Página 1 dos resultados de 5 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Fatores institucionais que influenciam a previsão das receitas orçamentárias : um estudo de caso dos governos estaduais brasileiros

Costa, Eduardo Augusto de Abreu
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
26.29%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Administração, 2011.; O objetivo deste trabalho é investigar a influência dos fatores institucionais sobre a previsão das receitas orçamentárias, isto é, sobre o grau de precisão dessas previsões. Investigamos se os erros associados às previsões são o resultado simplesmente da inadequação das técnicas utilizadas e dos fatores aleatórios, ou, indo ao encontro de grande parte da literatura específica, se são resultado também da influência da configuração política e organizacional do ente público. Foram utilizadas as unidades federativas estaduais do Brasil como estudo de caso. Para efeitos deste trabalho, foram analisadas apenas as previsões das receitas tributárias e, além disso, separamos os erros de previsão das receitas de ICMS e os erros de previsão dos demais tributos. Para o melhor tratamento estatístico do modelo de regressão, a variável resposta “ERRO DE PREVISÃO” foi categorizada: erros abaixo de 5% e erros acima de 5%. A partir daí, foram analisadas quais as variáveis que aumentam ou diminuem a probabilidade de ocorrer erros maiores que 5%. A técnica estatística mais adequada para este tipo de análise é a regressão logística. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The objective of this study is to investigate the influence of institutional factors on the estimates of budget revenues...

Previsão da receita tributária federal por base de incidência

Benelli, Fernando Covelli
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
16.39%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2013.; O presente trabalho tem por objetivo aperfeiçoar a utilização de modelos de séries temporais para a previsão da arrecadação total das Receitas Federais, destacando para tal fim o emprego da modelagem multivariada, VAR, e a combinação de previsões. Atualmente, a Receita Federal do Brasil (RFB) emprega, na realização de suas previsões, o chamado Método dos Indicadores, o qual faz uso de procedimentos puramente aritméticos. Trabalhos anteriores têm demonstrado a superioridade, em termos de acurácia preditiva, dos modelos derivados da metodologia de séries temporais univariadas, notadamente a ARIMA, em relação ao método oficial da RFB. Sendo assim, optou-se, neste trabalho, em adotar as previsões da modelagem oficial como benchmark, em relação às quais serão avaliadas as previsões advindas da modelagem univariada, ARIMA, e multivariada, VAR, ou multivariada com correção de erro, VEC. Para efeitos de comparação, também foram realizadas combinações das modelagens uni e multivariadas. Foi ainda considerada a inclusão, nos sistemas VAR/VEC, de duas variáveis antecedentes do PIB: Selic, para um semestre à frente, e IBrX-100...

Revenue forecast errors in the European Union

Carvalho, Rui Miguel da Costa
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 ENG
Relevância na Pesquisa
96.66%
Mestrado em Economia Monetária e Financeira; The recent years had brought significant uncertainty to macroeconomic forecasts made not only by specialized international institutions but also by central governments. This dissertation assesses the determinants of revenue forecast errors for the EU-15 between 1999 and 2012, based on the forecasts published bi-annually by the European Commission. A particular important result obtained was that tax rate changes do affect revenue errors and that different tax changes affect differently revenue errors. Also, GDP errors, minority governments, election year and corporate rate changes can be associated to overly optimistic revenue forecasts. On the other hand, 10-year bond yields, inflation errors and VAT changes are associated with a more prudent behaviour.

Revenue forecast errors in the European Union

Afonso, António; Carvalho, Rui
Fonte: ISEG. Departamento de Economia Publicador: ISEG. Departamento de Economia
Tipo: Outros
Publicado em /02/2014 ENG
Relevância na Pesquisa
96.82%
In this paper we assess the determinants of revenue forecast errors for the EU-15 between 1999 and 2012, based on the forecasts published bi-annually by the European Commission. Our results show that personal income rate changes increase the revenue forecast errors: for forecasts made in t for t, increases in the corporate tax rate implies a decrease in the revenue forecast errors, in t+1 and t+2. Moreover, an increase in GDP forecast errors decreases revenue errors, whereas an increase in the inflation error will increase revenue errors. GDP errors, minority governments, election year and corporate tax rate changes can be associated with optimistic revenue forecasts. On the other hand, yield, inflation errors and VAT tax rate changes are associated with more prudent forecast behaviour.

Revenue Forecast Errors in the European Union

Afonso, António; Carvalho, Rui
Fonte: ISEG – Departamento de Economia Publicador: ISEG – Departamento de Economia
Tipo: Trabalho em Andamento
Publicado em //2014 ENG
Relevância na Pesquisa
96.82%
In this paper we assess the determinants of revenue forecast errors for the EU-15 between 1999 and 2012, based on the forecasts published bi-annually by the European Commission. Our results show that personal income rate changes increase the revenue forecast errors: for forecasts made in t for t, increases in the corporate tax rate implies a decrease in the revenue forecast errors, in t+1 and t+2. Moreover, an increase in GDP forecast errors decreases revenue errors, whereas an increase in the inflation error will increase revenue errors. GDP errors, minority governments, election year and corporate tax rate changes can be associated with optimistic revenue forecasts. On the other hand, yield, inflation errors and VAT tax rate changes are associated with more prudent forecast behaviour.