Página 1 dos resultados de 144 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

O efeito da metanfetamina na neurogénese da zona subventricular: morte celular, proliferação e diferenciação = The effect of methamphetamine on subventricular zone neurogenesis: cell death, proliferation and differentiation

Bento, Ana Rita das Neves Lagarto
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
37.86%
A metanfetamina é um psicoestimulante muito tóxico e viciante consumido no mundo inteiro, sendo a segunda droga mais consumida a seguir à cannabis. Os consumidores de metanfetamina demonstram alterações significativas na função e na estrutura do cérebro. Além disso, o défice de memória frequentemente observado nos consumidores de metanfetamina sugere que, para além do seu efeito tóxico, a metanfetamina poderá alterar a neurogénese. A produção de novos neurónios ocorre no cérebro adulto de mamíferos, incluindo nos humanos. No hipocampo, a neurogénese está associada à capacidade de memorização. Estudos comprovam que em animais injectados com metanfetamina, a proliferação e a génese de células granulares no giro dentado do hipocampo diminuem, o que provavelmente contribui para o decréscimo da memória observado nos consumidores de metanfetamina. A zona subventricular (ZSV) é a principal região neurogénica no cérebro dos mamíferos e contém células estaminais. Novos neurónios produzidos na ZSV migram através da via rostral migratória e chegam ao bolbo olfactivo. Depois de se diferenciarem em interneurónios, as células recém-chegadas melhoram a função olfactiva. É interessante referir que após haver danificação do cérebro...

Stimulation of neural stem cell proliferation by inhibition of phosphodiesterase 5

Santos, Ana Isabel Reis dos
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
27.86%
O cGMP é uma molécula sinalizadora que actua como segundo mensageiro e os seus níveis são regulados por um equilíbrio entre a sua produção e a sua hidrólise. O cGMP é sintetizado numa reacção catalisada pela guanilil ciclase solúvel (sGC), cuja activação depende de alguns factores, em particular o óxido nítrico (NO•). O NO• e o cGMP são importantes numa grande variedade de processos biológicos e, nos últimos anos, tem sido dada atenção ao seu envolvimento na formação de novos neurónios – neurogénese. A neurogénese ocorre ao longo da vida adulta no cérebro dos mamíferos e é afectada por vários factores, incluindo o NO•. As fosfodiesterases são enzimas responsáveis pela degradação do cGMP. Em algumas condições, como o envelhecimento, os níveis de cGMP estão diminuídos, podendo estar envolvidos na neurodegeneração relacionada com a idade, na diminuição da neurogénese e no declínio cognitivo. A inibição da hidrólise de cGMP poderá ser uma estratégia para aumentar os níveis de cGMP e, consequentemente, reverter estes efeitos. A fosfodiesterase tipo 5 (PDE5) é específica para a degradação de cGMP e está presente no cérebro. Curiosamente, existem alguns estudos sobre o aumento da neurogénese pelo uso de inibidores da PDE5. Nesta perspectiva...

Holding: o contexto da neurogênese. Uma aproximação de Winnicott à neurociência do desenvolvimento; Holding: the context of neurogenesis. An approach by Winnicott to neuroscience and development

Cauduro, Celia Regina de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.45%
A experiência vincular, entre o cuidador primário (mãe) e o bebê, no início da vida pós-natal, constitui o contexto da neurogênese, de acordo com os estudos realizados pela Neurociência do Desenvolvimento; e o fundamento do desenvolvimento emocional segundo a teoria do psicanalista Donald W. Winnicott. O objetivo desta pesquisa é aproximar as construções teóricas de autores que estudam diferentes aspectos de uma mesma realidade: as implicações da experiência vincular entre o bebê e o cuidador primário (mãe), que acontecem nas etapas iniciais do desenvolvimento humano, no processo de inter-relação psique-soma considerada a base do desenvolvimento emocional do ser humano. Essas construções pertencem a uma linha de pesquisa em neurociência do desenvolvimento e outra em psicanálise, representada pela teoria de Donald W. Winnicott, sobre os primórdios do desenvolvimento. Considerando-se que o presente trabalho é um estudo teórico-reflexivo, foi realizada uma pesquisa bibliográfica. As conclusões têm o objetivo de fundamentar um conhecimento que possa ampliar a compreensão dos fatores que interferem no desenvolvimento do ser humano, no início da vida pós-natal, que podem ser responsáveis pelo aparecimento de psicopatologias em etapas futuras do ciclo vital. Enfatizam a necessidade do desenvolvimento de estratégias de intervenção precoce na relação mãe-bebê...

Exercício físico, neurogênese e memória; Exercise, neurogenesis and memory

Teixeira, Lívia Clemente Motta
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.86%
A neurogênese hipocampal é modulada por muitos fatores que incluem envelhecimento, estresse, enriquecimento ambiental, atividade física e aprendizado. Atividade física voluntária (espontânea) estimula a proliferação celular no giro denteado e facilita a aquisição e/ou retenção de tarefas dependentes do hipocampo, incluindo o Labirinto Aquático de Morris. Embora seja bem estabelecido que o exercício físico regular melhore o desempenho em tarefas de memória e aprendizado, não está claro qual a duração desses benefícios após o final da atividade física. Neste estudo investigamos a relação temporal entre os efeitos benéficos da atividade física associado ao aprendizado de tarefa dependente da função hipocampal, e sua relação com a neurogênese, levando em consideração também o tempo decorrido desde o término da atividade física. Grupos independentes de ratos tiveram acesso a roda de atividade ao longo de 7 dias (Grupo EXE) ou roda bloqueada (Grupo Ñ-EXE) e receberam injeções de BrdU nos últimos 3 dias de exposição roda. Após um INTERVALO de 1, 3 ou 6 semanas após o final da exposição a roda de atividade após o final da exposição a roda de atividade, os animais foram testados no labirinto aquático de Morris...

Efeitos da melatonina pineal sobre a neurogênese de ratos submetidos ao treinamento físico aeróbio.; Effects of pineal melatonin on neurogenesis in rats submitted to aerobic training.

Matos, Raphael Afonso de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.45%
Melatonina é um hormônio produzido principalmente pela pineal, possui caráter temporizador do meio interno, ação antioxidante, neuroprotetora e neurotrófica. Outro fator que age nos processos de neuroplasticidade é o exercício físico. Este é responsável por alterar parâmetros metabólicos nos animais, e trabalhos do nosso grupo demonstraram que tais adaptações metabólicas em ratos dependem da melatonina pineal. Diante disso investigamos se as adaptações neuroplásticas em ratos submetidos ao treinamento físico também estariam relacionadas à presença deste neuro-hormônio. Nossos resultados demonstram que a melatonina não influenciou a expressão gênica e quantificação proteica de indicadores da neurogênese, somente a realização do treinamento físico alterou alguns dos parâmetros avaliados. Os níveis de corticosterona se mostraram alterados nos animais pinealectomizados. A avaliação da expressão gênica circadiana com oito pontos ao longo das 24 horas revelou o comportamento variável do mRNA de algumas proteínas atreladas ao processo de plasticidade hipocampal; Melatonin is a hormone produced mainly by pineal gland, has timer character of the internal medium, antioxidant action, neuroprotective and neurotrophic. Another factor that acts in the processes of neuroplasticity is physical exercise. This is liable to change metabolic parameters in animals...

Ácidos graxos ômega-3 induzem neurogênese predominantemente de células que expressam POMC no hipotálamo; Omega-3 fatty acids induce neurogenesis prdominantly of POMCexpressing cells in the hypothalamus

Lucas Francisco Ribeiro do Nascimento
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.77%
Em modelos experimentais de obesidade induzida por dieta rica em gordura há desenvolvimento de resistência hipotalâmica à leptina decorrente da ativação de uma resposta inflamatória específica no hipotálamo. Estudos recentes revelaram que além da indução da inflamação, a dieta rica em gordura ativa também vias de sinalização apoptóticas que culminam com a morte de neurônios em regiões hipotalâmicas envolvidas com o controle da fome e do gasto energético. Acredita-se que a perda de sub-populações específicas de neurônios no hipotálamo acarrete em dano dos mecanismos de controle do balanço entre consumo calórico e gasto energético, resultando no desenvolvimento ou perpetuação da obesidade. A composição de ácidos graxos da dieta tem papel central na resposta inflamatória hipotalâmica, sendo os ácidos graxos saturados de cadeia longa os mais lesivos. Por outro lado, em outras regiões do cérebro, alguns ácidos graxos insaturados podem desempenhar papel anti-inflamatório e induzir reparo funcional através da neurogênese. Neste trabalho, nós avaliamos os efeitos dos ácidos graxos poliinsaturados α-linolênico (ALA C18:3-n3), e docosaexaenoico (DHA 22:6-n3) sobre a indução de neurogênese no hipotálamo de animais com obesidade induzida por dieta rica em gordura (HFD). Nossos resultados mostram que ácidos graxos ômega-3 administrados tanto na dieta ou diretamente no cérebro...

Neurogênese e estrutura dendrítica hipocampais em ratos submetidos à restrição proteica durante a ontogênese encefálica : estudo comportamental e influências do ambiente enriquecido; Hippocampus neurogenesis and dendritic structure in gestational protein-restricted rats : behavioral studies and enriched environment influence

Gabriel Boer Grigoletti Lima
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.45%
O estresse gestacional afeta diversas regiões neurais incluindo hipocampo, amígdala, corpo caloso, neocortéx, cerebelo e hipotálamo e frequentemente resulta em redução no volume dos tecidos que compõem estas estruturas. A formação hipocampal tem sido alvo de diversos estudos devido a sua importância na plasticidade neural, na neurogênese e na regulação de processos cognitivos. Dessa forma, este estudo buscou avaliar os efeitos da restrição proteica, durante a gestação e amamentação, sobre a estrutura do hipocampo e o comportamento relacionado à memória e emoções (ansiedade/medo) bem como sobre a composição celular desta estrutura cerebral e, a influência sobre estes parâmetros morfológicos e comportamentais, da exposição da prole de ratos machos ao ambiente enriquecido. Os achados deste estudo representam o impacto pré e perinatal da desnutrição proteica correspondente à situação de estresse nutricional, no hipocampo que está envolvido no comportamento emocional bem como na memória e no aprendizado. O estudo revelou dissociação entre a resposta do teste comportamental e alterações no número de neurônios hipocampais, como consequência da programação fetal. A ausência de alterações basais no desempenho destes testes...

Efeito de uma única injeção intracerebroventricular de imipramina sobre o comportamento e a neurogênese no hipocampo de camundongos suíços adultos

Podolan, Martina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 91 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.77%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação Multicêntrico em Ciências Fisiológicas, Florianópolis, 2011; A imipramina é um fármaco antidepressivo que promove alterações comportamentais e aumenta a neurogênese hipocampal (formação de novos neurônios) após o tratamento crônico. Em contraste com o tratamento crônico, os mecanismos responsáveis pelos efeitos agudos desse fármaco são pouco estudados. Este trabalho teve por objetivo avaliar os efeitos agudos deste fármaco sobre a neurogênese no giro denteado do hipocampo do cérebro de camundongos adultos. Foram utilizados camundongos Suíços machos, em idade reprodutiva (~60 dias), alojados em ambiente padrão ou em ambiente enriquecido por 30 dias. No 30º dia foi realizada cirurgia estereotáxica para inserção de uma cânula no ventrículo lateral direito. No 7º dia de recuperação os animais receberam intracerebroventricularmente (icv) salina (sal, 1 µl) ou imipramina (imi, 0,2; 0,06 nmol/µl; 1 µl) e foram submetidos ao teste de campo aberto imediatamente após a injeção e sacrificados 24 h ou 2h após o teste por perfusão cardíaca. Os cérebros foram retirados e seccionados (50 µm) em micrótomo de congelamento. Foi empregada imunoistoquímica para detecção das proteínas Ki-67 ou doublecortina (DCX) para revelar a presença de células proliferativas (Ki-67+) ou de células imaturas comprometidas com o fenótipo neuronal no GD (DCX+)...

A influência do enriquecimento ambiental sobre a neurogênese no giro denteado de camundongos albinos suíços jovens

Minatelli, Sabrina Yuri Imada
Fonte: Florianópolis, SC. Publicador: Florianópolis, SC.
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 52
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.77%
TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Biológicas. Biologia.; O enriquecimento ambiental (EA) ou também ambiente enriquecido (AE) é a modificação do ambiente padrão em que o animal é criado em cativeiro. Através da adição de variados elementos que não existem em ambiente padrão, este ambiente pode aumentar a qualidade de vida dos animais, podendo-se dizer que este ambiente é a reprodução de um ambiente complexo e interativo, próximo do encontrado na natureza. O EA é um modelo experimental para estudar eventos relacionados a neuroplasticidade, pois aumenta a neurogênese, a sobrevivência neuronal, os níveis de neurotrofinas e mudanças na arborização dendrítica dos neurônios de diversas regiões do encéfalo. O objetivo deste trabalho é de avaliar os efeitos quanto ao nível neurogênese em camundongos suíços machos criados em AE por nove semanas. Dez camundongos suíços machos foram criados em ambiente enriquecido dos quais cinco foram utilizados na imunorreação para Doublecortina (DCX) e imunorreação para o anticorpo Ki67 e posterior contagem de células positivas. Outros 10 animais foram criados como grupo controle em uma caixa-padrão, dos quais cinco, foram utilizados na imunorreação para Doublecortina (DCX) e na imunorreação para o anticorpo Ki67. Os resultados mostraram que a mudança de ambiente não aumentou a neurogênese no giro denteado. Apesar de destoar dos dados obtidos em outras cepas de camundongos...

Enriquecimento ambiental como estratégia para promover a neurogênese na doença de Alzheimer: possível participação da fosfolipase A2

Schaeffer,Evelin L.
Fonte: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
38.1%
CONTEXTO: Com a descoberta de que a neurogênese constitutiva persiste no cérebro adulto, surgiu a hipótese na literatura de que a doença de Alzheimer (DA) poderia ser superada, ou pelo menos melhorada, visto que a geração de novos neurônios poderia ajudar a compensar a perda de neurônios na doença. OBJETIVOS: Neste trabalho, foi revisada a literatura sobre a neurogênese endógena no cérebro de sujeitos com DA e modelos animais de DA, os efeitos de atividade cognitiva sobre a neurogênese, e a relação entre a enzima fosfolipase A2 (PLA2) e a neurogênese. MÉTODOS: A base de dados MedLine foi pesquisada utilizando as palavras-chave doença de Alzheimer, atividade cognitiva, fosfolipase A2, neurogênese e neuritogênese. RESULTADOS: A revisão da literatura evidenciou neuroproliferação aumentada no cérebro com DA, no entanto, os novos neurônios falham em se diferenciar em neurônios maduros. Uma estratégia não farmacológica, ambiente enriquecido, aumenta a neurogênese (incluindo amadurecimento neuronal) em animais experimentais. Relação entre PLA2 e neurogênese tem sido demonstrada em modelos experimentais in vitro e in vivo. CONCLUSÃO: Os dados indicam que o enriquecimento ambiental (com estimulações cognitiva e física) poderia ser uma estratégia apropriada para promover a neurogênese endógena na DA e sugerem a participação da PLA2 na neurogênese promovida por estimulação cognitiva.

Neurogênese no cérebro adulto e na condição epiléptica

Kandratavicius,Ludmyla; Monteiro,Mariana Raquel; Romcy-Pereira,Rodrigo N.; Arisi,Gabriel Maisonave; Cairasco,Norberto Garcia; Leite,João Pereira
Fonte: Liga Brasileira de Epilepsia (LBE) Publicador: Liga Brasileira de Epilepsia (LBE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
38.03%
INTRODUÇÃO: Relatos sobre a possibilidade de neurogênese no cérebro de mamíferos adultos existem desde o início do século XX. A dificuldade na verificação de tal evento, somada à firme convicção da maioria dos pesquisadores da época sobre a impossibilidade do nascimento de neurônios no sistema nervoso adulto, resultou em expressiva demora no avanço do conhecimento nesta área. O desenvolvimento de técnicas refinadas de estudo celular e a observação comprovada de neurogênese no cérebro de vertebrados adultos como o de pássaros canoros e roedores, serviu como importante alavanca para a desmistificação da impossibilidade de nascimento de neurônios no cérebro adulto. RESULTADOS: A descoberta da neurogênese em áreas específicas do cérebro adulto tem fomentado avanços em diversas áreas da pesquisa médica. No contexto de alterações neurológicas temos a constatação de neurogênese reativa no hipocampo de modelos animais de epilepsia do lobo temporal, logo após um episódio de estado de mal epiléptico. Diferenças filogenéticas entre roedores e humanos provavelmente existem, visto que há evidências de diminuição da neurogênese em crianças com epilepsia grave. A neurogênese pode estar também alterada frente ao uso de drogas...

The regulation of adult hippocampal neurogenesis by wheel running and environmental enrichment

Bednarczyk, Matthew
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
EN
Relevância na Pesquisa
28.14%
Introduction: Chez les mammifères, la naissance de nouveaux neurones se poursuit à l’âge adulte dans deux régions du cerveau: 1) l’hippocampe et 2) la zone sous-ventriculaire du prosencéphale. La neurogenèse adulte n’est pas un processus stable et peut être affectée par divers facteurs tels que l’âge et la maladie. De plus, les modifications de la neurogenèse peuvent être à l’origine des maladies de sorte que la régulation ainsi que le rétablissement de la neurogenèse adulte doivent être considérés comme d’importants objectifs thérapeutiques. Chez la souris saine ou malade, la neurogenèse hippocampale peut être fortement régulée par l’enrichissement environnemental ainsi que par l’activité physique. Cependant, lors même que l’activité physique et l’enrichissement environnemental pourraient contribuer au traitement de certaines maladies, très peu d’études porte sur les mécanismes moléculaires et physiologiques responsables des changements qui sont en lien avec ces stimuli. Objectifs et hypothèses: Les principaux objectifs de cette étude sont de caractériser les effets de stimuli externes sur la neurogenèse et, par le fait même, d’élucider les mécanismes sous-jacents aux changements observés. En utilisant le modèle d’activité physique volontaire sur roue...

Molecular mechanisms underlying deficient neurogenesis in Alzheimer’s disease

Hamilton, Laura
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
EN
Relevância na Pesquisa
28.12%
La neurogenèse est présente, dans le cerveau adulte, dans la zone sous-ventriculaire (ZSV) encadrant les ventricules latéraux et dans le gyrus dentelé (GD) de l’hippocampe, permettant l’apprentissage, la mémoire et la fonction olfactive. Ces micro-environnements possèdent des signaux contrôlant l’auto-renouvellement des cellules souches neurales (CSN), leur prolifération, leur destin et leur différenciation. Or, lors du vieillissement, les capacités régénératives et homéostatiques et la neurogenèse déclinent. Les patients atteints de la maladie d’Alzheimer (MA), comme le modèle animal reproduisant cette maladie (3xTg-AD), montrent une accélération des phénotypes liés au vieillissement dont une diminution de la neurogenèse. Notre hypothèse est que la découverte des mécanismes affectant la neurogenèse, lors du vieillissement et de la MA, pourrait fournir de nouvelles cibles thérapeutiques pour prévenir le déclin cognitif. Les études sur l’âge d’apparition et les mécanismes altérant la neurogenèse dans la MA sont contrastées et nous ont guidé vers deux études. L’examen des changements dans les étapes de la neurogenèse lors du vieillissement et du développement de la neuropathologie. Nous avons étudié la ZSV...

Étude des effets du facteur de croissance épidermique sur la neurogénèse après une irradiation

Killer, Kerstin
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
FR
Relevância na Pesquisa
37.86%
Les patients atteints de cancers reçoivent différents traitement, tels que la radiothérapie ou la chimiothérapie. Actuellement, environ 60% des enfants survivants du cancer développent des effets secondaires cognitifs, consécutifs aux traitements énoncés précédemment. Compte tenu de la perspective du développement psychomoteur de l’enfant et de l’immaturité du système nerveux central (SNC) chez ces patients, il s’avère particulièrement pertinent d’étudier les effets secondaires que provoquent les traitements anticancéreux sur le développement cognitif de cette population de malades. Des études ont démontrées l’existence de liens étroits entre ces effets secondaires et l’abolition de la neurogénèse provoquée principalement par l’irradiation. Ce projet de maîtrise porte sur les effets du facteur de croissance épidermique, l’EGF (un facteur de croissance impliqué dans la prolifération cellulaire) sur la neurogénèse de la souris. Nous avons également cherché un vecteur de sécrétion efficace pour permettre une diffusion continue d’EGF à long terme (2 à 4 semaines). Notre hypothèse est que l’EGF serait capable de stimuler la neurogénèse et protéger les cellules de l’apoptose dans le cerveau de la souris...

The transcription factor p53 contributes to the regulation of neurogenesis and oligodendrogenesis in embryonic neural progenitor cells by fine-tuning intracellular ROS levels; Der Transkriptionfaktor p53 reguliert ROS-Homöostase, und dadurch Neurogenese und Oligodendrogenese, in embryonalen neuronalen Stammzellen

Forsberg, Kirsi
Fonte: Universidade de Tubinga Publicador: Universidade de Tubinga
Tipo: Dissertação
EN
Relevância na Pesquisa
37.45%
The transcription factor p53 has recognized roles in cell cycle arrest, apoptosis, DNA damage response and cellular redox regulation. In situ hybridization has demonstrated high expression level of p53 mRNA in all embryonic mouse tissues up to the embryonic day 10.5, after which p53 expression becomes more restricted being profound only in the germinal zones of the developing brain, such as in the ventricular (VZ) and sub-ventricular zone (SVZ) and in the ganglionic eminence (GE) of the developing brain. Nevertheless, in spite of the fact that 16-24% of p53-/- mouse embryos die from defective neural tube closure in the midbrain-hindbrain boundary, which suggests a role for p53 in brain development, the conventional view is that p53 is dispensable during CNS development. In this work I have set out to explore explanations for p53 expression in the germinal zones of the embryonic telencephalon. Since a recent work attributed a regulatory function to reactive oxygen species (ROS) in the normal homeostasis of neural stem cells (NSC) and since some of the target genes of p53 possess antioxidant properties, I set out in this dissertation work to explore the hypothesis that p53 regulates the abundance of intracellular ROS in NSCs and thereby their proliferation/differentiation decisions in the embryonic and postnatal germinal zones. To study this...

SOX11 interactome analysis: Implication in transcriptional control and neurogenesis

Heim, Birgit
Fonte: Universität Tübingen Publicador: Universität Tübingen
Tipo: Dissertação
EN
Relevância na Pesquisa
27.93%
Somatische Stammzellen können sich durch mitotische Teilung vermehren, was eine Regeneration vieler Gewebe nach Verletzungen oder Infektion ermöglicht. Im adulten Säugerhirn kann der Verlust von post-mitotischen Neuronen jedoch nicht kompensiert werden. Eine Ausnahme bildet die das gesamte erwachsene Leben andauernde Differenzierung von Neuronen aus einem Pool von neuronalen Stammzellen. Dieser Prozess, bezeichnet als adulte Neurogenese, ist auf einige spezielle Bereiche des Gehirns, die neurogenen Nischen beschränkt. Dessen Regulierung unterliegt einer komplexen Maschinerie aus extrinsischen und intrinsischen Mechanismen. Bei den intrazellulären Prozessen der adulten Neurogenese spielen die Proteine aus der Familie der SOX Transkriptionsfaktoren eine entscheidende Rolle. Das SOXC Protein SOX11 stellt einen essentiellen Faktor während der Festlegung des neuronalen Schicksals von Vorläuferzellen und der Initiierung von frühen neuronalen Expressionsprogrammen dar. Aktuelle Modelle deuten darauf hin, dass sowohl die Erhaltung der Stammzelleigenschaften als auch die Differenzierung von zentralen Transkriptionsnetzwerken reguliert werden. Diese bestehen aus interagierenden Transkriptionsfaktoren, welche zusammen Genexpressionsprogramme kontrollieren. Aufgrund dieser Erkenntnisse...

Modulation de la neurogénèse par la glycine

Côté, Sébastien
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
FR
Relevância na Pesquisa
37.77%
Les vertébrés, du poisson à l'homme, possèdent un potentiel membranaire médié en partie par les ions chlorure (Cl-). L’une des premières formes d’activité neuronale lors du développement est la dépolarisation médiée par les ions chlorures extrudés par les canaux glycinergiques (GlyR) et GABAergiques. Cette dépolarisation est rendu possible grâce à l’expression retardée du co-transporteur d’ions chlorure et de potassium KCC2 lors du développement qui génère un gradient hyperpolarisant postnatalement chez les mammifères. Le rôle de cette dépolarisation précoce paradoxale durant le développement est inconnu. En injectant l’ARNm de KCC2 dans des embryons de poissons zébrés nouvellement fertilisé, nous avons devancé l’expression de ce co-transporteur rendant ainsi la glycine hyperpolarisante dans tous les neurones dès les premières phases du développement. Nous avons aussi ciblé le récepteur glycinergique directement en bloquant son activité et son expression à l’aide d’une drogue spécifique, la strychnine et d’un morpholino antisens (Knockdown). Dans les trois cas (KCC2, strychnine et GlyR KD), les perturbations de l’activité neuronale ont provoqués des erreurs dans la neurogenèse...

Investigação molecular e funcional de proteínas do Grupo Polycomb e seu envolvimento com a neurogênese olfatória; Molecular and functional investigation of Polycomb Group proteins and their involvement in olfactory neurogenesis

Mateus Augusto de Andrade Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.45%
Em mamíferos, os neurônios sensoriais do Sistema Olfatório (OSNs) se encontram no interior da cavidade nasal, mas estão diretamente expostos ao ambiente externo. Por um lado, tal localização permite a esses neurônios o acesso imediato aos estímulos químicos ambientais, tomando vantagem do fluxo respiratório. Por outro lado, esses neurônios estão constantemente sujeitos a injúrias por agentes nocivos, como toxinas e patógenos, capazes de destruir essas células sensoriais. Sua perda constante, contudo, é contrabalanceada pela geração de novos OSNs durante toda a vida do indivíduo, fato que torna o Sistema Olfatório um dos poucos locais do organismo com neurogênese contínua na idade adulta. A regeneração dos OSNs tem atraído a atenção da comunidade científica tanto pelo seu potencial uso como modelo de estudo do Sistema Nervoso quanto pela sua potencial aplicação para o tratamento de doenças neurodegenerativas. Nesse sentido, muito conhecimento já foi produzido sobre a dinâmica de fatores de transcrição que acompanha a diferenciação dos progenitores neuronais olfatórios em OSNs. Porém, uma grande lacuna no conhecimento diz respeito a outros elementos capazes de coordenar esse processo, como os fatores moduladores da cromatina. Diante desse cenário...

Efeito da inibição da enzima JAK2 sobre a morte neuronal, astrogliose e neurogênese no estriado de camundongos adultos após injeção unilateral de ácido quinolínico; Effect of JAK2 enzyme inhibition on neuronal death, astrogliosis and neurogenesis in the striatum of adult mice after unilateral injection of quinolinic acid

Raffaela Silvestre Ignarro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.86%
A injeção de ácido quinolínico (AQ), um agonista glutamatérgico do receptor N-metil-D-aspartato, no estriado de roedores induz morte seletiva de neurônios espinhosos médios, gliose reativa e neurogênese na zona subventricular, acompanhada da migração dos neurônios recém-gerados para o estriado lesado. Tais achados são também descritos na doença de Huntington (DH). Há indícios de que a via de sinalização JAK/STAT esteja envolvida no mecanismo de ação do AQ, bem como na patogênese da DH. A interação das citocinas da família da IL-6 com seus receptores desencadeia a ativação de enzimas da família das Janus-Quinases (JAKs), que por sua vez permitem o recrutamento e a ativação de fatores de transcrição da família das proteínas transdutoras de sinais e ativadoras da transcrição (STATs). Embora as principais características da DH sejam a presença da coréia e déficits na execução de movimentos voluntários, poucos testes são realizados abordando o comportamento locomotor dos animais no modelo de lesão por AQ. Neste trabalho, estudamos o efeito do AG490, um inibidor da JAK2, na gliose, perda neuronal e neurogênese no estriado de camundongos adultos C57BL/6J após a administração estereotáxica unilateral de AQ (30nmol). Imediatamente após a lesão...

Enriquecimento ambiental como estratégia para promover a neurogênese na doença de Alzheimer: possível participação da fosfolipase A2; Environmental enrichment as strategy to promote neurogenesis in Alzheimer disease: possible participation of phospholipase A2

Schaeffer, Evelin L.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2010 POR
Relevância na Pesquisa
38.1%
CONTEXTO: Com a descoberta de que a neurogênese constitutiva persiste no cérebro adulto, surgiu a hipótese na literatura de que a doença de Alzheimer (DA) poderia ser superada, ou pelo menos melhorada, visto que a geração de novos neurônios poderia ajudar a compensar a perda de neurônios na doença. OBJETIVOS: Neste trabalho, foi revisada a literatura sobre a neurogênese endógena no cérebro de sujeitos com DA e modelos animais de DA, os efeitos de atividade cognitiva sobre a neurogênese, e a relação entre a enzima fosfolipase A2 (PLA2) e a neurogênese. MÉTODOS: A base de dados MedLine foi pesquisada utilizando as palavras-chave doença de Alzheimer, atividade cognitiva, fosfolipase A2, neurogênese e neuritogênese. RESULTADOS: A revisão da literatura evidenciou neuroproliferação aumentada no cérebro com DA, no entanto, os novos neurônios falham em se diferenciar em neurônios maduros. Uma estratégia não farmacológica, ambiente enriquecido, aumenta a neurogênese (incluindo amadurecimento neuronal) em animais experimentais. Relação entre PLA2 e neurogênese tem sido demonstrada em modelos experimentais in vitro e in vivo. CONCLUSÃO: Os dados indicam que o enriquecimento ambiental (com estimulações cognitiva e física) poderia ser uma estratégia apropriada para promover a neurogênese endógena na DA e sugerem a participação da PLA2 na neurogênese promovida por estimulação cognitiva.; BACKGROUND: With the discovery that constitutive neurogenesis persists in the adult brain...