Página 1 dos resultados de 10 itens digitais encontrados em 0.002 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP

O efeito raman ressonante e sua relação com transições eletrônicas em alguns complexos de metais de transição; The Raman resonance effect and its relation to electronic transitions in some complexes of transition metals

Santos, Paulo Sergio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/1978 PT
Relevância na Pesquisa
302.47566%
O efeito Raman ressonante do complexo (NH4)4Mo2Cl8.NH4Cl.H2O, contendo o íon Mo2Cl84-, foi estudado tanto na temperatura ambiente como na de nitrogênio líquido. Com base nos resultados obtidos mostra-se que a explicação previamente oferecida por outros autores para o aparecimento de ressonância com excitação em 568,2 nm não é correta. É sugerida uma explicação diferente para este comportamento baseada nos espectros Raman e de absorção. A transferência de elétron fotoestimulada no íon complexo (NH3)5RuII-pz-CuII foi comprovada através do estudo do efeito Raman ressonante. Com base nos espectros Raman obtidos em condições de ressonância e também nas medidas de polarização, o estado eletrônico excitado envolvido foi caraterizado. Os perfis de excitação para v1 e 2vl do íon RuO42- em solução aquosa foram obtidos usando diversas radiações excitantes. Os perfis mostraram uma desintensificação das intensidades Raman pré-ressonantes na região da transição interna do íon. O efeito foi interpretado usando o tratamento proposto por Stein e col. para o efeito Raman anti-ressonante.; The Raman resonance effect of the complex (NH4)4Mo2Cl8.NH4Cl.H2O, containing the Mo2Cl84- ion, was investigated at both room and liquid nitrogen temperatures. On basis of the obtained results it is shown that the previous explanation given by others authors for the resonance observed with 568.2 nm excitation is not a correct one. A different explanation for this behaviour is suggested...