Página 1 dos resultados de 39 itens digitais encontrados em 0.017 segundos

O trombone e suas atualizações - sua história, técnica e programas universitários; O trombone e suas atualizações - sua história, técnica e programas universitários

Fonseca, Donizeti Aparecido Lopes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
45.88%
Neste momento delicado, delineado pela multiplicação de cursos de trombone por todo o país, muitos professores encontram-se despreparados e, todavia, cientes da iminente necessidade da atualização das técnicas trombonísticas como um elemento motivador e transformador de sua ação docente. Diante dessa expectativa em relação à informação educacional, percebem-se o quanto estes estão desamparados e se colocam na busca da solução mágica para resolver essa situação profissional problemática: a disponibilidade de material didático em língua portuguesa. Somado a isso, há um outro fator: a formação inicial precária desse professor. Formação esta com base num sistema fragmentado de ensino, onde ainda prevalece o esquema tradicionalista e oral de transmissão de conhecimentos. É nesse ponto que nossa pesquisa entra como um unificador de procedimentos, com saída plausível para a aquisição de novas competências exigidas pela integração dos conhecimentos atualizados internacionalmente à prática educacional. Nosso trabalho dará um panorama educacional atual, utilizando-se dos escritos de Edward Kleinhammer e Denis Wick, dentre outros. Estes nos fornecerão subsídios para a compreensão do ensino e, portanto...

'A mineira ruidosa' - Cultura popular e brasilidade na obra de Alexina de Magalhães Pinto (1870-1921); 'The noisy miner' - Popular culture and brazilianness in the work of Alexina de Magalhães Pinto (1870-1921)

Carnevali, Flavia Guia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
65.64%
O objetivo dessa investigação foi analisar de que maneira a cultura popular coletada sob a forma de cantos, contos, provérbios e brincadeiras infantis foi tratada pela folclorista e professora mineira Alexina de Magalhães Pinto (1870-1921), considerada pioneira na aplicação das diversas formas da cultura oral à pedagogia. A intenção ao estudar a folclorista Alexina e suas obras na área do folclore foi verificar de que maneira ela colocava-se como intermediária em relação às práticas populares e a partir daí analisar o discurso que a intelectual construiu sobre essas práticas e vivências. Ao analisar os modos como Alexina manejou a cultura popular, seja corrigindo a fala do povo, ou a métrica das canções, valorizando os aspectos morais dos provérbios, criando e recriando contos populares, edulcorando seus finais, enfim, fazendo uso desse material para educar física, moral e intelectualmente as crianças, percebe-se como essas práticas estavam em consonância com a missão civilizadora que a elite letrada atribuiu para si entre o final do século XIX até as duas primeiras décadas do XX. Desse modo, a produção bibliográfica da folclorista e a historiografia sobre o tema, ajudam a revelar e/ou (re) construir os conflitos...

Entre palcos e páginas: a produção escrita por mulheres sobre música na história da educação musical no Brasil ( 1907-1958); Between stages and pages: womens written production about music in the history of musical education in Brazil (1907-1958).

Igayara-Souza, Susana Cecilia Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
85.96%
Estudo histórico que tem por objetivo localizar e analisar a produção escrita por mulheres sobre música, relacionada a diversos contextos educacionais no Brasil, durante as primeiras cinco décadas do século XX. Como fontes, foram consultadas as publicações inventariadas na pesquisa, documentos manuscritos de arquivos históricos, documentos oficiais, periódicos, iconografia e arquivos pessoais de professoras. O 1º capítulo é dedicado a uma visão de conjunto sobre a produção escrita por mulheres sobre música. O capítulo 2 analisa as primeiras décadas e estabelece uma discussão sobre as representações de música brasileira e europeia na educação musical. O capítulo 3 trata da música na escola formal e da participação de mulheres no canto orfeônico, considerando o processo de institucionalização e escolarização da música e o papel da publicação de hinários, cancioneiros e livros didáticos nesse processo. O capítulo 4 aborda a formação de professores e a pedagogia da escola nova, destacando os conflitos na historiografia e na prática do canto orfeônico. O capítulo 5 concentra-se na formação artística, tendo por foco o ensino especializado de música, a presença de mulheres na atividade artística e as representações sobre o feminino. São analisados três exemplos da produção escrita...

Civilizando pela música: a pedagogia do canto orfeônico na escola paulista da Primeira República (1910-1930); "Civilizing" through music: Orpheonic Singing teaching in São Paulo State schools in the First Brazilian Republic (1910-1930).

Gilioli, Renato de Sousa Porto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/2003 PT
Relevância na Pesquisa
75.8%
Esta pesquisa estuda o projeto de canto orfeônico nas escolas públicas paulistas das décadas de 1910 e 1920. Nesta época, os mentores do movimento orfeônico João Gomes Junior, Carlos Alberto Gomes Cardim, Fabiano Lozano, Lázaro Lozano, Honorato Faustino e João Baptista Julião foram pioneiros em trazer essa modalidade de ensino musical para a escola brasileira. Ainda assim, muitos deles foram em grande medida esquecidos ou, ao menos, colocados num segundo plano na história da educação musical. Este projeto de ensino musical buscava civilizar os costumes, favorecer a construção de uma identidade nacional e ensinar uma audição de mundo associada aos padrões da música ocidental moderna erudita. O período abordado é de notável importância para o ensino musical, uma vez que as experiências e postulados aí desenvolvidos representaram a fonte de Villa-Lobos para fazer do canto orfeônico um fenômeno de dimensão nacional no Brasil na década de 1930.; This research studies the Orpheonic Singing project in public schools of São Paulo State in the 1910s and 1920s. At that time, the men who idealized such initiative João Gomes Junior, Carlos Alberto Gomes Cardim, Fabiano Lozano, Lázaro Lozano, Honorato Faustino e João Baptista Julião were pioneers in bringing to Brazilian schools this kind of musical teaching. Despite of that...

Práticas informais no ensino coletivo de sopros: um experimento no Guri; Informal learning practices in woodwind group lessons: an experiment at Guri program

Leme, Luis Santiago Malaga
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
75.72%
Este trabalho apresenta algumas contribuições para uma atualização metodológica e pedagógica do ensino de instrumentos de sopro em aulas coletivas inspirado pelas práticas informais de aprendizagem identificadas por Green (2008), Braga (2005) e Priest (1989) entre outros. As práticas informais são um conjunto de atividades identificadas pela literatura como típicas da música popular ou tradicional que possuem interesse para a educação musical formal. Suas características principais podem ser resumidas como: concessão de espaço e tempo para os alunos improvisarem e experimentarem; livre escolha do repertório e; maior uso de modelos visuais e sonoros dados pelo professor e por gravações trazidas à sala de aula. As práticas informais estão de acordo com a pedagogia de Paulo Freire na medida em que colocam a autonomia como meio de aprendizagem e não apenas como finalidade. A formalização das práticas musicais na direção da escrita e leitura de partituras é um processo antigo correlacionado ao desenvolvimento do racionalismo na história do pensamento ocidental em sua busca pela precisão, segundo Koellreutter (Brito, 2007). O caminho que as práticas musicais tomaram teve seu ápice no século XIX, sendo que o sistema de ensino dos conservatórios constituído nesta época perdura até os dias de hoje na educação musical...

A apropriação dos discursos da New Musicology por três didáticas norte-americanas de ensino de história da música

Tramontina, Leonardo Salomon Soares
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
145.89%
O recrudescimento das críticas aos paradigmas teórico-conceituais e ao próprio modus operandi da musicologia histórica, a partir da década de 1980, fomentou seu reposicionamento em direção a processos, temas e métodos característicos das disciplinas não musicais, tais como a antropologia, linguística, etnomusicologia, crítica literária e a teoria cultural, dente outras. Como a Historiografia da segunda metade do século XX, tenta desenvolver uma crítica aos seus enunciados e práticas baseada na consciência de suas formas de construção e significação e da historicidade de seus postulados. Tal fenômeno de inquirição ontológica deu-se, majoritariamente, nos países de língua inglesa, onde recebeu o nome de New Musicology. Sob este contexto, portanto, será analisado como três didáticas de ensino de História da Música, amplamente utilizadas nos cursos de graduação em música dos Estados Unidos, têm se apropriado destes discursos críticos. Tratar-se-á, pois, de desvelar como um material comumente caracterizado por uma postura historiográfica mais tradicionalista, cuja tendência é apresentar uma História da Música que coaduna contextualização geopolítica, "evolução" dos estilos, gêneros e formas musicais a aspectos biográficos das "grandes personalidades"...

Processos criativos no ensino de piano; Creative processes in piano teaching

Almeida, Maria Berenice Simões de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/11/2014 PT
Relevância na Pesquisa
75.72%
Da longa experiência em sala de aula fazendo música com crianças, surgiu a questão: por que o espaço para a criação não faz parte da maioria dos métodos e das práticas dos professores de piano? Esse questionamento levou a outros sobre como ensinar piano criativamente e como guiar a construção do pensamento musical das crianças. Sem rejeitar os aspectos técnicos, a notação tradicional e a prática de música erudita na formação pianística, a busca por novas possibilidades de ensino vinha da consideração de que não se deveria restringi-lo a um repertório limitado, a um só tipo de notação e à interpretação como única forma de expressão musical. O constante desafio oferecido por alunos curiosos, indagadores, vibrantes e musicais também me impulsionou a olhar mais atentamente para suas produções musicais e a ouvir suas ideias sobre seu fazer musical. A partir dessas considerações, esta dissertação propõe uma reflexão pedagógico-musical disparada por relatos de experiência com meus alunos de piano da Escola Municipal de Iniciação Artística (EMIA). Apresento quatro composições, uma livre improvisação e duas entrevistas livres. Uma breve história do ensino de piano no Brasil e uma revisão concisa de métodos adotados na pedagogia pianística brasileira fundamentam historicamente esta pesquisa. Também analiso alguns que apresentam propostas de criação. Como referencial teórico...

Prelúdio : uma proposta de educação musical : 1982-2002

Kiefer, Nidia Beatriz Nunes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
45.84%
A pesquisa, ao reconstruir os itinerários percorridos pelo Projeto Prelúdio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, nos seus primeiros vinte anos de existência (1982-2002), através de um minucioso trabalho junto à história oral e fontes documentais escritas, busca evidenciar as suas possíveis identidades assumidas, bem como o papel que desempenha na história da educação musical de crianças e jovens da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Trata-se de um estudo de caso que, partindo de uma aproximação qualitativa - quantitativa do corpus empírico, examina-o através dos conceitos de memória e identidade, bem como da análise dos princípios pedagógicos que deram sustentação a essa proposta de educação musical. O estudo desenvolvido ressalta a importância do espaço, estrutura pedagógica, plano de estudos, repertório musical e acompanhamento da progressão das aprendizagens na construção do currículo de Educação Musical e, principalmente, na formação das crianças e jovens. O corpus empírico é composto de três fontes documentais privilegiadas, a saber: documentos oficiais da secretaria do Projeto, documentos orais recolhidos em oitenta e uma (81) entrevistas com alunos, professores, funcionários e pais de alunos e um relato sobre o Prelúdio elaborado em 1991 A análise desses documentos permitiu constatar que o Prelúdio constituiu-se como uma escola de educação musical sem objetivos profissionalizantes que...

Processos narrativos de formação musical em estudantes de pedagogia

Lopes, Mariana Fonseca
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.91%
Este trabalho acompanha a trajetória da formação musical de 56 estudantes que frequentam aulas de Educação Musical no curso de Pedagogia de uma universidade pública de Porto Alegre. O estudo tem por objetivo compreender o papel que a música desempenha na sua formação docente e de que modo as experiências anteriores com a música participam dos conteúdos musicais desenvolvidos em sala de aula. O material empírico constitui-se de depoimentos registrados no ambiente virtual de aprendizagem Moodle, comentários realizados pelas estudantes durante as aulas e tarefas escritas solicitadas pela professora da disciplina. Para aprofundar a compreensão, foram realizadas duas entrevistas-narrativas com as participantes que demonstraram interesse em narrar suas práticas pedagógicas com a música. Os eixos de análise emergiram das leituras do material empírico recolhido, os quais foram agrupados em torno de “lembranças musicais ao longo da vida”, “expressões da cultura”, “aprendizagens realizadas” e “percepção de si”. A partir desses eixos formou-se o fio condutor que explica de que modo os diferentes saberes se articulam na ampliação do conhecimento musical proposto pela disciplina. O aporte teórico baseou-se nas teorias de Histórias de Vida e os principais autores utilizados foram Marie-Christine Josso (2004-2010)...

Ensino da música em Portugal (1868-1930) : uma história da pedagogia e do imaginário musical

Paz, Ana Luísa Fernandes
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
75.85%
Tese de doutoramento, Educação (História da Educação), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2015; Apresento uma investigação historiográfica sobre o ensino vocacional de música português, entre os anos de 1868 e 1930. Durante esse espaço de tempo, atravessado por três regimes políticos (monarquia, república, ditadura militar), esta aprendizagem expandiu-se, quer em número de efetivos, quer em diferentes estratos sociais. O alargamento do número e variedade de alunos envolvidos teve reflexos na conceção de ideias pedagógicas e da apresentação de si, levando-me a sustentar que o nosso entendimento sobre o acesso à educação de músicos, compositores ou diletantes foi forjado neste período, e, segundo a minha hipótese, tendo por referência a noção de génio. Essa noção configura, no meu entender, um invariante que tanto implica o máximo ideal de aspiração, como um verdadeiro modelo de onde foram decalcadas formas de vida. A pesquisa, embora se desvele sobre outras fontes (e.g., legislação, estatística, debates parlamentares, arquivos escolares, espólios pessoais) explanou-se essencialmente a partir de: (i) monografias expert sobre música e seu ensino; (ii) periódicos especializados em música...

Joaquim Simões da Hora : intérprete, pedagogo e divulgador

Fernandes, Tiago Manuel da Hora
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
55.89%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciências Musicais (Musicologia Histórica); Joaquim Simões da Hora (1941-1996) destacou-se durante o último quartel do século XX como o maior intérprete português de Música Antiga ibérica para órgão. Neste domínio estendeu também as suas qualidades de grande intérprete em diversos países europeus e até nos Estados Unidos da América. Inserido na corrente da “nova” Música Antiga que surgiu na segunda metade do século XX, faz parte de uma geração de intérpretes que assentam as suas interpretações em técnicas e instrumentos históricos, tais como Jordi Savall, Ton Koopman ou José Luís Uriol. As suas interpretações encontram-se registadas em quatro álbuns que demonstram as suas grandes capacidades como intérprete. A actividade profissional de Joaquim Simões da Hora estendeu-se também ao domínio da pedagogia, onde constituiu uma reformulação da classe de órgão do Conservatório Nacional, no qual foi professor entre 1977 e 1995. Para além das actividades de intérprete e pedagogo, desenvolveu ao longo de toda a sua carreira um profundo trabalho na divulgação do património musical nacional...

Considerações sobre a aprendizagem da performance musical

Cerqueira,Daniel Lemos; Zorzal,Ricieri Carlini; Ávila,Guilherme Augusto de
Fonte: Escola de Música da UFMG Publicador: Escola de Música da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
55.64%
Este artigo oferece uma proposta para fundamentação da prática musical de instrumentos e canto, enfatizando procedimentos de estudo, baseando-se principalmente na Teoria da Aprendizagem Pianística de José Alberto Kaplan. Paralelamente, foi realizada uma breve releitura crítica da história do ensino de instrumentos musicais e métodos para educação musical, em diálogo com áreas afins à Performance Musical, entre elas Psicologia Cognitiva, Neurociência e Educação Física.

A prática docente de bacharéis em música atuantes em orquestras

Kothe, Fausto
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
65.89%
Resumo: O presente estudo identificou a atuação profissional voltada para a docência dos bacharéis inseridos nas orquestras de Santa Catarina e mapeou os saberes desses instrumentistas de forma a conduzir as ações para um direcionamento mais eficiente da formação inicial e continuada destes profissionais. Os resultados indicam que dos 112 instrumentistas inseridos nas orquestras de Santa Catarina 45 são bacharéis, seis licenciados em música, 37 sem formação específica na área de música e 24 que ainda estão cursando suas graduações em música - licenciatura (5) e bacharelado (19). A atuação docente é exercida tanto pelos licenciados e bacharéis quanto por indivíduos sem formação específica na área de música. Dos 45 bacharéis em música identificados, 23 participaram da pesquisa sendo que 11 deles tocam em mais de uma orquestra no Estado. Considerando os participantes, foi constatado que 21 (91,30%) atuam na docência instrumental e 11 (47,83%) atuam com a docência em educação musical geral. Os dados encontrados indicam que, a prática docente ocorre em diferentes espaços como em conservatórios, escolas de música, escolas particulares, públicas e etc. Estas são devidas principalmente pelo gosto pessoal...

A música na formação inicial do pedagogo: embates e contradições em cursos regulares de Pedagogia da região Centro-Oeste; The music in the training of teacher: conflicts and contradictions in regular courses of Pedagogy of the Center-West

AQUINO, Thais Lobosque
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
45.93%
The present work had finally to investigate music in the initial background of pedagogue, under a perspective of analysis directed for the regular courses of Pedagogy in Brazilian s Center-West region. To discuss this phenomenon, revealed necessary to examine the history of the music education in Brazil, the trajectory of the Pedagogy course in this country, the limits and possibilities of pedagogue practice with the musical language, beyond empirically documentary analysis verifying through the presence of music in the curriculum of the 76 institutions that offer the course in regular regimen in Center-West region. Pedagogue is apprehended as professional responsible by the teaching to multidiscipline in the infantile education and initial series of basic education and, for this, charged of music in the respective levels. Thus, it is fundamental to offer him preparation in music already during its process of initial background. To the end, considers a guideline and proposals for quarrel that aims to supply subsidies for researches and projects pledged in creating new tonic about the multifaceted dialogue between pedagogue and music.; O presente trabalho teve por fim investigar a música na formação inicial do pedagogo, sob uma perspectiva de análise direcionada para os cursos regulares de Pedagogia da região Centro-Oeste. Para desvelar este fenômeno...

Reflexões sobre o ensino de música e a formação do professor generalista

MARTINOFF, Eliane Hilario da Silva
Fonte: X Encuentro de Ciencias Cognitivas de la Musica Publicador: X Encuentro de Ciencias Cognitivas de la Musica
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.8%
Nas séries iniciais do ensino fundamental no sistema educacional brasileiro, os conteúdos de quase todas as disciplinas são abordados por professores generalistas. A Lei de Diretrizes e Bases 9394/96 teve seu texto alterado em 2008, tornando obrigatórios os conteúdos de música no ensino de Arte na educação básica. Muitos professores têm se mostrado temerosos em desempenhar tais funções, possivelmente pelo fato de a música não ter estado presente na formação desses indivíduos. O presente estudo objetivou conhecer em que medida o aprendizado de um panorama da História da Música Popular Brasileira, olhando a música como produto cultural e histórico e os músicos como agentes sociais, poderia auxiliar os educadores na elaboração de estratégias pedagógicas para o estudo de conteúdos diversos na perspectiva contextualista, segundo Almeida (2001). Foram elaboradas com os alunos do curso de Pedagogia, algumas propostas interdisciplinares direcionadas aos alunos do ensino fundamental, utilizando a vida e obra de alguns compositores brasileiros. Observou-se que os pedagogos podem desenvolver a apreciação musical, traçando paralelos com conteúdos diversos. Concluiu-se que a contribuição do professor generalista para o desenvolvimento musical das crianças será proporcional à compreensão que este educador tem sobre música e arte na formação dos indivíduos.; sim

A chave do artesão : um olhar sobre o paradoxo da relação mestre/aprendiz e o ensino metodizado do violino brarroco; The key of the artisan : the paradox of the master/pupil relationship and the methodic teaching of the baroque violin

Luís Otavio de Sousa Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
75.83%
Esta pesquisa teve por finalidade estabelecer uma discussão sobre o ensino das práticas interpretativas da música histórica nas escolas de música profissionalizantes atuais. Para tal contextualização, foi realizado um panorama da pedagogia musical em determinadas épocas específicas. Para o propósito do trabalho, foram enfocados a antiga tradição de ensino dos artesãos - relação mestre e aprendiz - e o sistema institucionalizado de ensino de música, como continuação do modelo estabelecido pelo Conservatoire de Paris. O estudo propõe uma leitura contextualizada dos documentos didáticos disponíveis desses dois universos pedagógicos, tendo como exemplo os tratados e métodos de violino. O movimento de resgate da música antiga, ocorrido durante o século XX, é analisado aqui dentro do contexto pedagógico: a sua inserção no sistema educacional de música. A partir desse enfoque, o estudo chama a atenção para o paradoxo do pensamento artesanal dos procedimentos didáticos do ancien régime dentro do contexto metodizado da formação musical da era Conservatoire. Através de um panorama do atual ensino da música antiga oficializada nas escolas, desde suas origens, com especial enfoque no testemunho do pioneiro do movimento Sigiswald Kuijken...

Escola de Música de Piracicaba Maestro Ernst Mahle - EMPEM : percurso histórico e princípios pedagógicos; Piracicaba School of Music Maestro Ernst Mahle - EMPEM : historical background and pedagogical principles

Marcos Rontani
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
55.86%
O primeiro capítulo deste trabalho trata da biografia dos três principais fundadores. As idéias musicais de Hans Joachim Koellreutter foi o que incentivou Ernst Mahle - diretor artístico da instituição musical - a inserir um ensino livre de música ; o Diretor e Maria Apparecida Romera Pinto por meio das atividades musicais, artísticas, educacionais, proporcionaram um desenvolvimento pedagógico para o ensino musical. No segundo capítulo, abordamos a história da Escola Livre de Música da Pró-Arte de São Paulo, a História da Sociedade de Cultura Artística de Piracicaba e seu fundador Fabiano Lozano, bem como as suas contribuições para o público piracicabano e o surgimento da idéia, levando à concretização da fundação da Escola de Música de Piracicaba, com os seus primeiros professores e os primeiros alunos. No terceiro capítulo, demonstramos a filosofia de vida, a metodologia e a pedagogia de ensino criada por Ernst Mahle favorecendo os alunos da sua escola, e também a experiência de Maria Apparecida Romera Pinto como professora de iniciação musical e diretora administrativa; o ensino musical que vivenciamos na escola nos anos sessenta do século XX; os corais para crianças e adultos, os concursos para jovens instrumentistas e as óperas escritas por Ernst Mahle que colaboraram para a sua metodologia e...

Música e histórias infantis : o engajamento da criança de 0 a 4 anos nas aulas de música

Schünemann, Anelise Thönnings
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.01%
A pesquisa situa-se no campo da pedagogia da música, especificamente nas relações que estruturam a integração entre música e histórias infantis. O objetivo é compreender de que modo a articulação entre música e história promove o interesse e engajamento das crianças, criando-se um espaço que facilita o desenrolar pedagógico das aulas. O pressuposto é que essa articulação de fato ocorre, necessitando ser desvelada mediante a identificação de suas propriedades. O referencial teórico apresenta o ambiente sonoro e musical da criança, literatura infantil e infância, e a importância da música e da história infantil na sala de aula. Foram observados 23 encontros de musicalização com crianças de 0 a 4 anos, no período de outubro a dezembro do ano de 2009. As observações foram registradas em forma de episódios, com descrições do contexto geral da aula, sinopse da história trabalhada e atividades musicais realizadas. As análises enfocaram as manifestações de interesse da criança como indicador do seu engajamento, procurando identificar de que modo e em quais circunstâncias esse engajamento ocorre. Os resultados mostram que as relações entre música e histórias infantis apresentam propriedades comuns e complementares...

Schoenberg pensador da Forma: música e filosofia

Soulez, Antonia
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 08/12/2007 POR
Relevância na Pesquisa
65.79%
Duas primeiras razões incitam fazer de Schoenberg um teórico da Forma. Uma - musical - não se discute, porque ele é efetivamente o autor de um Tratado de harmonia e de diferentes outros escritos de pedagogia musical, como Problemas do ensino de arte (1911), ou de questões sobre método de composição, notadamente Fundamentals of Musical Composition (póstumo, 1967). A outra está mais articulada à filosofia e à sua vontade de atribuir à música uma intenção de verdade. Sua posição é notável em relação a isso, porque ele não se pretendia um especialista em estética musical e desdenhava os "fazedores" de teorias estéticas, com suas "pretensas leis artísticas". Sua obra teórica também tem origem na história das teorias estéticas de filósofos que defendem concepções de belo. Num sentido, suas ambições de "pensador da música" - qualidade que ele reivindicava com insistência - eram mais altas. Seu objetivo era menos o de atingir a beleza do que a verdade. Uma verdade que, a seus olhos, a música deveria atingir e servir, mas também uma verdade que se endereçasse da mesma maneira ao filósofo.

A prática da atividade física: estudo comparativo entre os alunos de graduação da UNICAMP (Universidade Estadual de Campinas, Brasil)

Salve,Mariângela Gagliardi caro
Fonte: Edições Desafio Singular Publicador: Edições Desafio Singular
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
55.66%
A prática regular e sistematizada é fundamental para a saúde do ser humano. Diante dessa perspectiva, interessou-nos conhecer e comparar o nível de importância e os interesses dados à prática da atividade física pelos alunos da Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP. Foram selecionados 1350 indivíduos, de ambos os sexos, com idade entre 17 e 22 anos, alunos da UNICAMP, matriculados em período integral, de nove cursos de graduação, sendo estes: Enfermagem, Educação Física, Biologia, Pedagogia, Dança, Música, História, Matemática e Computação. Pode-se observar que somente os alunos do curso de Educação Física, mais da metade (89%), praticam atividade física de forma satisfatória com o mínimo de três vezes por semana e duração de trinta minutos. Observa-se que a prática da atividade física deve aos seguintes aspectos considerados: o combate e controle aos fatores estressantes seguido da manutenção do condicionamento físico, estética, socialização, saúde, qualidade de vida e por últimos estão o lazer e o ganho ou a manutenção da hipertrofia muscular. O futebol, a musculação, o condicionamento físico, corrida e a ginástica localizada foram as atividades mais procuradas. Assim, sugerimos aos coordenadores dos cursos de Graduação da UNICAMP que reservem espaços e tempo aos alunos para a prática da atividade física.