Página 1 dos resultados de 3145 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Fronteira de eficiência em serviços de saneamento no estado de São Paulo.; Eficiency frontier of sanitation service in State of São Paulo.

Ohira, Thelma Harumi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
Dado que as inter-relações entre saúde, saneamento, conservação ambiental e crescimento econômico, são fundamentais para o planejamento sistemático de saneamento básico, programas que têm como foco o saneamento básico podem ser considerados como mecanismos de prevenção de doenças e epidemias de veiculação hídrica. Entretanto, na literatura existe um consenso quanto às dificuldades na tarefa de detecção causa-efeito num sistema de saneamento básico. Assim, o objetivo do presente trabalho é mensurar, de forma alternativa, a eficiência no setor. Verificando a existência de eficiência econômica entre empresas de saneamento básico no Estado de São Paulo, de acordo com as diferentes determinações de produtos, assumindo dois tipos de distribuições do erro sistêmico (meio-normal e normal-truncada), assim como das esferas de abrangência deste setor: regional e local. Para isso, avaliou-se a existência da eficiência no setor de saneamento básico, no Estado de São Paulo, utilizando os dados do Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento (SNIS) referentes ao ano de 2002, do das Cidades (Brasil, 2004); por meio da estimação de 10 modelos de fronteiras estocásticas da função custo para cada tipo de produto utilizado como variável dependente. É possível concluir que de acordo com as diferentes determinações de produtos e distribuição assumida do erro sistêmico...

Procedimentos para apropriação de tecnologias para implantação de sistema de saneamento ambiental em comunidades isoladas e com poucos recursos financeiros e humanos.; Procedures for ownership of technologies for deployment of system on environmental sanitation in isolated communities with limited financial and human resources.

Quiante, Domingos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
A falta de sistemas de saneamento ambiental acarreta muitos problemas de saúde, elevando significativamente, os gastos públicos e privados no setor, principalmente, os públicos, no que se refere ao tratamento de enfermidades, como por exemplo, a malária, a dengue, doenças de chagas, diarréias e febre tifóide, entre outras. Muitos estudos têm mostrado a relação intrínseca dos investimentos em infra-estrutura, especificamente da implantação de sistemas de saneamento ambiental, com a saúde pública, sendo que a implantação de sistemas de saneamento contribui decisivamente na melhoria do bem estar físico e mental dos indivíduos e, também, com a diminuição dos gastos públicos e privados com a Saúde. O equacionamento dos problemas de natureza sanitária e ambiental vem sendo perseguido ao longo dos anos pelos órgãos competentes, mas sempre com alcance limitado, tornando-se uma tarefa que parece cada vez mais difícil, em especial nos países ditos em desenvolvimento. As Comunidades isoladas, localizadas nas zonas rurais e/ou urbanas, sem oferta de serviços de saneamento pelas companhias públicas e com limitação de recursos financeiros e humanos, padecem e são mais susceptíveis às enfermidades relacionadas à falta de estruturas adequadas de saneamento ambiental. Dada esta singularidade e considerando o insucesso de programas de saneamento propostos pelos órgãos públicos e agências internacionais de fomento e de desenvolvimento...

Saúde pública e saneamento: um estudo de caso na cidade de Lins; Public health and sanitation: a case 's study in the city of Lins

Murja, Lúcio Marcelo Faria
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
A pesquisa acompanha e relaciona a evolução dos serviços de saneamento básico da cidade de Lins de forma paralela à incidência de internações e óbitos característicos de Doenças de Veiculação Hídrica (DVH), ocorridos no hospital Santa Casa de Misericórdia de Lins ao longo de três décadas (1975 a 2005) com quatro cortes temporais de dez anos. O período do estudo contempla o processo de universalização do saneamento básico na cidade que se deu em 1997 com a inauguração do sistema de tratamento de esgotos, que passou a tratar, além de toda a água distribuída ao município, todo esgoto coletado. Os resultados, com base em dados colhidos em livros de registro de internações do hospital e do número de ligações de água e esgoto junto a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) permitiram relacionar dentro do universo de atendimento do hospital qual a representatividade das doenças que interessavam ao estudo e estabelecer uma relação entre as condições de saneamento básico e saúde pública. Os resultados apresentaram co-relação entre o aumento do acesso ao saneamento e a saúde pública, com a diminuição do número de ocorrências de internações e óbitos por doenças que poderiam estar ligadas a ausência ou falta desses serviços. A comparação de registros de internações totais do hospital e as provocadas por DVH registraram queda na proporção de 4...

Avaliação dos ganhos de escala e escopo na eficiência da prestação dos serviços de saneamento básico segundo dados do SNIS; Evaluation of Scale and Scope Gains in Efficiency Provision of Services Sanitation According dice from the NHIS

Tanigushi, Daniel Gouveia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Apesar de cada vez mais complexos, os problemas atuais são analisados de modo cada vez mais fragmentado. Na configuração da prestação dos serviços de saneamento básico no Brasil, a fragmentação dos problemas remete principalmente a duas questões: a escala e o escopo da prestação dos serviços de saneamento. O escopo da prestação dos serviços de saneamento reflete a visão das diversas interfaces que os quatro componentes do saneamento básico estabelecem entre si. A escala aqui abordada reflete a abrangência territorial da prestação dos serviços. Com base nos dados do SNIS, buscou-se analisar se a prestação conjunta dos serviços de saneamento básico e a escala de abrangência poderiam interferir em 24 indicadores. Para tanto, os dois bancos de dados do SNIS foram alinhados para que os prestadores pudessem ser agrupados com base no escopo dos serviços prestados (as combinações entre abastecimento de água, esgotamento sanitário e resíduos sólidos) e na escala de abrangência territorial (Local, Microrregional e Regional) e então submetidos à análise de variância para se testar a hipótese de haver diferença na média desses grupos. A despeito de serem detectadas diferenças significativas entre os grupos...

Avaliação integrada de impacto à saúde decorrente de ações de saneamento, em comunidades de unidades de conservação de uso sustentável na Amazônia; Integrated health impact assessment of water supply and sanitation in communities of sustainable use forest reserves in the Amazon

Bernardes, Carolina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/01/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
Em geral, a relação entre fatores ambientais e a saúde é de natureza sistêmica, envolvendo várias áreas do conhecimento. Um dos desafios dentro dessa questão são as abordagens integradas de avaliação em saúde ambiental, que reúnem dimensões técnico-operacionais, socioeconômicas e políticas, ultrapassando as avaliações que consideram apenas questões de exposição e efeito. O objetivo da presente tese foi avaliar, com base em abordagem de avaliação integrada em saúde ambiental, o impacto à saúde decorrente da implantação de intervenções em saneamento, em populações de comunidades localizadas em unidades de conservação de uso sustentável na região do Médio Juruá, no estado do Amazonas. O processo de avaliação foi amparado na abordagem metodológica Avaliação Integrada de Impacto em Saúde Ambiental (AIISA) e utilizou como principal instrumento conceitual o modelo de organização de indicadores Força Motriz-Pressão-Situação-Exposição-Efeitos-Ações (FPSEEA), aplicado em dois estágios bem definidos: i) Estágio Antes: período anterior à implantação das intervenções em saneamento nas comunidades estudadas e ii) Estágio Depois: período de pelo menos seis meses após a finalização da implantação e funcionamento das intervenções. Os resultados obtidos no componente de efeito a partir da comparação entre os dois estágios...

Integração das políticas públicas de recursos hídricos e saneamento: a bacia hidrográfica dos Rios Sorocaba e médio Tietê; Integration between water resources and sanitation public policies: Sorocaba and Médio Tietê catchment.

Paz, Mariana Gutierres Arteiro da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
Recente aprovação da Lei 11.445/2007, que estabelece as diretrizes nacionais para o saneamento básico e para a política federal de saneamento básico representa um avanço para o estabelecimento de um marco regulatório no saneamento no Brasil (SNSA, 2009), considerando o passivo do setor no país. Dentre outros instrumentos, tal lei prevê a elaboração de planos municipais de saneamento, que devem ser elaborados e editados pelo titular do serviço, compatíveis com os planos de bacia hidrográfica no qual está inserido e garantir o controle social na gestão dos serviços de saneamento em consonância com os princípios da lei: universalização do acesso, integralidade e intersetorialidade das ações e participação social. Neste sentido, objetivou-se identificar e avaliar a integração entre as políticas de Saneamento e de Recursos Hídricos na bacia hidrográfica dos rios Sorocaba e Médio Tietê e sua contribuição para a governança da água. O foco da pesquisa foi a gestão integrada do saneamento ambiental e dos recursos hídricos, na qual são de particular importância os processos institucionais qualificados pelo termo governança da água e seus princípios: descentralização, participação, integração e equidade. Foi contextualizado o quadro institucional e os atores envolvidos no processo de gestão em saneamento e recursos hídricos; feito um diagnóstico legal e normativo e de saneamento e recursos hídricos na localidade; e o levantamento dos instrumentos de gestão dos setores recursos hídricos e saneamento; e atores-chave foram entrevistados. Foram analisados os componentes integração e controle social nos planos de bacia e de saneamento; e discutido o alcance desses aspectos para a governança da água. Concluiu-se que o Comitê de Bacia desempenhou um papel central na promoção da integração entre as políticas de saneamento e de recursos hídricos; e que o controle social e a participação contribuem para a integração entre setores relacionados aos recursos hídricos e saneamento.; The Law 11.445/2007 for sanitation sector was approved recently in Brazil...

Indicadores de saúde e saneamento no meio rural em oito municípios da "metade sul" do Rio Grande do Sul

Soder, Rafael Marcelo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
Trata-se de um estudo sobre indicadores de saúde e saneamento na área rural em oito municípios da “Metade Sul” do Rio Grande do Sul, que insere-se no programa interdisciplinar intitulado “Evolução e diferenciação da agricultura, transformação do meio natural e desenvolvimento sustentável em municípios da planície costeira e do planalto sul do Rio Grande do Sul: uma abordagem interdisciplinar”. Tem como objetivo caracterizar as condições de saneamento – cobertura populacional de abastecimento de água e sistemas de esgotamento sanitário - e as condições de saúde infantil – taxa de mortalidade infantil, morbimortalidade por enfermidades diarréicas e infecciosas e baixo peso ao nascer, na área rural de 8 municípios da “Metade Sul” do Rio Grande do Sul. Possui abordagem epidemiológica com delineamento ecológico transversal, de forma descritiva, utilizando variáveis de espaço e pessoa, e coleta por meio de dados secundários extraídos do DATASUS, IBGE e FEE referentes ao ano de 2000. A análise das relações entre saúde e saneamento demonstra a necessidade e a carência de ações voltadas a população rural, denotando ainda a complexidade em se avaliar as interfaces entre a saúde e o saneamento. A análise não revelou correlação linear entre os indicadores...

Financiamento do saneamento basico no Brasil : uma analise comparativa da gestão publica e privada

Manoel Carlos Duarte de Mello Justo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
A presente dissertação tem o objetivo de estudar algumas experiências de gestão do setor de saneamento, no Brasil e em três outros países, que permitam tipificar o padrão de gestão do setor privado no setor, assim como caracterizar a gestão pública setorial e pensar aperfeiçoamentos para o melhor desempenho do setor público de saneamento no Brasil. Foram selecionadas três experiências de gestão no Estado de São Paulo e três outros casos na França, Inglaterra e Argentina. Os casos estudados foram analisados na perspectiva de verificar quais as suas contribuições para o objetivo maior que é a universalização dos serviços de saneamento básico no país. No caso de experiência do setor público é importante ressaltar a necessidade de uma mudança no relacionamento com o setor privado, principalmente no que se refere aos fornecedores de produtos e serviços terceirizados. Além disso, existe a necessidade de controlar e reduzir as perdas dos sistemas de abastecimento de água. Outro ponto relevante é a participação do Ministério Público, que tem procurado estabelecer cronogramas adaptados à capacidade de investimento dos serviços de saneamento para o tratamento dos esgotos no estado de São Paulo. Dos casos nacionais e internacionais de gestão privada do saneamento...

Universalização do saneamento básico

Costa, Bertoldo Silva
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 1 v.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.24%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, Florianópolis, 2010.; Os índices de atendimento dos serviços públicos em saneamento básico no Brasil estão ainda distantes da universalização do acesso pretendida e necessária. Em que pesem os incrementos verificados na oferta dos serviços nas últimas décadas, persiste uma demanda não atendida. Segundo o Ministério das Cidades, nos últimos 28 anos foram investidos, só com recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), cerca de R$ 15,7 bilhões em saneamento (água e esgoto) e seriam necessários mais R$ 178 bilhões nos próximos dezesseis anos, onze vezes o que foi investido entre 1970 e 1998, para atingirmos índices visando à universalização do acesso. O déficit verificado é ainda maior se considerarmos as carências relativas a resíduos sólidos e drenagem e considerarmos que a cobertura de água e esgotos nas áreas rurais é proporcionalmente muito inferior àquela em áreas urbanas. Esta Tese procurou analisar se o País alcançará a universalização do acesso, como pretendido pelo Governo Federal, sendo o primeiro princípio fundamental para a implantação da Lei 11.445/07...

As repercussões sociais das políticas públicas de saneamento para o desenvolvimento comunitário

Souza, Sergio Guimarães de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 285 p.| il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, Florianópolis, 2013.; Esta pesquisa analisa as repercussões sociais de políticas públicas de saneamento no desenvolvimento comunitário da Mangueira da Torre, comunidade situada na cidade do Recife, estado de Pernambuco. Para dar suporte à discussão teórica, fizemos uso da metodologia de história oral, com entrevistas temáticas para as questões empíricas, balizadas em indicadores de saneamento e desenvolvimento comunitário. Buscamos, assim, proceder às análises dos resultados tendo como parâmetros a oferta e a qualidade dos serviços prestados e suas repercussões para a qualidade de vida da comunidade, valendo-nos dos depoimentos dos moradores e técnicos entrevistados, do aporte teórico construído e dos dados secundários obtidos. A comunidade é constituída por uma população caracterizada como pobre, numa área que, por suas precárias condições, podemos denominar de periférica, no entanto, completamente inserida no contexto intraurbano do bairro da Madalena, zona oeste da cidade do Recife. A despeito dessa inserção geográfica numa área nobre da cidade...

Participação e controle social na gestão do saneamento básico

Hetterich, Aline
Fonte: Florianópolis, SC. Publicador: Florianópolis, SC.
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 42 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.26%
TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnológico. Engenharia Sanitária e Ambiental.; A temática central do presente trabalho gira em torno da participação e do controle social na gestão do saneamento básico. Mais especificamente, o foco da pesquisa está no âmbito das questões relativas aos mecanismos de participação e controle social atualmente empregados na gestão do saneamento básico no município de Florianópolis.tendo como objetivo principal identificar os principais mecanismos de incorporados atualmente nos processos de gestão do saneamento básico no município de Florianópolis. Para tanto, busca-se examinar apolítica municipal de saneamento ambiental no âmbito das disposições sobre participação e controle social,analisar o Plano Municipal Integrado de Saneamento Básico enquanto instrumento para a gestão do saneamento básico nas questões relativas à participação e ao controle social e descrever a composição do Conselho Municipal de Saneamento Básico do município de Florianópolis. De acordo com as debate levantado, fica evidente a importância da participação e do controle social nos processos de gestão do saneamento básico. Em particular, o Município de Florianópolis demonstra engajamento para convergir aos dispostos da Política Nacional do Saneamento Básico...

A organização da Política Tarifária expressa no modelo de consórcio público de prestação de serviços de saneamento : o caso do Coresa Sul do PI

Sousa, Cassiana Montesião de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, 2008.; A Constituição Federal de 1988 estabelece que o saneamento básico é definido como competência do Estado, sendo seu papel de promover a melhoria das condições de sua oferta. Adicionalmente, a Lei do Saneamento (Lei 11.445/2007) define que a política pública tem como diretriz a universalização do acesso aos serviços de saneamento básico aos cidadãos, especialmente às populações de baixa renda. Ademais, pela Lei 11.445/2007, a prestação dos serviços de saneamento está vinculada a princípios de eficiência e sustentabilidade econômico-financeira. O pressuposto da sustentabilidade econômico-financeira da prestação dos serviços de saneamento básico está associado à política tarifária adotada. Assim sendo, tem-se que a estrutura tarifária deve prever o uso de subsídios cruzados, como instrumento de redistribuição dos custos de prestação dos serviços de saneamento entre diferentes grupos de consumidores e entre municípios, permitindo ganhos de escala da produção suficientes para viabilizar a sustentabilidade econômico-financeira do sistema. Mas como fica esta questão em regiões que agrupam municípios pequenos em termos populacionais e com grande contingente de população de baixa renda e...

Avaliação da política municipal de saneamento ambiental de Alagoinhas (BA) : contornos da participação e do controle social

Melo, Glenda Barbosa de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2009.; Esta dissertação tem como objetivo avaliar a implementação da Política Municipal de Saneamento Ambiental de Alagoinhas e seus instrumentos, refletindo sobre a participação e o controle social, com ênfase na atuação do Conselho Municipal de Saneamento Ambiental – CMSA na implementação da Política, na elaboração e na implementação do Plano e na regulação, fiscalização e controle da prestação dos serviços de saneamento ambiental. Decidiu-se por avaliar os processos utilizando a análise qualitativa de documentos e registros e entrevistas semi-estruturadas realizadas após sete anos da aprovação da Lei n. 1.460/2001, para inferir a eficiência, a eficácia e a efetividade. Os resultados da pesquisa revelaram que, os processos de implementação poderiam ter sido mais eficientes e mais eficazes e que o CMSA não conseguiu exercer suas atribuições com eficiência, eficácia e efetividade. Constatou-se também que o governo municipal e a sociedade civil vivenciaram uma experiência inovadora no saneamento ambiental e, portanto, propensa a esbarrar involuntariamente em obstáculos e cometerem acertos e erros...

Condicionantes do atendimento do saneamento nas regiões hidrográficas brasileiras

Silva, Ana Catarina Nogueira da Costa
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Geografia, 2013.; A ausência dos serviços de saneamento ambiental gera externalidades sobre o meio ambiente, a saúde e o desenvolvimento econômico. Considerando a importância de se examinar os serviços de saneamento sob a ótica da bacia hidrográfica, o objetivo principal da dissertação foi compreender os fatores que influenciam a desigualdade do atendimento dos serviços de abastecimento de água e coleta de esgoto nas Regiões Hidrográficas brasileiras. Inicialmente, foi apresentado um histórico do setor de saneamento no Brasil e elaborado um panorama dos serviços de saneamento. Após isso, foi realizada uma caracterização da cobertura de saneamento, por meio de análises descritivas das seguintes variáveis: a) demográficas (tamanho da população, taxa de urbanização, localização da sede); b) socioeconômicas (taxa de analfabetismo, porcentagem de pobres, renda domiciliar média) e c) de gestão (modelo de gestão dos prestadores de serviços e existência de instrumento regulador). E ainda, nas bacias Amazônica e do Paraná foi avaliado o efeito dessas variáveis no atendimento dos serviços de saneamento, por meio de modelos de regressão linear múltiplo. Os resultados das análises descritivas mostraram que...

Relações entre saneamento, saúde pública e meio ambiente: elementos para formulação de um modelo de planejamento em saneamento

Soares,Sérgio R. A.; Bernardes,Ricardo S.; Cordeiro Netto,Oscar de M.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
A compreensão das relações entre saneamento, saúde pública e meio ambiente revela-se um pressuposto fundamental para o planejamento de sistemas de saneamento em centros urbanos. Nesse sentido, o presente artigo objetiva propor elementos para o desenvolvimento de um modelo de planejamento em saneamento, a partir de um levantamento histórico das questões ambientais e de saúde incorporadas pelo setor, de uma análise dos marcos conceituais da relação saúde e saneamento, e de uma sistematização dos diversos efeitos da implementação de sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário no meio ambiente e na saúde pública. A avaliação desses efeitos deve garantir a análise correta das possíveis alternativas, tanto do ponto de vista dos objetivos ambientais, quanto dos de saúde pública (objeto primordial do saneamento), de modo a apontar o direcionamento mais adequado das ações. A proposta de sistematização dos efeitos das ações de saneamento em cada fase de sua implementação, realizada neste trabalho, constitui-se em um avanço, no sentido de reunir elementos fundamentais para a formulação de um modelo de planejamento em saneamento.

Relação entre saúde e saneamento na perspectiva do desenvolvimento

Heller,Léo
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1998 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Discute-se a relação entre saúde e saneamento, situando-a no contexto do processo de desenvolvimento social. É defendida inicialmente a inserção dessa relação no atual enfoque saúde e ambiente, reconhecendo que esta nova área não elimina a pertinência da abordagem saúde-saneamento, na verdade sua precursora. Apresenta-se a conceituação de saneamento e sua atual situação no país, além dos marcos conceituais da relação saúde-saneamento. Indicadores de desenvolvimento dos países, enfatizando os brasileiros, são confrontados com indicadores sanitários, mostrando-se que, para o grau de desenvolvimento econômico e a cobertura por serviços de saneamento no Brasil, melhor desempenho dos indicadores de saúde seria esperado. Avaliam-se as assertivas que podem ser extraídas dos estudos epidemiológicos desenvolvidos na área de saneamento e, por fim, discutem-se as perspectivas que se apresentam no campo da relação saúde-saneamento.

Enigma de Hidra: o Setor de Saneamento entre o estatal e o privado

Fernando Albuquerque Vasconcelos, Ronald; de La Mora, Luis (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.29%
Após a extinção do Banco Nacional de Habitação - BNH o Setor de Saneamento no Brasil passou a viver um vazio institucional que perdurou por mais de vinte anos. Neste período, o país se ressentia da definição de uma nova Política para o Setor, que se tornou o ponto crucial da agenda do Saneamento, até janeiro de 2007, ocasião em que foi sancionada a Lei nº 11.445/07, que dispõe sobre as Diretrizes Nacionais para o Saneamento Básico. Ao longo de todo este período, o Setor de Saneamento agregou, aos desafios já existentes inerentes ao antigo modelo do Plano Nacional de Saneamento - PLANASA, novos desafios, que emergiram devido às mudanças que vêm ocorrendo de natureza estrutural: o fenômeno da globalização; a crise ambiental, ou mais especificamente a crise da água; e aquelas no âmbito do Estado (principal provedor de bens públicos como os serviços de saneamento). Resumidamente, de acordo com o PMSS Programa de Modernização do Setor de Saneamento, no diagnóstico realizado pelo Governo Brasileiro, entre os principais desafios a serem enfrentados nos próximos anos, visando atingir o objetivo da universalização dos serviços estão: o estabelecimento da regulação como condição de controle dos serviços...

An?lise da qualidade da informa??o no setor de saneamento b?sico: em busca da intelig?ncia estrat?gica

CONDUR?, Marise Teles
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Estudo da dimens?o informacional do setor de saneamento b?sico, com o objetivo de analisar a qualidade da informa??o dispon?vel em fontes de informa??o utilizadas no planejamento do setor. Para isso, foram analisadas as bases governamentais de informa??o, o Sistema Nacional de Informa??es sobre Saneamento 2009 (SNIS), a Pesquisa Nacional de Saneamento B?sico 2008 (PNSB), a Pesquisa Nacional por Amostra de Domic?lios 2009 (PNAD) e o Censo Demogr?fico 2010, no ?mbito nacional, e o Servi?o de Informa??o do Estado do Par? 2009 (SIE). A an?lise foi realizada por meio do Diagrama de Pareto, do Diagrama de causa e efeito de Ishikawa e dos atributos de informa??o de atualidade, abrang?ncia, confiabilidade, precis?o e pertin?ncia, sendo, ainda, investigada a opini?o de especialistas do setor. Nos 15 problemas evidenciados na redu??o da qualidade da informa??o em saneamento b?sico, cinco deles s?o considerados vitais e influenciam os demais problemas, sendo eles: a) falta de intera??o com outras ?reas; b) periodicidade inadequada de dissemina??o das informa??es; c) falta de detalhamento da informa??o; d) forma de coleta inadequada; e) organiza??o da informa??o inadequada. A partir da constata??o das fragilidades na dimens?o informacional em saneamento b?sico...

OS PROBLEMAS DE SANEAMENTO E SEUS IMPACTOS SOBRE A SAÚDE PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE DONA INÊS/PB

Maciel, Ana Beatriz Câmara; Felipe, Jairo Alves; Lima, Zuleide Maria Carvalho
Fonte: OKARA: Geografia em debate Publicador: OKARA: Geografia em debate
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 07/01/2016 POR
Relevância na Pesquisa
37.24%
O saneamento é um conjunto de ações socioeconômicas, que visa alcançar Salubridade Ambiental, por meio da implantação de serviços e infraestruturas, com a finalidade de proteger e melhorar as condições de vida da população. A carência de medidas de saneamento contribui para proliferação de várias doenças. Entretanto, a maioria dos munícipios brasileiros apresenta grandes deficiências na área de saneamento. De modo geral, este trabalho buscou analisar as condições dos serviços de saneamento básico e sua repercussão na saúde da população do município de Dona Inês/PB. Especificamente, caracterizou-se o município, destacando o processo histórico; elencou-se a importância dos serviços de saneamento para promoção da saúde; explanou-se sobre os principais problemas relacionados aos serviços básicos existentes no município; e avaliaram-se os impactos decorrentes da falta e inadequado sistema de saneamento do município. Para isso, foi realizado um amplo levantamento, leitura e fichamento de material bibliográfico. Em seguida, foi feito a caraterização das condições do saneamento básico, utilizando como técnicas a observação e o registro fotográfico. Por fim, realizou-se uma pesquisa empírica a alguns órgãos públicos para coletar informações e elaborar um diagnóstico da situação do saneamento básico e os impactos decorrentes dela. Desse modo...

Relações entre saneamento, saúde pública e meio ambiente: elementos para formulação de um modelo de planejamento em saneamento

Soares,Sérgio R. A.; Bernardes,Ricardo S.; Cordeiro Netto,Oscar de M.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
A compreensão das relações entre saneamento, saúde pública e meio ambiente revela-se um pressuposto fundamental para o planejamento de sistemas de saneamento em centros urbanos. Nesse sentido, o presente artigo objetiva propor elementos para o desenvolvimento de um modelo de planejamento em saneamento, a partir de um levantamento histórico das questões ambientais e de saúde incorporadas pelo setor, de uma análise dos marcos conceituais da relação saúde e saneamento, e de uma sistematização dos diversos efeitos da implementação de sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário no meio ambiente e na saúde pública. A avaliação desses efeitos deve garantir a análise correta das possíveis alternativas, tanto do ponto de vista dos objetivos ambientais, quanto dos de saúde pública (objeto primordial do saneamento), de modo a apontar o direcionamento mais adequado das ações. A proposta de sistematização dos efeitos das ações de saneamento em cada fase de sua implementação, realizada neste trabalho, constitui-se em um avanço, no sentido de reunir elementos fundamentais para a formulação de um modelo de planejamento em saneamento.