Página 1 dos resultados de 219 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Macroeconomia e preços de commodities agrícolas; Macroeconomics and agricultural commodities prices

Arruda, Andréa Ferraz de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.8%
Este trabalho retomou as análises do comportamento dos preços das commodities agrícolas após um período superior a uma década durante o qual o tema ocupou pouca atenção dos estudiosos. Os resultados encontrados mostram um papel moderado, mas não desprezível, para as variáveis macroeconômicas nas variações não-antecipadas daqueles preços. A taxa de câmbio impacta diretamente os preços dos produtos transacionados no exterior e indiretamente aqueles que com eles competem na produção e no consumo. A taxa de juros é componente do custo de armazenamento e, assim, se ela aumenta, por exemplo, eleva-se o custo de armazenamento, maior volume de commodities é lançado no mercado e seus preços tendem a cair. A taxa de juros, sabe-se, também, afeta o nível de atividade econômica e, logo, a renda dos países. Análises de auto-regressão vetorial foram empregadas para medir os impactos e a importância de choques nessas variáveis macroeconômicas sobre os preços da soja e do milho no Brasil. Verificaram-se efeitos não desprezíveis dos juros sobre esses preços e do c6ambio sobre o preço da soja. A renda - medida pelo PIB - não se mostrou relevante, talvez por este não ter capturado o efeito daquela ou pela exígua variação que o PIB tenha apresentado no período analisado. Embora os juros tenham se revelado capazes de serem utilizados para aliviar impactos inflacionários oriundos de elevações exageradas de preços de commodities...

Análise de estratégias de hedging estáticas aplicadas a commodities agrícolas.; Analysis of static hedging strategies applied to agricultural commodities.

Rossi, Cláudio Antonio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.78%
Dentre as diversas ferramentas disponíveis para gestão de risco no mercado financeiro, este trabalho analisa estratégias de hedging para commodities agrícolas, utilizando o mercado futuro. Isto posto, efetua-se uma revisão das diferentes estratégias apresentadas pela literatura e analisa-se sua aplicação para o mercado brasileiro. Ao construir uma estratégia de hedging no mercado futuro, busca-se determinar o número de contratos a ser adquirido ou vendido, de forma a reduzir o risco financeiro, resultante de oscilações adversas no preço dos ativos. Ou seja, considerando-se um portfólio composto por dois ativos, um no mercado à vista e outro no futuro, as diferentes medidas de desempenho caracterizadas pelas diversas estratégias - conduzem a diferentes portfólios ótimos. Dessa forma, pretende-se analisar qual a melhor estratégia, determinando, implicitamente, qual a composição de portfolio mais adequada a um agente específico no mercado de commodities. São analisados o mercado do café, da soja, do açúcar e do álcool. Ativos financeiros, como o câmbio e o Ibovespa, também são considerados, a fim de averiguar eventuais diferenças de comportamento das estratégias, resultantes de peculiaridades do mercado de commodities. As estratégias estudadas foram: de mínima variância; de mínima variância condicionada ao período de carregamento...

Modelo de formação de preços de commodities agrícolas aplicado ao mercado de açúcar e álcool; Agricultural commodity pricing model applied to the sugar and ethanol markets

Pereira, Leonel Molero
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.95%
O problema estudado nesta tese foi a formação de preços de commodities agrícolas relacionadas com a produção de bioenergia. A possibilidade de substiuição de combustíveis fósseis, derivados do petróleo, por alternativas renováveis, como o etanol proveniente da cana-de-açúcar, inseriu um novo contexto no mercado de commodities. O objetivo principal desta tese foi propor um modelo de formação de preços que levasse em consideração o conceito de commodities agrícolas como componentes da matriz energética e aplicá-lo ao mercado brasileiro de açúcar e álcool. Para a especificação do modelo, foram elaboradas premissas que têm base na interdependência de preços com o petróleo, na Teoria de Estocagem, na sazonalidade das safras e na volatilidade do mercado. A volatilidade foi considerada no estudo porque, em períodos de turbulência econômica, os investidores buscam o mercado de commodities para proteger o valor real do capital. Para elaborar e testar o modelo, a pesquisa foi dividida em quatro partes interrelacionadas. A primeira consistiu na análise de outros modelos da literatura e dos processos estocásticos descritos pelas variáveis que compõem os preços das commodities. A segunda parte consistiu na elaboração das premissas...

Biocombustíveis, alimentos e petróleo: uma análise retrospectiva da experiência brasileira; Biofuels, Food and Oil: A Retrospective Analysis of Brazilian Experience.

Rico, Julieta Andrea Puerto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.84%
Os biocombustíveis são produzidos de acordo a conjunturas do mercado de petróleo e das commodities agrícolas, e são inseridos na esfera produtiva dos derivados de petróleo através de incentivos governamentais. O objetivo do trabalho foi analisar a relação entre os setores de biocombustíveis, alimentos e petróleo recorrendo ao referencial teórico sobre renda dos recursos naturais e ao método histórico. Na primeira etapa foram identificados vasos comunicantes entre os preços do petróleo e de algumas commodities agrícolas, observando que o excedente criado com o petróleo influencia os preços das commodities agrícolas e, a partir do processo de financeirização desta esfera, os comercializadores oligopsônicos de alimentos podem extrair um excedente dos proprietários da terra. Na segunda etapa foram analisados os programas brasileiros. Foi observado que no caso do biodiesel a criação de rendas diferenciais a partir da produção de matérias primas da agricultura familiar fica restringida. A obtenção deste tipo de rendas depende do preço de mercado dos óleos vegetais provenientes da agricultura capitalista e de acordo aos incentivos formulados para o PNPB ainda não se configura um mercado de referência que permita escolher o mercado de energia sendo preferível auferir a renda da terra no mercado de óleos vegetais para alimentação. Análise comparativa revelou com significância estatística que os preços dos óleos vegetais tendem a ser superiores aos dos fósseis equivalentes. Os resultados da pesquisa permitem concluir que as tentativas de viabilizar o biodiesel: a) na década de 1970 careceram de articulações políticas para superar as dificuldades impostas pelas condições de mercado...

Uma avaliação sobre a relação entre os mercados de açúcar crú e petróleo crú

Nastari, Francisco Guilherme
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.8%
Este trabalho tem como objetivo fazer uma avaliação sobre a correlação entre os preços de açúcar crú e petróleo crú. Até poucos anos atrás, commodities agrícolas e energéticas possuíam uma baixa, ou até mesmo insignificante correlação entre as séries de preços. Este cenário vem se modificando nos últimos anos e este trabalho re-avalia a existência de correlação entre os mercados de açúcar crú e petróleo crú. Uma possível causa para este efeito é a utilização de commodities agrícolas na produção de combustíveis líquidos, como o etanol, sendo este o elo de conexão entre o mundo fossil e o mundo agrícola. Através de indices como o de correlação fica possível encontrar mecanismos de precificação e hedge em outros mercados mais líquidos e consequetemente mitigar o risco de comercialização de produtos como o açúcar e o etanol de origem de cana-de-açúcar. Em primeiro lugar procurou-se traçar um esboço das possíveis causas desta nova correlação entre commodities agrícolas e energéticas. Em seguida foram utilizados métodos estatísticos e econométricos para avaliar a existência de correlação significativa entre os preços das commodities escolhidas e como estas correlações tem se alterado ao longo do tempo. O modelo GARCH pode ser utilizado para descrever a volatilidade com menos parâmetros do que um modelo ARCH. Neste trabalho...

Modelo de volatilidade estocástica com saltos aplicado a commodities agrícolas

Bodra, Roberto Andreotti
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.82%
Mensalmente são publicados relatórios pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) onde são divulgados dados de condições das safras, oferta e demanda globais, nível dos estoques, que servem como referência para todos os participantes do mercado de commodities agrícolas. Esse mercado apresenta uma volatilidade acentuada no período de divulgação dos relatórios. Um modelo de volatilidade estocástica com saltos é utilizado para a dinâmica de preços de milho e de soja. Não existe um modelo ‘ideal’ para tal fim, cada um dos existentes têm suas vantagens e desvantagens. O modelo escolhido foi o de Oztukel e Wilmott (1998), que é um modelo de volatilidade estocástica empírica, incrementado com saltos determinísticos. Empiricamente foi demonstrado que um modelo de volatilidade estocástica pode ser bem ajustado ao mercado de commodities, e o processo de jump-diffusion pode representar bem os saltos que o mercado apresenta durante a divulgação dos relatórios. As opções de commodities agrícolas que são negociadas em bolsa são do tipo americanas, então alguns métodos disponíveis poderiam ser utilizados para precificar opções seguindo a dinâmica do modelo proposto. Dado que o modelo escolhido é um modelo multi-fatores...

Preços de commodities agrícolas e o comportamento de mercado invertido (backwardation): o caso da soja

Sykora, Nelson Danilo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.8%
A relação entre preços do mercado spot e do mercado futuro e a evidência de Mercado Invertido (backwardation) na estrutura a termo de commodities têm tido ênfase na literatura de economia e de finanças. O objetivo deste trabalho é apresentar as principais causas responsáveis pelo comportamento de Mercado Invertido e identificar as propriedades que caracterizam o equilíbrio de preços em commodities agrícolas. Seja pela existência de prêmio de risco ou do benefício de conveniência, o entendimento dos efeitos sobre a replicação do preço futuro e sobre a estrutura a termo de preços ainda permanece em aberto. A premissa de perfeita replicação de portfólios e a ausência de fricções de mercado implicam, por outro lado, que o entendimento do comportamento de Mercado Invertido advém da compreensão do processo estocástico do próprio ativo subjacente. O apreçamento neutro ao risco, amparado pelos sinais de reversão de preços, permite a modelagem de preços conforme o proposto em Schwartz e Smith (2000), cuja calibração e os resultados serão apresentados para a soja.; The relationship between spot and future market and commodity price Backwardation have had an emphasis on the literature of economics and finance. The aim of this paper is to present the main causes responsible for the behavior of Backwardation and to identify the properties that characterize the equilibrium in agricultural commodit y prices. Be the existence of risk premium or the convenience yield...

Precificação de terrenos agrícolas através da abordagem de opções reais : modelo com aplicação às culturas de soja e milho no centro-oeste do Brasil

Salvador, Paulo Euvaldo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.69%
O agronegócio é uma das atividades mais importantes para a economia brasileira, e um dos principais custos para a produção de commodities agrícolas é a terra para o cultivo. Desta forma, a precificação de terrenos agrícolas mostra-se um importante elemento para o investidor decidir pela entrada ou não nesta indústria. Uma forma de precificar o terreno é assumir que seu preço equivale ao valor da opção que o investidor tem em entrar neste mercado. Considerando incertezas envolvidas na produção de commodities, como o preço do grão no momento da venda, a produtividade da terra e o próprio custo de produção, o valor do terreno foi calculado através de duas abordagens: Fluxo de Caixa Descontado, considerando que o agricultor escolherá no início do investimento qual cultura plantará e não mudará esta escolha, e Opções Reais, adicionando a flexibilidade do agricultor decidir por qual cultura plantar a cada safra. No estudo foram consideradas as culturas de milho, soja e a rotação entre soja e milho safrinha. Para isto, foi utilizado um modelo de preços para a soja e milho com comportamento estocástico da volatilidade e saltos aleatórios em datas determinadas, além de correlação entre a aleatoriedade dos preços. Os resultados mostram que utilizando ambas as metodologias chega-se a um valor que se aproxima ao valor de mercado observado para as terras...

Estrutura fractal em séries temporais : uma investigação quanto à hipótese de passeio aleatório no mercado à vista de commodities Agrícolas Brasileiro.

Santos, Alessandra Gazzoli
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.72%
As variáveis econômicas são frequentemente governadas por processos dinâmicos e não-lineares que podem gerar relações de dependência de longo prazo e padrões cíclicos não-periódicos com mudanças abruptas de tendências. Para o caso dos preços agrícolas este comportamento não é diferente e as peculiaridades destes mercados podem gerar séries temporais fracionalmente integradas, cujas singularidades não seriam adequadamente capturadas pelos tradicionais modelos analíticos fundamentados na hipótese dos mercados eficientes e de passeio aleatório. Sendo assim, o presente estudo buscou investigar a presença de estruturas fractais no mercado à vista de algumas das principais commodities agrícolas brasileiras: café, boi gordo, açúcar, milho, soja e bezerro. Foram empregadas técnicas tradicionais e específicas para a análise de séries temporais fractais como a análise de R/S e a aplicação de modelos das famílias ARFIMA e FIGARCH. Os resultados indicaram que, com exceção do bezerro, o componente de drift destas séries não apresentou comportamento fractal, ao contrário do observado para o componente da volatilidade, que apresentou aspecto de estrutura fractal para todas as commodities analisadas.

Análise dos impactos dos especuladores nos retornos dos preços futuros das principais commodities agrícolas exportadas pelo Brasil

Romeu, Marina Campanelli
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.82%
Nos últimos anos, a participação dos especuladores (hedge funds, fundos indexados a commodities e outros agentes financeiros) no mercado de derivativos de commodities aumentou. Este trabalho avalia se a posição destes não-hedgers apresenta uma relação de precedência temporal (no sentido de Granger-causa) com os retornos dos preços futuros das principais commodities agrícolas exportadas pelo Brasil (açúcar, café, soja, milho e algodão). Com base nos dados disponibilizados pelo relatório Supplemental COT (Commitments of Traders) e pelo relatório DCOT (Disaggregated Commitments of Traders Report), divulgados pela CFTC (U.S.Commodity Futures Trading Commission), foi aplicado o teste de causalidade de Granger para essas commodities. Com os resultados observados, não se pode concluir a existência de relação de precedência temporal entre a posição dos especuladores e os retornos dos preços futuros das respectivas commodities.

Diversificação de commodities no uso da terra na agricultura do Estado do Paraná, Brasil

Watanabe, Melissa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.99%
As civilizações humanas iniciaram o seu desenvolvimento a partir do uso da terra nas atividades agrícolas. Esse uso da terra na agricultura está condicionado às questões biofísicas, atividades socioeconômicas e contextos culturais das populações da qual dependem. O Estado do Paraná tem se apresentado com uma agricultura forte e vinculada diretamente às principais commodities agrícolas mundiais com uma produção agrícola diversificada, que espelha a evolução dos agronegócios do Brasil. O presente estudo busca analisar a evolução das principais culturas agrícolas do Estado do Paraná de 1996 a 2006 e relacioná-las aos fatores reconhecidos como determinantes do uso da terra, estimando a repercussão desse uso nas respectivas condições socioeconômicas prevalentes nos municípios. Observou-se que as culturas agrícolas da soja, milho e trigo apresentaram ampliação de áreas principalmente em regiões de solos mais férteis. O café teve uma significativa retração em área, principalmente nas regiões mais a noroeste do Estado, mas, em contrapartida, a cana-de-açúcar apresentou uma grande expansão, principalmente nas regiões próximas a Maringá e Paranavaí. As áreas de pastagens no Estado do Paraná sofrem retração ou aumento em decorrência das oportunidades de mercado que as principais commodities apresentam. As matas e florestas...

Riscos e mecanismos para gerenciá-los : uma análise a partir das percepções dos produtores de commodities agrícolas

Borges, João Augusto Rossi
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.74%
O gerenciamento de riscos é essencial para os produtores rurais de commodities agrícolas, visto que há uma variedade significativa de riscos que podem impactar negativamente nas atividades dos que produzem no campo. Da mesma maneira que os riscos são diversos, os mecanismos para gerenciá-los também o são. Entretanto, o que se percebe empiricamente é a baixa, ou até mesmo não utilização dos mecanismos formais por parte dos produtores, emergindo um paradoxo. A partir das premissas da teoria da tomada de decisão e da influência das características socioeconômicas e da estrutura de recursos da propriedade nas percepções dos produtores e, por conseguinte em seus comportamentos econômicos, esse estudo foi conduzido com o objetivo de identificar fatores influentes nas percepções dos produtores de commodities agrícolas inseridos na microrregião geográfica de Vacaria, Rio Grande do Sul, Brasil, sobre riscos e mecanismos para gerenciá-los Para se chegar à amostra não probabilística de oitenta produtores, foram realizadas entrevistas com dez informanteschaves que possibilitaram o contato com os respondentes. Os produtores rurais, além de responderem sobre suas características socioeconômicas e de estrutura de recursos da propriedade...

Preços internacionais das commodities agrícolas: caso do Brasil como exportador de carne bovina congelada

Schappo, Viviane
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 50 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.72%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Este estudo investiga as causas do aumento dos preços internacionais das commodities agrícolas (principalmente alimentos) nos últimos anos e quais suas conseqüências para os países em desenvolvimento ou menos desenvolvidos economicamente. Após esta análise macro, o foco do estudo é a posição do Brasil como principal exportador mundial de carne bovina congelada. Faz-se uma análise do mercado mundial deste produto. Abordando elementos como: principais exportadores, importadores, preços médios, market share e diferenciação de produto. A partir do contexto de tendência de alta dos preços internacionais dos produtos agrícolas, analisa-se os efeitos que este aumento dos termos de trocas traz ao Brasil, dada a sua posição entre os maiores exportadores mundiais de commodities agrícolas e alimentos.

Uma análise empírica da volatilidade do retorno de commodities agrícolas utilizando modelos ARCH: os casos do café e da soja

Silva,Washington Santos da; Sáfadi,Thelma; Castro Júnior,Luiz Gonzaga de
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.66%
Examinou-se o processo da volatilidade dos retornos de duas importantes commodities agrícolas brasileiras, o café e a soja, por meio de modelos da classe ARCH. Os resultados empíricos sugerem fortes sinais de persistência e assimetria na volatilidade de ambas as séries. Além disso, os resultados sugerem que a implementação de políticas que criem, facilitem o acesso e estimulem a utilização de instrumentos de hedging baseados no mercado podem ser estratégias adequadas para tais setores diante da persistência de choques e volatilidade pronunciadas constatadas para os retornos destas commodities

Um estudo de eficiência de mercado usando séries temporais com diferenciação fracionária; o caso de commodities agrícolas

José Pereira dos Santos, Sylvio; Chaves Lima, Ricardo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.72%
O principal objetivo deste trabalho é apresentar um procedimento metodológico para examinar a hipótese de que uma série temporal tenha sido gerada por um processo com integração fracionária, procurando explicar algumas peculiaridades de séries financeiras que não são ajustadas por modelos univariados clássicos. Como exemplo empírico foram analisadas as séries temporais dos retornos dos preços futuros das principais commodities agrícolas brasileiras (café, açúcar, soja, cacau, suco de laranja entre outras, que representam cerca de 20% do total das exportações). Os dados utilizados nesta pesquisa foram obtidos da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) e da Bolsa de Nova York. Pretendeu-se explicar o comportamento da evolução dos retornos destas commodities agrícolas levando em conta que esta categoria de processo estocástico não possui raiz unitária, apesar de apresentar alta persistência. Procurou-se averiguar de que maneira estas variáveis podem ser explicadas por um processo ARFIMA, estimando sua ordem de integração através do método de regressão do periodograma. Procurou-se ainda examinar a hipótese de que os valores estimados para ordem de integração são estatisticamente menores do que a unidade. Isto pode indicar que o processo gerador dessas séries temporais tem integração fracionária...

Uma reflexão sobre os possíveis impactos do crescimento da demanda dos biocombustíveis da oferta e preços das commodities agrícolas

Cavalcanti Nascimento, Christine; Chaves Lima, Ricardo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.65%
O mercado de alimentos mudou. O uso de biocombustíveis como alternativa ao petróleo modificou o mercado internacional de grãos e óleos vegetais, que passou a incorporar um importante segmento da economia mundial: o energético. O rápido aumento da demanda e da produção de biocombustíveis tem tido uma série de efeitos no mercado dos grãos e dos óleos vegetais, pressionando os preços das commodities agrícolas. A preocupação atual da sociedade com a segurança alimentar é plenamente justificável. Há, no entanto, alguns fatores, como o potencial de expansão da área agricultável e de ganhos de produtividade do setor agrícola brasileiro, que permitem concluir que, no Brasil, o impacto da expansão da atividade agrícola voltada à produção de energia sobre os preços dos alimentos não será de grande magnitude. Já no caso dos Estados Unidos e da União Européia, a expansão dos biocombustíveis se dará sobre áreas destinadas a outras colheitas, impactando não apenas os preços das matérias-primas utilizadas na produção dos biocombustíveis, mas também, sobre os preços de todas as outras culturas. O presente estudo tem como objetivo principal analisar os possíveis impactos econômicos que o desenvolvimento do mercado de biocombustíveis poderá ter sobre os mercados das commodities agrícolas...

Estudo sobre a possibilidade de redução do risco de preço de commodities agrícolas via mercado de futuros no Brasil

Mineo, João Carlos Farcic
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.63%
Resumo: Os preços agrícolas são substancialmente mais instáveis que os preços da maioria dos produtos e serviços não-agrícolas acarretando em um elevado grau de incerteza associado ao preço futuro de uma commodity tornando a especulação algo inerente à sua comercialização. Para que a agricultura seja uma atividade agrícola mais atrativa, é necessário que exista uma maior previsibilidade dos preços de seus produtos, seja via políticas agrícolas governamentais, seja via mercado. Devido às limitações da efetividade de uma política pública de suporte de preços agrícolas, o principal objetivo deste trabalho é analisar o comportamento recente do mercado de futuros brasileiro, com ênfase nas commodities agrícolas com contratos futuros negociados na BM&F no decorrer da última década (principalmente o boi gordo, o café arábica, o milho e a soja) e avaliar seu impacto na variabilidade de seus preços no mercado físico.

Fundo especial de investimento : commodities agrícolas

Barateiro, Ana Catarina Clemente
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.86%
Mestrado em Finanças; O principal objectivo deste trabalho baseou-se na constituição de um Fundo Especial de Investimento composto por treze séries de futuros sobre commodities agrícolas e a sua posterior análise. A carteira foi constituída com base no modelo de Markowitz, assumindo a existência de um activo sem risco e sem restrições ao short-selling. Procedeu-se a um back testing do desempenho da carteira nos três anos anteriores à sua constituição (2006-2008), contemplando uma análise comparativa com o desempenho dos seguintes índices accionistas: MSCI Global (carteira de mercado); MSCI Emerging Markets; S&P 500; DJ Stoxx 600 e PSI 20. Verificou-se que, no período em análise, a correlação entre a carteira constituída e os índices accionistas estudados, foi bastante baixa, reforçando a ideia de que faz sentido investir no mercado de commodities agrícolas, como forma de diversificação dos investimentos. O facto de na constituição desta carteira não terem sido consideradas restrições ao investimento nas séries, levou a que fossem assumidas posições muito elevadas nas mesmas, aumentando o risco da carteira. Constatou-se que, na prática, a aplicação do modelo de Markowitz deve ser conciliada com uma gestão activa da carteira...

Custos e benefícios da estabilização de preços agrícolas no Brasil

Braverman, Avishay; Kanbur, Ravi; Brandão, Antonio Salazar Pessôa; Hammer, Jeffrey; Lopes, Mauro de Rezende; Tan, Alexandra
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
56.54%
Os ganhos de bem-estar da redução do risco, através da estabilização de preços agrícolas, não são verdadeiramente grandes em relação aos ganhos de bem-estar decorrentes da reforma de preços que reduz as distorções do mercado para as seis commodities agrícolas consideradas neste artigo.; p. 227-252

Ânforas, commodities agrícolas e o ocaso do minimalismo econômico

Duprat, Paulo Pires
Fonte: Revista Arqueologia Pública Publicador: Revista Arqueologia Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 23/10/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.59%
A utilização de ânforas como método de acondicionamento foi praticada por todos os povos mediterrânicos, destacando um aspecto tecnológico comum que pode ser comprovado pela Arqueologia sob extenso recorte temporal e geográfico. Novos estudos sobre ânforas gregas e romanas estão condenando ao ocaso a visão minimalista para a economia antiga e sua noção de que apenas bens de luxo eram comercializados, haja visto que a utilização de ânforas está associada ao transporte de “commodities agrícolas”. Vou apresentar algumas perspectivas oriundas do marketing design que consideram as ânforas como as primeiras embalagens de consumo (consumer package) fabricadas em larga escala, cujo projeto e design demonstram que os povos antigos praticavam uma variante de racionalismo econômico que só pode ser apreendida se analisada em seu próprio contexto.