Página 1 dos resultados de 16 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Digestible tryptophan:lysine ratio for laying hens

de Lima, Matheus Ramalho; Perazzo Costa, Fernando Guilherme; Guerra, Ricardo Romao; Vilar da Silva, Jose Humberto; Rabello, Carlos Boa-Viagem; Miglino, Maria Angelica; Nogueira, Eduardo Terra; Pinheiro, Sarah Gomes
Fonte: REVISTA BRASILEIRA ZOOTECNIA BRAZILIAN JOURNAL ANIMAL SCI; VICOSA-MG Publicador: REVISTA BRASILEIRA ZOOTECNIA BRAZILIAN JOURNAL ANIMAL SCI; VICOSA-MG
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
431.21586%
The objective of this study was to evaluate the requirement of digestible tryptophan for white laying hens in the production stage fed diets of different digestible tryptophan: digestible lysine ratios, as well as animal performance and histological alterations in their reproductive and digestive systems. A total of 280 white laying hens at 29 weeks of age were distributed in a completely randomized design with five treatments and seven replications with eight birds in each. The treatments consisted of a base feed, formulated with corn, soybean meal and corn gluten meal, and supplemented with the synthetic amino acids L-lysine, DL-methionine, L-threonine, L-isoleucine, L-arginine, and L-valine, so as to meet the nutritional requirements for laying hens, except for digestible tryptophan. The basal diet was supplemented with 0.00; 0.017; 0.035; 0.052; and 0.069 g/kg of L-tryptophan in substitution for corn starch with the objective of reaching the levels of 0.151; 0.167; 0.183; 0.199; and 0.215 g/kg of digestible tryptophan in the feed. For the ratio between digestible amino acids and lysine, the recommendation of Brazilian Tables for Poultry and Swine was followed, except for the digestible tryptophan: digestible lysine ratios, which were 19...

Exigências de valina para frangos de corte; Requirements of valine for broilers

Ferreira, Nayara Tavares
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
636.3555%
O presente estudo teve como objetivo avaliar níveis ótimos de valina digestível. Foram conduzidos três ensaios com frangos de corte da linhagem Cobb nas fases inicial (1-14 dias), crescimento (14-28 dias) e terminação (28-42 dias), com ensaios realizados separadamente para cada fase, tendo como base o método dose-resposta. Para os ensaios de 1 a 14dias e de 14 a 28 dias, 672 amimais foram distribuídos em delineamento inteiramente ao acaso, em oito tratamentos (7 níveis de valina e 1 controle), com 7 repetições, sendo cada unidade experimental composta por 12 aves , porém no ensaio de 28 a 42 dias foram utilizados 560 frangos, igualmente distribuídos como nos ensaios anteriores em 8 tratamentos com 7 repetições com 10 aves cada. Foram formuladas dietas basais pela técnica da diluição, deficientes em valina, contendo níveis de energia, minerais e vitaminas conforme recomendações de Rostagno et al. (2005), para cada fase. As recomendações dos níveis de valina digestível para cada fase, obtidas no presente estudo, foram realizadas com base nas respostas de CA. As recomendações obtidas pelo método dose resposta são de 0,917; 0,905 e 0,783% de valina digestível para frangos de 1 a 14 dias, 14 a 28 e 28 a 42 dias de idade...

Relações valina:lisina disgestíveis em dietas com nível de proteína bruta reduzido em frangos de corte; Relations valine:lysine digestible in diets with reduced crude protein level in broilers

Caetano, Vinícius Camargo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
304.57168%
Este estudo teve como objetivo avaliar relações de valina:lisina digestíveis em dietas com teor reduzido de proteína bruta e os efeitos desta redução sobre desempenho e rendimento de carcaça em frangos de corte. Foram utilizados 1200 pintos machos de um dia de idade, seguindo modelo inteiramente casualizado, com seis tratamentos de seis repetições (exceto controle, com 10 repetições), compostos por 30 aves cada. O tratamento controle (T1) foi formulado seguindo os níveis de proteína bruta (PB) e aminoácidos (AAs) recomendados e os demais tratamentos (T2 a T6) tiveram seus níveis de PB reduzidos (4% em relação ao controle) e variaram em função da relação valina:lisina digestíveis, com 5 níveis equidistantes com intervalos de 0,07:1, variando de 0,63:1 e 0,91:1 em dietas até 21 dias, e 0,64:1 e 0,92:1 em dietas após 21 dias, respectivamente. Foram mensurados as seguintes características de desempenho: ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar, viabilidade criatória e índice de eficiência produtiva. Aos 46 dias de idade seis animais por repetição foram abatidos para determinação de rendimento de carcaça e de cortes comerciais. A cama também foi colhida no começo e final do experimento e seus níveis de nitrogênio analisados para determinação do nitrogênio excretado. As diferentes relações valina:lisina digestíveis não influenciaram o desempenho dos animais (P>0...

Estratégias para redução protéica de dietas para frangos de corte; Non-traditional amino acid supplementation to improve the broilers production efficiency

Berres, Josemar
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
212.4327%
A presente tese foi realizada com o objetivo de estudar as relações entre valina (VAL) e isoleucina (ILE), determinar as exigências de valina e a razão pela qual dietas de baixo conteúdo protéico tendem a causar queda no desempenho de frangos de corte. Desta forma, três experimentos foram conduzidos utilizando dietas a base de milho e farelo de soja e linhagens de frangos de corte comercialmente disponíveis. No primeiro estudo foram avaliadas deficiências de VAL e ILE em dietas práticas para frangos de 14 a 35 dias de idade. Tanto VAL quanto ILE foram limitantes para o ganho de peso dos frangos, não sendo possível identificar com precisão a ordem de limitação destes dois aminoácidos, o que sugere uma co-limitação entre eles. No segundo experimento, foram determinadas as exigências de VAL para frangos entre 21 e 42 dias de idade. Os níveis de VAL digestível considerados ideais por meio de regressão linear foram de 0,82 e 0,81% para ganho de peso e conversão alimentar. Entretanto, quando utilizado o método de linha-quebrada o platô para estas mesmas respostas foi obtido com 0,81 e 0,76% de VAL digestível. No terceiro experimento, a suplementação de L-VAL, L-ILE, Glicina (GLY) e/ou L-Ácido glutâmico (L-GLU) (PB) em níveis idênticos aos apresentados por uma dieta controle tida como padrão da indústria indicou influência do nível de nitrogênio sobre o desempenho das aves. Glicina e ácido glutâmico melhoraram o ganho de peso e conversão alimentar das aves. Os benefícios no crescimento devidos ao fornecimento de GLY foram majoritariamente observados em fases iniciais do crescimento das aves enquanto a suplementação de GLU monstrou-se vantajosa ao longo de todo o período experimental. Adições de VAL...

Formulação de rações para poedeiras com base em aminoácidos totais e digestíveis utilizando diferentes estimativas da composição de aminoácidos em alimentos

Filardi, Rosemeire da Silva; Casartelli, Elenice Maria; Junqueira, Otto Mack; Laurentiz, Antonio Carlos de; Assuena, Vinícius; Rodrigues, Eliana Aparecida
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 768-774
POR
Relevância na Pesquisa
307.9581%
Foram utilizadas poedeiras comerciais com 27 semanas de idade, distribuídas em delineamento inteiramente ao acaso, em esquema fatorial 3 x 3, com três repetições de seis aves por tratamento. Os fatores consistiram de três métodos de estimativa da composição de aminoácidos em ingredientes (tabelas brasileiras, equações de predição e fator para correção de aminoácido em função do teor de proteína do ingrediente) e três recomendações de aminoácidos, sendo duas de aminoácidos digestíveis e uma de aminoácidos totais. Os métodos de estimativa da composição de aminoácidos nos ingredientes afetaram apenas a conversão alimentar e a espessura de casca, que apresentaram os melhores resultados com a utilização das tabelas brasileiras. Embora as recomendações de aminoácidos tenham determinado diferenças em todos os parâmetros de desempenho, não afetaram a qualidade dos ovos. O desempenho das aves foi prejudicado pelos níveis de aminoácidos digestíveis, entretanto, ambas as recomendações promoveram desempenho semelhante e inferior ao de aminoácidos totais. O pior desempenho das aves alimentadas com as rações formuladas com aminoácidos digestíveis pode ser atribuído à deficiência em nitrogênio para a síntese de aminoácidos não-essenciais...

Digestibilidade do extrato de leveduras em frangos de corte

Silva, Vanessa Karla; Amoroso, Lizandra; Fukayama, Ellen Hatsumi; Dourado, Leilane Rocha Barros; Moraes, Vera Maria Barbosa de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1969-1973
POR
Relevância na Pesquisa
276.60957%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); O objetivo neste trabalho foi determinar a composição química e de energia metabolizável e os coeficientes de digestibilidade da matéria seca, proteína bruta e dos aminoácidos contidos no extrato de leveduras fornecido para frangos de corte. Dois ensaios de metabolismo foram conduzidos: no primeiro ensaio, foram utilizados 200 frangos de corte machos Cobb-500® com 14 dias de idade alojados em baterias metálicas, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado em grupos de 10 aves por unidade experimental. Utilizou-se o método de coleta total para determinar a energia metabolizável aparente (EMA) e aparente corrigida pelo balanço de nitrogênio (EMAn) e os coeficientes de digestibilidade aparente da matéria seca e da proteína bruta. No segundo ensaio, foi utilizado o método da alimentação forçada em oito galos cecectomizados para determinação do coeficiente de digestibilidade dos aminoácidos. O delineamento experimental foi em blocos casualizados repetidos no tempo, com um grupo de cinco aves recebendo o extrato de leveduras e outro com três aves mantidas em jejum para determinação das perdas endógenas de aminoácidos. Para avaliação da composição química do ingrediente...

Níveis de isoleucina e valina digestíveis em dietas contendo farinha de carne e ossos para poedeiras comerciais

Gravena, Rodrigo Antonio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: iv, 51 p.
POR
Relevância na Pesquisa
319.7561%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; Avaliou-se o desempenho, a qualidade de ovos, o metabolismo de nitrogênio e os níveis de aminoácidos plasmáticos de poedeiras comerciais alimentadas com rações formuladas à base de milho e farelo de soja com a inclusão de farinha de carne e ossos e diferentes relações de isoleucina:lisina e valina:lisina digestíveis. Foram utilizadas 640 poedeiras da linhagem Isa Brown com 40 semanas de idade distribuídas em delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 3x3+1, sendo 0,55; 0,62 e 0,70% de isoleucina e 0,60; 0,67 e 0,75% de valina digestíveis (dietas basais com 15,09% de proteína bruta e 0,75% de lisina digestível) e, o tratamento controle com 17,55% de proteína bruta, totalizando 10 tratamentos com oito repetições e oito aves por parcela. O peso dos ovos das aves alimentadas com dieta controle foi maior em relação ao peso dos ovos das aves que receberam os outros tratamentos, a unidade Haugh dos ovos das aves que receberam 0,70% de isoleucina na dieta foi menor do que os ovos provenientes de aves alimentadas com dietas contendo 0,62% de isoleucina. As dietas contendo 0,55% de isoleucina, independentemente do nível de valina...

Níveis de isoleucina e de valina digestíveis para poedeiras comerciais

Marques, Rafael Henrique
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: viii, 67 p.
POR
Relevância na Pesquisa
324.77105%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; Dois experimentos foram realizados com o objetivo de se avaliar o desempenho, a qualidade dos ovos, o balanço de nitrogênio, a concentração de aminoácidos plasmáticos e o custo da ração de poedeiras formuladas à base de milho e farelo de soja, com diferentes níveis de isoleucina (0,55%; 0,62% e 0,70%) e de valina digestíveis (0,60%; 0,67% e 0,75%). Foram utilizadas 640 poedeiras Isa Brown, com 40 semanas de idade, distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3 x 3 + 1 (3 níveis de isoleucina digestíveis, três níveis de valina digestíveis e + um tratamento controle), totalizando 10 tratamentos com oito repetições de oito aves cada. A porcentagem de postura e o peso dos ovos sofreram influência negativa e positiva, respectivamente, do tratamento com 17% de proteína bruta. Independente do nível de valina, o tratamento com 0,70% de isoleucina apresentou menor consumo de ração e as melhores conversões alimentares por kg e dúzia de ovos. A unidade Haugh dos ovos no tratamento com 0,67% de valina na dieta foi maior do que nos ovos do tratamento com 0,60%. O tratamento com 0,70% de isoleucina proporcionou menor porcentagem de gema e maior porcentagem de albúmen. As aves alimentadas com o tratamento controle ingeriram e excretaram maior quantidade de nitrogênio. De acordo com os níveis plasmáticos obtidos...

Critérios de avaliação das exigências em treonina, triptofano, valina e isoleucina para frangos de corte de 22 a 42 dias de idade

Duarte, Karina Ferreira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xvii, 118 f.
POR
Relevância na Pesquisa
432.6045%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; Quatro experimentos foram conduzidos no Setor de Avicultura da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias – Campus de Jaboticabal- SP, com o objetivo de estabelecer diferentes critérios de avaliação das exigências dos aminoácidos digestíveis treonina, triptofano, valina e isoleucina para frangos de corte de 22 a 42 dias de idade. Em cada experimento foram utilizados 1.920 frangos de corte machos com 22 dias de idade da linhagem “Cobb”, distribuídos em um delineamento inteiramente ao acaso, com seis tratamentos e oito repetições de 40 aves cada. Os tratamentos consistiram no fornecimento de dietas formuladas com base em aminoácidos digestíveis contendo seis diferentes níveis do aminoácido em estudo. Foram avaliados os dados de desempenho (ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar e viabilidade criatória) e as características de carcaça (rendimento de carcaça, de peito, de coxas+sobrecoxas, de dorso e de asas). Para a determinação das exigências do aminoácido estudado, foram utilizados três modelos de regressão: o modelo quadrático, o modelo exponencial e o de retas segmentadas ou broken line (“linha quebrada”)...

Digestible valine requirements for broilers from 22 and 42 days old

Duarte, Karina Ferreira; Junqueira, Otto Mack; Domingues, Carla Heloísa De Faria; Filardi, Rosemeire Da Silva; Borges, Liliana Longo; Praes, Maria Fernanda Ferreira Menegucci
Fonte: Editora da Universidade Estadual de Maringá (EDUEM) Publicador: Editora da Universidade Estadual de Maringá (EDUEM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 151-156
ENG
Relevância na Pesquisa
642.2615%
Current experiment established different criteria to evaluate the requirements of digestible valine for broilers from 22 and 42 days of age, by different regression models (quadratic, exponential and Linear Response Plateau) and, in the case of statistical significance, the comparison of means by Duncan test at 5% probability. A total of 1,920 Cobb 500 male broilers were used and distributed in an entirely randomized experimental design, with 6 treatments (6 digestible valine levels: 0.7192, 0.7729, 0.8265, 0.8802, 0.9339 and 0.9876%) and 8 replications, with 40 broilers each. Data on performance and carcass characteristics were evaluated. The level of 0.8265% digestible valine was considered standard. The inclusion of 0.816, 0.848 and 0.903% of digestible valine levels, corresponding to digestible valine:lysine ratios of approximately 76.00%, 79.00% and 84.12%, provided best feed intake, weight gain and feed conversion ratio, respectively for broiler from 22 to 42 days of age.; Um experimento foi realizado com o objetivo de estabelecer critérios de avaliação das exigências de valina digestível para frangos de corte de 22 a 42 dias de idade utilizando-se diferentes modelos de regressão (quadrático, exponencial e de retas segmentadas ou Linear Response Plateau). Foram utilizados 1.920 frangos de corte machos com 22 dias de idade...

Digestible tryptophan:lysine ratio for laying hens

Lima,Matheus Ramalho de; Costa,Fernando Guilherme Perazzo; Guerra,Ricardo Romão; Silva,José Humberto Vilar da; Rabello,Carlos Bôa-Viagem; Miglino,Maria Angelica; Nogueira,Eduardo Terra; Pinheiro,Sarah Gomes
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2012 EN
Relevância na Pesquisa
317.67174%
The objective of this study was to evaluate the requirement of digestible tryptophan for white laying hens in the production stage fed diets of different digestible tryptophan:digestible lysine ratios, as well as animal performance and histological alterations in their reproductive and digestive systems. A total of 280 white laying hens at 29 weeks of age were distributed in a completely randomized design with five treatments and seven replications with eight birds in each. The treatments consisted of a base feed, formulated with corn, soybean meal and corn gluten meal, and supplemented with the synthetic amino acids L-lysine, DL-methionine, L-threonine, L-isoleucine, L-arginine, and L-valine, so as to meet the nutritional requirements for laying hens, except for digestible tryptophan. The basal diet was supplemented with 0.00; 0.017; 0.035; 0.052; and 0.069 g/kg of L-tryptophan in substitution for corn starch with the objective of reaching the levels of 0.151; 0.167; 0.183; 0.199; and 0.215 g/kg of digestible tryptophan in the feed. For the ratio between digestible amino acids and lysine, the recommendation of Brazilian Tables for Poultry and Swine was followed, except for the digestible tryptophan:digestible lysine ratios, which were 19...

Digestible valine requirements for broilers from 22 and 42 days old

Duarte,Karina Ferreira; Junqueira,Otto Mack; Domingues,Carla Heloísa de Faria; Filardi,Rosemeire da Silva; Borges,Liliana Longo; Praes,Maria Fernanda Ferreira Menegucci
Fonte: Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM Publicador: Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 EN
Relevância na Pesquisa
642.2615%
Current experiment established different criteria to evaluate the requirements of digestible valine for broilers from 22 and 42 days of age, by different regression models (quadratic, exponential and Linear Response Plateau) and, in the case of statistical significance, the comparison of means by Duncan test at 5% probability. A total of 1,920 Cobb 500 male broilers were used and distributed in an entirely randomized experimental design, with 6 treatments (6 digestible valine levels: 0.7192, 0.7729, 0.8265, 0.8802, 0.9339 and 0.9876%) and 8 replications, with 40 broilers each. Data on performance and carcass characteristics were evaluated. The level of 0.8265% digestible valine was considered standard. The inclusion of 0.816, 0.848 and 0.903% of digestible valine levels, corresponding to digestible valine:lysine ratios of approximately 76.00%, 79.00% and 84.12%, provided best feed intake, weight gain and feed conversion ratio, respectively for broiler from 22 to 42 days of age.

CHEMICAL AND ENERGETIC CONTENT OF CORN BEFORE AND AFTER PRE-CLEANING

Rodrigues,Sandra Iara Furtado Costa; Stringhini,José Henrique; Ceccantini,Márcio; Penz Júnior,Antonio Mário; Ribeiro,Andrea Machado Leal; Peripolli,Vanessa; McManus,Concepta Margaret
Fonte: Universidade Federal de Goiás Publicador: Universidade Federal de Goiás
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 EN
Relevância na Pesquisa
191.79402%
The poultry industry normally has little control over the raw material that arrives at the processing plant. This experiment aimed to evaluate chemical and energetic quality of corn obtained in a feed mill before and after pre-cleaning. Twenty samples of 30 kg of corn each were taken from trucks delivering corn to the mill. The trucks were then unloaded and the material passed through a pre-cleaning process when another sample was taken. Samples were graded and physical properties evaluated: density (g/L), grain percentages of foreign material, impurities, fragments, broken, soft, insect damaged, fire-burnt, fermented, damaged, cracked and fine particles, as well as chemical composition analysis: Apparent metabolizable energy for poultry (AME), ether extract (EE), crude fiber (CF), starch (STA), water activity (WA), crude protein (CP), digestible and total lysine, methionine, cystine, threonine, tryptophan, valine, isoleucine, leucine, phenylalanine, histidine and arginine. The experiment was a randomized design with two treatments (before and after pre-cleaning) and twenty replications. Data was analyzed using SAS ® and treatment differences obtained using F test. Correlations and principal components were calculated. There was a decrease in density after the pre-cleaning process...

Níveis de valina digestível nas dietas pré-inicial e inicial com redução dos níveis de proteína bruta para frangos; Levels in diets valina digestible pre-initial initial and with reduced levels of crude protein for chickens

Silva, Guilherme Xavier da
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ); Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ); Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
452.5553%
Two experiments were conducted to evaluate the supplementation of digestible valine in the diet for the pre-starter and starter phases of rearing chickens. The variables evaluated were performance, metabolization of nutrients, development of digestive organs and lymphoid organs, and lymphocyte count of lymphoid organs of broilers from breeders of two ages. In Experiment I and II the supplemental digestible valine for broilers were evaluated in the pre -start and early stage at each stage using 400 day-old chicks old commercial Cobb, were obtained from arrays of 37 and 52 weeks of age, respectively, housed in experimental batteries until 21 days of age, fed different levels of digestible valine 0.92%, 1.02%, 1.12%, 1.22% and 0.83%, 0.93 %, 1.03% and 1.13% in the pre-starter and starter ration, respectively. The experimental design in both experiments was a completely randomized factorial 2 x 4 (ages matrices x levels of valine) totaling eight treatments with 5 replicates (10 birds per replicate). Data were subjected to analysis of variance and levels of digestible valine polynomial regression was applied. In the pre-starter phase, birds from arrays of 52 weeks showed greater weight of arrival compared the birds from arrays of 37 weeks. In the initial phase...

Níveis de triptofano digestível nas fases pré-inicial e inicial em frangos machos e fêmeas; Digestible tryptophan levels on pre starters and starter phase in males and females broilers

Borges, Bruno Samuel
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ); Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciência Animal (EVZ); Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
420.9578%
We aimed to evaluate digestible tryptophan level in males and females broilers on pre-initial (one to seven days old) and initial phase (eight to 21 days old) diets. Four experiments were conducted, one with males on pre-initial phase, one with males on initial phase, another with females on pre-initial and one with females on initial phase. The design was completely randomized with four treatments, five replicates with ten animals each, where each repetition consists an experimental unit. In the experiment, tryptophan requirement was determined using diets with different digestible tryptophan levels. A deficient tryptophan diet was formulated, considered the basal diet, which was supplemented with L -tryptophan replacing inert material in order to achieve digestible tryptophan desirable levels. The treatments of experiment 1 consisted of: T1 - 0.209% digestible tryptophan diet (basal diet); T2 - 0.223% digestible tryptophan diet; T3 - 0.235% digestible tryptophan diet; T4 - 0.248% digestible tryptophan diet for male broilers in preinitial phase; Treatments for experiment 2 were: T1 - 0.187% digestible tryptophan diet (basal diet); T2 - 0.200% digestible tryptophan diet; T3 - 0.211% digestible tryptophan diet; T4 - 0.223% digestible tryptophan diet for male broilers on initial phase; Treatments for experiment 3 are: T1 - 0.212% digestible tryptophan diet (basal diet); T2 - 0.225% digestible tryptophan diet; T3 - 0.238% digestible tryptophan diet; T4 - 0.252% digestible tryptophan diet for female chickens cut i n pre-starter; Treatments for experiment 4 are: T1 - diets with 0.186% digestible tryptophan (basal diet); T2 - diet with 0.198% digestible tryptophan; T3 - diet with 0.209% digestible tryptophan; T4 - diet with 0.221% digestible tryptophan for female broiler chickens on initial phase. Diets were formulated with corn...

Chemical and energetic content of corn before and after pre-cleaning; Conteúdo químico e energético do milho antes e após pré-limpeza

Rodrigues, Sandra Iara Furtado Costa; Stringhini, José Henrique; Ceccantini, Márcio; Penz Júnior, Antonio Mário; Ribeiro, Andrea Machado Leal; Peripolli, Vanessa; McManus, Concepta Margaret
Fonte: José Henrique Stringhini; brasil; UFG; Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG) Publicador: José Henrique Stringhini; brasil; UFG; Escola de Veterinária e Zootecnia - EVZ (RG)
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
191.79402%
v.16, n.2, p. 158-168 abr./jun. 2015.; A indústria avícola normalmente tem pouco controle sobre a matéria-prima que chega à unidade de transformação. Este experimento teve como objetivo avaliar a qualidade química e energética do milho obtida em uma fábrica de rações, antes e após a pré-limpeza. Vinte amostras de 30 kg de milho, foram retiradas de caminhões que entregavam milho para o moinho. Após os caminhões serem descarregados e o material passar por processo de pré-limpeza, outra amostra foi retirada. As amostras foram classificadas e as propriedades físicas foram avaliadas: densidade (g/L), percentagens de grãos de material estranho, impurezas, fragmentados, quebrados, chocho, danificados por insetos, queimados, fermentados, danificados,avariados e quirera, bem como análises de composição bromatológica: energia metabolizável aparente para aves (EMA), extrato etéreo (EE), fibra bruta (FB), amido (A), atividade de água (AA), proteína bruta (PB), lisina digestível e total, metionina, cistina, treonina, triptofano, valina, isoleucina, leucina, fenilalanina, histidina e arginina. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado com dois tratamentos (antes e após a pré-limpeza) e vinte repetições cada. Os dados foram analisados usando o programa SAS ® e as diferenças entre os tratamentos obtidos pelo teste F. Correlações e componentes principais foram calculados. Houve diminuição na densidade após o processo de pré-limpeza que foi provavelmente devido à remoção de terra e pedras em vez de grão e as suas fracções. Aumentos significativos foram encontrados para danos causados por insetos...