Página 1 dos resultados de 3365 itens digitais encontrados em 0.007 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Escola de Minas

Electrochemical behavior of two austenitic stainless steel biomaterials; Comportamento eletroquímico de dois aços inoxidáveis austeníticos utilizados como biomateriais

GIORDANO, Enrico J.; ALONSO-FALLEIROS, Neusa; FERREIRA, Itamar; BALANCIN, Oscar
Fonte: Escola de Minas Publicador: Escola de Minas
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.74%
O presente trabalho avaliou a resistência à corrosão localizada de dois aços inoxidáveis austeníticos utilizados na fabricação de implantes ortopédicos: o aço ASTM F138, material metálico atualmente mais utilizado em aplicações ortopédicas e o aço ISO 5832-9, aço com adição de nióbio e nitrogênio e que vem sendo apontado como uma alternativa para a substituição do aço F138, para aplicações mais severas de carregamento e tempo de permanência no interior do corpo humano. Ensaios de polarização mostraram que o aço ISO 5832-9 apresenta resistência à corrosão localizada muito superior à do aço F138. O potencial crítico de pite do aço ISO 5832-9 não foi observado na curva de polarização cíclica até o potencial de transpassivação do material. O ensaio potenciostático de corrosão por risco confirmou a superioridade do aço ISO 5832-9. Observou-se a reconstituição do filme passivo danificado mecanicamente, mesmo em potenciais tão elevados como 800 mV SCE. Análises por microscopia eletrônica de varredura confirmaram a presença de pites de corrosão de crescimento estável, na superfície da amostra de aço F 138, e a ausência desses pites, na amostra do aço ISO 5832-9. A maior resistência à corrosão localizada do aço ISO 5832-9 é...