Página 1 dos resultados de 786 itens digitais encontrados em 0.060 segundos

A mortalidade de idosos no Brasil: a questão das causas mal definidas; Brazilian mortality of elderly persons: the question about ill-defined underlying causes of death

MELLO JORGE, Maria Helena Prado de; LAURENTI, Ruy; LIMA-COSTA, Maria Fernanda; GOTLIEB, Sabina Léa Davidson; CHIAVEGATTO FILHO, Alexandre Dias Porto
Fonte: Brasília Publicador: Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
86.14%
O envelhecimento populacional é um fato marcante da transição demográfica. O estudo das causas básicas em idosos permite visualizar seu perfil epidemiológico, embora possa ser prejudicado pela alta proporção de causas mal definidas. O objetivo deste trabalho é descrever a mortalidade dos idosos por essas causas no Brasil. A fonte dos dados foi o Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde.Entre as variáveis, a principal modalidade foi a causa básica mal definida [ Capítulo XVIII da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde-Décima Revisão (CID-10)]. O decréscimo desses óbitos em idosos foi de 35 por cento entre 1996 e 2005.Considerando os óbitos de 60 a 69 anos e os de 80 e mais anos, as proporções de mal definidos aumentaram em 9,9 por cento e 14,8 por cento, respectivamente, no ano de 2005. Métodos visando a sua diminuição são sugeridos, salientando-se que o fato mais importante é o de os médicos preencherem adequadamente as declarações de óbito- com as reais causas básicas, conseqüênciais e terminais-, objetivo maior dos estudiosos; The study of mortality of elderly persons according to underlying causes permits the understanding of their epidemiological profile; but there is a large proportion of ill-defined causes. The objective of this work is to describe the Brazilian elderly mortality according to ill-defined underlying causes. Data source was the System of Information on Mortality of the Ministry of Health. Among variables...

Mortalidade de idosos em município do Sudeste brasileiro de 2006 a 2011

Telarolli Júnior, Rodolpho; Loffredo, Leonor De Castro Monteiro
Fonte: Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO) Publicador: Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 975-984
POR
Relevância na Pesquisa
86.12%
O objetivo foi descrever a mortalidade entre idosos em Araraquara (SP), no período de 2006 a 2011. Estudo epidemiológico descritivo, tendo como fontes de dados o Sistema de Informações sobre Mortalidade e a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados. Foi calculada razão entre coeficientes de mortalidade por ponto (R) e por intervalo de 95% de confiança (IC95%). Observou-se mais de 60% dos idosos com nível baixo de escolaridade, sendo que 76% faleceram em hospitais. Entre 2006 e 2008, as diferenças foram estatisticamente significantes entre homens e mulheres, predominando as doenças circulatórias com R = 1,41 (IC95%:1,24-1,58), respiratórias com R = 1,49 (IC95%:1,22-1,76) e neoplasias com R = 1,79 (IC95%: 1,40-2,18). Entre 2009 e 2011, obteve-se, para as causas circulatórias R = 1,18 (IC95%:1,03-1,33), sendo significativas as diferenças para as respiratórias com R = 1,33 (IC95%:1,11-1,55) e câncer sendo R = 1,94 (IC95%:1,53-2,35). O diabetes mellitus e as causas externas apareceram, respectivamente, como quarta e quinta causas de mortes mais frequentes na população idosa. O padrão de mortalidade encontrado ressalta a importância de ações voltadas à redução das principais causas de morte, como o incremento da cobertura da vacina contra a influenza e o controle da hipertensão arterial e do diabetes mellitus.; This paper addressed the mortality rate for elderly people in Araraquara in the state of São Paulo between 2006 and 2011. An epidemiological descriptive study was conducted using data from the National Mortality Information System and the Data Analysis State System Foundation. The ratio between mortality rates by point (R) and by 95% confidence interval (IC95%) were estimated. More than 60% of elderly people had low education...

Tendência de mortalidade de idosos por doenças crônicas no município de Marília-SP, Brasil: 1998 a 2000 e 2005 a 2007

Carvalho, Maria Helena Ribeiro de; Carvalho, Sebastião Marcos Ribeiro de; Laurenti, Ruy; Payão, Spencer Luiz Marques
Fonte: Secretaria de Vigilância em Saúde - Ministério da Saúde do Brasil Publicador: Secretaria de Vigilância em Saúde - Ministério da Saúde do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 347-354
POR
Relevância na Pesquisa
96.19%
OBJECTIVE: to describe elderly mortality from cardiovascular and respiratory diseases and neoplasms in Marilia (SP). METHODS: this is a descriptive study of mortality from three diseases as defined by the 10th International Classification of Diseases, between 1998-2000 and 2005-2007. Mortality Information System records were used. Mortality rates by age and sex were calculated. RESULTS: circulatory diseases were the main causes of death among the elderly (39.25%). Neoplasm decline was noticed in both sexes and in those aged 60-69, particularly prostate cancer in men (-83.86%) and breast cancer (-70.96%) in this age group. Deaths from respiratory diseases increased in patients aged 80 and older: 39.31% in men and 57.92% in women. CONCLUSION: mortality from circulatory diseases and neoplasms among the elderly showed a decline, with increased mortality from respiratory system problems in patients 80 years of age and older.; OBJETIVO: descrever a mortalidade de idosos por doenças cardiovasculares, respiratórias e neoplasias no município de Marília-SP, Brasil. MÉTODOS: estudo descritivo da mortalidade pelos grupos de três doenças segundo a Décima Revisão da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-10)...

Fratura de quadril em idosos : analise de influencia do tempo decorrido da fratura a cirurgia na mortalidade hospitalar; Hip fracture in the elderly : analysis of the influence of the time from fracture to surgery in hospital mortality

Edison Iglesias de Oliveira Vidal
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
76.25%
Dentre as fraturas associadas à osteoporose, as Fraturas de Quadril (FQ) são consideradas como as mais graves e com maior impacto em termos de morbi-mortalidade para a população idosa e para os sistemas de saúde. Um dos fatores de risco para a mortalidade de idosos pós-FQ mais debatidos na literatura médica corresponde ao tempo decorrido entre a FQ e a cirurgia reparadora. Uma limitação importante de muitos dos estudos que avaliaram esta temática previamente reside na aferição apenas do intervalo de tempo entre a internação hospitalar e a cirurgia, ao invés do intervalo entre o momento da fratura propriamente dita e o procedimento cirúrgico. Outro ponto de debate interessante dentro da temática dos idosos com FQ reside na diferença de mortalidade entre os sexos, sendo poucas as investigações sobre as causas óbito em relação a esta variável. Deste modo, com o objetivo de avaliar a relação entre a mortalidade intra-hospitalar de idosos que sofreram FQ osteoporótica e o intervalo de tempo da FQ à cirurgia e explorar as diferenças de mortalidade entre os sexos, propõe-se um estudo observacional tipo coorte retrospectivo, baseado na análise de banco de dados de internação hospitalar relativo ao período de 1° de abril de 2003 a 31 de março de 2004 na província do Québec no Canadá. Os dados foram estudados por meio de análises univariadas e por regressão logística múltipla...

Mortalidade do idoso e determinantes sociais: descrição da literatura e caracterização no município do Recife-PE através do Sistema de Informação sobre Mortalidade

Silva, Vanessa de Lima
Fonte: Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães Publicador: Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.28%
Esta tese teve como objeto de estudo a mortalidade do idoso e como objetivo identificar os determinantes sociais da mortalidade do idoso presentes na literatura e caracterizar essa mortalidade no município do Recife, a partir do Sistema de Informação sobre Mortalidade. Inicialmente, realizou-se uma revisão sistemática da literatura sobre os determinantes sociais da mortalidade do idoso, em artigos publicados de 2007 a 2009 em periódicos indexados nas bases de dados Lilacs e Pubmed. Em seguida, procedeu-se análise descritiva da mortalidade de idosos recifenses através da caracterização de sua evolução temporal de 1996 a 2007 nos segmentos mortalidade precoce (60 a 69 anos) e mortalidade geral de idosos (60 anos ou mais). Os dados foram analisados através da variação proporcional da mortalidade e modelos de regressão linear simples. Além disso, identificou-se diferenças significativas entre as características dos óbitos de idosos com idade de 60 a 69 anos e maiores de 70 anos. A revisão sistemática identificou 24 determinantes sociais significativamente associados à mortalidade do idoso em 20 estudos do tipo coorte, abrangendo desde os determinantes ligados ao estilo de vida dos indivíduos até os macrodeterminantes socioeconômicos. A mortalidade do idoso...

Mortalidade em idosos por diabetes mellitus como causa básica e associada

Coeli,Cláudia Medina; Ferreira,Luis Guilherme Francisco Duarte; Drbal,Mônica de Miranda; Veras,Renato Peixoto; Camargo Jr.,Kenneth Rochel de; Cascão,Ângela Maria
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
76.18%
OBJETIVO:Analisar a mortalidade por diabetes mellitus em idosos e a subenumeração do diabetes como causa do óbito de acordo com estatísticas baseadas unicamente em causa básica de óbito. MÉTODOS:Foram revisadas todas as 2.974 declarações de óbito ocorridas em 1994 de idosos residentes em um núcleo habitacional localizado na cidade do Rio de Janeiro, RJ. Destas, foram estudados 291 óbitos, tendo o diabetes mellitus como causa básica (150) e associada (141). A proporção de óbitos em que a diabetes aparece como causa básica em relação ao total de óbitos por diabetes foi calculada de forma global e segundo sexo e faixa etária. RESULTADOS:Dos 291 óbitos estudados, 138 (47,4%) ocorreram em homens, e 153, em mulheres (52,6%). As taxas de mortalidade apresentaram crescimento contínuo com o avançar da idade, sendo superiores no sexo masculino, embora a diferença entre sexos tenha sido menor para a análise baseada unicamente na causa básica. Observou-se proporção elevada de óbitos domiciliares (22%). A proporção de óbitos por diabetes como causa básica foi de 51,5%, sendo maior nas mulheres do que nos homens. CONCLUSÕES:A análise das estatísticas de mortalidade baseadas unicamente na causa básica do óbito pode levar a perfis distorcidos...

Mortalidade de idosos com desnutrição em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil: uma análise multidimensional sob o enfoque de causas múltiplas de morte

Rezende,Edna Maria; Sampaio,Barbosa Machado; Ishitani,Lenice Harumi; Martins,Eunice Francisca; Vilella,Lenice de Castro Mendes
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
86.08%
O objetivo deste estudo foi identificar perfis de mortalidade em idosos com desnutrição, a partir de associações entre causas múltiplas de morte e outras variáveis da Declaração de Óbito. Foram estudadas as mortes de residentes de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, com 60 anos e mais, que tinham a desnutrição como uma das causas mencionadas. Utilizaram-se os dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade. Para estudo das associações, foi empregada a análise multidimensional pela técnica de análise fatorial de correspondência múltipla. A pesquisa mostrou sobremortalidade feminina, maior concentração de mortes na raça branca, em viúvos e em idosos com baixa escolaridade. Foram estabelecidos dez perfis de mortalidade e a desnutrição foi evidenciada cerca de cinco vezes mais pelo enfoque das causas múltiplas. Confirmou-se a importância das causas múltiplas para evidenciar causas de morte não detectadas pelo enfoque de causa básica e a adequação da técnica de análise de correspondência múltipla para identificar as associações de causas e demais variáveis da Declaração de Óbito.

Avaliação da correlação entre as concentrações de poluentes atmosféricos e a mortalidade de idosos no município de Curitiba

Esquivel,Guilherme Augusto Robles; Gomes,Júlio; Grauer,Andreas Friedrich
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - ABES Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - ABES
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
96.11%
Este estudo tem por objetivo verificar as associações de curto prazo entre as concentrações de poluentes atmosféricos e a mortalidade de idosos no município de Curitiba (PR). O período de análise compreendeu os anos de 2003 a 2008. Foram realizadas análises de correlação simples e de regressão múltipla, utilizando-se um modelo aditivo generalizado (MAG), para avaliar as relações entre os poluentes dióxido de enxofre (SO2), ozônio (O3) e partículas totais em suspensão (PTS) e o número de óbitos totais (ObT) e por doenças respiratórias (ObR) de pessoas com idade superior a 60 anos. Os resultados obtidos mostraram relações positivas e estatisticamente significativas entre os níveis de PTS e a mortalidade de idosos por todas as causas (ObT), mesmo considerando-se que os níveis de PTS atenderam aos padrões de qualidade do ar para o período em estudo.

Relação entre alterações climáticas e fatores determinantes da mortalidade de idosos no município de São Carlos (SP) em um período de dez anos

Soares,Fabiana Vieira; Greve,Patrícia; Sendín,Francisco Alburquerque; Benze,Benedito Galvão; Castro,Alessandra Paiva de; Rebelatto,José Rubens
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
96.14%
O objetivo desse estudo foi identificar as correlações existentes entre o número de óbitos de indivíduos idosos e as alterações climáticas no município de São Carlos (SP) em um período de 10 anos (1997-2006). Foram colhidas informações do registro de óbitos por meio do DATASUS, de pessoas com 60 anos ou mais, falecidas entre 1997 e 2006 no município. Os dados mensais da média das Temperaturas Máxima, Média e Mínima e da Umidade Relativa do Ar no município de São Carlos foram fornecidos pelo Instituto Nacional de Meteorologia. Calcularam-se os coeficientes de mortalidade do município, por sexo e faixa etária e os dados foram analisados com teste t, ANOVA de fator único, teste de Bonferroni e teste de Pearson. Ocorreram 8.304 óbitos, com predominância de indivíduos na faixa dos 80 anos ou mais, do sexo masculino. As doenças do aparelho circulatório foram as principais causas de óbito. Houve correlação positiva entre mortalidade por doenças infecciosas e Umidade Mínima e correlação negativa entre mortalidade por doenças infecciosas e Temperatura Mínima Mínima, entre mortalidade por doenças respiratórias e Umidade Mínima, entre mortalidade por doenças endócrinas e Temperatura Mínima Mínima e Temperatura Máxima Máxima. Dessa forma...

Mortalidade de idosos em município do Sudeste brasileiro de 2006 a 2011

Telarolli Júnior,Rodolpho; Loffredo,Leonor de Castro Monteiro
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
86.12%
O objetivo foi descrever a mortalidade entre idosos em Araraquara (SP), no período de 2006 a 2011. Estudo epidemiológico descritivo, tendo como fontes de dados o Sistema de Informações sobre Mortalidade e a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados. Foi calculada razão entre coeficientes de mortalidade por ponto (R) e por intervalo de 95% de confiança (IC95%). Observou-se mais de 60% dos idosos com nível baixo de escolaridade, sendo que 76% faleceram em hospitais. Entre 2006 e 2008, as diferenças foram estatisticamente significantes entre homens e mulheres, predominando as doenças circulatórias com R = 1,41 (IC95%:1,24-1,58), respiratórias com R = 1,49 (IC95%:1,22-1,76) e neoplasias com R = 1,79 (IC95%: 1,40-2,18). Entre 2009 e 2011, obteve-se, para as causas circulatórias R = 1,18 (IC95%:1,03-1,33), sendo significativas as diferenças para as respiratórias com R = 1,33 (IC95%:1,11-1,55) e câncer sendo R = 1,94 (IC95%:1,53-2,35). O diabetes mellitus e as causas externas apareceram, respectivamente, como quarta e quinta causas de mortes mais frequentes na população idosa. O padrão de mortalidade encontrado ressalta a importância de ações voltadas à redução das principais causas de morte...

Tendência de mortalidade de idosos por doenças crônicas no município de Marília-SP, Brasil: 1998 a 2000 e 2005 a 2007

Carvalho,Maria Helena Ribeiro de; Carvalho,Sebastião Marcos Ribeiro de; Laurenti,Ruy; Payão,Spencer Luiz Marques
Fonte: Secretaria de Vigilância em Saúde - Ministério da Saúde do Brasil Publicador: Secretaria de Vigilância em Saúde - Ministério da Saúde do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
96.19%
OBJETIVO: descrever a mortalidade de idosos por doenças cardiovasculares, respiratórias e neoplasias no município de Marília-SP, Brasil. MÉTODOS: estudo descritivo da mortalidade pelos grupos de três doenças segundo a Décima Revisão da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-10), nos períodos 1998-2000 e 2005-2007; utilizaram-se registros do Sistema de Informações sobre Mortalidade (Sim) e calcularam-se os coeficientes de mortalidade por idade e sexo. RESULTADOS: doenças do aparelho circulatório lideraram as causas de mortalidade dos idosos (39,25%); houve declínio da mortalidade por neoplasias em ambos os sexos e na faixa etária de 60-69 anos, câncer da próstata nos homens (-83,36%) e de mama nas mulheres (-70,96%); óbitos por doenças do aparelho respiratório aumentaram aos 80 e mais anos, em homens (+39,31%) e mulheres (+57,92%). CONCLUSÃO: a mortalidade dos idosos por doenças cardiovasculares e neoplasias apresentou declínio, enquanto aumentou por doenças respiratórias na faixa etária ≥80 anos.

Influência de fatores biopsicossociais sobre a mortalidade de idosos no município de Santa Cruz/RN: um estudo prospectivo

Maciel, álvaro Campos Cavalcanti
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.18%
The aging process if characterizes for a complex events network, from multidimensional nature, that encloses biological, social, psychic and functional aspects. The alteration of one or more aspects can speed up the aging process, anticipating limitations and until the death in the aged. For an adjusted confrontation of this question is necessary an interdisciplinary vision, in which the some areas of the knowledge can interact and with this to intervenes of the best possible form. Then, information derived from studies of aspects related to incidence, morbidity-mortality and transition patterns, involved in the health-illness process can more accurately identify risk groups thereby establishing links between social factors, illness, incapacity and death. Thus, this study aimed to identify, by a multidimensional vision, the risk factors of mortality in a coorth of elderly in a city in the interior of the state of Rio Grande do Norte (RN), Brazil. A prospective study carried out in Santa Cruz RN, where 310 elderly were randomly selected to form a baseline. The follow-up was 53 months. The predictive variables were divided into sociodemographic, physical health, neuropsychiatric and functional capacity. The statistical analysis carried out by bivariate analysis...

Perfil de mortalidade de idosos no Rio Grande do Norte: estudo comparativo entre duas faixas etárias e fatores relacionados

Oliveira, Tamires Carneiro de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva; Saúde Pública Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva; Saúde Pública
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
106.28%
Measures of mortality represent one of the most important indicators of health conditions. For comprising the larger rate of deaths, the study of mortality in the elderly population is regarded as essential to understand the health situation. In this sense, the present study aims to analyze the mortality profile of the population from 60 to 69 (young elders) and older than 80 years old (oldest old) in the Rio Grande do Norte state (Brazil) in the period 2001 to 2011, and to identify the association with contextual factors and variables about the quality of the Mortality Information System (SIM). For this purpose, Mortality Proportional (MP) was calculated for the state and Specific Mortality Rate by Age (CMId) , according to chapters of ICD- 10, to the municipalities of Rio Grande do Norte , through data from the Mortality Information System (SIM) and the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IGBE). In order to identify groups of municipalities with similar mortality profiles, Nonhierarchical Clustering K-means method was applied and the Factor Analysis by the Principal Components Analysis was resort to reduce contextual variables. The spatial distribution of these groups and the factors were visualized using the Spatial Analysis Areas technique. During the period investigated...

Capacidade funcional como preditor de mortalidade em idosos de Florianópolis

Ono, Lariane Mortean
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 116 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
76.23%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Florianópolis, 2015.; A identificação de fatores preditivos de mortalidade da população idosa pode fornecer informações importantes que serviriam de base para o planejamento de ações públicas em assistência e promoção de saúde. A capacidade funcional exerce influência sobre diferentes aspectos da saúde, bem estar e qualidade de vida, e é considerada um dos principais fatores preditivos para mortalidade entre idosos. O objetivo deste estudo foi estimar a associação entre a capacidade funcional e a mortalidade na população idosa de Florianópolis, os fatores associados à capacidade funcional, a sobrevida e o risco de cada atividade de vida diária para o óbito. Estudo de coorte prospectivo, observacional e de base populacional, que faz parte do inquérito EpiFloripa Idoso, realizado em Florianópolis ? SC, em 2009/2010 (primeira onda) e 2013/2014 (segunda onda). Na primeira onda do estudo, 1705 idosos foram entrevistados. Foram utilizadas as variáveis coletadas em 2009/2010. A capacidade funcional foi investigada através do Questionário Brasileiro de Avaliação Funcional Multidimensional...

Mortalidade em idosos por diabetes mellitus como causa básica e associada; Diabetes mellitus mortality among elderly as an underlying or secondary cause of death

Coeli, Cláudia Medina; Ferreira, Luis Guilherme Francisco Duarte; Drbal, Mônica de Miranda; Veras, Renato Peixoto; Camargo Jr., Kenneth Rochel de; Cascão, Ângela Maria
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2002 POR
Relevância na Pesquisa
76.17%
OBJETIVO:Analisar a mortalidade por diabetes mellitus em idosos e a subenumeração do diabetes como causa do óbito de acordo com estatísticas baseadas unicamente em causa básica de óbito. MÉTODOS:Foram revisadas todas as 2.974 declarações de óbito ocorridas em 1994 de idosos residentes em um núcleo habitacional localizado na cidade do Rio de Janeiro, RJ. Destas, foram estudados 291 óbitos, tendo o diabetes mellitus como causa básica (150) e associada (141). A proporção de óbitos em que a diabetes aparece como causa básica em relação ao total de óbitos por diabetes foi calculada de forma global e segundo sexo e faixa etária. RESULTADOS:Dos 291 óbitos estudados, 138 (47,4%) ocorreram em homens, e 153, em mulheres (52,6%). As taxas de mortalidade apresentaram crescimento contínuo com o avançar da idade, sendo superiores no sexo masculino, embora a diferença entre sexos tenha sido menor para a análise baseada unicamente na causa básica. Observou-se proporção elevada de óbitos domiciliares (22%). A proporção de óbitos por diabetes como causa básica foi de 51,5%, sendo maior nas mulheres do que nos homens. CONCLUSÕES:A análise das estatísticas de mortalidade baseadas unicamente na causa básica do óbito pode levar a perfis distorcidos...

Mortalidade de idosos com desnutrição em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil: uma análise multidimensional sob o enfoque de causas múltiplas de morte

Rezende,Edna Maria; Sampaio,Barbosa Machado; Ishitani,Lenice Harumi; Martins,Eunice Francisca; Vilella,Lenice de Castro Mendes
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
86.08%
O objetivo deste estudo foi identificar perfis de mortalidade em idosos com desnutrição, a partir de associações entre causas múltiplas de morte e outras variáveis da Declaração de Óbito. Foram estudadas as mortes de residentes de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, com 60 anos e mais, que tinham a desnutrição como uma das causas mencionadas. Utilizaram-se os dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade. Para estudo das associações, foi empregada a análise multidimensional pela técnica de análise fatorial de correspondência múltipla. A pesquisa mostrou sobremortalidade feminina, maior concentração de mortes na raça branca, em viúvos e em idosos com baixa escolaridade. Foram estabelecidos dez perfis de mortalidade e a desnutrição foi evidenciada cerca de cinco vezes mais pelo enfoque das causas múltiplas. Confirmou-se a importância das causas múltiplas para evidenciar causas de morte não detectadas pelo enfoque de causa básica e a adequação da técnica de análise de correspondência múltipla para identificar as associações de causas e demais variáveis da Declaração de Óbito.

Tendência de mortalidade de idosos por doenças crônicas no município de Marília-SP, Brasil:

Carvalho,Maria Helena Ribeiro de; Carvalho,Sebastião Marcos Ribeiro de; Laurenti,Ruy; Payão,Spencer Luiz Marques
Fonte: Ministério da Saúde do Brasil Publicador: Ministério da Saúde do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
86.19%
OBJETIVO:descrever a mortalidade de idosos por doenças cardiovasculares, respiratórias e neoplasias no município de Marília-SP, Brasil.MÉTODOS:estudo descritivo da mortalidade pelos grupos de três doenças segundo a Décima Revisão da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-10), nos períodos 1998-2000 e 2005-2007; utilizaram-se registros do Sistema de Informações sobre Mortalidade (Sim) e calcularam-se os coeficientes de mortalidade por idade e sexo.RESULTADOS:doenças do aparelho circulatório lideraram as causas de mortalidade dos idosos (39,25%); houve declínio da mortalidade por neoplasias em ambos os sexos e na faixa etária de 60-69 anos, câncer da próstata nos homens (-83,36%) e de mama nas mulheres (-70,96%); óbitos por doenças do aparelho respiratório aumentaram aos 80 e mais anos, em homens (+39,31%) e mulheres (+57,92%).CONCLUSÃO:a mortalidade dos idosos por doenças cardiovasculares e neoplasias apresentou declínio, enquanto aumentou por doenças respiratórias na faixa etária ≥80 anos.

Relação entre alterações climáticas e fatores determinantes da mortalidade de idosos no município de São Carlos (SP) em um período de dez anos

Soares,Fabiana Vieira; Greve,Patrícia; Sendín,Francisco Alburquerque; Benze,Benedito Galvão; Castro,Alessandra Paiva de; Rebelatto,José Rubens
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
96.14%
O objetivo desse estudo foi identificar as correlações existentes entre o número de óbitos de indivíduos idosos e as alterações climáticas no município de São Carlos (SP) em um período de 10 anos (1997-2006). Foram colhidas informações do registro de óbitos por meio do DATASUS, de pessoas com 60 anos ou mais, falecidas entre 1997 e 2006 no município. Os dados mensais da média das Temperaturas Máxima, Média e Mínima e da Umidade Relativa do Ar no município de São Carlos foram fornecidos pelo Instituto Nacional de Meteorologia. Calcularam-se os coeficientes de mortalidade do município, por sexo e faixa etária e os dados foram analisados com teste t, ANOVA de fator único, teste de Bonferroni e teste de Pearson. Ocorreram 8.304 óbitos, com predominância de indivíduos na faixa dos 80 anos ou mais, do sexo masculino. As doenças do aparelho circulatório foram as principais causas de óbito. Houve correlação positiva entre mortalidade por doenças infecciosas e Umidade Mínima e correlação negativa entre mortalidade por doenças infecciosas e Temperatura Mínima Mínima, entre mortalidade por doenças respiratórias e Umidade Mínima, entre mortalidade por doenças endócrinas e Temperatura Mínima Mínima e Temperatura Máxima Máxima. Dessa forma...

Mortalidade de idosos em município do Sudeste brasileiro de 2006 a 2011

Telarolli Júnior,Rodolpho; Loffredo,Leonor de Castro Monteiro
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
86.12%
O objetivo foi descrever a mortalidade entre idosos em Araraquara (SP), no período de 2006 a 2011. Estudo epidemiológico descritivo, tendo como fontes de dados o Sistema de Informações sobre Mortalidade e a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados. Foi calculada razão entre coeficientes de mortalidade por ponto (R) e por intervalo de 95% de confiança (IC95%). Observou-se mais de 60% dos idosos com nível baixo de escolaridade, sendo que 76% faleceram em hospitais. Entre 2006 e 2008, as diferenças foram estatisticamente significantes entre homens e mulheres, predominando as doenças circulatórias com R = 1,41 (IC95%:1,24-1,58), respiratórias com R = 1,49 (IC95%:1,22-1,76) e neoplasias com R = 1,79 (IC95%: 1,40-2,18). Entre 2009 e 2011, obteve-se, para as causas circulatórias R = 1,18 (IC95%:1,03-1,33), sendo significativas as diferenças para as respiratórias com R = 1,33 (IC95%:1,11-1,55) e câncer sendo R = 1,94 (IC95%:1,53-2,35). O diabetes mellitus e as causas externas apareceram, respectivamente, como quarta e quinta causas de mortes mais frequentes na população idosa. O padrão de mortalidade encontrado ressalta a importância de ações voltadas à redução das principais causas de morte...

Mortalidade em idosos por diabetes mellitus como causa básica e associada

Coeli,Cláudia Medina; Ferreira,Luis Guilherme Francisco Duarte; Drbal,Mônica de Miranda; Veras,Renato Peixoto; Camargo Jr.,Kenneth Rochel de; Cascão,Ângela Maria
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
76.18%
OBJETIVO:Analisar a mortalidade por diabetes mellitus em idosos e a subenumeração do diabetes como causa do óbito de acordo com estatísticas baseadas unicamente em causa básica de óbito. MÉTODOS:Foram revisadas todas as 2.974 declarações de óbito ocorridas em 1994 de idosos residentes em um núcleo habitacional localizado na cidade do Rio de Janeiro, RJ. Destas, foram estudados 291 óbitos, tendo o diabetes mellitus como causa básica (150) e associada (141). A proporção de óbitos em que a diabetes aparece como causa básica em relação ao total de óbitos por diabetes foi calculada de forma global e segundo sexo e faixa etária. RESULTADOS:Dos 291 óbitos estudados, 138 (47,4%) ocorreram em homens, e 153, em mulheres (52,6%). As taxas de mortalidade apresentaram crescimento contínuo com o avançar da idade, sendo superiores no sexo masculino, embora a diferença entre sexos tenha sido menor para a análise baseada unicamente na causa básica. Observou-se proporção elevada de óbitos domiciliares (22%). A proporção de óbitos por diabetes como causa básica foi de 51,5%, sendo maior nas mulheres do que nos homens. CONCLUSÕES:A análise das estatísticas de mortalidade baseadas unicamente na causa básica do óbito pode levar a perfis distorcidos...