Página 1 dos resultados de 771 itens digitais encontrados em 0.019 segundos

Comportamento ingestivo de cordeiros e digestibilidade dos nutrientes de dietas contendo alta proporção de concentrado e diferentes fontes de fibra em detergente neutro; Lamb feeding behavior and nutrient digestibility of high concentrate diets with different neutral detergent fiber sources

MENDES, Clayton Quirino; TURINO, Vicente de França; SUSIN, Ivanete; PIRES, Alexandre Vaz; MORAIS, Janice Barreto de; GENTIL, Renato Shinkai
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
110.92979%
Dois experimentos foram realizados para avaliar os efeitos da substituição da fibra em detergente neutro (FDN) do bagaço de cana-de-açúcar in natura pela FDN da casca de soja em dietas com alta proporção de concentrado sobre o comportamento ingestivo de cordeiros e a digestibilidade dos nutrientes. No primeiro experimento, 60 cordeiros com 16,4 ± 0,3 kg de peso corporal e idade inicial de 67 ± 2 dias foram distribuídos em delineamento de blocos completos casualizados, em esquema fatorial 2 × 2 + 1, composto de duas fontes de FDN (bagaço de cana in natura ou casca de soja), dois teores de FDN (14 ou 18%) e uma dieta controle contendo 100% de concentrado. No segundo experimento, cinco cordeiros foram distribuídos em quadrado latino 5 × 5 e submetidos às mesmas dietas do experimento 1. As dietas contendo as fontes de fibra promoveram maior consumo de matéria seca, matéria orgânica e FDN e maior tempo de ingestão, ruminação e mastigação (minutos/dia) em comparação à dieta contendo 100% de concentrado. As dietas contendo o bagaço de canade-açúcar in natura proporcionaram maior atividade de ruminação que aquelas com casca de soja. Entretanto, a utilização da casca de soja proporcionou menor atividade de mastigação e maior digestibilidade dos nutrientes em relação ao bagaço de cana-de-açúcar in natura. A casca de soja pode ser utilizada como única fonte adicional de FDN em dietas contendo alto teor de concentrado para cordeiros.; Two experiments were performed to determine the effects of replacing the neutral detergent fiber from sugarcane bagasse with soybean hulls neutral detergent fiber in high concentrate diets on lamb feeding behavior and apparent nutrient digestibility. In the first experiment...

Seleção de fungos capazes de hidrolisar bagaço de cana-de-açúcar pré-tratado; Selection of fungi able to hydrolyze bagasse sugar cane pre-treated

Machado, Denise de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
101.38445%
O bagaço de cana-de-açúcar, um dos resíduos gerados durante a produção de açúcar, é composto basicamente por celulose (41 44 %), hemicelulose (25 27 %) e lignina (20 22 %); cerca de dois terços da energia existente na cana-de-açúcar está contida no bagaço e na palha. Diversos processos utilizam o bagaço excedente, mas principalmente para produção de energia. No entanto, devido à grande quantidade de bagaço e palha que ainda sobram no processo estes materiais podem ser utilizados como fonte de celulose para obtenção de etanol. Para tanto, se faz necessária a hidrólise do bagaço e da palha a fim de se obter um hidrolisado que possa ser fermentado por leveduras industriais. A hidrólise do bagaço pode ocorrer por explosão a vapor, hidrólise química com ácidos ou álcalis ou hidrólise enzimática entre outros processos; a hidrólise química pode gerar compostos que são inibidores do processo fermentativo enquanto a hidrólise enzimática é um processo bastante oneroso visto não existir no Brasil a produção de enzimas para este fim. Por outro lado, se a hidrólise for efetuada somente com o próprio fungo, o processo pode ser lento. Neste contexto, este trabalho visou utilizar bagaço de cana-de-açúcar...

Análise de custos na geração de energia com bagaço de cana-de-açúcar: um estudo de caso em quatro usinas em São Paulo; Analysis of the cost in generating energy by using sugar cane pulp: a case study carried out in four power plants in São Paulo

Dantas Filho, Paulo Lucas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
101.25321%
A produção de energia elétrica é uma atividade de grande importância no planejamento do crescimento de qualquer economia no mundo. O Brasil possui, em relação a outras nações, a vantagem de poder planejar sua matriz energética utilizando grandes quantidades de fontes primárias renováveis. Uma delas, focalizada neste trabalho, é a biomassa gerada pelo setor sucroalcooleiro, a qual, através da cogeração, pode contribuir significativamente para o fortalecimento da matriz brasileira. Apesar de há muito tempo disponível, observa-se que esta fonte tem sido subutilizada para a geração comercial de energia elétrica. A reformulação do Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia (PROINFA), instituído pelo Governo Federal em 2002, e o surgimento do mercado de créditos de carbono, impulsionado pelo Protocolo de Kyoto, reverteram este quadro, fazendo com que a biomassa da cana-de-açúcar fosse utilizada de forma mais intensa, tornando-se um importante componente na matriz energética brasileira. Esta dissertação analisa os custos do processo de geração de energia a partir da biomassa, dando especial atenção à cogeração com bagaço de cana-de-açúcar. A análise se processou após a coleta de dados em quatro usinas que utilizam o bagaço de cana-de-açúcar como combustível para a geração de energia elétrica...

Pré-tratamento do bagaço de cana-de-açúcar com H2SO4 diluído em reator piloto aquecido por vapor direto; Pre-treatment of sugarcane bagasse with dilute H2SO4 in pilot reactor heated by direct steam

Esteves, Paula Julião
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
101.49131%
O presente trabalho teve como objetivo avaliar como algumas condições de pré-tratamento de bagaço de cana-de-açúcar com H2SO4 diluído influenciam a distribuição granulométrica do bagaço de cana, a composição química dos sólidos pré-tratados e hidrolisados hemicelulósicos, além da digestibilidade enzimática dos sólidos pré-tratados. Para isso, previamente, uma amostra de bagaço de cana-de-açúcar in natura foi caracterizada quanto suas composições percentuais; a distribuição granulométrica de suas fibras também foi avaliada antes e após o pré-tratamento. O pré-tratamento do bagaço com H2SO4 diluído foi realizado em reator piloto, aquecido por vapor direto, com capacidade de 100 L, onde o teor inicial de sólidos foi fixado em 15% (p/p). A temperatura (131,91-168,09 °C), tempo de residência (11,90-48,09 min) e concentração ácida (0,19 - 3,81 p/p) variaram de acordo com um planejamento fatorial 23. Após o pré-tratamento, os bagaços pré-tratados e hidrolisados hemicelulósicos foram caracterizados quanto suas composições químicas. A composição química dos bagaços in natura e pré-tratados, assim como a composição química dos hidrolisados, foi determinada por gravimetria, espectrofotometria e cromatografia líquida de alta eficiência. De acordo com a condição de pré-tratamento...

Ampliação de escala da produção biotecnológica de xilitol a partir do bagaço de cana-de-açúcar; Evaluation of the biotechnological process for xylitol obtainment at different scales from the sugarcane bagasse hemicellulosic hydrolysate

Arruda, Priscila Vaz de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
110.44273%
A conversão de biomassa vegetal em produtos químicos e energia é essencial a fim de sustentar o nosso modo de vida atual. O bagaço de cana-de-açúcar, matériaprima disponível em abundância no Brasil, poderá tanto ajudar a suprir a crescente demanda pelo etanol combustível como ser empregado para obtenção de produtos de valor agregado, tais como xilitol, além de trazer vantagens econômicas para o setor sucroalcooleiro. O xilitol, um poliol com poder adoçante semelhante ao da sacarose e com propriedades peculiares, como metabolismo independente de insulina, anticariogenicidade e aplicações na área clínica, no tratamento de osteoporose e de doenças respiratórias, é obtido em escala comercial por catálise química de materiais lignocelulósicos. A produção biotecnológica de xilitol como alternativa ao processo químico vem sendo pesquisada e os resultados revelam que a presença de compostos tóxicos nos hidrolisados hemicelulósicos resultantes do processo de hidrólise ácida contribui para sua baixa fermentabilidade. Isto se deve à inibição do metabolismo microbiano causada principalmente por compostos tais como ácidos orgânicos, fenólicos e íons metálicos. No presente trabalho foi avaliado o efeito de diferentes fontes de carbono (xilose...

Composição e disgestibilidade enzimática do bagaço de cana-de-açúcar pré-tratado com ácido sulfúrico diluído em reator estático; Composition and enzymatic digestibility of sugarcane bagasse pretreated with dilute sulfuric acid in static reactor

Santos, Victor Tabosa de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/11/2010 PT
Relevância na Pesquisa
111.14034%
O presente trabalho teve como principal objetivo correlacionar a composição química do bagaço de cana-de-açúcar pré-tratado com H2SO4 diluído com a eficiência da sacarificação enzimática da celulose presente no material. Primeiramente, o bagaço in natura foi extraído com água, etanol ou água seguida de etanol, e as composições químicas determinadas. Posteriormente, o bagaço in natura foi pré-tratado com H2SO4 diluído em êmbolos de 200 mL, utilizando 15% de teor de sólidos (m/v). A temperatura (112,5-157,5 °C), o tempo de residência (5-35 min) e a concentração ácida (0-3,0% m/v) variaram de acordo com um planejamento fatorial 23 completo. Após o pré-tratamento, as amostras foram caracterizadas quimicamente. Em seguida, dois extratos enzimáticos comerciais foram caracterizados quanto às atividades de enzimas hidrolíticas e fenoloxidases, e aos teores de proteínas. As condições adequadas de sacarificação enzimática da celulose para a amostra de bagaço pré-tratada com H2SO4 diluído (15% sólidos, 2% ácido, a 150ºC por 30 min) foram determinadas através de planejamentos fatoriais 23 completos, variando teor de sólidos (1,19-4,81% m/v), carga enzimática (1,91-38,09 FPU/g de bagaço) e carga de surfactante (0-0...

Análise da porosidade nanométrica de materiais lignocelulósicos derivados de bagaço de cana-de-açúcar submetidos à compressão úmida; Analysis of nanometric porosity of lignocellulosic materials derived from bagasse sugarcane and submitted to wet pressing

Oliveira, Marcelo Miranda de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
101.09021%
Neste trabalho investigamos a porosidade nanométrica de materiais lignocelulósicos derivados do bagaço de cana-de-açúcar que foram submetidos à compressão úmida. A produção dos materiais estudados a partir do bagaço de cana-de-açúcar utilizou processos de tratamento hidrotérmico seguido de processos de deslignificação organossolve (etanol-água) e soda (hidróxido de sódio). Os tratamentos hidrotérmicos utilizaram a fração fibra do bagaço de cana-de-açúcar, no estado bruto e moído, seguindo planejamento experimental fatorial de 2² com ponto central mais configuração estrela. O tratamento hidrotérmico ocorreu em temperaturas de 150-190°C com tempos de 20-60 minutos. Os processos de deslignificação utilizaram temperaturas de 160°C e 190°C para o processo soda e organossolve respectivamente, com tempos de 20, 40, 60, 80 e 100 minutos de tratamento. Os ensaios de compressão úmida foram realizados com cargas de 5, 10, 15, 20 e 25 toneladas e mostraram que materiais mais homogêneos e com menor granulometria, como o material moído e as polpas, são mais fáceis de comprimir. No entanto, os ensaios mostraram que os materiais comprimidos não são homogêneos, apresentando uma variação no teor de humidade do material comprimido (o centro da pastilha é mais seco que a periferia). O adensamento dos materiais também não é homogêneo...

Avaliação de parâmetros experimentais do fracionamento do bagaço de cana-de-açúcar na obtenção de etanol celulósico e lignina; Evaluation of experimental parameters of sugarcane bagasse fractionation in obtaining cellulosic ethanol and lignin

Silva, Vinícius Fernandes Nunes da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/10/2014 PT
Relevância na Pesquisa
101.28354%
Este trabalho teve como objetivo o estudo de parâmetros experimentais do fracionamento do bagaço de cana-de-açúcar, tais como o tipo de ácido (H3PO4 1,5 % m/v e H3SO4 1,0 % m/v) empregado como catalisador na etapa de pré-tratamento em reator piloto (350 L) a 120 ºC por 20 min. Avaliou-se também os efeitos de temperatura, tempo, concentração de hidróxido de sódio e relação sólido-líquido, de acordo com um planejamento fatorial completo 24 com três repetições no ponto central, para a etapa de deslignificação alcalina em reator de bancada (2 L) do bagaço de cana-de-açúcar previamente pré-tratado de forma a obter uma fração celulósica com elevadas taxas de conversão enzimática e maior recuperação de lignina no licor negro. As melhores condições experimentais obtidas em reator de bancada para o processo de deslignificação alcalina foram reproduzidas em reator piloto de 350 L, como forma de escalonamento deste processo. As ligninas obtidas foram caracterizadas e a fração celulósica da polpa bruta do bagaço pré-tratado com ácido fosfórico foi submetida à hidrólise enzimática de forma a obter quantidade de hidrolisado suficiente para a realização de um ensaio de fermentação alcoólica, com Saccharomyces cerevisiae Pe-2...

Emericella nidulans e bagaço de cana-de-açucar : ferramentas para produção de endo-β-1,4-xilanase

Silva, Caio de Oliveira Gorgulho
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
101.01252%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Molecular, 2014.; O bagaço de cana-de-açúcar é um importante resíduo agroindustrial brasileiro que apresenta grande potencial para ser utilizado como fonte de carbono para produção de holocelulases de interesse industrial por microrganismos. As xilanases, objeto de estudo deste trabalho, são enzimas que apresentam uma série de aplicações biotecnológicas que incluem a produção de etanol de segunda geração, o branqueamento de papel, a produção de sucos e pães e o uso como aditivo em rações animais. O objetivo desta pesquisa foi purificar e caracterizar uma xilanase produzida pelo fungo Emericella nidulans quando cultivado em bagaço de cana, visando o aproveitamento deste resíduo e a avaliação do potencial biotecnológico da enzima. O fungo foi capaz de secretar xilanases a partir do primeiro dia de cultivo sob fermentação submersa utilizando o bagaço. Uma xilanase de 22 kDa foi purificada a partir do extrato bruto obtido no cultivo através de ultrafiltração, precipitação com sulfato de amônio e cromatografias de filtração em gel e troca aniônica. A enzima apresentou alta homologia com endo-β-1...

Resistência ao Impacto e Outras Propriedades de Compósitos Lignocelulósicos: Matrizes Termofixas Fenólicas Reforçadas com Fibras de Bagaço de Cana-de-açúcar

Tita,Sandra P. S.; Paiva,Jane M. F. de; Frollini,Elisabete
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2002 PT
Relevância na Pesquisa
100.8818%
Pré-polímeros fenólicos e lignofenólicos (substituição de 40% em massa de fenol por lignina, extraída do bagaço de cana) foram sintetizados para preparar compósitos com matrizes termofixas, usando bagaço de cana-de-açúcar como agente de reforço. Este material lignocelulósico foi modificado por métodos químicos e/ou físicos (tratamento com álcali, esterificação, ar ionizado). O bagaço de cana promoveu pequeno aumento na resistência ao impacto das matrizes fenólica e lignofenólica. Os métodos de tratamento de superfície melhoraram a dispersão das fibras na matriz assim como a adesão entre ambas as resinas, fenólica e lignofenólica, e as fibras lignocelulósicas. Apenas os compósitos tratados com ar ionizado mostraram melhores resultados de resistência ao impacto. Em relação à absorção de água, foi observado que os compósitos fenólicos reforçados com fibras tratadas com 8 % NaOH apresentaram uma menor absorção de água. Quanto aos compósitos lignocelulósicos, os reforçados com fibras esterificadas apresentaram uma menor absorção de água.

Comportamento ingestivo de cordeiros e digestibilidade dos nutrientes de dietas contendo alta proporção de concentrado e diferentes fontes de fibra em detergente neutro

Mendes,Clayton Quirino; Turino,Vicente de França; Susin,Ivanete; Pires,Alexandre Vaz; Morais,Janice Barreto de; Gentil,Renato Shinkai
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
100.92949%
Dois experimentos foram realizados para avaliar os efeitos da substituição da fibra em detergente neutro (FDN) do bagaço de cana-de-açúcar in natura pela FDN da casca de soja em dietas com alta proporção de concentrado sobre o comportamento ingestivo de cordeiros e a digestibilidade dos nutrientes. No primeiro experimento, 60 cordeiros com 16,4 ± 0,3 kg de peso corporal e idade inicial de 67 ± 2 dias foram distribuídos em delineamento de blocos completos casualizados, em esquema fatorial 2 × 2 + 1, composto de duas fontes de FDN (bagaço de cana in natura ou casca de soja), dois teores de FDN (14 ou 18%) e uma dieta controle contendo 100% de concentrado. No segundo experimento, cinco cordeiros foram distribuídos em quadrado latino 5 × 5 e submetidos às mesmas dietas do experimento 1. As dietas contendo as fontes de fibra promoveram maior consumo de matéria seca, matéria orgânica e FDN e maior tempo de ingestão, ruminação e mastigação (minutos/dia) em comparação à dieta contendo 100% de concentrado. As dietas contendo o bagaço de canade-açúcar in natura proporcionaram maior atividade de ruminação que aquelas com casca de soja. Entretanto, a utilização da casca de soja proporcionou menor atividade de mastigação e maior digestibilidade dos nutrientes em relação ao bagaço de cana-de-açúcar in natura. A casca de soja pode ser utilizada como única fonte adicional de FDN em dietas contendo alto teor de concentrado para cordeiros.

Degradabilidade ruminal in situ do bagaço de cana-de-açúcar in natura em caprinos e ovinos nativos do Nordeste brasileiro.

GOMES, G. M. F.; VASCONCELOS, A. M. de; SALLES, H. O.; EGITO, A. S. do; CARNEIRO, J. da C.; BOMFIM, M. A. D.; LANDIM, A. V.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 47., 2010, Salvador. Empreendedorismo e progresso científicos na zootecnia brasileira de vanguarda: anais. Salvador: SBZ, 2010. 4 p. 1 CD-ROM. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 47., 2010, Salvador. Empreendedorismo e progresso científicos na zootecnia brasileira de vanguarda: anais. Salvador: SBZ, 2010. 4 p. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
110.69563%
O objetivo neste trabalho foi avaliar a degradabilidade ruminal da matéria seca (MS) e da fibra detergente neutro (FDN) do bagaço de cana-de-açúcar in natura em caprinos e ovinos naturalizados do Brasil. Foram utilizados três caprinos da raça Moxotó e três Ovinos da raça Morada Nova, submetidos à fistulação ruminal. Foi pesado 3 g do bagaço de cana moído em peneira de 5 mm e, posteriormente, colocado em sacos de náilon medindo 5x13cm. Os tempos de incubação dos sacos foram de: 0, 6, 24 e 96 horas. Após incubação, os resíduos dos sacos foram analisados quanto ao conteúdo de matéria seca e fibra detergente neutro. Embora o potencial de degradação da MS tenha sido superior para os caprinos (48,48%) versus os ovinos (35,41%), observou-se uma menor taxa de degradação da MS pelos caprinos (0,7%/h) em relação aos ovinos (3,3%/h). Essa compensação na utilização da MS do bagaço pelos ovinos explica o fato dos parâmetros de degradabilidade da FDN terem sido semelhantes entre as espécies.; 2010

Atividade de enzimas ligninocelulolíticas envolvidas na degradação do bagaço de cana-de-açúcar por linhagens fúngicas da Caatinga.

FERREIRA JUNIOR, O. L.; VILELA, E. S. D.; GIOVEDY, J. S.; SILVA, C. M. M. de S.; MELO, I. S. de
Fonte: In: CONGRESSO INTERINSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 5., 2011, Campinas. Anais... Campinas: Embrapa Monitoramento por Satélite, 2011. 1 CD ROM. Publicador: In: CONGRESSO INTERINSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 5., 2011, Campinas. Anais... Campinas: Embrapa Monitoramento por Satélite, 2011. 1 CD ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: Nº 11419.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
110.69981%
Resumo: Atualmente o bagaço de cana-de-açúcar é o maior resíduo da agroindústria brasileira, assim sendo, de alta importância que sejam desenvolvidas novas utilidades para o uso de tal substrato. Com esse fim, este trabalho teve por objetivo avaliar a atividade ligninocelulolítica de fungos isolados de serrapilheira da Caatinga. A seleção inicial foi feita em meio de cultivo contendo Remazol Brilliant Blue e observado o crescimento e a degradação de bagaço de cana com e sem tratamento químico. Destes, foi selecionada a linhagem fúngica 3.3 F2 na qual se observou uma atividade enzimática maior. Este isolado apresentou as seguintes atividades enzimáticas: Lignina Peroxidase (4,9046 U.L-1), Lacase (54,9148 U.L-1), Endoglucanase (4,4966 U.L-1), ?-glicosidase (5,1494 U.L-1) sendo que não foi verificada nenhuma atividade para as enzimas Manganês Peroxidase e Xilanase. Observou-se que a atividade enzimática foi maior no resíduo sem tratamento, em relação ao resíduo tratado. Os resultados obtidos sugerem a possibilidade da substituição do uso de enzimas, por linhagens fúngicas produtoras das mesmas para otimização do processo de produção de etanol de segunda geração. Abstract: Sugar cane bagasse nowadays is one of the biggest waste produced by Brazilian agroindustry...

Variáveis que influenciam a produção de celulases e xilanase por espécies de Aspergillus.

SALES, M. R.; MOURA, R. B. de; PORTO, T. S.; MACEDO, G. R. de; PORTO, A. L. F.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria brasileira., Brasília, v.45, n.11, p.1290-1296, nov. 2010 Publicador: Pesquisa Agropecuaria brasileira., Brasília, v.45, n.11, p.1290-1296, nov. 2010
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
101.08766%
Resumo ? O objetivo deste trabalho foi determinar as variáveis que influenciam a produção simultânea de celulases e xilanase por Aspergillus aculeatus URM 4953 e A. phoenicis URM 4924, com uso de bagaço de cana-de-açúcar como substrato. As variáveis avaliadas foram pH inicial, tempo de cultivo, concentração do substrato, agitação, concentração do inóculo, temperatura, tipo de bagaço de cana-de-açúcar e espécie de Aspergillus. Foi utilizado o planejamento fatorial fracionário 28-4, com três repetições no ponto central. Todas as variáveis analisadas influenciaram a produção de pelo menos uma das enzimas. As maiores atividades enzimáticas observadas foram: celulases totais, 0,45 UI mL-1; endoglucanase, 0,60 UI mL; exoglucanase, 0,17 U mL; celobiase 6,42 UI mL-1; e xilanase, 30,05 U mL. As melhores condições para produção das enzimas foram: pH 6,0; tempo de cultivo de 168 horas; bagaço de cana-de-açúcar residual como substrato; e A. aculeatus URM 4953, que produziu as celulases e a xilanase simultaneamente. As variáveis que influenciam a produção simultânea das celulases e xilanase são pH, tempo de cultivo, tipo de bagaço de cana-de-açúcar e espécie de Aspergillus.; 2010

Biorefino químico do bagaço de cana-de-açucar em reator de leito de lama com produção de sacarídeos e lignina

Claudio Ribas de Barros Caldas, Raphael; Augusto Moraes de Abreu, Cesar (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
100.91044%
O aproveitamento integral da cana-de-açúcar na produção de etanol ou outros combustíveis renováveis ou mesmo, através do conceito de biorrefinaria, agregar valor à cadeia da cana, através da produção de novos produtos. No presente trabalho desenvolveu-se o processamento das reações de hidrólise ácida dos sacarídeos presentes no bagaço de cana-de-açúcar bem como do processo de deslignificação alcalina, operando em reator de leito de lama. Forma realizadas etapas de preparação e caracterização do material lignocelulosico, montagem do reator de leito de lama e operações das reações, modelagem, simulação e validação dos processos. Reações de hidrólise das frações hemicelulósicas, lignina e celulósica foram realizadas em diferentes condições segundo planejamento experimental. No presente trabalho foram desenvolvidos modelos lineares formados por equações diferencias e com taxas de reações homogêneas. As equações dos modelos foram resolvidas analiticamente, quando possível e por meio de rang kutta de quarta ordem, gerando perfis de concentração dos sacarídeos ao longo do tempo. A validação com dados experimentais confirmou-se para os processos de pré-hidrólise, deslignificação...

Hidrólise enzimática de bagaço de cana de açúcar em batelada alimentada para produção de etanol por Saccharomyces cerevisiae UFPEDA 1238 em processoS SHF

Wanderley, Maria Carolina de Albuquerque; Gouveia, Ester Ribeiro (Orientadora); Rocha, George Jackson de Moraes (Co-orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
100.92775%
A hidrólise enzimática de bagaço de cana-de-açúcar foi realizada com bagaço prétratado por explosão a vapor, com e sem deslignificação com hidróxido de sódio. Após a deslignificação, o teor de celulose na fração sólida aumentou (74,98 %) e o de lignina diminuiu (83,35 %). A hidrólise do bagaço utilizando celulases (10 FPU/g de celulose) e b-glucosidase (5 % ou 10 % v/v do volume adicionado de Celluclast 1.5L), resultou na formação de 16,79 g/L e 40,58 g/L de glicose para o bagaço nãodeslignificado (ND) e deslignificado (D), respectivamente. Na hidrólise enzimática em batelada alimentada, foram iniciados experimentos com 8 g de bagaço, e 1 g de material foi adicionado periodicamente após 12, 24 ou 48 horas. Maiores concentrações de glicose foram obtidas quando foi utilizado o intervalo de alimentação de 12 horas, apesar da conversão ser a menor dentre os três casos. A concentração de glicose alcançou 59,69 g/L quando foi utilizado material pré-tratado e deslignificado, com 12 horas de intervalo de alimentação. Fermentações dos hidrolisados foram realizadas utilizando um inóculo padronizado contendo 8 g/L de Saccharomyces cerevisiae UFPEDA 1238. As produtividades volumétricas em etanol nas fermentações dos hidrolisados dos materiais ND e D foram: 0...

Propriedades físicas e mecânicas de argamassa reforçada com fibras do bagaço de cana-de-açúcar (FBC); Physical and mechanical properties of mortar reinforced with sugar cane fiber (FBC)

SILVA, Janaina Fernandes e
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Engenharia Civil; Engenharias Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Engenharia Civil; Engenharias
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
100.9315%
In this work survey results are reported, it aimed at assessing, through laboratory tests, the exploitation of bagasse-cane (FBC) in composite cementitious (cement mortar, sand and FBC) assessing the physical and mechanical behavior of the material. Problems of chemical incompatibility between the bagasse fibers and cement matrix components have been removed by specific treatments on the CBF, such as washing, boiling, mineralization with chemicals an a mix of cement and water in different combinations. The sugar cane fibers brake down process, used in other studies conducted with the same material, was not necessary, because nowadays the CBF is already broke down in the production process in the ethanol and sugar industry. The fibers were washed and mineralized with inorganic salts (solution of sodium silicate at 5%; aluminum sulfate solution at 3%) and cream of cement (the concentration of 10:1 of water and cement), in order to protect the fiber against the aggressions of the alkaline mortar, trapping organic matter and the residual sugar to avoid interference in the reactions of cement cohesion, reduce the capacity of water absorption. Different concrete mixtures were tested, in order to find one with better compressive strength. The change occurred in the content of CBF added...

Uma análise da cogeração de energia elétrica usando bagaço de cana-de-açúcar; Electric power cogeneration analysis using sugar cane bagasse

Carvalho, Anna Cristina Barbosa Dias de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/03/1997 PT
Relevância na Pesquisa
111.24692%
O Brasil alavanca novamente sua economia, o desenvolvimento tão esperado durante as décadas de 80 e 90 é realidade. Esse crescimento exige novas tecnologias, novas pesquisas e uma infra-estrutura que suporte este crescimento.A energia elétrica faz parte dessa infra-estrutura, porem o país não esta preparado para esse desenvolvimento. Surge a possibilidade de cogeração de energia elétrica utilizando o bagaço de cana-de-açúcar. As usinas de açúcar e álcool já possuem essa prática com um volume de geração pequeno, com algum investimento esse volume de geração poderá ser aumentado, acrescentando cerca de 10% a matriz energética nacional. O objetivo do trabalho é apresentar uma análise da utilização de um subproduto da cana, o bagaço, como cogerador de energia elétrica. O presente trabalho apresenta a situação energética do país, algumas experiências já implantadas em alguns países no mundo e algumas opções para melhoria dos equipamentos utilizados nas usinas de açúcar e álcool. São mostradas as fontes alternativas de geração de energia elétrica estudadas no país, bem como a forma como a Eletrobrás planeja o programa energético nacional. O trabalho analisa mais detalhadamente a utilização do bagaço de cana-de-açúcar...

Obtenção de sílicas mesoporosas altamente ordenadas a partir das cinzas da casca de arroz e do bagaço de cana-de-açúcar; Obtaining highly ordered mesoporous silica from rice husk and sugar cane bagasse ashes

Oliveira, Juliana Ferreira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
100.82963%
O presente trabalho propõe o uso das cinzas de dois resíduos agroindustriais - casca de arroz e bagaço de cana-de-açúcar - como fonte de sílica (SiO2) para a síntese de sílicas mesoporosas altamente ordenadas. Esta aplicação, além de agregar valor aos resíduos, busca uma alternativa ao tetraetil ortossicato, uma fonte de sílica dispendiosa, cuja obtenção resulta em danos ambientais. Amostras de cascas arroz de quatro procedências distintas foram caracterizadas por termogravimetria/ termogravimetria derivada (TG/DTG), calorimetria exploratória diferencial (DSC) e análise elementar de CHN. Com base nestes resultados, duas amostras foram selecionadas para obtenção de sílica. Outras duas amostras de bagaço de cana-de-açúcar de origens diferentes foram também caracterizadas por esta metodologia. Para melhor entender as etapas de degradação térmica da matéria orgânica, os resultados de TG/DTG foram associados aos de FT-IR e um estudo cinético por TG foi realizado. Diferentes tratamentos em meio ácido, com o objetivo de remover impurezas e reduzir o tempo necessário para calcinação dos materiais, foram realizados. O método escolhido para cada um dos materiais foi definido a partir dos testes e por avaliação de resultados de TG/DTG. As cinzas obtidas após calcinação em mufla dos materiais com e sem tratamento ácido prévio...

Degradabilidade ruminal do farelo de algodão e da soja crua em bovinos recebendo bagaço de cana-de-açúcar submetido a tratamentos alcalinos; Degradability of cotton seed meal and raw soybean with rumen fistulated steers receiving sugar cane bagasse treated with alkaline solutions

Morgulis, Sérgio Carlo Franco; Lucci, Carlos de Sousa; Melotti, Laércio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1997 POR
Relevância na Pesquisa
100.92691%
Six crossbred castrated male steers, with 420 kg of average live weight and with rumen canulas, were used to estimate degradabilities of cotton seed oil meal and raw whole soybeans, in diets with 60% of dry matter as sugar cane bagasse (SCB) treated by: A) sodium hydroxyde 2% solution; B) wood ashes 30% solution and C) water. Treatments with solutions were made through SCB immersion. Statistical design was a change-over whit two groups of 3 animals each. Results showed no effect of SCB treatments over soybean and cotton seed protein degradabilities. Effective degradability was 58.13% (cotton seed) and 90.64% (raw soybeen), with rumen effluent rate of 0.02.; Foram utilizados 6 bovinos machos, mestiços, com 420 kg de peso vivo, dotados de fístula ruminal, para comparar a degradabilidade dos farelos de algodão e do grão de soja cru, em rações que continham 60% de matéria seca como volumoso de bagaço de cana-de-açúcar tratado por: A) solução de soda a 2%; B) solução de cinzas de madeira a 30%; e C) água. Os tratamentos foram feitos por imersão de bagaço nos líquidos e o delineamento escolhido foi do tipo change-over, com dois grupos de 3 animais cada. Os resultados mostraram que não houve efeito do  tratamento do volumoso da ração sobre a degradabilidade das fontes protéicas...