Página 1 dos resultados de 12040 itens digitais encontrados em 0.015 segundos

INHIBITION OF GUANYLYL CYCLASE RESTORES NEUTROPHIL MIGRATION AND MAINTAINS BACTERICIDAL ACTIVITY INCREASING SURVIVAL IN SEPSIS

PAULA-NETO, Heitor A.; ALVES-FILHO, Jose C.; SOUTO, Fabricio O.; SPILLER, Fernando; AMENDOLA, Rafael S.; FREITAS, Andressa; CUNHA, Fernando Q.; BARJA-FIDALGO, Christina
Fonte: LIPPINCOTT WILLIAMS & WILKINS Publicador: LIPPINCOTT WILLIAMS & WILKINS
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.87%
Sepsis results from an overwhelming response to infection and is a major contributor to death in intensive care units worldwide. In recent years, we and others have shown that neutrophil functionality is impaired in sepsis. This correlates with sepsis severity and contributes to aggravation of sepsis by precluding bacterial clearance. Nitric oxide (NO) is a major contributor to the impairment of neutrophil function in sepsis. However, attempts to inhibit NO synthesis in sepsis resulted in increased death despite restoring neutrophil migration. This could be in part attributed to a reduction of the NO-dependent microbicidal activity of neutrophils. In sepsis, the beneficial effects resulting from the inhibition of soluble guanylyl cyclase (sGC), a downstream target of NO, have long been appreciated but poorly understood. However, the effects of sGC inhibition on neutrophil function in sepsis have never been addressed. In the present study, we show that TLR activation in human neutrophils leads to decreased chemotaxis, which correlated with chemotactic receptor internalization and increased G protein-coupled receptor kinase 2 expression, in a process involving the NO-sGC-protein kinase G axis. We also demonstrate that inhibition of sGC activity increased survival in a murine model of sepsis...

Influência dos níveis séricos de bilirrubina sobre a ocorrência e a evolução da sepse neonatal em recém-nascidos pré-termo com idade gestacional menor que 36 semanas; Influence of serum bilirubin levels on the occurrence and course of neonatal sepsis in preterm infants younger than 36 gestational age weeks

Aguiar, Claudio Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/07/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.93%
INTRODUÇÃO: nos recém-nascidos, diversos componentes das defesas antioxidantes têm se mostrado deficientes. A bilirrubina possui potente ação antioxidante podendo compensar a deficiência dos demais componentes. Essa ação é potencializada pela biliverdina redutase. Esse estudo teve como objetivo identificar o efeito protetor da bilirrubina sobre a sepse neonatal em recém nascidos prematuros. MÉTODOS: estudo de coorte realizado em duas UTI neonatais. Participaram recém-nascidos com idade gestacional inferior a 36 semanas e peso de nascimento entre 750 e 1750 g. As determinações da bilirrubina e da carbonil proteína fizeram-se: a) ao nascimento b) com três dias c) com sete dias e d) com 14 dias de vida. Utilizou-se o teste t de Student nas comparações entre médias. Com as medidas de bilirrubina com três dias foi construída curva ROC. O ponto de inflexão dessa curva separou um grupo exposto a níveis altos de outro (controle) com níveis baixos de bilirrubina. Determinou-se Risco Relativo e intervalo de confiança de 95%. Para variáveis categóricas, utilizou-se o teste do Qui quadrado. A significância estatística foi α=5%. RESULTADOS: o estudo incluiu 53 pacientes. Sepse foi confirmada por hemocultura em 24 pacientes (45...

Hormônios tireoidianos em recém-nascidos a termo com sepse neonatal; Thyroid hormones in full-term newborn infants with neonatal sepsis

Silva, Maria Helena Baptista Nunes da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.9%
Recém-nascidos com sepse apresentam sintomas clínicos e alterações laboratoriais por tempo e gravidade variáveis. A sepse neonatal pode comprometer diversos tecidos e modificar a ação das enzimas, incluindo a desiodase tipo 1, responsável pela formação do T3 plasmático a partir do T4 nos tecidos periféricos. Além disso, em certos períodos da doença, pode haver uma ação reduzida do T4 em níveis teciduais. Estas alterações são identificadas como Doença Não Tireoidiana, e pouco se conhece sobre ela no período neonatal. Os objetivos deste estudo foram determinar os níveis séricos dos hormônios tireoidianos em recém-nascidos a termo durante a sepse e a convalescença, verificando a presença da Doença Não Tireoidiana e determinando seus padrões na sepse de curta duração, na sepse prolongada e no choque séptico. Foram estudados 28 recém-nascidos a termo com sepse, 12 com duração prolongada por mais de oito dias e 15 com choque séptico. Os recém-nascidos que tiveram sepse prolongada foram os que apresentaram maior perda de peso desde o nascimento até o início da doença, média de 21 dias, e que tiveram culturas positivas para fungos. Doença Não Tireoidiana foi encontrada em 60,7% dos casos, prevalente nos recém-nascidos com sepse de prolongada duração...

Remodelamento do complexo de glicoproteínas associadas à distrofina, do disco intercalar e das proteínas contráteis no coração de camundongos submetidos à sépsis induzida por ligação e perfuração do ceco; Remodeling of dystrophin-glycoprotein complex, intercalated disk proteins, and contractile proteins in the hearts of mice subjected to sepsis induced by cecal ligation and puncture.

Celes, Mara Rubia Nunes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.91%
A sépsis e o choque séptico representam uma síndrome complexa de intensa resposta inflamatória sistêmica, com múltiplas anormalidades fisiológicas e imunológicas, comumente causadas por infecção bacteriana. A principal conseqüência dessa resposta é o comprometimento de muitos órgãos e tecidos. A disfunção cardíaca, decorrente de um prejuízo na contratilidade miocárdica, tem sido reconhecida como um fator importante que contribui para os altos índices de mortalidade observados na sépsis. Dados recentes do nosso laboratório indicam que alterações estruturais no miocárdio podem ser responsáveis pela disfunção cardíaca observada na sépsis. Considerando que a maquinaria contrátil interna das miofibras deve permanecer intimamente conectada com a membrana e a matriz extracelular, o presente estudo foi proposto para avaliar alterações nas comunicações intercelulares e acoplagem mecânica entre os cardiomiócitos vizinhos e avaliar a expressão de proteínas do arcabouço celular e da matriz extracelular (especificamente a laminina-?2) durante a sépsis grave. Nossos resultados mostraram que há uma diminuição na expressão das proteínas envolvidas na formação das gap junctions (conexina43) e junções aderentes (N-caderina)...

Estudo da homeostase dos mediadores pró-inflamatórios e antiinflamatórios na sepse neonatal; A Study of the homeostasis of the pro-inflammatory and anti-inflammatory mediators in neonatal sepsis

Cianciarullo, Marco Antonio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.88%
Objetivos: Avaliar a utilidade dos mediadores pró-inflamatórios (TNF-alfa, IL-1 beta e IL-6), dos mediadores antiinflamatórios (IL-10 e IL-1Ra) e da Proteína C reativa (PCR) para o diagnóstico na sepse neonatal; verificar se os valores séricos isolados ou a relação entre IL-6 e IL-1Ra têm valor preditivo de gravidade, na evolução clínica da doença; determinar se a homeostase entre os mediadores pró-inflamatórios e antiinflamatórios e a PCR definem o prognóstico da doença. Casuística e métodos: Foram incluídos no estudo 31 recém-nascidos (RN) internados na UCINE ou no Hospital Universitário com diagnóstico de sepse, baseado em critérios clínicos e laboratoriais. Os RN com diagnóstico de sepse foram subdivididos em dois grupos de acordo com a evolução clínica: grupo sepse: os que tiveram boa evolução e grupo sepse grave, os que tiveram evolução complicada por choque séptico e/ou CIVD e/ou FMOS e/ou óbito. Além dos exames de rotina para sepse, forma mensurados nos dias 0, 3 e 7 de evolução a partir do diagnóstico, os níveis séricos de TNF-alfa, IL-1 beta, IL-6, IL-10 e IL-1Ra. Resultados: Na análise evolutiva geral, todos os mediadores inflamatórios apresentaram mensuração elevada no dia do diagnóstico (dia 0)...

Potencial evocado auditivo de tronco encefálico em gerbils submetidos à isquemia e sepse; Auditory brainstem response in gerbils submitted to ischemia and sepsis

Lima, Janaina Patrício de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.88%
Introdução: O Acidente Vascular Cerebral do tipo isquêmico é um quadro clínico que afeta milhares de pessoas no mundo. Como resultado dessa injúria observamos morte neuronal, e no decorrer natural de recuperação, o indivíduo pode desenvolver a sepse. A sepse é uma resposta inflamatória sistêmica que pode levar o indivíduo a morte. No seu desenvolvimento há a produção de diversas citocinas que caracterizam o processo inflamatório no organismo. Para avaliar as condições clínicas de um paciente com esse quadro o Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico (PEATE) pode ser útil,uma vez que ele não é um procedimento invasivo, sua técnica é rápida e pode ser feita à beira do leito. Porém, por outro lado, o PEATE pode ser sensível ao uso de alguns anestésicos. Objetivos: Fazer análise das citocinas IL-6, IL-10 e TNF- no decorrer da sepse; verificar os valores de latência do PEATE em gerbils submetidos à isquemia e sepse; e verificar a influência do anestésico ketamina associado à xilazina nos valores do PEATE desses animais. Método: Foram coletados os PEATEs de 72 gerbils machos adultos que foram divididos em 6 grupos, a saber: controle, sepse, isquemia, sham, isquemia com sepse e sham com sepse. Para a indução de sepse foi aplicado Lipopolissacarídeo (LPS) intraperitoneal nos gerbils. Os animais foram anestesiados antes das coletas com ketamina associada à xilazina...

Efeito renoprotetor da estatina em modelo experimental de lesão renal aguda induzida por sepse; Renoprotective effect of statins in experimental model of sepsis induced acute kidney injury

Santos, Franciele do Nascimento
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.88%
A sepse é uma das síndromes clínicas mais frequentes em unidades de terapia intensiva (UTI), enquanto que a lesão renal aguda (LRA) é uma complicação comum da disfunção de múltiplos órgãos (DMOs) causada pela sepse. Os mecanismos fisiopatológicos envolvidos na LRA por sepse são a hipoperfusão glomerular, as alterações microvasculares e a liberação de espécies reativas de oxigênio (EROs). Nesse contexto, o efeito antioxidante da estatina pode ser considerado. O objetivo desse estudo foi investigar a repercussão da sepse e o efeito da sinvastatina sobre a função renal dos ratos. Foram utilizados ratos Wistar, adultos e machos, pesando entre 250-300 gramas. Os animais foram distribuídos nos grupos: SHAM (controle da sepse); SHAM + Estatina (0,5 mg/kg de sinvastatina por gavagem, uma vez ao dia, durante cinco dias); Sepse (laparatomia para ligadura e punção de cécum - LPC); Sepse + Estatina (tratamento com sinvastatina e LPC). Foram avaliados os parâmetros fisiológicos (peso corporal, temperatura corporal e glicemia capilar), a presença de micro-organismos no líquido peritoneal, a função renal (clearance de creatinina, método Jaffé), os metabólitos oxidativos (peróxidos urinários - FOX-2 e substâncias reativas com o ácido tiobarbitúrico - TBARS)...

Desenvolvimento de um marcador molecular para o diagnóstico e monitoramento da sepse neonatal bacteriana; Development of a molecular marker for diagnosis and monitoring of neonatal bacterial sepsis

Stranieri, Inês
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.88%
A sepse bacteriana constitui a causa mais frequente de óbitos neonatais, e seu diagnóstico é complexo devido à inexistência de um teste laboratorial definitivo. O presente estudo desenvolveu uma técnica de amplificação quantitativa (qPCR) do gene 16S rDNA de bactérias tanto para o diagnóstico de sepse neonatal, quanto para avaliar se a qPCR é capaz de monitorar o tratamento. Para ser recrutado o RN deveria apresentar ao menos dois sinais/sintomas sugestivos de sepse, e dois parâmetros laboratoriais alterados. Amostras de sangue foram colhidas no tempo zero (suspeita de sepse), 48 horas e sete dias após o início da antibioticoterapia. Foram analisados 73 RN (21 RNT e 52 RNPT) com suspeita de sepse neonatal. A hemocultura foi positiva em 32 RN (43,8% - sepse confirmada) e negativa em 41 (56,2% - sepse clínica), enquanto a qPCR foi positiva em 65 RN (89%) e negativa em oito casos (11%). Dentre os 32 RN com sepse confirmada (11 RNT e 21 RNPT), neutrofilia foi encontrada em 22 (68,75%), CRP elevada em 21 (65,62%), plaquetopenia em 15 (46,87%) e leucopenia em 14 (43,75%). Foram analisadas 200 amostras dos 73 casos suspeitos, considerando os três tempos de coleta, resultando em 36 hemoculturas positivas (18,0%) e 135 qPCR positivas (67...

Soro de animais submetidos à sépsis grave ou infectados experimentalmente com o Trypanosoma cruzi induz perda da distrofina em culturas de cardiomiócitos: o papel da ativação e bloqueio da calpaína; Serum from animals subjected to severe sepsis or experimentally infected with Trypanosoma cruzi induces dystrophin loss in cardiomyocytes cultured: role of calpain activation and blocked

Malvestio, Lygia Maria Mouri
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.96%
O complexo distrofina-glicoproteínas associadas (DGC) localiza-se no sarcolema das células musculares esqueléticas e cardíacas e tem como função principal proporcionar ligação mecânica entre o citoesqueleto intracelular e a matriz extracelular. Estudos prévios realizados em nosso laboratório, focalizando o complexo DGC, demonstraram perda de proteínas importantes desse complexo. As situações avaliadas anteriormente foram: infecção experimental por Trypanosoma cruzi (T. cruzi) e sépsis experimental. Em ambas as situações verificou-se a perda da distrofina acompanhada por disfunção contrátil e aumento nos níveis da calpaína, protease dependente de cálcio implicada na proteólise da distrofina. Todavia, o mecanismo responsável pela ativação das calpaínas e proteólise da distrofina na infecção experimental por T. cruzi e na sépsis experimental não está totalmente definido. O objetivo desse trabalho foi avaliar in vitro o mecanismo responsável pela ativação das calpaínas nas culturas de cardiomiócitos desafiadas com o soro dos animais infectados experimentalmente com T. cruzi ou com o soro dos animais submetidos à sépsis grave experimental. Camundongos C57BL/6 foram submetidos à sépsis grave ou infectados com a cepa Y de T. cruzi. No pico de expressão das citocinas pró-inflamatórias...

Etiologia e manifestações clínicas e evolutivas da sepse em crianças e adolescentes internados em unidade de terapia intensiva; Etiology, clinical manifestations and outcome of sepsis in children and adolescents admitted to intensive care unit

Taís da Costa São Pedro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
36.87%
Introdução: A sepse ainda representa a principal causa de mortalidade em crianças. As complicações e a sobrevida na sepse dependem do diagnóstico precoce, do tratamento instituído, da resposta do paciente e do sítio de infecção. Outras variáveis epidemiológicas ou clínicas podem estar envolvidas na evolução desfavorável em pacientes admitidos em unidades de tratamento intensivo pediátrico. Identificá-las pode contribuir para uma melhor orientação de protocolos atualizados de diagnóstico e tratamento da doença. Objetivo: Determinar a etiologia e as manifestações clínicas e evolutivas da sepse em crianças e adolescentes internados em unidade de terapia intensiva. Hipótese: A inclusão das vacinas pneumocócica e meningocócica no calendário básico vacinal modificou a etiologia da sepse. Mudanças no perfil epidemiológico de crianças e adolescentes com sepse e nas manifestações clínicas e evolutivas da doença interferiram no prognóstico e na sobrevida. Métodos: Estudo de coorte prospectivo e retrospectivo. Coleta de dados nos prontuários médicos de pacientes com diagnóstico de sepse internados na unidade de terapia intensiva pediátrica do Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, em Campinas-SP, de janeiro de 2011 a dezembro de 2013. Foram estudadas e comparadas nos grupos sobrevida e óbito...

Sépsis, Choque Sético e Via Verde Sépsis – um estudo com os enfermeiros de um serviço de urgência

Marques, Maria do Céu; Soares, Marta; Fonseca, Ana; Grilo, Cristina; Mendes, Joâo; Frade, Anjos; Correia, Isabel
Fonte: Ordem dos Enfermeiros - 1º Encontro de Enfermeiros Especialistas em Enfermagem Médico-cirúrgica. Publicador: Ordem dos Enfermeiros - 1º Encontro de Enfermeiros Especialistas em Enfermagem Médico-cirúrgica.
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.92%
A sépsis é caracterizada como uma síndrome complicada, causada pela resposta inflamatória sistémica descontrolada do indivíduo, origem infecciosa, determinada por manifestações múltiplas, que pode causar disfunção ou falência de um ou mais órgãos ou mesmo a morte. De acordo com a literatura a incidência da sépsis tem aumentado nas últimas décadas, com uma mortalidade bastante elevada, é 10º causa de morte nos Estados Unidos e principal causa de morte nas Unidades de Cuidados Intensivos, onde o tratamento da sépsis é estimado em torno de dezassete bilhões dólares. A taxa de mortalidade por sépsis é 15%, 25-35% na sépsis grave e 45-60% no choque séptico. Os enfermeiros assumem um papel primordial específicamente no reconhecimento precoce, estratificação da gravidade e no início atempado do tratamento adequado. Objetivo: Explorar os conhecimentos e apreender as representações sociais de sépsis e choque sético construídas pelos enfermeiros do serviço de urgência de um hospital português. Método: estudo exploratório, realizado com 49 enfermeiros. Recolha de dados feita no espaço temporal de um mês, utilizando um questionário, com questões socio-demográficas, de resposta fechada e dois estímulos indutores. Foi utilizada a técnica da associação livre de palavras e cumpridos os procedimentos ético-legais. Os dados foram categorizados recorrendo ao Microsoft Offiice Word® e processados nos softwares Evoc® e SIMI®...

Avaliação dos meios de implementação da Via Verde de Sépsis em hospitais portugueses

Costa, Ana Raquel Palricas
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.88%
Introdução: A sépsis representa um grave problema de saúde pública, comparável ao acidente vascular cerebral e ao enfarte agudo do miocárdio, e a sua incidência aumenta 1,5% ao ano. A Direção Geral da Saúde (DGS) considerou ser imperativa a implementação de mecanismos organizacionais que permitam a sua rápida identificação e instituição atempada de terapêutica otimizada, traduzida na circular normativa “Criação e Implementação da Via Verde de Sépsis (VVS)”, de 2010. Objetivos: Analisar a metodologia de implementação da VVS em hospitais portugueses e avaliar o grau de execução do protocolo de VVS nos Serviços de Urgência (SU). Métodos: Estudo descritivo, analítico e de corte transversal. Foram aplicados inquéritos a médicos e enfermeiros que trabalham nos SU do Centro Hospitalar Cova da Beira (CHCB) e do Hospital Sousa Martins (HSM), avaliando o grau de conhecimento e identificação com as práticas preconizadas na VVS. Foram recolhidos e analisados dados de processos clínicos de doentes admitidos no SU do CHCB, por Sépsis Adquirida na Comunidade (SAC), no período compreendido entre janeiro de 2010 e dezembro de 2011, representando um ano antes e um ano após a implementação da VVS, recolhendo: i) suspeita de sépsis na triagem; ii) pesquisa de hipoperfusão; iii) realização de Exames Complementares de Diagnóstico (ECD)...

Sepsis-induced erythrocytes apoptosis; Sepsis-induzierte Eryptose

Akel, Ahmad
Fonte: Universidade de Tubinga Publicador: Universidade de Tubinga
Tipo: Dissertação
DE_DE
Relevância na Pesquisa
36.87%
Zusammenfassung Hintergrund Anämie ist eine der hämatologischen Dysfunktionen bei Sepsis; sie ist vermutlich die Folge einer beschleunigten Clearance der Erythrozyten aus dem Blutstrom. Die zugrunde liegenden Mechanismen wurden bisher nicht aufgeklärt. Kürzlich durchgeführte Untersuchungen ergaben, dass sowohl eine erhöhte zytosolische Ca2+-Konzentration als auch eine erhöhte Ceramid-Konzentration das „Scrambling“ der Erythrozytenzellmembran auslösen, das zur Expression von Phosphatidylserin auf der Erythrozytenoberfläche führt. Methoden Erythrozyten gesunder Probanden wurden mit Plasma von Sepsispatienten bzw. dem Überstand verschiedener pathogener Bakterienstämme inkubiert. Anschließend wurden die Phosphatidylserinexpression (Annexinbindung), das Zellvolumen („forward scatter“), die intrazelluläre Ca2+-Aktivität (Fluo3-Fluoreszenz) sowie die Ceramidbildung (Anti-Ceramid-Antikörper) mittels FACS-Analyse bestimmt. Die Aktivität der Sphingomyelinase in den Bakterienüberständen wurde mit Hilfe radioaktiver Methoden gemessen. Ergebnisse Die Inkubation normaler Erythrozyten der Blutgruppe 0 mit Plasma von Sepsispatienten, nicht aber mit Plasma gesunder Probanden, löste eine Annexinbindung aus. Der Effekt des Patientenplasmas auf die Annexinbindung an die Erythrozyten ging mit der Bildung von Ceramid sowie einem signifikanten Anstieg der zytosolischen Ca2+-Aktivität einher. Daraus ergibt sich...

Die Rolle des Transkriptionsfaktors Hypoxia-inducible factor-1 in der Sepsis; The role of hypoxia-inducible factor-1 in sepsis

Wildermuth, Maria
Fonte: Universidade de Tubinga Publicador: Universidade de Tubinga
Tipo: Dissertação
DE_DE
Relevância na Pesquisa
36.94%
Der Transkriptionsfaktor hypoxia-inducible factor-1 (HIF-1) wird nicht nur durch Hypoxie, sondern auch durch eine Vielzahl weiterer Faktoren wie z.B. Zytokine, Wachstumsfaktoren sowie Umwelteinflüsse auch unter normoxischen Bedingungen induziert. In der Zeit von 2002 bis 2004 wurden die Expressionsdaten von 5268 humanen, inflammationsrelevanten Genen von 86 Patienten der Intensivstation des Universitätsklinikums Jena untersucht. In dieser Arbeit wurde speziell auf die Rolle von HIF-1 bei Sepsis-Patienten eingegangen. Ziel der vorliegenden Arbeit war es aufzuzeigen, inwieweit sich bei septischen Patienten mit und ohne Vorliegen einer Hypoxie die Expression der HIF-1-induzierten Gene verändert. Zu diesem Zweck wurden die Sepsis-Patienten in Gruppen mit und ohne Lungenversagen respektive Gewebehypoxie eingeteilt und deren Expressionsmuster mit Hilfe von Microarray-Experimenten dargestellt. Die Kontrollgruppe, bestehend aus nicht oder nur kurzfristig postoperativ beatmeten Patienten ohne Sepsis, bildete bei den signifikant regulierten Genen in der dargestellten Heatmap einen eigenen Subcluster, die verschiedenen Sepsis-Gruppen waren jedoch nicht wesentlich voneinander zu unterscheiden. Dies könnte für die Hypothese sprechen, dass HIF-1 im Rahmen einer Sepsis induziert wird...

Marcadores precoces de sepsis grave en los servicios de urgencias hospitalarios

Cadelo Gómez, Luis
Fonte: Universidade de Cantabria Publicador: Universidade de Cantabria
Tipo: Tese de Doutorado
SPA
Relevância na Pesquisa
36.91%
La sepsis continúa siendo un problema asistencial de primera magnitud en los servicios de urgencias por la necesidad de una rápida identificación de las formas graves para el inicio precoz de las medidas de tratamiento. Los modelos predictivos existentes están desarrollados para la predicción de mortalidad y no de riesgo de sepsis grave, disponer de un modelo predictivo de sepsis grave desarrollado para los SUH puede ayudar a su identificación precoz Metodología: Para alcanzar los objetivos del proyecto se plantea un estudio transversal, observacional, retrospectivo, no intervencionista, con generación de un modelo predictivo. Con validación de los resultados a través de muestra diferente a la utilizada para la generación del modelo. Hipótesis: "La Predicción de Sepsis Grave en el entorno de las urgencias es posible usando variables clínicas". Diseño: Desarrollo de modelo predictivo de sepsis grave en el entorno de los SUH mediante aplicación de un modelo de regresión logística utilizando variables accesibles en los primeros minutos de los SUH. Se utilizó la realización de hemocultivo como criterio de selección de los casos. Las definiciones utilizadas son las establecidas en la Conferencia de consenso. El modelo obtenido se evalúa mediante validación externa Resultados: La serie de generación está compuesta de 577 pacientes con criterios de sepsis de los cuales 236 (40%) cumplían criterios de sepsis grave. El análisis univariable identifico 29 variables asociadas a la presencia de sepsis grave entre las analizadas. Introducidas las variables en un modelo de regresión logística utilizando 477 pacientes que contaban con toda la información...

Troponina I como biomarcador de lesão cardíaca em cães com sepse; Troponin I as a biomarker of cardiac injury in dogs with sepsis

Pereira, Camila Santos
Fonte: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias; UFLA; brasil; Departamento de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias; UFLA; brasil; Departamento de Medicina Veterinária
Tipo: Dissertação
Publicado em 22/10/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.88%
Sepsis is defined as the systemic inflammatory response triggered by a bacterial, viral, fungal or protozoal presence of associated with systemic repercussions signals, and organ dysfunction is known as severe sepsis. The sepsis effects on the cardiovascular system are predominant. It is being a clinical picture of myocardial depression, one of the main causes of death in dogs with pyometra. the aim of this study was to evaluate troponin I as a biomarker of cardiac injury in sepsis, and other hematological parameters in female dogs with pyometra. A prospective study was conducted on December 2013 to April 2015, at University Federal of Lavras, Minas Gerais. Nineteen dogs diagnosed with pyometra and 10 healthy dogs. The groups did not differ in the assessment of serum cardiac troponin I. The total number of leukocytes (mm3) and the percentage of rods was significantly higher in the sepsis group (23.221,74 ± 16.848,80 mm 3 e 5,91 ± 10,18 %) compared to no sepsis group (14.492,86 ± 6.828,26 mm 3 e 1,93 ± 1,64 %) and control group (10.320,00 ± 3.999,02 mm 3 e 1,65 ± 2,05 %). The most significant elevations in serum concentrations of alkaline phosphatase enzyme were observed in sepsis group (347...

Avaliação dos meios de implementação da Via Verde de Sépsis em hospitais portugueses

Costa, Ana Raquel Palricas
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.88%
Introdução: A sépsis representa um grave problema de saúde pública, comparável ao acidente vascular cerebral e ao enfarte agudo do miocárdio, e a sua incidência aumenta 1,5% ao ano. A Direção Geral da Saúde (DGS) considerou ser imperativa a implementação de mecanismos organizacionais que permitam a sua rápida identificação e instituição atempada de terapêutica otimizada, traduzida na circular normativa “Criação e Implementação da Via Verde de Sépsis (VVS)”, de 2010. Objetivos: Analisar a metodologia de implementação da VVS em hospitais portugueses e avaliar o grau de execução do protocolo de VVS nos Serviços de Urgência (SU). Métodos: Estudo descritivo, analítico e de corte transversal. Foram aplicados inquéritos a médicos e enfermeiros que trabalham nos SU do Centro Hospitalar Cova da Beira (CHCB) e do Hospital Sousa Martins (HSM), avaliando o grau de conhecimento e identificação com as práticas preconizadas na VVS. Foram recolhidos e analisados dados de processos clínicos de doentes admitidos no SU do CHCB, por Sépsis Adquirida na Comunidade (SAC), no período compreendido entre janeiro de 2010 e dezembro de 2011, representando um ano antes e um ano após a implementação da VVS, recolhendo: i) suspeita de sépsis na triagem; ii) pesquisa de hipoperfusão; iii) realização de Exames Complementares de Diagnóstico (ECD)...

Susceptibilidad genética para el desarrollo de la sepsis bacteriana grave y choque séptico; Genetic susceptibility to develop of severe bacterial sepsis and septic shock; A predisposição genética para o desenvolvimento de sepsis bacteriana grave e choque séptico

Chávez, Mónica; Vallejo Prado, Diana Estefanía
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2013 SPA
Relevância na Pesquisa
36.91%
Objetivo: presentar el estado del arte de las investigaciones que, hasta el momento, relacionan el polimorfismo genético del paciente con la evolución de la sepsis, como herramienta diagnóstica y un nuevo enfoque terapéutico de esta condición. Los conceptos actuales basados en investigaciones sostienen que el polimorfismo genético del individuo es relevante en la evolución de la enfermedad y en la respuesta efectiva al tratamiento del paciente en estado crítico, en especial con sepsis bacteriana y choque séptico. Materiales y métodos: se revisó literatura indexada que relaciona los factores genéticos con la evolución de algunas enfermedades del paciente en estado crítico. Resultados: las características particulares de la enfermedad estarían influenciadas por el acervo genético del paciente, condicionando en gran medida la respuesta patofisiológica. Se ha evidenciado la susceptibilidad genética de algunos individuos a desarrollar infección; estos individuos con un tratamiento similar no evolucionan de igual forma, desencadenándose una sepsis bacteriana grave y choque séptico. El polimorfismo en los genes que codifican por el factor de necrosis tumoral -α (TNF-α) las interlucinas- 1 (IL-1), IL-6, IL-10, el factor soluble CD-14...

Quality of Life of Severe Sepsis Survivors After Hospital Discharge

Contrin,Ligia Marcia; Paschoal,Vania Del'Arco; Beccaria,Lucia Marinilza; Cesarino,Claudia Bernardi; Lobo,Suzana Margareth Ajeje
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 EN
Relevância na Pesquisa
36.89%
AIMS: to evaluate the quality of life in severe sepsis survivors, using specific QoL questionnaires: the EuroQol-5 Dimensions and the Visual Analogue Scale (EQ-VAS). METHOD: This case-control study was performed in patients discharged from a teaching hospital after being admitted to the ICU with severe sepsis. Medical records from 349 patients were retrieved from the hospital sepsis registry. Each patient with sepsis was considered as a case. Patients who were admitted immediately after the sepsis episode were considered as controls, provided that they did not have sepsis and survived the ICU admission. This specific study population included 100 patients. RESULTS: The sepsis group showed higher mortality at 1 year compared with critically ill patients. However, the control group showed no sepsis. Older patients (>60 years) in the sepsis group had a significantly higher prevalence of problems. There were no differences in EQ-VAS between respondents from both groups. CONCLUSIONS: After discharge from ICU, sepsis survivors of sepsis had a higher mortality rate than critically ill patients without sepsis. Older patients with sepsis had more moderate and severe problems in all five quality of life dimensions evaluated.

Sepsis neonatal. Caracterización en Recién Nacidos de muy bajo peso. Experiencia de once años

Genes,Larissa; Lacarrubba,José; Mir,Ramón; Céspedes,Elizabeth; Mendieta,Elvira
Fonte: Sociedad Paraguaya de Pediatría Publicador: Sociedad Paraguaya de Pediatría
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2013 ES
Relevância na Pesquisa
36.89%
Introducción: En los Servicios de Cuidados Intensivos Neonatales ingresan recién nacidos con diversos factores de riesgo, lo que sumados a la mayor supervivencia de los recién nacidos prematuros y de muy bajo peso determinan un incremento en la incidencia de infecciones hospitalarias. Objetivo: Determinar la incidencia, mortalidad y etiología de las sepsis neonatal precoz y tardía en el período 2001-2011 de RNMBP del Departamento de Neonatología del Hospital de Clínicas. Metodología: Estudio observacional, descriptivo y retrospectivo. Fueron incluidos los RN asistidos en la UCIN con peso al nacer de 500 y 1500 gramos, de enero del 2001 a diciembre del 2011. Resultados: De 364 RNMBP ingresados a la UCIN, fallecieron 110 y fueron dados de alta 254; la sobrevida fue 69,7%. La sepsis precoz se presentó en 14 (3,8%), la letalidad fue del 64,3%. En el primer evento de sepsis tardía 123 (33,8%), fallecieron 34 (27,6%). En el segundo episodio de sepsis 43 RN, fallecieron 11(25,6%) y en el tercer evento, 10 RN, con una letalidad del 10%. Según el rango de peso, se presentó mayor letalidad en el grupo de 500 a 750 grs. para el primer evento de sepsis tardía, y la mortalidad fue del 50%. En la sepsis precoz el Streptococo Grupo B...