Página 1 dos resultados de 194 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Atores da rede sociotécnica do etanol de cana-de-áçucar: argumentos acerca da sustentabilidade; Socio-technical network actors on sugar cane ethanol: arguments regarding sustainability

Gomes, Franciele
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
76.35%
Desde meados dos anos 1960 novos temas tornaram-se cada vez mais caros a sociedade de forma global. Dentre esses temas, o relacionamento entre as ações humanas com o meio ambiente passou a ser visto e discutido nos mais diferentes setores da sociedade, o que fez formatar uma nova dimensão de desenvolvimento, que abarcasse outras variáveis além do crescimento econômico, tais como as advindas da área social e ambiental (SACHS, 2009a e 2009b; VEIGA, 2010). Apesar disso, as discussões acadêmicas levantam o fato de que tal termo carece de um quadro conciso de significados, adquirindo um caráter pluridimensional. Dentre deste debate, o Brasil e sua proeminência de caráter mundial no setor de produção de combustíveis alternativos, se constrói enquanto a base desta pesquisa, que teve como propósito tecer relações mais sólidas entre estes dois temas, especificamente, a sustentabilidade e o etanol de cana-deaçúcar. Para isso, procurou-se entender quais são as traduções de sustentabilidade no setor sucroenergético, ou seja, de que forma o tema da sustentabilidade está sendo estrategicamente definido pelos atores que se relacionam de forma direta com o etanol de cana-de-açúcar, e assim realizar um cruzamento com os principais aspectos de sustentabilidade presentes na literatura sobre a questão. Para a consecução dos objetivos foi utilizada a Teoria Ator-Rede como ferramenta metodológica. Nesse sentido...

Alinhamento Estratégico entre Negócio e Tecnologia de Informação na Perspectiva da Teoria Ator-Rede: O Caso da Internet em um Banco Brasileiro

Santos, Heloísa Mônaco Dos
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
96.62%
Alinhamento Estratégico entre Negócio e Tecnologia de Informação (TI) é um fenômeno complexo, estudado intensivamente há muitos anos. As diversas pesquisas desenvolvidas têm contribuído em grande medida para a evolução do conhecimento sobre o tema. Porém, estudos sinalizam que ainda existem aspectos a explorar e apontam a Teoria Ator-Rede como uma alternativa para abordar o tema Alinhamento. Esta dissertação apresenta a perspectiva teórica da Teoria Ator-Rede; e do ponto de vista empírico, à luz desta perspectiva, estuda o processo pelo qual a utilização da Internet tornou-se uma realidade para um banco brasileiro e evoluiu de 1995 a 2005, neste banco. Também discute os benefícios e contribuições da adoção desta perspectiva teórica no contexto do tema Alinhamento Estratégico entre Negócio e TI. O estudo (1) sinaliza que diversos atores estiveram envolvidos com a incorporação da Internet pelo banco e estão envolvidos com a sua manutenção como uma tecnologia importante para a instituição; várias estratégias foram, e são, adotadas para sustentar esta situação; e (2) sugere que a Teoria Ator-Rede oferece uma visão diferente de ¿alinhamento¿, daquela atribuída ao pensamento tradicional de gestão...

Piraí digital e a teoria ator-rede: a trajetória de inclusão e desenvolvimento de Piraí

Sousa, Adonai Teles de Siqueira e
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.46%
A cidade de Piraí, no estado do Rio de Janeiro, Brasil, é palco do programa Piraí Digital, um leque de iniciativas, em cinco áreas de atuação – governo, educação, saúde, negócios e cidadania –, com o objetivo de vencer a exclusão digital no município e contribuir para seu desenvolvimento. O programa foi estudado por meio da associação entre um modelo heurístico para análise da inclusão digital e a Teoria Ator-Rede (ANT). O trabalho apresenta a descrição da evolução do programa segundo os atores que o construíram. Entre 1997 e 2009, Piraí Digital contribuiu para uma série de mudanças positivas em Piraí, notadamente nas áreas de educação, a qual adotou a computação 1:1 em toda a rede municipal no ano de 2009; saúde, que utiliza a estrutura de rede de computadores e internet da cidade para disseminar seus sistemas; e governo, onde a administração pública teve ganhos de produtividade e arrecadação por meio da informatização da máquina administrativa. O estudo de Piraí Digital permite compreender a importância da associação de artefatos – rede de computadores, telecentros, Planos Diretores e outros – e das pessoas nos esforços para vencer a exclusão digital e contribuir para o desenvolvimento local. Explorando o contraste entre a grande notoriedade de Piraí Digital fora do município e o baixo conhecimento do programa pela população local...

Análise da rede de atores na trajetória de implantação de lan houses no Brasil e seu possível papel de agente propiciador de inclusão digital

Soares, Carla Danielle Monteiro
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.32%
A Lan House, surgida no Brasil como um meio de entretenimento para os jovens, se tornou, em um curto espaço de tempo, uma febre nas periferias das grandes cidades brasileiras. Essa disseminação se deu, principalmente, após o programa “Computador para Todos” lançado pelo Governo Federal a título de política pública de inclusão digital. Assim, as Lan Houses se constituíram em uma oportunidade de acesso ao computador e à Internet para aqueles que não teriam ingresso à rede se não fosse a existência desse tipo de instituição comercial (CDI, 2010), sendo a segunda principal provedora de acesso público às TIC no país (CETIC, 2010). Diante desse cenário, este estudo se propõe a descrever a trajetória na implantação das Lan Houses no Brasil, sob a ótica da Teoria Ator-Rede, identificando os atores relevantes na formação de uma rede sociotécnica, por meio do método de estudo de caso único realizado no bairro Jardim Catarina, em São Gonçalo. O trabalho apresenta, ainda, o modelo heurístico de inclusão digital para avaliar se este tipo de estabelecimento apresenta fatores relevantes para fomentar a inclusão digital. O resultado desta análise revela que as Lan Houses não são um agente de inclusão digital...

A Informatização da saúde no Brasil: uma análise multi-paper inspirada na teoria ator-rede

Fornazin, Marcelo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.39%
As tecnologias da informação e comunicação (TIC) estão presentes nas mais diversas áreas e atividades cotidianas, mas, em que pesem as ações de governos e instituições privadas, a informatização da saúde ainda é um desafio em aberto no Brasil. A situação atual leva a um questionamento sobre as dificuldades associadas à informatização das práticas em saúde, assim como, quais efeitos tais dificuldades têm causado à sociedade Brasileira. Com objetivo de discutir as questões acima citadas, esta tese apresenta quatro artigos sobre processo de informação da saúde no Brasil. O primeiro artigo revisa a literatura sobre TIC em saúde e baseado em duas perspectivas teóricas – estudos Europeus acerca dos Sistemas de Informação em Saúde (SIS) nos Países em Desenvolvimento e estudos sobre Informação e Informática em Saúde, no âmbito do Movimento da Reforma Sanitária –, formula um modelo integrado que combina dimensões de análise e fatores contextuais para a compreensão dos SIS no Brasil. Já o segundo artigo apresenta os conceitos e teóricos e metodológicos da Teoria Ator-Rede (ANT), uma abordagem para o estudo de controvérsias associadas às descobertas científicas e inovações tecnológicas...

A problemática da e-moderação à luz da Teoria Ator-rede

Lisbôa, Eliana Santana; Coutinho, Clara Pereira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /01/2010 POR
Relevância na Pesquisa
86.31%
No presente trabalho analisamos a problemática da e-moderação em ambientes virtuais à luz da Teoria Ator-Rede (ATN). De facto, entendemos que tanto os indivíduos tem uma influência significativa nos objectos, como os objectos exercem influência na forma de agir dos seres humanos, podendo sofrer alterações ao longo do tempo e assim continuar o ciclo das influências. A liderança num ambiente virtual é possível quando a mediação colaborativa está associada aos recursos técnicos com vista a favorecer a criação de um clima organizacional que favoreça a produção social de significados, contribuindo para que os utilizadores possam estabelecer conexões com o que sabem, promovendo uma aprendizagem significativa. Neste contexto, a ATN assume um papel de grande importância nestas representações heterogéneas e na própria relação entre os sujeitos colectivos.; In this paper we approach the e-moderation in virtual environments in the light of Actor-Network (ATN), because we understand that both individuals have a significant influence on the objects as objects also influences the way of acting of human beings, may change over time and continue the cycle of influences. Leadership in a virtual environment is possible when the collaborative mediation is associated with technical resources to encourage the creation of an organizational climate that there is social production of meaning...

Discutindo a aprendizagem sob a perspectiva da teoria ator-rede

Melo,Maria de Fátima Aranha de Queiroz e
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
96.39%
Neste trabalho, discutimos as aprendizagens como um fenômeno dinâmico e multifacetado, produto de uma série de condições que emergem numa causalidade em redes, tomando o corpo enquanto uma instância mediadora que se afeta como um todo nas interações com o mundo. Apoiamo-nos no conceito de tradução defendido pela Teoria Ator-Rede, buscando seus desdobramentos no campo da Psicologia para entender a construção das identidades como apostas sempre provisórias das mesclas de materialidade e socialidade que vão se processando ao longo das biografias dos humanos. Valemo-nos dos princípios Stengers-Despret, atualizados por Latour, apontando para uma epistemologia política alternativa ao fazer uma reflexão sobre o ensinar, o aprender e construir conhecimento: enquanto um processo necessariamente vinculado e sintonizado com outros; enquanto uma empreitada de riscos que leva em conta, como estratégia de sobrevivência, as recalcitrâncias em humanos e não humanos; que oferece ocasiões para diferir num movimento em que todos os envolvidos se modificam pelos efeitos que causam reciprocamente uns nos outros; enquanto uma prática plural e inclusiva, tendo, finalmente, um mundo comum como o objetivo maior destas construções.

Governança e estratégia de cursos de graduação em administração na perspectiva da teoria ator-rede

Montenegro,Ludmilla Meyer; Bulgacov,Sergio
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
96.42%
Este trabalho, procurando uma maior compreensão do modo de fazer estratégias nas organizações e da constituição das relações formadas entre os atores e as redes de governança, contribui para as teorias Redes de Governança, Estratégia como Prática Social, Resultados Estratégicos e Teoria Ator-Rede, por meio do objetivo: delinear como a articulação do strategizing, como o processo de translação, com a teoria das redes de governança, configuram a governança e os resultados estratégicos de cursos de graduação em Administração de Instituições de Ensino Superior (IES) particulares de Curitiba (Paraná, Brasil). Realizou-se um estudo comparativo de cinco casos por meio de vinte e nove entrevistas semiestruturadas e em profundidade, além de observações não participantes e levantamento de dados de documentos. A análise dos dados foi feita em duas fases: (a) Análise de Narrativas; e (b) Análise Qualitativa Comparativa (Qualitative Comparative Analysis [QCA]). Os resultados mostraram que o processo de strategizing e o entrelaçamento de atores humanos e não humanos são essenciais para a compreensão da governança e dos resultados estratégicos das instituições estudadas. Acredita-se que a articulação teórica proposta no trabalho e os achados da pesquisa empírica formam um corpo de conhecimento consistente e elucidam questões atuais relevantes para compreender nuances relativas às redes de governança...

O objeto objeto na análise organizacional: a teoria ator-rede como método de análise da participação dos não-humanos no processo organizativo

Tureta,César; Alcadipani,Rafael
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
96.5%
O objetivo deste artigo é analisar os objetos e elementos não-humanos como agentes constituintes do processo organizativo, por meio de uma abordagem pós-humanista: a teoria ator-rede. Considerando a crescente influência do pós-humanismo nas ciências humanas e, mais especificamente, na análise organizacional, desenvolvemos a idéia de aplicação do conceito de simetria, da teoria ator-rede, como uma lente de análise que permite investigar, simetricamente, humanos e não-humanos em práticas específicas no âmbito das organizações. Articulamos a noção de simetria com o desdobrar de práticas sociais, bem como o papel dos objetos e não-humanos nesse processo. Apresentamos e discutimos, a título de ilustração, alguns trabalhos que identificaram como os elementos materiais se fazem presentes e dão forma às atividades no cotidiano organizacional. Concluímos que a inclusão dos não-humanos na análise das organizações permite ampliar os horizontes de investigação, muito embora, o principal desafio talvez seja construir uma metodologia suficientemente capaz de apreender e observar esses elementos em seus contextos de atuação.

Teoria ator-rede e estudos críticos em administração: possibilidades de um diálogo

Alcadipani,Rafael; Tureta,César
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
96.39%
O objetivo deste artigo é questionar se a teoria ator-rede (TAR) seria, de fato, incapaz de contribuir para análises criticas nos estudos organizacionais. Discutimos, então, as princpais características dos estudos críticos em administração, bem como seu desenvolvimento no contexto brasileiro. Apresentamos ainda alguns dos conceitos iniciais da TAR, que foram alvo de críticas não apenas por naturalizarem as organizações e transmitirem a ideia de que o processo de ordenação é estático, podendo ser entendido de maneira mecânica, mas também por desconsiderarem a dimensão política em suas análises. Como forma de superar tais limitações, que dificultariam um posicionamento crítico da TAR, analisamos os novos desenvolvimentos dessa abordagem, conhecidos como TAR e Depois, que redefiniram algumas de suas principais noções, possibilitando adotar essa perspectiva como "instrumento" analítico crítico das organizações. Concluímos que muitas das críticas direcionadas à TAR, no que concerne ao seu caráter acrítico e não-reflexivo, já não se sustentam mais, em função dos novos desdobramentos emergidos da TAR e Depois.

Empreendedorismo na ótica da teoria ator-rede: explorando alternativa às perspectivas subjetivista e objetivista

Tonelli,Dany Flávio; Brito,Mozar José de; Zambalde,André Luiz
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
96.5%
Analisar o empreendedorismo explorando as implicações dos pressupostos teórico-metodológicos que a Teoria Ator-Rede (TAR) oferece. Numa visão geral, foram consideradas duas perspectivas teóricas para o empreendedorismo: uma subjetivista e outra objetivista. A perspectiva subjetivista privilegia o indivíduo, juntamente com suas habilidades e capacidades inerentes. Em menor evidência na literatura, a perspectiva objetivista privilegia os aspectos materiais do ambiente como causas do empreendedorismo. Considerando ambas, a principal limitação está no pouco valor que cada lado dedica à influência do outro na análise geral das iniciativas empreendedoras, o que revela assimetria. Esta limitação abriu espaço para a inserção da Teoria Ator-Rede (TAR). Ao desconsiderar a dualidade imposta pelas perspectivas iniciais, a TAR permitiu explorar novas possibilidades de compreensão por meio do conceito de simetria (BLOOR, 1976; LATOUR, 2005; LATOUR e WOOLGAR, 1997). Com base nisso, a TAR considera todas as entidades híbridas, compostas ao mesmo tempo de subjetividade e de objetividade indissociáveis. Isso vai contra o modo assimétrico de tratar a realidade, o qual reproduz uma visão dual, mesmo reconhecendo que ambos os aspectos...

Organizações como processos e Teoria Ator-Rede: a contribuição de John Law para os Estudos Organizacionais

Cavalcanti,Maria Fernanda Rios; Alcadipani,Rafael
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
96.39%
Em anos recentes, muito se tem debatido a respeito de alternativas às ditas "abordagens representacionais" nos estudos das organizações. Tais discussões costumam destacar o aspecto processual e fluido da organização, que não pode ser tomada como um fim ou um objeto estático e, por isso, ela exige outras formas de explorar e compreender seu fenômeno. Uma abordagem que surge com relevante popularidade é a Teoria Ator-Rede (TAR). Entretanto, tal abordagem tem sido alvo de diversas críticas, que dizem respeito principalmente a uma suposta falta de caráter ou potencial político e/ou crítico. Tendo em vista tal contexto, o objetivo deste artigo é contrapor tais críticas às ideias forjadas nos trabalhos empíricos realizados por um dos autores que mais disseminaram e suscitaram discussões a respeito da TAR nos Estudos Organizacionais: John Law. Com isso, almeja-se, aqui, contribuir com subsídios para uma melhor compreensão da aplicabilidade da TAR nos estudos das organizações, destacando pontos que devem ser levados em consideração para que não sucumba às críticas a ela direcionadas; além disso, são discutidas algumas implicações dessa abordagem em trabalhos empíricos.

Infoinclusão em Piraí Digital: evidências empíricas a partir da teoria ator-rede

Teles,Adonai; Joia,Luiz Antonio
Fonte: TECSI Laboratório de Tecnologia e Sistemas de Informação - FEA/USP Publicador: TECSI Laboratório de Tecnologia e Sistemas de Informação - FEA/USP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
96.39%
O artigo apresenta o status quo do programa Piraí Digital, com base na Teoria Ator-Rede (ANT) e no modelo heurístico de inclusão digital (2iD). Numa primeira etapa desta pesquisa, o modelo heurístico original foi expandido com base nos pressupostos da ANT, gerando uma versão mais adequada (e2iD) para a observação do fenômeno da infoinclusão em Piraí. Em seguida, a ANT foi adotada como suporte metodológico para que os autores, por meio de entrevistas e observação direta, compreendessem, sob a ótica dos atores ouvidos, como a infoinclusão tem ocorrido no município de Piraí. A partir daí, os resultados são apresentados com base na taxonomia da ANT e dos elementos do modelo e2ID. O presente trabalho de pesquisa sobre a infoinclusão em Piraí começou em 2007 e se estendeu até os últimos meses de 2009. Concluiu-se que a inclusão digital em Piraí tem sido uma realidade na administração pública local, na educação e na saúde. Porém, percebeu-se que o setor produtivo e a sociedade civil local, pouco ou nada tem se beneficiado do programa em questão. Finalmente, foi possível compreender o papel dos vários atores públicos nas redes de atores da ANT e explicar porque os resultados de Piraí Digital não têm...

Espaço, mídia locativa e teoria ator-rede

Lemos,André
Fonte: Programa de Estudos Pós-graduados em Comunicação e Semiótica - PUC-SP Publicador: Programa de Estudos Pós-graduados em Comunicação e Semiótica - PUC-SP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
96.39%
O social é o que emerge das associações, diz a teoria ator-rede (TAR). As associações entre actantes (aquilo que produz uma ação) humanos e não humanos são sempre localizadas. A TAR busca analisar como se dão as associações e suas localizações para conhecer o social. Esse tipo de enfoque sobre o social pode ser particularmente interessante para se pensar a espacialização nos processos comunicacionais e, mais ainda, naqueles emergentes com as atuais mídias de geolocalização¹. Esse artigo se insere em uma pesquisa maior sobre as "mídias locativas" a partir da TAR. Aqui discutimos, particularmente, a noção de espaço.

Letramentos em rede: textos, máquinas, sujeitos e saberes em translação

Buzato,Marcelo El Khouri
Fonte: Faculdade de Letras - Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras - Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
76.42%
Este trabalho apresenta uma proposta de (re)descrição do fenômeno do(s) (novos) letramento(s) fundamentada teórico-metodologicamente na Teoria Ator-Rede e ilustra o percurso que levou a tal proposta com uma vinheta descritiva de parte dos resultados de um estudo de cunho etnográfico que envolveu dois estudantes universitários do sudeste do Brasil por um período de dois anos. Os dados incluídos no estudo foram gerados por várias estratégias, tais como o monitoramento dos computadores pessoais dos informantes por meio de um software especializado, notas de campo, diários pessoais, observação simples e participante, além de entrevistas semiestruturadas. Objetiva convidar a comunidade de pesquisa em novos letramentos no Brasil a avaliar a utilidade de conceberem-se letramentos e subjetividades como atores-redes, assim como os limites de tal manobra teórico-metodológica. Revisa brevemente estudos sobre (novos) letramento(s) que utilizaram conceitos da Teoria Ator-Rede e conclui que a mesma ainda não foi explorada em todo o seu potencial nesse campo de pesquisa.

Psicologia, produção subjetivante e modos políticos: pistas conceituais da teoria ator-rede

Ferreira,Arthur Arruda Leal
Fonte: Fundação Carlos Chagas Publicador: Fundação Carlos Chagas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
96.42%
Este trabalho é uma tentativa de compreensão dos processos de subjetivação (e seus efeitos políticos) envolvidos nos modos de conhecimento dos saberes psi. Para tal, será levantado um conjunto de definições quanto à subjetividade e a seus modos de produção. Em seguida, serão analisadas as contribuições sobre o tema por parte da teoria ator-rede. Mais adiante, serão tomadas dessa teoria algumas diretrizes para possíveis estudos sobre modos de subjetivação engendrados pelos saberes e práticas psi. De modo mais específico, serão trabalhadas as formas com que as pesquisas psi engendram mundos e sujeitos por meio de políticas ontológicas específicas, gerando formas extorsivas ou recalcitrantes de articulação. É nesse aspecto que será feita a discussão dos modos políticos dessas formas de subjetivação.

Uma Perspectiva Sociotécnica para a Governança de Tecnologia da Informação Baseada na Teoria Ator-Rede

Martins, Luiz Mauricio Fraga
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
96.5%
A Tecnologia da Informação (TI) vem se tornando um dos principais ativos das organizações, o que torna a sua governança imprescindível. As propostas mais conhecidas no mundo profissional e a literatura científica a esse respeito concentram esforços na definição de estruturas de responsabilidade decisória e processos para controlar as ações relacionadas com a TI. Entretanto, os resultados obtidos não têm sido satisfatórios, e a dimensão humana começa a ser considerada um fator crítico. Um estudo realizado junto a executivos de empresas do setor elétrico, realizado no contexto deste trabalho, revelou que 75% das práticas tidas como essenciais eram relacionadas à participação humana e sua interação com a TI. Dada esta relevância, propõe-se, nesta tese, uma abordagem designada GOVERNANTI, que, usando a Teoria Ator-Rede como quadro conceitual, apoia a identificação e resolução de questões sociotécnicas da governança de TI, centrando-se no alinhamento dos interesses dos atores envolvidos nas atividades de avaliação, direção e monitoração da TI. Foi criada com base em dois estudos de caso. No primeiro, a utilização da GOVERNANTI ajudou a resolver controvérsias em torno de um longo processo de tomada de decisão relativo à aquisição de um laboratório...

Digital inclusion (infoinclusion) in Piraí Digital: empirical evidence based on the actor-network theory; Infoinclusão em Piraí Digital: evidências empíricas a partir da teoria ator-rede

Teles, Adonai; Joia, Luiz Antonio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
96.39%
This paper presents the Piraí Digital status quo, based on the Actor-Network Theory (ANT) and on the heuristic model of digital inclusion (2iD). In the first phase of this research, the original heuristic model was expanded from the ANT assumptions, giving rise to a more suitable version (e2iD), aiming at the observation of the digital inclusion process (infoinclusion) in the City of Piraí. Next, the ANT was adopted as a methodological support so that authors, by means of interviews and direct observation and from the standpoint of the authors interviewed, could understand how digital inclusion (infoinclusion) is developed in the City of Piraí. From that point on, the results are presented based on the ANT taxonomy and on the elements of the e2ID model. This research work about digital inclusion (infoinclusion) in the City of Piraí began in 2007 and extended up until the last few months of 2009. It is concluded that digital inclusion in the City of Piraí has been a reality to the local public administration and to the educational and health systems. Nevertheless, it is noticed that both the productive sector and the local civil society have had few or no benefits from the program in question. Lastly, it is possible to understand the role of the various public players in the ANTs and explain why the results of the Piraí Digital have not homogeneously impacted the local society so far.; O artigo apresenta o status quo do programa Piraí Digital...

Arte Computacional e Teoria Ator-Rede : actantes e associações intersubjetivas em cena

Praude, Carlos Corrêa
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
96.42%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Artes, 2015.; O objetivo desta pesquisa foi estabelecer associações entre a Teoria Ator-Rede (TAR) e a Arte Computacional. A TAR teve sua origem a partir de pesquisas que investigavam a dinâmica de produção de conhecimento em laboratórios com a utilização de artefatos tecnológicos onde, humanos e nãohumanos, denominados actantes, eram analisados com o mesmo grau de importância. Sob a perspectiva da Estética Informacional, de Abraham Moles e Max Bense, a Arte Computacional encontra seus fundamentos na Teoria da Informação e nos signos que lhe são propostos como objetos. Por meio da metodologia heurística de recodificação de Moles, que consiste na importação de conceitos de uma área de conhecimento para outra, articulei os conceitos conhecidos como actante, associação, tradução e inscrição, da TAR, segundo definições apresentadas por Bruno Latour, com os termos repertório de elementos, mensagem, objeto e estados estéticos, da Estética Informacional. A partir da análise de instalações interativas de minha autoria, sendo a maioria delas aplicadas no campo da encenação teatral, investiguei como as perspectivas da TAR contribuem para a inovação de estados estéticos na produção artística e construí um modelo conceitual dinâmico capaz de colaborar para o processo criativo no território da Arte Computacional. Em um sentido mais amplo e combinatório...

DISCUSSING LEARNING UNDER ACTOR-NETWORK THEORY PERSPECTIVE; DISCUTINDO A APRENDIZAGEM SOB A PERSPECTIVA DA TEORIA ATOR-REDE

Queiroz e Melo, Maria de Fatima Aranha de; Universidade Federal de São João del Rei
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2011 POR
Relevância na Pesquisa
96.39%
 Neste trabalho, discutimos as aprendizagens como um fenômeno dinâmico e multifacetado, produto de uma série de condições que emergem numa causalidade em redes, tomando o corpo enquanto uma instância mediadora que se afeta como um todo nas interações com o mundo.  Apoiamo-nos no conceito de tradução defendido pela Teoria Ator-Rede, buscando seus desdobramentos no campo da Psicologia para entender a construção das identidades como apostas sempre provisórias das mesclas de materialidade e socialidade que vão se processando ao longo das biografias dos humanos. Valemo-nos dos princípios Stengers-Despret, atualizados por Latour, apontando para uma epistemologia política alternativa ao fazer uma reflexão sobre o ensinar, o aprender e construir conhecimento: enquanto um processo necessariamente vinculado e sintonizado com outros; enquanto uma empreitada de riscos que leva em conta, como estratégia de sobrevivência, as recalcitrâncias em humanos e não humanos; que oferece ocasiões para diferir num movimento em que todos os envolvidos se modificam pelos efeitos que causam reciprocamente uns nos outros; enquanto uma prática plural e inclusiva...