Página 1 dos resultados de 2 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Sensibilidade das culturas da batata (Solanum tuberosum L.) e da alface (Lactuca sativa L.) ao excesso de água no solo.; Potato (Solanum tuberosum L.) and lettuce (Lactuca sativa L.) sensibility to water excess in soil.

Nuñez Flecha, Pablo Alberto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
17.17%
O trabalho teve como objetivos determinar os efeitos de inundações do sistema radicular em diferentes estádios de desenvolvimento sobre a produtividade das culturas da batata e da alface, identificar a velocidade mínima de rebaixamento do nível freático capaz de evitar prejuízos a estas culturas e obter relações entre a produtividade relativa das mesmas e o índice diário de estresse por excesso de água no solo. Para tal foram conduzidos dois experimentos em lisímetros construídos a partir de tubos de concreto, considerados como parcelas, de julho a outubro de 2001 com a cultura da batata, e de dezembro de 2001 a janeiro de 2002 com a cultura da alface. O delineamento experi-mental adotado foi inteiramente casualizado, arranjado em esquema fatorial [(3 x 4) + 1], com quatro repetições para a cultura da batata e três repetições para a cultura da alfa-ce. Para ambas as culturas os tratamentos consistiram de 3 períodos de aplicação do en-charcamento, 4 velocidades de rebaixamento do nível freático (30 cm em 24, 48, 72 e 96 horas), mais uma testemunha na qual não foi aplicado estresse por elevação do nível freático. A análise dos resultados revelou que dentre os três estádios nos quais o estresse foi aplicado...

Ecofisiologia da germinação e do metabolismo respiratorio de quatro especies do genero Inga Mill. (MIMOSACEAE) submetidas a hipoxia e anoxia

Janete Mayumi Okamoto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/1998 PT
Relevância na Pesquisa
17.17%
Foram estudados comparativamente os aspectos ecofisiológicos da germinação e do metabolismo respiratório de Inga affinis DC., Inga luschnathiana Benth., Inga tagitolia (L.) Willd ex Benth e Inga sessilis (Vell.) Mart. Os locais onde foram coletadas as espécies constituem um gradiente de saturação hídrica do solo. As sementes de Inga affinis foram coletadas nas manchas de mata ciliar nas margens do rio Jacaré-Pepira no município de Brotas/ SP, em locais sujeitos a inundações periódicas decorrentes da extravasão das águas do rio (água corrente). As sementes de Inga Iuschnathiana foram coletadas em um fragmento de mata de paludícola anexo à Reserva Municipal Mata de Santa Genebra, município de Campinas, SP, portanto em um local onde a saturação hídrica do solo é quase que permanente, altamente heterogênea e é decorrente do afloramento do lençol freático (água estagnada). Inga tagitolia, outra espécie, teve suas sementes coletadas no campus da Universidade Estadual de Campinas de árvores cujas sementes são provenientes de árvores das margens dos canais de Santos. As sementes de Inga sessilis foram coletadas na Serra do Japi, no município de Jundiaí/SP, em uma Floresta Mesófila Semidecídua de Altitude. No estudo da ecofisiologia da germinação...