Página 1 dos resultados de 1706 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Characterization of tropical forage grass development pattern through the morphogenetic and structural characteristics; Caracterização do padrão de desenvolvimento de gramíneas forrageiras tropicais por meio das características morfogênicas e estruturais

RODRIGUES, Carlindo Santos; NASCIMENTO JÚNIOR, Domicio do; SILVA, Sila Carneiro da; SILVEIRA, Márcia Cristina Teixeira da; SOUSA, Braulio Maia de Lana; DETMANN, Edenio
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.31%
An experiment was carried out with the objective to evaluate growth pattern of tropical forage grass under free growth by using morphogenetic and structural characteristics with the expectation of using this study for forage grass evaluation protocol. The experimental area was established with two cultivars of Panicum maximum Jacq. (Mombaca and Aruana), a hybrid cultivar of P. maximum Jacq. and P. Infestum BRA-7102 (Massai), two cultivars of Brachiaria brizantha (A. Rich.) Stapf (Marandu and Xaraes) and Molasses grass (Melinis minutiflora Beauv.) and jaragua grass (Hyparrhenia rufa (Nees) Stapf.). The grasses were planted in 1.0-m² experimental units with 24 plants arranged in a completely randomized block design with three replications. Growth pattern of the grasses was evaluated through mass development, tiller mortality, development stage and leaf longevity. Development patterns differed significantly among groups of grasses, indicating that the same available resources can be used in different manners by grasses from the same genus and/or species.; Um experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar o padrão de desenvolvimento de gramíneas forrageiras tropicais em crescimento livre por meio das características morfogênicas e estruturais...

Resistência de gramíneas a Mahanarva fimbriolata (Stål, 1854) (Hemiptera: Cercopidae); Resistance of Gramineae to Mahanarva fimbriolata (Stål, 1854) (Hemiptera: Cercopidae)

Grisoto, Eliane
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Estudou-se a biologia de M. fimbriolata em sete Gramineae (cana-de-açúcar cv. SP-80 1842 - testemunha, Setaria anceps cv. Kazungula, Brachiaria brizantha cv. Marandu, ecótipos BB 33 e BB 39, e seleções IAC-BBS 5 e IAC-BBS 8) em laboratório para avaliar a resistência desses materiais a essa praga. Ninfas recém-eclodidas, provenientes de criação estoque, foram inoculadas nas raízes das referidas gramíneas e mantidas até a emergência dos adultos, avaliando-se a mortalidade e duração da fase de ninfa. Após a emergência dos adultos, casais oriundos de cada tratamento foram individualizados em gaiolas cilíndricas transparentes, observando-se a razão sexual, período de pré-oviposição, número de ovos por fêmea e longevidade. Os ovos obtidos foram mantidos em placas de Petri forradas com papel filtro umedecido, até a eclosão das ninfas, avaliando-se a duração e a viabilidade da fase embrionária. Com base nos parâmetros analisados, constatou-se que as gramíneas que causaram maior mortalidade e prolongamento na fase de ninfa foram IAC-BBS 8, B. brizantha cv. Marandu e S. anceps cv. Kazungula. Em IAC-BBS 5, embora tenha ocorrido alta mortalidade das ninfas, verificou-se a menor duração da fase ninfal. Os menores valores de longevidade e fecundidade foram verificados nas seleções IAC-BBS 8 e IACBBS 5 e os maiores em cana-de-açúcar. A menor viabilidade da fase embrionária foi obtida em IAC-BBS 5 e a maior em IAC-BBS 8. Segundo os resultados da tabela de vida...

Irrigação de precisão em diferentes variedades de gramíneas sob condição simulada de pastejo rotacionado em pivô central; Precision irrigation applied to different grass varieties under center pivot simulated condition of rotary pasture

Tapparo, Sergio André
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
O presente trabalho tem, por objetivo, avaliar um sistema de produção de gramíneas irrigadas sob a dinâmica de corte rotacionado, simulando um sistema de irrigação tipo pivô central, com diferentes capacidades de armazenamento de água no solo. O manejo da irrigação foi realizado com base em tensiômetros instalados em uma parcela de referência do sistema. Realizou-se o trabalho em casa de vegetação, no Departamento de Irrigação da ESALQ/USP. Foram estudadas quatro cultivares de gramíneas: Capim Tanzânia e Capim Tifton 85 e Grama Santo Agostinho e Grama Esmeralda, sob seis estratégias de manejo da irrigação: M1, M2, M3, M4, M5, M6, sendo M3 a parcela de referência (umidade na capacidade de campo). Cada cultivar esteve submetido a quatro níveis de capacidade de água disponível (CAD), que variava em função da profundidade do solo no interior da caixa: 40, 30, 20 e 10 cm, sendo denominadas de S40, S30, S20 e S10. O solo utilizado no experimento foi classificado como Latossolo Vermelho Amarelo, textura franco arenosa. A adubação foi realizada para corrigir e manter o sistema. O experimento foi avaliado durante um período de 11 meses (de dezembro de 2006 a outubro de 2007), tendo a freqüência de corte, estabelecido em 30 dias...

Distribuição de probabilidade e dimensionamento amostral para tamanho de partícula em gramíneas forrageiras; Probability distribution and sample dimension for particle size in forage grasses

Navarette López, Claudia Fernanda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
O objetivo deste trabalho foi identificar a distribuição de probabilidade da variável tamanho de partícula em gramíneas forrageiras e fazer um dimensionamento amostral. Para isto foi realizada uma analise exploratória dos dados obtidos de um experimento planejado em blocos casualizados, a cada sub-amostra do conjunto de dados foram ajustadas as distribuições normal, gama, beta e Weibull. Foram realizados os testes de aderência não paramétricos de Kolmogorov-Smirnov, Lilliefos, Cramer-von Mises e Anderson-Darling para avaliar o ajuste as distribuições. A estimativa do valor do logaritmo da função de máxima verossimilhança e indicativo da distribuição que melhor descreveu o conjunto de dados, assim como os critérios de informação de Akaike (AIC) e de informação bayesiano (BIC). Foram feitas simulações a partir dos parâmetros obtidos e feitos os testes não paramétricos para avaliar o ajuste com diferentes tamanhos de amostras. Encontrou-se que os dados n~ao seguem a distribuição normal, pois há assimetria nos histogramas melhor descritos pelas distribuições beta e Weibull. Os testes mostraram que as distribuições gama, beta e Weibull ajustam-se melhor aos dados porem pelo maior valor do logaritmo da função de verossimilhança...

Sistema de preparo profundo de solo e sucessão de gramíneas para o plantio da batata (Solanum tuberosum L.); Soil deep tillage system associated to grasses for the potato crop (Solanum tuberosum L.)

Ragassi, Carlos Francisco
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.9%
A produção de batata no Brasil é migratória, devido à alta ocorrência de doenças de solo onde seu cultivo é realizado anualmente após a cultura do milho (Zea mays) e o preparo de solo é feito com grade aradora, implemento cujo uso freqüente estabelece impedimentos físicos. O presente trabalho avaliou um sistema de preparo profundo de solo associado ao cultivo de três diferentes gramíneas Panicum maximum cv. Tanzânia, Brachiaria brizantha cv. Marandu e milho híbrido Dekalb 191 quanto a sua capacidade de promover melhores condições físicas de solo, assim como sua influência sobre a produtividade e ocorrência de doenças na cultura da batata. O preparo de solo alternativo foi capaz de promover melhores condições físicas de solo e, mesmo após dois ciclos da sucessão de culturas, não houve influência da espécie de gramínea utilizada sobre os parâmetros avaliados, embora essas plantas tenham apresentado características diferentes quanto à produção de raízes e de parte aérea. As melhores condições físicas de solo foram responsáveis pelo aumento da produtividade e da qualidade de tubérculos, obtido com o preparo profundo de solo, mas não influenciou a ocorrência de doenças e de outros danos aos tubérculos. A incidência de doenças em geral foi baixa e isso indica que um trabalho com maior número de ciclos da sucessão de culturas seria necessário para testar a hipótese de que o sistema de preparo de solo e sucessão de culturas avaliado descartaria a necessidade de migração na cultura da batata.; Potato crop migrates continually in Brazil...

Eficiência do manejo no controle de duas espécies de gramíneas invasoras em Cerrados Paulistas; Management efficiency to control two invasive grasses in cerrado fragments, in São Paulo State

Barbosa, Elizabeth Gorgone
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Nos cerrados brasileiros, várias gramíneas africanas foram introduzidas, tornando-se invasoras e ameaçando a biodiversidade nativa. É, portanto, imprescindível a elaboração de medidas para seu controle. O objetivo deste estudo foi avaliar a eficiência e o custo de diferentes métodos para o controle das gramíneas invasoras Urochloa decumbens e Melinis minutiflora, em unidades de conservação de proteção ao cerrado. O trabalho foi desenvolvido no Cerrado Péde- Gigante e na Estação Ecológica de Itirapina (SP, Brasil), onde foram selecionadas seis manchas com dominância de U. decumbens e seis com M. minutiflora. Em cada mancha, aplicou-se um bloco randômico com os tratamentos: corte raso, uma vez (CRI, nov/2007) e duas vezes (CRII, nov/2007 e mar/2008), corte e revolvimento do solo, uma vez (CRSI, nov/2007) e duas vezes (CRSII, nov/2007 e mar/2008), sombreamento (SOM), abafamento (ABF), estes aplicados em julho/2007, permanecendo cobertos respectivamente com tela de nylon e lona até mar/2008. Ao final do experimento (jul/2008), a biomassa das parcelas foi cortada e separada em categorias (graminóides nativas, U. decumbens, M. minutiflora, dicotiledôneas). As análises basearam-se em testes de permutação. Posteriormente...

Avaliação de tipos de resistência de gramíneas forrageiras à cigarrinha das-raízes Mahanarva fimbriolata (Stål, 1854) (Hemiptera: Cercopidae); Evaluation of types of resistance of grasses to the spittlebug Mahanarva fimbriolata (Stål, 1854) (Hemiptera: Cercopidae)

Grisoto, Eliane
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
Os objetivos deste trabalho foram selecionar gramíneas forrageiras com potencial de resistência a Mahanarva fimbriolata, bem como determinar tipos de resistência presentes, por meio da avaliação do efeito sobre a biologia do inseto e de testes de tolerância. Nas gramíneas mais promissoras foi também aplicado o fungo Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorokin para avaliar um possível efeito associado deste com a resistência vegetal. Os ensaios foram realizados sem chance de escolha, com insetos provenientes de criação estoque. No ensaio de biologia, realizado em laboratório com 12 genótipos, os seguintes parâmetros foram avaliados: mortalidade e duração da fase ninfal; peso e longevidade dos adultos; período de pré-oviposição e número de ovos/fêmea; e viabilidade e a duração do período embrionário. No ensaio de tolerância realizado com três gramíneas, em casa de vegetação, foram utilizadas duas densidades de cigarrinhas (dois e quatro casais), avaliando-se o dano causado (com base em escala de notas) aos 3º e 7º dias após a infestação e o crescimento e rebrote das gramíneas ao 14º dia após a desinfestação. Para verificar a associação de plantas resistentes com o fungo M. anisopliae, foram utilizadas...

Determinação e caracterização físico-química e espectroscópica de gramíneas para obtenção de etanol de segunda geração; Determination and physico-chemical and spectroscopic characterization grasses to obtain second-generation ethanol

Martelli, Fabricio Heitor
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
A busca por combustíveis renováveis tem se expandido cada vez mais no mundo moderno, devido à preocupação com a redução do volume de emissões de gases causadores do efeito estufa. No presente trabalho descreve-se a caracterização físico-quíca e espectroscópica de gramíneas com potencial para geração de Etanol 2G (Sorgo Biomassa, Capim Elefante, Capim Marandu, Capim Mombaça). As matrizes vegetais foram caracterizadas por diferentes técnicas, incluindo Análise Elementar, Ressonância Magnética Nuclear (RMN) de 13C, difração de raios X (DR-X), espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourrier (FTIR), microscopia eletrônica de varredura acoplada com detector de energia dispersiva (MEV-EDS). Os componentes extraídos foram avaliados por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) e por espectroscopia de absorção eletrônica (UV-VIS). O bagaço de cana apresentou maior teor de C com 45,0%, o colmo do Capim-Marandu apresentou maior concentração de O com 46,1%; a concentração de H para todos os materiais ficaram próximas dos 5%; as folhas do Capim-Marandu apresentaram 4,5% de teor de S; as folhas de Capim-Elefante e do Sorgo apresentaram maior concentração de N que tiveram como média 2%. As análises da composição lignocelulósica por via ácida diluída mostraram que os colmos possuem maior concentração de celulose...

O repertório de alergénios das gramíneas Dactylis glomerata e Phleum pratense para o cão – Possível chave para uma mais efetiva imunoterapia específica?

Martins, Luís; Marques, Andreia; Pereira, Luísa; Semião-Santos, Saul; Bento, Ofélia
Fonte: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica Publicador: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica
Tipo: Aula
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
No cão a imunoterapia específica para aeroalergénios apresenta uma eficácia clínica de 65-70%, com evidência de que pode ser incrementada com base no conhecimento dos alergogramas individuais. Esse conhecimento poderá racionalizar o pool de alergénios a utilizar para uma imunoterapia mais específica, melhorando a eficácia. O conceito de epidemiologia molecular inerente permitirá interpretar fenómenos de reatividade cruzada e evitar indesejáveis fenómenos de sensibilização de novo, associados à imunoterapia, por ora difícil. Para tal, é necessário identificar os repertórios alergénicos relevantes, o que aqui se objectiva para as gramíneas Dactylis glomerata (Dac g) e Phleum pratense (Phl p) Da consulta externa de alergia do Hospital Veterinário da Universidade de Évora selecionaram-se 14 cães alérgicos a gramíneas, com sintomatologia eminentemente sazonal e correlacionada com sensibilização à Dac g (p=0,007), por testes intradérmicos (Bial Aristegi, Bilbao, Espanha) e doseamento de IgE específicas (Univet, Barcelona, Espanha). Preparam-se os extractos solúveis de Dac g e de Phl p (Allergon, Angelholm, Suécia) em água bi-destilada. A separação proteica foi realizada por isoeletrofocalização (IEF) em gradiente de pH 3-10 e por SDS PAGE a 12%...

O repertório de alergénios das gramíneas Dactylis glomerata e Phleum pratense para o cão – Possível chave para uma mais efetiva imunoterapia específica?

Martins, Luís; Marques, Andreia; Pereira, Luísa; Semião-Santos, Saul; Malaman, Maria; Bento, Ofélia
Fonte: Brazilian Journal of Allergy and Immunology Publicador: Brazilian Journal of Allergy and Immunology
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
Objetivo: Identificação dos repertórios alergénicos para as gramíneas Dactylis glomerata (Dac g) e Phleum pratense (Phl p) de forma a racionalizar o pool de alergénios para imunoterapia específica. Métodos: Da consulta externa de alergia do Hospital Veterinário da Universidade de Évora selecionaram-se 14 cães alérgicos a gramíneas, com sintomatologia eminentemente sazonal e sensibilização à Dac g (p=0,007), por testes intradérmicos (Bial Aristegi, Bilbao, Espanha) e doseamento de IgE específicas (Univet, Barcelona, Espanha). Preparam-se os extratos solúveis de Dac g e de Phl p (Allergon, Angelholm, Suécia) em água bi-destilada. A separação proteica foi realizada por isoeletrofocalização (IEF) em gradiente de pH 3-10 e por SDS PAGE a 12%, uni- (1D) e bidimensional (2D). As proteínas separadas foram transferidas para membranas de PVDF, sobre as quais se realizaram os imunoblots, tendo as IgE específicas séricas sido reveladas por anti-IgE canina policlonal, conjugada com peroxidade, e monoclonal, conjugada com biotina. Resultados: Da IEF identificaram-se 17 bandas alergénicas de Dac g (pI 3,7-9,9), 10 das quais com reconhecimento major, e 18 de Phl p (pI 4-9,8), 7 das quais major. Da SDS PAGE 1D identificaram-se 11 alergénios de Dac g (PM 10...

Avaliação da eficiência de controle de plantas daninhas gramíneas do herbicida clethodim em algodoeiro herbáceo (Gossypium hirsutum var. latifolium Hutch.)

Laca-Buendia,J.P.; Pires,Gad.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1992 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Com o objetivo de conhecer a eficiência do herbicida clethodim no controle de plantas daninhas gramíneas e seu comportamento seletivo na cultura do algodão, cv. IAC-20, foi instalado um experimento em solo aluvial de textura arenosa. Foram estudados os seguintes tratamentos: clethodim + óleo mineral nas doses de 0,84 0,96 e 0,108 kg/ha + 0,5 % v/v, sethoxydim + óleo mineral a 0,23 kg/ha + 0,5% v/v em pós-emergência, alachlor a 2,4 kg/ha em pós-emergência, trifluralin a 0,89 kg/ha em pós-plantio incorporado, uma testemunha capinada e outra sem capina. As espécies de plantas daninhas mais freqüentes foram: Cenchrus echinatus L. (capim-carrapicho), Eleusine indica (L.) Gaertn. (capim-pé-de-galinha) e Brachiaria plantaginea (Link.) Hitch. (capim-marmelada). Nenhum dos herbicidas testados apresento injúria à cultura. Quanto à produção, esses herbicidas apresentaram diferenças significativas em relação à testemunha capinada (828 kg/ha), sendo que o tratamento com clethodim + óleo mineral a 0,108 kg/ha + 0,5% v/v (528 kg/ha) foi o único que apresentou diferenças significativas com a testemunha sem capina (330 kg/ha). Na altura da planta, a testemunha capinada somente apresentou diferenças significativas em relação ao tratamento com trifluralin e a testemunha sem capina. O carrapicho-de-burro e o capim-pé-de-galinha foram eficientemente controlados pelo clethodim + óleo mineral...

Gramíneas do cerrado: carboidratos não-estruturais e aspectos ecofisiológicos

Souza,Amanda de; Moraes,Moemy Gomes de; Ribeiro,Rita de Cássia Leone Figueiredo
Fonte: Sociedade Botânica do Brasil Publicador: Sociedade Botânica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.14%
As gramíneas reúnem características que as destacam como grupo evoluído e diversificado de plantas. Possuem desempenho fotossintético eficiente em diversas condições, são eficientes na produção e dispersão de diásporos, possuem sistema radicular fasciculado, além de produzirem estolhos e rizomas. O conjunto destes atributos faz com que gramíneas sejam apropriadas para a recomposição de áreas degradadas, atuando como pioneiras na sucessão ecológica. Se de um modo isto possibilita vantagem na ocupação de áreas em seu habitat original, por outro podem ser atributos que incrementam o grau de invasibilidade de uma espécie em outro ambiente. A composição de carboidratos não-estruturais e a alta produção de biomassa são discutidas visando fornecer subsídios para utilização das vantagens adaptativas das gramíneas em programas de manejo de reservas naturais.

Controle de invasão biológica por capim-anonni em margem viária mediante a introdução de gramíneas

Medeiros,Renato Borges de; Ferreira,Nadilson Roberto
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
Objetivou-se avaliar o controle da invasão biológica por Eragrostis plana Nees (capim-anonni) em margens de rodovia com a introdução de gramíneas concorrentes associada a práticas de preparo do solo e adubação. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com parcelas subdivididas e três repetições. Nas parcelas, foram avaliadas duas práticas de preparo do solo: solo subsolado e gradeado com aplicação de calcário e fósforo; e solo apenas subsolado, e nas subparcelas, as espécies de gramíneas: capim-mombaça (Megathyrsus maximus (Jacq.) B. K. Simon & S. W. L. Jacobs); capim-kazangula (Setaria sphacelata (Schumach.) Stapf & C. E. Hubb. ex M. B. Moss); mistura de sementes de três gramíneas nativas, grama-de-forquilha (Paspalum notatum Alain ex Flüggé), macega-do-banhado (Paspalum regnelli Mez) e capim-das-roças (Paspalum urvillei Steud.); avaliadas em comparação a uma subparcela de exclusão (testemunha). Nos levantamentos florísticos, realizados em 8 de janeiro de 2005, e após o plantio, em 26 de janeiro e 25 de junho de 2006, observou-se alta riqueza florística, com 86 espécies botânicas distribuídas em 29 famílias e 21% de espécies exóticas. O solo subsolado, gradeado, corrigido e adubado...

Grupos funcionais de gramíneas forrageiras tropicais

Rodrigues,Carlindo Santos; Nascimento Júnior,Domicio do; Detmann,Edenio; Silva,Sila Carneiro da; Sousa,Braulio Maia de Lana; Silveira,Márcia Cristina Teixeira da
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
Foram avaliadas as características morfogênicas e estruturais de gramíneas forrageiras com o objetivo de agrupá-las, de acordo com seu padrão de desenvolvimento, em seus respectivos grupos funcionais. As gramíneas foram plantadas em parcelas de 1,0 m² com 24 plantas, em delineamento de blocos completos casualizados com três repetições. Os dados foram submetidos à análise de fatores, reduzindo as variáveis em quatro fatores: desenvolvimento de massa, mortalidade de perfilhos, estádio de desenvolvimento e longevidade foliar. Os dados foram submetidos à análise de agrupamento por otimização de Tocher adotando-se a distância euclidiana média como medida básica de dissimilaridade. As gramíneas foram agrupadas da seguinte forma: Verão - grupo I (Xaraés, Massai, Mombaça e Marandu); grupo II (Gordura e Aruana); e grupo III (Jaraguá). Outono - grupo I (Mombaça, Massai, Xaraés, Marandu e Gordura); grupo II - (Jaraguá); e grupo III (Aruana). Possivelmente a maior participação do fator mortalidade de perfilhos na formação dos grupos no período de outono influenciou na reorganização dos grupos. Os padrões de desenvolvimento de massa dos diferentes grupos de gramíneas diferiram entre si quanto à forma de utilização dos recursos disponíveis. Houve mudança nos escores de todos os fatores com a mudança do período do verão para o outono. O agrupamento funcional comprova que gramíneas de gêneros e/ou espécies diferentes podem ser enquadradas em um mesmo grupo.

Especiação dos constituintes nitrogenados em espécies de gramíneas utilizadas na alimentação nutrição animal.

BIANCHI, S. R.; MENEZES, E. A.; SOUZA, G. B. de; NOGUEIRA, A. R. de A.
Fonte: In: ENCONTRO BRASILEIRO SOBRE ESPECIAÇÃO QUÍMICA, 2008, São Pedro. Anais... São Pedro: EspeQBrasil, 2008. Publicador: In: ENCONTRO BRASILEIRO SOBRE ESPECIAÇÃO QUÍMICA, 2008, São Pedro. Anais... São Pedro: EspeQBrasil, 2008.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.21%
As pastagens constituem a base da dieta dos ruminantes na grande maioria dos sistemas de produção das regiões tropicais. Na composição botânica destas pastagens, é encontrada uma ampla variação de espécies na sua grande maioria representadas por gramíneas e leguminosas [1]. Em tais espécies as variações de qualidade ocorrem não somente entre gêneros, espécies ou cultivares, mas também, com as diferentes partes das plantas, estágio de maturidade, fertilidade do solo e com as condições locais e estacionais. A época da colheita da forragem, deve estar relacionada ao estágio de desenvolvimento da planta e conseqüentemente ao seu valor nutritivo. As concentrações protéicas nas espécies forrageiras são maiores nos estágios vegetativos da planta e declinam na medida em que as mesmas atingem a maturidade. Os alimentos são constituídos de proteínas, carboidratos, gorduras, cinzas e água, sendo que as proteínas e os carboidratos são subdivididos de acordo com suas características químicas, físicas e pela degradação ruminal e digestibilidade pós-ruminal [2]. O objetivo deste trabalho foi caracterizar quatro espécies de gramíneas (Andropogon gayanus cv. Baetí, Paspalum atratum cv.Pojuca, Panicum maximum cv. Tanzânia e Brachiária decumbens cv. Basilisk) em relação às frações nitrogenadas (nitrogênio não protéico - NA...

Alérgenos de pólen de Lolium multiflorum (Lam. 1779): determinação da reatividade cruzada de anticorpos IgE aos componentes alergênicos de extratos comerciais de gramíneas

Bernardes, Cristiane Teixeira Vilhena
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.37%
Introdução: Lolium multiflorum (Lm), gramínea da família Poaceae, é a principal causadora de polinose na região Sul do Brasil. Não há ainda estudos de reatividade cruzada entre frações alergênicas de pólen de L. multiflorum com de outras espécies de gramíneas. Objetivos: Avaliar a sensibilização a alérgenos de pólen de Lm em pacientes com polinose por teste cutâneo de puntura (TCP) e da detecção de IgE específica por ensaio imunoenzimático (ELISA). Determinar a reatividade cruzada entre frações alergênicas do extrato de pólen de L. multiflorum (Lm) e extratos comerciais de pólens de gramíneas. Material e métodos: Amostras de soro de 38 pacientes com rinite alérgica sazonal (grupo RAS), 35 pacientes com rinite alérgica perene (grupo RAP) e 30 indivíduos não atópicos (grupo NA) foram testadas para a reatividade de IgE. A sensibilização foi analisada através de teste cutâneo de puntura e os níveis de IgE específica a pólens de L. multiflorum foram determinados por ELISA. Ensaios ELISA e Immunoblotting de inibição foram empregados na determinação da reatividade cruzada ente alérgenos de pólen de L. multiflorum e de extratos comerciais de gramíneas. Resultados: A positividade ao TCP com extratos de pólen de gramíneas foi utilizada como critério de inclusão de pacientes no grupo RAS. Anticorpos IgE específicos a Lm foram detectados no soro de 100% dos pacientes com rinite sazonal (RAS) e em 8...

Reabilitação de área degradada pela deposição de resíduos sólidos urbanos usando gramíneas forrageiras.; Rehabilitation of the degraded area by deposition of solid waste using forage grasses.

Miranda, Vanessa Soares
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.27%
Avaliaram-se a produtividade de matéria seca e a composição bromatológica de gramíneas forrageiras colhidas em área degradada pela deposição de resíduos sólidos urbanos, num experimento em esquema de parcelas subdivididas, com delineamento em blocos casualizados, com cinco gramíneas nas parcelas e três cortes nas subparcelas no tempo, com quatro repetições. O teor e a absorção de minerais e a concentração de metais pesados foram avaliados no 2º corte, no delineamento em blocos casualizados, com cinco gramíneas e quatro repetições. As gramíneas utilizadas foram Brachiaria decumbens cv. Basilisk, Brachiaria ruziziensis, Brachiaria brizantha cv. Marandu e cv. Xaraés e Panicum maximum cv. Tanzânia, colhidas com 42 dias de rebrotação. A produtividade de matéria seca por corte foi de até 1.480 kg/ha, o teor mínimo de proteína bruta (PB) foi 9,5% e o teor médio de fibra detergente neutro (FDN) foi 62,3%. As gramíneas forrageiras apresentam resultados satisfatórios em produtividade de matéria seca e composição bromatológica, constituindo em alternativa para a reabilitação de área degradada por resíduos sólidos urbanos, assim como adequada composição mineral, à exceção de fósforo, cujo teor foi muito baixo. As concentrações de todos os metais pesados encontram-se abaixo do nível de toxicidade para as plantas.; ABSTRACT We evaluated the dry matter yield and chemical composition of grasses harvested in an area degraded by deposition of solid waste. The experiment was conducted in a split plot randomized block design with five grass plots and subplots in the three cuts time...

Diversidad de las gramíneas de Durango, México

Herrera Arrieta,Yolanda; Cortés Ortiz,Armando
Fonte: Instituto Politécnico Nacional, Escuela Nacional de Ciencias Biológicas Publicador: Instituto Politécnico Nacional, Escuela Nacional de Ciencias Biológicas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 ES
Relevância na Pesquisa
37.04%
El estado de Durango, México, cuya posición geográfica se ubica en la región centro-norte del país, presenta una topografía rugosa y un clima y geología variables, lo que le confiere una riqueza florística relativamente alta en comparación con otras entidades de México. La presencia de gramíneas variadas en este estado le ha permitido ser productor de ganado de exportación durante el último siglo, Herrera (2001) reporta 97 géneros y 338 especies de gramíneas para Durango, que comparadas con otras entidades resulta ser tan sólo superada por cinco estados mexicanos: Veracruz, Jalisco, Puebla, Oaxaca y Sinaloa por el número de especies (Dávila y col., 2006). En este trabajo se muestra la distribución de los taxa que se encuentran creciendo en respuesta a las condiciones climáticas del estado, así como otros grupos de especies interesantes por su condición para subsistir: 1) especies endémicas [Chaboissaea subbiflora, Reederochloa eludens, Muhlenbergia michisensis] y especies raras o escasas [Aristida gibbosa, Festuca breviglumis, Rhipidocladum racemiflorum]; 2) especies adaptadas a suelos salinos, alcalinos o yesosos [Bouteloua ramosa, Distichlis spicata, Pleuraphis mutica, Reederochloa eludens, Sporobolus airoides]; 3) especies introducidas para ser cultivadas y escapadas de cultivo [Cenchrus ciliaris...

Estudo da variação intradiária das concentrações de pólen de gramíneas na atmosfera de Portugal Continental

Caeiro,Elsa; Lopes,Luísa; Gaspar,Ângela; Todo-Bom,Ana; Oliveira,José Ferraz de; Nunes,Carlos; Morais-Almeida,Mário; Trindade,José Costa; Brandão,Rui
Fonte: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica Publicador: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
Introdução: O pólen da família das Poaceae (gramíneas) é uma das principais fontes de aeroalergénios no mundo, particularmente na Europa Mediterrânica. Representa, por isso, um importante factor de risco de asma, rinite e/ou conjuntivite alérgica e constitui a principal causa de polinose em Portugal. Objectivo em Portugal. Objectivo: Analisar a variação intradiária das concentrações de pólen de gramíneas na atmosfera das 5 estações de monitorização continentais da Rede Portuguesa de Aerobiologia (RPA): Porto, Coimbra, Lisboa, Évora e Portimão. Métodos: Neste estudo utilizaram -se os dados diários e horários das monitorizações de pólen de gramíneas das cinco estações de monitorização continentais da RPA, ao longo de 7 anos (2002 -2008). Resultados: Entre as localidades encontraram-se diferenças significativas, em termos de curvas horárias. O pólen encontrou-se presente na atmosfera durante 24 horas em todas as localidades, e os valores das concentrações horárias variaram ao longo do dia e de ano para ano. As concentrações mais baixas registaram-se entre as 22 e as 6 horas e as mais elevadas, entre as 7 e as 21 horas, as quais em Évora ultrapassaram os 30 grãos de pólen/m3/hora. Em geral, registaram-se 2 picos de concentrações máximas...

Análise das concentrações de pólen de gramíneas na atmosfera de Portugal Continental

Caeiro,Elsa; Camacho,Irene Câmara; Lopes,Luísa; Gaspar,Ângela; Todo-Bom,Ana; Oliveira,José Ferraz de; Trindade,José Costa; Brandão,Rui; Nunes,Carlos; Morais-Almeida,Mário
Fonte: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica Publicador: Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.14%
Introdução: A exposição ao pólen atmosférico da família das Poaceae constitui a principal causa de polinose em Portugal. Objectivos: Analisar e comparar a estação de pólen atmosférico principal (EPAP) do pólen de gramíneas das estações de monitorização continentais da Rede Portuguesa de Aerobiologia: Porto, Coimbra, Lisboa, Évora e Portimão. Métodos: No estudo utilizaram-se os dados diários de 7 anos (2002 -2008) resultantes das monitorizações de pólen de gramíneas das cinco estações. Resultados: Entre as localidades encontraram-se diferenças estatisticamente significativas, em termos de índices polínicos, de duração e na data de término da EPAP. Este tipo polínico encontrou-se bem representado nas várias localidades, com valores próximos ou acima de 10% do pólen total. Esteve presente na atmosfera durante todo o ano mas com concentrações elevadas de Maio a Julho. O início da EPAP foi mais precoce no litoral, Lisboa e Porto, e mais tardio no interior sul, em Évora, com a respectiva duração a diminuir de Norte para Sul. As concentrações máximas absolutas diárias registaram-se em Junho e Julho no Porto, finais de Maio e início de Junho em Coimbra, e em Maio em Lisboa, Évora e Portimão. A EPAP terminou em Agosto no Norte e em Julho no Sul. Porto e Coimbra revelaram os mais baixos índices polínicos...