Página 1 dos resultados de 2275 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

O grupo do Almanaque Literário de São Paulo: paradigmas da sociabilidade republicana nos tempos da propaganda (1876-1885).; The group of the Almanach Litterario of São Paulo: paradigms of the republican sociability in the times of the propaganda (1876-1885).

Menezes, Roni Cleber Dias de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/05/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.14%
Este trabalho visou a recompor as trajetórias dos integrantes de um determinado grupo sócio-político-cultural, que se formou ao longo da segunda metade do século XIX, na então província de São Paulo, grupo esse que se constituiu pelo entrecruzamento de complexas redes de sociabilidade estruturadas no interior de diversos microclimas que abrigaram sua atuação pública. A percepção da existência de tal grupo, no qual se contavam importantes líderes da propaganda republicana paulista, deu-se por meio tanto da recuperação de itinerários individuais de seus integrantes (em que se misturam as redes responsáveis pela sua socialização), quanto da investigação a respeito do modo como eles se inseriam nesses microclimas, a saber: a Academia de Direito de São Paulo, os jornais Gazeta de Campinas e A Província de São Paulo, o Partido Republicano Paulista e o Almanaque Literário de São Paulo (ALSP). Dentre estes, destacamos sua participação no ALSP, publicação informativa do último quartel do século XIX editada pelo tipógrafo português José Maria Lisboa, um dos membros do grupo. A escolha desse locus como plataforma privilegiada de observação das redes de sociabilidade que dão forma ao grupo de republicanos se justifica em função de dois aspectos: em primeiro lugar...

O mito da "segunda vida": sociabilidade virtual no Second Life; The myth of "second life": virtual sociability in Second Life

Mancini, Pedro Felipe de Andrade
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.14%
O presente estudo visou investigar as estratégias interativas, de manipulação de impressões e de gerenciamento de identidades vigentes no ambiente de sociabilidade de Second Life, um mundo virtual determinado. Nele, indivíduos munem-se de inúmeras ferramentas para administrar a exposição de informações pessoais, o que proporcionaria elevado controle sobre a impressão causada nos demais. A pesquisa compôs-se de uma observação participante em um primeiro momento e posteriores entrevistas com adeptos, selecionados a partir de uma metodologia do tipo bola-de-neve. A análise das regras e táticas de sociabilidade do ambiente em questão deu-se à luz de interpretações sociológicas de Erving Goffman, Georg Simmel e, em menor medida, Pierre Bourdieu. Por meio delas, conceitos como o de manipulação de impressões, cuidado com a face, sociabilidade e coquetismo foram aplicados e adaptados para a compreensão do fenômeno. Após a etapa exploratória, buscou-se situar os valores e mecanismos sociais percebidos em Second Life com relação à sociedade contemporânea fora das telas do computador, conforme apreendida por proeminentes autores atuais como Ulrich Beck, Mike Featherstone e Kenneth Gergen. A partir deles, aplicou-se a visão da liberdade precária...

Estudo de caso:sociabilidade entre os beneficiados pelo Programa de Alimentação do Trabalhador em uma empresa no município Rio Grande da Serra; Case study: sociability among the beneficiaries of the Worker Food Program at a company in the city Rio Grande da Serra

Silva, Zoraia Moura da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.14%
INTRODUÇÃO: O ato de se alimentar é complexo, sofrendo influência de diversos fatores. O Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT) foi criado pela Lei 6.321, de 14/4/1976. Considerando a importância da sociabilidade ao se alimentar, é factível afirmar que estudos que analisam a sociabilidade em Políticas Públicas que atuam na alimentação são importantes para o delineamento dos programas. OBJETIVOS: Verificar se existe uma relação entre o ato de se alimentar no trabalho e a sociabilidade entre os beneficiados de uma empresa que faz parte do PAT na modalidade autogestão. METODOLOGIA: Foi realizado um estudo de caso exploratório em uma empresa cadastrada no PAT na modalidade de autogestão, localizada no município Rio Grande da Serra. Como instrumento para a coleta dos dados, optou-se por análise documental, entrevista aberta com a nutricionista, bem como entrevista estruturada com os trabalhadores. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Para a análise dos dados, realizou-se uma triangulação dos resultados. Aceitaram participar da entrevista 294 trabalhadores, compondo 54 por cento dos 543 trabalhadores daquela fábrica. Os cargos ocupados eram na grande maioria operacionais, incluindo operador de máquina de produção (64...

Rotinas digitais de comunicação pessoal : internet e sociabilidade contemporânea

Gehrke, Mirian Inez Engel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
Esta dissertação aborda implicações das alternativas de comunicação oferecidas pela Internet na sociabilidade contemporânea. Para este estudo, foi desenvolvida pesquisa junto a usuários da Rede. A pesquisa Rotinas Digitais de Comunicação Pessoal buscou identificar alterações nas formas de comunicação interpessoal e mudanças nas rotinas comunicacionais do sujeito propiciadas por estas novas formas de comunicação, além de verificar implicações destas mudanças nas relações interpessoais. O suporte teórico da dissertação abordou aspectos referentes a tecnologia, informação, comunicação e sociabilidade, buscando subsídios teórico-metodológicos para a compreensão de características da sociabilidade contemporânea importantes para o alcance dos objetivos estabelecidos. Os resultados da investigação indicam que as novas alternativas para comunicação disponibilizadas pela Internet estão alterando as práticas comunicacionais dos indivíduos, incluindo no seu cotidiano rotinas digitais para o acesso à informação e aos meios de comunicação, para trabalho e para relacionamento social.

A Teia sócio-digital, chat moo e a sociabilidade contemporânea

Pereira, Vanessa Andrade
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
As novas tecnologias de comunicação digital têm possibilitado aos seus usuários espaços diversificados para experienciar o cotidiano das relações sociais. Partindo desse pressuposto, este trabalho pretende analisar uma nova forma de sociabilidade que surge na contemporaneidade: a sociabilidade mediada por computador. Para tanto, estuda-se um chat da Internet denominado CpdeeMOO (um tipo de MUD). A proposta é investigar as implicações de um novo modelo de comunicação na constituição de identidades, na noção de individualismo, e configuração de uma forma específica de sociabilidade, num espaço diferenciado, o ciberespaço, bem como sua importância no processo de subjetivação do sujeito. Os conceitos de sociabilidade e performance aparecem como conceitos centrais para analisar esta nova forma de interação. Trata-se de um trabalho de cunho qualitativo, baseado na teoria e metodologia da antropologia da performance e antropologia urbana. Os dados foram adquiridos através de etnografia virtual, pesquisa de campo, entrevista aberta e uso de arquivos log. A pesquisa analisa algumas características particulares deste tipo de sociabilidade como, as múltiplas identidades, a rede social, o discurso da comunidade, performance através da interface textual...

A sociabilidade nas salas de cinema da cinelândia porto-alegrense retratada na Revista do Globo na década de 40 (1940-1949)

Peck, Rafael da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
O cinema se impôs como elemento formador do espaço urbano das grandes cidades. As majestosas salas de cinema foram erguidas em todas as capitais do Brasil, sendo fruto do interesse coletivo. Em Porto Alegre elas se situaram inicialmente na Rua da Praia, lugar onde se reunia a elite da capital gaúcha, para o footing, conversas em cafés e confeitarias e assistir as exibições de filmes Esse lugar foi chamado de Cinelândia Porto-Alegrense. O mercado exibidor chegou ao seu apogeu na década de 40 graças ao apoio das distribuidoras cinematográficas e a predileção do porto-alegrense pelo cinema como atividade de lazer. O público burguês, principal personagem do ambiente moderno da Cinelândia, viveu o espetáculo da rua, no Centro de Porto Alegre, tendo como cúmplice a Revista do Globo, publicação que apoiava o ideal modernizador e servia como divulgador a dos ideais burgueses da época. Com o objetivo de Analisar como a sociabilidade nas salas de cinema da Cinelândia porto-alegrense era retratada nas páginas da Revista do Globo analisamos os textos e imagens nas edições entre janeiro de 1940 e dezembro de 1949. Procuramos entender como a mudança no viver urbano, propiciada pela Cinelândia, era retratada na mídia local...

Múltiplas trajetórias juvenis em Guarapuava: territórios e redes de sociabilidade

Turra Neto, Nécio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 526 f. : il. + mapas
POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Geografia - FCT; O objeto desta tese centra-se na apreensão e análise da sociabilidade juvenil no meio urbano, considerando o tempo, o espaço, as redes e os territórios. A abordagem, por isso, tem como foco o processo de constituição de um lugar, ao longo do tempo e como as práticas e espaços de sociabilidade disponíveis foram se transformando no processo, ou sendo alteradas pelas próprias transformações na sociedade local, sempre em articulação com contextos relacionais mais amplos. Para desenvolver essa perspectiva analítica, aborda-se, primeiramente, diferentes gerações (de 1950 e 1970) que viveram sua juventude na cidade, tendo-se como procedimento metodológico o trabalho com a memória. Num segundo momento, procura-se considerar a contemporaneidade da sociabilidade juvenil na cidade, pensando nos múltiplos processos que estão envolvidos na constituição das redes de sociabilidade. Para isso, trabalha-se a partir de duas culturas juvenis transterritoriais, que ganharam condições de possibilidade na cidade, que se ampliou e fragmentou ao longo do tempo. Tratam-se das culturas juvenis punk e hip-hop. Estas também são abordadas a partir da memória...

Pátria livre, meu roçado : sociabilidade e configuração social em assentamentos rurais; Pátria livre, the peasants place : sociability and social setting on the rural settlement

Vanderci Benjamin Ruschel
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.07%
Pela análise das formas de sociabilidade e da configuração social do espaço de vida Assentamento Pátria Livre em Vitória da Conquista (Bahia), compreendemos as motivações dos atores sociais que se integram na luta pela terra. Em entrevistas com assentados e lideranças, observação de campo, aliadas ao estudo da formação sócio-histórica regional, identificamos que as formas de sociabilidade e a configuração social em desenvolvimento no Assentamento Pátria Livre sãos sínteses resultantes da interação entre as motivações dos assentados, fundadas no habitus camponês e o modelo de organização social e política do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Essas duas visões de mundo compõem uma convergência instável, complementar e contraditória. Os assentados, orientados pelo habitus, buscam a terra para reproduzir a condição de vida registrada em suas memórias, mas, em "Movimento", necessitam assimilar novas práticas sociais e políticas nem sempre convergentes com suas próprias motivações. No assentamento as contradições entre os desejos dos assentados e as concepções de vida e a dinâmica sócio-política do MST começam a se manifestar: os camponeses querem cessar de se movimentar e viver no sossego da terra da família...

Sociabilidade legal

Kalsing, Rejane Margarete Schaefer
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.45%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, Florianópolis, 2011; O tema da presente tese é a sociabilidade legal enquanto ligação entre sociabilidade e direito em Kant. O conceito de sociabilidade legal ocorre propriamente, e somente, no § 60 da Crítica da faculdade do juízo, a KU. Kant não chega a defini-la, se limita a dizer que é por ela que um povo constitui uma coletividade duradoura e que ela lutou para unir liberdade e coerção. Nesse sentido, Valerio Rohden, no artigo intitulado Sociabilidade legal uma ligação entre direito e humanidade na 3ª Crítica de Kant, texto que servirá como uma espécie de chave de interpretação de Kant ao longo desta tese, vai conceber a sociabilidade legal como a capacidade e disposição de se deixar guiar por princípios do Direito e, por conseguinte, como um pré-requisito para uma constituição política, ambiente no qual, conforme Kant, todas as disposições humanas podem ser desenvolvidas. Busca-se mostrar, de uma maneira geral, que o conceito de sociabilidade legal, apesar de ocorrer somente no § 60 da KU, perpassa outras obras no sentido de ser a própria compreensão de Kant nessas obras do termo sociabilidade...

Nos bares da cidade : lazer e sociabilidade em Brasília

Barral, Gilberto Luiz Lima
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.26%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2012.; O bar, em determinado espaço e tempo, aparece como lugar do advento da opinião pública, como um lócus de experiências e conhecimentos das coisas pela vivência e/ou observação, transformando-se em local de conversas e práticas de lazer políticas e culturais. Neste sentido, esta tese de doutorado se situa no campo de estudo das formas de sociabilidade propiciadas pelas práticas de lazer. O objetivo é observar determinada prática de lazer, particularmente no bar, com a finalidade de produzir uma sociologia do cotidiano e uma sociologia do lazer e da cultura. Investiga-se a organização e o funcionamento do bar, buscando compreender que sociabilidade se desenvolve em determinados bares de Brasília e, ainda, apresentar as redes de interdependência que envolvem e propiciam formas de ocupação e uso dos espaços da cidade. Com esta perspectiva, o objeto de estudo da tese construiu- se em torno do pensar o espaço do lazer e as formas de sociabilidade envolvidas nessas práticas em bares como configurador de uma sociabilidade específica...

Moralidade e sociabilidade em Frankl: um norte para superação da violência

Moreira,Jacqueline de Oliveira; Abreu,Anderson Kerley Chaves de; Oliveira,Marina Clemente de
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.07%
O presente texto tem por finalidade apresentar, de maneira introdutória, os conceitos de violência, moralidade e sociabilidade dentro da concepção existencial-humanista de Frankl. Segundo sua concepção, a violência é um empobrecimento e uma descaracterização do humano; portanto, ela é desumanizadora. Em sua ótica antropológica humanista, a superação da violência deve ser concebida pela via da autotranscendência, isto é, por meio da superação de uma existência egoísta. É na experiência da moralidade e da sociabilidade que o homem pode desvelar o sentido que a alteridade confere à sua vida. É, portanto, sedimentando sua existência na autotranscendência que o humano encontra sua realização. Assim, o homem pode realizar suas potencialidades na autotranscendência quando encontra um sentido fora de si mesmo, no encontro autêntico com o outro que permite a sociabilidade, garante a conduta moral e ultrapassa a dimensão da violência.

Vem do bairro do Jurunas: sociabilidade e construção de identidades entre ribeirinhos em Belém-PA

Izabel Rodrigues, Carmem; Salete Barbosa Cavalcanti, Josefa (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.07%
Este trabalho visa analisar, a partir de diversas formas narrativas (orais, textuais, visuais) produzidas no espaço da cidade, algumas práticas culturais cotidianas consideradas significativas por seus usuários coletivos. Focaliza as festas populares, especialmente o carnaval das escolas de samba, as festas juninas e as festas religiosas em homenagem aos santos do catolicismo popular, muitos deles sincretizados e incorporados às festas de caboclo, umbanda ou mina, realizadas periodicamente por moradores do bairro do Jurunas, um dos bairros mais antigos e populosos da cidade de Belém-Pa. Tomando a cidade contemporânea como um contexto onde se produzem formas e processos que articulam o global e o local, o tradicional e o moderno, o urbano e o rural, e tomando a localidade do bairro como palco da vida cotidiana (de Certeau, 1994), analisaremos modos de sociabilidade e construção de identidades em espaço urbano entre moradores do bairro do Jurunas, através de suas tradições festivas produzidas e compartilhadas pelos moradores, dinamizadas pela ação coletiva. Para viver a cidade e, portanto, conquistar um lugar na modernidade, migrantes de origem ribeirinha colocam em operação redes de relações, a partir das quais organizam práticas coletivas de uso...

Vem do bairro do Jurunas: sociabilidade e construção de identidades entre ribeirinhos em Belém-PA

Izabel Rodrigues, Carmem; Salete Barbosa Cavalcanti, Josefa (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.07%
Este trabalho visa analisar, a partir de diversas formas narrativas (orais, textuais, visuais) produzidas no espaço da cidade, algumas práticas culturais cotidianas consideradas significativas por seus usuários coletivos. Focaliza as festas populares, especialmente o carnaval das escolas de samba, as festas juninas e as festas religiosas em homenagem aos santos do catolicismo popular, muitos deles sincretizados e incorporados às festas de caboclo, umbanda ou mina, realizadas periodicamente por moradores do bairro do Jurunas, um dos bairros mais antigos e populosos da cidade de Belém-Pa. Tomando a cidade contemporânea como um contexto onde se produzem formas e processos que articulam o global e o local, o tradicional e o moderno, o urbano e o rural, e tomando a localidade do bairro como palco da vida cotidiana (de Certeau, 1994), analisaremos modos de sociabilidade e construção de identidades em espaço urbano entre moradores do bairro do Jurunas, através de suas tradições festivas produzidas e compartilhadas pelos moradores, dinamizadas pela ação coletiva. Para viver a cidade e, portanto, conquistar um lugar na modernidade, migrantes de origem ribeirinha colocam em operação redes de relações, a partir das quais organizam práticas coletivas de uso...

Territorialidade e sociabilidade nos espaços livres dos assentamentos populares: o caso da ZEIS do Poço da Panela, Recife, PE

Carvalho de La Mora, Cecilia; Lucia Mayrinck de Oliveira Melo, Vera (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.14%
O presente trabalho busca analisar os espaços livres localizados nos assentamentos populares e em seus entornos, tendo como estudo de caso a ZEIS do Poço da Panela, inserida em um bairro de mesma denominação, cuja principal característica é a grande desigualdade social existente entre os moradores da ZEIS e o restante da população do bairro. Tem como objetivo verificar se tais espaços podem ser considerados públicos ou não, a partir de duas categorias de análises: os territórios formados nestes espaços sendo apropriados por determinados grupos sociais, podendo estes interagir entre si ou não, e a sociabilidade vivenciada nos mesmos, com enfoque maior nos usos existentes e nas relações estabelecidas entre os moradores da ZEIS, mais pobres, e os moradores de outros setores do bairro de maior poder aquisitivo. Partiuse da hipótese de que os pobres são os maiores usuários dos espaços livres, devido à exigüidade de suas casas e, conseqüentemente, à maior necessidade de permanecer nestes espaços, enquanto os moradores de poder aquisitivo mais alto vivem enclausurados, cada vez mais distantes dos contatos e interações diretas que no passado eram efetivadas nos espaços livres públicos. A configuração da cidade contemporânea agrava ainda mais esta situação e faz romper os laços de sociabilidade antes existentes entre as pessoas de diferentes níveis sociais nestes espaços. Para viabilidade deste estudo foi necessário um embasamento pluridisciplinar...

Trabalho e sociabilidade em espaços rurais : os tabalhadores da fruticultura do Platô de Neópolis

Maria da Mota, Dalva; Salete Barbosa Cavalcanti, Josefa (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.14%
O objetivo deste estudo é analisar a relação entre trabalho e sociabilidade no Platô de Neópolis, uma das regiões agroindustriais de produção de frutas do Nordeste brasileiro. A tese revela que os processos de produção de frutas no Platô estão estruturados em sistemas modernos de produção que se viabilizam com base nas relações que combinam elementos da estrutura anterior - trabalhadores de origem local, provenientes da agricultura familiar e participantes de redes de interconhecimento preexistentes - com modernas formas de gestão. As estratégias das empresas e dos trabalhadores influenciam na permanência dos trabalhadores oriundos da agricultura familiar nos novos espaços de produção, sendo ilustrativas da diversidade de situações vivenciadas na produção de frutas. Os procedimentos metodológicos utilizados inserem-se na abordagem qualitativa, através do acompanhamento mensal dos trabalhadores e das empresas, estudo de caso, análise de trajetórias, histórias de vida e observação de situações de trabalho e do dia-a-dia nos povoados. A pesquisa foi realizada no período de 1998 a 2002. Os dados foram analisados a luz do debate sobre o trabalho e a sociabilidade na teoria sociológica clássica e contemporânea no contexto da globalização dos sistemas agro-alimentares. As conclusões confirmam que as relações preexistentes permeiam os novos processos de produção de frutas...

Espaço público e sociabilidade urbana: apropriações e significados dos espaços públicos na cidade contemporânea

Cerqueira, Yasminie Midlej Silva Farias
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
Study public space is studying the city and its dynamics through a representation point. The changes that are observed in these spaces and in the relations established there, or with it, are related to changes that occurred in the city as a whole, in the urban way of living. Study public space allied to urban sociability permits an even better focus on this relation between people in these spaces and with the spaces and in the consequences and fragile aspects this relation can impose to people and cities. This work is aimed towards this relation between public space and urban sociability. Through a conceptual/theoretical discussion aims, specifically, comprehend how to establish and what is the relation between urban space and urban sociability (appropriation/perception of place, tendencies of seclusion), from an isolated analysis of each one of these themes in the contemporaneous city. The Brazilian public space has peculiar characteristics, arising from its historical process of construction, also influenced by the public sphere fragile construction that permeates it, as well as more recent variables such as the sensation of insecurity and commodification of these places. The urban sociability influences and is influenced along all this process of significance and reframing of the public space. The conceptual discussion about each isolate variable provides the necessary coverage for discussion and analysis of the relation between them and the consequence of this relation in the city...

Batidas intensas : corpo e sociabilidade nas festas de música eletrônica em Natal

Neves, Thiago Tavares das
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
The significance of the body in electronic music parties as a sign for communicating and socializing among participants is the focus of this work. Qualitative research undertaken in this study seeks to investigate how sociability happens at raves and nightclubs in Natal/RN. Sociability is understood here as a play expression involving the dimensions of music, dance and party; the body, seen from a transdisciplinary approach, is understood as a symbolic instance, with its own meanings, as a result and a producer of social and as a cross between the cultural and the biological. The body has a communicative potential, is primary media. An intersection point between nature and culture, it serves as the seat of emotions and sociability, since it is through it that social relations are made. In electronic music parties, the body is interpreted based on its communication signs: clothing, accessories, body movements, tactile contact, body language, interactions between the public and dj, the dj and the public, gestures, expressive speech of emotions. Through such signs, body communication and a sense of community among participants develop sociability in the festive place and change the mood of the dancers. The Natal s electronic music parties young goer interacts on parties...

Medo e violência na cidade: imagens, discursos e sociabilidade nas praças de João Pessoa - PB

Campos, Ricardo Bruno Cunha
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais; Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
The present work analyses and discusses the sociability in the culture of contemporary cities focusing on the theme of fear and violence in the daily life of squares in the city of João Pessoa-PB. We analyse the relations between places in town and make correlations of history and setting of neighborhoods with the process of urban growth, including recent interventions of public authorities in their public spaces. We observed in this dynamics social attitudes and actions that range from a desired peaceful coexistence to social exclusion. Thus, we discuss, based upon the imaginary vision, that the squares exist as a locus of equality, citizenship and political, and, also, as a space for everyone, despite the existence of symbolic forces working towards segregation and privatization, ruled in fear and violence. We aimed to investigate the different symbolic logics from the issue of fear and violence that allows the exclusion and the inclusion of groups and individuals in the quotidian use of public spaces of contemporary cities. We believe that the social action is demarcated by violence ant its corollary, the social fear, and operates based on the logic of a relational game always confrontational but experienced in different forms according to the social segment or group under study. We used a qualitative and quantitative methodology relating data and statistical analysis with categories created for the understanding of subjective factors. Our analyses combined ethnographic elements...

Trabalho e lazer: os espa??os de sociabilidade relacionados com ambientes fabris da regi??o da col??nia de Pelotas (1950-1970)

Maciel, Lu??sa Lacerda
Fonte: Universidade Federal de Pelotas Publicador: Universidade Federal de Pelotas
Tipo: Trabalho em Andamento
OTHER
Relevância na Pesquisa
37.14%
O presente trabalho busca analisar a rela????o entre trabalho e sociabilidade na regi??o da Col??nia de Pelotas, buscando-se identificar esses espa??os de sociabilidade, bem como compreender de que forma est??o relacionadas diretamente ao trabalho fabril. Do per??odo referente ao aparecimento das f??bricas de car??ter artesanal, Bach (2009) constata que a sociabilidade entre os trabalhadores fabris e suas fam??lias era ???ponto alto???. Para esta pesquisa, ser?? usado o recurso da ???hist??ria oral???, bem como a pesquisa em locais que apresentem a documenta????o referente ?? espa??os de sociabilidade p??blica, como por exemplo par??quias da regi??o que trazem informa????es sobre os sal??es comunit??rios.

Jovens migrantes na metrópole de goiânia: práticas espaciais, (re)territorializações e redes de sociabilidade; Migrant youth in metropolis of Goiânia: spatial practices, territorialization and social networks

Paula, Flávia Maria de Assis
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
This study sought to investigate the ways by which youth, given their daily dynamics, spatial practices and social networks, territorialize, identify with and take ownership of Goiânia. The main goal of our research was to analyze the territorialization of the migrant youth in metropolis of Goiânia, considering its spatiality and socio-spatial urban segregation. We also sought to characterize the socio-economic profile of our subjects and to map the major states/regions from which they migrated. In addition, we identified their daily spatial practices (work, leisure, school etc.), social networks (friends from school/church/work and family) and major factors and agents contributing or blocking the subjects’ territorialization process. We also performed a documental research to “reconstruct” Goiânia’s migration and production (occupation) process using public archives (City Hall, IBGE, etc.). We performed a review of the literature regarding the migration process as well the relevant aspects of its manifestations in the urban space. We also considered concepts and categories relevant to our research question such as youth, spatial practices, sociability, territorialization, and social-spatial segregation.The field research was done through the administration of questionnaires to public state school students...