Página 1 dos resultados de 228 itens digitais encontrados em 0.025 segundos

Auto-regulação da aprendizagem e a matematica escola; Self-regulated learning and school mathematics

Liliane Ferreira Neves Inglez de Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
86.05%
Baseado numa perspectiva sócio-cognitivista de aprendizagem auto-regulada, o presente estudo teve como objetivo principal verificar a existência de relações entre as crenças de auto-eficácia matemática, a percepção de utilidade da Matemática e o uso de estratégias de aprendizagem entre alunos de diferentes séries escolares. Esta investigação foi levada a efeito em uma escola pública de um município do interior do estado de São Paulo e teve como participantes 119 alunos de quarta, sexta e oitava séries do Ensino Fundamental. Os dados foram coletados através de um questionário informativo; uma escala de auto-eficácia matemática; uma escala de utilidade da Matemática e um roteiro de entrevista estruturada sobre estratégias de aprendizagem. As entrevistas foram conduzidas individualmente, e os outros instrumentos foram aplicados coletivamente pela pesquisadora, em período normal de aula. A análise dos dados obtidos apontou a existência de relações entre auto-eficácia, estratégias de aprendizagem e desempenho escolar em Matemática. Porém não foi encon-trada relação entre a percepção de utilidade da Matemática e estratégias. Foi verificado ain-da que tanto a auto-eficácia como o uso de estratégias diminuíram ao longo das séries es-colares; Based on a socio-cognitive view of self-regulated learning...

Procrastinação acadêmica e autorregulação da aprendizagem em estudantes universitários; Academic procrastination and self-regulated learning in university students

Rita Karina Nobre Sampaio
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.17%
A vida universitária é caracterizada por uma variedade de compromissos acadêmicos que exigem a gestão de múltiplas atividades, objetivos complexos, sendo preciso lidar com prazos delimitados, muitas vezes, simultâneos. Contudo, alguns estudantes procrastinam tarefas acadêmicas e atividades de estudo com frequência. Esse comportamento pode prejudicar o desempenho acadêmico e estar associado a uma dificuldade no processo de autorregulação da aprendizagem dos estudantes. A procrastinação acadêmica pode ser entendida como um fenômeno dinâmico, que envolve aspectos pessoais, comportamentais e ambientais e se caracteriza pelo adiamento não estratégico de ações. O presente estudo objetivou analisar a percepção dos estudantes universitários a respeito da procrastinação acadêmica, bem como investigar a natureza de sua relação com a autorregulação da aprendizagem e variáveis de caracterização. Participaram deste estudo 663 universitários, com idades entre 18 e 56 anos (M= 22,76; dp= 5,75), sendo que 459 (69,44%) eram do sexo feminino. Os estudantes eram provenientes de oito Universidades, das cinco regiões do Brasil, de diferentes cursos e semestres. Os materiais utilizados neste estudo foram: o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido...

Processos de auto-regulação da aprendizagem : impacto de váriáveis académicas e sociais

Castro, Marta Alexandra dos Santos Neves de
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 16/07/2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.25%
Dissertação de Mestrado em Psicologia - Área de Especialização em Psicologia Escolar; Com esta dissertação pretende-se contribuir para alargar o conhecimento das relações existentes entre a auto-regulação da aprendizagem, a percepção de auto-eficácia para auto-regular a aprendizagem, a percepção de instrumentalidade dos processos de autoregulação da aprendizagem, a sua influência no sucesso académico e analisar a influência de variáveis relacionadas, como o sexo, o ano de escolaridade e as habilitações escolares dos pais, em alunos e alunas do 3.º Ciclo do Ensino Básico. Após a revisão da literatura assumimos a teoria sociocognitiva como marco teórico subjacente a este trabalho (Bandura, 1997; Rosário, 2004; Schunk, 2001; Zimmerman, 2000a). Na avaliação foram utilizados os instrumentos: FDPA (Ficha de dados pessoais e sócio-demográficos dos alunos e alunas); IPAA (Inventário de Processos de Autoregulação da Aprendizagem); Questionário da Percepção de Auto-eficácia para Autoregular; Questionário da Percepção de Instrumentalidade da Auto-regulação da Aprendizagem. O estudo empírico realizado contemplou 1310 participantes de escolas dos distritos de Braga e Porto. Os resultados obtidos confirmam que o terceiro e o quarto intrumentos nomeados mostram ser adequados para avaliarem...

Processos auto-regulatórios em alunos do 3º. ciclo do ensino básico : contributos da auto-eficácia e da instrumentalidade; Self-regulated learning processes in middle school students : the role of selfefficacy

Lourenço, Abílio Afonso
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 17/01/2008 POR
Relevância na Pesquisa
76.24%
Tese de doutoramento em Educação - Área de Psicologia da Educação.; Esta dissertação teve como racional teórico a teoria sociocognitiva de Bandura (1986, 1997). O 1.º objectivo foi orientado para a análise da dimensionalidade dos seguintes instrumentos: IPAAr (Inventário de Processos de Auto-regulação da Aprendizagem revisto) suportado em trabalhos de Zimmerman (2000a) e de Rosário (2004a), do QAEARA (Questionário da Auto-Eficácia da Auto-Regulação da Aprendizagem), com base na Multidimensional Scale Perceived Self-Efficacy (Bandura, 1990) e em outros estudos (Bandura, 1997; Bandura & Schunk, 1991; Bouffard- Bouchard, 1990; Collins, 1982; Pajares, 1996a, b; Pajares & Miller, 1994) e o QIARA (Questionário de Instrumentalidade da Auto-Regulação da Aprendizagem), com base em estudos de Deci e Ryan (1985); Rigby, Deci, Patrick e Ryan (1991); Simons; Dewitte e Lens (2000; 2001a, b, 2003, 2004); e Husman, Crowson e Derryberry (2000). Tanto o QAEARA como o QIARA foram construídos de raíz. O 2.º objectivo foi orientado para a comprovação da viabilidade dos modelos de equações estruturais para duas amostras distintas, onde foram hipotetizadas e especificadas determinadas relações causais. Foi questionada em que medida as notas (Língua Portuguesa e Matemática) podem ser explicadas pelas variáveis latentes auto-regulação da aprendizagem...

Etapas processuais do trabalho de casa e efeitos auto-regulatórios na aprendizagem do inglês : um estudo com diários de TPC no 2.º ciclo do ensino básico; Homework process phases and self-regulatory effects on learning english as foreign language (EFL) : a study based on elementary school students’ homework diaries

Silva, Rosa Maria Ferreira Mourão da
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 09/09/2009 POR
Relevância na Pesquisa
76.09%
Tese de doutoramento em Educação (área de especialização de Psicologia da Educação); A presente dissertação centra-se no estudo do Trabalho de Casa (TPC), entendido com um processo temporal tripartido (Cooper, 2001), integrando três diferentes etapas - preparação/prescrição na escola, realização em casa, e controlo e feedback providenciado, de novo na escola. Ferramenta instrutiva universal e intemporal, influenciada por um largo espectro de factores e variáveis de ordem pessoal, comportamental e ambiental, afectos aos diferentes actores intervenientes no seu processo (professores, alunos e pais), o TPC transborda complexidades. Historicamente o TPC tem marcado presença na literatura internacional com estudos fortemente focalizados na avaliação dos seus efeitos através da variável tempo gasto no TPC e demasiado centrados na óptica de professores e pais, conhecendo-se muito pouco ainda das emoções e motivações experienciadas pelos alunos durante a realização do TPC, do impacto do completamento das tarefas prescritas na qualidade das suas aprendizagens e no seu aproveitamento académico. Com revigorada presença na literatura internacional em anos bem recentes, o TPC desvenda-se agora como estratégia educativa com assumido potencial de auto-regulador das aprendizagens. Respaldados na teoria sociocognitiva da aprendizagem auto-regulada e indicadores de modelos de TPC de forte matiz auto-regulatório (e.g....

The use of mathematics education project in the learning of mathematical subjects at university level

Pais, Sónia; Anjo, António José Batel; Cabrita, Isabel
Fonte: Macrothink Institute Publicador: Macrothink Institute
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
75.94%
The educational context requires a renewal of paradigms. Profound changes in the roles and functions of teachers and students are particularly vital. More active, cooperative and participative methodologies of learning must be privileged, breaking with magisterial education and the mere ‘transmission’ of knowledge. Informatics tools can become a major element in the educational context, promoting significant and self-regulated learning for the student, always under the adequate orientation of the teacher. In this context, the Mathematics Education Project (PmatE) was created in the University of Aveiro, with the main objective of identifying and counteracting the causes of school failure in mathematics in an innovative approach. However, the PmatE platform has not yet been subjected to the kind of systematic evaluation, especially in higher education, that would allow us to understand in what conditions the goals can be achieved. Thus, the question underlying this explanatory research is: “What impact does the platform of assisted education developed by PmatE have in the process of learning math subjects at university level?” A previous analysis (still ongoing) of the data collected through several techniques – inquiry, documental analysis and participant observation – suggests there are interesting and innovative alternatives to the dominant pedagogies in higher education (where teaching assumes almost exclusively a magisterial form)...

Autorregulação e dificuldades de aprendizagem

Coelho, Vanda do Carmo Padrão
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.15%
A autorregulação da aprendizagem tem ao longo do tempo adquirido importância no combate ao insucesso escolar e no aumento de fatores de autoeficácia por parte dos alunos. A investigação tem proporcionado bases que nos permitem verificar a eficácia da autorregulação no meio escolar. Este estudo procura verificar se alunos de quarto ano com e sem dificuldades de aprendizagem apresentam estratégias de autorregulação da aprendizagem e se os fatores de género possuem alguma influência nas estratégias utilizadas. Para isso foram analisadas entrevistas a crianças com e sem dificuldades de aprendizagem que frequentam o quarto ano, com o fim de compreender melhor as estratégias de autorregulação utilizadas por ambos os grupos de alunos. Também os afetos e as conceções sobre o estudar e o aprender são contemplados e a sua influência analisada. Faremos ainda uma breve revisão da literatura e do quadro teórico atual no que se refere à autorregulação, às dificuldades de aprendizagem e à influência dos afetos, neste processo. Os resultados da pesquisa evidenciam que alunos com e sem dificuldades de aprendizagem apresentam estratégias de autorregulação apesar de em diferentes níveis, destacando-se os alunos sem dificuldades de aprendizagem onde se verifica uma maior incidência de processos autorregulatórios. No que se refere às conceções dos alunos sobre o processo de aprender estas ainda se encontram muito ligadas a conceções simplistas. Verificou-se ainda a influencia na aprendizagem de fatores de ordem emocional...

Student-Centred Methods in Higher Education: Implications for Student Learning and Professional Development

Simão, Ana Margarida Veiga; Flores, Maria Assunção
Fonte: Common Ground Publishing Publicador: Common Ground Publishing
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 ENG
Relevância na Pesquisa
76%
An earlier version of this paper was presented at the 87th Annual Meeting of the American Educational Research Association (AERA), San Francisco, CA, USA, 7-11th April 2006; This paper presents findings from two case studies carried out in two Portuguese universities in order to analyse and understand the implications of two participatory methods of teaching and learning: portfolio and project led-education. Case 1 involved the use of portfolio as a strategy for enhancing students’ self-regulated learning. Case 2 was a project-led course (one-year project) during which students were asked to design and develop a training course for a real/professional context for a real group of professionals in a given institution. Active and cyclical model of self-regulation learning occurs according to three phases: forethought, performance (volitional) control, and selfreflection; development of competencies (disciplinary and non-disciplinary); team work; and articulation university/professional context are some of the key features of these methods. Findings suggest a better understanding of teaching and learning dimensions at higher education, namely in regard to processes and outcomes of learning, skills development, and changes both conceptual and attitudinal. In the paper...

Self-Regulated Learning in Students of Pedagogy

Marini,Janete Aparecida da Silva; Boruchovitch,Evely
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 EN
Relevância na Pesquisa
86.03%
Self-regulated learning is the process by which students plan, monitor and regulate their own learning. The aim of this study was to investigate relationships between motivation to learn, implicit theories of intelligence and self-handicapping strategies, and to examine the association of these variables in the prediction of the use of learning strategies in students of Pedagogy. The sample consisted of 107 Pedagogy students of two private universities of a city of São Paulo state. Data were collected using four Likert-type scales. Multivariate linear regression analyses revealed that participants with higher scores in the Learning Strategies Scale also presented significantly higher scores in intrinsic motivation and fewer reports of use of self-handicapping strategies. Higher scores in metacognitive strategies were significantly associated with both intrinsic an extrinsic motivation and with fewer reports of use of self-handicapping strategies. Results are discussed in terms of the contribution of Psychology to teacher education.

Aprendizaje autorregulado: antecedentes y aplicación a la docencia universitaria de marketing; Self-regulated learning: background and implementation to teaching marketing at university level

González Gascón, Elena; De Juan, María D.; Parra Azor, José F.; Sarabia Sánchez, Francisco J.; Kanther, Andreas
Fonte: Universidade de Múrcia Publicador: Universidade de Múrcia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
96.11%
The European Higher Education Area calls for students being able to self-regulate their academic tasks and adopt active learning strategies. If the teacher ignores the variables that affect self-regulated learning strategies, the teaching-learning process could be set up inadequately. We tested a model for self-regulated learning, which considers the class context, cognitions, motivations, attitudes and learning (as the dependent variable). Marketing students from three public and private universities form the sample. Using structural equation modeling, we found that the class context and the labour expectations have an influence over the perceived autonomy, perceived competence and the attitudes of the students. Moreover, different learning strategies are related to different motivations. Finally, the consequences of the findings and its role in the teaching-learning process are considered.; El EEES exige estudiantes que autorregulen sus tareas académicas y adopten estrategias de aprendizaje activas. Si el docente desconoce los factores de dichas autorregulación y estrategias, puede plantear incorrectamente el proceso de enseñanza-aprendizaje. Se testa un modelo de aprendizaje autorregulado que considera el contexto en el aula...

Modelling self-regulated learning strategies in early-stage entrepreneurs: the role of intentionality and interaction.

O'Shea, Deirdre; Buckley, Finian
Fonte: Inderscience Publicador: Inderscience
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; all_ul_research; ul_published_reviewed
ENG
Relevância na Pesquisa
76.11%
peer-reviewed; This research investigates entrepreneurs from a psychological perspective, with a focus on the strategies entrepreneurs use to manage or self-regulate their learning, an area which has largely been ignored in past research with regard to entrepreneurs. The sample consisted of 11 nascent entrepreneurs and new business owners who had started ventures in the sectors of business or consumer services in the last two years. Participants were recruited from a variety of sources throughout Ireland, including university incubator centres, entrepreneurial network groups, enterprise boards, and information and support services for entrepreneurs. The entrepreneur’s self-regulated learning strategies were assessed using an in-depth, focused interview. Analysis of the results unravelled the complex network of strategies employed by entrepreneurs to manage their learning and knowledge acquisition in the early stages of a new venture. As such, this research demonstrates that entrepreneurial learning is self-regulated, and can be viewed along the dual continuation of: • the level of intentionality of the learning • the level of interaction with other individuals or the environment. Although this research reports on an early-stage...

Medical Students’ Experience Using an e-Portfolio for Self-Regulated Learning in the Context of the Intrinsic CanMEDS Roles

MacKenzie, Jennifer
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado
EN; EN
Relevância na Pesquisa
96.07%
Self-regulated learning (SRL) is associated with academic and clinical achievement. Using Zimmerman’s (2002) framework, SRL includes a cycle of forethought, performance, and reflection. To support SRL, a web-based portfolio (e-Portfolio), in the context of the intrinsic CanMEDS Roles, was introduced for undergraduate medical students at a Canadian Medical School. This exploratory, qualitative study was designed to capture students’ descriptions of their behaviours using the e-Portfolio, to examine the extent to which these were consistent with SRL processes, and to analyze the gaps between intended and actual use. Data were collected using both semi-structured interviews and a 20-item, 5-point Likert-type instrument to prompt discussion. Second-year medical student volunteers were recruited for data collection until saturation of information was reached (n=14). Thematic and content analysis were used; data were interpreted using constructivist grounded theory (Creswell, 2007). Use of one interviewer, a standardized protocol, and member checking assured consistency and trustworthiness of the data. Students explicitly described the value of the e-Portfolio as an organizational tool, and as a form of assessment. Participants identified some elements of forethought and reflection but seldom described plans to achieve and measure outcomes. During the process of uploading materials to their e-Portfolio many of the students were able to make connections between the intrinsic CanMEDS Roles they are to assume as practicing physicians and the behaviours that operationalize these roles. Students viewed the e-Portfolio as a working folder compared to the faculty goal of a cumulative portfolio. Students endorsed self-selection of artifacts and faculty mentorship to improve relevance and future motivation for learning. Limitations included privacy concerns. Participants described a goal-oriented...

Autorregulação da aprendizagem no domínio da história : um estudo com alunos do 9º ano de escolaridade

Almeida, Diana Maria Silva Chaves de
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 30/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.19%
Perspetivado à luz do paradigma construtivista, este estudo teve como objeto o processo de autorregulação da aprendizagem no domínio da História. Foi analisada a relação entre a autorregulação da aprendizagem em História e diversas variáveis do aluno, especificamente, variáveis pessoais (género), familiares (habilitações académicas dos progenitores e ajuda dos mesmos na realização do TPC), académicas (realização do TPC e tempo de estudo) e motivacionais (perceções de autoeficácia e de instrumentalidade), assim como foi estudada a relação entre a autorregulação da aprendizagem e o rendimento académico em História. Constituiu-se uma amostra de 101 alunos do 9.º ano de uma escola do distrito do Porto, à qual se administrou uma Ficha de Dados Pessoais e Académicos / FDPA e o Inventário de Processos de Autorregulação da Aprendizagem / IPAA (Rosário, Lourenço et al., 2010). Os resultados sugerem que os alunos fazem uma apreciação positiva do seu comportamento autorregulatório em História e possuem perceções positivas de autoeficácia e de instrumentalidade neste domínio. Os resultados apontam para um comportamento autorregulatório mais proficiente das raparigas relativamente aos rapazes. Realçam a importância das variáveis académicas (valor do esforço...

Promoting self-regulated learning in technology enhanced learning environments : keeping a digital track of the learning process

Ferreira, Paula Alexandra Nunes da Costa, 1976-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2014 ENG
Relevância na Pesquisa
66.22%
Tese de doutoramento (co-tutela), Psicologia (Psicologia da Educação), Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, Technial University of Darmstadt, 2014; Learning autonomously and in a meaningful way is a challenge faced by students and teachers daily in all different types of learning environments. In an attempt to aid students during their learning process, teachers and researchers have made strong efforts to study and implement contemporary methodologies and pedagogical resources that will fit the differential needs of students. Thus, it has become increasingly imperative that academicians and practitioners work towards revising and updating ways of learning and teaching as regulation processes within new learning spaces where Self-regulated Learning (SRL) competencies may be developed. This investigation specifically, focused on understanding and providing insights on how learning could be meaningful and rewarding for students through the regulation of learning in contemporary learning environments. Thus, this investigation aimed to understand how students can learn and regulate their learning individually and collaboratively in a computer-supported learning environment. It also aimed to understand how diary tasks and digital traces could capture the learning processes and perceptions associated to the regulation of learning. The processes involved in the regulation of learning have been widely studied in the field of educational psychology with regards to the impact they have in terms of reflectiveness...

Aprendizagem autorregulado, metas académicas e rendimento em avaliações de estudos universitários; Self-Regulated Learning, Academic Goals and Performance in the Evaluation of University Students; Aprendizaje autorregulado, metas académicas y rendimiento en evaluaciones de estudiantes universitarios

Valencia Serrano, Marcela; Miembro del grupo Desarrollo Cognitivo, Aprendizaje y Enseñanza (DCAE) de la Facultad de Humanidades y Ciencias Sociales; Duarte Soto, Jonathan; Caicedo Tamayo, Adriana María; Profesora e investigadora del departamento de cien
Fonte: Pontificia Universidad Javeriana Cali Publicador: Pontificia Universidad Javeriana Cali
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; "Artículo revisado por pares"; Artículo; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
SPA; ENG; POR
Relevância na Pesquisa
96.13%
Escopo. Explorar a relação entre aprendizagem autorregulado, metas  académicas  e  rendimentos numa avaliação académica de oito estudantes universitários. Metodologia. Foi realizada uma entrevista semiestruturada, uma observação direita de uma sessão de estudo e protocolos verbais durante e depois da sessão. Resultados. Em relação com as metas académicas, foi achado que três estudantes tiveram uma única orientação a metas de domínio por aproximação, enquanto cinco estudantes estiveram orientados a múltiplas metas académicas. Sobre a aprendizagem autorregulada, achou-se estudantes com baixos e altos níveis. Em relação a aprendizagem autorregulada, metas académicas e rendimento na avaliação, foi possível identificar três grupos de estudantes: (a) altos níveis de autorregulação e orientação única a metas de domínio por aproximação, (b) baixos níveis de autorregulação e múltipla orientação a metas de domínio e execução em tendências de aproximação e evitação, e (c) variações no nível de autorregulação com múltipla orientação a metas académicas. Todos os estudantes obtiveram calcificações aprobatórias na avaliação, independentemente de seu nível de autorregulação e da orientação a metas académicas. Conclusão. A abordagem procedimental da aprendizagem autorregulada...

Preparation for examinations and self- regulated learning in undergraduate students; Preparación para exámenes y aprendizaje autorregulado con estudiantes universitarios

Montes, Jairo Andrés; Ayala, Iván; Atencio, Diego F.
Fonte: Pontificia Universidad Javeriana Cali Publicador: Pontificia Universidad Javeriana Cali
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; "Artículo revisado por pares"; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artículo Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
ENG; SPA; POR
Relevância na Pesquisa
95.96%
The purpose of the present study is to describe the process of Self-regulated learning ARR in a group of undergraduate students (22 third semester students of psychology at PUJ, Cali) when preparing an exam and the correlations that are presented between the different phases of the ARR. The ARR can be defined as a way to aboard tasks that implies a series of powerful cognitive strategies. In order to accomplish the objectives proposed, it has done a real-time observation, a semi-structured interview and an objective test. The results were analysed using the Winne´s (1998) model. As a result it was found a meaningful relationship between the level of performance in the process of ARR and the test results. In the same way, they were found low levels of regulation in an important amount of the sample and an important difference between ARR declarative knowledge and its performance.; El propósito del presente estudio es describir la forma en la que se presentan los procesos de aprendizaje autorregulado con un grupo de estudiantes (22 estudiantes de tercer semestre de Psicología de la PUJ, Cali), en el evento de preparación para la presentación un examen. Asimismo se describen las correlaciones que ocurren entre las distintas fases de dicho proceso de autorregulación del aprendizaje. Para conseguir los objetivos propuestos se ha hecho uso de una observación de desempeño en tiempo real...

Identifying computer science self-regulated learning strategies

Falkner, K.; Vivian, R.; Falkner, N.J.G.
Fonte: Association for Computing Machinery Publicador: Association for Computing Machinery
Tipo: Conference paper
Publicado em //2014 EN
Relevância na Pesquisa
76.06%
Computer Science students struggle to develop fundamental programming skills and software development processes. Crucial to successful mastery is the development of discipline specific cognitive and metacognitive skills, including self-regulation. We can assist our students in the process of reflection and self-regulation by identifying and articulating successful self-regulated learning strategies for specific discipline contexts. However, in order to do so, we must develop an understanding of those discipline-specific strategies that are successful and can be readily adopted by students. In this paper, we analyse student reflections from an introductory software development course, identifying the usage of self-regulated learning strategies that are either specific to the software development domain, or articulated in that context. This study assists in the understanding of how Computer Science students develop learning skill within the discipline, and provides examples to guide the development of scaffolding activities to assist learning development.; Katrina Falkner, Rebecca Vivian and Nickolas J.G. Falkner

Relacionamento professor-aluno e auto-regulação da aprendizagem no 3º ciclo do ensino médio português; Relación maestro-alumno y el aprendizaje autorregulado en eso portugués; Teacher-student relationship and self-regulated learning in portuguese compulsory education

Azevedo, Ângela Sá; Dias, Paulo Cesar; Salgado, Ana; Guimarães, Teresa; Lima, Isabel; Barbosa, Andreia
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2012 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
76.05%
Este artigo teve como objetivo explorar a relação entre a percepção do comportamento do professor e auto-regulação da aprendizagem na Matemática. As respostas de 625 alunos do 3ºciclo do Ensino Médio Português (7º ao 9º anos) aos questionários QIPBásico e IPAAr permitiram perceber diferenças nas variáveis supracitadas em função do sexo, da idade, do ano de escolaridade e do número de retenções, do nível educacional dos pais, do sexo do professor de Matemática e do número de anos com o mesmo professor. As conclusões mais relevantes para a prática pedagógica prendem-se à relação positiva entre a auto-regulação da aprendizagem dos alunos e a percepção de liderança, apoio e compreensão por parte dos professores, e relação negativa entre a auto-regulação e a percepção de insatisfação, insegurança e repreensão dos seus professores.; Este artículo explora la relación entre la percepción de la conducta del maestro y el aprendizaje autorregulado en Matemáticas. Las respuestas del grupo de 625 estudiantes de ESO Portugués (7º a 9º grados) a los instrumentos QIPBásico y IPAAr nos permiten percibir diferencias en las variables antes mencionadas en materia de género, edad, años de escolaridad y número de cursos suspensos...

How do students self-regulate?: review of Zimmerman's cyclical model of self-regulated learning

Panadero,Ernesto; Alonso-Tapia,Jesús
Fonte: Anales de Psicología Publicador: Anales de Psicología
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/05/2014 ENG
Relevância na Pesquisa
96.17%
The use of learning strategies is crucial for students' academic performance and promoting deeper learning approaches. The self-regulated learning models offer comprehensive theoretical backgrounds. These enable more holistic approaches to the use of learning strategies. In this paper, Zimmerman's (2000; 2003; Zimmerman & Moylan, 2009) cyclical model of self-regulated learning is described and analysed as one of the most comprehensive. The model is grounded in social cognitive theory and is comprised of three phases (forethought, performance and self-reflection) with a special focus on the influences of motivation on self-regulation. The different processes included in the model are analysed here in detail. Zimmerman's framework is considered in relation to other self-regulated learning models in order to recognize its importance in theory and practice.

Introducing problem-based learning (PBL) into a foundation programme to develop self-directed learning skills

Malan,Sharon B; Ndlovu,Mdutshekelwa; Engelbrecht,Petra
Fonte: South African Journal of Education Publicador: South African Journal of Education
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 EN
Relevância na Pesquisa
75.99%
This article reports on the qualitative aspects of a study that examined whether introducing a Problem-based Learning (PBL) approach in a one-year foundation programme can create conditions for learners to develop and sustain self-directed learning skills. This interpretive-constructivist case study was located in evaluation research. Data were collected by means of classroom observations and interviews with 35 students and 14 former students. Findings indicated that introducing students to a PBL approach did promote more meaningful learning patterns, typified by processing the subject matter critically and self-regulating learning processes. The sustainability ofthe meaning-directed learning skills was questionable ifstudent beliefs in the approach did not support the activities employed. Introducing PBL into a foundation programme can develop self-directed learning skills in students and set in motion a process of growth towards lifelong learning.