclicos e seus complexos luminescentes de lantanídeos (Ln) são uma fascinante área de pesquisa devido a sua importância em processos básicos e em química aplicada. A habilidade destes ligantes em encapsular íons trivalentes lantanídeos, bem como sua singular eficiência em absorver a radiação ultravioleta, transferindo a energia ao cátion metálico central com pêrdas mínimas em processos de desativação, torna-os valiosos dispositivos supramoleculares conversores de luz seja em sondas luminescentes, em sistemas biológicos e/ou diagnóstico médico. Desde os trabalhos de Jean-Marie Lehn na década de 60, diversos criptatos de lantanídeos foram e vêm sendo sintetizados sistematicamente devido a sua versatilidade funcional enquanto antenas eficientes em dispositivos fotônicos. Neste trabalho, nós realizamos um estudo teórico e experimental de nove criptatos de Ln (III), em que Ln = Eu, Tb e Gd, os quais foram sintetizados e caracterizados através de técnicas convencionais de espectroscopias (RMN, infravermelho e UV-Vis) e espectroscopia de luminescência (excitação e emissão). As sínteses dos novos criptatos foram realizadas a partir de uma classe de ligantes dicarboxílicos derivados da piridina: os ácidos dipicolínico...

Espalhamento de elétrons por Halopirimidinas e Piridina

Barbosa, Alessandra de Souza
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
285.40398%
Resumo: Neste trabalho são apresentadas seções de choque calculadas para o espalhamento elástico de elétrons por halopirimidinas e por piridina. Para os cálculos de espalhamento foi empregado o método multicanal de Schwinger implementado com pseudopotenciais de Bachelet, Hamann e Schlüter, nas aproximações estático-troca e estático-troca mais polarização. Uma halopirimidina é obtida a partir da pirimidina (C4H4N2) substituindo um hidrogênio da posição 2 ou 5 por um halogênio. Neste trabalho foram estudas as halopirimidinas 2-cloropirimidina (2-ClC4H3N2), 5-cloropirimidina (5-ClC4H3N2), 2-bromopirimidina (2-BrC4H3N2), 5-bromopirimidina (5-BrC4H3N2), 2-iodopirimidina (2-IC4H3N2) e 5-iodopirimidina (5-IC4H3N2). O objetivo principal desta dissertação consiste em obter as posições em energia onde ocorrem ressonâncias (aprisionamento temporário do elétron incidente) nessas moléculas. Para todas as halopirimidinas são apresentadas seções de choque integrais e diferenciais. Para as bromopirimidinas e 2- cloropirimidina há resultados experimentais para as posições das ressonâncias disponíveis na literatura. No geral, os resultados teóricos apresentados aqui estão em bom acordo com os dados experimentais. Para a 5-cloropirimidina e para as iodopirimidinas não há dados disponíveis mas...

Estudio teórico del proceso de protonación de la piridina en clusters de moléculas de agua

Sicilia Aparicio, María del Carmen
Fonte: Universidade Autônoma de Madrid Publicador: Universidade Autônoma de Madrid
Tipo: Tese de Doutorado
SPA
Relevância na Pesquisa
264.05299%
Tesis doctoral inédita leída en la Universidad Autónoma de Madrid. Facultad de Ciencias. Departamento de Química. Fecha de lectura: 15-07-2005

Transporte de Ca+t por mitocondria : caracteristicas do efluxo induzido pelo estado oxidado dos nucleotideos de piridina mitocondriais

Anibal Eugenio Vercesi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Livre Docência Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/1982 PT
Relevância na Pesquisa
264.05299%
O efluxo de 'CA POT. 2+' mitocondrial é estimulado pelo estado oxidado de NADP mitocondrial. Em mitocondria não energizada uma completa oxidação de NAD e NADP pode ser induzida por oxaloacetato ou acetoacetato enquanto que em mitocondria energizada estes substratos oxidam exclusivamente NAD. Esta diferença deve-se ao efeito do potencial protônico de membrana gerado pela respiração ou hidrólise de ATP sobre a constante de equilíbrio da reação catalizada pela enzima NAD(P)-transidrogenase. No último caso o efluxo de 'CA POT. 2+' não é estimulado pelos referidos oxidantes. O efluxo de 'CA POT. 2+' mitocondrial induzido por 'NADP POT. +' é necessariamente associado ao efluxo de 'MG POT. 2+' e nucleotídeos de adenina endógenos mediado pelo transportador especifico uma vez que "bongkrekato", inibidor especifico deste transportador, inibe tanto o efluxo de nucleotídeos de adenina como de 'CA POT. 2+'. A diminuição no título de grupamentos -SH de membrana mitocondrial que acompanha a oxidação de NADP, bem como a similaridade entre as características do efluxo de 'CA POT. 2+' induzida por 'NADP POT. +' e diamida (oxidante de grupos -SH) indicam o envolvimento destes no mecanismo. Ambos, oxidação de NADP e diamida induzem aumento de pequena amplitude no volume mitocondrial que também é sensível a "bongkrekato". Estes resultados indicam que o efluxo de 'CA POT. 2+' mitocondrial induzido por 'NADP POT. +' está associado a alterações conformacionais da mitocondria resultantes da oxidação de grupamentos -SH da membrana em equilíbrio de óxido-redução com NADP através do sistema enzimático glutationa redutase/glutationa peroxidase.; Mitochondrial 'CA POT. 2+' -efflux is stimulated by the oxidized state of mitochondrial NADP. In deenergized mitochondria either oxaloacetate or acetoacetate can induce a full oxidation of both NAD and NADP whereas in energized mitochondria these substrates oxidize NAD only. This difference is due to the effect of the membrane pH gradiente generated by respiration or ATP hydrolysis on the energy-linked NAD(P)-transhydrogenase reaction. When mitochondria are energized 'CA POT. 2+' efflux is not stimulated by oxaloacetate or acetoacetate. The mitochondrial 'CA POT. 2+' efflux induced by 'NADP POT. +' is associated to the efflux of 'MG POT. 2+' and adenine nucleotides through the adenine nucleotides translocase since the specific inhibition of this enzyme by bongkrekate blocks both adenine nucleotides and 'CA POT. 2+' efflux. The decrease in the titer of membrane bound -SH groups following NADP oxidation as well as the similarity between the characteristics of 'CA POT. 2+' efflux induced by 'NADP POT. +' and diamide (-SH oxidant) indicates the participation of thiol groups in this rnechanism. Both...

Estudo cinetico das reações de substituição nucleofilica aromatica (Sn2Ar) entre os derivados de piridina e os tetrafluoroboratos de 2- e 4 cloro-1-alquilpiridinios

Inara Lilian Gabriel da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/05/1990 PT
Relevância na Pesquisa
285.40398%
Neste trabalho foram determinadas as reatividades dos seguintes substratos: tetrafluoroboratos de 2-cloro-1-metilpiridínio com as aminas heteroaromáticas piridina e 2-picolina; tetrafluoroboratos de 2- e 4-cloro-1-etilpiridínio com as aminas heteroaromáticas piridina, 2-picolina, 3-picolina, 4-picolina e 2,6-lutidina, a 65.5°C. Observou-se que o valor da constante de velocidade de segunda ordem, k1, para a reação do substrato 2-cloro-1-etilpiridínio com piridina é cerca de duas vezes menos reativo que o substrato 2-cloro-1-metilpiridínio, enquanto que o substrato 4-cloro-1-etilpiridínio apresenta praticamente a mesma reatividade que o substrato 2-cloro-1-metilpiridínio. Já para os nucleófilos 3- e 4-picolina, o substrato 4-clorado foi mais reativo que o substrato 2-cloro-1-etilpiridínio. A partir do gráfico de Brönsted (log k1 x pka) determinou-se os coeficientes B de Brönsted das reações dos nucleófilos piridina, 3- e 4-picolina com os substratos 2- e 4-cloro-1-etilpiridínio. Os efeitos estéricos dos nucleófilos 2-picolina e 2,6-lutidina foram determinados através de seu desvio negativo. Observou-se também que o substrato 4-cloro-1-etilpiridínio é menos reativo que seu isômero 2-clorado nas reações com 2-picolina e 2...

Síntese e caracterização de complexos de n6 -arenorutênio(ll) e 2,2' -bisbipiridinarutênio com ligantes baseados em feniletinil-piridina e fenilazo-piridina

Pazinato, Jaqueline
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 85f. : il. algumas color., tabs., grafs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
278.83445%
Orientador : Prof. Dr. Herbert Winnischofer; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Exatas, Programa de Pós-Graduação em Química. Defesa: Curitiba, 14/02/2014; Inclui referências; Resumo: Neste trabalho estao descritas as sinteses e as caracterizacoes, estrutural, eletronica e eletroquimica, dos compostos derivados de ƒÅ6-arenorutenio(II) e 2,2f-bisbipiridinarutenio com os ligantes de cadeia longa 4-(4f-dodeciloxifeniletinil)piridina e 4-(4f-dodeciloxifenilazo)piridina. Esses ligantes possuem uma porcao alifatica que garante a auto-organizacao e uma porcao aromatica com nitrogenio piridinico coordenante. A caracterizacao estrutural foi realizada por ESI-MS, RMN de 1H e FTIR. As caracterizacoes eletronica e eletroquimica foram realizadas por espectroscopias Raman e UV-vis, voltametria ciclica e espectroeletroquimica UV-vis. Os compostos derivados de 2,2f-bisbipiridinarutenio exibiram pico de ion molecular e os dados de RMN e FTIR estao de acordo com as estruturas propostas. No entanto, os derivados de ƒÅ6-arenorutenio exibiram apenas picos de fragmentos no ESI-MS, porem os resultados de RMN de 1H, FTIR, UV-vis e Raman indicaram a existencia dos complexos monocoordenados dos arenorutenios. Os compostos derivados de Rubipy absorvem intensamente a luz visivel devido as transicoes de transferencia de carga (MLCT). Os ligantes de cadeia longa azo- e etinilpiridina apresentaram banda de absorcao no UV com valores de ƒÃ proximos e exibiram carater ƒÎ-aceitador. Como consequencia...

Efecto electromérico autógeno en el N-óxido de piridina y su nitración

Sánchez-Viesca,Francisco; Gómez,Ma. Reina
Fonte: Universidad Nacional Autónoma de México, Facultad de Estudios Superiores, Plantel Zaragoza Publicador: Universidad Nacional Autónoma de México, Facultad de Estudios Superiores, Plantel Zaragoza
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 ES
Relevância na Pesquisa
382.64902%
Linton encontró que el momento dipolo del N-óxido de piridina es mucho menor que el valor teórico esperado. Debido a este resultado, propuso la existencia de 3 'estructuras excitadas', con carga eléctrica negativa en las posiciones 2, 4 y 6 del anillo piridínico. Sin embargo, en una reacción de sustitución electrofílica típica como lo es la nitración, solamente se obtiene el producto de reacción en la posición 4. Esta discrepancia entre lo propuesto por Linton y la reactividad observada nos indujo a estudiar las propiedades físicas del N-óxido de piridina, ya que su reactividad es resultante de las mismas. Por otra parte, las estructuras con carga negativa en el anillo requieren una polarización inesperada y hubo que proponer un mecanismo viable de formación, mediante inducción intermolecular, como se detalla en la Discusión. Además, se encontró que solamente una de las tres estructuras antes propuestas tiene soporte tanto por la reactividad observada como por datos de resonancia magnética nuclear de carbono 13. Al descartar 2 de las 'estructuras excitadas' de Linton, se ha explicado por qué la nitración del N-óxido de piridina es regioselectiva.