Página 14 dos resultados de 356 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Caracterização e controle nanoestrutural da silica para fotonica produzida pelo metodo de aerosol em chama; Characterization and nanoestructural control of silican made by flame aerosol synthesis

Rodrigo Guevara Tomazi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
27.146787%
As preformas nanoestruturadas de sílica produzidas pelo método de aerosol em chama constituem-se em precursores estratégico para aplicações tecnológicas em fotônica, tais como fibras óticas especiais e lentes com elevada transmissividade ótica na região ultravioleta. Para conseguir tais propriedades torna-se de fundamental importância o controle das características nanoestruturais nas preformas de sílica, tais como a distribuição de tamanho de partículas e a nanoporosidade. Neste sentido, a técnica de SAXS foi utilizada no presente trabalho para a caracterização nanoestrutural das preformas de sílica, com o auxílio das técnicas de ARX, BET, MEV e FRX. Com o tratamento matemático dos dados de SAXS pelo método GNOM, foram obtidas curvas de distribuição de tamanhos de heterogeneidades com dimensões entre 1 e 100 nm e, através dos efeitos observados nestas heterogeneidades com: (i) variação da carga em amostras de preformas prensadas uniaxialmente, (ii) variação das condições de temperatura em preformas tratadas termicamente e (iii) incorporação de íons de érbio foi possível estabelecer um entendimento efetivo da nanoestrutura da sílica produzida por aerosol em chama sob o aspecto tanto quantitativo...

Desenvolvimento de materiais nanoestruturados baseados em oxidos mistos de metais de transição (Ti, Zr); Development of nanostructured material based on mixed oxide of transiction metals (Ti, Zr)

Carolina Martins Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Esta dissertação visa à obtenção de nanoestruturas partindo do óxido misto Ti1-xZrxO2. O óxido precursor foi preparado pelo método de precipitação homogênea, via tetracloreto de titânio e oxicloreto de zircônio, usando uréia como reagente precipitante. Esses óxidos foram submetidos ao tratamento hidrotérmico em autoclave, em solução de NaOH, empregando temperatura de 140 e 170°C com intervalo de tempo de 2 a 7 dias. De acordo com as caracterizações físico-químicas feitas foi observado que os produtos obtidos via tratamento hidrotérmico com x < 0,50 apresentaram morfologia de nanotubos, nanoplacas e nanobastões. Entretanto, para x acima de 0,05 mostraram a existência de duas fases cristalinas, titanato de sódio e ZrO2 tetragonal. Para x > 0,50 não apresentaram mudanças morfológicas, tendo como fase formada o ZrO2 tetragonal. Quando o precursor com x = 0,50 (fase ZrTiO4) é observado no produto do tratamento hidrotérmico manutenção da estrutura cristalina e presença de nanotubos. Foi também mostrado, para x = 0,15, que o aumento de volume da solução na autoclave promove aumento da cristalinidade e destruição da organização das partículas. O aumento do tempo e da temperatura de reação proporcionou maior cristalinidade aos produtos hidrotérmicos com x = 0...

Propriedades estruturais do material vitreo silica-titania produzido pelo metodo do aerosol em chama; Structural properties of silica-titania vitreous material produced by flame aerosol method

Claudia Carvalho Nunes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.146787%
O sistema binário sílica titânia, SiO2-TiO2,apresenta grande interesse tecnológico devido as suas propriedades: ultra-baixo coeficiente de expansão térmico e alto índice de refração. As propriedades são dependentes da quantidade de dopante presente no material. A SiO2-TiO2 é usada na indústria de componentes fotônicos, tais como, lentes, micro-lentes, espelhos e fibras ópticas especiais. Um importante material óptico para litografia no extremo ultravioleta (EUVL) é caracterizado por concentrações próximas a 8 % em peso de TiO2, com estrutura amorfa e transparente num amplo espectro da região UV, visível e IV. A indústria óptico-eletrônica necessita de fibras ópticas sensoras com alto índice de refração. Este tipo de fibra pode ser obtido através da fabricação de uma fibra de SiO2-TiO2. Amostras com concentrações que variam de 1 a 14 % em peso TiO2 fabricadas pelo método do aerosol em chama foram caracterizadas quanto a suas propriedades estruturais e ópticas. As amostras com concentrações superiores a 7,5 % em peso apresentaram-se translúcidas ou opacas, e com estrutura octaédrica segundo dados de XANES (Absorção de Raios-X próximo à estrutura da borda). A difração de raios-X identificou a fase anatásio da titânia como estrutura octaédrica. Através de tratamentos térmicos a altas temperaturas em chama (> 1500 ºC) obtivemos amostras transparentes no visível...

Nanocompositos polimericos com argila preparados a partir de dispersões aquosas : efeito dos contra-ions e auto-adesão; Polymer clay nanocomposites prepared in aqueous medium : electrostatic interactions and self-adhesion

Fabio do Carmo Bragança
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Este trabalho mostra a influência das interações eletrostáticas nas propriedades físicas e morfológicas de nanocompósitos poliméricos com argila preparados a partir de dispersões aquosas, e as características estruturais de laminados nanoestruturados autoadesivos preparados com borracha natural e argila. A preparação dos nanocompósitos envolveu a utilização de argilas produzidas através da troca do sódio por potássio, lítio e cálcio e a mistura destas com um látex estireno-acrílico sintetizado em laboratório. O tipo e o grau de hidratação dos cátions influenciaram de maneira significativa as propriedades mecânicas dos nanocompósitos. Mapas elementares baseados em espectroscopia por perda de energia de elétrons mostraram que os contra-íons estão presentes nas regiões onde se sobrepõem polímero e argila. Este resultado forneceu subsídios para a proposição de um modelo, onde os contra-íons atuam como uma ponte iônica entre as lâminas de argila e a matriz polimérica, ambas contendo excesso de cargas negativas. O modelo de adesão eletrostática mediada por contra-íons foi aplicado com sucesso na preparação de nanocompósitos com polietileno de baixa densidade e argila em meio aquoso. Os nanocompósitos preparados apresentaram aumento de aproximadamente 40% no módulo elástico frente ao polímero puro...

Obtenção e caracterização de corpos densos e porosos de campósitos de alumina e zircônia para utilização como biomaterial; Preparation and characterization of body dense and porous of composites alumina and zirconia for use as biomaterials

Sandra Maria Santos de Oliveira Araújo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Nesta tese foram investigadas as propriedades físicas, mecânicas e microestruturais de compósitos cerâmicos densos e porosos de Al2O3-ZrO2 cujas matérias primas foram previamente moídas em moinho vibratório com a finalidade de se obter nanocompósitos com melhores propriedades que as cerâmicas de alumina e de zircônia puras, e compósitos microestruturados. A finalidade desses estudos foi desenvolver um processamento de matérias primas para aplicações biomédicas futuras, como por exemplo: cabeça de fêmur e acetábulo cerâmicos, para implantes coxofemorais, pilares cerâmicos, para implantes dentais e braquetes cerâmicos, usados em ortodontia. As matérias primas, Al2O3 e ZrO2-3%Y2O3 foram caracterizadas quanto à composição e suas estruturas cristalinas. Foram cominuídas em moinho vibratório desenvolvido na Escola de Engenharia de São Carlos-USP, por 2, 4, 6 e 10 horas. Os pós resultantes da moagem por seis horas foram misturados e homogeneizados em três proporções, 15, 30 e 45 % de zircônia em alumina por 22 horas. O corpo denso foi conformados convencionalmente, por prensagem uniaxial (50MPa), prensagem isostática (200MPa) e sinterização em 1450°C por 2 horas. Por seu conjunto de características mecânicas a composição com 30% de zircônia e 70% de alumina foi usada para produção do corpo poroso...

Desenvolvimento de um sistema de aquisição de dados e de controle para a realização de ensaios de emissão eletrônica na câmara de ultra alto vácuo; Development of a data acquisition and control system for electron emission tests in an ultra high vacuum chamber

Roberto Fonseca Iannini
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/07/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Foi projetado e desenvolvido um sistema de aquisição de dados e controle para viabilizar, de forma automatizada, a caracterização de emissividade eletrônica em catodos frios, por meio da utilização da câmara de ultra alto vácuo do Departamento de Semicondutores, Instrumentação e Fotônica - DSIF, da Faculdade de Engenharia Elétrica e Computação - FEEC/Unicamp. A instrumentação desenvolvida teve como motivação: i) aumentar a confiabilidade dos procedimentos de leitura da corrente de emissão de campo em amostras de materiais nanoestruturados produzidos no laboratório; ii) garantir a reprodutibilidade dos ensaios; iii) preservar a integridade das amostras; iv) eliminar fontes de erro existentes no processo de aquisição dos dados; v) prover uma família de curvas de forma automatizada, para cada posicionamento da amostra analisada. Os principais desafios encontrados durante os trabalhos relacionaram-se com a definição da topologia do circuito de entrada, da forma da isolação galvânica, interferências e tratamento dos dados adquiridos. Após a entrada em operação da instrumentação, foram também realizados ensaios para fins de validação da instrumentação desenvolvida e dos procedimentos adotados para sua operação.; A data acquisition and control system was designed and built in order to promote...

Estudo das ligas intermetalicas Cu33AL67 e Fe33Sn67 nanoestruturadas preparadas por mechanical alloying

Fernandes, Jose dos Passos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 74f.| grafs., tabs
POR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias Fisicas e Matematicas; Este trabalho é parte de um amplo projeto de pesquisa sobre materiais nanoestruturados fabricados por Mechanical Alloying que o Grupo de Física do Estado Sólido da UFSC vem realizando. As ligas Fe33Sn67 e CU33Al67 possuem grande importância tecnológica. Devido as elevadas diferenças nos pontos de fusão dos elementos químicos, a obtenção destas ligas pelas técnicas convencionais apresentam grandes dificuldades, sendo estas superadas quando a técnica Mechanical Alloying é utilizada para a fabricação das mesmas. As técnicas de difração de raios-x e calorimetria diferencial de varredura (DSC) foram usadas no estudo das propriedades estruturais destas ligas. Os difratogramas de difração de raios-x da liga Fe33Sn67 tal como coletada e tratada termicamente foram indexados a uma rede tetragonal denominada de fase , com parâmetros de rede a = b = 6,5234 Â e c = 5,3373 Â e, a = b = 6,5369 A e c = 5,3328 Â, respectivamente. O tamanho médio encontrados para os cristalitos foram L = 164 A e L = 297 A, respectivamente. Os padrões de difração de raios-x da liga CU33Al67 tal como foi coletada e tratada termicamente foram indexados a uma rede tetragonal denominada de fase O...

Síntese de nanofitas de titanatos de sódio com potencial fotocatalítico bactericida

Oliveira, Valéria Vidal de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 106 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, Florianópolis, 2011; Materiais nanoestruturados representam um estado intermediário entre átomos, moléculas e matéria condensada, permitindo que suas propriedades sejam diferenciadas e/ou intensificadas em relação ao seu sólido estendido. Nanotubos, nanofios, nanobastões, nanofolhas e nanofitas, são exemplos de nanoestruturas que atraem considerável atenção, devido as suas propriedades físicas e químicas exclusivas, com aplicações potenciais em dispositivos eletrônicos e fotoelétricos. A síntese destas nanoestruturas, utilizando como matéria-prima o dióxido de titânio (TiO2) tem sido intensivamente investigada para aplicações em fotocatálise, a qual tem se mostrado promissora em aplicações ambientais. O objetivo principal deste trabalho foi encontrar os melhores parâmetros para a síntese hidrotérmica alcalina de nanoestruturas (em especial nanofitas), a partir de óxido de titânio, com potencial fotocatalítico, visando à inibição de crescimento da bactéria Escherichia coli, verificados após teste de difusão em ágar Muiller-Hilton. Foi inventigado também a influência de tratamentos pós-síntese na atividade fotocatalítica: dopagem com íons Ag+ e lavagem com água destilada. Conclui-se que as nanoestruturas...

Estudo de nanoestruturas de Fe e Co sobre Cu (111) por microscopia de tunelamento com polarização em spin

Fischer, Jeison Antonio
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 121 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas, Programa de Pós-Graduação em Física, Florianópolis, 2014; O tema desta Tese de Doutorado em Física é o estudo das propriedades magnéticas de ilhas nanométricas de Fe e Co sobre superfícies de Cu(111) por microscopia de tunelamento com polarização em spin(sp-STM). As propriedades magnéticas destas nanoestruturas precisam ser investigadas, pois apresentam propriedades físicas muito diferentes das observadas em sólidos volumétricos. Para entender a origem das propriedades peculiares das nano- ilhas de Co em Cu foram considerados fatores como a relaxação estrutural e eletrônica. As ilhas de Co com espessura de bicamada e formato triangular são um excelente exemplo do comportamento diferenciado das nanoestruturas, já que apresentam diversas peculiaridades como distribuição inomogênea da anisotropia magnética e dependência espacial da polarização em spin. Esta Tese é portanto uma contribuição para a área do nanomagnetismo. Foram preparadas por evaporação em ultra-alto-vácuo ilhas triangulares com alturas de uma bicamada de átomos de Co. As ilhas foram decoradas perimetricamente com Fe por evaporação subsequente. Foi utilizado um STM na temperatura de 10 K e aplicados campos magnéticos intensos de até 7 T para caracterizar o papel desempenhado pela decoração de Fe sobre o processo de reversão da magnetização e na distribuição espacial da polarização em spin de ilhas individuais com diferentes tamanhos. A abordagem de decorar ilhas de Co com Fe também foi utilizada para alterar a barreira de potencial do confinamento quântico de elétrons de ilhas de Co puras. Os resultados foram comparados com medidas realizadas em ilhas de Co puras e permitiram concluir que em ilhas de Co decoradas o sinal da polarização em spin é constante em função da posição e que todos os átomos de Co contribuem para a anisotropia magnética. Para as nano ilhas de Fe foi constatado que o estado fundamental dos spins é não-colinear...

Avaliação in vitro da citotoxidade e genotoxidade dos polímeros de albumina magnéticos

Saldanha, Camila de Arruda
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2009.; A nanotecnologia tem despertado crescente interesse na área biomédica. Materiais nanoestruturados e, em particular fluidos magnéticos, magnetolipossomas e polímeros magnéticos, constituídos a partir de nanopartículas magnéticas (NPM) têm sido propostos como entregadores de drogas, para separação de células, diagnóstico in vitro ou in vivo, e para o tratamento de diversas patologias. Uma nova amostra magnética que possa efetuar estes procedimentos foi desenvolvida: polímeros de albumina magnéticos (PAM) contendo nanopartículas de maghemita (diâmetro 9,2nm; 2,46 × 1014 partículas/mg). Para atender aos requisitos de que os efeitos biológicos de um novo material sejam conhecidos antes que sejam testados clinicamente, este trabalho teve como objetivo a avaliação, in vitro, de possíveis efeitos citotóxicos e genotóxicos dos polímeros de albumina magnéticos (PAM). Células de glândula submandibular humana (HSG) e células mesangiais (CM) foram cultivadas na presença da amostra PAM em três diferentes concentrações (250mg/mL, 150mg/mL e 75mg/mL) por 24 horas. A citotoxicidade foi avaliada por meio de ensaio de coloração de alaranjado de acridina/brometo de etídio e a genotoxicidade por meio de ensaio de cometa. Além disso...

Avaliação da biocompatibilidade de magnetolipossomas à base de nanopartículas de maghemita

Coelho, Júlia Poubel
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2008.; A nanobiotecnologia consiste em um campo de pesquisa emergente e promissor. Materiais nanoestruturados, tais como fluidos magnéticos e magnetolipossomas (ML), têm sido propostos como sistemas de entrega de drogas e termoterapia contra o câncer, entre outras aplicações em biomedicina. Em particular, ML são estruturas fisiologicamente estáveis, constituídas por nanopartículas magnéticas (NPM) acondicionadas em uma bicamada fosfolipídica. Uma amostra de ML contendo nanopartículas de maghemita recobertas com citrato encapsuladas em lipossomas (denominada ML-Magh) foi sintetizada com propósitos de aplicações biomédicas. Polietilenoglicol (PEG) foi associado à bicamada lipídica. A proposta deste estudo foi investigar o comportamento biológico de ML-Magh (1,0 × 1014 partículas/ mL), avaliando sua biocompatibilidade/ toxicidade por meio de testes in vitro e in vivo. O tamanho e o potencial de carga de superfície dos ML foram estudados e apresentaram diâmetro médio de 124 nm e carga negativa (potencial zeta, -24,4 mV). Nos testes in vitro, células ductais de glândula submandibular humana (HSG) e células mesangiais (CM) foram cultivadas durante 24 horas na presença de ML-Magh em duas diferentes doses (50 mL and 100 mL). Análises por microscopia de luz mostraram que ML-Magh não induz alterações morfológicas em ambos os tipos celulares. Para os testes in vivo...

Propriedades de spintrônica do gás de elétrons e dinâmica do íon Mn em nano estruturas semicondutoras magnéticas

Souto, Eduardo de Sousa
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Física, 2006.; Esta tese apresenta um estudo teórico das propriedades de spintrônica do gás de elétrons em nano estruturas semicondutoras magnéticas obtidas a partir de semicondutores magnéticos diluídos (III, Mn)V e (II, Mn)VI da dinâmica do íon Mn na presença de um background de 2DEG (Gás de elétrons bi-dimensional). Primeiramente, realizamos cálculos para a determinação de quantidades físicas tais como tempo de relaxação spin-flip, flip τ , entre os elétrons s-p e os elétrons 3d dos momentos magnéticos do Mn localizados no poço quântico, o qual é muito importante para o processamento de informação em dispositivos com base no spin dos portadores de carga. Para poços quânticos tais como Cd0,81Mn0,19Te com largura do poço de 86 Å, mostrou-se que flip τ ~1 ps, o que está de acordo com resultados experimentais para essas estruturas. Este tempo de relaxação corresponde a um comprimento de difusão do spin de 30 nm para Cd0,81Mn0,19Te. Além disso, os resultados teóricos predizem que flip τ dos elétrons diminui com o aumento da fração molar de Mn, também de acordo com os experimentos, confirmando o papel predominante do espalhamento de troca elétron-Mn (espalhamento elétron-magnon) como o principal canal de relaxação para o spin do elétron. Esses resultados indicam também que flip τ decresce com o decréscimo da largura do poço quântico de acordo com os dados experimentais. Em segundo lugar...

Difusão anômala e termodinâmica de nanopartículas

Lapas, Luciano Calheiros
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Física, 2008.; Modelos de difusão e transferência de energia em nanoescalas têm despertado crescente interesse devido às suas aplicações em diversas áreas. Neste trabalho, consideramos uma ampla faixa de difusão descrita pela Equação de Langevin Generalizada, onde se tem estabelecido uma conexão hierárquica entre a Condição de Mistura, Hipótese Ergódica e o Teorema de Flutuação-Dissipação Generalizado. Desenvolvemos um estudo sobre os processos de relaxação não-exponencias, além de apresentar uma ampla descrição para a validade do Teorema de Khinchin e da Segunda Lei da Termodinâmica, mesmo quando a ergodicidade não é assegurada. Nesse caso, obtemos uma formulação para o cálculo da obliqüidade e o fator de não-gaussianização para qualquer função distribuição de probabilidade do momento linear. Ênfase foi dada ao transporte balístico, para o qual demonstramos que a entropia não alcança um máximo global e um comportamento não-gaussiano pode ser observado, implicando na inaplicabilidade do Teorema do Limite Central. Analisamos também a transferência de calor entre duas nanopartículas separadas por uma distância situada no domínio das interações de campo-próximo...

Caracterização magnética de nanocomposito à base de vermiculita

Araujo, Priscilla Paci
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Física, 2009.; Nesta dissertação utilizamos vermiculita expandida hidrofobizada como matriz para hospedar nanopartículas via fluido magnético (FM). A vermiculita é um mineral abundante no Brasil, relativamente barato, com elevada capacidade de troca catiônica, quando submetido à presença de alguns elementos. A vermiculita expandida foi tratada com fluidos magnéticos iônico e surfactado. As nanopartículas de óxido de ferro suspensas nos fluidos magnéticos foram obtidas por oxidação da magnetita, que foi previamente obtida por co-precipitação de Fe (II) e Fe (III) em meio alcalino. Uma fração de nanopartículas de óxido de ferro foram dispersas em solução aquosa com pH ácido para produzir o fluido magnético iônico (FMI). A segunda fração foi dispersa em solução aquosa com pH ácido e misturada com ácido oléico sob agitação. O fluido magnético surfactado (FMS) resultante foi disperso em solvente nãopolar (tolueno). Utilizamos microscopia eletrônica de transmissão (MET) e difração de raios- X (DRX) como técnicas de caracterização básica, a fim de encontrar o diâmetro médio das partículas, a polidispersão em diâmetro e a fase do material. A espectroscopia Mössbauer foi utilizada como principal técnica de investigação. As medidas Mössbauer foram realizadas à temperatura ambiente e de nitrogênio líquido das amostras dos fluidos magnéticos congelados...

Estudo dos processos de magnetohipertermia e terapia fotodinâmica mediados por magnetolipossomas fotossensibilizados em camundongos

Barbosa, Luzirlane dos Santos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2008.; A Magnetohipertermia (MHT) e a Terapia Fotodinâmica (TFD) são terapias promissoras para o tratamento do câncer pelas possibilidades de redução de efeitos colaterais em relação às terapias convencionais. Ambas podem ser abordadas de forma especial pela Nanotecnologia por meio da produção de materiais nanoestruturados. Dentre estes estão as nanopartículas magnéticas (NPM) que podem ser encapsuladas em lipossomas (L), constituindo os magnetolipossomas (ML). O comportamento magnético das NPM confere interesse especial na utilização do ML no diagnóstico e tratamento do câncer por MHT. Os ML podem conter agentes fotossensibilizantes e assim serem utilizados também na TFD. Buscando conhecer os efeitos biológicos e terapêuticos relacionados à utilização conjunta dessas duas técnicas no tratamento de neoplasias, foi desenvolvido um novo material que se baseia em lipossomas furtivos contendo o fotossensibilizador zinco-ftalocianina (ZnF) e NPM de ferrita de cobalto recobertas com ácido cítrico, o MLPEG-ZnF (4,8 × 1014 partículas/ mL). O trabalho foi desenvolvido em seis etapas. Na primeira foi determinado que o tempo de exposição ao campo magnético (AC...

Sistemas magnéticos nanoparticulados à base de maghemita

Figueiredo, Leandro Carlos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Física, 2009.; Este trabalho apresenta a investigação das propriedades magnéticas de fluido magnético iônico contendo nanopartícula de maghemita ( -Fe2O3). Ademais, apresenta a investigação das propriedades magnéticas do sistema constituído de nanocápsulas de albumina contendo nanopartículas de maghemita, inseridas na matriz polimérica via o fluido magnético iônico. As técnicas utilizadas para a investigação foram técnicas de ressonância magnética eletrônica, magnetização e birrefringência magnética estática. Primeiramente, foram estudadas as características estruturais das nanopartículas de maghemita utilizando-se técnicas de difração de raios-X e microscopia eletrônica de transmissão. As nanopartículas (nanocápsulas) magnéticas apresentam diâmetro médio e dispersão em diâmetro de 8,15 nm e 0,30 (73 nm e 0,37), respectivamente. Os dados de ressonância magnética foram tratados considerando que partículas com diâmetros levemente maiores que a média apresentam absorção ressonante em campo inferior ao máximo de absorção. Por outro lado, partículas menores apresentam absorção em campo superior. Considerando as características da variação da largura de linha de ressonância com a temperatura e com a orientação da amostra congelada (dependência angular)...

Elaboração e caracterização de nanocoloides magnéticos em elevadas frações volumétricas

Rodrigues, Priscilla Coppola de Souza
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Química, 2010.; Em ferrofluidos, bem como nos sistemas de soluções coloidais, tem havido um constante interesse sobre a estabilidade da dispersão, tanto teórica quanto experimental: sua estrutura, as interações entre partículas, e seu comportamento de fase. Em tais sistemas é essencial descrever o seu comportamento de fase em função de diferentes parâmetros que podem influenciar o alcance e as interações interpartículas. Na verdade a forma e a amplitude do potencial interpartículas podem ser ajustadas a partir de parâmetros como pH, força iônica, e a pressão osmótica. Além disso, durante a síntese de ferrofluidos é possível controlar esses parâmetros experimentais, bem como variar a fração molar das partículas ᶲ. Por conseguinte, soluções coloidais devem, portanto, levar ao mesmo tipo de diagramas de fase de sistemas atômicos: gás, líquido, fluido e fase sólida. A pressão osmótica π substitui a pressão P e a fração volumétrica em partículas ᶲ substitui o volume V. A fase gasosa corresponde a uma solução de baixa fração volumétrica, a fase líquida corresponde a uma solução densa, mas não organizada, e a fase cristalina é uma fase sólida organizada. Neste contexto...

Elaboração, caracterização físico-química e condutividade AC de colóides magnéticos do tipo EDL-MF à base de ferrita de cobalto

Benedito, Luiz Eduardo Celino
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Química, 2010.; Fluidos magnéticos do tipo EDL-MF (Electric Double Layered Magnetic Fluids) são dispersões coloidais de nanopartículas do tipo ferritas espinélio peptizadas em meio aquoso ácido ou básico. Como sendo um material impar, magnético e fluido ao mesmo tempo, vem sendo empregado em nanotecnologia na indústria e mais recentemente na medicina e áreas afins. Avanços na caracterização deste tipo de material têm sido primordial neste sentido. O fato de serem amostras muito absorventes limita o emprego de técnicas espectroscópicas convencionais de análise na região do UV-VIS. Por outro lado, o recente emprego de técnicas eletroquímicas que, diferentemente, exploram as propriedades elétricas do meio, se torna neste caso uma ferramenta poderosa. Neste trabalho procuramos investigar a condução elétrica de um EDL-MF a base de ferrita de cobalto. As amostras investigadas foram sintetizadas quimicamente utilizando-se o método “bottom-up” e caracterizadas à luz de um modelo “core-shell” onde um background teóricoexperimental é apresentado. Em seguida, exploramos questões de estabilidade coloidal das mesmas segundo um modelo do tipo DLVO a partir de medidas experimentais de titulações condutimétricas e potenciométricas simultâneas...

Filmes poliméricos dopados com nano partículas de ferrita de cobalto

Alcântara, Gustavo Braga
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Física, 2011.; O objetivo deste trabalho é preparar e caracterizar novos nano compósitos híbridos formados por nano partículas de ferrita de cobalto e sistemas polieletrolíticostais como o poli(estireno sulfonato de sódio), o poli(3,4-etileno dioxitiofeno)/poli(ácido estireno sulfônico) e a polianilina, depositados por meio da técnica de automontagem camada por camada. O trabalho teve início com o estudo detalhado da cinética de adsorção das nanopartículas sobre substrato sólido, e sobre multicamadas de polieletrólitos durante a deposição de filmes ultrafinos in situ, utilizando a técnica de micro balança de quartzo. Em seguida os nano compósitos depositados por meio da técnica automontagem formando filmes de multicamadas, foram caracterizados visando investigar a morfologia e as propriedades magnéticas e elétricas. Observou-se que o processo de adsorção é um processo cinético espontâneo de primeira ordem e se torna mais lento à medida que a deposição das camadas se torna distante do substrato.Os dados obtidos por meio das medidas de micro balança de quartzo indicam também uma forte interação entre as nano partículas e o substrato/polieletrólito. O estudo dos filmes com estrutura de multicamadas polímero/nanopartículas depositados pela técnica de automontagem camada por camada mostra uma morfologia tipicamente globular das nano partículas predominante em toda a superfície do filme...

O uso de nanoesferas de albumina na terapia fotodinâmica e magnetohipertermia do tumor de Ehrlich

Portilho, Flávia Arruda
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
27.146787%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2011.; O aumento crescente da incidência de câncer e a necessidade de se desenvolver terapias mais eficazes com o mínimo de efeitos adversos têm suscitado a busca de tratamentos alternativos. Entre estes, duas terapias promissoras são a magnetohipertermia (MHT) e a terapia fotodinâmica (TFD), as quais podem proporcionar ainda maior eficácia se realizadas com materiais nanoestruturados. O presente trabalho teve o objetivo de, utilizando modelos de tumor sólido de Ehrlich, verificar a atividade antitumoral de duas amostras à base de nanoesferas de albumina: (1) amostra contendo nanopartículas magnéticas à base de maghemita (PAM) usadas na concentração de 1,2 × 1015 partículas magnéticas/mL foi testada para MHT de tumores localizados na cabeça após administração de 5,5 × 104 células tumorais e (2) amostra contendo 0,5 mM zinco-ftalocianina tetrassulfonada (PAF) para TFD na orelha após administração de 2,75 x 104 células tumorais. PAM e PAF foram usadas, respectivamente, em diferentes protocolos de MHT e TFD. MHT foi feita com equipamento operando a 1 MHz e 40 Oe de amplitude de campo e foram realizadas análises histológicas do tumor para verificar o grau de necrose. As análises mostraram que dois dos animais submetidos à MHT duas vezes ao dia...