Página 1 dos resultados de 10 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

A comunidade chinesa imigrante em Portugal e os cuidados de saúde : um estudo na Região de Lisboa

Pereira, Maria Adelaide Duarte Abreu
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.89%
Dissertação de Mestrado em Comunicação em Saúde apresentada à Universidade Aberta; A investigação teve como principal objectivo compreender as dificuldades que os profissionais de saúde encontram no atendimento aos utentes pertencentes à comunidade chinesa. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa, com recurso a diversos meios de colheita de dados: realização de consulta de arquivos de processos clínicos relativos a cinco anos de atendimento a indivíduos da população chinesa no Hospital D. Estefânia (2002-2006), Hospital Público que acolhe crianças e mães; realização de entrevistas semi-estruturadas a profissionais de saúde; uma historia de vida de uma mãe chinesa; uma entrevista a uma ama de criança chinesa. Neste estudo é abordado ainda o fenómeno da imigração, nomeadamente da população chinesa imigrante em Portugal e a problemática da comunicação intercultural e os cuidados de saúde. Através dos resultados da pesquisa dos processos clínicos, conclui-se que a população chinesa recorre sobretudo ao Serviço de Urgência, tendo vindo a aumentar esse número ao longo dos cinco anos estudados. Relativamente às crianças, recorrem pelas patologias próprias da idade...

Imagens das migrações : chineses na área metropolitana do Porto : do ciclo da seda à era digital

Nunes, Maria Fátima Ferreira
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
26.54%
Tese de Doutoramento em Antropologia na especialidade de Antropologia Visual apresentada à Universidade Aberta; O presente trabalho incide sobre uma tripla problemática: a Antropologia Visual visando uma metodologia específica de inquérito (visual e sonoro) e a apresentação dos resultados em forma de discurso visual e/ou audiovisual, as representações mentais, visuais e audiovisuais (filmes, media) acerca da problemática das migrações e da escola, isto é, o cinema como terreno, e a imigração chinesa em Portugal, em duas temporalidades e contextos sociais, políticos, económicos muito distintos: o final dos anos vinte, do século passado e os anos oitenta do mesmo século. A «viagem» teórica, mental, física, durante o percurso que termina aqui, apresenta cinco capítulos: «O Acaso e a Experiência das Imagens em Antropologia», «A Escrita e a Montagem como Processo de Investigação?», «Migrações Globais. Para uma Antropologia Transnacional», Imigrantes Chineses na Área Metropolitana do Porto. O «Ciclo da Seda», «A Nova Imigração Chinesa. A Era Digital». Deste caminho longo, resultou a escrita de «Imagens das Migrações. Chineses na Área Metropolitana do Porto. Do Ciclo da Seda à Era Digital»...

Cativas e Bichas, Meninas e Moças : a subalternidade social feminina e a formação do mercado matrimonial de Macau (1590-1725)

Souza, Ivo Carneiro de
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
26.09%
A história social de Macau constitui um campo de estudo largamente por cultivar, mais ainda quando se procura reconstruir e interpretar a circulação de crianças, jovens e mulheres que, de origem fundamentalmente chinesa e asiática, em profunda situação de subalternidade e exploração sociais, foram concorrendo quase paradoxalmente para a sobrevivência de uma presença política, económica, cultural e simbólica que se reivindicava «portuguesa». No território macaense, distinguindo-se do que se passava em outros espaços coloniais, como Goa ou o Brasil, a presença de mulheres europeias é praticamente inexistente ou fragmentária até quase finais do século XIX, quando o estado central começa sistematicamente a funcionalizar e a assalariar as longínquas administrações, contingentes militares e burocracias coloniais. Em rigor, de forma generalizada, a presença social portuguesa nos diferentes enclaves asiáticos que se organizavam sob a tutela político-institucional do chamado «Estado da Índia», da África Oriental a Timor, não mobilizava mulheres de origens europeias, descontados alguns exemplos, aventuras e esforços de circulação de orfãs, maioritariamente limitados ao enclave goês,2 mas quase sem expressão no devir social de Macau.

A expansão da medicina tradicional chinesa : uma análise da vertente cultural das relações internacionais

Fróio, Liliana Ramalho
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, 2006.; A globalização vem promovendo alterações significativas nas relações internacionais e inter-societárias, dinamizando a interação entre culturas e trazendo novas problemáticas que demandam outras vertentes de análise além dos estudos clássicos sobre recursos de poder e interesses nacionais. Esta dissertação objetiva se inserir nesse novo debate as relações internacionais, realizando uma reflexão sobre a globalização cultural por meio de uma análise sobre a expansão da medicina tradicional chinesa (MTC) no Ocidente, particularmente no Brasil. Analisa-se a evolução histórica da MTC, desde suas origens remotas até sua efetiva expansão no Ocidente, e suas conseqüências culturais. A MTC está modificando as identidades culturais das sociedades em que penetra, mas sem provocar choques ou oposição, corroborando as teorias que vêem na globalização possibilidades de integração cultural ao invés de um clash of civilizations. Há uma tendência, no caso da MTC, muito mais à complementaridade entre as práticas médicas do que de sua rejeição. Essa interação provoca mutações nas culturas médicas nacionais...

Diálogo entre tradição e contemporaneidade na música erudita do século XX: a obra sinfónica do compositor chinês Zhu Jian-ER

Ling, Shao Xiao
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
26.46%
O presente trabalho tem como objectivo estudar o processo dialógico que se manifesta entre a tradição e a contemporaneidade, nas culturas Oriental e Ocidental, em particular na nova música erudita chinesa do século XX. Evocando uma análise diversificada, e um estudo sobre a “individualidade do diálogo”, aprofundamos o nosso conhecimento sobre o compositor Zhu Jian-Er e a sua obra, enquanto manifesto individual das características e da determinação de um novo fazer artístico. Nesse estudo, trata-se, por um lado, de estudar de que forma a obra de Zhu espelha, e expressa, o espaço dialógico, examinando como a observação e a percepção individual se redimensionam nas diferentes vivências sócio-históricas e políticas do autor, e estas, na história da cultura chinesa do século XX. Procuramos ainda perceber como o auto-conhecimento e a personalidade de Zhu se declaram na sua última fase criativa, e a maneira como as diversas construções técnicoestéticas se edificam e interactuam num ponto de encontro único, e, por sua vez, se influenciam reciprocamente no processo dialógico. A estruturação do presente trabalho contém três partes, abrangendo a narração do contexto sócio-histórico da produção musical de Zhu Jian-Er...

A mundialização da sociologia contemporânea: diálogos entre as sociologias na América Latina, na Índia e na China

Santos,José Vicente Tavares dos; Teixeira,Alex Niche; Fachinetto,Rochele Fellini; Ribeiro,Vitor Eduardo Alessandri
Fonte: Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília Publicador: Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
56.5%
O texto propõe uma reflexão acerca das contribuições que a sociologia na América Latina, China e Índia podem oferecer ao pensamento social na etapa da mundialização das conflitualidades sociais. Propomos uma interlocução múltipla, que tenha como base a historicidade dos diversos processos de construção da sociologia, evidenciando que os conceitos, assim como os percursos de construção do conhecimento, possuem uma história que não é universal nem homogênea, mas refletem as lutas sociais, as contradições locais e contextos heterogêneos. Essa reconstrução aproxima caminhos epistemológicos da sociologia na América Latina, China e Índia. Ao problematizar tal percurso a partir de uma "epistemologia do Sul", nos termos de Boaventura de Sousa Santos, colocamos em diálogo a diversidade das práticas e dos saberes mundiais sob a perspectiva de um diálogo horizontal entre estes conhecimentos.

Promessa e desafios do desenvolvimento

Gereffi,Gary
Fonte: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Publicador: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
26.09%
A economia global tem mudado rapidamente. China, Índia e México representam casos particularmente interessantes por seus distintos modelos de desenvolvimento. O processo de consolidação global ampliou-se na década passada na esteira do rápido crescimento da China nos setores de manufatura para exportação e da entrada em cena da Índia na exportação de serviços no ramo da tecnologia de informação. A indústria do vestuário também ilustra tal tendência à consolidação, dadas as mudanças na regulação internacional com a gradual retração, a partir de 2005, do sistema de quotas estabelecido pelo Acordo Multifibras. As trajetórias de aprimoramento industrial manifestadas pela China e México são comparadas neste texto; com base em dados do comércio internacional, faz-se uma análise mais detida da composição das suas exportações destinadas ao mercado norte-americano no que respeita a ramos e produtos-chave. A experiência chinesa das chamadas "cidades-cadeias-de-suprimento" é também analisada; trata-se de uma nova forma de organização econômica, voltada a integrar geograficamente a produção para exportação e outros segmentos de alto valor agregado das cadeias globais de valor.

A ginástica terapêutica e preventiva chinesa Lian Gong/Qi Gong como um dos instrumentos na prevenção e reabilitação da LER/DORT

Livramento,Gutembergue; Franco,Tânia; Livramento,Alaíde
Fonte: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO Publicador: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.54%
Este ensaio traz elementos da medicina ocidental, da medicina tradicional chinesa e da sociologia do trabalho para reflexão sobre o Qi Gong - exercícios terapêuticos, um dos pilares da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) - como importante meio de prevenção da LER/DORT e recuperação da saúde. Considerando a natureza interdisciplinar e diversos níveis de prevenção, aborda aspectos sociológicos sobre as condições de trabalho frequentemente relacionadas com este tipo de adoecimento e categorias de trabalhadores mais acometidos. Focaliza aspectos médicos sobre a LER/DORT e as Síndromes de Bloqueio na MTC, estabelecendo canais de articulação e contribuição entre esses campos de conhecimento sobre a saúde humana. Ressalta o Qi Gong como importante prática terapêutica e preventiva na MTC e sua adequação à LER/DORT. No âmbito do Qi Gong, focaliza o Lian Gong Shi Ba Fa - Lian Gong em 18 Terapias, já amplamente experimentado na China e divulgado, inclusive no Brasil, para tratar e prevenir síndromes de dor em região cervical, ombros, membros superiores, membros inferiores e região lombar. À guisa de conclusão, são apresentadas algumas reflexões sobre a propriedade e a importância do Qi Gong na reabilitação e na prevenção da LER/DORT.

A significação da acupuntura no Brasil : percalços de uma ecologia de saberes no ensino de saúde e seus reflexos na profissionalização

Massière Carneiro, Leila; Henrique Novaes Martins de Albuquerque, Paulo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.33%
A ampliação do uso da acupuntura no Brasil acirra a disputa pelo direito de exercer a profissão, principalmente quando, após a comprovação científica de sua eficácia, a classe médica passa a pleitear a exclusividade da prática. Contudo, nos moldes da ciência ocidental pouco se sabe acerca de seus mecanismos de atuação. Tal lacuna vem sendo preenchida por um discurso que substitui o arcabouço teórico da medicina tradicional chinesa da qual a acupuntura se origina por alterações bioquímicas e neurológicas provocadas pelas agulhas. Para perceber diferenças entre os significados difundidos, voltamos o foco deste estudo para as instituições de ensino: comparamos os conteúdos programáticos de diversos cursos e o significado atribuído à acupuntura por seus coordenadores. Pudemos constatar que apesar da racionalidade médica chinesa ocupar a maior parte da carga horária de todos os cursos, os médicos exclusivistas buscam subordinar a acupuntura à racionalidade médica ocidental através de discursos científicos. Tal contradição faz emergir interesses ocultos: colonizar conhecimentos oriundos de universos culturais distintos capazes de desafiar a hegemonia da medicina ocidental contemporânea e da própria ciência moderna. O desvio no processo de tradução...

Globalização e poder efetivo: transformações globais sob efeito da ascensão chinesa

Pinto, Eduardo Costa; Gonçalves, Reinaldo
Fonte: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações Publicador: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares;
Publicado em 01/12/2015 PT
Relevância na Pesquisa
26.09%
Este artigo examina as principais transformações na era da globalização econômica, destacando o papel desempenhado pela China nos anos 2000, bem como analisa os impactos desse processo sobre o poder efetivo dos países de maior importância na arena internacional. A análise da evolução do poder efetivo dos países abarca as esferas comercial, produtiva, tecnológica, monetária e financeira. Os principais resultados foram: o crescente poder da China na economia mundial, a manutenção do elevado poderio econômico dos Estados Unidos, mesmo após a crise de 2008, e a elevada vulnerabilidade externa estrutural de algumas das principais economias do mundo em desenvolvimento. Abstract This paper analyses the main changes in the global economy, highlighting the role played by China in the 2000s. The effects of these changes on the real power of the most powerful countries are also analyzed. The analysis of the evolution of the effective power in the era of economic globalization deals with the trade, productive, technological, monetary and financial dimensions. The main conclusions found were: the relative increase of the economic power of China; the relative stability of the economic power of the United States after the 2008 crisis; and...