Página 1 dos resultados de 516 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

Caracterização vibracional e térmica de blendas de LDPE e m-LLDPE; Thermal and vibrational characterization of blends: Blends of low density polyethylene (LDPE) and linear low density polyethylene synthesized with the metallocene catalyst (m-LLDPE)

Santos, Rita de Cássia dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.73887%
As blendas de polietileno de baixa densidade (LDPE) com o polietileno linear de baixa densidade (LLDPE) são utilizadas comercialmente com o objetivo de melhorar as propriedades finais dos produtos e o seu processamento, minimizar custos de produção tendo, como seu principal segmento, filmes para embalagens. O LLDPE utilizado neste trabalho foi sintetizado a partir do catalisador de metaloceno (m-LLDPE) que foi projetado para oferecer melhores propriedades mecânicas em relação ao LLDPE sintetizado por catalisador Ziegler-Natta. O m-LLDPE quando comparado ao LLDPE (Ziegler-Natta) apresenta resistência ao impacto do dardo quatro vezes maior e resistência ao rasgo de duas a quatro vezes maior, menor temperatura de selagem e melhor processabilidade. O LDPE tem boa processabilidade, oferece grande estabilidade ao balão durante o processo de extrusão por sopro e apresenta boas propriedades ópticas. Este trabalho reúne a caracterização térmica, vibracional e ensaios físico-químicos e mecânicos, do LDPE, m-LLDPE e as blendas de LDPE/m-LLDPE na proporção em massa de 75/25, 50/50 e 25/75. Na caracterização térmica foram utilizadas as técnicas: termogravimetria (TG), calorimetria exploratória diferencial (DSC) e análise térmica dinâmico-mecânica (DTMA). Na caracterização vibracional utilizou-se a espectroscopia fotoacústica no infravermelho (PAS-IR) e espectroscopia Raman. Foi utilizada a técnica de difração de raios-X (WAXD) para complementação dos resultados. Nos ensaios físico-químicos e mecânicos foram avaliadas as propriedades ópticas...

Blendas condutoras a base de água para proteção à corrosão; Water-based conducting blends for corrosion protection

Melo, Luciana de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.680283%
A obtenção de blendas condutoras a base de água, ainda é pouco explorada e apresenta uma interessante alternativa ao uso de compostos poluentes como os cromatos na proteção à corrosão metálica. Os polímeros condutores apresentam propriedades anti-corrosivas e podem ser processados em meio aquoso, eliminando o uso de solventes orgânicos altamente tóxicos e agressivos para o meio ambiente. O presente trabalho consiste no estudo da proteção da corrosão metálica por revestimento de filmes de blendas contendo Poli(anilina) (PANI). As blendas foram obtidas à partir da mistura de uma suspensão aquosa de PANI com uma dispersão aquosa de Poli(metil metacrilato). O uso de técnicas como potencial zeta, espalhamento de luz dinâmico, análise térmica e microscopia eletrônica de varredura permitiram a caracterização da mistura homogênea obtida. Medidas através do método da sonda de quatro pontas mostraram que as blendas apresentam condutividade mesmo com baixas quantidades de PANI e a técnica de espectroscopia Raman mostrou a presença da forma condutora deste polímero nos filmes das blendas. Técnicas como microscopia óptica, potencial a circuito aberto, voltametria linear e espectroscopia de impedância eletroquímica permitiram avaliar a proteção à corrosão de eletrodos metálicos de ferro...

Desenvolvimento e caracterização de blendas de polímeros biodegradáveis e polipirrol; Synthesis and characterization of polymer blends of biodegradable polymers and polypyrrole.

Silva, Emerson Alves da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.712192%
Neste trabalho, desenvolvemos blendas de polímeros biodegradáveis e polímeros condutores com objetivo de avaliar o potencial destes materiais para uso em aplicações biomédicas. O polímero condutor polipirrol (PPY) e os polímeros biodegradáveis poli(-caprolactona) (PCL) e poli(3-hidróxido de butirato) (P3HB) foram escolhidos devido à comprovada biocompatibilidade apresentada por cada um destes três polímeros. O PPY foi sintetizado via polimerização em emulsão, utilizando-se o dodecil sulfato de sódio (SDS) como surfactante e o FeCl3 como oxidante e dopante. A morfologia do polímero obtido foi estudada por microscopia eletrônica de varredura e por microscopia eletrônica de transmissão. O PPY se apresentou como agregado de partículas aproximadamente esféricas, com dimensões da ordem de 80 a 200nm. Verificamos que ocorre uma redução significativa do tamanho das partículas formadas, proporcionalmente ao aumento da concentração de SDS. Os ensaios de microanálise por energia dispersiva (EDS) e de espectroscopia de absorção no infravermelho (FTIR) demonstraram a incorporação de SDS ao PPY, o SDS atuando como contra-íon deste polímero. Isto está de acordo com os resultados de condutividade elétrica obtidos para o polímero sintetizado sem o SDS (1.9S/cm) e com 100mM de SDS (23.3S/cm). A seguir...

Desenvolvimento de blendas de zeína e amido de milho; Development of polymer blends of zein and cornstarch

Corradini, Elisângela
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/01/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.761504%
O objetivo deste trabalho foi a produção de blendas a partir de zeína e amido de milho, procurando unir de forma otimizada as propriedades dos polímeros e suas características de processabilidade e o entendimento da correlação estrutura-propriedades destas blendas. Misturas de amidolzeína foram preparadas nas proporções de 0/100, 10190, 20180, 30170, 50150, 80120 e 10010 massa/massa%, utilizando glicerol como plastificante nas proporções de 22, 30 e 40% em relação a massa total dos polímeros. As formulações foram processadas em um misturador interno, tipo Haake, conectado ao reômetro de torque a 160°C. As misturas obtidas foram moldadas por compressão a 160°C. As propriedades das blendas foram aliadas por ensaios de absorção de umidade, difração de raios X, ensaios mecânicos (tração), calorimetria exploratória diferencial (DSC), termogravimetria (TG), análise termo dinâmica-mecânica, microscopia eletrônica de varredura (MEV) e microscopia ótica. As blendas com 22% de glicerol foram avaliadas também quanto a biodegradabilidade, utilizando a técnica de biodegradação aeróbia. A adição da zeína facilitou o pmcessamento das misturas, conforme o observado durante o processamento no reômetro de torque. A presença da zeína não afeta a cristalinidade do amido nas blendas e não ocorre a formação de novas estruturas cristalinas devido a mistura. As blendas amidolzeína apresentaram menor estabilidade térmica que o amido termoplástico e zeína plastificada separadamente e a estabilidade térmica das blendas diminuiu com o aumento do teor de glicerol. As propriedades mecânicas das blendas foram dependentes do teor de zeína e de glicerol. A adição de zeína na lenda provocou aumento no módulo de elasticidade e na resistência a tração e diminuição da deformação ...

Estudo do comportamento mecânico e biocompatibilidade de blendas PLA/PCL compatibilizadas e não-compatibilizadas; Study of the mechanical properties and biocompatibility of compatibilized or not compatibilized PLA/PCL blends

Finotti, Pablo Felipe Marins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/01/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.680283%
O Poli (ácido lático), PLA, e a Policaprolactona, PCL, são dois poliésteres termoplásticos alifáticos, conhecidos por suas capacidades de biodegradabilidade e bioreabsoção e, nos últimos anos, têm sido amplamente estudados como alternativas aos metais em bioimplantes. Por terem características mecânicas distintas, muitas vezes estes materiais são utilizados em blendas poliméricas, visando obter uma combinação construtiva entre tais propriedades; o PLA é mais rígido, tem maior resistência à tração, contudo é frágil; o PCL tem menor rigidez, contudo apresenta maior tenacidade, além de ser extremamente dúctil. A combinação destas propriedades em uma blenda torna a dupla PLA/PCL especialmente atraente à utilização em stents coronarianos, no qual o uso do PLA como único componente do stent pode causar complicações ao paciente, devido à necessidade de aquecimento do material acima de sua temperatura de transição vítrea (ao redor dos 60°C) para que ele possa ser inflado sem risco de uma catastrófica falha. Entretanto, tal aquecimento pode causar necrose dos tecidos coronarianos. Assim sendo, a inclusão do PCL na blenda tem como principal objetivo diminuir a temperatura de transição vítrea do conjunto do PLA. Este estudo teve como principal foco a análise de como o acréscimo de PCL e de dois diferentes tipos de compatibilizantes impactou no comportamento térmico e mecânico das blendas. Para tal...

Blendas de polietileno de ultra alto peso molar (PEUAPM) com polietileno linear de média densidade (PELMD) para rotomoldagem

Islabão, Genizia Islabão de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.712192%
Neste trabalho foi feito um estudo das propriedades reológicas, mecânicas e térmicas de blendas poliméricas contendo 1 e 10% em massa de polietileno de ultra alto peso molar (PEUAPM) e polietileno linear de média densidade (PELMD). As blendas foram obtidas por mistura em extrusora de rosca simples e em extrusora de rosca dupla, para fins de comparação. Na extrusão em rosca dupla foi acrescentado um terceiro componente - óleo mineral, cera ou polietileno de muito baixo peso Molar (PEMBPM) - a fim de promover uma melhor interação entre o PELMD e PEUAPM. As amostras obtidas por moldagem por injeção, rotomoldagem e moldagem por compressão foram submetidas a testes reológicos, térmicos e mecânicos. Foi analisada a influência do tipo de processamento e da composição das blendas sobre morfologia e as propriedades finais destas. A reometria rotacional indicou um gradual aumento da viscosidade das blendas com o aumento da quantidade de PEUAPM adicionado. Análises de microscopia eletrônica de varredura (MEV), microscopia ótica e calorimetria diferencial de varredura (DSC) indicaram uma separação de fases nas blendas, mesmo quando o terceiro componente foi adicionado. Entretanto, as blendas que contém agente de acoplamento apresentaram diferenças na morfologia final...

Estudo da compatibilização das blendas PP/PA6 e PA6/EPR

Fiegenbaum, Fernanda
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.712192%
Neste trabalho foi feita uma avaliação da compatibilização das blendas de Polipropileno (PP)/Poliamida-6 (PA6) e das blendas Poliamida-6/Borracha Etileno- Propileno (EPR). No primeiro sistema, foi utilizando como agente compatibilizante o PP funcionalizado Polybond 3002 e no segundo sistema, foi utilizando o EPR funcionalizado como agente compatibilizante. As blendas binárias PP/PA6 foram preparadas nas proporções 70/30 e as misturas ternárias PP/PP-MA/PA6 nas proporções 65/5/30, ambas foram processadas em Extrusora Haake Rheomex PTW e Extrusora Haake Rheomex CTW100p. A blenda binária PA6/EPR foi preparada na proporção 70/30 e a blenda ternária PA6/EPR-MA/EPR na proporção 70/25 e processadas em Reômetro de torque Haake Polylab com módulo misturador interno fechado. O gente compatibilizante EPR-MA foi funcionalizado em Extrusora Haake Rheomex PTW utilizando concentração de anidrido maleico (MA) de 1% e de 0,1% do iniciador Luperox. As blendas obtidas foram caracterizadas por Calorimetria Diferencial de Varredura (DSC), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), análises Termodinâmico Mecânica (DMTA), análises reológicas além de análise mecânica. Alguns resultados passaram por uma análise estatística através do teste t para uma melhor confiabilidade nos resultados apresentados no trabalho. Os resultados mostraram que a adição do agente compatibilizante PP-MA e EPRMA provoca uma alteração na morfologia das blendas...

Caracterização e propriedades de blendas de reator de polipropileno, borracha etileno propileno e polietileno (PP/EPR/PE)

Ferreira, Márcia Pires Fortes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.73887%
Neste trabalho foram caracterizadas cinco blendas de reator de diferentes composições de PP/EPR/PE de diferentes composições, obtidas através de sistema catalítico Ziegler-Natta, as quais foram fornecidas pela Braskem S.A. A composição das blendas foi determinada e estudada correlacionando-as com as concentrações de eteno e propeno utilizadas no processo de polimerização. Para determinação da composição das blendas foram utilizadas as técnicas de fracionamento em xileno e fracionamento por eluição com gradiente de temperatura (P-TREF) aliadas às técnicas de viscosidade intrínseca, FT-IR e DSC. Cada amostra foi fracionada de acordo com sua composição química, e as frações caracterizadas individualmente. Através da técnica de P-TREF e fracionamento em xileno foi possível quantificar e caracterizar cada componente da blenda. Os resultados da caracterização mostraram que as blendas de reator estudadas são compostas de homopolímero de polipropileno, borracha etileno-propileno e copolímero de etileno-propeno. O estudo realizado por DSC mostrou a provável influência da borracha no comportamento térmico do PP. Além disso, foi observado que com o aumento no teor de borracha a velocidade de crescimento linear dos esferulitos de PP diminui. As propriedades das blendas foram avaliadas por DMA...

Estudo fotofisico em blendas parcialmente misciveis de poli(metacrilato de alquila-co-estireno)/poliestireno

Marcelo Luiz de Andrade
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.712192%
Neste trabalho foi feito um estudo da morfologia em blendas parcialmente miscíveis de poli(metacrilato de alquila-co-estireno)/poliestireno [XMAS/PS; X = M(metila), E(etila) e nB(n-butila)] e poli(acrilato de 2-etil-hexila-co-estireno)/poliestireno (EHAS/PS) a nível microscópico (escala micrométrica), através das técnicas de calorimetria diferencial de varredura (DSC), análise dinâmico-mecânica (DMA) e microscopia óptica de epifluorescência (EFM), e a nível nanoscópico (escala nanométrica) através da espectroscopia eletrônica de fluorescência (FES) no estado estacionário e resolvida no tempo. A análise do processo de transferência de energia não radiativa (NRET) foi utilizada para monitorar o nível de interpenetração intercadeias em alta resolução espacial. Os copolímeros MMAS, EMAS, nBMAS (teor composicional aprox. em % mol: 785 de unidades de metacrilato; 22% de unidades de estireno) e EHAS (teor composicional aprox. em % mol: 93% de unidades de acrilato; 7% de unidades de estireno) marcados com resíduos de unidades 9-vinil-antraceno ( 0,1%) como um comonômero fluorescente (fluoróforos), foram sintetizados por polimerização em emulsão via mecanismo radicalar, e foram caracterizados por FTIR, HNMR...

Blendas de poli(metacrilato de metila) (PMMA) e polietileno linear de baixa densidade (PELBD)

Lucila Cinthia Cabral
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.73887%
O objetivo desse trabalho foi o preparo de blendas de poli(metacrilato de metila), PMMA, e polietileno linear de baixa densidade, PELBD, com diferentes microestruturas, e a determinação de suas propriedades mecânicas ou morfológicas em função da composição e condições de processamento, bem como o estudo comparativo de diferentes rotas de compatibilização. As blendas PMMA/PELBD foram preparadas tanto em misturador contínuo quanto em descontínuo, variando-se a composição (10 e 20 % de polietileno) e a taxa de cisalhamento. A compatibilização das blendas foi realizada de duas formas: compatibilização in-situ e adição do compatibilizante, o copolímero de enxertia PMMA-PEAD, preparado no misturador descontínuo. Todas as blendas foram caracterizadas morfologicamente após o processamento em misturador contínuo ou descontínuo e após a injeção de corpos de prova. As propriedades mecânicas foram determinadas a partir de ensaios mecânicos de tração, flexão e impacto. As blendas obtidas em misturador descontínuo apresentaram morfologia de domínios esféricos de PELBD dispersos na matriz de PMMA, cujos tamanhos variaram para os diferentes polietilenos. O pós-processamento destas blendas resultou em domínios de tamanhos similares para os diferentes PELBD...

Blendas de policarbonato e polietileno linear de baixa densidade : processamento e compatibilização; Blends of polycarbonate and linear low density polyethylene, processing and compatibilization

Silvia Carla Haither Goes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.712192%
Neste trabalho foram preparadas blendas de Policarbonato e Polietileno Linear de Baixa Densidade, PC/PELBD, e a influência dos seguintes fatores sobre as propriedades mecânicas e a morfologia foram avaliadas: i) Composição da blenda: 10 e 20% de PELBD (em massa), ii) Natureza do PELBD: metalocênico (PEM), Ziegler-Natta (PEZN) ou uma mistura de ambos (PEZN/M), iii) Natureza da compatibilização - física: utilizando o copolímero (etileno-propileno-dieno), EPDM, modificado com poli(estireno-co-acrilonitrila), SAN, EPDM-SAN - ou química: utilizando o polietileno de alta densidade modificado com anidrido maleico, PEAD-AM, nas proporções 2,5 e 5,0% em massa, iv) tipo de equipamento para obtenção das blendas - misturador contínuo ou descontínuo e v) condições de processamento: temperatura e taxa de cisalhamento. As blendas de policarbonato e polietilenos lineares de baixa densidade são imiscíveis e incompatíveis, apresentando morfologia de partículas de polietileno dispersas na matriz de policarbonato. A forma e tamanho das partículas são influenciadas pela composição e forma de processamento das blendas. As propriedades mecânicas das blendas são inferiores ao do policarbonato e a morfologia não é estável frente ao pós-processamento...

Blendas ternarias PPO/AES/PS : estudo da miscibilidade, compatibilidade e estabilidade fotooxidativa; Ternary blends of PPO/AES/PS : study of the miscibility, compatibility and photooxidative stability

Renato Turchet
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.79784%
O objetivo deste trabalho foi preparar e avaliar o comportamento de blendas ternárias PPO/AES/PS com relação aos aspectos de miscibilidade, compatibilidade, propriedades mecânicas e estabilidade fotoquímica, bem como comparar estas propriedades com as das blendas PPO/HIPS. Neste trabalho as blendas ternárias PPO/AES/PS foram elaboradas a partir da mistura mecânica no estado fundido de PS, poliestireno, PPO, poli(2,6-dimetil-1,4-óxido de fenileno) e AES, um elastômero termoplástico obtido pela enxertia de SAN, poli(estireno-co-acrilonitrila) no EPDM, poli(etileno-co-propileno-co-5-etilideno-2-norboneno). Foram preparadas três séries de blendas ternárias, contendo respectivamente 40, 50 e 60 % de PPO. Em cada série variou-se a fração mássica do AES de 10, 15, 20 e 30 %. Para fins de estudos comparativos, também foram preparadas as blendas binárias PPO/AES, PPO/PS e AES/PS na composição 50/50 e as blendas binárias de PPO e poliestireno de alto impacto, HIPS, contendo o mesmo teor de PPO que as blendas ternárias. A análise dinâmico-mecânica das blendas ternárias revelou um comportamento de fases complexo, sendo possível verificar a existência de uma fase elastomérica de EPDM dispersa em uma matriz constituída por várias fases...

Desenvolvimento e caracterização em blendas formadas por copolimero de etileno-propileno e PAni dopada; Development and characterization in blends of PP/PEcopolymer and doped PAni

Nelson Rodrigo Costa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.712192%
A proposta deste trabalho é desenvolver um material de fácil processamento de é boa condutividade elétrica. O método de preparação escolhido foi o de solução dos polímeros escolhidos, PAni dopada com ADBS e do copolímero de etileno/propileno, num solvente comum (Xileno) com a subseqüente evaporação total do solvente. Caracterizou-se os efeitos da PAni/ADBS (10%, 20%, 40% e 50%), do EPR e do anidrido maléico (MAH) juntamente com o peróxido como compatibilizantes. A análise termogravimétrica mostra que as blendas desenvolvidas apresentam três fases de perda de massa, sendo a segunda a principal. O ADBS degrada no segundo estágio e por conseqüência desdopa a PAni. Além disto, revela que as blendas com 50% de PAni apresentam uma temperatura de degradação ao redor de 335 ºC, a qual é superior ao polímero puro (295ºC). Isto leva à suposição de uma parcial compatibilização do EPR com a PAni/ADBS. A hipótese volta a ser sustentada pela análise de DSC, onde a Tg é influência pela concentração de EPR. As blendas apresentam mais de uma Tg, apontando para a imiscibilidade, mas a Tg da fase rica em PAni/ADBS da blenda com 20% de PAni/ADBS é de 65ºC, enquanto que na blenda com 50% é de 54ºC, o que levanta a suposição de uma miscibilidade parcial. O MAH e o peróxido não influenciaram nos resultados das análises térmicas. Ao passo que...

Blendas com poli(3-hidroxibutirato) (PHB) e copolimeros aleatorios : comportamento de fases e cinetica de cristalização; Blends of poly(3-hydroxybutyrate) and random copolymers : phase behavior and crystallization kinetics

Eduardo dos Santos Tada
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.780952%
Blendas do polímero biodegradável poli(hidroxibutirato) foram preparadas com os seguintes copolímeros aleatórios: poli(estireno-co-acrilonitrila)-SAN; poli(estireno-co-metacrilato de 2-hidróxietila)-S-Hema; poli(metacrilato de metila-co-vinil fenol-P(MMA-co-VPh). Os copolímeros SAN foram sintetizados via copolimerização em massa, enquanto os copolímeros S-Hema foram sintetizados pela copolimerização em solução utilizando DMF como solvente. Os copolímeros foram caracterizados por ressonância magnética nuclear (RMN) de H e C, cromatografia de permeação em gel (GPC), calorimetria exploratória diferencial (DSC) e análise dinâmico-mecânica (DMA). As blendas foram preparadas dissolvendo-se os polímeros em um bom solvente e adicionando-se à solução resultante um mau solvente para a coagulação dessas blendas. As análises das blendas por DSC, DMA e microscopia eletrônica de varredura (SEM) mostraram que todas elas são imiscíveis. A cinética de cristalização do PHB em blendas P(MMA-co-VPh)/PHB e SAN/PHB foi estudada por DSC. Esses estudos mostraram que a presença do copolímero P(MMA-co-VPh) causa a diminuição da taxa de cristalização do PHB e aumenta a energia de ativação do processo de cristalização do PHB. Para as blendas PHB/SAN...

Blendas de poli(metacrilato de metila) e do elastômero saturado poli(acrilonitrila-g-(etileno-co-propileno-co-dieno-g-estireno) obitdas por polimerização in situ; Blends of poly(methyl methacrylate) and the saturated elastomer poly(acrylonitrile-g-(ethylene-co-propylene-co-diene)-g-styrene) prepared by in situ polymerization

Fabiana Pires de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.761504%
Neste trabalho foram preparadas e caracterizadas blendas de poli(metacrilato de metila), PMMA e poli[acrilonitrila-g-(etileno-co-propileno-co-dieno)-g-estireno], AES. O AES é um polímero amorfo e um material complexo, composto de uma mistura de poli(etileno-co-propileno-co-2-etilideno-5-norboneno) (EPDM), poli(estireno-coacrilonitrila) (SAN), e copolímero de enxertia EPDM-g-SAN. As blendas PMMA-AES foram obtidas por polimerização in situ, tendo-se como variáveis o solvente, agitação e atmosfera inerte, a fim de avaliar a influência destas sobre as propriedades estruturais e morfológicas das blendas. As blendas foram caracterizadas por espectroscopia infravermelho (IV), ressonância magnética nuclear de C (RMN de C), microscopia eletrônica de varredura (SEM), microscopia eletrônica de transmissão (TEM), análise dinâmico-mecânica (DMA) e resistência ao impacto. Os resultados mostraram que as blendas são imiscíveis apresentando uma morfologia complexa de domínios elastoméricos dispersos em uma matriz vítrea, dependente das condições de polimerização. Em algumas blendas, uma fração de PMMA encontra-se incluso na fase elastómerica, sugerindo uma morfologia tipo core shell ou tipo salame. Porém, essa morfologia complexa é afetada após o processo de injeção...

Blendas de poli(metracrilato de metila) e do elastômero ASA obtidas por polimerização in situ; Blends of poly(methyl methacrylate) and ASA of the elastomer obtained by in situ polymerization

Daniel Rotella Cocco
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.761504%
Neste trabalho foram preparadas e caracterizadas blendas de poli(metacrilato de metila), PMMA, e poli[acrilonitrila-co-acrilato de butila], ASA. O ASA é um polímero amorfo e constituído de uma mistura de poli(acrilato de butila) (PBA) e poli(estireno-co-acrilonitrila) (SAN). As blendas PMMA-ASA foram obtidas por polimerização in situ, tendo sido estudada a influência do agente de transferência de cadeia, da agitação e da atmosfera inerte sobre as propriedades estruturais e morfológicas das blendas. As blendas foram caracterizadas por cromatografia de permeação em gel (GPC), espectroscopia infravermelho (IV), análise termogravimétrica (TGA), ressonância magnética nuclear de C (RMN de C), análise dinâmico-mecânica (DMA), microscopia eletrônica de varredura (SEM), microscopia eletrônica de transmissão (TEM), e resistência ao impacto e tração. Os resultados mostraram que as blendas são imiscíveis apresentando uma morfologia complexa de domínios elastoméricos dispersos em uma matriz vítrea, dependente das condições de polimerização. Em algumas blendas, uma fração de PMMA encontra-se possivelmente inclusa na fase elastómerica, sugerindo uma morfologia tipo core shell ou tipo salame. Porém, essa morfologia complexa é afetada após o processo de injeção para algumas blendas...

Reometria de torque, propriedades mecânicas e morfologia de blendas compatibilizadas de PA6/PEAD

Agrawal,Pankaj; Araújo,Edcleide M.; Mélo,Tomás J. A.
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.712192%
Neste trabalho investigamos o efeito de diferentes compatibilizantes na reometria de torque, propriedades mecânicas e morfologia das blendas de PA6/PEAD. As blendas foram preparadas em uma extrusora dupla-rosca contra-rotativa com filetes totalmente interpenetrantes, a 240 °C em todas as zonas e velocidade de 50 rpm. A composição das blendas foi de 80/20 (% em peso) para as blendas binárias de PA6/PEAD e de 80/10/10 (% em peso) para as blendas ternárias de PA6/Compatibilizante/PEAD. Os resultados mostraram que houve um aumento no torque das blendas de PA6/PEAD com a adição dos compatibilizantes. O compatibilizante PEgAA foi o que apresentou maior reatividade com a PA6. Entretanto, foi observada uma redução no torque devido à degradação. Os resultados de propriedades mecânicas mostraram que houve aumento considerável na resistência ao impacto das blendas de PA6/PEAD quando os compatibilizantes foram adicionados. Estes resultados foram corroborados pelos dados de deformação na ruptura sob tração. Os resultados de MEV mostraram que a adição dos compatibilizantes às blendas de PA6/PEAD reduziu significativamente o tamanho médio das partículas de PEAD, e melhorou a adesão entre as fases desses polímeros, resultando principalmente...

Blendas de PDMS-PMMA : preparação e compatibilização com organosilano

Santos Carvalho dos Anjos, Débora; Galembeck, André (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.73887%
O principal objetivo deste trabalho foi a preparação de blendas de PDMS-PMMA, poli(dimetilsiloxano)-poli(metilmetacrilato), apropriadas para serem utilizadas como próteses externas. Inicialmente, utilizamos a metodologia atualmente empregada no Setor de Próteses Buco-Maxilo-Faciais no Hospital do Câncer de Pernambuco (HCP) na qual é baseada em materiais de PMMA. Os pré-polímeros foram caracterizados por espectroscopia de infravermelho (IV) e ressonância magnética nuclear (RMN), cromatografia de permeação em gel (CPG) e medidas de viscosidades. Além disso, as reações de polimerização foram investigadas e as amostras resultantes foram também estudadas por análise térmica (termogravimetria e calorimetria exploratória diferencial) e microscopia eletrônica de varredura (MEV). Os pré-polímeros de silicone são cadeias de poli(dimetilsiloxano) lineares com grupos vinílicos e -Si-H terminais, os quais podem ser reticulados quando os pré-polímeros são misturados. A resina acrílica é formada pela adição de monômeros de MMA as esferas de PMMA nas quais o pigmento e o iniciador (PBO) foram adicionados. Os resultados de RMN mostraram que 49,5% do PMMA é isotático, com uma temperatura próxima a 83...

Obtenção e caracterização físico-química de blendas poliméricas, baseadas em POE e PMMA, dopadas com dióxido de titânio

Lima, Elias Januário de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.712192%
The study of polymer blends has been an alternative method in the search field of new materials for obtaining materials with improved properties. In this work blends of poly(methyl methacrylate) (PMMA) and poly(ethylene oxide) (PEO) doped with titanium dioxide (TiO2) were studied. The PEO is a polymer semicrystalline structure varying between, 70 and 84% crystallinity, while the PMMA exhibits behavior amorphous in their structure. The use of TiO2 is related to corrosion-resistant of titanium as well as good heat transfer and other characteristics. The study of these polymer blends doped TiO2 gives the properties junction organic (polymer) and inorganic (oxide) which leads to modification of the properties of the resultant material. The blends were doped TiO2 (POE/PMMA/TiO2) in different proportions of the PMMA with the PEO and TiO2 fixed. The ratios were: 90/10/0,1; 85/15/0, 1; 80/20/0,1, 75/25/0,1 and 70/30/0,1. The resulting material was obtained in powder form and being characterized by Fourier Transformed Infrared (FTIR) Spectroscopy, Scanning Electron Microscopy (SEM), X-Ray Diffraction (XRD), Thermogravimetric Analysis (TGA) and Electrochemical Impedance Spectroscopy (EIS). The infrared spectra (IR) for the blends in different ratios showed a band at 1744 cm-1...

Estudo das propriedades físico-químicas de filmes de amido e blendas amido/látex: propriedades térmicas e de transporte de vapor de água

Heliodoro, Vanessa Freitas Mateus
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.780952%
Neste trabalho filmes de amido e blendas de amido/látex foram produzidas e caracterizadas através de propriedades físico-químicas e da avaliação da Permeação ao vapor de água. As técnicas de caracterização empregadas foram a Espectroscopia na região do Infravermelho (FTIR), Difração de Raios – X (DRX), Calorimetria Exploratória Diferencial (DSC) e Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). Os espectros na região do infravermelho das blendas apresentaram mudanças no perfil e deslocamentos das bandas de absorção próximas a 3500 cm-1, quando comparados as filmes de amido. Estas mudanças estão relacionadas a alterações no padrão das ligações de hidrogênio com a adição do látex e do glicerol nas blendas com plastificante devido ao processo de mistura. Estas alterações são mais significativas para as blendas amido/Látex 50/50 (m/m) (A50/L50) e amido/Látex/glicerol 50/48/2 (m/m) (A50/L50/G2). Os resultados dos ensaios de permeação ao vapor de água mostraram uma redução da permeação através das blendas sendo que este valor foi reduzido em cerca de 50% na blenda A50/L50, aspecto esperado uma vez que as blendas são mais hidrofóbicas com a inserção da borracha natural. A aplicação do modelo de previsão dos valores de permeabilidade de blendas imiscíveis em paralelo foi o mais adequado ao sistema...