Página 1 dos resultados de 7 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Contribuição ao estudo da instabilidade lateral de vigas pré-moldadas ; On the lateral stability of precast concrete beams

Lima, Maria Cristina Vidigal de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2002 PT
Relevância na Pesquisa
46.73%
A verificação da estabilidade lateral de vigas pré-moldadas merece maior atenção em vigas longas e delgadas, especialmente durante as fases transitórias, como o içamento e o transporte, e também quando se leva em conta a deformabilidade das ligações temporárias. Apresenta-se nesta tese, um estado da arte sobre o problema da instabilidade lateral em vigas pré-moldadas, a fim de situar este trabalho no contexto técnico atual, bem como estudos anteriores relacionados à torção pura e quando associada a outras solicitações. Alguns modelos numéricos foram implementados computacionalmente a fim de simular o comportamento não-linear físico de vigas de concreto armado e protendido sob ação conjunta de torção, flexão bi-lateral e força axial. O modelo adequado a situações onde a torção é predominante sobre a flexão baseia-se na analogia ao comportamento de treliça espacial e na extensão da teoria dos campos diagonais comprimidos. Os resultados numéricos obtidos foram satisfatoriamente comparados aos experimentais disponíveis na literatura técnica. Nos casos onde a flexão é predominate, utilizou-se um modelo numérico que permite calcular a rigidez à torção após a fissuração por flexão da viga, sendo este o recomendado para as análises das fases transitórias de içamento por cabos. Duas vigas longas e esbeltas de concreto armado...

Os veículos pesados e a segurança no projeto das curvas horizontais de rodovias e vias de trânsito rápido.; Heavy vehicles and safety in horizontal curves highway design.

Ejzenberg, Sergio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
26.62%
As curvas horizontais das rodovias notoriamente colecionam acidentes de trânsito, nos quais geralmente os automóveis derrapam e escapam pela tangente, enquanto que os veículos pesados costumam tombar lateralmente. Os critérios consagrados de projeto geométrico das curvas, consideradas planas, ignoram a propensão dos veículos pesados ao tombamento lateral, confiando apenas nas forças de atrito lateral e na superelevação transversal da via para a manutenção do veículo em trajetória segura. O presente trabalho pretende desenvolver modelo de projeto que forneça margens de segurança tanto contra o escorregamento e o tombamento lateral de veículos pesados (semi-reboques) em curvas horizontais com greide descendente. O modelo proposto no presente estudo é sensível a fatores de segurança intrínsecos e extrínsecos aos veículos, incluindo características geométricas longitudinais e transversais da pista, e a variação da trajetória do veículo dentro da curva. Os resultados obtidos demonstram que os critérios de projeto atuais não garantem a segurança de semi-reboques em curvas descendentes de raio mínimo, principalmente nas curvas de menor velocidade. O critério desenvolvido permite o estabelecimento de margens de segurança para a regulamentação de velocidade em curvas horizontais descendentes já existentes...

O modelo QRSP para a quantificação do risco na saída de veículos da pista em rodovias; The QRSP model to quantify the risk in the runway exit of vehicles on highways

Andrade, Cândido Moreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
26.09%
Uma parcela significativa dos acidentes de trânsito nas rodovias ocorre devido à saída de veículos da pista, o que pode resultar em choques com obstáculos fixos, quedas em espaços vazios, tombamento, capotagem, etc. Esse tipo de acidente é, em geral, grave, em razão das altas velocidades desenvolvidas nas rodovias. Cerca de 1/3 dos acidentes rodoviários com vítimas fatais nos Estados Unidos resultam de saída de pista. No Brasil, estima-se que 30% dos acidentes rodoviários estão relacionados com saída da pista, sendo esse valor da ordem de 25% nos casos dos acidentes com vítimas fatais. Neste trabalho é apresentado o Modelo QRSP (formado pelas letras iniciais das palavras: Quantificação - Risco - Saída - Pista) em rodovias. O modelo permite quantificar o nível de proteção existente em cada segmento particular da rodovia (análise microscópica) e, a partir dessa informação, quantificar o nível de proteção considerando trechos longos (análise macroscópica). No modelo desenvolvido, a avaliação é feita considerando separadamente os dois lados da pista (direito e esquerdo), podendo os resultados serem compostos no caso da quantificação de trechos longos. O modelo foi desenvolvido para o caso de rodovias de múltiplas faixas por sentido (denominadas comumente de pista dupla)...

Simulação da estabilidade de tratores agrícolas 4x2

Khoury Junior,Joseph Kalil; Souza,Cristiano Márcio Alves de; Rafull,Leidy Zulys Leyva; Varella,Carlos Alberto Alves
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.58%
O objetivo do trabalho foi simular computacionalmente a estabilidade de tratores agrícolas 4x2. Experimentos de simulação foram realizados visando analisar o comportamento dinâmico de um trator agrícola 4x2 trabalhando em diferentes condições de operação e de terreno. Nas simulações em que se variaram as posições do trator sobre uma pista inclinada até o tombamento lateral, o ângulo de posição igual a 60º foi o de pior situação, o que corresponde ao trator descer por uma diagonal em pista inclinada para a esquerda. A bitola e a localização do centro de gravidade na vertical foram os fatores que mais afetaram a estabilidade do trator em tombamentos laterais. Já, a localização do centro de gravidade na longitudinal e a distância entre eixos afetaram mais a estabilidade do trator em tombamentos para trás. O trator deslizou os rodados do lado do tombamento ou perdeu a dirigibilidade dos pneus frontais com ângulos inferiores aos limites de estabilidade para tombamento.

Modelagem da estabilidade de tratores agrícolas de pneus

Khoury Junior,Joseph Kalil; Dias,Gutemberg Pereira; Cordeiro,Ricardo Reis; Souza,Cristiano Márcio Alves de
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.35%
O conhecimento do limite de estabilidade de tratores é fundamental à segurança das operações agrícolas. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um modelo matemático para previsão da perda da estabilidade de tratores agrícolas. No modelo foram utilizadas as características geométricas e ponderais do trator e de sua condição numa pista de ensaio. Análises de balanço de forças e de momentos foram realizadas para determinar as equações que regem o comportamento estático e dinâmico do trator em superfície inclinada. Com base nos resultados da comparação entre os valores dos ângulos-limite de tombamento simulados e experimentais, conclui-se que o modelo matemático desenvolvido é capaz de prever a perda da estabilidade de trator 4x2 satisfatoriamente.

Queima foliar e tombamento de mudas em plantas medicinais causadas por Rhizoctonia solani AG1 - 1B

Mafia,Reginaldo G.; Alfenas,Acelino C.; Maffia,Luiz A.; Ventura,Gizella M.; Ferreira,Eraclides M.; Neves,Irislei F.; Vanetti,Cláudia A.; Silva,Clarice
Fonte: Sociedade Brasileira de Fitopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
26.35%
Recentemente, em plantas medicinais da família Labiatae (Rosmarinus officinalis, Lavandula sp., Salvia officinalis e Thymus vulgaris), constatou-se tombamento de mudas em pós-emergência e queima foliar ascendente. Em isolamentos efetuados a partir de tecidos doentes, observou-se o desenvolvimento de um fungo com hifas ramificadas em ângulo de aproximadamente 90º, constrição na base da ramificação, septo próximo à inserção da hifa lateral e outras características típicas do gênero Rhizoctonia. Inoculou-se o fungo em plantas sadias cultivadas em vasos plásticos. Naquelas inoculadas por pincelamento de inóculo, ocorreu queima foliar de forma generalizada aos quatro dias da inoculação, enquanto nas inoculadas pela deposição de inóculo na superfície dos vasos, houve queima foliar ascendente, como observado em condições naturais, aos dez dias da inoculação. Com base na morfologia da colônia, crescimento micelial, número de núcleos, identificação do grupo e subgrupo de anastomose e da fase teleomórfica, o patógeno foi caracterizado como Rhizoctonia solani (fase anamórfica de Thanatephorus cucumeris). Com a reprodução dos sintomas da doença por inoculação artificial nas mudas e o reisolamento, em meio de batata dextrose ágar (BDA)...

Modelagem da estabilidade de tratores agrícolas de pneus.

KHOURY JUNIOR, J.K.; DIAS, G.P.; CORDEIRO, R.R.; SOUZA, C.M.A. de
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 39, n. 5, p. 459-468, maio 2004. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 39, n. 5, p. 459-468, maio 2004.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.35%
O conhecimento do limite de estabilidade de tratores é fundamental à segurança das operações agrícolas. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um modelo matemático para previsão da perda da estabilidade de tratores agrícolas. No modelo foram utilizadas as características geométricas e ponderais do trator e de sua condição numa pista de ensaio. Análises de balanço de forças e de momentos foram realizadas para determinar as equações que regem o comportamento estático e dinâmico do trator em superfície inclinada. Com base nos resultados da comparação entre os valores dos ângulos-limite de tombamento simulados e experimentais, conclui-se que o modelo matemático desenvolvido é capaz de prever a perda da estabilidade de trator 4x2 satisfatoriamente.; 2004