Página 1 dos resultados de 3888 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Can activity be understood out of subjectivity?

Hubault, F.; Sznelwar, Laerte Idal
Fonte: IOS PRESS; AMSTERDAM Publicador: IOS PRESS; AMSTERDAM
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.93%
The PSR echo a crisis of the relation of the organization with the subjectivity, which is at the same time a crisis of the relation of the organization with the reality that subjectivity is confronting through activity. Thus, they also raise, with ergonomics, the question to know which place it grants itself to subjectivity in the relation health-effectiveness.

"Subjetividade e imagem: a literatura como horizonte da filosofia em Henri Bergson" ; Subjectivity and Image: literature as the horizon of philosophy in Henri Bergson

Paiva, Rita de Cássia Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2003 PT
Relevância na Pesquisa
36.93%
Esta tese toma o pensamento de Henri Bergson como objeto de reflexão. Ao mesmo tempo que situa o homem como tema central nesse universo teórico, pretende perscrutar a natureza da subjetividade que nele se delineia. Acompanha, assim, a crítica bergsoniana à psicologia, cujo intento de subsumir o humano à matéria condena ao fracasso sua pretensão de conhecê-lo. A superação da visão associacionista, tal como Bergson a desenha, evidenciará a natureza de uma subjetividade outra, obscurecida pelas instâncias mais superficiais, nas quais se configura a consciência que julgamos conhecer. O alcance dessa dimensão mais profunda do Eu impõe a inspeção acerca da inteligência racional, orientada por uma temporalidade ficitícia e pela linguagem, de modo que se esclareça a distância entre a superficialidade da consciência e a subjetividade livre e indômita, cuja natureza, aliás,é a do tempo, ou seja, a duração criadora que nos ultrapassa e nos vincula ao ser em geral. Ante os obstáculos apresentados pela consciência na persecução de nossa interioridade movente, recursos outros que não os conceituais, pertinentes ao pensamento analítico e científico, passam a figurar como alternativa para o conhecimento da interioridade humana...

Subjetividade no discurso de recém-graduados da UFPR: uma análise institucional; Subjectivity in the discourse of newly graduates from UFPR: an institutional analysis.

Valore, Luciana Albanese
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.93%
Esta pesquisa investiga o discurso de recém-graduados de uma universidade pública. Considera, igualmente, alguns discursos correntes dos processos de qualificação e de inserção profissional, no intuito de delinear os cenários das novas ordens da subjetividade no mundo contemporâneo. Concebendo o discurso, numa perspectiva foucaultiana, como ato de produção e de legitimação de práticas sociais e de sujeitos e, partindo das referências conceituais da análise institucional de discurso, objetiva explicitar, nas falas desses recém-graduados, as relações estabelecidas entre esses atores, sua formação e o universo profissional, bem como delinear os efeitos de subjetivação produzidos em seu dizer: de si, de sua trajetória na universidade e no mundo do trabalho, de suas expectativas e projeto de vida. Para tanto, foram entrevistados 17 egressos de 8 cursos de graduação, formados num período de tempo que variou de 2 meses a 2 anos. O processo analítico, compreendido em 3 etapas distintas, evidenciou 5 categorias temáticas centrais. Nestas, atentou-se às regularidades e às singularidades na apreensão e na articulação dos temas, ao jogo de atribuição e de assunção de lugares subjetivos, às relações estabelecidas entre (e com) as práticas institucionais e aos efeitos de reconhecimento e de desconhecimento no dizer. Sua análise permitiu configurar um sujeito suporte do discurso institucional que também se constitui como um sujeito psíquico singular...

Subjetividade & dominação :a crítica de Max Stirmer à alienação como elemento constitutivo da subjetividade moderna; Subjectivity & domination: the Max Stirmer' s criticism to the alienation as a element of the process of constitution of modern subjectivity

Otenio, Erinson Cardoso
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.05%
Este trabalho tem por propósito analisar os textos de Max Stirner - em particular a primeira parte de seu livro intitulado O Único e a sua Propriedade -, assumindo a perspectiva de que neles é elaborado um diagnóstico de como a subjetividade moderna, no processo de sua constituição, forma-se comprometida com a dominação. Para isso, é preciso refazer com o filósofo o caminho dialético do eu, da Antiguidade até a sua manifestação moderna, identificando nesse percurso as razões que o fizeram alienar-se de si, sem se esquecer do papel da arte e da religião na criação, no rejuvenescimento e na manutenção da alienação. Além disso, encontrará também tratamento neste trabalho a forma de racionalidade, de moral e de educação modernas, elementos importantes da subjetividade, uma vez que esses elementos perfazem com ela um todo sistemático onde o que só encontra espaço são as exigências do "espírito", e isso em detrimento do que quer que seja da ordem da individualidade. Portanto, para uma abordagem apropriada desse tema, requer-se a compreensão do processo de formação da Modernidade e da sua subjetividade correlata, identificando a maneira pela qual, nesse processo, a dominação inscreve-se de forma imanente no eu. Isso significa dizer que...

Subjetividade e devir à luz da filosofia de Deleuze e Guattari: contribuições para uma psicologia; Subjectivity and becoming enlightened by Deleuze and Guattaris Philosophy: contributions to the Psychology

Savazzoni, César Augusto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.22%
O presente trabalho teve como objetivo inicial abordar a questão da subjetividade considerando de um lado, este problema em relação à psicologia, e num segundo momento a discussão sobre a (produção de) subjetividade e devir desenvolvida na obra Deleuze e Guattari (Mil Platôs). Trata-se de entender como é possível articular a crítica dos processos de subjetivação, tal como a realizada pelos autores, com uma idéia de subjetividade, sem com isso desembocar numa psicologia do sujeito. Isto é, que subjetividade é essa, que não se confunde com suas estratificações, e que parece antes a possibilidade de uma vida, sem ser por isso uma subjetividade transcendental, mas um campo de imanência como afirmam os autores? Para respondermos esta questão, consideramos inicialmente o problema da subjetividade tal como ele emerge na psicologia, em razão de seus percursos teórico metodológicos, para num segundo momento - sob o viés dos agenciamentos e dos devires - discutirmos a questão da produção de subjetividade e os processos de singularização. De um lado, temos os agenciamentos maquínicos de corpos e os agenciamentos coletivos de enunciação, que articulando formal e substancialmente conteúdo e expressão atuam dimensionando o campo da experiência: os dispositivos. Por outro lado...

A representação da subjetividade no longa-metragem Joana; The representation of subjectivity in the feature film Joana

Magnoli, Mirella Martinelli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.05%
O argumento cinematográfico para um filme de longa-metragem ficcional é tema central da presente dissertação. Para tal, foi realizada uma pesquisa baseada em dois eixos. O primeiro, o tema do filme (a relação entre os universos feminino e masculino na faixa de meia-idade no Brasil urbano contemporâneo); o segundo, a abordagem cinematográfica (representações da subjetividade no cinema). No século XX, enormes transformações colocaram a mulher em um novo lugar no tecido social. O homem contemporâneo viu seu lugar histórico ser abalado por essas transformações e ainda não se reposicionou. O descompasso entre feminino e masculino colocou num terreno de imensa dificuldade o relacionamento de casal, hoje pouco normatizado por regras sociais. Este tema é tratado em Joana do ponto de vista subjetivo da personagem principal. Na linguagem cinematográfica, a subjetividade, concebida como um nível específico da narração, compartilha com o espectador os olhos e ouvidos do personagem, e/ou o mergulho em sua mente. Algo para além do formal é necessário para que um filme expresse alto grau de subjetividade do personagem. Esta pesquisa examina alguns longa-metragens contemporâneos, localizando como é representada a subjetividade: o ponto de vista ótico...

Subjetivação docente: a singularidade constituída na relação entre o professor e a escola; The teaching subjectivity: the singularity constituted in the relation between the teacher and the school

Souza, Irene Garcia Costa de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.19%
A presente pesquisa tem como objetivo mapear os processos de subjetivação docente na escola de Educação Infantil da Cidade de São Paulo a partir de dois eixos: eu profissional que analisa a trajetória até a docência de Educação Infantil, e, eu na profissão que investiga o exercício profissional docente. A partir do referencial histórico-cultural, entende-se o sujeito em uma perspectiva complexa perpassado pela história e pela cultura, em processo de constituição permanente, cuja atividade profissional também é complexa envolvendo-o intelectual e afetivamente. Assim, a forma como cada professor atua profissionalmente se sustenta com base em conhecimentos e em modos de fazer e ser professor, em processos que, por um lado, são constituídos socialmente, mas, por outro lado, são singulares. A partir deste pressuposto, a Teoria da Subjetividade, desenvolvida por Luís Fernando González Rey, fundamenta o trabalho contribuindo com a explicitação de conceitos como subjetividade, subjetividade individual e subjetividade social, que auxiliam na problematização e análise dos dados. A investigação assumiu três critérios considerados determinantes não só para a compreensão do percurso histórico da Educação Infantil em São Paulo...

The role of subjectivity category in understanding the comunity context and the transforming intervention

Kafrouni,Roberta
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 EN
Relevância na Pesquisa
37.05%
The following article has as an objective to reflect on the importance of the category subjectivity, in the theoretical and methodological point of view, for Community Psychology. The intervention in Community Psychology cannot miss the subjective dimension of reality while it is part of the psychological field. In this sense, Social-Historical Psychology, the materialistic historical dialectic method and the subjectivity theory offer important contributions for the analysis of reality and transforming community intervention. The category subjectivity presents an alternative to the idealistic and dualistic visions of subjectivity. Its main features are presented in the article. In conclusion, this project tries to demonstrate how the method and the category subjectivity can offer a theoretical frame to the practice in Community Psychology through the consideration of practical experiences with community groups.

Sociedade, indivíduo e fetiche: a constituição da subjetividade no âmbito da indústria cultural; Society, individual and fetish: the constitution of subjectivity in the scope of the cultural industry

BASTOS, Luciene Maria
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
The present study is part of the Cultural and Educacional Process Research Line and aims at investigating the loss of meaning of education as culture in the constitution of subjectivity in a scope in which the cultural industry is a privileged means of socialization. The individual tends to make bonds with adaptation and acceptance of the existing things as natural and unchangeable. A similar constitution metamorphoses the individual into indifferentiated and fetishised object, once it excludes denial as part of human life in society, resulting in identification and adjustment to the established social organisation. This study seeks understanding of the elements and processes that produce what can be called fetishising of subjectivity. By researches bibliographical, in order to reach such understanding, it is sought in Adorno and Horkheimer, the fertility of their analysis of the rationality that goes through culture and society since the beginning of the present time. Subjectivity is seen as constitution present specifically in society, process mediated by contradictions and clashes between private dimensions (individual) and universal (social), which the individual is composed by. Labour, the creating activity of men, in the scope of production of life under the rules of capitalism is found submitted to this mean of production...

Postclassical Hollywood/postmodern subjectivity: representation in some ’Indie/Alternative’ Indiewood films.

Murrell, Jessica
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011
Relevância na Pesquisa
37.16%
This thesis examines the representation of postmodern subjectivity in what Geoff King calls the “indie/alternative” Indiewood film (Indiewood 38), through a close examination of some particular examples. In the late twentieth century, Hollywood cinema made a series of excursions into postmodernism and its effects on subjectivity. Scholarship on Hollywood’s ventures into this territory has, historically, focused on the representation of the cyborg in the science fiction films of the 1980s and 1990s and the destabilisation of the “human” that this figure engenders. This thesis argues that, in the late 1990s and early 2000s, some indie/alternative Indiewood films exhibited a similar tendency to explore postmodern subjectivity through experimenting with the representational conventions of the classical Hollywood cinema and the model of subjectivity this has historically supported. This thesis offers close readings of formal/aesthetic strategies in six indie/alternative Indiewood films: American Psycho (Mary Harron, 2000), Being John Malkovich (Spike Jonze, 1999), Memento (Christopher Nolan, 2000), Eternal Sunshine of the Spotless Mind (Michel Gondry, 2004), American Splendor (Robert Pulcini and Shari Springer Berman, 2003), and Adaptation (Spike Jonze...

The metaphysics of moral subjectivity : theory without practice?

VAHA, Milla Emilia
Fonte: Instituto Universitário Europeu Publicador: Instituto Universitário Europeu
Tipo: Tese de Doutorado
EN
Relevância na Pesquisa
37.19%
Examining Board: Professor Christian Reus-Smit, University of Queensland (EUI Supervisor) Professor Kimberly Hutchings, London School of Economics and Political Science Professor Mervyn Frost, King's College London Professor Friedrich Kratochwil, Central European University (formerly EUI).; Defence date: 16 July 2013; In this work I aim to offer a theory of moral subjectivity of the state that helps to explain, in an analytically sound way, what is required for theorising about states as moral agents within a system of very different types of state-units, and, furthermore, enables one to explore what kind of consequences the practices of moral subjectivity might have for that very same system. The argument that I present has two levels. The first level consists of two theoretical claims about exploring the moral subjectivity of the state in International Relations. The first claim is that in order to argue meaningfully about the moral subjectivity of the state one has to take seriously the state's being-in-theworld qua state. By relying on Immanuel Kant's political philosophy and practical metaphysics, I will offer a theory that is applicable when one wishes to conceptualise the state as an autonomous entity in its own right, and...

SURVEILLANCE, SUBJECTIVITY AND RESISTANCE AT THE FRONTIERS OF EUROPE: A MATERIALIST ANALYSIS OF THE GREECE-TURKEY BORDERS

Topak, Ozgun E
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado
EN; EN
Relevância na Pesquisa
37.05%
The Greece-Turkey borders have become one of the main points of undocumented entry into the European Union since 2009. The borders operate through complex elements: historical processes that shape their structure, ideologies that legitimize their violent existence, techniques and technologies that allow them to be practiced over migrants, and migrants complying with or resisting these structures, ideologies, techniques, and technologies. In order to provide a comprehensive analysis of these complex elements of the border, this dissertation critically engages with Althusser’s aleatory materialism, Foucault’s analytics of power and other complementary theories, and it analyzes the four aspects of the border in individual chapters. 1. Structural-decentred aspects of the border: The dissertation analyzes the historical material processes of colonialism and racism and the contemporary material processes of neoliberal globalization and post-politics that enable the EU borders to function as a decentred totality and to exclude certain peoples and not others. 2. Practical aspects of the border: The dissertation analyzes how the border operates in practice with specific surveillance technologies (such as radar systems and EUROSUR mechanisms at the borderzones) and techniques (such as everyday racist violence in urban contexts) that produce specific biopolitical effects on migrants. 3. Subjective aspects of the border: The dissertation analyzes how migrants develop diverse subjectivities when confronted by the border’s material violence...

Envelhecimento feminino: produção das subjetividades do sujeito mulher pela estética do corpo; Aging women: production of subjectivity of the subject woman for aesthetic body

Lima, Talíta Maria Carvalho de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Comunicação (FIC); Faculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Comunicação (FIC); Faculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37%
The main categories of this research are the women, aging, the body practices and subjectivity production. In recent years, has been observed that more and more women, has adopted procedures to delay aging, prolonging their youthfulness. For that, turn to various methods. The example medicines, diets, exercise, plastic surgery and other many ways to achieve this goal. Women increasingly are relying and sticking to those choices that promise to retain youth longer. Much change in the body is directly related to the subjectivity that becomes molded by showing hegemony. Every time reports in magazines, in television media and advertisements for products that promise to achieve the ideal body, bring pictures of beautiful models, actresses and presenting a way to present the ideal body to be followed. The bellies are slender, the skin is perfect, no wrinkles or spots, the shapely legs, nose and redesigned busts scalpel. This model became the great object of women in general, and it is no different with those regarding aging, after all, want to be accepted, admired and praised, as with those who are on magazine covers bringing the representation of an ideal body. The beauty appears as synonymous with happiness. What many fail to observe is beyond what there are seeing those magazine covers and advertisements in general. These pictures are numerous editing features that provide touches and changes wherever they are used. Soon achieve that body pattern becomes an almost impossible goal to be achieved. The purpose of this research is to analyze how subjectivities...

Félix Guattari : subjetividade, capitalismo e educação; Félix Guattari : subjectivity, capitalism and education

André Campos de Camargo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.18%
A obra conceitual de Félix Guattari - formada por livros, cursos, artigos, entrevistas, etc.- pode ser descrita como o resultado de sua intensa militância política misturada à prática clínica e às leituras filosóficas, científicas e artísticas. Nela encontramos ecos de um antigo e grande projeto geral que permeou as pesquisas de inúmeros intelectuais desde Kant e que em sua época constituía uma pergunta da qual se ocupavam vários pensadores franceses. Tal projeto pode ser resumido pela questão: como nos tornamos o que somos? Nessa (im) possível filiação, Guattari parece ter respondido: tornamo-nos o que somos pela produção de subjetividade. Mas antes de respondê-la, ele formulou inúmeras perguntas, como por exemplo: Qual a relação do capitalismo com a produção de subjetividade? A produção de subjetividade é estritamente humana? Como os processos de subjetivação organizam a subjetividade na atualidade? Por que uma determinada produção de subjetividade se faz presente e não outra? Os equipamentos coletivos funcionam como produtores de subjetividade? É possível resistir aos processos de produção de subjetividade? Analisar a obra de Guattari, tendo em vista esse provável projeto geral em que ela se insere e os questionamentos que ela suscita frente ao presente...

Hegel e a ideia de um idealismo especulativo da subjetividade e da intersubjetividade; Hegel and the idea of a speculative idealism of subjectivity and intersubjectivity

Manuel Moreira da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37%
A presente tese propõe-se a uma dedução especulativa da Intersubjetividade a partir da dirempção da Subjetividade na Lógica de Hegel. Para isso, busca retomar e desenvolver o programa da Lógica enquanto Filosofia especulativa pura, esboçado na Anotação ao § 17 da Enciclopédia de 1817 e no significado mais preciso da Lógica, aludido nas Preleções sobre Lógica e Metafísica ministradas em 1817. Assim, mediante a sistematização de tal significado e de uma reconfiguração dos silogismos da Filosofia, o trabalho desenvolve os significados fundamentais da Lógica como Ciência universal-formal, subjetiva e primeira, como Ciência universal-real, objetiva ou última e como Teologia especulativa. Com isso, o estudo pretende mostrar que a Intersubjetividade resulta essencialmente da dirempção do Espírito em diversos Si mesmos livres em si e para si; a qual, enquanto um momento da realização do Conceito ou da Ideia, suprassume-se imediatamente a si mesma. Desse modo, cada Si mesmo livre em si e para si suprassume sua singularidade particular desigual, com o que sua objetividade se sabe como subjetividade idêntica a si ou como universal na universalidade efetiva do outro Si mesmo, elevando-se assim à Ideia e, por conseguinte...

Inscribing spaces and experiences for subjectivity in the primary school : an ethnographic approach

Hernández, Fernando; Sancho, Juana María; Rifà, Montse; Vidiella, Judit; Campañà, Laia; Alonso, Cristina; Simó, Núria
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2007 ENG
Relevância na Pesquisa
37%
Este texto se presentó como comunicación al II Congreso Internacional de Etnografía y Educación: Migraciones y Ciudadanías. Universidad Autónoma de Barcelona, Barcelona, 5-8 Septiembre 2008.; The aim of this paper is present some issues and findings coming from the ethnographic Studies developed at four primary schools as part of the research project “The role of primary school in the construction of children’s subjectivities” (BSO2003-06157, sponsored by the Spanish Ministry of Science and Technology, 2003-2006). The main emphasis of this presentation is to explore the ethnographic decisions taken to cope with the necessity of sharing a common methodological frame and, at the same time, to response in a flexibly way to the particular differences of each school institution. A constructionist methodological approach (Guba and Lincoln, 1994; Schawandt, 1994; Gergen, 2006) has guided the research, by combining document analysis with interviews, discusión groups and ethnographic studies (Denzin, 1997). From the evidences collected four kaleidoscopic stories have been written. The process to construct this methodology started by making discourse analysis of documents produced by educational authorities, political parties and initial teachers’ education trainers in order to make explicit their main representations of childhood and main subjectivity representations. This research has developed a narrative approach to ethnography based on experimenting between the modes of observation...

The sociology of subjectivity, and the subjectivity of sociologists: a critique of the sociology of gender in the Australian family

Uhlmann, A
Fonte: Routledge, Taylor & Francis Group Publicador: Routledge, Taylor & Francis Group
Tipo: Artigo de Revista Científica
Relevância na Pesquisa
37.05%
In this era of reflexive sociology it is commonplace that subjectivity is of great sociological concern, and that the comprehension by social researchers of their own subject position is essential. Still, old habits die hard. Focusing on selected texts in the sociology of the Australian family, this paper traces the effects of failing to focus the sociological gaze on subjectivity and its variation across society. Highlighted are some patterns of analytic misconstruction of subjectivity, especially the substitution of measurement for a theory of practice, and the projection by sociologists of their own class-specific subjectivity onto society at large. Ultimately, this misconstruction turns works like those discussed in this paper into a powerful denial of alternative subjectivities, and a reinforcement of the socially dominant perspective.

The discursive practices and subjectivity; As práticas do dizer e os processos de subjetivação

Tedesco, Silvia
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2007 POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
Seguindo ponto de vista transdisciplinar na clínica, o trabalho analisa a aliança entre os estudos da subjetividade e algumas propostas de Foucault e de Deleuze. A proposta é redefinir a clínica a partir da crítica à concepção de subjetividade como substância, naturalizada por leis universais estritamente psíquicas, responsáveis por sua regularidade e contornos conceituais bem delimitados e imutáveis. A relação entre subjetividade e práticas discursivas é explorada como processo de produção recíproca, onde modos de dizer e modos de existir emergem dos jogos de forças. Duas modalidades de movimento das forças são sublinhadas, deixando ver os dois pólos do processo de subjetivação: produções subjetivas homogeneizantes e invenção de novos modos de funcionamento. A tarefa clínica, neste contexto, se cumpriria no zelo pelo duplo movimento, pelo qual a subjetividade preservaria seu caráter processual, distante de uma constituição substantiva. Palavras-chave: subjetividade; clínica; literatura.; Assuming a transdisciplinary point of view in the clinical work...

Subjetividade: Um Diálogo Interdisciplinar; Subjectivity: an Interdisciplinary Dialogue

Pan, Miriam Aparecida Graciano de Souza; Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR; Rossler, João Henrique; Ferrarini, Norma da Luz; Valore, Luciana Albanese; de Oliveira, Sidney Nilton
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.05%
O termo subjetividade tem-se difundido amplamente no campo das ciências humanas e sociais, no entanto, de forma bastante genérica, sem as devidas clareza e precisão conceituais. Na Psicologia, em suas diversas abordagens teórico-metodológicas, por exemplo, tem se tornado apenas mais um jargão sem qualquer significação, o que, por sua vez, contribui para ofuscar tanto suas especificidades como possíveis aproximações teórico-conceituais. Nesse sentido, o presente artigo se propõe a analisar o conceito de subjetividade à luz de distintas perspectivas teóricas do campo da Psicologia. Mais especificamente, a partir de uma análise filosófica do sujeito e da linguagem, da Psicologia Sócio-histórica e de um enfoque discursivo da Psicologia Institucional. Dentre as especificidades e divergências existentes, tal análise ampliada torna possível ressaltar um elemento comum e fundamental entre aportes teórico-metodológicos distintos. A saber, o entendimento da subjetividade como sendo, simultaneamente, produzida por e (re)produtora de relações históricas, sociais e simbólicas; ou seja...

Toda subjetividad es alienada; Every subjectivity is alienated

Arenas, Gerardo
Fonte: ECOS - Estudos Contemporâneos da Subjetividade; ECOS - Estudos Contemporâneos da Subjetividade Publicador: ECOS - Estudos Contemporâneos da Subjetividade; ECOS - Estudos Contemporâneos da Subjetividade
Tipo: ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2014 ES
Relevância na Pesquisa
37.05%
Desde Karl Marx hasta Zygmunt Bauman, la noción de “subjetividad alienada” supone la existencia de una subjetividad no alienada. Sin embargo, una correcta distinción entre subjetividad y singularidad permite poner en tela de juicio esa suposición y demostrar que toda subjetividad es alienada. A tal fin, es necesario tomar en cuenta el modo en que el descubrimiento freudiano y la enseñanza de Jacques Lacan convergen con ciertos desarrollos de Charles Sanders Peircey de Gottlob Frege para reconsiderar ciertas categorías lógicas que se remontan a Aristóteles. Sobre esta base, es además posible mostrar que la subjetividad nunca es algo que caracterice a un sujeto.; From Karl Marx to Zygmunt Bauman, the notion of an “alienated subjectivity” assumes the existence of a non-alienated subjectivity. However, a correct distinction between subjectivity and singularity allows questioning that assumption and showing that every subjectivity is alienated. To do this, it is necessary to consider how the Freudian discovery and the teaching of Jacques Lacan converge with certain developments of Charles Sanders Peirce and Gottlob Frege to reconsider certain logical categories that date back to Aristotle. On this basis, it is also possible to show that subjectivity is never something that characterizes a subject.