Página 1 dos resultados de 69 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Fragmentos da violência familiar

Duque, Cátia Susana Pereira
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
16.66%
Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Psicologia; A família é um sistema complexo, particularmente em meio disfuncional e violento, podendo o seu impacto, nas diversas gerações, ser desmesurado. O objectivo central deste trabalho debruça-se sobre a tentativa de perceber o mundo de alguém que viveu, e ainda vive, neste tipo de sistema familiar, fazendo uma análise detalhada da experiência sentida por este sujeito e perceber as consequências psicológicas que surgiram daí. Possibilitando um maior contacto, com uma vivência particular, o trabalho conduziu a um estudo de caso minucioso, sobre uma história de vida traçada por um sistema familiar disfuncional, que envolveu o sujeito numa teia transgeracional, que se prolongou para todas as áreas da sua vida, apesar da sua tentativa em se libertar aquando da sua gravidez e breve maternidade. Os efeitos desta vivência denotam-se principalmente num conflito interno e intenso entre as crenças do sujeito e a sua ambivalência afectiva em relação à família de origem, agravado ao mesmo tempo por uma “herança” que o impossibilita de acreditar na capacidade de mudança e no futuro.

A herança transgeracional no indivíduo

Duque, Cátia
Fonte: Edições Universidade Fernando Pessoa Publicador: Edições Universidade Fernando Pessoa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
27.29%
A família cria um espaço onde cada membro desenvolve os seus papéis e a sua individualidade, usando a herança transgeracional como base de aprendizagem. Contudo, a transgeracionalidade pode levar ao estabelecimento de papéis disfuncionais numa família, obrigando o indivíduo a confrontar-se com a sua origem e os seus valores, projectando o seu comportamento através do que aprendeu com os progenitores. Este artigo debruça-se sobre o impacto da transgeracionalidade no indivíduo, apresentando um estudo de caso para ilustrar a temática abordada. The family creates a space where each member develops his roles and his individuality, using his heritage as a basis for intergenerational learning. However, transgenerationality can lead to the establishment of dysfunctional family papers, forcing the individual to confront his origin and values, projecting his behavior by what he learned with his parents. This article aims at an exhibition on the impact of transgenerationality in the individual, presenting a case study to illustrate the theme.

Aspectos familiares de meninas adolescentes dependentes de álcool e drogas; Family aspects of alcohol and drug-dependent adolescent girls

GUIMARÃES, Ana Beatriz Pedriali; HOCHGRAF, Patrícia Brunfentrinker; BRASILIANO, Silvia; INGBERMAN, Yara Kuperstein
Fonte: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.66%
CONTEXTO: O consumo de drogas entre adolescentes tem sido alvo de várias pesquisas nos últimos anos. Sabe-se que a família pode ser um fator tanto de proteção quanto de risco para o uso de substâncias nessa fase. OBJETIVO: O presente artigo é uma revisão da literatura sobre o tema família de adolescentes abusadoras e/ou dependentes de substâncias psicoativas, a fim de levantar quais dados a literatura já dispõe sobre esse assunto com o intuito de capacitar profissionais da área da saúde na atuação clínica bem como na prevenção desta síndrome. MÉTODOS:Revisão bibliográfica no sistema MedLine (Index Medicus), ScieLO, PubMed, a partir das seguintes palavras-chave: adição, abuso de drogas, meninas, adolescência e família. RESULTADOS:Observou-se que essas famílias em sua maioria possuem características disfuncionais como laços familiares conflitivos, pouca proximidade entre os membros, falta de uma hierarquia bem definida e pais que não dão exemplo positivo quanto ao uso de drogas. Diferenças entre gêneros também são apontadas: meninas necessitam maior apoio familiar que os meninos como fator protetor do envolvimento com grupo de pares desviantes. As meninas também são tão sensíveis ao abuso psicológico quanto ao físico...

Transmissão psíquica transgeracional e construção de subjetividade: relato de uma psicoterapia psicanalítica vincular; Transgenerational psychic transmission and construction of subjectivity: report of a psychoanalytic linkage psychotherapy; Transmission psychique transgénérationnelle et construction de la subjectivité: récit d’une psychothérapie psychanalitique du lien; Transmisión psíquica transgeneracional y construcción de la subjetividad: relato de una psicoterapia psicanalítica vincular

GOMES, Isabel Cristina; ZANETTI, Sandra Aparecida S.
Fonte: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
27.62%
O presente artigo tem como objetivo refletir acerca do conceito de transmissão psíquica entre gerações, especificamente de uma modalidade - a transmissão psíquica transgeracional - e sua influência na construção das subjetividades individuais e dos vínculos familiares, enfatizando-se aqui o vínculo mãe-filha como gerador de sintomas na criança e conflitos no âmbito familiar, através de um relato clínico de uma psicoterapia psicanalítica vincular, segundo os referenciais de Eiguer (2006) e Berenstein e Puget (1997, 2005). A apresentação do caso clínico permite discutir, ainda, a relação entre a transmissão psíquica transgeracional e o estabelecimento da “maternagem”, bem como os resultados obtidos ao longo de todo o processo psicoterápico. A finalidade desse espaço terapêutico familiar é a de propiciar transformações frente ao legado geracional, promovendo o surgimento de uma subjetividade nova, impulsionadora de vida.; This article has as an objective to reflect concerning the concept of psychic transmission among generations, specifically of one modality - the transgenerational psychic transmission - and its influence on the creation of the individual subjectivities and of the family links, being emphasized mainly the link of mother-daughter as generator of symptoms in the child and familiar conflicts...

Mulheres dependentes de álcool: levantamento transgeracional do genograma familiar; Alcohol dependent women: a study of the transgenerational genogram

Guimarães, Ana Beatriz Pedriali
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
16.66%
INTRODUÇÃO: o ambiente familiar tem sido amplamente relacionado ao uso de álcool na literatura. No entanto, poucos estudos abordam esta questão especificamente para famílias de mulheres alcoolistas. Neste trabalho procurou-se comparar aspectos do funcionamento familiar ao longo de três gerações: geração atual (companheiros e filhos), geração dos pais e irmãos e geração dos avós paternos e maternos de mulheres dependentes e não dependentes de álcool, a partir de seus próprios relatos. MÉTODOS: foram estudadas 30 mulheres alcoolistas que frequentavam o Programa de Atenção à Mulher Dependente Química (PROMUD) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e 32 mulheres não alcoolistas que frequentavam o ambulatório de ginecologia geral do Departamento de Tocoginecologia do Hospital das Clínicas de Curitiba. Como instrumentos foram utilizados a construção do genograma familiar e a Family Environment Scale (FES). RESULTADOS: com relação aos dados sociodemográficos, as alcoolistas eram mais velhas, possuíam maior grau de escolaridade, um número menor de mulheres tinha companheiros e elas tinham menos filhos em comparação às mulheres do grupo controle. Observaram-se várias diferenças com relação à estrutura familiar sempre demonstrando que as famílias das alcoolistas são mais disfuncionais. Com relação às alianças...

A transmissão psíquica e a constituição do vínculo conjugal; Psychic transmission and constitution of marital bond

Paiva, Maria Lucia de Souza Campos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
17.29%
Na contemporaneidade, mulheres e homens estabelecem diversos tipos de vínculos amorosos. Já não podemos dizer que existe um modelo único de casamento e família, tampouco fazer previsões a respeito da durabilidade de uma relação matrimonial. Durante muitos anos os estudos acadêmicos focaram a questão do rompimento do vínculo conjugal. Este trabalho foi justamente realizado a respeito dos casais que permanecem casados por muitos anos. Assim, o objetivo geral desta tese foi estudar a transmissão psíquica entre as gerações e a interferência da mesma na constituição e manutenção do vínculo conjugal. Pretendemos entender as influências que os casais receberam das famílias de origem e como elas interferiram na possibilidade de o casal desenvolver uma identidade conjugal própria, enfocando tanto as influências conscientes como as inconscientes. Abordamos, então, o mecanismo de transmissão psíquica intergeracional e transgeracional na formação e manutenção do vínculo conjugal. Utilizamos a psicanálise como referencial teórico, mais precisamente as formulações teóricas de René Kaës. O método utilizado foi o clínico-qualitativo, proposto por Turato (2003). A pesquisa foi realizada com dois casais casados entre vinte e trinta anos e que não estavam em processo terapêutico. A coleta de dados foi feita por meio de entrevista semiaberta...

As experiências alimentares de mães com filhas portadoras de transtornos alimentares: investigando a transgeracionalidade; The feeding experiences of mothers with daughters who suffer from eating disorders: investigating the transgenerationality

Lauand, Christiane Baldin Adami
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
16.66%
A alimentação é um objeto de estudo de extrema complexidade que envolve várias áreas do saber científico, entre elas a sociologia, a antropologia, a psicologia e a nutrição que se dedicam a investigar este instigante fenômeno. Até o momento, sabe-se que ela assume função social e afetiva entre os seres. O caráter simbólico dos alimentos se insere no contexto das relações sociais, sendo a família um importante instrumento de transmissão de rituais e de regras dietéticas. Do ponto de vista afetivo, a alimentação, primeiramente pela amamentação, é considerada o primeiro elo entre a mãe e o bebê e este processo acontece naturalmente quando existe uma relação harmoniosa entre a dupla. Considerando os estudos sobre as heranças psíquicas, em especial aquelas advindas de elementos transgeracionais, o objetivo desta pesquisa foi compreender o significado e as experiências emocionais da alimentação para as mães com filhas portadoras de transtornos alimentares. O percurso teórico baseou-se na pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória. Participaram do estudo cinco mães de jovens com transtornos alimentares que frequentaram o grupo de apoio psicológico aos familiares do Grupo de Assistência em Transtornos Alimentares do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (GRATA-HCFMRP-USP) no ano de 2008. Como instrumento de coleta de dados foi utilizado um roteiro semiestruturado...

Anorexia nervosa e transmissão psíquica transgeracional: histórias de vida de pacientes, mães e avós; Anorexia nervosa and transgenerational psychic transmission: Life histories of patients, mothers and grandmothers

Valdanha, Élide Dezoti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.95%
Valdanha, E. D. (2013). Anorexia nervosa e transmissão psíquica transgeracional: Histórias de vida de pacientes, mães e avós. Dissertação de Mestrado, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo. Os transtornos alimentares (TAs) configuram graves perturbações no comportamento alimentar, que são tema de destaque na literatura científica nacional e internacional. Um dos tipos de TA que mais tem despertado o interesse de leigos e da comunidade científica é a anorexia nervosa (AN), caracterizada por uma recusa da pessoa acometida em manter o peso mínimo adequado para a saúde, além de temor intenso de ganhar peso e distorção significativa da imagem corporal. Estudos mostram que as relações familiares podem atuar como agentes mediadores no surgimento e manutenção da AN, especialmente a configuração vincular mãefilha. Considerando-se que esse vínculo é essencial para o desenvolvimento emocional e que a transmissão psíquica é um operador da dinâmica dos relacionamentos familiares, o presente estudo teve como objetivo investigar a transmissão psíquica em três gerações de famílias que tinham um de seus membros acometidos pela AN, buscando identificar os conteúdos transmitidos transgeracionalmente e suas possíveis relações com o desenvolvimento da AN. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório...

Psicodinamismos da tendência antissocial: um estudo transgeracional; Psychodynamisms of antisocial trend: a transgenerational study

Medeiros, Ana Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/11/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.82%
A literatura psicológica é unânime em afirmar que o ambiente é um importante propulsor do desenvolvimento infantil. Assim, ao considerar a importância do meio, é preciso entender que a família exerce uma importante influência na criança, podendo auxiliar ou dificultar seu processo evolutivo. A partir de uma perspectiva transgeracional, é possível identificar a forma como ocorrem a transmissão psíquica e o processo estruturante da organização familiar, correspondente à herança familiar em nível inconsciente, que transfere aspectos intrapsíquicos e intersubjetivos. A tendência antissocial pode levar a um importante rompimento das expectativas que a sociedade e a família têm para com a criança, sendo que os sintomas que a caracterizam compreendem a presença de brigas, agressividade, oposição, mentiras, fugas, desobediência, entre outros. Sendo assim, o presente trabalho visou compreender os psicodinamismos familiares envolvidos no surgimento e na manutenção da tendência antissocial em uma criança do sexo feminino de cinco anos de idade, a partir da perspectiva da teoria da Transmissão Psíquica Transgeracional. Foi realizado um estudo de caso com a participação de uma família, cuja criança apresenta sintomas de tendência antissocial. Participaram desta pesquisa: a criança...

Paula Rego: Um colorido para o “continente negro”

Pereira, Ana Isabel Correia
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
17.29%
O presente trabalho nasce do encontro estético com a Obra de Paula Rego, inscrevendo-se metodologicamente no domínio da metainterpretação e da intersubjectividade: não há um significado, mas significados possíveis, construídos no seio de uma elaboração relacional, onde a teoria psicanalítica serve de quadro contentor e sustentador. Da narrativa pictórica de Paula Rego impõe-se o feminino. E no feminino de Paula Rego, o mal-estar, as tensões. A sua Obra inquieta. Que possíveis, então, para as tensões da identidade feminina? Sublinhamos as dinâmicas da fusão e da diferenciação feminino-a-feminino, a inscrição de ideais no mandato transgeracional, a importância do pai como agente modelador da feminilidade e a bissexualidade, quer como saída perversa, quer como abertura potencial. A diferença, a alteridade e o desejo, assumem-se também como pedras angulares do nosso pensamento.; ABSTRACT: This article is born from the aesthetic meeting with Paula Rego’s work. It is justified by a metainterpretative and intersubjective method: there are multiple meanings built on a relational basis, between the viewer and the work of art, where the psychoanalytic theory exists as an interpretative frame. From Paula Rego’s iconographic narrative it is underlined the female gender with its tensions and discontents. Her work overwhelms us and we ask: what possible meaning for these tensions and discontents? We stress the symbiotic homo-objectal dynamics...

Ser oficial combatente do Exército: uma delegação transgeracional?

Molina,Silvana de Fátima Lima; Dias,Cristina Maria de Souza Brito
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.29%
Esta pesquisa teve como objetivo geral investigar a influência exercida pelo pai, oficial do exército, na decisão do filho para seguir a carreira militar e como este último percebe a referida carreira. Especificamente, procurou-se analisar as motivações que levaram à escolha pela carreira por parte dos filhos; os ganhos obtidos e as dificuldades para exercer a carreira; o papel da família e as expectativas acerca do futuro. A pesquisa foi realizada com 20 cadetes alunos da Academia Militar das Agulhas Negras, que responderam a uma entrevista analisada de acordo com a técnica da análise de conteúdo temática. Os resultados apontaram a forte influência do pai, o apoio da família, além da convivência diária com a rotina e as normas da instituição como as principais motivações para a escolha da carreira. O sentimento de orgulho e de honra perpassara todas as entrevistas, embora os participantes tenham reconhecido ser uma carreira caracterizada por perdas, sacrifícios e esforço constante. As expectativas de futuro remetem ao desejo de contínua dedicação para melhorar o desempenho e as colocações, bem como a construção de uma família.

Transmissão psíquica transgeracional e construção de subjetividade: relato de uma psicoterapia psicanalítica vincular

Gomes,Isabel Cristina; Zanetti,Sandra Aparecida S.
Fonte: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
27.62%
O presente artigo tem como objetivo refletir acerca do conceito de transmissão psíquica entre gerações, especificamente de uma modalidade - a transmissão psíquica transgeracional - e sua influência na construção das subjetividades individuais e dos vínculos familiares, enfatizando-se aqui o vínculo mãe-filha como gerador de sintomas na criança e conflitos no âmbito familiar, através de um relato clínico de uma psicoterapia psicanalítica vincular, segundo os referenciais de Eiguer (2006) e Berenstein e Puget (1997, 2005). A apresentação do caso clínico permite discutir, ainda, a relação entre a transmissão psíquica transgeracional e o estabelecimento da “maternagem”, bem como os resultados obtidos ao longo de todo o processo psicoterápico. A finalidade desse espaço terapêutico familiar é a de propiciar transformações frente ao legado geracional, promovendo o surgimento de uma subjetividade nova, impulsionadora de vida.

Maus-tratos na infância de mulheres vítimas de violência

Silva,Maria Arleide da; Falbo Neto,Gilliatt Hanois; Cabral Filho,José Eulálio
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
27.29%
O presente estudo teve por objetivo identificar os comportamentos de risco de mulheres que presenciaram violência na família durante a sua infância e/ou adolescência e foram vítimas de violência na vida adulta, bem como determinar a prevalência desses casos e o perfil dessas mulheres. As mulheres investigadas eram assistidas no ambulatório de ginecologia do Centro de Atenção à Mulher do Instituto Materno-Infantil Professor Fernando Figueira, um centro de prestação de serviço terciário de saúde localizado no Nordeste do Brasil. O estudo foi um corte transversal e foram realizadas análises uni e bivariada em 619 questionários aplicados. Os resultados indicaram uma elevada prevalência (39,7%) de história de violência familiar na infância e/ou adolescência de mulheres vítimas de violência na vida adulta. Concluiu-se que é importante e necessário identificar e assistir as famílias de risco, com o propósito de prevenir a prática de violência, haja vista a relevância da sua transmissão transgeracional.

Os processos de transmissão psíquica e a violência sexual incestuosa: uma análise do filme “Volver”

Abdala, Anna Thereza Carneiro Pinto
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
17.62%
Sabe-se que os processos de transmissão psíquica, de modo inconsciente, fazem-se presentes nos espaços intersubjetivos, permeando os vínculos entre os sujeitos de um mesmo grupo, incluindo a família. Diante disso, este estudo teve como objetivo investigar a possível existência de uma relação entre os processos de transmissão psíquica e a violência sexual incestuosa. Foi construída a análise do filme Volver, de acordo com o método psicanalítico, interpretando as relações dos sujeitos que compõe as gerações daquela família, intentando compreender as possíveis significações atribuídas à situação de violência sexual incestuosa bem como seus desdobramentos. Inferiu-se que há certa relação entre a violência sexual incestuosa e a herança psíquica, na qual esta última exerce uma influência sobre a outra, no entanto, não é um fator determinante. Na análise apareceram aspectos relativos à transgressão das duas leis constituintes da civilização que podem interromper, de alguma forma, a transmissão psíquica intergeracional, tornando-a transgeracional diante de uma situação traumática. Discutiu-se também sobre a possibilidade de sujeitos da família que constroem criptas psíquicas mantenedoras de segredos que...

A intersubjectividade no transgeracional através de um Rorschach de aplicação conjunta

Fonseca, Márcia Alexandra do Carmo
Fonte: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: ISPA - Instituto Universitário das Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.29%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica; Este estudo foi construído sobre o entendimento teórico do sujeito psicológico enquanto parte integrante de um grupo alargado, nomeadamente, a família. Nas relações de interdependência, entre os seus membros constituintes, ocorre a transmissão transgeracional que, neste estudo, foi explorada através da compreensão da interdependência entre subjectividade e intersubjectividade. Assente numa concepção psicanalítica do sujeito e através da articulação das ideias principais de Kaës, Faimberg, Badaracco e Ogden, ficou constituído o objectivo do presente trabalho: compreender como se interligam e se expressam as experiências da subjectividade e da intersubjectividade, enquadradas na transgeracionalidade, e acedidas através do método Rorschach. De modo a alcançar este objectivo foram criados procedimentos de análise para o instrumento Rorschach, a partir da literatura sobre os processos de transmissão psíquica, e sobre a subjectividade e a intersubjectividade. A análise de um protocolo de aplicação conjunta a uma mãe e um filho foi realizado com recurso aos procedimentos criados, possibilitando assim o alargamento das potencialidades do instrumento neste tema. ------ ABSTRACT ------ This study was constructed on the theoretical understanding of the psychological subject as part of a wider group...

A transmissão psíquica geracional

Santos,Vinícius Oliveira dos; Ghazzi,Mercês Sant'Anna
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
17.29%
O artigo seguinte refere-se a um estudo sobre como ocorre a transmissão psíquica entre as gerações e qual sua importância na constituição psíquica do sujeito. É também objetivo deste artigo explicar o que são as transmissões intergeracional e transgeracional. Para buscar respostas para essas questões, fez-se uma pesquisa bibliográfica sobre a transmissão psíquica, pelo viés psicanalítico, principalmente a partir da teoria lacaniana e com conceitos oriundos da linguística saussuriana. Será a partir de uma determinada ordem simbólica, constituída pela linguagem que precede o sujeito, nomeado por Lacan como o Outro, que a transmissão psíquica entre gerações ganhará o seu caráter unívoco, sempre se tendo em mente a importância fundamental do recalcamento e de seus efeitos, bem como do retorno do recalcado nas diferentes gerações. A transmissão psíquica é necessária e concomitante à constituição do sujeito, e ocorre através da linguagem, dos significantes que irão determinar uma ordem simbólica para o ser que nasce através dos diferentes discursos que perpassam as gerações nas figuras dos pais desse novo ser. Essa ordem simbólica continuará a se fazer presente nesse novo sujeito pelo restante de sua existência. Este artigo busca dar nova luz ao aspecto da transmissão psíquica transgeracional...

(Re)posicionamento da mulher em relação a sua autonomia sexual numa perspectiva transgeracional.

Barbosa, Fabiana Magalhães
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.29%
Essa pesquisa apresenta uma investigação de caráter exploratório acerca de como as mulheres se posicionam e se posicionaram acerca da sua autonomia sexual numa perspectiva transgeracional. Levou-se em consideração o contexto histórico, econômico e social no qual estas mulheres estiveram inseridas bem como a subjetividade de cada uma delas nas experiências relacionadas ao tema. Elegeu-se a metodologia qualitativa para realização desse trabalho que teve como sujeitos participantes 03 (três) mulheres de diferentes faixas etárias que estavam ou tenha estado em um contexto de relação conjugal heteronormativa. Cada uma das participantes deveriam ter, em média, 30 (trinta), 50 (cinquenta) ou 70 (setenta) anos. Os dados foram coletados por meio de dois instrumentos: 1) Questionário sociodemográfico que permitiu identificar dados das mulheres entrevistadas, como escolaridade, profissão, classe econômica, prática religiosa, etc., e 2) Entrevista com uma questão inicial aberta e as demais semiabertas. Os resultados das entrevistas foram analisados pelo método de Análise do Discurso. Algumas categorias foram criadas, para melhor representar a fala das participantes. Este método permitiu investigar, além do discurso apresentado...

Abuso sexual infantil masculino: ¿el género configura el sufrimiento y el destino?; Male child sexual abuse: is the gender a sign of suffering and fate?

Almeida, Tânia Mara Campos de; Penso, Maria Aparecida; Costa, Liana Fortunato
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
17.62%
O abuso sexual infantil masculino é estudado na perspectiva de gênero e transgeracional. Apresentamos um estudo de caso de um menino violentado desde os 10 anos. O contexto: Grupo Multifamiliar. Instrumentos: observações das interações, diálogos e entrevistas semiestruturadas. Informações: organizadas a partir da história transgeracional e de violência, da construção do Genograma e do Ciclo de Vida Familiar, dos dados dos atendimentos e da situação atual da família. Os resultados indicam um contexto de carências múltiplas, uma organização familiar com conflitos nas tarefas de proteção, bem como o alcoolismo e a violação sexual vistos como elementos configuradores da masculinidade privilegiada.; El abuso sexual infantil masculino es estudiado en la perspectiva del género y de la transgeracionalidad. Se trata de un estudio de caso de un niño violentado a los 10 años. El contexto: Grupo Multifamiliar. Los instrumentos: observación de las interacciones, diálogos y entrevistas semi-estructuradas. Las informaciones: historia transgeracional e del abuso, construcción del Genograma y del Ciclo de Vida Familiar, datos de los atendimientos y situación actual da familia. Los resultados indican un contexto de carencias múltiples; una organización familiar con conflictos en las tareas de protección; alcoholismo and violación sexual como elementos configuradores de una masculinidad privilegiada.; Male child sexual abuse is hereby studied under the gender and transgenerational perspective. We present a case study of a boy who started to suffer sexual violence when he was ten years old. The context: Multifamiliar Group (MG). The instruments: observation of the interactions...

Transmissão psíquica transgeracional e construção de subjetividade: relato de uma psicoterapia psicanalítica vincular; Transmisión psíquica transgeneracional y construcción de la subjetividad: relato de una psicoterapia psicanalítica vincular; Transgenerational psychic transmission and construction of subjectivity: report of a psychoanalytic linkage psychotherapy; Transmission psychique transgénérationnelle et construction de la subjectivité: récit d’une psychothérapie psychanalitique du lien

Gomes, Isabel Cristina; Zanetti, Sandra Aparecida S.
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2009 POR
Relevância na Pesquisa
27.62%
O presente artigo tem como objetivo refletir acerca do conceito de transmissão psíquica entre gerações, especificamente de uma modalidade - a transmissão psíquica transgeracional - e sua influência na construção das subjetividades individuais e dos vínculos familiares, enfatizando-se aqui o vínculo mãe-filha como gerador de sintomas na criança e conflitos no âmbito familiar, através de um relato clínico de uma psicoterapia psicanalítica vincular, segundo os referenciais de Eiguer (2006) e Berenstein e Puget (1997, 2005). A apresentação do caso clínico permite discutir, ainda, a relação entre a transmissão psíquica transgeracional e o estabelecimento da “maternagem”, bem como os resultados obtidos ao longo de todo o processo psicoterápico. A finalidade desse espaço terapêutico familiar é a de propiciar transformações frente ao legado geracional, promovendo o surgimento de uma subjetividade nova, impulsionadora de vida.; El presente artículo tiene como objetivo reflejar sobre el concepto de la transmisión psíquica entre las generaciones, específicamente de una modalidad - la transmisión psíquica transgeneracional - y su influencia en la construcción de las subjetividades y de los vínculos familiares...

O ganho, a perda e os paradoxos no enfoque transgeracional/Gain, loss and paradoxes in the transgenerational approach

Maria Emilia Sousa Almeida; Universidade de Taubaté
Fonte: UFMG / UFU / UFSJ / UFJF Publicador: UFMG / UFU / UFSJ / UFJF
Tipo: Avaliado por Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.62%
Este artigo versa sobre as vivências de ganho e de perda, bem como sobre os paradoxos no enfoque transgeracional. Discutem-se suas relações com o sistema representacional, a família e a clínica psicanalítica, com base no método clínico psicanalítico. Estas vivências mentais tendem a alterar o funcionamento do sistema das representações e dificultar a mudança psíquica das representações e afetos do paciente. Com isso, seu desejo não pode ser atualizado quando adulto. O trabalho analítico pode favorecer a realização do desejo do paciente em seus fundamentos mais essenciais. A autora propõe algumas hipóteses de trabalho sobre o tema com base na clínica e em concepções de alguns autores como Kaës (2001), Eiguer (1997), Racamier (1991), entre outros.