Página 17 dos resultados de 4560 itens digitais encontrados em 0.054 segundos

Eficácia de programa de exercícios versus educativo em idosos hipertensos usuários de Unidades Básicas de Saúde; Efficacy of exercise program versus educative in elderly hypertensive users Basic Health Units

Lopes, Maurício Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
75.95%
I NTRODUÇÃO: O estilo de vida sedentário favorece o surgimento de doenças crônicas como a hipertensão arterial. Sabe-se que a prevalência dessas doenças é maior em idosos e, existe uma necessidade de programas de enfatizem o seu controle, sobretudo na Atenção Básica. OBJETIVOS: 1) Comparar a eficácia de um Programa de Exercícios versus um Programa Educativo na melhora de indicadores de saúde; 2) Analisar somente no Grupo Exercício as relações entre Qualidade de Vida (QVRS), Capacidade Funcional (CF) e Hipertensão Arterial. MÉTODOS: a amostra foi composta por 170 sujeitos acima de 50 anos hipertensos usuários de UBS e cadastrados no HIPERDIA (Programa de acompanhamento de Diabéticos e Hipertensos) da cidade de Ribeirão Pires, área metropolitana de São Paulo. Foram aleatorizados em dois Grupos (Exercício e Educativo). O Grupo Exercício realizou um programa de exercícios aeróbicos e força muscular três vezes por semana com duração de 60 minutos por sessão. O Grupo Educativo teve como foco a educação em saúde e realizou reuniões mensais sobre temas pertinentes à saúde do idoso hipertensos na Atenção Básica. O tempo total da intervenção foi de seis meses. Foram medidas as seguintes variáveis: Pressão Arterial Sistólica (PAS) e Pressão Arterial Diastólica (PAD)...

Prevalência de morbidades e sintomas em idosos : um estudo comparativo entre zonas rural e urbana= The prevalence of morbidity and symptoms among the elderly: a comparative study between rural and urban areas; The prevalence of morbidity and symptoms among the elderly : a comparative study between rural and urban areas

Silva, Eveline Fronza da; Paniz, Vera Maria Vieira; Laste, Gabriela; Torres, Iraci Lucena da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.97%
Realizou-se um estudo transversal, com a população idosa moradora nas zonas rural e urbana caracterizando a prevalência de morbidades e sintomas. Entrevistou-se 229 idosos, com média de idade de 72,3 anos, 57,2% residem na zona urbana, 56,3% são do sexo feminino. As morbidades mais relatadas por residentes da zona urbana foram: insônia (37,7%), ansiedade (32,1%), depressão (26,7%); e na rural, diabetes (13,3%). Nesta, a Doença de Alzheimer foi mais prevalente em idosos que utilizam agrotóxicos (21,7%). Os sintomas mais prevalentes por moradores da zona urbana foram: tosse/coriza e visão alterada (41,2%), alergia/coceira (11,4%). Na rural, boca seca (25,4%), visão alterada (35,6%) e dor nas pernas (66,1%) que também foram mais prevalentes em quem utilizava agrotóxicos. O uso de Equipamentos de Proteção Individual de forma incompleta foi de 85,4% e 45,1% descartam as embalagens de forma inadequada. Há a necessidade de desenvolvimento de programas de saúde pública que auxiliem na promoção de saúde do idoso, e que considere a possível exposição dessa população a agrotóxicos com um determinante em saúde.; A cross-sectional study was conducted with the elderly population in rural and urban areas characterized by the prevalence of morbidity and symptoms...

Implantação do Grupo de Atenção à Saúde do Idoso (GRASI) no Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (SP): relato de experiência

Diogo,Maria José D´Elboux; Ceolim,Maria Filomena; Cintra,Fernanda Aparecida
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2000 PT
Relevância na Pesquisa
75.97%
Este trabalho visa relatar a experiência de implantação do Grupo de Atenção à Saúde do Idoso (GRASI) junto ao ambulatório de clínica médica do Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (SP), cuja espinha dorsal foi a elaboração e desenvolvimento de um Programa Educativo para idosos e familiares. O programa incluiu temas de interesse da clientela (memória, sono, prevenção de quedas e alterações da visão), e de interesse dos pesquisadores (autocuidado, aspectos emocionais, senescência e senilidade). Os participantes avaliaram a experiência como sendo de significativa contribuição para o seu cotidiano, bem como para aquisição de novos conhecimentos e novas amizades.

Prevalência de morbidades e sintomas em idosos: um estudo comparativo entre zonas rural e urbana

Silva,Eveline Fronza da; Paniz,Vera Maria Vieira; Laste,Gabriela; Torres,Iraci Lucena da Silva
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
75.97%
Realizou-se um estudo transversal, com a população idosa moradora nas zonas rural e urbana caracterizando a prevalência de morbidades e sintomas. Entrevistou-se 229 idosos, com média de idade de 72,3 anos, 57,2% residem na zona urbana, 56,3% são do sexo feminino. As morbidades mais relatadas por residentes da zona urbana foram: insônia (37,7%), ansiedade (32,1%), depressão (26,7%); e na rural, diabetes (13,3%). Nesta, a Doença de Alzheimer foi mais prevalente em idosos que utilizam agrotóxicos (21,7%). Os sintomas mais prevalentes por moradores da zona urbana foram: tosse/coriza e visão alterada (41,2%), alergia/coceira (11,4%). Na rural, boca seca (25,4%), visão alterada (35,6%) e dor nas pernas (66,1%) que também foram mais prevalentes em quem utilizava agrotóxicos. O uso de Equipamentos de Proteção Individual de forma incompleta foi de 85,4% e 45,1% descartam as embalagens de forma inadequada. Há a necessidade de desenvolvimento de programas de saúde pública que auxiliem na promoção de saúde do idoso, e que considere a possível exposição dessa população a agrotóxicos com um determinante em saúde.

Dificuldades e benefícios com o uso de prótese auditiva: percepção do idoso e sua família

Miranda,Elisiane Crestani de; Calais,Lucila Leal; Vieira,Eliara Pinto; Carvalho,Laura Maria Araújo de; Borges,Alda Christina Lopes de Carvalho; Iorio,Maria Cecília Martinelli
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
75.95%
OBJETIVO: Caracterizar a percepção do idoso e do familiar sobre as dificuldades e os benefícios vivenciados pelo idoso, no processo inicial de adaptação ao uso de prótese auditiva. MÉTODOS: A amostra foi constituída por 31 idosos com perda auditiva neurossensorial de grau leve a moderadamente severo bilateral, no início do processo de adaptação às próteses auditivas. Foi aplicado um questionário para o idoso e outro para o familiar, contendo perguntas sobre os benefícios e as dificuldades encontradas com o uso da amplificação. RESULTADOS: Com relação às dificuldades, verificou-se que houve concordância estatisticamente significante entre a resposta do paciente e do seu familiar, apenas para a opção "conversar em ambiente ruidoso". Com relação aos benefícios, não houve concordância em nenhuma das opções de resposta. CONCLUSÃO: Não houve concordância entre a percepção do idoso e do familiar sobre as dificuldades e benefícios com o uso das próteses auditivas, na etapa inicial do processo de adaptação. É necessário, portanto, orientação adequada para o usuário de próteses auditivas e, também, para os familiares que poderão auxiliar o idoso neste processo.

Estratégias para o enfrentamento das doenças crônicas: um modelo em que todos ganham

Veras,Renato P.
Fonte: Universidade do Estado do Rio Janeiro Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
75.96%
As transformações sociais e econômicas das últimas décadas e suas consequentes alterações nos estilos de vida das sociedades contemporâneas - mudanças dos hábitos alimentares, aumento do sedentarismo e do estresse - e a maior expectativa de vida da população colaboraram para o aumento da incidência das doenças crônicas, que hoje constituem um sério problema de saúde pública. Doenças cardiovasculares, câncer, diabetes e doenças respiratórias são as maiores responsáveis pela mortalidade no mundo. No Brasil, nas últimas décadas, as doenças crônicas não-transmissíveis tornaram-se as principais causas de óbito e incapacidade prematura. Foco criativo deve ser dirigido ao cuidado dos idosos, que são os que mais sofrem os efeitos de sua própria fragilidade e os que mais demandam serviços de saúde. A Agência Nacional de Saúde Suplementar publicou uma resolução que incentiva a participação de beneficiários de planos de saúde em programas de envelhecimento ativo, com a possibilidade de descontos nas mensalidades. Assim, idosos passam a receber benefícios pecuniários para aderir a programas de saúde preventiva e detecção precoce de doenças. Este artigo de opinião visa a apresentar questões relativas não só à recente iniciativa da ANS...

Caso Francisco e Tereza: Quiz.

Hugo, Fernando Neves; Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre. UNA-SUS/UFCSPA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.97%
Perguntas verdadeiro ou falso que abordam a saúde bucal e o idoso, as modificações bucais senescentes, a qualidade de vida, a autonomia e a independência, os aspectos de nutrição e a dieta na vida do idoso e a clínica ampliada na atenção à saúde dos idosos.

Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa - Oferta UNA-SUS UERJ

Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UNA-SUS UERJ)
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.95%
O curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa se destina aos profissionais da saúde que atuam na Atenção Primária, em especial aos da Estratégia Saúde da Família. Nele, são abordados os temas relacionados ao processo de envelhecimento em suas diferentes dimensões. O curso se divide em 12 módulos obrigatórios com conteúdos dos campos da gerontologia e geriatria e 10 módulos eletivos relativos às ações dos diferentes profissionais da saúde na prática junto aos idosos.

Avaliação gerontológica multidimensional das condições de saúde de idosos residentes em instituições de longa permanência

Nunes, Vilani Medeiros de Araújo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.97%
Introdução/objetivos: A avaliação do estado de saúde de idosos institucionalizados é considerada prática essencial à promoção e recuperação da sua saúde, a qual deve incluir a investigação de aspectos multidimensionais e multidisciplinares relacionados ao envelhecimento saudável. O estudo objetivou avaliar as condições de saúde dos idosos residentes em instituições de longa permanência (ILPI) do município de Natal RN. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, longitudinal, envolvendo seis ILPI filantrópicas, com uma população de 243 idosos. A coleta de dados se deu por meio de entrevistas com os idosos nas instituições mediante a aplicação de um questionário com informações sócio demográficas, saúde e institucionalização, além de várias facetas multidisciplinares que envolvem a escala de avaliação cognitiva (Mini Exame do Estado Mental); o índex de KATZ, para avaliação das atividades da vida diária e uma análise do estado nutricional com questões antropométricas (peso, estatura, circunferência abdominal) e Índice de Massa Corpórea. Participaram do estudo todos os idosos com idade igual ou superior a 60 anos, que aceitaram responder a entrevista e assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e/ou a impressão datiloscópica. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte...

Perfil nutricional de participante da campanha nacional de vacinação do idoso em um centro de saúde escola do município de Sâo Paulo; Nutritional profile of elderly vaccination campaign participants in a health unit in São Paulo

VIEIRA, Viviane Laudelino; FAVA, Danielle Bonfim das Chagas; KOMATSU, Tiemy Rosana; ANDRADE, Samantha Caesar de; CERVATO-MANCUSO, Ana Maria; TANAKA, Ana Cristina D'Andretta
Fonte: Porto Alegre Publicador: Porto Alegre
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
75.97%
Objetivo: Caracterizar os idosos participantes da Campanha Nacional de Vacinação quanto aos aspectos relacionados à nutrição. Método: Estudo transversal realizado com 367 indivíduos durante a 10ª Campanha Nacional de Vacinação do Idoso na Centro de Saúde Escola Geraldo de Paula Souza, no Município de São Paulo. O estudo conteve variáveis sociodemográficas relativas a percepção do estado nutricional, consumo de grupos de alimentos, número de refeições, consumo de bebidas alcoólicas e prática de atividade física. Realizou-se o teste qui-quadrado, com nível de significância indicado por p<0,05. Resultados: O consumo dos grupos de alimentos analisados foi considerado adequado para pelo menos 85 por cento dos idosos. Com relação aos líquidos, 34,8 por cento consomem mais do que 1000ml. Com relação ao consumo de bebidas alcoolicas, observa-se que 38,2 por cento dos entrevistados consumiram-na nos últimos três meses, sendo que destes 7,1 por cento consumiram mais de 3 vezes por semana. Houve associação positiva entre consumo de bebidas alc´´olicas e o sexo masculino (p<0,01). Conclusões: Esta população apresentou, em sua maioria, consumo alimentar adequado ao mínimo que foi proposto neste estudo e ausência de problemas de perda de peso ou diminuição da alimentação. Pode-se observar que...

Cuidados de enfermagem em gerontologia

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Backup moodle do Módulo eletivo 10 do Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa, dividido em 2 unidades, contendo materiais em formato PDF e na linguagem html.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.95%
Este material compõe o curso de especialização em Saúde da Pessoa Idosa produzido pela UNA-SUS/UFMA (Módulo eletivo 10). Apresenta os conceitos elementares em gerontologia e sua aplicação à enfermagem gerontológica, bem como as implicações das doenças crônicas não transmissíveis no cotidiano do idoso e os cuidados e intervenções da enfermagem nas grandes síndromes geriátricas.; Ministério da Saúde

Cuidados de Enfermagem em Gerontologia

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: Recurso textual no formato PDF contendo 19 páginas.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.96%
Texto que compõe a unidade 1 do módulo eletivo “Cuidado de Enfermagem em Gerontologia” do curso de especialização em Saúde da Pessoa Idoso produzido pela UNA-SUS/UFMA. Apresenta os conceitos elementares em Gerontologia e sua aplicação à Enfermagem Gerontológica, a sistematização da assistência de Enfermagem na Atenção Básica, a importância da preservação do autocuidado na velhice e as implicações para a Enfermagem das doenças crônicas não transmissíveis no cotidiano do idoso.; Ministério da Saúde

Esquema sobre perda de peso em pacientes com doença de alzheimer

Neto, José Martins Ferreira; Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde - UNA-SUS; Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Imagem Formato: Ilustração estática colorida de diagrama em formato .jpg
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.95%
Ilustração de diagrama com esquema sobre perda de peso em pacientes com Doença de Alzheimer.; 1.0; Ministério da Saúde do Brasil

Fonoaudiologia x envelhecimento

Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde - UNA-SUS; Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Livro em HTML da unidade 01 do Módulo Eletivo 02 do Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.95%
'Fonoaudiologia x envelhecimento' é a primeira unidade do Módulo Eletivo 02 do Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa da UNA-SUS/UERJ "Fonoudiologia geriátrica". Nesta unidade abordaremos a inserção do fonoaudiólogo nos serviços de saúde pública, especialmente na Atenção Básica, compondo a Equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e conheceremos a atuação desse profissional e as suas responsabilidades em relação à pessoa idosa de forma interdisciplinar.; 1.0; Ministério da Saúde do Brasil

Imunização e vacinação da população idosa

Peixinho, Joana Carneiro; Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde - UNA-SUS; Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Imagem Formato: Ilustração estática colorida.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.95%
Ilustração estática (JPG), em estilo cartoon, de um idoso sendo vacinado em ambiente ambulatorial.; 1.0; Ministério da Saúde do Brasil

Formação de recursos humanos na área da saúde do idoso

Diogo,Maria José D'Elboux
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
75.95%
O texto aborda as questões vinculadas à formação de recursos humanos especializados e informais na área da saúde do idoso, com base na Política Nacional de Saúde do Idoso. Aponta para as dificuldades na formação desses recursos e as recomendações da Segunda Assembléia Mundial sobre o Envelhecimento.

Uso de sonda vesical de demora suprapúbica em idosos de um serviço de referência em saúde do idoso do Distrito Federal

Assis, Christiane Florêncio de; Lima, Ester Cassemiro Rodrigues de
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.95%
O trato urinário inferior apresenta alterações relacionadas ao envelhecimento, tais alterações podem ocorrer mesmo na ausência de doenças. A Sondagem Vesical de Demora Suprapúbica é um método para estabelecer a drenagem da bexiga através inserção de um cateter por via percutânea ou por incisão da parede abdominal anterior dentro da bexiga, sendo indicada em casos de incontinência urinária, após o trauma e/ ou cirurgias uretrais, pélvicas e patologias relacionadas à próstata. O presente estudo tem como objetivo investigar os cuidados dos idosos em relação à sondagem vesical de demora suprapúbica de um serviço de referência em saúde do idoso do Distrito Federal. Abordou métodos qualitativo descritivo, exploratório utilizando como instrumento de coleta de dados questionário estruturado para entrevista constituído de questões abertas e fechadas. A análise dos dados foi realizada seguindo o método de Bardin, identificando os cuidados, a percepção e as complicações do idoso em relação ao uso da sonda. Concluindo que é preciso adotar uma abordagem mais resolutiva no cuidado de enfermagem quanto à técnica da sondagem e a prevenção das complicações, buscando a atualização através de pesquisas a sobre da sondagem vesical de demora suprapúbica; The lower urinary tract presents age-related changes...

Formação de recursos humanos na área da saúde do idoso; La formación de los recursos humanos en la salud del anciano; Human resource formation in elderly's health

Diogo, Maria José D'Elboux
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2004 POR
Relevância na Pesquisa
75.95%
This paper deals with issues related to specialized and informal human resource training programs in the area of elderly's health, based on the National Elderly's Health Policy. It points out the obstacles and recommendations made by the Second World Assembly on Aging.; O texto aborda as questões vinculadas à formação de recursos humanos especializados e informais na área da saúde do idoso, com base na Política Nacional de Saúde do Idoso. Aponta para as dificuldades na formação desses recursos e as recomendações da Segunda Assembléia Mundial sobre o Envelhecimento.; El texto trata los aspectos relacionados con la formación de los recursos humanos especializados e informales en la salud del anciano, en el contexto de la Política Nacional de Salud del Anciano. Destaca las dificultades en la formación de estos recursos y las recomendaciones de la Segunda Asamblea Mundial sobre el Envejecimiento.

Establishment of the Group for Elderly Care (GRASI) in a general university hospital (Hospital de Clínicas -Universidade Estadual de Campinas): a report of experience; Implementación del Grupo de Atención a la Salud del Anciano (GRASI) en un hospital universitario (Hospital Clínicas - Universidad Estadual de Campinas): relato de experiencia; Implantação do Grupo de Atenção à Saúde do Idoso (GRASI) no Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (SP): relato de experiência

Diogo, Maria José D´Elboux; Ceolim, Maria Filomena; Cintra, Fernanda Aparecida
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2000 POR
Relevância na Pesquisa
75.97%
This study aims at reporting the experience of establishing the Group for Elderly Care (GRASI) in an outpatient clinic at a General University Hospital (Hospital de Clínicas - Universidade Estadual de Campinas), with the goal of elaborating and developing an educative program to elderly and their families. The program approached topics requested by the clients, such as increased risk for falls, changes in memory, sleep and vision, as well as issues considered important by the researchers, such as self-care, emotional aspects, senescence and senility. The experience was evaluated as a significant contribution to elderly daily life as well as a good opportunity for acquiring new knowledge and new friendships.; Este estudio busca presentar la experiencia de la implantación del Grupo de Atención a la Salud del Anciano (GRASI) en el ambulatorio de Clínica Medica en Hospital Universitario (Hospital de Clínicas - Universidad Estadual de Campinas), cuya fundamentación fue la elaboración y desarrollo de un programa educativo para los ancianos y sus familiares. El programa incluyó temas de interés de la clientela (memoria, sueño, prevención de caídas y alteraciones de la visión), y de interés de los investigadores (auto-cuidado...

Prevalência de morbidades e sintomas em idosos: um estudo comparativo entre zonas rural e urbana

Silva,Eveline Fronza da; Paniz,Vera Maria Vieira; Laste,Gabriela; Torres,Iraci Lucena da Silva
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
75.97%
Realizou-se um estudo transversal, com a população idosa moradora nas zonas rural e urbana caracterizando a prevalência de morbidades e sintomas. Entrevistou-se 229 idosos, com média de idade de 72,3 anos, 57,2% residem na zona urbana, 56,3% são do sexo feminino. As morbidades mais relatadas por residentes da zona urbana foram: insônia (37,7%), ansiedade (32,1%), depressão (26,7%); e na rural, diabetes (13,3%). Nesta, a Doença de Alzheimer foi mais prevalente em idosos que utilizam agrotóxicos (21,7%). Os sintomas mais prevalentes por moradores da zona urbana foram: tosse/coriza e visão alterada (41,2%), alergia/coceira (11,4%). Na rural, boca seca (25,4%), visão alterada (35,6%) e dor nas pernas (66,1%) que também foram mais prevalentes em quem utilizava agrotóxicos. O uso de Equipamentos de Proteção Individual de forma incompleta foi de 85,4% e 45,1% descartam as embalagens de forma inadequada. Há a necessidade de desenvolvimento de programas de saúde pública que auxiliem na promoção de saúde do idoso, e que considere a possível exposição dessa população a agrotóxicos com um determinante em saúde.