Página 1 dos resultados de 35 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Candida albicans e estomatite por dentadura: avaliação da presença do fungo na lesão, na prótese total superior e no sangue; Candida albicans and denture stomatitis: evaluation of the presence of yeast in the lesion, upper denture and blood

Oliveira, Carine Ervolino de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
60.430854%
Existem poucos estudos a respeito da presença de constituintes fúngicos na circulação sanguínea de indivíduos com estomatite por dentadura (ED) (AHMAD et al., 2002), considerada uma forma localizada de candidose; o que poderia caracterizar o poder de invasão sistêmica do fungo nesta condição local, bem como um prévio reconhecimento desses antígenos por células presentes na circulação sanguínea do hospedeiro, o que poderia explicar aspectos específicos da resposta imune localizada e sistêmica. Assim sendo, este trabalho teve por objetivo avaliar a presença do fungo Candida albicans (C. albicans) no palato, na superfície interna das próteses totais superiores e no sangue de pacientes com ED, em dois momentos distintos. A população de estudo foi composta por indivíduos usuários de prótese total superior (PTS), com e sem estomatite por dentadura, avaliados e selecionados nas clínicas de graduação e pós-graduação da Disciplina de Prótese, do Departamento de Prótese, da Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo (FOB USP). Indivíduos não usuários de próteses removíveis constituíram o grupo controle. Assim o trabalho foi constituído por três grupos, cada um com 14 pacientes. As lesões de estomatite por dentadura foram diagnosticadas clinicamente e por meio de confirmação microbiológica em CHROMAgar Candida...

Análise das propriedades biológicas de um monômero antimicrobiano para aplicação em prótese dentária; Biological properties of an antimicrobial monomer for application in prosthodontics

Regis, Romulo Rocha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
59.014995%
A resina acrílica para base de próteses removíveis é capaz de acumular biofilme e assim favorecer o aparecimento de diversos problemas na cavidade bucal dos usuários de próteses. A imobilização de um agente antisséptico na matriz polimérica tem potencial preventivo frente a esse acúmulo, mas necessita de maior investigação. O objetivo deste estudo foi avaliar as propriedades biológicas do brometo de metacriloiloxiundecilpiridínio (MUPB), um composto antisséptico capaz de copolimerizar-se com as resinas acrílicas. Foram determinadas as concentrações inibitória e fungicida/bactericida mínimas (CIM, CFM/CBM) do MUPB frente às espécies Candida albicans, Candida dubliniensis, Candida glabrata, Lactobacillus casei, Staphylococcus aureus e Streptococcus mutans, em comparação ao cloreto de cetilpiridínio (CCP). A seguir, investigou-se a citotoxicidade do MUPB em fibroblastos, comparando-o com o metil metacrilato (MMA). A avaliação da atividade antimicrobiana de diferentes concentrações do MUPB em massa (0, 0,3% e 0,6%) incorporado em uma resina acrílica termopolimerizável para base de próteses foi realizada por meio de testes de difusão em disco e quantificação de unidades formadoras de colônia (UFC) aderidas à resina após contato com suspensões de cada micro-organismo. A adesão microbiana também foi avaliada por microscopia eletrônica de varredura. Comparações entre o MUPB e as demais substâncias...

Avaliação da expressão gênica da proteína aspartil secretada 2, 5 e 9 (SAP-2, SAP-5 e SAP-9) e sua correlação com a invasão epitelial por Candida albicans em modelo experimetal de estomatite protéica in vivo; Evaluation of gene expression of secreted aspartyl proteinase -2, -5 and -9 (SAP-2, SAP-5 and SAP-9) and its correlation with epithelial invasion by Candida albicans in a in vivo denture stomatitis experimental model

Tobouti, Priscila Lie
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
59.84949%
A Estomatite protética associada a Candida (EPC) acomete a mucosa bucal em contato com próteses removíveis e, clinicamente, caracteriza-se por eritema com diferentes graus de inflamação. Esta doença é considerada de etiologia multifatorial, isto é, uma associação de fatores como trauma, falta de higienização, uso contínuo da prótese, hipersensibilidade ao material usado na dentadura, diabetes, terapia imunossupressora e infecção por fungo, como diferentes espécies de Candida. Os principais fatores de virulência deste fungo são a formação de hifas, dimorfismo, alterações fenotípicas, aderência, persistência, sinergismo com as bactérias, interferências com o sistema de defesa do hospedeiro e a produção de enzimas hidrolíticas. Dentre as enzimas hidrolíticas, a proteinase aspartil secretada (SAP) é uma das mais importantes para a patogenia de C. albicans, sendo nociva para o tecido epitelial e para o sistema imune do hospedeiro. Não está totalmente compreendida a real penetração do fungo nos tecidos e sua correlação com a presença da SAP, na doença estomatite protética. Essa dificuldade de avaliação pode ser justificada pelas divergências intrínsecas e extrínsecas observadas em muitos aspectos...

Efeito da terapia fotodinâmica no tratamento da estomatite sob prótese em usuários de próteses totais; Effect of photodynamic therapy on denture stomatitis in complete denture wearers

Lopes, Danilo de Melo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
101.03257%
A estomatite sob prótese é uma inflamação causada pela Candida spp associada ao uso de próteses totais e que também pode ser encontrada em pacientes usuários de outros tipos de próteses. Uma das principais preocupações é promover uma condição de saúde adequada a esses usuários. Assim, tem-se pesquisado muitos métodos de higienização das próteses totais e tratamentos para eliminação da Candida. Nos pacientes com sistema imunológico debilitado, desnutridos, idosos e recém-nascidos, a ocorrência de candidíase é alta, em suas variadas formas clínicas. Para o tratamento convencional da doença utiliza-se a nistatina ou miconazol. A terapia fotodinâmica (PDT, do inglês Photodynamic Therapy) é uma técnica que pode potencialmente atingir células prejudiciais sem afetar os tecidos normais do hospedeiro. A efetividade da terapia combina dois princípios: o acúmulo preferencial de fotossensibilizador nas células alvo e a irradiação precisa da luz, o que possibilita a ação seletiva e localizada da terapia fotodinâmica. A terapia apresenta como vantagens ser um método não invasivo; que não apresenta evidência de promover resistência bacteriana; de baixo custo quando comparado ao laser de alta potência; sem efeitos colaterais...

Produção de citocinas pelos monócitos de idosos com estomatite protética associada a Candida; Cytokine production by monocytes from elderly patients with Candida-associated denture stomatitis

Faria, Patricia Freitas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
59.889033%
Estomatite protética associada a Cândida (EPC), a lesão mais frequente em usuários de próteses removíveis, principalmente os idosos, caracteriza-se por uma inflamação da mucosa bucal que suporta a prótese. Está fortemente associada com Candida Albicans, bem como com fatores locais e sistêmicos, como a deficiência da resposta imune. Os monócitos são importantes na resposta protetora contra o fungo, produzindo citocinas que recrutam e ativam leucócitos. Existem alterações funcionais dessas células com o avanço da idade. Não foi possível encontrar na literatura dados referentes à função imunomodulatória dos monócitos de idosos com EPC. O presente trabalho pretendeu avaliar a produção de citocinas por essas células, estimuladas in vitro com C. albicans, obtidas do sangue periférico de idosos usuários de prótese total superior (PTS) com EPC, comparando-se com idosos usuários de PTS sem EPC, e com idosos e jovens não usuários de PTS. Os monócitos isolados foram cultivados em placas de cultura de 24 poços, na ausência ou presença de lipopolissacarídeo (LPS) ou C. albicans ATCC 90028 morta pelo calor. Após 18 horas, o sobrenadante foi coletado e submetido ao ensaio de imunoabsorção por ligação enzimática (ELISA) para dosagem das citocinas pró- inflamatórias fator de necrose tumoral- (TNF-)...

Estudo comparativo de dois meios cromogênicos para identificação de espécies do gênero Candida, isoladas da mucosa oral de pacientes portadores de próteses totais completas ou uni maxilares superiores, com ou sem suspeita de candidíase oral; Comparative study between two chromogenic media for identification of species of genus Candida isolated from oral mucosa of patients wearing complete dentures or superior total prostheses and with signs or not of oral candidiasis

Ferreira, Elisangela Noborikawa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
69.985425%
O gênero Candida abriga várias espécies de importância médica e embora algumas venham adquirindo interesse crescente, Candida albicans continua sendo a mais importante e responsável pelo maior número de infecções. Encontrada na microbiota de seres humanos saudáveis, é responsável pela infecção oral fúngica mais comum, em relação bastante estreita com a estomatite sob prótese (EP). Esta é um processo inflamatório da mucosa oral, comum em portadores de próteses dentárias, parciais ou totais subjacentes a uma prótese, onde também podem estar outros microrganismos, interagindo com diversos fatores, ligados ao hospedeiro e aos próprios microrganismos presentes no biofilme da superfície interna da prótese. A maioria dos casos é assintomática e alguns pacientes relatam dor, prurido ou sensação de ardência. O diagnóstico é clínico, complementado por exames tais como o citológico e o micológico direto. O tratamento é quase sempre empírico, sem a clara certeza se o indivíduo é portador da levedura e se outras espécies, estão envolvidas. Os meios cromogênicos possibilitaram avanço no diagnóstico das candidíases orais. Sua utilização facilita a identificação destas leveduras, com resultados em menor tempo que os dos métodos já padronizados para outras espécies de Candida. O CHROMagar Candida (CC) é a referência...

Avaliação microbiológica, física e mecânica de materiais resilientes modificados pela adição de antimicrobianos para tratamento de estomatite protética; Microbiological, physical and mechanical evaluation of resilient materials modified by the addition of antimicrobial agents for denture stomatitis' treatment

Bueno, Mírian Galvão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
59.23613%
No presente estudo, a proposta foi avaliar a ação antimicrobiana sobre o biofilme de Candida albicans (SC 5314) e determinar a mínima concentração inibitória (MCI) de cinco fármacos utilizados no tratamento de estomatite protética (nistatina, miconazol, cetoconazol, itraconazol e diacetato de clorexidina), quando incorporados em reembasadores resilientes temporários à base de resina acrílica (Trusoft e Softone) bem como o efeito dessa modificação sobre as propriedades de dureza Shore A e rugosidade superficial dos materiais. Para determinação das MCIs, o biofilme fúngico foi formado sobre corpos de prova circulares (10 mm x 1 mm) dos materiais (n = 6) modificados (experimentais) ou não (controle) pela adição dos fármacos. Diferentes concentrações dos antimicrobianos foram testadas e a viabilidade celular determinada espectrofotometricamente pelo ensaio de redução de sais de tetrazólio- XTT, nos períodos de 24 h, 48 h, 7 e 14 dias. As medidas espectrofotométricas foram convertidas em porcentagens de redução fúngica e as MCIs determinadas como aquelas suficientes para inibir 90% ou mais do crescimento de C. albicans. Para os ensaios de dureza e rugosidade, corpos de prova retangulares (36 mm x 7 mm x 6 mm) dos materiais resilientes (n= 8) foram confeccionados sem (controle) ou com incorporação dos fármacos nas MCIs previamente definidas. Após armazenamento em água destilada a 37°C por 24 h...

Avaliação clínica e laboratorial do tratamento da estomatite protética através de produtos naturais; Clinical and laboratory evaluation of denture stomatitis treatment using natural products

Silva, Paulo Mauricio Batista da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
59.889033%
O aumento da resistência aos antifúngicos convencionais e os possíveis efeitos colaterais destes fármacos têm estimulado pesquisas sobre produtos naturais com potencial antimicrobiano e baixa toxicidade. Assim, o objetivo desta pesquisa foi realizar uma avaliação clínica e laboratorial do tratamento da estomatite protética (EP) através de produtos naturais, por meio de cultura micológica quantitativa, de microscopia confocal e de análise das propriedades superficiais de uma resina acrílica. Em todas as avaliações, os grupos experimentais foram divididos de acordo com as seguintes substâncias: G1 - água destilada estéril; G2 - nistatina; G3 - extrato alcoólico de própolis a 20%; G4 - gel de Punica granatum Linné; G5 - gel de Uncaria tomentosa (Imuno-Max Gel). Para a cultura micológica quantitativa, 30 pacientes diagnosticados com EP utilizaram os seus respectivos medicamentos três vezes por dia, durante 14 dias, associados à escovação das próteses com dentifrício. Nas avaliações, foram coletados materiais das áreas eritematosas da mucosa palatina e das áreas correspondentes na prótese total superior. Este procedimento foi realizado antes do tratamento (T0), após 14 dias do início do tratamento (T1) e 30 dias após a suspensão do uso dos medicamentos (T2). Os dados obtidos foram submetidos ao teste não-paramétrico de Friedman para comparações intragrupos e ao teste de Kruskal-Wallis para comparações intergrupos. Para análise através de microscopia confocal...

Resposta imune inata na estomatite protética: interação in vitro entre células epiteliais de palato humano e Candida albicans; Innate imune response in denture stomatitis: in vitro interaction between human palatal epithelial cells and Candida albicans

Casaroto, Ana Regina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
59.23613%
A presença de Candida albicans nos biofilmes microbianos da superfície interna das próteses totais superiores está relacionada com uma doença inflamatória no palato, a estomatite protética. Constituinte da defesa inata do hospedeiro, o epitélio bucal, por sua vez, tem a capacidade de reconhecer e reagir aos fatores fúngicos a fim de evitar a invasão pelo microrganismo. O objetivo deste trabalho foi avaliar in vitro o efeito direto e indireto de C. albicans viável sobre as células epiteliais de palato humano (CEPH) ao longo do tempo. Objetivamos correlacionar os eventos de agressão, apoptose e invasão das CEPH provocados pelo fungo, com as respostas de defesa epitelial mediante produção de óxido nítrico (NO) e expressão gênica do peptídeo antimicrobiano β-defensina 2 (hBD-2). Material e Métodos: As CEPH foram obtidas, parte pelo método explante e parte pelo método enzimático, e mantidas em co-cultivo sobre uma camada de sustentação feederlayer (fibroblastos gengivais humanos mitoticamente inativados). Após desafios das CEPH com C. albicans ATCC 90028 por contato direto fungo-epitélio (D.D.) e indireto pelo sobrenadante da cultura do fungo hifal (D.I.), proporções de desafio de 0,01/1; 0,025/1 e 0...

Efeito da incorporação de agentes antimicrobianos sobre propriedades físicas de materiais resilientes temporários para base de prótese; Effect of the incorporation of antimicrobial agents on the physical properties of temporary resilient materials for denture base relining

Lima, Jozely Francisca Mello
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
59.364146%
O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito da adição de mínimas concentrações inibitórias (MCIs) de agentes antimicrobianos para biofilme de Candida albicans na sorção de água e solubilidade de materiais resilientes temporários (Softone e Trusoft) para reembasamento de próteses removíveis. Os grupos de estudo (n=10) foram formados por corpos de prova circulares (50 mm x 0,5 mm) dos materiais sem (controle) ou com a incorporação das MCIs de três fármacos utilizados para tratamento de estomatite protética: nistatina (Ni)-0,032g/mL; diacetato de clorexidina (Cl)- 0,064g/mL; cetoconazol (Ce)- 0,128g/mL. Para determinar a sorção de água e solubilidade, as amostras foram dessecadas, imersas em água por 24 h, 7 ou 14 dias, pesadas, dessecadas e pesadas novamente. Os dados obtidos (μg/mm3) foram analisados por ANOVA 3 fatores e teste de Tukey (α=0,05). Comparado aos respectivos controles, a sorção de água dos dois materiais avaliados aumentou com a adição de nistatina e clorexidina após 24 h e 7 dias de imersão em água (P<0,0001). Após 14 dias de avaliação, exceto pela clorexidina (P<0,0001) no Softone (483,00 ± 61,00 μg/mm3), a sorção dos materiais não foi afetada (P>0,05) pela adição dos fármacos (Softone: Ni- 310...

Avaliação dos possíveis mecanismos de ação dos probióticos contra Candida spp. isoladas de usuários de próteses totais; Evaluation of possible action mechanisms by probiotics against Candida spp. isolated from complete dentures users

Aldarvis, Juliana Duarte Guerreiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/01/2014 PT
Relevância na Pesquisa
69.62287%
O objetivo deste trabalho foi avaliar in vitro os mecanismos de ação coagregação, produção de peróxido de hidrogênio e ácidos orgânicos por probióticos no combate ao crescimento de Candida spp. A Estomatite sob Prótese é uma das infecções que acomete a mucosa oral, nas áreas recobertas por próteses, como resultado de condições locais ou sistêmicas que alteram a microbiota do hospedeiro, podendo estar associada à presença de Candida. O tratamento com antifúngicos tópicos é amplamente difundido para tratar candidose, porém algumas cepas de Candida se tornaram resistentes aos fármacos mais utilizados devido ao seu uso indiscriminado. Alguns trabalhos mostraram inibição do crescimento de Candida por probióticos, mas não se sabe ao certo quais mecanismos de ação agem nesta inibição. Para esta investigação foram utilizadas 77 amostras de leveduras isoladas de usuários de próteses totais, 4 cepas Candida ATCC, e 3 cepas de Lactobacillus. Realizou-se os testes de inibição de Candida por probióticos, produção de peróxido de hidrogênio e ácidos orgânicos, coagregação, curva de crescimento e inibição por ácido láctico. Os resultados demostraram a produção de H2O2 pelos lactobacilos, porém este mecanismo não pôde ser destacado como o responsável pela inibição. Os índices de coagregação obtiveram coeficiente de correlação r =0...

Viabilidade da utilização da terapia fotodinâmica no tratamento da estomatite protética. Estudos in vitro

Mima, Ewerton Garcia de Oliveira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 155 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
59.6646%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Reabilitação Oral - FOAR; Estes estudos in vivo tiveram como objetivos: 1 – avaliar a efetividade da terapia fotodinâmica (PDT) na inativação de Candida albicans em um modelo murino de candidose bucal; 2 – comparar a eficácia clínica e microbiológica da PDT com a da terapia antifúngica tópica (nistatina suspensão oral) no tratamento da estomatite protética, assim como identificar e determinar a prevalência das espécies de Candida dessa patologia. Na primeira investigação, camundongos foram imunossuprimidos com injeções subcutâneas de prednisolona. Tetraciclina foi fornecida na água de beber para promover alteração da microbiota bucal dos camundongos. Os animais foram sedados com injeção de cloridrato de clorpromazina e um swab oral embebido em uma suspensão de C. albicans (107 UFC/mL) foi esfregado na cavidade bucal dos animais. Quatro dias após a inoculação, a PDT foi realizada no dorso lingual utilizando administração tópica de Photogem® a 400, 500 ou 1000 mg/L e, após 30 minutos, iluminação com 305 J/cm² de luz de LED a 455 ou 630 nm. Posteriormente...

Efetividade da desinfecção de próteses totais por energia de microondas no tratamento da estomatite protética associada à Candida spp

Neppelenbroek, Karin Hermana
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 209 f. il.
POR
Relevância na Pesquisa
59.97474%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Reabilitação Oral - FOAR; O presente estudo avaliou a efetividade da desinfecção de próteses totais no tratamento de estomatite protética associada à Candida spp. Sessenta pacientes com estomatite protética foram divididos em quatro grupos de acordo com o tratamento instituído: G0 (controle)- foram orientados a escovarem suas próteses com sabão de coco e dentifrício, deixando-as imersas em água durante a noite; G1- as próteses totais superiores dos pacientes foram irradiadas por microondas (650 W/ 6 minutos), três vezes por semana, durante 30 dias; G2- os pacientes receberam o mesmo tratamento do G1 associado à aplicação tópica de miconazol três vezes ao dia, por 30 dias; G3- apenas receberam terapia antifúngica tópica com miconazol de acordo com a prescrição indicada ao G2. Antes do início do tratamento, exames citológicos por esfregaço e culturas micológicas quantitativas foram obtidos da superfície interna das próteses totais superiores e da mucosa palatina de suporte de todos os pacientes. Os esfregaços e as culturas foram repetidos durante (15 dias)...

Desinfecção de próteses totais por micro-ondas: efeito da frequência de irradiação no tratamento da estomatite protética

Silva, Mariana Montenegro
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 186 f. + il. color + anexo
POR
Relevância na Pesquisa
60.0652%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Reabilitação Oral - FOAR; A estomatite protética é uma infecção fúngica que acomete entre 60% e 72% dos indivíduos portadores de próteses removíveis, sobretudo idosos do gênero feminino. Atualmente, a desinfecção de próteses totais por meio da irradiação por micro-ondas tem sido recomendada para tratamento e prevenção da estomatite protética. Considerando esses aspectos, esse estudo in vivo avaliou a efetividade da frequência da desinfecção de próteses totais por micro-ondas (3 min/650 W) em relação à terapia antifúngica tópica para o tratamento da estomatite protética, além de verificar a prevalência de Candida nos pacientes avaliados. Para isso, foram selecionados 60 indivíduos, portadores de próteses totais superiores e com diagnóstico clínico de estomatite protética. Esses pacientes foram aleatoriamente distribuídos em 3 grupos (n=20), de acordo com o tratamento instituído: Terapia Antifúngica Tópica (Grupo I) - utilização de nistatina (suspensão oral, 100.000 UI/mL), 4 vezes ao dia durante 15 dias; Irradiação por Micro-ondas – imersão das próteses totais em água e irradiação das próteses por micro-ondas durante 3 minutos a 650 W...

Suscetibilidade a antifúngicos de cepas de Candida albicans isoladas de pacientes com estomatite protética

BATISTA,Jéssica Moreira; BIRMAN,Esther Goldenberg; CURY,Arlete Emily
Fonte: Universidade de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1999 PT
Relevância na Pesquisa
59.42102%
Pacientes portadores de próteses totais, apresentam, com freqüência a chamada estomatite protética, com a qual associa-se Candida albicans determinando a chamada candidíase eritematosa. Assim, procuramos avaliar a suscetibilidade dessa levedura a agentes antifúngicos. A suscetibilidade de dezenove cepas de Candida albicans isoladas de pacientes apresentando estomatite protética foi estudada frente a: um derivado poliênico representado, pela anfotericina B (AnB), e dois derivados azóicos, cetoconazol e miconazol. A atividade antifúngica foi estudada a partir da determinação da concentração inibitória mínima (CIM) e da concentração fungicida mínima (CFM), pela técnica de diluição em ágar. Os resultados obtidos, mostraram baixos valores de CIMs e CFMs (< 0,15 mg/ml) para a AnB frente a todas as leveduras. Para o miconazol e o cetoconazol, foram observadas CIMs invariavelmente £ 4,00 mg/ml; para as CFMs, foram obtidos valores ³ 16,00 mg/ml frente a maioria das cepas. Conclui-se que a AnB apresentou maior ação fungicida in vitro enquanto os azóis demonstraram ação fungistática mas não fungicida. Acreditamos que a pesquisa de novas drogas...

Avaliação da estomatite protética em portadores de próteses totais

CARVALHO de OLIVEIRA,Terezinha Rezende; FRIGERIO,Maria Luiza Moreira Arantes; YAMADA,Maria Cecília Miluzzi; BIRMAN,Esther Goldenberg
Fonte: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica e Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo Publicador: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica e Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2000 PT
Relevância na Pesquisa
60.10822%
As próteses muco-suportadas são consideradas facilitadoras em potencial da estomatite protética (EP), lesão comumente observada sob a base das próteses, caracterizada por aspectos eritematosos difusos ou pontilhados na mucosa de suporte. Sua etiologia é controversa, podendo estar relacionada principalmente a fatores locais. Diversos aspectos funcionais associam-se a estes fatores representados pela oclusão, dimensão vertical, retenção, estabilidade dinâmica e estática além de aspectos qualitativos relacionados às condições encontradas no desdentado. Foram levados em consideração o período de edentulismo, número e tempo de uso das próteses, uso contínuo, conservação, presença de placa e higiene bucal. Os fatores foram avaliados, visando esclarecer a possível relação dos aspectos funcionais e protéticos com a EP. Exame clínico foi realizado em 116 pacientes de ambos os sexos, desdentados bimaxilares, que utilizavam as duas próteses muco-suportadas, portadores ou não de estomatite protética (EP). Os resultados indicaram que a maioria dos pacientes examinados tinha EP frente ao menor número de pacientes sem EP, havendo nos dois grupos equivalência nos resultados da avaliação clínica e protética. Os fatores funcionais e qualitativos das próteses...

Efeito antimicrobiano residual e citotoxidade in vitro de resina acrílica para base de prótese após imersão prolongada em agentes de limpeza; In vitro residual antimicrobial effect and cytotoxicity of acrylic resin base prosthesis after long-term immersion in cleaning agents

Procópio, Andréa Lemos Falcão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
60.239375%
O presente estudo in vitro objetivou avaliar a longo prazo o potencial antimicrobiano residual e a citotoxicidade de soluções químicas de limpeza de prótese quando incorporadas à resina acrílica termopolimerizável após sucessivos ciclos de imersão noturna diária. Discos (10mm x 1mm) de resina acrílica termopolimerizável para base de prótese (Lucitone 550) foram submetidos a três ciclos diários de desinfecção (8h/cada) em hipoclorito de sódio a 1% (NaClO), digluconato de clorexidina a 2% (CLX) ou água destilada (controle) durante 91 (T91) ou 183 dias (T183), simulando o período de 9 meses ou 1,5 ano de imersão noturna diária realizada pelo paciente. Inicialmente, foi utilizado o método de concentração inibitória mínima em caldo para determinar o possível efeito residual (incorporação) das soluções à resina acrílica. Metade dos discos imersos em cada agente de limpeza em um dos tempos de imersão (n=5) foi inoculada (1x107cels/mL) com um dos patógenos associados à estomatite protética: Candida albicans (Ca) e Staphylococcus aureus (Sa). Os discos foram incubados a 37oC para análise em espectrofotômetro após 24h, 7 e 14 dias. Os valores de absorbância foram convertidos em porcentagens de inibição microbiana. Confirmada a ação antimicrobiana residual dos agentes de limpeza incorporados à resina acrílica...

Freqüência e atividade enzimática (proteinase e fosfolipase) de Candida albicans de pacientes desdentados totais, com e sem estomatite protética; Frequency and enzymatic activity (proteinase and phospholipase) of Candida albicans from edentulous patients, with and without denture stomatitis

PENHA, Sibele Sarti; BIRMAN, Esther Goldenberg; SILVEIRA, Fernando Ricardo Xavier da; PAULA, Claudete Rodrigues de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2000 ENG
Relevância na Pesquisa
49.42102%
A Estomatite Protética (EP) é freqüentemente observada em pacientes portadores de prótese total, sendo a presença de fungos considerada um importante fator para o seu aparecimento. Baseado neste fato, avaliamos pacientes edêntulos com e sem estomatite protética, identificando os fungos presentes, e os níveis de proteinase e fosfolipase produzidos por Candida albicans. Os resultados mostraram que C. albicans foi a espécie mais freqüente, prevalecendo em pacientes com EP. Todas as cepas de C. albicans isoladas foram fortemente positivas para proteinase, diferentemente da atividade de fosfolipase.; The so called erithematous stomatitis is frequently observed in denture wearers, being local factors, mainly related to the presence of yeasts, considered important for its development. Having these aspects in mind, we evaluated edentulous patients with and without denture stomatitis (DS), identifying the yeasts obtained from the palate, and determining the relative level of the proteinase and phospholipase exo-enzymes produced by C. albicans. The results suggested that C. albicans was the most frequent species observed, being more prevalent in patients presenting DS, isolated or in association with other yeasts, with high expression of proteinase.

Avaliação da estomatite protética em portadores de próteses totais; Evaluation of denture stomatitis in users of complete dentures

CARVALHO de OLIVEIRA, Terezinha Rezende; FRIGERIO, Maria Luiza Moreira Arantes; YAMADA, Maria Cecília Miluzzi; BIRMAN, Esther Goldenberg
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2000 POR
Relevância na Pesquisa
49.679746%
As próteses muco-suportadas são consideradas facilitadoras em potencial da estomatite protética (EP), lesão comumente observada sob a base das próteses, caracterizada por aspectos eritematosos difusos ou pontilhados na mucosa de suporte. Sua etiologia é controversa, podendo estar relacionada principalmente a fatores locais. Diversos aspectos funcionais associam-se a estes fatores representados pela oclusão, dimensão vertical, retenção, estabilidade dinâmica e estática além de aspectos qualitativos relacionados às condições encontradas no desdentado. Foram levados em consideração o período de edentulismo, número e tempo de uso das próteses, uso contínuo, conservação, presença de placa e higiene bucal. Os fatores foram avaliados, visando esclarecer a possível relação dos aspectos funcionais e protéticos com a EP. Exame clínico foi realizado em 116 pacientes de ambos os sexos, desdentados bimaxilares, que utilizavam as duas próteses muco-suportadas, portadores ou não de estomatite protética (EP). Os resultados indicaram que a maioria dos pacientes examinados tinha EP frente ao menor número de pacientes sem EP, havendo nos dois grupos equivalência nos resultados da avaliação clínica e protética. Os fatores funcionais e qualitativos das próteses...

Clinical and Mycological Trial in Patients with Denture Stomatitis; Estudo Clínico e Micológico em Portadores de Estomatite Protética

DE SOUSA SOARES, DIANA GABRIELA; FARIAS PEIXOTO CARVALHO, MARIA DE FÁTIMA; NASCIMENTO PADILHA, WILTON WILNEY
Fonte: Universidade Federal da Paraíba Publicador: Universidade Federal da Paraíba
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2010 POR
Relevância na Pesquisa
50.239375%
SUMMARY Objective: To carry out a clinical and mycological trial with patients affected by Denture Stomatitis (DS) to identify the local risk factors. Materials and Methods: 94 clinical exams were carried out on patients who used a mucosa-supported prosthesis. For the patients whose diagnosis for DS was positive, one sample of biological material both from the palatine mucosa and from the prosthesis’ base were collected to diagnose candidosis. The patients were classified according to Newton (1962) and interviewed for local risk factors. Results: Among the total of patients evaluated, 34 presented DS clinically, among which 78,6% were women, 39,3% were more that 60 years old, 60,7% used a prosthesis up to 5 years old, 82,1% used the prosthesis overnight, 92,8% presented poor hygiene conditions and 78,6% were classified as Type II according to Newton. Mycological infection was found in 100% of the prosthesis’ samples. In 71,5% of the cases, the palatine samples grew, being 40% of them an infection. The sorts identified were C. albicans (92,8%), C. parapsilosis (3,6%) and C. tropicalis (3,6%). Conclusion: Most patients with DS were women, more than 60 years old, used prosthesis up to 5 years old, used their dentures overnight and presented poor hygiene conditions. The Candida spp. infection was higher in patients with DS...