Página 1 dos resultados de 269 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

As intencionalidades no agir profissional da assistente social : a experiência no ACES VI de Loures

Rodrigues, Liliana Marina Plácido
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.32%
Focalizando no sentido ético-político de agir da assistente social, o presente relatório expõe a reflexão problematizada da prática profissional vivenciada no agrupamento de Centros de Saúde Sacavém/Loures (ACES VI Loures). A reflexão acontece mediada por referenciais teóricos e empíricos que lhe conferem sustentação. Perceciona-se a intervenção da assistente social no Centro de Saúde como muito diversificada e complexa, atendendo à sua participação em várias unidades funcionais, programas e projectos, no âmbito das medidas de política social e ao trabalho quotidiano, com a população do Concelho de Loures. Considera-se que a intervenção da assistente social emerge e termina na comunidade e que os serviços de proximidade têm o privilégio de conhecer melhor as populações derivando daqui a possibilidade de adaptarem programas e estratégias de atuação, de forma coerente e ajustada às características e necessidades locais. Afirma-se que o desenvolvimento de uma intervenção com qualidade, junto da comunidade, só se torna possível se a assistente social puder realmente intervir de forma interdisciplinar e interpretar os fenómenos sociais numa visão holística. Demonstra-se que o agir profissional da assistente social possui uma intencionalidade que tem subjacente uma dualidade de compromissos: o ético-político e o normativo-institucional. O primeiro é orientado por procedimentos teórico-metodológicos e por princípios éticos e deontológicos...

O acolhimento e a produção do cuidado em saúde mental na atenção básica: uma cartografia do trabalho em equipe; The user embracement and the mental health production in Primary Health Care: a patient health teams cartography.

Caçapava, Juliana Reale
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
26.3%
Fazem parte do campo da Atenção Básica à Saúde diversos elementos que compõem a vida das pessoas e que podem produzir ou agravar o sofrimento mental, demandando um cuidado que considere o modo como são produzidas as condições de existência do sujeito, estratégia que depende da rede de relações estabelecidas entre os trabalhadores do serviço porque as novas práticas em saúde, com vistas à integralidade da atenção, exigem uma interação entre diferentes saberes e fazeres. O objetivo desta pesquisa foi caracterizar a produção do cuidado em saúde mental de uma Unidade Básica de Saúde, tomando como analisador do trabalho em equipe o acolhimento, mediante sua potência em resgatar a humanização das relações e o espaço do trabalho como um lugar de sujeitos. Trata-se de um estudo de caso exploratório e descritivo, do qual participaram trabalhadores de saúde, de diferentes profissões, que fazem parte dos processos de trabalho em saúde mental do serviço. As técnicas de coleta de dados empregadas foram o grupo focal e o fluxograma analisador; os dados obtidos foram submetidos à análise de conteúdo do tipo temática, gerando quatro categorias empíricas: 1) O mapa afetivo dos primeiros agenciamentos: o conflito como motor de mudanças a construção de uma equipe de saúde mental no serviço...

 Reflexões sobre o processo de trabalho de acompanhante de idosos do Programa Acompanhante de Idosos (PAI) no município de São Paulo, SP (Brasil)   ; Reflections on the work process of the elderly companion of Programa Acompanhante de Idosos (PAI) in the city of São Paulo, Brazil

Batista, Marina Picazzio Perez
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
26.36%
O Programa Acompanhante de Idosos (PAI), política Pública do Município de São Paulo, é uma modalidade de atendimento domiciliar a idosos em situação de fragilidade e vulnerabilidade social. O acompanhante de idosos (ACI) é o trabalhador da equipe que com maior periodicidade realiza atividades no domicílio. A proposta desta pesquisa foi apreender diversos aspectos envolvidos no processo de trabalho dos ACIs do PAI, a partir da opinião dos mesmos. Caracteriza-se como estudo qualitativo, exploratório e descritivo que contou com a participação de onze ACIs, membros das primeiras equipes PAI contratadas pela Associação Saúde da Família, instituição parceira executora da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo. Para alcançar os objetivos propostos, a coleta de dados ocorreu com os ACIs por meio da realização de um grupo focal com quatro sessões, cuja discussão se embasou em um roteiro semi-estruturado. As sessões do grupo foram gravadas em áudio e seu conteúdo transcrito. Os dados foram analisados por meio da técnica de análise de conteúdo temática, a partir de categorias previamente definidas pelo referencial teórico da Psicodinâmica do Trabalho de Christophe Dejours, sendo elas: identidade, trabalho prescrito e trabalho real e inteligência prática. Os resultados indicaram que os participantes eram do gênero feminino...

Sentidos construídos com profissionais de saúde da família sobre trabalho em equipe; Senses built with family health professionals about teamwork.

Cintra, Thais Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
26.36%
Nas últimas décadas, críticas ao modelo de saúde hegemônico marcado pela lógica biomédica emergiram, impulsionando transformações na compreensão de saúde e em suas práticas. No Brasil, a Saúde da Família se destaca como estratégia para reorganização do modelo assistencial na Atenção Básica, buscando a implementação de práticas baseadas numa visão ampliada de saúde, sustentadas numa compreensão biopsicossocial do processo saúde-doença. Nessa nova proposta de atuação em saúde, o trabalho em equipe interdisciplinar se destaca, como meio de promover um atendimento mais integral à comunidade. A presente pesquisa tem como objetivo compreender os sentidos construídos por profissionais de saúde da família acerca do trabalho em equipe, a partir de reflexões sobre o seu próprio processo de trabalho. A pesquisa foi realizada a partir da análise de um banco de dados, que foi constituído através da gravação em áudio e transcrição integral de quinze encontros de grupo de discussão com profissionais de três Unidades de Saúde da Família de uma cidade do interior de São Paulo. A análise desse material foi realizada com base em procedimentos qualitativos de análise temática, com base nas contribuições do movimento construcionista social em Psicologia. Essa análise privilegiou a compreensão do processo conversacional entre os participantes da pesquisa...

O que pode Um Agente Comunitário de Saúde? Processos de Trabalho em Saúde Mental na Atenção Básica; What a Community Health Worker can do? Processes of work on Mental Health at the Primary Health Care

Lucena, Fabiana Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.21%
Trata-se de uma pesquisa participante cujo objeto de estudo é trabalho em saúde mental do Agente Comunitário de Saúde, um dos principais sujeitos envolvidos na Estratégia Saúde da Família (ESF). Os objetivos da pesquisa são: captar e analisar o processo de trabalho em saúde mental dos ACSs, (finalidades, objeto e instrumentos) de uma Unidade Básica de Saúde a partir de sua própria voz; problematizar e compreender os pressupostos que fundamentam a ação de saúde mental dos ACSs; sistematizar e ampliar, por meio da Oficina de Trabalho, o conhecimento do grupo de ACS sobre o processo de trabalho em saúde mental no território, na perspectiva das diretrizes da Reforma Psiquiátrica brasileira. O conceito de práxis foi eleito para compreender e analisar o trabalho do ACS e sua prática em saúde mental. Cinco categorias emergiram das análises compartilhadas: Quem são as Agentes Comunitárias de Saúde; Formação e reconhecimento; O que consideram potenciais de fortalecimento e desgaste no trabalho; Gênero e Processos de trabalho em Saúde Mental. A escolha da Oficina de Trabalho como estratégia metodológica permitiu a elaboração teórica e prática das potencialidades e limites do cotidiano do trabalho das ACSs, o intercâmbio de ideias...

Concepções de uma equipe de saúde mental sobre interdisciplinaridade; Concepciones de un equipo de salud mental sobre interdisciplinaridad; Conceptions of a mental health team about interdisciplinary work

Schneider, Jacó Fernando; Souza, Jemina Prestes de; Nasi, Cíntia; Camatta, Marcio Wagner; Machineski, Gicelle Galvan
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.22%
O objetivo deste estudo foi compreender as concepções de uma equipe de saúde mental de um Centro de Atenção Psicossocial sobre a interdisciplinaridade. Trata-se de um estudo qualitativo, do tipo descritivo, desenvolvido em um serviço de saúde mental de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Os participantes do estudo foram oito profissionais (psiquiatra, enfermeiro, nutricionista, psicólogo, assistente social, terapeuta ocupacional, educador físico e auxiliar de enfermagem). Foram incluídos os profissionais da equipe de saúde do serviço e com disponibilidade em participar da pesquisa. Realizaram-se entrevistas semi-estruturadas e as informações foram analisadas pela técnica de análise de conteúdo. A interdisciplinaridade se revelou como um conjunto de profissionais com formações diferentes, agrupando saberes e fazeres específicos, em um espaço de conflito, negociação e apoio entre os profissionais. A constituição da equipe por trabalhadores de diferentes profissões enriquece a prática do atendimento, favorece a inovação da assistência e possibilita o intercâmbio de experiências, saberes e fazeres.; Este estudio tiene como objetivo comprender las concepciones de un equipo de salud mental de un centro de Atención Psicosocial sobre la interdisciplinaridad. Se trata de un estudio cualitativo...

Sofrimento psíquico dos trabalhadores de uma equipe do Programa Saúde da Família na organização do trabalho

Ribeiro, Sandra Fogaça Rosa
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 162 f.
POR
Relevância na Pesquisa
26.46%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Saúde Coletiva - FMB; As transformações pelas quais tem passado o campo da saúde pública no Brasil têm trazido reflexos na organização do trabalho. Nessa perspectiva, o Programa Saúde da Família (PSF), enquanto uma das medidas para tornar realidade as mudanças preconizadas desde a regulamentação do Sistema Único de Saúde (SUS), constituiu-se como cenário da pesquisa. O objetivo da pesquisa foi identificar a relação entre o sofrimento psíquico do trabalhador e a organização do trabalho em uma equipe do PSF. A fundamentação teórica possibilitou o entendimento do sofrimento psíquico numa organização do trabalho permeada pela lógica capitalista, representada pelo materialismo histórico. Além disso, destacou-se o caráter subjetivo do elemento sofrimento psíquico, frente a organização do trabalho, valendo-se da Psicodinâmica do Trabalho, da Psicologia Social e da Saúde Coletiva. A observação participante e entrevista não-estruturada foram utilizadas para o levantamento dos dados, numa abordagem de pesquisa qualitativa. As entrevistas foram gravadas e transcritas. A população constituiu-se de todos os componentes de uma equipe da Unidade Saúde da Família (USF) de um município de médio porte do interior do estado de São Paulo...

O perfil do assistente social em intervenção precoce : perspetivas profissionais em modelos colaborativos interdisciplinares e transdisciplinares; The profile of the social worker in Early Intervention : professional perspectives in interdisciplinary and transdisciplinary collaborative models

Dias, Luís Pedro Gomes Correia
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
26.72%
Dissertação de mestrado em Educação Especial (área de especialização em Intervenção Precoce); A presente dissertação “O perfil do assistente social em Intervenção Precoce: perspetivas profissionais em modelos colaborativos interdisciplinares e transdisciplinares” pretende analisar as funções e competências do assistente social em Intervenção Precoce (IP) à luz do modelo colaborativo de equipa em que se encontra inserido: interdisciplinar ou transdisciplinar. No contexto português o enquadramento legal da participação dos assistentes sociais em serviços de IP começou por ser enfatizado através do Despacho Conjunto n.º 891/99 que salientou a importância da integração do assistente social como membro das equipas multidisciplinares dos serviços de IP. Esta situação promoveu a integração do assistente social com outros profissionais em equipas nos serviços de IP, realçando a importância da cultura colaborativa de equipa subjacente ao conceito de IP. Segundo os dados da investigação, o paradigma de intervenção recomendado em IP parte da compreensão do desenvolvimento infantil de uma perspetiva cada vez mais holística, fomentando a ação dos profissionais de IP com base no modelo de equipa transdisciplinar (Serrano...

Relações interpessoais no ambiente de trabalho da equipe de enfermagem: uma ação comunicativa

Silva, Mariana Pereira da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.72%
The current study strives to address the interpersonal relationships of the nursing team from the perspective of the communicative action, by contributing to the health work process. It aims to analyze the interpersonal relationships of the nursing team in its work environment. This is a descriptive study with a qualitative approach. Data collection wal held from interviews, guided by a script with open questions. The study was conducted at a state hospital in the city of Natal/RN/Brazil. The research subjects were the workers of the nursing team, including nurses, nursing technicians and nursing assistants, totaling 16 subjects. The capture of information was performed in April 2012. The project was approved by the Ethics Research Committee, under CEP/UFRN protocol n. º 262/11 and Certificate of Presentation for Ethical Consideration n. º 0289.0.051.000-11. The analysis was performed from the categories that emerged from the research through a dialogue with the authors studied in the theoretical framework of the Theory of communicative action , by Jürgen Habermas, as well as The changing in the world of work, by Ricardo Antunes, and Characterization of the team , by Marina Peduzzi. The outocomes point out that the interpersonal relationship of the nursing team is very troubled...

As condições de trabalho na área de saúde e o processo de adoecimento da (o) assistente social

Camara, Patricia Cristiane Soares
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; Serviço Social, Formação Profissional, Trabalho e Proteção Social; Serviço Social, Cultura e Relaçõe
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.32%
The requirements in the world of work in the contemporary impact on quality of life, health workers in their relations with users and other professionals of the healthcare team. Given this reality, this study discusses the working conditions in health and disease process of (a) having social goals as analyze the implications of working conditions in the disease (the) social workers in state hospitals Metropolitan Region Christmas (NMR); identify the main diseases affecting social workers in hospitals in the SESAP NMR and reveal the relationship between the disease processes of social and working conditions in hospitals in the state NMR. The research was guiding questions to reveal how to configure the work, conditions of work and of the disease process (the) social worker. To grasp the socioeconomic profile of (the) social workers, the characterization of the work, duties and responsibilities in the sociooccupational, factors that interfere with the disease process of (the) social workers of RMN, and actions and investments Policy on Occupational Health RN correlating to illness today is that we set for the unveiling of the movement of the object of study through the methodological approach with documentary research aimed at literature review; extensive direct observation correlated to real life observation and application of 66 (sixty-six) questionnaires. The data from the closed questions were treated using the Statistical Package for the Social Sciences (SPSS). The open questions were transcribed and then analyzed the light of theoretical work on the subject. The research reveals that social workers are subject to conditions and labor relations precarious illness causing health problems because some of these professionals...

Client and worker satisfaction in a child protection agency

Winefield, H.; Barlow, J.
Fonte: National Information Services Corp Publicador: National Information Services Corp
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1995 EN
Relevância na Pesquisa
36.12%
Client and staff satisfaction with the workings of a multidisciplinary child protection agency were investigated using interviews and standard questionnaires. The goal was to discover the nature and strength of the helping relationship between service-recipients and providers. Current clients (N = 24) expressed a great deal of satisfaction with the staff and services. The agency staff (N = 21, with 11 employed at least half-time to work directly with families) were relatively satisfied with their jobs, and showed little evidence of the burnout which has been recognized as a risk for child protection workers. They were able to relate empathically to clients and felt enthusiasm for the work. Taking account of possible bias in both sets of answers, there is still evidence that the agency is succeeding in creating a necessary precondition for therapeutic change: the development of accepting and positive worker-client relationships.; Helen R. Winefield, Jillian A. Barlow

Contextual determinants of decentralization of epidemiological surveillance for the family health team

Santos,Silvone Santa Barbara da Silva; Melo,Cristina Maria Meira de; Dallaire,Clemence; Perreault,Michel; Araujo,Edna Maria; Carvalho,Evanilda Souza de Santana; Santos,Luciano Marques dos
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2015 EN
Relevância na Pesquisa
36.17%
This study examines the contextual determinants of implementing decentralization of epidemiological surveillance for the family health team, in a municipality in the state of Bahia, Brazil. This was an evaluative study using the political model of implementation analysis. Data were obtained through document analysis and semi-structured interviews with managers and healthcare workers. Five themes emerged: planning; training of human resources; organization of the work process; linkage within institutions; and organization of family healthcare units. The results revealed that there are difficulties such as poor infrastructure of healthcare units, creation of flexibility in labor relations and healthcare worker turnover. The study shows that there is a need for stakeholder participation in the process of implementing the policy of decentralization of epidemiological surveillance for the micro-area of intervention that comprises the family health program.

The Global HIV Epidemics among Sex Workers

Kerrigan, Deanna; Wirtz, Andrea; Baral, Stefan; Decker, Michele; Murray, Laura; Poteat, Tonia; Pretorius, Carel; Sherman, Susan; Sweat, Mike; Semini, Iris; N'Jie, N'Della; Stanciole, Anderson; Butler, Jenny; Osornprasop, Sutayut; Oelrichs, Robert; Beyrer,
Fonte: Banco Mundial Publicador: Banco Mundial
Tipo: Publications & Research :: Publication; Publications & Research :: Publication
ENGLISH
Relevância na Pesquisa
26.32%
Since the beginning of the epidemic sex workers have experienced a heightened burden of HIV across settings, despite their higher levels of HIV protective behaviors (UNAIDS, 2009). Unfairly, sex workers have often been framed as 'vectors of disease' and 'core transmitters' rather than workers and human beings with rights in terms of HIV prevention and beyond. By gaining a deeper understanding of the epidemiologic and broader policy and social context within which sex work is set one begins to quickly gain a sense of the complex backdrop for increased risk to HIV among sex workers. This backdrop includes the critical role of stigma, discrimination and violence faced by sex workers, as well as, the importance of community empowerment and mobilization among sex workers to address these regressive forces. The eight country case studies work to highlight the experiences of diverse populations of and contexts for sex work across settings. Given the limited epidemiologic and intervention evaluation data available among male and transgender sex workers...

Cooperative interventions and the interaction of Community Health Agents within the Family Health team

Sakata, Karen Namie; Mishima, Silvana Martins
Fonte: UNIV SAO PAOLO; CERQUERA CESAR Publicador: UNIV SAO PAOLO; CERQUERA CESAR
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.28%
This qualitative study examines the social relationships between the Community Health Agents (CHAs) and the Family Health team (FH), highlighting cooperative interventions and interactions among workers. A total of 23 participant observations and 11 semi-structured interviews were conducted with an FH team in a city in the interior of Sao Paulo, Brazil. The results revealed that CHAs function as a link in the development of operational actions to expedite teamwork. These professionals, while creating bonds, articulate connections of teamwork and interact with other workers, developing common care plans and bringing the team and community together, as well as adapting care interventions to meet the real needs of people. In communication practice, when talking about themselves they talk about the community itself because they are the community's representatives and spokespersons on the team. The conclusion is that the CHA may be a strategic worker if his/her actions include more political and social dimensions of work in healthcare.

A randomized controlled study of a home health care team.

Zimmer, J G; Groth-Juncker, A; McCusker, J
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /02/1985 EN
Relevância na Pesquisa
26.3%
This report describes the findings of a randomized study of a new team approach to home care for homebound chronically or terminally ill elderly. The team includes a physician, nurse practitioner, and social worker delivering primary health care in the patient's home, including physician house calls. Weekly team conferences assure coordination of patient care. The team is available for emergency consultation through a 24-hour telephone service. The team physician attends to the patient during necessary hospitalizations. This approach was evaluated in a randomized experimental design study measuring its impact on health care utilization, functional changes in patients, and patient and caretaker satisfaction. The team patients had fewer hospitalizations, nursing home admissions, and outpatient visits than the controls. They were more often able to die at home, if this was their wish. As expected, they used more in-home services, measured in weighted cost figures; their overall cost was lower than their controls, but the difference was not statistically significant. Their functional abilities did not change differently from the controls, but they, and especially their informal caretakers in the home, expressed significantly higher satisfaction with the care received.

An alternative method of employing a social worker in general practice

Graham, Margaret E.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /01/1982 EN
Relevância na Pesquisa
36.12%
This is an account of a scheme set up in 1977 under which a group practice employs a qualified social worker. She is employed for 10 hours a week as one of the practice's ancillary staff, so that 70 per cent of her salary is reimbursed by the Family Practitioner Committee. Her only link with the local social services department is an informal one arising out of her having previously worked in the department. She is not connected with any of the voluntary agencies which occasionally make counsellors available to general practitioners.

ACAT: o trabalhador como protagonista da análise de acidentes de trabalho; Collective Analysis of Work Accidents: the worker as protagonist of the analysis of occupational accidents

Osorio, Claudia
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2008 POR
Relevância na Pesquisa
26.32%
O dispositivo de análise coletiva de acidentes de trabalho (ACAT) tem como objetivo analisar acidentes de modo a propiciar, por uma via de análise participativa, o aumento da vitalidade dos ofícios. Foi utilizado durante dois anos em um hospital público, buscando-se aperfeiçoá-lo e observar os efeitos que propiciava. Referenciado na teoria da clínica da atividade, o método consiste em levar o trabalhador a recriar a situação do acidente, deslocando-se para a posição de observador de seu trabalho. O trabalhador é convidado a mostrar como deu-se o acidente e o analista do trabalho apresenta-lhe questões sobre suas escolhas quanto aos caminhos possíveis, interrupções sofridas e outras. A dupla acidentado-analista registra em um diagrama a sucessão de eventos, privilegiando a experiência do acidentado. São então promovidas discussões grupais de diversos acidentes. Os resultados demonstram que o dispositivo produz efetivamente o deslocamento do trabalhador para a posição de co-analista de seu trabalho, rompendo cristalizações que impedem o desenvolvimento dos ofícios constitutivos do trabalho em saúde.; The Collective Analysis of Work Accidents device aims at analysing accidents and to propitiate the increase of the professions' vitality. We used it during two years in a public hospital...

Articulação das ações e interação dos Agentes Comunitários de Saúde na equipe de Saúde da Família; Articulación de acciones e interacción de los Agentes Comunitarios de Salud en el equipo de Salud de la Familia; Cooperative interventions and the Interaction of Community Health agents within the family health team

Sakata, Karen Namie; Mishima, Silvana Martins
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2012 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.28%
O estudo de abordagem qualitativa teve como objetivo compreender as relações sociais entre o Agente Comunitário de Saúde (ACS) e a equipe de Saúde da Família (SF), nesse sentido, destaca-se a articulação das ações e a interação entre trabalhadores. Foram realizadas 23 observações participantes e 11 entrevistas semiestruturadas com uma equipe de SF em um município do interior de São Paulo, Brasil. Identificou-se que o ACS, como elo, desenvolve ações operacionais para agilizar o trabalho da equipe. Como laços de ligação, desempenham ações articuladas ao trabalho da equipe, interagindo com os trabalhadores, construindo planos assistenciais em comum, aproximando equipe e comunidade, adequando ações de cuidado às necessidades das pessoas. Na prática comunicativa, ao falarem de si, falam da própria comunidade, pois é seu representante e porta-voz na equipe. Concluiu-se que o Agente Comunitário de Saúde pode ser um trabalhador estratégico se suas ações compreenderem uma dimensão mais política e social do trabalho em saúde.; Estudio cualitativo que objetivó comprender las relaciones sociales entre el Agente Comunitario de Salud (ACS) y el equipo de Salud de la Familia (SF), destacando la articulación de acciones e interacción entre trabajadores. Se realizaron 23 observaciones participativas y 11 entrevistas semiestructuradas con un equipo de SF en municipio del interior de São Paulo-Brasil. Se determinó que el ACS como eslabón desarrolla acciones operativas para agilizar el trabajo del equipo. Como lazos de comunicación desempeñan acciones articuladas al trabajo del equipo...

The humanization process of the hospital environment centered around the worker; El proceso de humanización del ambiente hospitalario centrado en el trabajador; O processo de humanização do ambiente hospitalar centrado no trabalhador

Backes, Dirce Stein; Lunardi Filho, Wilson D.; Lunardi, Valéria Lerch
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2006 POR
Relevância na Pesquisa
36.12%
The humanization of the hospital environment cannot be achieved if the focus is directed only to external motivational factors or just to the user. A humanization program needs to be assumed as a participative construction process that demands respect and valuing of the human being that provides care. Based on human and ethics values and principles and on Freire's ideas, this study aims to describe how a humanization process was unchained in a hospital, initially centering on the worker, through the collective discussion of concrete problems and the construction of horizontal, reflective dialogical relations. The proposal made possible a better comprehension of the meaning of humanization, with the rescue of previous initiatives of humanization, the elaboration of a databank in which there is room for subjectivity, the creation of warm collective areas and a closer relationship between directors and workers.; La humanización del ambiente hospitalario no se concretiza si estuviera centrada únicamente en factores de motivación externas o solamente en el usuario. Un programa de humanización necesita ser asumido como un proceso de construcción participativa que requiere respeto y valorización del ser humano que cuida. Basados en valores y principios humanos y éticos y en ideas de Freire...

Contextual determinants of decentralization of epidemiological surveillance for the family health team

Santos,Silvone Santa Barbara da Silva; Melo,Cristina Maria Meira de; Dallaire,Clemence; Perreault,Michel; Araujo,Edna Maria; Carvalho,Evanilda Souza de Santana; Santos,Luciano Marques dos
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2015 EN
Relevância na Pesquisa
36.17%
This study examines the contextual determinants of implementing decentralization of epidemiological surveillance for the family health team, in a municipality in the state of Bahia, Brazil. This was an evaluative study using the political model of implementation analysis. Data were obtained through document analysis and semi-structured interviews with managers and healthcare workers. Five themes emerged: planning; training of human resources; organization of the work process; linkage within institutions; and organization of family healthcare units. The results revealed that there are difficulties such as poor infrastructure of healthcare units, creation of flexibility in labor relations and healthcare worker turnover. The study shows that there is a need for stakeholder participation in the process of implementing the policy of decentralization of epidemiological surveillance for the micro-area of intervention that comprises the family health program.