Página 1 dos resultados de 3 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Questões de estilo e de gênero: um estudo sobre enunciados memorialistas da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro; Questions of style and genre: a study on memorialist utterances from the Portuguese Language Olympiad Writing the Future

Gaydeczka, Beatriz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
16.24%
As tendências de ensino de língua portuguesa concernentes à Educação Básica no Brasil privilegiam abordagens linguísticas e discursivas centradas na produção, circulação e recepção de textos. Decorrente dessa tendência, a tese investiga noções de estilo de gênero e de autoria a partir da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro (OLPEF, 2008). A OLPEF é um dos programas de políticas públicas de incentivo à leitura e à produção escrita desenvolvido por meio de sequências didáticas para o trabalho com texto. O corpus da pesquisa é constituído do Caderno do Professor Se bem me lembro... (2008) e de um conjunto de textos finalistas da OLPEF, relativos à coletânea Memórias (2008). A temática desse corpus, portanto, é memorialista. Em termos teóricos, a tese tem como base os fundamentos da filosofia bakhtiniana de linguagem em correlação com desdobramentos da semiótica discursiva francesa a fim de desvendar questões que norteiam o estilo em enunciados memorialistas, tal como produzidos pelos alunos participantes do evento, do que emerge a questão de autoria, pertinente à produção escrita desse aluno no contexto da OLPEF. Para isso, a tese apresenta análises e reflexões a respeito de questões discursivas tais como: as responsividades inerentes ao projeto enunciativo do aluno-autor; as relações dialógicas entre o eu e o outro em tal situação de desafio à competência discursiva; as orientações...

Relações dialógicas em narrativas; Dialogic relationships in narratives

Lucas Vinicio de Carvalho Maciel
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.24%
As relações dialógicas, fenômeno constitutivo da linguagem, podem se apresentar dediversas maneiras, como pretendo mostrar ao analisar algumas redações confeccionadas no âmbito do vestibular Unicamp. Os textos examinados e empregados para exemplificação dos pontos debatidos provêm de um corpus de pesquisa constituído por 111 redações de tipologia textual predominantemente narrativa (MARCUSCHI, 2002). São redações eleitas pela Comissão Permanente para o Vestibular Unicamp como as que melhor atenderam à proposta de escrita da "narração". Na investigação empreendida, ancorei-me em reflexões do Círculo de Bakhtin, especialmente expressas nas obras Problemas da poética de Dostoiévski (BAKHTIN, 1929/1963) e Marxismo e filosofia da linguagem (BAKHTIN/VOLOCHÍNOV, 1929), a partir das quais proponho analisar as relações dialógicas considerando os seguintes aspectos: (i) as díspares amplitudes do diálogo (microdiálogo, diálogo composicionalmente expresso e grande diálogo); (ii) os diversos modos de orientação da palavra; (iii) as distintas unidades composicionais do discurso (autoenunciação do herói, discurso do narrador, diálogo entre as personagens); (iv) os diferentes tipos e variantes de discurso por meio dos quais se textualizam os vínculos dialógicos. Na apreciação desses aspectos...

Sobre a performance: o ponto de vista da musicologia

Rink, John
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 17/06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.24%
Este artigo examina uma série de abordagens musicológicas em relação àperformance musical. Aborda-se, primeiramente, o lugar da música erudita ocidental no âmbito do mundo da performance em geral; em seguida, consideram-se os meios retrospectivos pelos quais os musicólogos investigaram performances individuais e as diversas questões relacionadas. Em seguida, a discussão se volta para a aplicação prática da pesquisa à performance. Um estudo de caso do Noturno em Mi bemol maior Op. 9 No. 2 de Chopin demonstra como as lacunas entre a pesquisa e a prática podem ser preenchidas de modo a realçar o momento de verdade que cada performance representa. A ênfase é colocada sobre a necessidade tanto de uma mediação como de uma compreensão contextualizada do que quer que seja que a investigação histórica, analítica, bem como outros modos de pesquisa, possam oferecer ao intérprete.