Página 1 dos resultados de 30 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Classificação morfológica, imunoistoquímica e prognóstica dos hemangiopericitomas caninos; Morphologic spectrum, immunohistochemical characterization and prognosis of the canine haemangiopericytoma

Santos, Stéfanie Vanessa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
18.005742%
Hemangiopericitomas (CHP) assim como schwanomas são neoplasias cutâneas de origem mesenquimal, sendo os hemangiopericitomas freqüentemente relatados em cães, ao contrário dos neurofibromas que são mais raros nos mesmos. Relata-se que o CHP origina-se de pericitos, ou células que se localizam ao redor de vasos sanguíneos. São observadas mais freqüentemente nos membros, como massas, bem circunscritas, firmes e grandes. Os hemangiopericitomas têm características histológicas comuns aos schwanomas (neurofibromas), sugerindo uma possível semelhante histogênese. Na realidade, na experiência deste Serviço de Anatomia Patológica, o diagnóstico diferencial entre hemangiopericitomas e neurofibromas apenas com base na morfologia é bastante difícil. O aspecto histopatológico do hemangiopericitoma e schwanoma correspondem à presença de agrupamentos celulares na forma de espiral pericapilar ou não respectivamente. Na tentativa de melhor caracterizar os hemangiopericitomas e distinguí-los de outros tumores mesenquimais, principalmente dos neurofibromas, propõe-se a caracterização histológica, epidemiológica e imunoistoquímica, dos hemangiopericitomas em animais da espécie canina. Com este, espera-se refinar o diagnóstico diferencial destes tumores...

Apoptose e proliferação na placenta de búfalas; Apoptosis and proliferation in the buffalo placenta

Benetone, Maria Zilah
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
17.284529%
A apoptose é um processo fisiológico que desempenha papel crucial no desenvolvimento, remodelagem e senescência teciduais, inclusive placentários. A placenta, enquanto órgão temporário, atravessa todas estas fases em aproximadamente 10 meses, na espécie bubalina. O crescimento da placenta e a nutrição fetal requerem altas taxas de renovação e diferenciação celulares, e a maturação placentária está relacionada à redução das células epiteliais das criptas carunculares maternas. As modificações morfológicas celulares decorrentes do processo de apoptose são fruto de eventos bioquímicos complexos promovidos por uma família de cisteína-proteases, as caspases, especialmente as caspases executoras, dentre as quais se destaca a caspase-3, capaz de degradar várias proteínas citoplasmáticas e nucleares. Durante a apoptose, ocorre a clivagem caspase-mediada da citoqueratina 18, proteína dos filamentos intermediários do citoesqueleto, e com isso a formação de um neoepítopo específico. Por meio de métodos imunoistoquímicos pode-se detectar a presença tanto deste neoepítopo, quanto da forma ativa da caspase-3, o que demonstra que a célula entrou em estágio irreversível de morte celular. Morfologicamente...

Avaliação da reparação tecidual de excisões realizadas em dorso de ratos submetidas à terapia foto-dinâmica com utilização de corante azul de metileno; Wound healing evaluation of excisions performed on the back of rats and submitted to photodynamic therapy mediated by methylene blue dye

Sperandio, Felipe Fornias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
48.183555%
A terapia foto-dinâmica consiste na irradiação luminosa de um determinado tecido ou microorganismo previamente exposto à ação de um corante foto-sensibilizador. Ela é eficazmente utilizada em neoplasias e em processos infecciosos. No entanto, poucos estudos avaliam o efeito desta terapia em reparação tecidual. Estes trabalhos mostram resultados que variam entre satisfatórios e não-satisfatórios. Além disso, os estudos que envolvem a terapia com laser em baixa intensidade e a terapia foto-dinâmica em reparação tecidual preocupam-se, na maioria das vezes, com a organização e quantificação dos componentes da matriz extra-celular. Estudar o epitélio, em contrapartida, por meio das proteínas expressas pelos queratinócitos é igualmente importante, sabendo-se que a reparação da ferida depende também da organização e proliferação das células epiteliais. Este trabalho avaliou a reparação tecidual de excisões realizadas em dorso de ratos submetidas à irradiação com laser em baixa intensidade ou terapia foto-dinâmica mediada pelo corante azul de metileno. Para tal, realizou-se a análise morfológica e histomorfológica das feridas em determinados tempos experimentais, além da análise imunoistoquímica das citoqueratinas 10 e 14 e p63. Os resultados mostraram que a reparação tecidual foi favorecida com a irradiação laser em baixa intensidade...

Expressão do transcrito da citoqueratina 19 (CK-19) na fração mononuclear do sangue periférico em pacientes com adenocarcinoma de próstata; Cytokeratin 19 expression in the peripheral blood mononuclear fraction of prostate cancer patients

Machado, Marcos Tobias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.182925%
Introdução: O emprego da técnica de RT-PCR na detecção da expressão de genes epiteliais como a CK-19 no sangue periférico de pacientes com câncer de próstata é uma oportunidade para avaliar a progressão tumoral ao nível molecular na ausência de doença clinicamente mensurável. Material e métodos: Inicialmente 10 pacientes com nível sérico de PSA< 2ng/ml e toque retal sugestivo de hiperplasia prostática benigna foram incluídos como grupo controle através de coleta de sangue única para dosagem do transcrito da CK-19. Subsequentemente,foram seguidos de maneira prospectiva 44 pacientes com câncer de próstata (21 com doença localizada e 23 com doença metastática), com coleta de sangue seriada a cada 3 meses por 18 meses. Foi medida a expressão sérica do transcrito da CK-19 por RT-PCR na fração leucocitária do sangue periférico e correlacionada aos níveis séricos de PSA e outras variáveis clinicas e patológicas. Resultados: Nenhum de 10 pacientes controles apresentou expressão do transcrito da CK-19 no sangue periférico. Nos pacientes com câncer de próstata a expressão do transcrito da CK-19 na entrada do estudo não se correlacionou com o escore de Gleason, estádio clínico e os níveis séricos de DHL...

Importância prognóstica da reatividade linfonodal e de micrometástases em pacientes com câncer de laringe avançado sem metástase cervical; Prognostic significance of lymph node reactivity and micrometastases in patients with advanced laryngeal cancer without regional metastasis

Manfro, Gabriel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
18.44785%
INTRODUÇÃO: A presença de metástase cervical é um dos principais fatores prognósticos em pacientes com carcinoma epidermoide de laringe. A análise rotineira dos linfonodos não inclui a avaliação da reatividade linfonodal, nem pesquisa de micrometástases, podendo ser desprezada informações prognóstica relevantes neste grupo de pacientes. OBJETIVOS: Relacionar a reatividade linfonodal com a recidiva e mortalidade de pacientes com carcinoma epidermoide de laringe estadiados como pT3 e pT4, pN0, identificar através de marcadores imuno-histoquímicos (AE1/AE3, citoqueratina 7 e citoqueratina 5/6) a incidência de micrometástases e relacionar com o prognóstico dos pacientes. MÉTODO: Entre 2002 e 2005, foram selecionados 105 pacientes estadiados como pN0 com carcinoma epidermoide de laringe submetidos à laringectomia total e esvaziamento cervical seletivo dos níveis II, III e IV bilateralmente, com a maioria dos pacientes (69) submetidos à radioterapia adjuvante. Todos os linfonodos foram analisados conforme os padrões de reatividade: hiperplasia folicular (associada à resposta imune humoral), hiperplasia paracortical (associada à resposta imune celular), histiocitose sinusal, linfonodo normal e depleção linfonodal. Apenas os dois primeiros padrões são considerados como linfonodos estimulados e os demais como não estimulados. O padrão linfonodal mais frequente de cada caso foi considerado na análise da recidiva da doença e mortalidade. Todos os linfonodos foram submetidos à análise imuno-histoquímica com o clone de citoqueratinas AE1/AE3...

Fatores hepatotróficos modulam a capacidade proliferativa em cultura primária de hepatócitos de ratos normais; Hepatotrophic factors modulate the proliferative potential in primary hepatocyte cultures of normal rats

Bösch, Rosemary Viola
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
27.551223%
A utilização de fatores hepatotróficos (FH) tem trazido importantes avanços no tratamento de algumas doenças hepáticas. A avaliação dos efeitos dessas substâncias pode ser feita com o uso de modelos in vivo, como a regeneração hepática após a hepatectomia parcial ou in vitro, como a cultura de hepatócitos, células estreladas ou outros tipos celulares do fígado. O modelo de cultura demonstra ser útil por possibilitar a análise individualizada de determinadas substâncias ou soluções diretamente nas células-alvo, facilitando o delineamento de seu mecanismo de ação. Dessa forma, o presente trabalho estudou in vitro os efeitos da administração de fatores hepatotróficos (FH) em hepatócitos isolados de fígados de ratos, avaliando seu metabolismo e proliferação celular. Trinta ratos Wistar fêmeas foram utilizados, o fígado retirado e, por digestão enzimática in situ, suas células foram dissociadas e os hepatócitos separados em gradiente de Percoll 45%; cultivados em meio DMEM/F12, tratadas com diferentes concentrações dos FH (1X, 5X e 10X) e analisadas em intervalos de 24, 48 e 72 horas. A viabilidade e a proliferação celular foram avaliadas pelo método colorimétrico MTT, a toxicidade pelo iodeto de propídeo...

Avaliação dos efeitos do betabloqueador nebivolol sobre o peritônio em modelo experimental murino de diálise peritoneal; Assessment of the effects of beta-blocker nebivolol on the peritoneum in an experimental murine model of peritoneal dialysis

Mazo, Anna Rita Moraes de Souza Aguirre
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
17.106719%
A falência de ultrafiltração (UFF) é uma causa importante de interrupção da diálise peritoneal (DP) enquanto terapia renal substitutiva. Além da inflamação crônica e aguda causadas à membrana peritoneal (MP) pelos produtos de degradação da glicose, produtos avançados da glicosilação, pH ácido das soluções e infecções, -bloqueadores (BB) também foram implicados na gênese da UFF. A vasoconstrição arteriolar esplâncnica é considerada a causa provável da UFF por BB. O nebivolol (NV), um bloqueador 1-adrenérgico altamente seletivo que, diferente de outros BB, possui efeito vasodilatador por aumento de óxido nítrico (NO) por ativar a via L-arginina-NO, foi testado em pacientes idosos com ICC e levou à redução na mortalidade. O objetivo desse estudo é analisar os efeitos do NV sobre a ultrafiltração (UF), MP e características do efluente em um modelo animal de DP, através do estudo de fenômenos envolvidos na degeneração da MP e UFF, como transição epitélio mesenquimal (EMT) e fibrose, além de parâmetros humorais e celulares de inflamação. 21 camundongos C57BL/6 fêmeas, não urêmicos, com 12 a 14 semanas, foram submetidos à colocação de cateter peritoneal. Após uma semana, foram divididos em 3 grupos de 7 animais: grupo controle (observação 30 dias)...

Citoqueratinas como biomarcadores preditivos para o câncer de lábio em pacientes com queilite actínica; Cytokeratins as predictive biomarkers for lip cancer in patients with actinic cheilitis

Garcia, Natalia Galvão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.85157%
A presença de áreas displásicas em queilites actínicas constitui um fator preditivo importante para o câncer de lábio. Entretanto, a determinação histopatológica da presença e intensidade da displasia epitelial nestas lesões continua sendo um aspecto subjetivo para os patologistas. O objetivo do presente estudo foi verificar em 45 queilites actínicas e 20 carcinomas espinocelulares (CECs) de lábio tratados no Departamento de Otorrinolaringologia e Oftalmologia, da Faculdade de Medicina de Botucatu, UNESP, a expressão imuno-histoquímica da citoqueratina 10 (CK10) e citoqueratina 13 (CK13) na região labial e comparar a expressão dessas citoqueratinas com o índice de proliferação celular determinado pela imunomarcação com o Ki-67. A intensidade da displasia epitelial nas queilites actínicas foi determinada em coloração de Hematoxilina e Eosina com base nos critérios definidos pela Organização Mundial da Saúde. A associação entre a expressão da CK10 e da CK13 nas queilites actínicas com e sem displasia e nos CECs foi calculada pelo teste do qui-quadrado ou teste exato de Fisher, com nível de significância de 5%. Os resultados demonstraram uma positividade para CK13 no vermelhão do lábio e mucosa labial...

Análise da expressão de EGFR e de proteínas relacionadas em carcinoma hepatocelular, tecido hepático circunjacente e metástase: estudo clínico-patológico em autópsias; Analysis of the expression of EGFR and related proteins in hepatocellular carcinoma, surrounding liver tissue and metastases : a clinicopathological study in autopsies

Silva, Aloísio Souza Felipe da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
17.106719%
OBJETIVOS: Analisar a expressão de EGFR, proteínas da via de sinalização ou relacionadas aos seus efeitos em carcinoma hepatocelular (CHC) primários, metastáticos e em tecido hepático não tumoral em autópsias. Correlacionar os achados a dados clínico-patológicos e marcadores de classes moleculares. Avaliar a heterogeneidade de expressão em CHC metastáticos e fatores de disseminação extra-hepática. MÉTODOS: Oitenta autópsias de pacientes com CHC ao exame foram incluídas em estudo retrospectivo transversal. Foram analisados sexo, idade, raça, etilismo, infecção por vírus da hepatite B (VHB) e C (VHC), infecção pelo HIV, tratamento prévio, causas básica e imediata de óbito, peso do fígado, cirrose, número e tamanho dos nódulos, padrão macroscópico, grau histológico, variantes histológicas, padrão arquitetural, invasão de grandes veias e metástases extra-hepáticas. Imuno-histoquímica foi realizada em micromatrizes teciduais para pesquisa de EGFR, pEGFR(Tyr 1173), HER2, ERK1/2, MAPKAPK-2, pMAPK, Ag Ki67, caspase 3, citoqueratina 19 (CK19), mTOR, ciclina D1, Met, vimentina, p53 e beta-catenina. A expressão de EGFR foi avaliada em intensidade (0-3+) e distribuição (0-100%) em um sistema de escores de 0 a 300. Hiperexpressão foi definida para escores >= 200. Amostras de fígado normal foram incluídas como controles. Amostras de CHC primário foram pareadas às suas metástases e consideradas concordantes quando na mesma categoria de expressão. No tecido não tumoral foram semi-quantificadas a reação ductular expressando CK19 e a densidade da população de células estromais perissinusoidais pela vimentina. Estatística foi realizada através dos testes do qui-quadrado ou exato de Fisher ao nível de significância de 0...

Estudo clínico, bioquímico e histológico comparativo do efeito das fototerapias LED, laser de baixa e alta potência na mucosite oral e do efeito do laser na hipofunção das glândulas salivares em hamsters tratados com 5-Fluorouracil; Comparative study of terapeutic effects of different phototherapies on 5-Fluorouracil-induced salivary glands hypofunction and oral mucositis in hamster

Campos, Luana de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.28453%
Considerando a mucosite oral (MO) e a hipofunção das glândulas salivares (HGS) consequências debilitantes da quimioterapia (QT), este trabalho teve como objetivo induzir, em hamsters, MO e HGS, através do quimioterápico 5- Fluorouracil (5-FU), e comparar, através de análises clínicas, bioquímicas e histológicas, diferentes fototerapias no tratamento da MO, assim como o efeito do laser no tratamento da HGS. Cento e oitenta animais foram divididos em dois grupos, controle e experimental, onde, o grupo controle foi subdividido em grupo C, o qual recebeu somente anestesia/veículo de diluição do quimioterápico e o CQ, o qual recebeu anestesia/quimioterapia e indução da MO. O grupo experimental foi também subdividido em grupo L: com indução de MO e tratamento com LED, 630nm, 1,2J/cm2; LA: MO e tratamento com laser de alta potência (LAP), 808nm, 10J/cm2; LB: MO e tratamento com laser de baixa potência (LBP), 660nm, 6J/cm2 e o LG: sem MO e tratamento com LBP, 780nm, 5J/cm², na região das glândulas salivares (GS) submandibulares (GSSM) e sublinguais GSSL). A MO foi induzida através de ranhuras após QT e foi avaliada, clinicamente, através de escalas específicas. Os animais foram sacrificados após 5, 7 e 10 dias de experimento e a mucosa oral e as GS removidas para análises bioquímicas (TNF- e análise de proteína total...

Expressão de genes de repressão gênica em tumor primário em relação à presença ou ausência de células metastáticas ocultas na medula óssea em pacientes com câncer de mama; Expression of genes involved in transcriptional repression in the primary tumor of breast cancer patients in the presence or absence of occult metastatic cells in the bone marrow

Abreu, Ana Paula Santana de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
17.106719%
Estudos sugerem que a presença de células metastáticas ocultas em medula óssea pode ser fator prognóstico em câncer de mama. Além disso, é possível que um perfil gênico tumoral específico, caracterizado por repressão da expressão gênica, esteja associado à detecção de células tumorais na medula óssea. O silenciamento de genes é controlado pela desacetilação de histonas e metilação de DNA, esta última catalisada por enzimas DNA metil transferases. Outro alvo de metil-transferases são as histonas, e histona H3 quando sofre metilação em lisina 9, gera sítio de ligação a proteínas HP1 (Heterocromatin protein-1 ou cromobox). Membros da família HP1 (HP1Hsalfa, HP1Hsbeta e HP1HsY) participam da formação da heterocromatina e da regulação da expressão de genes. Logo, nosso objetivo foi determinar no tumor primário de mama, a expressão de HP1Hsalfa, HP1Hsbeta e HP1Hsy , que participam da repressão gênica, em relação à presença ou ausência de células metastáticas ocultas na medula óssea. Neste estudo foram incluídas 37 pacientes de forma prospectiva, atendidas no Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC) no período de junho de 2004 a julho de 2005, com diagnóstico histopatológico de carcinoma invasivo de mama...

Avaliação quantitativa de vegf a por qrt-pcr em fígados de pacientes com atresia biliar

Lima, Patrícia Ponce de Leon
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
17.106719%
A Atresia Biliar, principal causa de transplante hepático em crianças, tem causa obscura. Para avaliar a presença de uma arteriopatia como causa da doença investigamos a expressão do vascular endothelial growth factor A (VEGF A) em fígados de pacientes afetados. Amostras de fígados de pacientes com Atresia Biliar (n=21) e controles com outras causas de colestase neonatal (n=6) foram analisadas por qRT-PCR para quantificar a expressão do VEGF A. As amostras foram marcadas por imunoistoquímica com anti-CK7 e analisadas por morfometria quanto à percentagem de citoqueratina 7(PCK7), que define a extensão da proliferação biliar. Não houve diferença da expressão do VEGF A entre o grupo com Atresia Biliar e os controles (P=0,199). Não houve diferença na expressão do VEGF A em pacientes com Atresia biliar com mais ou menos 60 (P=0,881),70 (P=0,128) ou 90 dias (P=0,801) de vida no momento da Portoenterostomia. Os pacientes com PCK7 maior que 10,18% tiveram um menor valor de expressão de VEGF A quando comparados com os pacientes com um PCK7 menor que este valor (P=0,044). A variável que distinguiu os subgrupos de Atresia biliar não foi a idade por ocasião da Portoenterostomia, mas sim a extensão da proliferação biliar. A diminuição da expressão do VEGF A em fígados diminui em quadros de obstrução mecânica ao fluxo biliar e obstrução ao fluxo arterial associados. Nossos dados sugerem que na AB...

Stem cell factor estimula células da musculatura lisa da traqueia a produzir TGF-β, FGF-2 E CCL3/MIP-1α

Oliveira, Luis Cezar Farias de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 108 f. : il. + 1 CD-ROM
POR
Relevância na Pesquisa
17.874514%
Pós-graduação em Ciências Fisiológicas - FOA; O objetivo deste estudo foi avaliar o mecanismo envolvido na produção de TGF-β, FGF-2 e CCL3/MIP-1α induzida por Stem cell factor (SCF) em células da musculatura lisa de traqueia (CMLT) e as vias de transdução de sinalização ativadas. Traqueias de camundongos normais foram coletadas, fragmentadas e colocadas em garrafas contendo meio de cultura DMEM com 10% de Soro Fetal Bovino. CMLT foram estimuladas com SCF (1, 10 and 100 ng/mL) e avaliadas após 1, 6 e 24 horas. Características fenotípicas das CMLT foram analisadas por imunofluorescência para α-actina de músculo liso (α-AML), α-citoqueratina e α-proteína de ativação de fibroblastos (α-FAP). Ativação de c-kit em CMLT estimuladas por SCF foi avaliada por citometria de fluxo. A expressão de RNAm para TGF-β foi observada pela reação de polimerase em cadeia-transcriptase reversa (RT-PCR) e a produção da proteína, por ensaio de imunoabsorção enzimática (ELISA). A produção de FGF-2 foi avaliada por immunoblot e a produção de CCL3/MIP-1α por ELISA. Em outro conjunto de experimentos, CMLT foram pré-tratadas com inibidores de MAPK p42/44(PD 98059 [PD]), p38(SB 202190[SB]), e JNK (SP 600125 [SP]) por 30 minutos seguidos de estimulação com SCF (10 ng/mL) por 24 horas. Células pré-tratadas com anticorpos específicos não revelaram qualquer marcação para citoqueratina nem para α-FAP...

Detecção do lindonodo sentinela com 99m Tc-Fitato em pacientes com carcinoma invasor do colo uterino

Silva, Lucas Barbosa da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 110 f.
POR
Relevância na Pesquisa
17.106719%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia - FMB; Investigar a viabilidade da detecção do linfonodo sentinela (LNS) utilizando o mapeamento linfático radioisotópico com 99m-Técnécio–fitato em pacientes submetidas a histerectomia radical e linfadenectomia pélvica para tratamento de câncer de colo uterino. Entre julho de 2001 e fevereiro de 2003, 56 pacientes com câncer de colo uterino estádios (FIGO) I (n=52) e II (n=4) foram submetidas à detecção do linfonodo sentinela por meio da linfocintilografia pré-operatória (99mTc-fitato injetado no colo uterino às 3, 6, 9 e 12h , na dose de 55-74MBq e volume de 0,8ml) e do mapeamento linfático intra-operatório com gamma probe. A histerectomia radical foi abortada em três casos devido à infiltração parametrial constatada durante a cirurgia, sendo realizada somente a ressecção dos linfonodos sentinelas. As demais 53 pacientes foram submetidas à histerectomia radical com linfadenectomia pélvica. Os linfonodos sentinelas foram identificados utilizando-se o gamma probe e foram enviados para avaliação histopatológica durante o procedimento cirúrgico. Das 56 pacientes selecionadas...

Estudo imuno-histoquímico da co-expressão de citoqueratinas, vimentina e actina em neoplasias de glândula salivar

Carvalho, Yasmin Rodarte
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Outros Formato: 117 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
18.324751%
Human salivary gland tumors originated from intercalated ducts present a broad range of histologic and cytologic patterns, mainly due to the presence of myoepithelial cells. The aim of this study is to verify the differentiation grade of neoplastic cells and a possible relation between myoepithelial cell differentiation and the presence of luminal secretory contents. The expression of vimentin and cytokeratin (CK) intermediate filaments, actin myofilament and epithelial membrane antigen (EMA) was investigated by double labeling immunocytochemical technique, in thirty salivary gland neoplasms: 5 pleomorphic adenomas, 5 myoepitheliomas, 3 basal cell adenomas, 7 adenoid cystic carcinomas (ACC) and 10 polimorphous low grade adenocarcinomas (PLGA). Tumors with intercalated duct differentiation (pleomorphic adenomas, basal cell adenomas and ACC) express CKs 7, 8, 18 and 19 in the luminal cells and coexpress eventually CK14 with these CKs. Some luminal cells stained with anti-EMA antibody, mainly where a secretory content in the lumen was observed. Outer ductal cells and other myoepithelial-like cells express vimentin, sometimes coexpressing actin and/or CK14 with vimentin. Plasmacytoid cells in myoepitheliomas and pleomorphic adenomas express vimentin and rarely CKs 7...

Expressão de galectina-3 e citoqueratina 19 nas neoplasias epiteliais da glândula tireóidea e correlação histopatológica

Rosa,Marilene Paladino; Kanamura,Cristina T.; Carvalho,Marcos Brasilino de
Fonte: Sociedade Brasileira de Patologia Clínica; Sociedade Brasileira de Patologia; Sociedade Brasileira de Citopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Patologia Clínica; Sociedade Brasileira de Patologia; Sociedade Brasileira de Citopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
38.272314%
INTRODUÇÃO: O câncer da glândula tireóidea é caracterizado pela sua variedade clínica e patológica. O difícil diagnóstico pré-operatório das lesões foliculares induz a mais procedimentos cirúrgicos de caráter diagnóstico do que propriamente terapêutico. A proposta deste estudo foi identificar a expressão imuno-histoquímica das neoplasias epiteliais tireóideas utilizando anticorpos monoclonais para galectina-3 e citoqueratina 19 e correlacioná-la com variáveis histopatológicas. MATERIAL E MÉTODO: A expressão da galectina-3 e da citoqueratina 19 foi estudada imuno-histoquimicamente em 84 casos com diagnóstico de tecido normal (n = 10), bócio adenomatoso (n = 8), adenoma folicular (n = 12), adenoma de célula de Hürthle (n = 3), carcinoma papilífero (n = 29), carcinoma folicular (n = 8), carcinoma insular (n = 4), carcinoma de células de Hürthle (n = 4) e carcinoma indiferenciado (n = 6), selecionados a partir de pacientes operados no Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital Heliópolis (HOSPHEL), no período de 1984 a 1995. RESULTADOS: A expressão da galectina-3 foi observada em bócio adenomatoso (12,5%), adenoma folicular (16,7%), carcinoma papilífero (96,6%), carcinoma folicular (12,5%)...

Análise imuno-histoquímica das citoqueratinas em ameloblastoma e tumor odontogênico adenomatóide

Lopes,Fernanda Ferreira; Cruz,Maria Carmen Fontoura Nogueira de; Pereira,Antonio Luiz do Amaral; Silveira,Éricka Janine Dantas da; Galvão,Hébel Cavalcanti; Souza,Lélia Batista de; Freitas,Roseana de Almeida
Fonte: Sociedade Brasileira de Patologia Clínica; Sociedade Brasileira de Patologia; Sociedade Brasileira de Citopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Patologia Clínica; Sociedade Brasileira de Patologia; Sociedade Brasileira de Citopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
26.96124%
OBJETIVO: O presente trabalho teve por objetivo traçar o perfil das citoqueratinas (CKs) 7, 8, 10, 13, 14, 18 e 19 em ameloblastomas e tumor odontogênico adenomatóide (TOA) visando contribuir para o entendimento da histogênese desses tumores e somar com os resultados já relatados na literatura. MATERIAL E MÉTODO: do arquivo do Laboratório de Anatomia Patológica do Departamento de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) foi selecionada uma amostra com dez casos de ameloblastomas e oito de TOA para o estudo imuno-histoquímico, utilizando-se anticorpos anti-CKs pelo método da estreptoavidina-biotina. RESULTADOS: Observou-se que nos ameloblastomas a CK 14 esteve presente em todos os casos, enquanto a CK 19 foi observada nas células periféricas (oito casos) e nas centrais (cinco casos). Para os TOA, observou-se imunopositividade para a CK 14 em todos os casos, enquanto a CK 19 esteve marcada predominantemente nas células ductais (seis casos). CONCLUSÃO: As citoqueratinas são expressas de forma variada nos ameloblastomas e nos TOA, os quais preservam CK típicas do germe dental em estágios avançados do desenvolvimento, confirmando sua origem exclusiva a partir do epitélio odontogênico e não se evidenciando CK características do epitélio escamoso.

Avaliação imunohistoquímica com marcador de citoqueratina de alto peso molecular (34BE12) na caracterização de benignidade em lesões da próstata

Gurgel da Trindade Meira Henriques, Luciana; do Carmo Carvalho de Abreu-e-Lima, Maria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.905437%
Os carcinomas da próstata são as neoplasias malignas de maior prevalância no sexo masculino. Na última década os progressos na tecnologia de imagem, através da punção-biópsia sob controle ultra-sonográfico e a utilização dos exames bioquímicos para detecção do antígeno prostático específico, tornaram possível o diagnóstico de lesões iniciais, muitas em pacientes mais jovens. Como conseqüência, para o patologista vieram as dificuldades de interpretação de lesões muito pequenas ou histologicamente mal definidas, como a diferenciação entre hiperplasia adenomatosa atípica e adenocarcinoma bem diferenciado. Termos como proliferação de pequenas glândulas de significado incerto passaram a ser utilizados para as lesões duvidosas, requerendo progredir na investigação. A literatura tem demonstrado que a imunomarcação pelo anticorpo monoclonal anti-citoqueratina de alto peso molecular (34βE12) é útil na confirmação de benignidade pela demonstração da camada de células basais. Em nosso meio esse marcador tem sido pouco utilizado. O estudo em tela visa analisar os primeiros resultados do método no Departamento de Patologia do Hospital de Câncer de Pernambuco. A partir dos arquivos deste serviço...

Implicações clínicas de um anticorpo recombinante (Fab) construído e selecionado por Phage display e avaliação do papel das citoqueratinas no câncer de mama

Araújo, Thaise Gonçalves de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
27.106719%
Atualmente não existem biomarcadores capazes de predizer o resultado ou evitar tratamentos desnecessários no câncer de mama (BC), e os marcadores de diagnóstico apresentam um comportamento variável, o que sugere uma maior complexidade e heterogeneidade dos subtipos de BC existentes. Nós caracterizamos como alvo biológico um novo anticorpo Fab em tecidos BC e avaliamos sua relevância clínica para o diagnóstico, prognóstico e estadiamento da doença. Uma biblioteca combinatória de anticorpos Fab foi construída utilizando uma mistura dos transcritos de 20 pacientes com carcinoma ductal invasivo. A seleção por phage display contra tecidos BC de todos os estadiamentos da mama identificou o anticorpo FabC-4, que foi intensamente investigado por imunohistoquímica (IHC) em um tissue microarray gerado de uma coorte com 232 pacientes BC. O ligante de FabC-4 foi determinado por espectrometria de massas. O FabC-4 foi selecionado baseado na sua elevada reatividade em todos os estádios de BC e seu poder de diferenciar de doenças benignas e controles saudáveis, com sensibilidade e especificidade significativa (70% e 62%, respectivamente). A sua expressão mais elevada em tecidos foi associada com BCs agressivos; por exemplo, menor idade...

Frecuencia de carcinoma de seno basal like en pacientes con carcinoma ductal infiltrante de fenotipo triple negativo con expresión de factor de crecimiento epidérmico y citoqueratina 5/6 en el Hospital Militar Central; Frequency of basal like breast carcinoma in patients with triple negative invasive ductal carcinoma with expression of epidermal growth factor and cytokeratin 5/6 in Hospital Military Central

Astorquiza Chavez, María Helena; Giraldo Hernández, Carolina; Buchely Ibarra, Natalia; Ibata, Linda
Fonte: Universidad Militar Nueva Granada; Facultad de Medicina; Patología Publicador: Universidad Militar Nueva Granada; Facultad de Medicina; Patología
Tipo: bachelorThesis; Trabajo de grado Formato: pdf; pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
28.32475%
Objetivo General: Establecer la frecuencia de Carcinoma de Seno Basal Like en pacientes femeninas con Carcinoma Ductal Infiltrante de fenotipo triple negativo del 2008 al 2012, con la expresión de Factor de Crecimiento Epidérmico y Citoqueratina 5/6 en el Hospital Militar Central. Metodología: Estudio descriptivo de corte transversal. Del total de pacientes diagnosticadas con Carcinoma Ductal infiltrante en el Hospital militar central del 2008 al 2012, se seleccionaron las pacientes que presentaban fenotipo triple negativo (Receptores de Estrógenos, Receptores de y Herb 2 negativos). Posteriormente, estos casos fueron revisados para determinar el bloque representativo de tumor y se realizaron nuevos marcadores de inmunohistoquímica Factor de Crecimiento Epidérmico y Citoqueratina 5/6 en el laboratorio de patología del Hospital Militar Central, con personal entrenado y equipos específicos para dicha actividad. Resultados: De 117 pacientes con diagnóstico de Carcinoma Ductal Infiltrante, 25 casos correspondientes al 21.4% fueron triple negativos, de estos 18 casos cumplieron con todos los criterios de inclusión para el presente trabajo. A estos 18 casos se les realizó un nuevo panel de inmunohistoquímica con Citoqueratina 5/6 y Factor de Crecimiento Epidérmico. Diez de los 18 casos correspondientes al 55.5% de los casos incluidos...