Página 1 dos resultados de 17 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Caracterização da resposta imune em modelo experimental de esclerodermia induzida por colágeno tipo V; Humoral immune response characterization of the type V collagen induced scleroderma experimental model

Callado, Maria Roseli Monteiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/09/2005 PT
Relevância na Pesquisa
17.535427%
Os modelos experimentais reproduzem doenças que acometem seres humanos, sendo de extrema importância porque possibilitam o estudo da patogênese e abordagem terapêutica dessas enfermidades. Nesse grupo inclui-se o modelo experimental de esclerodermia induzida pela imunização de coelhos com colágeno V humano provocando alterações histológicas (pele, pulmão e rim) similares àquelas observadas em humanos. As doenças auto-imunes têm sua etiologia desconhecida e são particularmente caracterizadas pela presença de auto-anticorpos no soro. Nesse aspecto, 90 a 95% dos pacientes com esclerodermia apresentam algum auto-anticorpo contra antígenos intracelulares (proteínas nucleolares RNA polimerase I, II e III, Scl-70, centriolares ou golginas) ou da matriz extracelular (colágeno). O presente estudo tem como objetivo avaliar a resposta imunológica nos animais do modelo experimental de esclerodermia. Para tanto, o soro dos animais foram testados quanto à presença de auto-anticorpos e de outros fatores imunológicos séricos que indicassem um processo imunológico ativo paralelo às lesões teciduais em desenvolvimento e incluiu: pesquisa de anticorpos anticolágenos V, III e I, imunocomplexos circulantes, fator reumatóide...

Aplicabilidade de sílica mesoporosa ordenada como adjuvante imunológico; Applicability of ordered mesoporous silica as immunologic adjuvant

Mariano Neto, Francisco
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
69.13786%
Este trabalho consistiu numa avaliação, sob um ponto de vista físico, da aplicabilidade da sílica mesoporosa ordenada tipo SBA-15 como adjuvante imunológico. Inicialmente foi estudado o método de preparação e reprodutibilidade das propriedades do material, condição necessária para a síntese de grandes quantidades (N 100g). Mostrou-se que a calcinação em vácuo, comparada com o processo em N2 e ar, resulta em material com estrutura mesoporosa mais bem ordenada. Para aplicações biológicas foi analisado o potencial de encapsulação de antígerios no material, através de estudos de incorporação de Albumina Bovina (BSA) e vacina contra Hepatite A. Foi observada uma incorporação bem-sucedida de BSA na sílica, com essa proteína alojando-se dentro da estrutura de poros. Resultado semelhante foi observado para a vacina contra hepatite A. O processo mais eficiente de incorporação foi determinado para uma mistura em repouso e seca através de evaporação. A aplicabilidade da sílica como adjuvante para uso animal foi avaliada através de análises, pelo método PIXE, da acumulação do material no organismo de camundongos. A sílica foi administrada a camundongos Swiss por via oral e intra-muscular, e o teor de silício em diferentes órgáos foi comparado aos teores em um grupo controle. Foi detectada a presença de sílica em determinados órgãos dos camundongos...

Veneno de Bothrops jararaca modificado com mPEG (monometoxipolietileno glicol) para elaboração de um adjuvante complexado à partícula antigênica; Modify Bothrops jararaca venom with mPEG (monometoxi polietilenglicol) for adjuvante complexed to antigenic particle

Stephano, Marco Antonio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/11/2005 PT
Relevância na Pesquisa
28.261626%
Enzimas, biofármacos e produtos de origem biológica de modo geral sempre foram obstáculos para o uso terapêutico. Isto em função dos riscos de reação adversa que poderiam ocasionar bem como a indução de uma resposta imunológica desejável ou não. A utilização do monometoxipolietileno glicol (mPEG) conjugado a proteínas e enzimas trouxe novas perspectivas de utilização de substâncias naturais como substâncias farmacológicas ativas, pois o fato de estarem conjugadas a um polímero inerte atribui uma nova estrutura físico-química a essas substâncias, diminuindo consideravelmente os riscos de anafilaxia e a biodegradação por formação de complexos antígeno-anticorpo. Os estudos das variáveis inseridas no fenômeno de formação da estrutura mPEG e proteína, como também os novos sistemas de fornecimento de fármaco-químicos, trouxeram subsídios para o desenvolvimento deste trabalho no que se refere ao fornecimento de antígeno para o sistema imunológico. Este trabalho demonstrou que o mPEG pode ser utilizado como adjuvante e ao mesmo tempo como indutor de mecanismos de tolerância imunológica. Esta modulação ocorre em função da concentração de mPEG conjugado a molécula protéica, de modo que baixas concentrações de aminas conjugadas levam a um mecanismo de adjuvanticidade com aumento da produção de Il-4 e IL-5 e consequentemente aumento da produção de anticorpos quando comparados ao antígeno somente. Por outro lado os mecanismos de tolerância foram demonstrados pelo aumento da produção de IL-2...

Porinas e suas ações imunomoduladoras dependentes de TLR2; Porins and their immunomodulatory effects triggered by TLR2

Nascimento, Laura de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
38.594468%
Os micro-organismos podem infectar seu hospedeiro por diferentes vias, sendo a principal o trato respiratório. O reconhecimento pela mucosa dessas vias pode desencadear inibição da proliferação e bloqueio da entrada microbiana, assim como estimular resposta direcionada a memória imunológica para prevenir posteriores infecções. Alguns micro-organismo, como as bactérias Neisseria meningitidis e Neisseria lactamica, são capazes de modular a resposta imune de mucosa diretamente, ou por meio das células epiteliais respiratórias. Este trabalho propôs, então, a avaliação das porinas B provenientes destas bactérias como moduladoras da produção de IL-8 nas linhagens BEAS-2B e Detroit 562. Também foi avaliada a dependência deste estímulo ao receptor TLR2. Ambas as porinas se ligaram a TLR2 e por este receptor estimularam a produção de IL-8. O perfil de produção foi dependente da expressão de TLR2 pelas células. A porina lactâmica induziu menos IL-8 por regular negativamente a expressão de TLR2, mas sua afinidade pelo receptor se mostrou maior que a da porina meningocócica. As porinas são então moduladoras das células de mucosa, fato que somado a atividade adjuvante destas proteínas por via parenteral estimulou a avaliação destas como adjuvantes de mucosa. O modelo escolhido para a avaliação foi o de inoculação intranasal de camundongos...

Transmissão materno-fetal do HIV-1: efeito da sinalização via TLR7/8 na ativação de células dendríticas para produção de resposta anti-viral em mães infectadas por HIV-1 e seus recém-nascidos.; Mother-to-child transmission of HIV-1: TLR7/8 pathway activation of dendritic cells to produce anti-viral response in mothers infected with HIV-1 and their newborns.

Cardoso, Elaine Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
17.535427%
A transmissão vertical do HIV-1 da mãe para criança foi significativamente reduzida com o uso de terapias antirretrovirais, resultando um aumento do número de crianças que foram expostas ao vírus. Estudos evidenciam a expressão de receptores Toll-like (TLR) em células trofoblásticas que pode ser uma ferramenta importante para regular a diferenciação e ativação de células do sistema imunológico, orquestrando um ambiente imunorregulador, contribuindo para o sucesso gravidez e proteção do feto. Considerando que as consequências da infecção por HIV-1 no microambiente placentário, na mãe e no recém-nascido (RN) não são bem entendidos, salienta-se a necessidade de investigar estratégias que possam potencializar a resposta imune inata, neste contexto. Com isso, no presente trabalho, foram avaliados as células mononucleares (CMN) do sangue periférico e cordão umbilical (RN) de parturientes infectadas por HIV-1 e parturientes-RN não infectados, a secreção de TNF-a, IL-10 e IFN-a induzida por agonistas de TLRs extracelular (TLR2, TLR4 e TLR5) e agonistas de TLRs intracelulares (TLR3, TLR7, TLR7/8, TLR9). Além disso, como sensor da resposta imune inata foi avaliado o perfil de resposta de células dendríticas mielóides (mDC) e plasmocitóides (pDC)...

Síntese e análise da sílica mesoporosa SBA-15 para incorporação de moléculas; Synthesis and analysis of mesoporous silica SBA-15 for incorporation of molecules

Garcia, Paulo Ricardo de Abreu Furtado
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
38.011997%
Neste trabalho estudou-se a encapsulação de proteínas com diferentes pesos moleculares na sílica mesoporosa ordenada SBA-15 para avaliar sua aplicação como adjuvante imunológico. Para tanto, as proteínas IgG (150 kDa) e BSA (66,5 kDa) foram incorporadas à sílica mesoporosa com poros expandidos. Primeiramente estudou-se a dilatação dos poros utilizando-se um agente dilatador de estrutura no processo de síntese, através da preparação de amostras com diferentes quantidades de triisopropilbenzeno (TIPB). Resultados de isoterma de adsorção de nitrogênio (NAI) e espalhamento de raios X a baixo ângulo (SAXS) revelaram um aumento no diâmetro médio de poros da ordem de 23% e uma rede de poros mais desordenada. Para se ter uma estimativa das dimensões das proteínas, medidas de SAXS foram feitas e indicaram que ambas têm dimensões que permitiriam sua incorporação nos poros da SBA-15. As amostras com poros dilatados foram então utilizadas para a incorporação das proteínas IgG e BSA em solução tampão fosfato salina (PBS). Os resultados indicaram o preenchimento dos microporos pela solução de PBS com valor superior a 95%. Quanto ao preenchimento de mesoporos, observou-se maior variação no volume de poros e área superficial...

Emprego da sílica nanoestruturada SBA-15 como coadjuvante no processo de imunização de ovinos com veneno de Crotalus durissus terrificus total e irradiado com cobalto 60

Anderlini, Renato Pavan
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 73 f.
POR
Relevância na Pesquisa
17.535427%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Doenças Tropicais - FMB; A administração de soros heterólogos de origem eqüina constitui o único tratamento para os acidentes ofídicos, porém estes são capazes de induzir reações de hipersensibilidade. Novos processos de hiperimunização em animais alternativos vêm sendo desenvolvidos, juntamente à ferramentas de destoxificação dos venenos e novas alternativas de adjuvantes. No presente trabalho, foi utilizado veneno de Crotalus durissus terrificus nativo (VN) e irradiado com Co60 (VIr), em quatro diferentes protocolos de hiperimunização, para uma avaliação quinzenal do perfil imunológico dos grupos de ovinos pela técnica de ELISA. Os animais foram avaliados clinicamente todos os dias e pesados a cada 14 dias. Ao final, foram inspecionados em frigorífico para aprovação de consumo e os rins, analisados histologicamente. Os soros obtidos foram avaliados quanto à capacidade de neutralização por meio de testes “in vitro”. O momento quatro (M4) apresentou o maior nível de titulação nos quatro grupos, porém o G1, inoculado com VN associado ao adjuvante incompleto de Freund (AIF), apresentou o maior nível quando comparados com os demais grupos...

Utilização de sílica mesoporosa como adjuvante em vacinas de vesícula de membrana externa de Neisseria meningitidis; Application of mesoporous silica as a vaccine adjuvant in the outer membrane vesicles vaccination of Neisseria meningitidis

Danilo Antonini Alves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
28.011997%
Vesículas da membrana externa ou outer membrane vesicles (OMV) são nanopartículas liberadas no meio de cultura durante o crescimento bacteriano resultantes de evaginações da membrana externa. A OMV é composta por antígenos presentes na membrana externa bacteriana, como porinas e lipo-oligossacarídeos - LOS, proporcionando a estas estruturas um efeito imuno-estimulatório, sendo alvo potencial para a produção de vacinas. Este trabalho teve como objetivo analisar a utilização de OMV de Neisseria meningitidis IAL 2443, linhagem pertencente ao sorogrupo B causadora de meningites no estado de São Paulo, com nanopartículas de sílica mesoporosa SBA-15 e SBA-16 no processo de imunização vacinal. Utilizou-se o processo fermentativo em estado semi-sólido para o crescimento bacteriano e um processo de ultracentrifugação para isolamento da OMV. Comparou-se a produção de OMV de linhagens de N. meningitidis selvagens IAL 2443 e C2135 e mutante knock-out para o gene responsável pela produção de pilina - C2135_pilE. A atividade imunológica foi verificada por meio da imunização em camundongos Swiss e a verificação da citotoxicidade foi realizada em cultura celular utilizando células VERO e NHI 3T3. Os resultados mostraram que as diferentes linhagens de N. meningitidis possuem cinéticas de produção de OMVs distintas em tempo e quantidade. A não expressão de pilE também afeta a cinética da produção dessas estruturas. O uso de adjuvantes de sílica mesoporosa SBA- 15 e SBA- 16 com a OMV IAL 2443 aumenta o reconhecimento pelo sistema imunológico...

Nanotubos de carbono : aspectos químicos e interação com biossistemas; Carbon nanotubes : chemical aspects and interaction with biological systems

Diego Stefani Teodoro Martinez
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
17.535427%
Neste trabalho foram estudados aspectos de purificação e caracterização de nanotubos de carbono de parede múltiplas, bem como suas interações com diferentes níveis de organização dos biossistemas. Os nanotubos foram purificados e caracterizados após tratamentos químicos com HNO3, HCl e NaOH em sistema de refluxo convencional, sendo obtido nanotubos com pureza > 98,5 % (livres de ferro) e livres de resíduos carbonáceos. Para expressas os reflexos da interação dos nanotubos purificados com os biossistemas selecionados foi adotada uma abordagem sistêmica (Nível Ecológico > Nível Imunológico > Nível Celular-molecular). Os principais resultados desta interação foram: i) ausência de ecotoxicidade aguda para o organismo aquático Daphnia similis, quando dispersos em biossurfactantes produzidos pelo microorganismo Bacillus subtilis; ii) ausência de efeito mutagênico sobre linhagens de Salmonella typhimurium (Teste de Ames); iii) desenvolvimento de um eficiente processo para tratamento de efluente contendo resíduos carbonáceos provenientes da etapa de purificação dos nanotubos; iv) efeito imunoestimulatório (adjuvante) em camundongos geneticamente selecionados e, v) capacidade de internalização celular e efeito citotóxico em astrócitos primários in vitro...

Efeito do dimetildioctadecilamônio na resposta imune humoral e celular de cobaios inoculados com o herpesvírus bovino-1 inativado

Silva,L.C.; Takiuchi,E.; Médici,K.C.; Alfieri,A.F.; Alfieri,A.A.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 PT
Relevância na Pesquisa
38.415247%
Avaliou-se o potencial adjuvante do cloreto de dimetildioctadecilamônio (DDA cloreto) em estimular as respostas imune humoral e celular, do tipo hipersensibilidade cutânea tardia (DTH), em cobaios que receberam preparações de antígeno contendo o herpesvírus bovino tipo 1 (BHV-1) inativado. Os animais foram vacinados com o BHV-1 em cinco diferentes formulações, representadas pelos grupos: A- adjuvante completo / incompleto de Freund, B- hidróxido de alumínio (Al(OH)3), C- DDA cloreto, D- associação Al(OH)3 / DDA cloreto e E- BHV-1 em solução aquosa sem adjuvante. Os animais do grupo F, grupo-controle negativo, foram inoculados apenas com meio de cultivo celular. Os maiores títulos de anticorpos neutralizantes do BHV-1, expressos em log2, foram obtidos nos grupos D, A e C, com títulos de 6,25, 6,0 e 5,25, respectivamente. Na avaliação da DTH, os maiores aumentos na espessura da dobra da pele foram observados nos grupos A (2,4mm), C (1,8mm) e D (1,1mm). O DDA cloreto, utilizado tanto de forma isolada quanto em associação, determinou a potencialização das respostas imunológicas humoral e celular de cobaios imunizados com o BHV-1 inativado.

Produção de hibridomas secretores de anticorpos anti-Neospora caninum para uso em imunodiagnóstico

Devens,Bruna Alves; Viloria,Marlene Isabel Vargas; Silva,Carlos Henryque de Souza e; Salcedo,Joaquin Hernán Patarroyo
Fonte: Universidade Federal de Goiás Publicador: Universidade Federal de Goiás
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
28.009644%
O Neospora caninum é um protozoário apicomplexa com maior implicação em abortamentos em muitos países do mundo. As perdas econômicas determinadas pela neosporose incluem além dos abortamentos também o descarte precoce de vacas, os custos de reposição de novos animais no rebanho, a queda na produção leiteira, bem como na produção da gordura no leite. O diagnóstico imunológico envolve a aquisição de kits diagnósticos existentes no mercado os quais apresentam alto custo. Portanto, o objetivo do presente trabalho foi à produção de hibridomas secretores de anticorpos policlonais com afinidade ao Neospora caninum (cepa Nc-1) para utilização em imunodiagnósticos. Para a produção dos anticorpos usou-se o protozoário sonicado, proveniente da cultura em células VERO, que foi purificado por filtração. Esses taquizoítos foram utilizados na imunização dos camundongos BALB/c, usando-se como adjuvante a saponina, o que permitiu a obtenção de anticorpos policlonais capazes de revelar a fluoresceína na reação da imunofluorescência indireta. A fusão das células esplênicas, provenientes dos camundongos imunizados com as células de mieloma SP2/0 resultou na obtenção de 72,4% de hibridomas secretores de anticorpos anti-Nc-1. Esses hibridomas secretaram anticorpos positivos ao N. caninum e negativos ao Toxoplasma gondii.

Efeito do exercício físico regular e intenso no sistema imune de idosos; Effect of regular and intense physical exercise on the immune system of the elderly

Araujo, Adriana Ladeira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
27.535427%
Imunossenescência, termo que designa o envelhecimento do sistema imune, contribui com o aumento das infecções, doença autoimune, câncer e baixa eficiência das vacinações, favorecendo o aumento da morbi-mortalidade entre os indivíduos idosos. Dentre as mudanças, destacam-se as alterações no tamanho da subpopulação de célula T, com aumento de células de memória e diminuição de células naive; no padrão de secreção de citocinas, na capacidade de replicação das células e na produção de anticorpos, as quais culminam em um estado pró-inflamatório chamado 'inflamm-aging' e uma capacidade diminuída para responder a novos antígenos. Além disto, o acúmulo de linfócitos T CD8+CD28- nos idosos também se correlaciona com uma diminuição do controle sobre a infecção. No entanto, há poucos relatos sobre o papel do exercício regular na prevenção ou tratamento de imunossenescência. O objetivo deste estudo foi verificar os efeitos da atividade física intensa e regular na imunossenescência de idosos. Foram selecionados 15 indivíduos idosos em treinamento intenso de corrida (meia maratona e/ou maratona há pelo menos 5 anos, TI), e 16 indivíduos idosos não praticantes de atividade física, NT. Todos os indivíduos eram do sexo masculino...

Seleção in vivo de peptídeos ligantes à articulações inflamadas e seu potencial uso em diagnóstico

Silva, Tamiris Aparecida da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
17.535427%
CAPÍTULO I: O sistema imunológico é constituído de uma complexa rede de moléculas e células que funciona a fim de proteger o organismo contra patógenos. O sistema imune sadio deve manter o balanço entre a capacidade de responder a agentes infecciosos e de sustentar a autotolerância. No entanto, podem ocorrer falhas que resultam em reações contra as células e tecidos do próprio organismo e que causam doenças autoimunes, como a Artrite Reumatóide (AR). Esta é uma doença autoimune caracterizada por artrite simétrica e aditiva, de causa desconhecida, que se inicia geralmente após os 30 anos, acometendo mulheres três vezes mais que em homens, com prevalência de 1,0% em algumas regiões. Nas artrites reumatóides, a membrana sinovial torna-se infiltrada por vários tipos de células inflamatórias, que sinergizam para causar destruição das articulações, provocando fortes dores articulares. O diagnóstico da artrite depende da associação de uma série de sintomas e sinais clínicos, achados laboratoriais e radiográficos. O objetivo do tratamento é aliviar as dores, melhorar ou manter a capacidade funcional, prevenir as incapacidades e melhorar sua qualidade de vida. Ainda não existe nenhum teste que confirme a presença da doença...

Combinações de modificadores da resposta biologica e 5-Fluorouracil no tratamento do cancer colorretal : estudo "in vitro"

Fernando Medina da Cunha
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em //1995 PT
Relevância na Pesquisa
17.535427%
O câncer colorretal é uma doença muito freqüente. Estima-se que nos Estados Unidos da América 11.500 novos casos ocorream em 1992 e que 51. 000 pessoas morreram em conseqüencia a esta neoplasia. Muitos progressos tem sido realizado no campo da gênese desta neoplasia. Estudos genéticos tem propostos modelo seqüencial de eventos moleculares genéticos coincidentes com o desenvolvimento e progressão do câncer colorretal. O resultado destes estudos é que num futuro próximo poderemos prever com segurança como vão evoluir os pacientes portadores desta neoplasia. A despeito da evolução no diagnóstico precoce, no entendimento da gênese da neoplasia, no conhecimento dos fatores prognósticos, a taxa de sobrevida obtida com o tratamento cirúrgico não mudou significativamente nos últimos 40 anos. 38% de todos os pacientes com câncer de colon que são operados tem doença metastática em linfonodos regionais; 21 % tem metastáses à distância e não mais que 20 a 30% destes sobrevivem a 5 anos. A recidiva do tumor é a outra causa de óbito, sendo que 2/3 ocorrem nos 2 primeiros anos após a cirurgia e 90% dentro dos primeiros 5 anos. Estes números significam que a aproximadamente 55% dos pacientes com câncer colorretal morrem em conseqüência à neoplasia com doença disseminada. O tratamento sistêmico é baseado em uma única droga...

Atividade antipirética e antiinflamatória de derivados 5-trifluormetil-4,5-diidro-1H-1-carboxiamida pirazol em ratos

Pasin, Juliana Saibt Martins
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
17.535427%
A febre é um aumento regulado da temperatura corporal central, caracterizada por uma alteração no centro termorregulatório, a qual resulta da interação entre o sistema nervoso central e o imunológico. Enquanto a febre caracteriza lesão celular, infecção e inflamação, ela tem sido considerada o mais importante componente da resposta de fase aguda. Embora existam evidências de que a febre aumenta a defesa do hospedeiro, alguns estudos têm sugerido que o aumento da temperatura central a níveis febris pode ser prejudicial. Portanto, nas situações clínicas nas quais os riscos associados com a febre superam os benefícios, o tratamento antipirético é formalmente indicado. Os derivados pirazolínicos constituem um importante grupo de compostos orgânicos que têm sido extensivamente estudados devido às suas inúmeras atividades biológicas, que incluem atividade antipirética. Recentemente uma série de derivados pirazolínicos inéditos foi avaliada quanto à atividade antiedematogênica e antinociceptiva em camundongos. Estes compostos causam antinocicepção no teste da formalina e no modelo de artrite induzida por adjuvante de Freund, bem como diminuem o edema induzido por carragenina. Dados os efeitos antiinflamatórios descritos para estes compostos...

Valor Prognóstico da Expressão de PTEN, MTOR, PI3K, IGF-1R, EGFR, PD-L1 e PD-L2 no câncer de mama = : Prognostic Value of PTEN, MTOR, PI3K, IGF-1R, EGFR, PD-L1 and PD-L2 in breast cancer; Prognostic Value of PTEN, MTOR, PI3K, IGF-1R, EGFR, PD-L1 and PD-L2 in breast cancer

Mauricio Zuccolotto Baptista
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
17.535427%
Introdução: A via de sinalização intracelular PTEN, mTOR, PI3K, IGF-1R e EGFR exerce papel prognóstico importante no câncer de mama. Embora muitos estudos tenham analisado a correlação entre as alterações gênicas de PTEN, mTOR, PI3K, IGF-1R e EGFR e o mau prognóstico em câncer de mama, há uma lacuna na literatura com relação ao valor prognóstico dessas proteínas na adjuvância do câncer de mama. Apesar de existirem fatores prognósticos e preditivos conhecidos, como os receptores hormonais e o HER-2, no campo imunológico, o câncer de mama é um dos tumores menos imunogênicos. As proteínas PD-L1 e PD-L2 fazem parte de uma importante resposta imune antitumoral. Em câncer de mama, o valor prognóstico de PD-L1 e PD-L2 ainda não está definido. Objetivos: Investigar a expressão das proteínas PTEN, mTOR, PI3K, IGF-1R e EGFR e das proteínas PD-L1 e PD-L2, e a correlação com as características clínicas e patológicas do câncer de mama, sobrevida livre de doença e sobrevida global. Métodos: Foi realizada uma coorte que avaliou 192 casos de câncer de mama, estadios I, II e III, tratadas entre 1994 e 2014 no Hospital da Mulher (CAISM) da UNICAMP. Os dados clínicos e de sobrevida foram retirados de prontuários. Blocos de parafina foram utilizados para construção do microarranjo de tecidos (TMA). No TMA foi utilizada a técnica de imunohistoquímica (IHQ) para estudo da expressão dessas proteínas. A terapia adjuvante foi administrada de acordo com o protocolo de tratamento institucional. Resultados: A expressão de PTEN foi encontrada em 40.6% (77/190); mTOR em 47.4% (90/190); PI3K em 29.8% (57/191); IGF-1R em 35.8% (68/190) e EGFR em 25.7% (49/191). Nas células do câncer de mama...

Imunização subcutânea na infecção do camundongo pela Leishmania major: eficácia dos promastigotos mortos pela formalina combinada com adjuvantes; Subcutaneous immunization against Leishmania major - infection in mice: efficacy of formalin-killed promastigotes combined with adjuvants

Mutiso, Joshua M.; Macharia, John C.; Mutisya, Rosemary M.; Taracha, Evans
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2010 ENG
Relevância na Pesquisa
17.535427%
Formalin-killed promastigotes (FKP) of Leishmania major, in combination with Montanide ISA 720 (MISA), BCG or alum were used in vaccination of an inbred murine model against cutaneous leishmaniasis (CL). Significant and specific increases in anti-FKP IgG responses were detected for both alum-FKP and BCG-FKP compared to MISA-FKP (p < 0.001). Significant increases in splenic lymphocyte recall proliferation was obtained in the MISA-FKP vaccinated mice compared to alum-FKP or BCG-FKP vaccinated groups (p < 0.01). The highest interferon-γ responses were observed in the BCG-FKP group followed by the MISA-FKP while the alum-FKP gave the least responses. Significantly reduced lesion sizes were obtained in the MISA-FKP group compared to the BCG/alum adjuvants-FKP vaccinated groups. Although the BCG-FKP group showed the highest IFN-γ responses, it failed to control cutaneous lesions. Significant reductions in parasite numbers were observed in the MISA-FKP and BCG-FKP vaccinated groups (p < 0.001). There was a good correlation between parasite burden and IFN-γ level indicating IFN-γ response as a sensitive parameter of the immune status. In conclusion, MISA-FKP is the most efficacious vaccine formulation against murine cutaneous leishmaniasis.; Promastigotos mortos pela formalina (FKP) de Leishmania major combinados com Montanide ISA 720 (MISA)...