Página 3 dos resultados de 250 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Sensor de amônia baseado em filmes finos de polianilina para criadouros de frango de corte. ; Ammonia sensor based polyaniline for chickens farm.

Regaço, Maurício Pereira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
27.63332%
Este trabalho teve como objetivo o estudo e o desenvolvimento de dispositivos sensores de gás de amônia, utilizando filmes finos de Polianilina como camada ativa, depositados por polimerização in-situ. Em comparação com outros materiais, a polianilina apresenta uma alta sensitividade à amônia e um baixo tempo de resposta, características fundamentais para sensores. Alie-se a isto a sua estabilidade, facilidade de processamento e baixo custo. Estas características tornam a polianilina um material bastante promissor para aplicações em dispositivos sensores de gases. A estrutura dos dispositivos é composta, basicamente, de um substrato de vidro com eletrodos interdigitados em ouro recobertos com uma camada de filme polimérico. Neste trabalho foi analisada a variação da espessura dos filmes em função do tempo de deposição por polimerização in-situ, para verificar a reprodutibilidade deste método de deposição. A partir do dispositivo pronto foi estudada sua resposta elétrica, variação da resistência elétrica, em função da concentração de amônia, principal característica do sensor. A caracterização elétrica dos dispositivos, em corrente contínua, teve como parâmetros de estudo a sensitividade, degradação...

Preparação e caracterização de sensores de amônia baseados em filmes ultrafinos de polianilina e polianilina-ftalocianinas.; Preparation and characterization of ammonia sensor based on polyaniline and polyaniline-phthalocyanines thin films.

Heleno, Cassia Massucato Nishijima
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/11/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.839407%
O presente trabalho tem como objetivo o estudo e o desenvolvimento de dispositivos eletrônicos, para o monitoramento de gás de amônia, confeccionados com filmes ultrafinos de polianilina e ftalocianinas metálicas. Foram fabricados três diferentes tipos de sistemas: polianilina/PVS, polianilina/ftalocianina de níquel e polianilina/ftalocianina de cobre, sendo a espessura dos filmes o parâmetro de análise. Foram preparadas amostras com 10, 20 e 40 bicamadas. Os filmes foram caracterizados por profilometria e espectroscopia de absorção na faixa da radiação do UV - visível. Observou-se um aumento linear da espessura dos filmes com o aumento do número de bicamadas depositadas. Os dispositivos foram preparados a partir da deposição dos filmes ultrafinos de polianilina e ftalocianinas sobre substratos de vidro com eletrodos interdigitados de ouro evaporados termicamente. Os dispositivos foram caracterizados eletricamente por medidas de variação da resistência elétrica, em regime de corrente contínua e alternada, para diferentes concentrações de amônia. Também foi analisado o efeito da temperatura e da umidade relativa do ar na sensibilidade dos dispositivos. Todas as estruturas apresentaram uma dependência direta do valor da resistência elétrica com a concentração de amônia. Os dispositivos baseados em filmes de polianilina e ftalocianina de níquel apresentaram a menor variação do valor de resistência elétrica com a umidade relativa do ar. Esta característica é bastante desejável já que os ambientes nos quais se pretende utilizar este tipo de dispositivo para de monitoramento do gás de amônia...

Estudo das Propriedades de Compósitos de Polianilina e Resina Epoxídica

Amaral,Thiago P.; Barra,Guilherme M. O.; Barcia,Fabio L.; Soares,Bluma G.
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.332368%
Compósitos condutores de eletricidade envolvendo polianilina e resina epoxídica foram preparados utilizando-se o método da polimerização in situ. O método consiste da polimerização em emulsão da anilina na presença da resina epoxídica. Ácido dodecilbenzenossulfônico foi utilizado como agente dopante, que age também como surfactante da polimerização em emulsão. A condutividade elétrica do sistema Pani/resina epoxídica alcançou valores tão altos quanto 2 x 10-3 S/cm, com uma concentração de Pani correspondente a 7% em peso. O conteúdo de Pani na mistura foi determinado por análise elementar. O efeito do método de cura da resina epoxídica na condutividade elétrica, temperatura de transição vítrea e propriedades mecânicas do sistema foi também investigado.

Compósitos de borracha natural com polianilina

Galiani,Patrini D.; Malmonge,José A.; Santos,Daniela P. dos; Malmonge,Luiz F.
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.332368%
Compósitos de borracha natural (Hevea brasiliensis)-BN/polianilina - PANI, com diferentes composições foram obtidos através da polimerização por emulsão do monômero anilina na presença da BN e do ácido dodecilbenzeno sulfônico (DBSA). Filmes finos e homogêneos foram obtidos por prensagem a quente. Os compósitos foram caracterizados por condutividade elétrica, FTIR, UV-vis-NIR, DSC e difração de raios X. Compósito com condutividade elétrica cerca de 14 ordens de grandeza maior que a BN foi obtido. Este alto valor de condutividade é atribuído à formação da PANI no estado dopado no compósito, que foi verificado através das técnicas de UV-vis-NIR e FTIR. Os resultados obtidos com a técnica de DSC e difratometria de raios X indicaram que os polímeros são imiscíveis e que a presença da borracha não altera significantemente a fase cristalina da PANI-DBSA no compósito.

Dispositivos flexíveis de monitoramento de pH e de deflexão mecânica à base de polianilina

Travain,Silmar A.; Bianchi,Rodrigo F.; Colella,Enia M. L.; Andrade,Adnei M. de; Giacometti,José Alberto
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.332368%
Nesse trabalho descrevemos a arquitetura e a operação de filmes finos de polianilina (PAni) usados como elemento ativo de sensores flexíveis de pH e de deformação mecânica. Tais dispositivos apresentam grande interesse tecnológico devido aos seus baixos custos de produção e à possibilidade de integração com outros sistemas orgânicos e inorgânicos, incluindo transistores, diodos e baterias. Filmes finos de PAni foram preparados pelo método de polimerização in-situ sobre microeletrodos de Cr/Au previamente depositados sobre substratos de polietilenoteraftalato (PET). As características elétricas do sistema foram investigadas como função do nível de dopagem da PAni. Os dispositivos apresentaram boa resposta elétrica para diferentes soluções ácidas e básicas, bem como para pequenas variações de deformações mecânicas.

Estudo das propriedades mecânicas e elétricas de fibras de curauá modificada com polianilina

S. Junior,Fernando G. de; Picciani,Paulo H. S.; Rocha,Eli V. da; Oliveira,Geiza E. de
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.332368%
Fibras naturais têm sido empregadas em diversos compósitos, principalmente na indústria automobilística. Dentre as diversas fibras naturais, a fibra de curauá é atraente por apresentar elevada propriedade mecânica associada a baixos valores de densidade. Neste trabalho a fibra de curauá é modificada quimicamente pelo recobrimento de uma camada condutora de polianilina, PAni. O material obtido foi caracterizado pelas técnicas espectrometria de infravermelho por transformada de Fourier (FTIR), análise termogravimétrica (TG) e microscopia ótica. As técnicas de caracterização utilizadas demonstraram que a metodologia empregada foi eficiente para formar um recobrimento parcial, porém efetivo, uma vez que o recobrimento permitiu a formação de caminhos condutores ao longo de toda a fibra. As propriedades eletro-mecânicas das fibras também foram avaliadas e os compósitos apresentaram um grande potencial para a construção de sensores de pressão a baixos custos.

Filme autosuportado de polianilina desdopada para aplicações anticorrosivas

Silva,Rodrigo S.; Cardozo,Herbert M.; Ferreira,Jane Z.; Ferreira,Carlos A.; Meneguzzi,Álvaro
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.332368%
Os polímeros intrinsecamente condutores (PIC), como a polianilina (PAni), têm sido estudados com alternativa em filmes protetores de metais oxidáveis contra a corrosão. Dada a dificuldade de fusão ou dissolução da PAni para a produção de filmes, investigou-se a possibilidade de obter filmes pela mistura de PAni no estado oxidado e desdopado, conhecida como base esmeraldina, com plastificante não dopante 4-cloro-3-metilfenol (CMF) e solvente conveniente. Filmes produzidos desta forma foram caracterizados por espectroscopia FTIR e RAMAN, por TGA e ensaio de voltametria cíclica. A caracterização mostrou filmes termicamente estáveis até a temperatura de 200 ºC com indícios de interação da PAni com o CMF, com a PAni se mantendo no estado oxidado no filme produzido, condição necessária para futura aplicação como filme anticorrosivo de proteção anódica.

Síntese e Caracterização de Filmes Finos de Óxido de Zinco e Polianilina para Aplicações em Heterojunções Semicondutoras

Francisco Felix, Jorlandio; Felisberto da Silva Júnior, Eronides (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.332368%
Neste trabalho foi desenvolvido um processo de deposição de filmes finos de óxido de zinco a partir do pó (ZnO) sobre substratos de vidro e semicondutores através da técnica de evaporação térmica resistiva. Os filmes foram submetidos a tratamentos térmicos em N2, Ar e O2 e posteriormente foram estudadas suas propriedades estruturais, topográficas, óticas e elétricas. Para isto utilizou-se as técnicas de difração de Raios-x, microscopia eletrônica de varredura (MEV) e de força atômica (AFM), espectroscopia de absorção/transmissão (UV-VIS) e a técnica de medida de quatro pontas. Mostrou-se, dentro de condições de deposição específicas, que usando a técnica de evaporação térmica resistiva é possível a obtenção de filmes de ZnO com boa qualidade topográfica/estrutural, baixa resistividade elétrica (∼ 10-3 Ω.cm) e transmitância ótica superior a 85 %. Verificou-se que o gap desses filmes aumenta com temperatura de recozimento, variando entre 3.09 e 3.24 eV. Neste trabalho também foi realizada a síntese do polímero polianilina (PANI) pelo método químico utilizando-se a metodologia desenvolvida por MacDiarmid et al. A PANI foi utilizada para obtenção de filmes finos, os quais foram depositados em de substratos de vidro com e sem filmes de ouro depositado na superfície...

Imobilização de enzimas em compósitos à base de polianilina

Salomão Caramori, Samantha; Bezerra de Carvalho Junior, Luiz (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.332368%
Neste trabalho são relatados os resultados obtidos na síntese, caracterização e aplicação de discos de álcool polivinílico-glutaraldeídopolianilina- glutaraldeído (PVAG-PANIG) como suporte para imobilização das enzimas peroxidase (EC 1.11.1.7) e tripsina (EC 3.4.21.4). A produção dos discos do compósito foi obtida pelo gotejamento de uma solução de álcool polivinílico 2% (p/v) e glutaraldeído 3,6 % (v/v) sobre poços de uma microplaca contendo 120 μL de HCl 3,0 mol LP -1 P, posteriormente, seguido pela síntese química de polianilina sobre a superfície dos discos, utilizando persulfato de amônio como agente oxidante, e pela ativação do compósito com glutaraldeído 2,5% (v/v). A composição do suporte PVAG-PANIG foi investigada mediante análises por espectros de infravermelho de transmitância e absorção por UVvisível e análise termogravimétrica. A superfície do material foi observada em microscopia eletrônica de varredura e em estudos de porosidade pela técnica de adsorção/desorção de nitrogênio e as propriedades condutimétricas foram obtidas utilizando o método padrão de quatro pontas. O compósito apresentou alta hidrofilicidade, baixa porosidade e baixa condutividade elétrica a temperatura ambiente. A imobilização de peroxidase resultou num derivado capaz de remover compostos fenólicos semelhantemente à ação executada pela enzima nativa...

Produção de heterojunções de polianilina/silício e nanofibras de polianilina para aplicações em dispositivos híbridos

Ricardo Cárdenas Nieto, Jairo; Felisberto da Silva Júnior, Eronides (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.881162%
Neste trabalho foi desenvolvida a metodologia para a síntese e fabricação de heterojunções Polianilina (PANI) Silício (Si), que apresentam um grande potencial para aplicações tecnológicas na área de sensores óticos, de gases e de radiação ionizante. Além disto foi implementada a técnica de electrospinning com o objetivo de produzir fibras de polianilina com diâmetro de dimensões sub-micrométrico. Filmes finos de polianilina, com espessura da ordem de 100 nm, depositados em substratos de silício pela técnica de spin coating , constituem a interface ativa das heterojunções. Os contatos metálicos para possibilitar medidas de corrente-voltagem (I x V) foram depositados pela técnica de evaporação térmica resistiva, sendo de alumínio o contato com o silício e ouro o contato com a polianilina. Os dispositivos apresentam características elétricas com boa reprodutibilidade e evidenciam a dependência das características I x V com os níveis de protonação do polímero. Medidas de absorção óptica realizadas em filmes de polianilina (natural, dopada e desdopada) depositados sobre substratos de vidro comum, permitem a comparação, entre os diferentes níveis de protonação, com as amostras em que foram fabricadas as heterojunções. Com os resultados das caracterizações I x V e de absorção óptica...

Síntese, caracterização e aplicação de polianilina obtida através de uma nova rota fotoquímica

Américo de Barros, Robson; Mendes de Azevedo, Walter (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.332368%
Nes t e trabalho apres e n t amos um a rot a alt ernativa de síntese par a obtenção de compósito polianilina e prata (PANI/Ag). O método consiste em utilizar luz de comprimento de onda de 254 nm, e um a solução aquosa de nitrato de prata (AgNO3) para promover a polimerização dos monômeros de anilina e conseqüentemente a redução dos íons de prata. O compósito foi caracterizado por meio de técnicas de microa ná lis e, difr ação de raios-X, absorção na região do UV-vi sível , absorção na região do infr av erme lho e m i cro s copi a eletr ônica de varr edur a (MEV) . Os resultados experimentais identificaram o pó verde-escuro do compósito como sendo PANI no estado de oxidação esmeraldina e as partículas de brilho metálico como sendo prata reduzida. Estudos preliminares realizado s para identificar o mecan ismo da reação revelaram que os íons Ag+ aparenteme nte não toma m parte na re ação inicia lm en te, s e n do a primeir a etapa da reação de polimerização devido à oxidação da anilina por radicais ·OH (radical hidr oxil) provenientes da fotólise do NO3 -. Como conseqüência desta rota de síntese, foram desenvolvidos um novo proc es so para pr eparação de padrões com polímeros condutores sobre superfícies plá sticas nã o condutoras (pa pe l glos sy) uti liza ndo uma impressora de jato de tinta...

Novas rotas de preparação de filmes de polianilina e caracterização dosimétrica para radiação gama em altas doses

Paula Lima Pacheco, Ana; Silvano de Araújo, Elmo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.332368%
Este trabalho apresenta um novo material polimérico condutor, a base de polianilina (PANI) na forma de filmes finos, que foi utilizado na confecção de dispositivos com fins dosimétricos. Para o preparo dos dispositivos os filmes foram depositados sobre as superfícies de substratos de poli(metacrilato de matila) (PMMA). Esta deposição foi feita através do espalhamento de uma pasta altamente viscosa e homogênea, contendo poli(ácido acrílico) e agente oxidante (MnO2), sobre as superfícies dos substratos de PMMA (formando uma película). Em seguida o substrato contendo a película foi imerso em uma solução ácida de anilina resultando na formação dos filmes. Os filmes formados por esta nova metodologia de síntese apresentam resistividade elétrica (6 x 102 W. m.), boa resistência mecânica e maior aderência aos eletrodos do sistema, quando comparados com os primeiros dispositivos desenvolvidos. A caracterização foi feita por infravermelho, medidas de condutividade elétrica e pela análise elementar de manganês. Os resultados dos ensaios dosimétricos mostraram: correlação linear (r2 = 0,9928) para variação da resistência elétrica em função da dose de irradiação gama, na faixa de 1000 6000 Gy; erro médio menor que 5%; sensibilidade de resposta; e estabilidade de suas propriedades por três dias antes e após a irradiação. A utilização do compósito PANI/poli(ácido acrílico) como dosímetro...

Biossensor impedimétrico baseado em concanavalina A e filmes de polianilina para detecção de lipopolissacarídeo e ácido lipoteicóico bacterianos.

Silva, Jordana Sirlaide Lima da; Andrade, César Augusto Souza de (Orientador); Oliveira, Maria Danielly Lima de (Coorientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
37.332368%
Neste trabalho, relatamos o desenvolvimento de um novo biossensor eletroquímico com base na interação de Concanavalina A (ConA) e filmes finos de polianilina (PANI) para detecção de lipopolissacarídeos (LPS) de Escherichia coli e ácido lipoteicóico de Staphylococcus aureus. O biossensor impedimétrico foi fabricado por automontagem da lectina ConA em eletrodo de aço modificado com PANI por meio de ligação covalente através do glutaraldeído. Espectroscopia de impedância elétrica (EIE), microscopia eletrônica de varredura (MEV) e espectroscopia Raman foram utilizadas para caracterizar o processo de montagem do eletrodo modificado e demonstraram que a ConA foi capaz de interagir com o LPS e ácido lipoteicóico testados. Em adição, medidas de EIE revelaram que a resistência à transferência de carga (RCT) aumenta consideravelmente após a reação da lectina com açúcares específicos presentes na molécula de LPS e ácido lipoteicóico. Os resultados mostraram que a lectina ConA manteve a sua atividade biológica e mudou a resposta eletroquímica. O bioeletrodo exibe uma resposta de impedância eletroquímica a lectina-lipopolissacarídeo/ácido lipoteicóico, num intervalo linear, com valores máximos de RCT em 200 μg/mL para E. coli (1...

Imobilização de heparina em membranas de óxido de alumínio anódico revestidas com polianilina como matriz de afinidade para purificação de antitrombina

Vieira, Renata; Carvalho Junior, Luiz Bezerra de (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
37.332368%
Antitrombina (AT) é uma serpina que está envolvida na regulação da coagulação sanguínea através da inibição de enzimas pró-coagulativas. A heparina é um ativador alostérico da AT que se liga a ela e causa uma mudança conformacional no sítio reativo, o que faz aumentar sua ação anticoagulante. Sendo assim, a fim de obter AT purificada através de separação por afinidade, este trabalho propôs imobilizar heparina utilizando a sua propriedade de se ligar à AT. O suporte para imobilização foram as membranas nanoporosas de óxido de alumínio anódico (AAO), adquiridas da Whatman®. Estas foram tratadas com solução de permanganato de potássio a 0,1 M, 50 ºC por 12 horas e revestidas com polianilina (PANI) a 0,5 M por 2 horas. Posteriormente, uma solução de heparina de 3 mg/mL foi imobilizada ao suporte por 12 horas a 25 ºC e então foi determinada a quantidade de heparina fixada à membrana. O suporte foi incubado com plasma humano por 1 hora à 4 ºC. A remoção das proteínas ligadas ao suporte foi realizada mediante aumento da força iônica, utilizando soluções de NaCl 0,5 M, 1,0 M, 1,5 M e 2,0 M tipo stepwise. Em seguida, os eluatos foram submetidos à eletroforese (SDS-PAGE), segundo metodologia de Laemmli (1970). O percentual da quantidade de heparina imobilizada foi 53...

Nanocompósitos de Polianilina e Nanotubos de Carbono obtidos por Polimerização Interfacial

Salvatierra, Rodrigo Villegas
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
27.839407%
Resumo: Este trabalho consiste na sintese e caracterizacao de nanocompositos entre nanotubos de carbono (NTC) de multiplas camadas e a polianilina na sua forma dopada. Os NTC foram sintetizados (metodo CVD) com base em rota desenvolvida no Grupo de Quimica de Materiais da UFPR. O diferencial deste trabalho foi a forma da sintese dos nanocompositos: a polimerizacao in situ da anilina em um sistema bifasico (agua/tolueno), contendo NTC dispersos na fase organica, sob agitacao. A partir desta rota, foram obtidos filmes auto-montaveis de nanocompositos localizados exatamente na interface do sistema bifasico. Estes filmes apresentaram-se extremamente estaveis e podem ser facilmente removidos da interface e depositados em substratos, onde apresentam elevada transparencia. A partir do controle da quantidade de onomero e condicoes de sintese, elevadas concentracoes de NTC (aproximadamente 60% em massa) puderam ser obtidas nos nanocompositos. Materiais envolvendo NTC e PANI apresentam dificuldade no seu rocessamento em filmes. Portanto, esta rota representa um metodo que reune sintese e processamento em uma unica etapa. Os filmes dos nanocompositos foram caracterizados por espectroscopias Raman, FTIR e UVVis, voltametria ciclica, difracao de raios X...

Síntese de nanocompósitos de nanofibras de polianilina e polietileno por meio da polimerização “IN SITU”

Oliveira, Felipo de
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
27.721099%
O presente trabalho se relaciona com a síntese de nanofibras de polianilina, um polímero condutor com elevada condutividade elétrica. Foram produzidos nanocompósitos com as nanofibras de polianilina como carga condutora e o polietileno como matriz polimérica. As nanofibras de polianilina com diâmetros de fibra entre 50 e 100nm foram obtidas por meio da polimerização interfacial da anilina, e foram caracterizadas por Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV), Microscopia Eletrônica de Transmissão (TEM), Espectroscopia no Ultravioleta (UV-VIS), Espectroscopia no Infravermelho (FTIR) e Calorimetria Exploratória Diferencial (DSC). A síntese dos nanocompósitos poliméricos foi realizada por meio da polimerização in situ, utilizando o catalisador metalocênico diclorobis(ciclopentadienil)zircônio IV (Cp2ZrCl2) e MAO (metilaluminooxano) como co-catalisador com diferentes quantidades de carga. Os nanocompósitos sintetizados foram caracterizados por MEV, MET, DSC e espectroscopia de impedância elétrica. As micrografias de MEV e MET mostraram que a adição das nanofibras de polianilina modificaram a morfologia do polietileno puro resultando em nanocompósitos com uma boa dispersão das nanofibras na matriz polimérica. Os resultados das propriedades térmicas mostraram que a adição das nanofibras não modificou significamente a temperatura de fusão e diminuiu a cristalinidade do polímero. As nanofibras de polianilina apresentaram elevada condutividade elétrica...

Desenvolvimento de nanocompósitos formados por polianilina, nanotubos de carbono e dióxido de titânio visando a fotodegradação de fármaco

Vargas, Vanessa Mendonça Mendes
Fonte: Curitiba Publicador: Curitiba
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.787466%
Among the technologies for wastewater treatment, this work addressed advanced oxidation processes based on the use of heterogeneous catalysts, this process is also known as heterogeneous photocatalysis. The efficiency of this type of process is already well known and reported in the literature, however, its application has artificial energy costs for activation of the catalyst responsible for the degradation of contaminants. In this sense, new materials have been developed to promote the photosensitizing catalysts such as TiO2, which enables activation by visible light and solar renewable energy applications. In the development of new catalysts the nanostructured composite materials formed of two or more substances in close contact, stand out due to synergism which confers unique properties to the material. This study aimed to the synthesis, characterization and application of nanocomposites formed by polyaniline (PANI), TiO2-P25 and CNTs as catalysts in the degradation of the drug sulfamethoxazole under simulated sunlight. The catalyst synthesis was the interfacial polymerization (water / toluene) of aniline, containing organic phase with CNTs and aniline, and titanium dioxide in the aqueous phase. Different associations of materials and TiO2 concentrations were tested and resulted in the following catalysts PANI:TiO2...

Avaliação da atividade da invertase de Saccharomyces cerevisiae imobilizada em polianilina sobre o caldo de cana; Evaluation of the invertase activity of Saccharomyces cerevisiae immobilized in polyaniline on sugarcane

BARBOSA, Eduardo Fernandes
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Biologia; Ciências Biolóicas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Biologia; Ciências Biolóicas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.332368%
This work describes the immobilization of invertase on chemically synthesized polyaniline and activated with glutaraldehyde (PANIG) for production of invert syrup from sugarcane juice. Free invertase activity present in crude extract (E.B.) obtained from cells of Saccharomyces cerevisiae, was characterized for an evaluation of interferents present in the extract on enzyme activity (optimum conditions: temperature 50 ° C, pH of 4.5 in sodium acetate buffer 0.1 mol L-1 and reaction time of 10 minutes, with an activity of 11.31 ± 0.36 EU mL-1). We tested some parameters optimization of enzyme immobilization, such as amount of enzyme, immobilization time, pH and temperature of immobilization. The optimal immobilization was obtained in buffer sodium acetate 0.1 mol L-1 pH 4.5, immobilization time of 1 hour at 50°C and 169.55 EU mg-1 PANIG. The efficiency of immobilization was 0.86. The stability of the system PANIG-Invertase was tested against the storage time and thermostability, and after 75 days storage in buffer sodium acetate 0.1 mol L-1 pH 4.5 was obtained for 94% of initial activity with only 17% retained for the free enzyme. The immobilized invertase didn t change the optimal conditions compared to the free, but the immobilized was more stable in adverse conditions such as pH below and above optimum conditions showed an increase in thermostability. Some features of the hydrolysis product were evaluated (water activity...

Síntesis de copolímeros de anilina y sus derivados. Aplicaciones en análisis biológicos y medio ambientales; Synthesis of aniline copolymers and its derivates. Aplications in biological and environmental analysis

Yánez Heras, Jorge Eduardo
Fonte: Facultad de Ciencias Exactas y Naturales. Universidad de Buenos Aires Publicador: Facultad de Ciencias Exactas y Naturales. Universidad de Buenos Aires
Tipo: info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; tesis doctoral; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2010 SPA
Relevância na Pesquisa
27.839407%
Los polímeros conductores han sido ampliamente utilizados en diversas aplicaciones, entre ellas su uso como herramienta analítica en la fabricación de sensores. La polianilina es uno de los polímeros conductores más utilizados, ya que presenta ventajas como su fácil y económica síntesis, adecuada estabilidad y propiedades fisicoquímicas bien definidas. En base a estas propiedades se han logrado desarrollar sensores de polianilina capaces de detectar bajas concentraciones de distintas moléculas (NADH, H2O2, glucosa, entre otras). Por otro lado, estos sensores también presentan ciertas limitaciones como la dificultad de derivatizar la polianilina para diseñar sistemas integrados en los que todos los reactivos necesarios estén unidos covalentemente a la superficie del electrodo. Otra limitación muy importante de la polianilina es el hecho de que ésta necesita de un pH ácido para experimentar cambios en su estado de oxidación, con los consiguientes cambios en conductividad y en velocidad de los procesos de transferencia electrónica (electroactividad). Esto limita el uso de sensores en base a polianilina a trabajar a pH menores que 5. Este trabajo de investigación apunta a resolver los problemas inherentes a la química de la polianilina...

Síntesis de copolímeros de anilina y sus derivados. Aplicaciones en análisis biológicos y medio ambientales; Synthesis of aniline copolymers and its derivates. Aplications in biological and environmental analysis

Yánez Heras, Jorge Eduardo
Fonte: Facultad de Ciencias Exactas y Naturales. Universidad de Buenos Aires Publicador: Facultad de Ciencias Exactas y Naturales. Universidad de Buenos Aires
Tipo: Tesis Doctoral Formato: text; pdf
Publicado em //2010 ESPAñOL
Relevância na Pesquisa
27.839407%
Los polímeros conductores han sido ampliamente utilizados en diversas aplicaciones, entre ellas su uso como herramienta analítica en la fabricación de sensores. La polianilina es uno de los polímeros conductores más utilizados, ya que presenta ventajas como su fácil y económica síntesis, adecuada estabilidad y propiedades fisicoquímicas bien definidas. En base a estas propiedades se han logrado desarrollar sensores de polianilina capaces de detectar bajas concentraciones de distintas moléculas (NADH, H2O2, glucosa, entre otras). Por otro lado, estos sensores también presentan ciertas limitaciones como la dificultad de derivatizar la polianilina para diseñar sistemas integrados en los que todos los reactivos necesarios estén unidos covalentemente a la superficie del electrodo. Otra limitación muy importante de la polianilina es el hecho de que ésta necesita de un pH ácido para experimentar cambios en su estado de oxidación, con los consiguientes cambios en conductividad y en velocidad de los procesos de transferencia electrónica (electroactividad). Esto limita el uso de sensores en base a polianilina a trabajar a pH menores que 5. Este trabajo de investigación apunta a resolver los problemas inherentes a la química de la polianilina...