Página 1 dos resultados de 66 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

A terapia fotodinâmica com ácido 5-aminolevulínico como modalidade de tratamento para neoplasias cutâneas não-melanoma; Topical 5-aminolevulinic acid photodynamic therapy as a treatment modality for nonmelanoma skin cancer

FELÍCIO, Lília Bernardini Antunes de; FERREIRA, Juliana; BENTLEY, Maria Vitória Badra; BAGNATO, Vanderlei Salvador; TEDESCO, Cláudio Antonio; SOUZA, Cacilda da Silva
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
49.45952%
FUNDAMENTOS: A terapia fotodinâmica baseia-se na associação de fonte de luz e fotossensibilizador para destruir seletivamente as células. OBJETIVO: Avaliar os efeitos imediatos e tardios, a resposta clínica e os resultados estéticos da terapia fotodinâmica com ácido 5-aminolevulínico em neoplasias cutâneas não-melanoma. MÉTODOS: Trinta e quatro lesões, sendo 19 disceratoses de Bowen e 15 carcinomas basocelulares, foram submetidas à aplicação tópica e oclusiva do ácido 5-aminolevulínico a 20%, por seis horas, e posteriormente a sessão única de laser de diodo (630nm). RESULTADOS: Foram registrados: sensação de queimação durante as sessões; eritema, edema e erosões, nas primeiras 72 horas; cicatrização em média de quatro semanas; resultados estéticos variáveis de excelentes a bons. Aos três meses, a resposta clínica foi de 91,2%, sendo reduzida, aos 18 meses, para 73,3%, de modo similar tanto para disceratose de Bowen (72,2%) quanto para carcinoma basocelular (75%). Foi evidenciada relação de tendência linear entre a redução da freqüência da resposta clínica e o aumento da dimensão das neoplasias cutâneas não-melanoma (p<0,001). CONCLUSÃO: A terapia fotodinâmica com ácido 5-aminolevulínico tópico mostrou destacadas vantagens: minimamente invasiva no tratamento de lesões múltiplas em sessão única ou em sítios de pobre cicatrização com superioridade dos resultados estéticos. O tipo/subtipo(clínico e histopatológico)...

Improvement of an HPLC method to determine urinary δ-aminolevulinic acid; Aprimoramento de um método de HPLC para determinar ácido δ-aminolevulínico urinário

ALVES, Atecla Nunciata Lopes; SUMITA, Nairo Massakazu; FORTINI, Alexandre Soriano; PACHECO NETO, Maurilio; MENDES, Maria Elizabete; DUARTE, Alberto José da Silva
Fonte: Sociedade Brasileira de Patologia ClínicaSociedade Brasileira de PatologiaSociedade Brasileira de Citopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Patologia ClínicaSociedade Brasileira de PatologiaSociedade Brasileira de Citopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
38.949863%
OBJECTIVE: The purpose of this study was to evaluate and improve a high performance liquid chromatography (HPLC) methodology to determine urinary δ-aminolevulinic acid (ALA-U) with small volumes of sample. METHOD: The method was based on the formation of a fluorescent compound and subsequent 15-minute chromatographic run. RESULTS: The method shows suitable linearity, precision and recovery. Urine samples showed 1.2 ± 0.9 mg/l (media ± standard deviation) of ALA-U. CONCLUSION: The method was considered suitable for the routine analysis of ALA-U.; INTRODUÇÃO E OBJETIVO: A proposta deste estudo foi avaliar e aprimorar uma metodologia de cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE)(11, 12), a fim de determinar o ácido δ-aminolevulínico urinário (ALA-U) utilizando volumes reduzidos de amostra. MÉTODO: O método baseia-se na formação de um composto fluorescente e posterior corrida cromatográfica de 15 minutos. RESULTADOS: O método apresentou linearidade, precisão e recuperação adequadas. Os resultados para as amostras de urina testadas foram 1,2 ± 0,9 mg/l (média ± desvio padrão) de ALA-U. CONCLUSÃO: O método foi considerado adequado para análises de rotina de ALA-U.

Influência do ácido oléico como promotor de absorção cutânea para o ácido 5-aminolevulínico na terapia fotodinâmica do câncer de pele: estudos 'in vitro' e 'in vivo' em modelo animal; Oleic acid influence as a cutaneous penetration enhancer for 5- aminolevulinic acid photodynamic therapy of skin cancer: in vitro and in vivo studies in animal model.

Carollo, Aline Regina Hellmann
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
39.1713%
A administração tópica do ácido 5-aminolevulínico (5-ALA) tem se destacado na Terapia Fotodinâmica (TFD) do câncer de pele pela eficiência no tratamento de tumores e pelos reduzidos efeitos colaterais fototóxicos. Entretanto, esta eficácia é limitada devido à baixa penetração do 5-ALA na pele. Uma proposta para aumentar a penetração do 5-ALA na pele é a utilização de promotores de absorção cutânea, que visam alterar a barreira cutânea para várias moléculas bioativas. O objetivo deste trabalho foi o desenvolvimento farmacotécnico de formulações contendo ácido oléico (AO) como promotor de absorção cutânea, visando o aumento da penetração cutânea do 5-ALA para a TFD do câncer de pele. O fluxo in vitro de 5-ALA das formulações contendo AO (10%) foi significativamente aumentado após 12 horas de experimento, em relação às formulações sem AO, principalmente para os grupos contendo 5% e 10% de 5-ALA. A retenção no estrato córneo (EC) e na[epiderme + derme] sem EC também aumentou significativamente, mostrando um efeito promotor do AO. Foram também realizados experimentos in vivo em camundongos, com o intuito de analisar o efeito da formulação sobre a produção e o acúmulo in vivo de protoporfirina IX (PpIX) na pele. Observou-se que a presença do promotor de absorção aumentou significativamente a quantidade de PpIX extraída da pele comparado às formulações sem este aditivo. Para visualizar a presença de PpIX no tecido...

Lesões em DNA promovidas por ácido 5-aminolevulínico: uma proposta de bases moleculares para hepatomos associados a porfirinopatias; DNA damage induced by 5-aminolevulinic acid: a molecular basis proposal for the hepatomas associated to porphyrinopathies

Onuki, Janice
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2000 PT
Relevância na Pesquisa
39.052065%
O ácido 5-aminolevulínico (ALA) é o primeiro precursor do grupo heme acumulado, principalmente no fígado, em alguns tipos de porfirias hepáticas hereditárias (porfiria aguda intermitente-AIP e tirosinemia) ou adquiridas (intoxicação por chumbo) devido à diminuição da atividade da enzima porfobilinogênio deaminase. Amostras de biópsias de fígado de pacientes portadores de AIP revelaram alterações estruturais nas mitocôndrias e no retículo endoplasmático, acúmulo de lipofuscina, gordura e corpúsculos de ferritina. Têm sido demonstrado que mutações mitocondriais induzidas por pró-oxidantes também contribuem para o envelhecimento celular e para o desenvolvimento do câncer. Esses dados podem estar relacionados à maior incidência de carcinoma hepatocelular (HCC) em pacientes sintomáticos de AIP. In vitro, ALA produz espécies reativas de oxigênio (ROS), através da oxidação catalisada por metais, e pode ser visto como uma fonte endógena de ROS, iniciando danos oxidativos a estruturas celulares como o DNA, podendo estar envolvido na iniciação e promoção do câncer. Além disso, o produto final de oxidação do ALA, o ácido 4,5-dioxovalérico (DOVA) é capaz de induzir modificações nas bases do DNA como outros derivados carbonílicos reativos. Neste estudo...

A influência do D-limoneno como promotor de absorção de ácido 5-aminolevulínico para Terapia Fotodinâmica do câncer de pele: avaliação in vitro e in vivo da permeação e retenção cutâneas; D-limonene influence in the cutaneous penetration enhancer for 5-aminolevulinic acid in photodynamic therapy of skin cancer: in vitro and in vivo skin permeation and retention studies.

Bertolini, Wagner Luiz Heleno Marcus
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
39.052065%
BERTOLINI, WAGNER L. H. M. A influência do D-limoneno como promotor de absorção do ácido 5-aminolevulínico para Terapia Fotodinâmica do câncer de pele: avaliação in vitro e in vivo da permeação e retenção cutâneas. 2009 118f. Tese (Doutorado). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Preto Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2009. O câncer é a segunda doença principal do planeta, muito próximo de se tornar a mais incidente. Os tratamentos tradicionais do câncer, tais como cirurgia, radioterapia e quimioterapia apresentam severos efeitos colaterais ao paciente devido à citotoxicidade que podem causar às células normais, além das cancerosas. Objetivando minimizar estes efeitos indesejáveis pesquisadores de diversas áreas afins vislumbram novas técnicas, novos tipos e formas de tratamentos que apresentem um melhor perfil terapêutico; que possam agir de forma mais seletiva contra as células cancerosas, minorando os efeitos indesejáveis em relação às células saudáveis. Dentre as técnicas pesquisadas destaca-se a Terapia Fotodinâmica (TFD). Esta é uma técnica de tratamento nova e promissora. A técnica do tratamento consiste em aplicar, no tecido alvo, substâncias fotossensibilizantes...

Comparação da eficácia do ácido 5-aminolevulínico com a de seu metil éster utilizando-se a terapia fotodinâmica no tratamento de carcinoma espinocelular felino; COMPARISON OF EFFICACIES OF ALA-PDT AND METHYL AMINOLEVULINATE-PDT IN THE TREATMENT OF FELINE SQUAMOUS CELL CARCINOMA

Emilio, Claudia Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
59.2537%
A comparação dos resultados obtidos utilizando-se uma única sessão de terapia fotodinâmica (PDT) com diodos emissores de luz (LEDs) de 630 nm no tratamento de carcinoma espinocelular (CEC) de gatos foi o objetivo principal do presente estudo, onde duas diferentes composições de precursores da protoporfirina IX (PPIX), o metil aminolevulinato (MEALA) e o ácido aminolevulínico (ALA) foram testados. Dezenove animais com um total de 24 lesões de CEC cutâneo confirmadas pelo estudo histopatológico foram distribuídos em dois grupos; o primeiro foi tratado com MEALA e o segundo com ALA. Pelos resultados negativos em testes sorológicos para detecção dos vírus da imunodeficiência felina (FIV) e vírus da leucemia felina (FeLV), não foi possível correlacionar a ocorrência dessas doenças virais com a incidência de CEC cutâneo nos gatos estudados. A temperatura da superfície cutânea, monitorada durante a PDT não apresentou aumento significativo (t < 3oC) nos dois grupos. Todos os animais foram submetidos a exame clínico e sanguíneo (hemograma e função hepato-renal) antes e após o tratamento, não havendo nenhuma alteração que inviabilizasse a inclusão dos mesmos no protocolo experimental e nem alterações atribuídas ao tratamento. A quantificação imunoistoquímica para o antígeno nuclear de proliferação celular (PCNA) foi realizada como um fator prognóstico do tratamento...

Identificação de lesões de pele por detecção fotodinâmica mediada por ácido aminolevulínico; Identification of skin lesions through aminolaevulinic acidmediated photodynamic detection

Andrade, Cintia Teles de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
48.456133%
No Brasil, o câncer de pele não-melanoma é o tipo de câncer mais comum, corresponde a cerca de 95% de todos os tipos de câncer de pele e 25% de todo o tipo de tumor maligno. O diagnóstico precoce permite tratar lesões logo nos primeiros estágios da doença, melhorando as condições do paciente. Assim, é de grande importância desenvolver técnicas para auxiliar o diagnóstico, como a fluorescência marcada. Ela consiste em usar substâncias fotossensíveis como biomarcadores e analisar sua resposta de fluorescência à excitação por luz. O uso do ácido aminolevulínico (ALA) é de interesse para tal, pois apresenta seletividade para formação da protoporfirina IX (PpIX) em células alteradas, substância esta que apresenta boa resposta de fluorescência à excitação por luz (região do UV-Azul). Para um diagnóstico adequado, portanto, é necessário entender melhor o comportamento da luz em meios túrbidos, como a pele. Assim, o objetivo do estudo é investigar fenômenos envolvidos com esta técnica in vitro e in vivo. Para a análise in vitro foi usado um phantom de pele contendo 2% de nanquim, 1% de Lipofundin® e 5% BRIJ-35. Um derivado de porfirinas (Photogem®) foi inserido no interior dessa solução e excitado de formas diferentes para estudar o comportamento da fluorescência...

Estudo de sistemas nanocarreadores para o ácido 5-aminolevulínico com aplicação na terapia fotodinâmica; Study of nanocarriers systems to 5-aminolevulinic acid for photodynamic therapy use

Cerize, Natália Neto Pereira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
38.949863%
O ácido 5-aminolevulínico (5-ALA) é empregado como pró-fármaco, precursor de um agente fotossensibilizador na terapia fotodinâmica (TFD). Após a aplicação de 5-ALA topicamente, a incidência de luz visível de comprimento de onda apropriado induz a formação de uma substância altamente fluorescente e fotodinamicamente ativa, a Protoporfirina IX (PpIX).Todavia,devido a sua característica hidrofílica o 5-ALA apresenta reduzida penetração na epiderme e derme, limitando sua aplicação tópica. O presente trabalho apresenta o desenvolvimento de sistemas de veiculação nanoestruturados para o 5-ALA, visando maior penetração na pele e aumento da eficácia fotodinâmica. Além do 5-ALA, foram testados outros fármacos hidrofílicos, incluindo um anti-inflamatório, uma vitamina e um anti-microbiano, para validação do sistema de liberação controlada e ação sítio-específica. Foi realizado um estudo de desenvolvimento de formulação e processo para obtenção dos nanocarreadores placebo e posterior incorporação dos fámacos, além da caracterização completa dos sistemas obtidos, resultando no depósito de uma patente dos novos sistemas: Nanocarreadores Poliméricos Coloidais. Como principais resultados deste trabalho destaca-se a obtenção de sistemas em escala nanométrica...

Avaliação dos polimorfismos do Ácido Delta-aminolevulínico desidratase (ALAD) e Glutationa peroxidase (GPx) sobre estresse oxidativo em trabalhadores ocupacionalmente expostos ao chumbo; Evaluation of delta aminolevulinic acid (ALAD) and glutathione peroxidase (GPx) polymorphisms on oxidative stress in workers occupationally exposed to lead

Martins Júnior, Airton da Cunha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
38.949863%
O chumbo (Pb) é um metal altamente tóxico no qual os sinais de intoxicação variam bastante ao considerar as diferenças interindividuais. Um dos principais mecanismos de toxicidade do Pb ocorre pela inibição da enzima ácido delta aminolevulínico desidratase (ALAD) no sistema hematopoiético. O Pb também desempenha um importante papel no desbalanço do estado redox, pois sabe-se que ele tem o potencial de aumentar a concentração de espécies reativas de oxigênio (EROS) e inibir enzimas antioxidantes, como por exemplo a glutationa peroxidase (GPx). No entanto, poucos estudos avaliaram estes parâmetros em população ocupacionalmente exposta brasileira. Assim, o presente estudo, objetiva estudar a correlação entre as concentrações de Pb no sangue (Pb-S) de trabalhadores de fábricas de bateria e as atividades das enzimas ALAD e GPx associados com os polimorfismos genéticos da ALAD e GPx. Para tal, foram utilizadas 278 amostras de sangue de trabalhadores expostos ao Pb. As determinações de Pb foram realizadas por espectrometria de massas com plasma acoplado indutivamente (ELAN DRCII Perkin- Elmer). As genotipagens dos polimorfismos genéticos da ALAD e da GPx foram realizadas pela Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) em tempo real e as atividades das enzimas ALAD e GPx foram determinadas no sangue por espectrofotometria de UV/VIS. A média da concentração de Pb-S foi de 22...

Expressão do gene da enzima 5-aminolevulinato sintase (ALAS) na ostra Crassostrea gigas exposta ao esgoto doméstico

Rodrigues, Thiago Bruce
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: iv, 58 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
48.456133%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia.; Os organismos necessitam de tetrapirróis, primariamente na forma de grupo heme e/ou clorofila. O heme está presente como grupo prostético em um grande número de proteínas, entre elas a hemoglobina, mioglobina e citocromos, enquanto a clorofila é o principal pigmento utilizado nos processos fotossintéticos. A formação de tetrapirróis nos organismos tem início na síntese do ácido aminolevulínico (ALA). A enzima 5-aminolevulinato sintase (ALAS), EC 2.3.1.37, catalisa a condensação de succinil-CoA e glicina para a formação do ALA na mitocôndria. No presente trabalho, ostras Crassostrea gigas foram expostas à esgoto doméstico bruto diluído a 33% por 48 horas, sob condições controladas de laboratório. Após a exposição, a expressão o gene da ALAS foi analisada nas brânquias e na glândula digestiva, através de RT-PCR (Reverse Transcriptase- Polymerase Chain Reaction) semiquantitativo, utilizando-se iniciadores específicos. A exposição ao esgoto doméstico não promoveu um aumento significativo na expressão do gene ALAS na glândula digestiva. Por outro lado, as brânquias apresentaram um aumento significativo na expressão deste gene. Nossos resultados mostram um aumento de 68% na expressão do gene ALAS nas brânquias dos indivíduos do grupo tratado em relação ao grupo controle (não-tratado). Esses dados sugerem que o gene ALAS pode ser considerado como um potencial candidato a biomarcador molecular de exposição à esgoto doméstico na ostra C. gigas.

Terapia fotodinâmica para tratamento de carcinoma basocelular do tipo nodular : estudo comparativo entre o ácido 5-aminolevulínico (ALA) em nanoemulsão e o metil-ALA; Photodynamic therapy for treatment of nodular basal cell carcinoma : comparative study between 5-aminolevulínicon acid (ALA) in nanoemulsion and Metil-ALA

Kozak, Roula
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
58.949863%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Nanociência e Nanobiotecnologia, 2014.; A terapia fotodinâmica (TFD) é uma modalidade importante não invasiva no tratamento de casos selecionados de carcinoma basocelular, a neoplasia maligna mais frequente em humanos. A eficácia da TFD no tratamento do carcinoma basocelular nodular (CBCn) não está bem estabelecida, havendo taxas de cura e recorrência variáveis na literatura. A melhora da ação dos agentes fotossensibilizantes em termos de especificidade, potência e penetração cutânea constitui uma importante perspectiva para o aprimoramento da TFD. Nesse aspecto, a nanotecnologia e seu potencial em aprimorar os sistemas de liberação de fármacos são bastante promissores. No presente trabalho, foi estudada a eficácia e tolerabilidade de dois precursores fotossensibilizantes no tratamento do carcinoma basocelular nodular com até 2mm de profundidade, o ácido aminolevulínico em nanoemulsão lipídica polimérica, o Nano-ALA, e o metil-aminolevulinato, o M-ALA. Participaram do estudo 24 pacientes com o total de 30 lesões de CBCn, divididos aleatoriamente em dois grupos de tratamento. Foram realizadas duas sessões padronizadas de TFD com intervalo de uma semana e após três meses foi realizada excisão cirúrgica da área tratada: 26 lesões (86...

Níveis de chumbo e atividade da desidratase do ácido delta-aminolevulínico (delta-ALAD) no sangue da população da Grande São Paulo, Brasil

Fernícola,Nilda A.G.G. de; Azevedo,Fausto A. de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1981 PT
Relevância na Pesquisa
38.45613%
Foram feitas determinações de chumbo e atividade da delta-ALAD no sangue de 3 amostras populacionais da Grande São Paulo (Brasil). Um grupo (A) de área de escassa exposição ambiental ao chumbo, um grupo (B) exposto principalmente a fontes móveis de emissão de chumbo e um grupo (C) vizinho a uma indústria de recuperação de chumbo. Cada grupo foi subdividido conforme sexo e hábito de fumar. A plumbemia do grupo C (20,5 µg/100 ml) foi significantemente maior que as dos grupos A (11,2 µg/100 ml) e B (12,4 µg/100 ml). As correlações entre plumbemia e atividade da delta-ALAD, plumbemia e sexo e plumbemia e hábito de fumar foram investigadas.

Limites de aplicabilidade da determinação do ácido delta-aminolevulínico urinário como teste screening na avaliação da intoxicação profissional pelo chumbo

Caldeira,Cristiane; Mattos,Rita de Cassia Oliveira da Costa; Meyer,Armando; Moreira,Josino Costa
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2000 PT
Relevância na Pesquisa
48.949863%
A aplicabilidade da determinação da concentração do ácido delta-aminolevulínico urinário (ALA-U) no controle da saúde de trabalhadores expostos ocupacionalmente ao chumbo foi realizada em dois grupos de trabalhadores. Os valores médios de Pb-S para os dois grupos foram 17,3 µg/dl (6,2-39,4) e 61,5 µg/dl (41,1-91,0), respectivamente. As concentrações de ALA-U foram determinadas por HPLC e por espectrofotometria. Uma correlação significativa (p<0,001) foi obtida, relacionando-se os valores de ALA/HPLC com os de Pb-S (R = 0,739 para o primeiro grupo; R = 0,902 para o segundo grupo). Também foi avaliado o teste de ALA-U como indicador de diferentes concentrações de chumbo no sangue. Adotando-se a concentração de ALA-U de 3 mg/g de creatinina como limite para detectar concentrações de Pb-S iguais ou maiores que 20 µg/dl, o teste mostrou uma sensibilidade de 92% e uma especificidade de 90%. Em ambos os grupos estudados, tanto o número de falsos positivos como o de falsos negativos foram inferiores a 10%, sendo, portanto, suficientes para validar o teste.

A terapia fotodinâmica com ácido 5-aminolevulínico como modalidade de tratamento para neoplasias cutâneas não-melanoma

Felício,Lília Bernardini Antunes de; Ferreira,Juliana; Bentley,Maria Vitória Badra; Bagnato,Vanderlei Salvador; Tedesco,Cláudio Antonio; Souza,Cacilda da Silva
Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
49.45952%
FUNDAMENTOS: A terapia fotodinâmica baseia-se na associação de fonte de luz e fotossensibilizador para destruir seletivamente as células. OBJETIVO: Avaliar os efeitos imediatos e tardios, a resposta clínica e os resultados estéticos da terapia fotodinâmica com ácido 5-aminolevulínico em neoplasias cutâneas não-melanoma. MÉTODOS: Trinta e quatro lesões, sendo 19 disceratoses de Bowen e 15 carcinomas basocelulares, foram submetidas à aplicação tópica e oclusiva do ácido 5-aminolevulínico a 20%, por seis horas, e posteriormente a sessão única de laser de diodo (630nm). RESULTADOS: Foram registrados: sensação de queimação durante as sessões; eritema, edema e erosões, nas primeiras 72 horas; cicatrização em média de quatro semanas; resultados estéticos variáveis de excelentes a bons. Aos três meses, a resposta clínica foi de 91,2%, sendo reduzida, aos 18 meses, para 73,3%, de modo similar tanto para disceratose de Bowen (72,2%) quanto para carcinoma basocelular (75%). Foi evidenciada relação de tendência linear entre a redução da freqüência da resposta clínica e o aumento da dimensão das neoplasias cutâneas não-melanoma (p<0,001). CONCLUSÃO: A terapia fotodinâmica com ácido 5-aminolevulínico tópico mostrou destacadas vantagens: minimamente invasiva no tratamento de lesões múltiplas em sessão única ou em sítios de pobre cicatrização com superioridade dos resultados estéticos. O tipo/subtipo(clínico e histopatológico)...

Efeito do ácido 5'-aminolevulínico sobre a atividade da adenilato ciclase em membranas plasmáticas cerebrais

Pagel, Fernanda Wolf; Regner, Andrea Pereira; Martini, Lucia Helena; Souza, Diogo Onofre Gomes de; Emanuelli, Tatiana
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
38.45613%

Ácido delta-aminolevulinico e estresse oxidativo hepático na fase inicial da intoxicação experimental por hexaclorobenzeno; 5-Aminolevulinic acid and the hepatic oxidative stress in the early phase of experimental hexachlorobenzene intoxication

Sawada, Tânia Cristina Higashi; Silva, Vanessa Vitoriano da; Barros, Sonia; Röpke, Cristina Dislich; Barros, Silvia Berlanga de Moraes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2004 ENG
Relevância na Pesquisa
39.052065%
Este trabalho avaliou os níveis de ácido delta-aminolevulínico (ALA) em fígado de ratos expostos a diferentes doses de hexaclorobenzeno (HCB) (25, 50 e 100 mg/kg de peso corpóreo) durante 4 semanas e correlacionou com os parâmetros de peroxidação lipídica. Os níveis de ALA foram determinados por cromatografia líquida de alta eficiência após derivatização com acetilacetona e formaldeído, seguida de detecção de fluorescência. A metodologia foi cuidadosamente validada, apesar disso, os níveis hepáticos de ALA em todos os animais tratados ou não foram abaixo do limite de detecção do método (2,27 mg de ALA/ g de fígado). Por outro lado, para a peroxidação lipídica, avaliada como produção de reagentes ao ácido tiobarbitúrico e quimiluminescência, os resultados foram significativamente elevados em todos os animais tratados em comparação com os do grupo controle (p; This work evaluated the levels of 5-aminolevulinic acid (ALA) in the liver of rats exposed to different doses of HCB (25,50, and 100 mg/kg b.w. for 4 weeks) and correlated them with lipid peroxidation parameters. Levels of ALA were determined by high-pressure liquid chromatography after derivatization with acetylacetone and formaldehyde, followed by fluorescence detection. The methodology was carefully validated...

Níveis de chumbo e atividade da desidratase do ácido delta-aminolevulínico (delta-ALAD) no sangue da população da Grande São Paulo, Brasil; Levels of lead and delta-aminolevulinic acid dehydratase activity in the blood of Greater S. Paulo (Brazil) population groups

Fernícola, Nilda A.G.G. de; Azevedo, Fausto A. de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/1981 POR
Relevância na Pesquisa
38.45613%
Foram feitas determinações de chumbo e atividade da delta-ALAD no sangue de 3 amostras populacionais da Grande São Paulo (Brasil). Um grupo (A) de área de escassa exposição ambiental ao chumbo, um grupo (B) exposto principalmente a fontes móveis de emissão de chumbo e um grupo (C) vizinho a uma indústria de recuperação de chumbo. Cada grupo foi subdividido conforme sexo e hábito de fumar. A plumbemia do grupo C (20,5 µg/100 ml) foi significantemente maior que as dos grupos A (11,2 µg/100 ml) e B (12,4 µg/100 ml). As correlações entre plumbemia e atividade da delta-ALAD, plumbemia e sexo e plumbemia e hábito de fumar foram investigadas.; Blood lead levels (BPb) and delta-aminolevulinic acid dehydratase activity (delta-ALAD) were determined in three population groups in Greater S. Paulo (Brazil). The first group (A) had low environmental exposure to lead from mobile and stationary sources; the second (B) was exposed to mobile lead emitting sources; while the third gruop (C) was formed by people living near a lead recuperation plant. Each group was divided according to sex and smoking habits. The BPb of group C was significantly higher than that of groups A and B. Correlations between BPb and delta-ALAD, BPb and sex...

Resección de tumor intramedular guiada por fluorescencia con ácido aminolevulínico

Bernal-García,L.M.; Cabezudo-Artero,J.M.; Ortega-Martínez,M.; Fernández-Portales,I.; Giménez-Pando,J.; Ugarriza-Echebarrieta,L.F.; Mata-Gómez,J.; Molina-Orozco,M.; Malca-Balcázar,J.F.
Fonte: Neurocirugía Publicador: Neurocirugía
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/08/2010 SPA
Relevância na Pesquisa
68.949863%
La resección guiada por fluorescencia con ácido aminolevulínico (5-ALA) se ha demostrado útil para el tratamiento quirúrgico de los gliomas cerebrales malignos. También parece útil en el tratamiento de otros tipos de tumores, tanto cerebrales como intramedulares. Presentamos el caso de un paciente con un tumor intramedular en el que la fluorescencia con 5-ALA fue de utilidad para la localización intraoperatoria de la lesión, para la identificación de pequeños nódulos en el parénquima medular y para lograr la exéresis completa del tumor.

Níveis de chumbo e atividade da desidratase do ácido delta-aminolevulínico (delta-ALAD) no sangue da população da Grande São Paulo, Brasil

Fernícola,Nilda A.G.G. de; Azevedo,Fausto A. de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1981 PT
Relevância na Pesquisa
38.45613%
Foram feitas determinações de chumbo e atividade da delta-ALAD no sangue de 3 amostras populacionais da Grande São Paulo (Brasil). Um grupo (A) de área de escassa exposição ambiental ao chumbo, um grupo (B) exposto principalmente a fontes móveis de emissão de chumbo e um grupo (C) vizinho a uma indústria de recuperação de chumbo. Cada grupo foi subdividido conforme sexo e hábito de fumar. A plumbemia do grupo C (20,5 µg/100 ml) foi significantemente maior que as dos grupos A (11,2 µg/100 ml) e B (12,4 µg/100 ml). As correlações entre plumbemia e atividade da delta-ALAD, plumbemia e sexo e plumbemia e hábito de fumar foram investigadas.

Limites de aplicabilidade da determinação do ácido delta-aminolevulínico urinário como teste screening na avaliação da intoxicação profissional pelo chumbo

Caldeira,Cristiane; Mattos,Rita de Cassia Oliveira da Costa; Meyer,Armando; Moreira,Josino Costa
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2000 PT
Relevância na Pesquisa
48.949863%
A aplicabilidade da determinação da concentração do ácido delta-aminolevulínico urinário (ALA-U) no controle da saúde de trabalhadores expostos ocupacionalmente ao chumbo foi realizada em dois grupos de trabalhadores. Os valores médios de Pb-S para os dois grupos foram 17,3 µg/dl (6,2-39,4) e 61,5 µg/dl (41,1-91,0), respectivamente. As concentrações de ALA-U foram determinadas por HPLC e por espectrofotometria. Uma correlação significativa (p<0,001) foi obtida, relacionando-se os valores de ALA/HPLC com os de Pb-S (R = 0,739 para o primeiro grupo; R = 0,902 para o segundo grupo). Também foi avaliado o teste de ALA-U como indicador de diferentes concentrações de chumbo no sangue. Adotando-se a concentração de ALA-U de 3 mg/g de creatinina como limite para detectar concentrações de Pb-S iguais ou maiores que 20 µg/dl, o teste mostrou uma sensibilidade de 92% e uma especificidade de 90%. Em ambos os grupos estudados, tanto o número de falsos positivos como o de falsos negativos foram inferiores a 10%, sendo, portanto, suficientes para validar o teste.