Página 1 dos resultados de 401 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Estudo preliminar sobre a utilização da cana-de-açúcar e seus derivados para a produção de painéis Hardboards; Preliminary study on the use of sugarcane and its derivates for the production of hardboard panels

Freitas, Jonathan Francisco de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.3%
As usinas sucroalcooleiras aproveitam apenas a fração colmo da planta para a produção de açúcar e etanol restando o bagaço da cana-de-açúcar, composto das frações fibra e medula, é em grande parte usado para geração de energia elétrica. O resíduo agrícola da cana RAC, constituído pelas folhas, palha, e a ponteira da cana de açúcar são cortados durante a colheita e devolvidos ao campo para adubar o solo contribuindo para a lavoura da cana-de-açúcar. Os painéis hardboards são produzidos a partir da aplicação de calor e pressão a um colchão de fibras ou serragem de madeira, sendo aplicados como pisos na construção civil e como pranchetas e fundo de gavetas na indústria moveleira. Assim, a proposta desse trabalho foi o estudo da utilização dos materiais provenientes da cultura de cana-de-açúcar, em particular a fração medula do bagaço de cana-de-açúcar e do RAC para produção de hardboard (sem a utilização de adesivos) e particleboards (com a adição de resina fenol-formaldeído). Adicionalmente, estudou-se a adição da humina resultante de processos de hidrólise ácida do bagaço de cana-de-açúcar como coadjuvante na produção de painéis de medula de cana-de-açúcar. A utilização da resina fenol-formaldeído foi estudada no intervalo de 10% a 33%...

Resíduo sólido orgânico urbano e níveis de irrigação no cultivo de crambe

Franco, Claudenir Facincani
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xv, 59 p. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.41%
Pós-graduação em Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV; The organic urban solid waste (OUSW) are produced in large amounts causing environmental problems for the population. The agricultural use of this waste can help minimize this impact. Moreover, the water main and limiting factor of production has become an increasingly valued. The crambe can be used in crop rotation and has high value industrial oil and can be used in the manufacture of biofuel and a variety of inputs. Thus, the main of this work was to study the effect of composted OUSW and irrigation levels on growth and grain yield of crambe plants. The experiment was conducted in a greenhouse using soil in PVC containers with dimensions of 0.45 m in height and 0.30 m in diameter. The experimental design was completely randomized in a factorial design (5x4) with three replications. The factors consisted of five doses of composted OUSW corresponding to 0, 15, 30, 60 and 120 Mg ha-1 and four irrigation levels 40, 70, 100 and 130% of the blade calculated based on the method of estimating evapotranspiration (TE) estimated by atmometer. Each replicate contained seven plants. The plants were evaluated for shoot height and diameter and divided into grains, roots, stems and leaves and the plant material was dried in an oven with forced air circulation...

Valorização de lamas de tratamento de águas residuais urbanas para utilização agrícola

Mendes, Sandra Isabel Silva
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.52%
Um dos princípios subjacentes à prática de quaisquer atos de engenharia é o da minimização dos impactos de diversa ordem associados a essa prática e de contribuir para a preservação do meio ambiente. As estações de tratamento de águas residuais (ETAR) são instalações destinadas a proteger o ambiente da poluição provocada pela descarga das águas residuais nos meios hídricos recetores. Uma ETAR é uma “fábrica” que transforma matéria-prima (águas residuais) em produto final (efluente tratado), mas que produz resíduos resultantes dessatransformação que ainda continuam a ter efeitos negativos no meio ambiente, como é o caso das lamasresultantes do tratamento. Uma das principais preocupações na gestão das ETAR urbanas é qual o destino final a dar às lamas desse tratamento. A solução desejável é a reutilização das lamas provenientes das ETAR como fertilizante agrícola ou corretor dos solos. A regulamentação ambiental impõe algumas restrições à valorização agrícola deste resíduo e a crescente industrialização e o consequente aumento da poluição das águas residuais urbanas torna mais difícil a tarefa de fazer com que as lamas tenham a qualidade química e microbiológica desejável para asua aplicação nos solos agrícolas...

Produtividade de soja em semeadura direta influenciada por profundidade do sulcador de adubo e doses de resíduo em sistema irrigado e não irrigado

Herzog,Ricardo L. da S.; Levien,Renato; Trein,Carlos R.
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.31%
O experimento foi conduzido na EEA-UFRGS, em Argissolo Vermelho distrófico típico, com o objetivo de quantificar o volume de solo mobilizado e a produção total de biomassa de soja em uma área de campo nativo, anteriormente cultivada com aveia-preta. Após a colheita, o resíduo de aveia foi distribuído nas parcelas, nas doses de 0; 2; 3; 4; 5 e 6 Mg ha-1, que constituíram os tratamentos principais, os quais, por sua vez, foram subdivididos em função de profundidades (0,06 m e 0,12 m) de atuação dos sulcadores de adubo, tipo facão, da semeadora-adubadora. O delineamento foi o de blocos casualizados, com três repetições. Os tratamentos foram conduzidos em áreas distintas, com e sem irrigação. O volume de solo mobilizado pelos sulcadores de adubo foi 53% maior a 0,12 m do que a 0,06 m, não havendo diferença em função da dose de resíduo de aveia. A produtividade de grãos, massa seca da parte aérea e de raízes, na profundidade de 0 a 0,15 m, não foi influenciada pela profundidade do sulcador e pela quantidade de resíduo de aveia-preta. Na média dos tratamentos, a irrigação suplementar aumentou em 11% a produtividade de grãos e a biomassa total da soja. Mesmo sem irrigação, a produtividade da soja foi superior à média do Rio Grande do Sul...

Incorporação de casca de arroz e de braquiária e seus efeitos nas propriedades físicas e mecânicas de tijolos de solo-cimento

Ferreira,Régis de C.; Gobo,Júlio C. da C.; Cunha,Ananda H. N.
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.47%
A forma indiscriminada de extração dos recursos naturais e a poluição gerada pelos resíduos promovem impactos sobre o meio ambiente e é motivo de grande preocupação. Visando a oferecer alternativas de destinação de resíduos agrícolas, o presente trabalho estudou composições da mistura de solo-cimento-resíduo agrícola, tendo como objetivo principal determinar os teores máximos de resíduos a serem incorporados sem o comprometimento de suas características mecânicas. Foram utilizados dois tipos de resíduos vegetais (cascas de arroz e de braquiária) e utilizou-se o cimento Portland CP II-F-32 para a composição dos tratamentos. Nas combinações, os teores de cimento e resíduo variaram desde 100% de cimento e 0% de resíduo, até 60% de cimento e 40% de resíduo. Os tijolos foram prensados com o auxílio de máquina de fabricação de tijolos e submetidos aos ensaios de compressão simples e absorção de água. Os melhores resultados, em termos de resistência à compressão simples e de absorção de água, foram obtidos pelos tratamentos com substituição de 10% de resíduos vegetais em relação ao teor de cimento. De forma geral, os resultados sugerem a possibilidade do uso desses resíduos no teor de 10%...

Quantificação de macronutrientes no solo e em folhas de cana-de-açúcar em função de doses de resíduo da mineração de bauxita

Nobile,Fabio O. De; Galbiatti,João A.; Muraishi,Reginaldo; Ribeiro,Adriano G.; Freddi,Onã da S.
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.4%
O experimento foi realizado em ambiente protegido, com o objetivo de avaliar o efeito do resíduo da mineração de bauxita nos teores de macronutrientes, no solo e em plantas de cana-de-açúcar. Foram utilizados vasos de 10 L que receberam as seguintes doses de resíduo de bauxita: 0; 28;56; 84; 112 e 140 t ha-1, utilizando-se do clone de cana-de-açúcar SP92 4221. A incorporação do resíduo de bauxita no solo proporcionou aumento nos teores dos macronutrientes do solo, sendo que apenas para o enxofre doses acima de 83 t ha-1 proporcionaram reduções desse nutriente. Já para os teores de macronutrientes determinados na folha, doses acima de 70,5; 125; 101 e 56 t ha-1 diminuíram os teores de nitrogênio, fósforo, potássio e enxofre, respectivamente. Entretanto, para o cálcio e o magnésio, a utilização do resíduo proporcionou a diminuição dos seus teores foliares. A dose do resíduo de bauxita que teve a maior produção de massa seca foi de 64 t ha-1.

Resistência à compressão do solo-cimento com substituição parcial do cimento Portland por resíduo cerâmico moído

Dallacort,Rivanildo; Lima Júnior,Humberto C.; Willrich,Fábio L.; Barbosa,Normando P.
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 PT
Relevância na Pesquisa
46.35%
Neste trabalho, apresenta-se o estudo experimental da resistência à compressão do solo-cimento, com substituição parcial do cimento Portland por resíduo cerâmico moído. Para tanto, foram ensaiados 81 espécimenes cilíndricos desse material à compressão, em que parte do cimento foi substituída por material cerâmico moído. Realizou-se uma programação fatorial, na qual três variáveis foram selecionadas para estudo: o teor de material ligante (cimento + resíduo cerâmico), a umidade do solo e o teor de resíduo cerâmico adicionado. É apresentado um estudo estatístico através de análise de variância da massa específica do material e da resistência a compressão. Tal estudo permitiu concluir-se que substituições de 25 e 57% do teor de cimento por material cerâmico podem produzir blocos de solo-cimento com resistências superiores a 2 MPa, com teor de material ligante de 6 e 8%, respectivamente.

Teor de zinco, cádmio e chumbo em plantas de arroz em solos incubados com resíduo siderúrgico

Andrade,André F. M. de; Amaral Sobrinho,Nelson M. B. do; Mazur,Nelson
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.31%
Os efeitos da aplicação de resíduo siderúrgico, proveniente da concentração de Zn em lama de altos fornos siderúrgicos, como fonte de Zn às plantas de arroz e a toxicidade de Cd e Pb no resíduo, foram avaliados em experimento. O material de solo usado proveio do horizonte superficial dos solos Latossolo Vermelho Amarelo (LVA); Neossolo Flúvico (RU) e Argissolo Vermelho Amarelo (PVA), coletados no município de Pinheiral, Estado do Rio de Janeiro; utilizou se a variedade de arroz (Oryza sativa L.) BRS Curinga. As plantas foram coletadas aos 145 dias após a semeadura; aquelas crescidas no Neossolo Flúvico apresentaram a maior produção de matéria seca e a maior acumulação de zinco, mas a menor de cádmio, enquanto as desenvolvidas no Argissolo Vermelho Amarelo indicaram a menor produção de matéria seca, menor acumulação de zinco, mas maior de chumbo e de cádmio. O extrator DTPA foi alvo de correlações elevadas e significativas com as concentrações de chumbo, cádmio e zinco, nas raízes e na parte aérea e, com a quantidade acumulada nas plantas, mostrando se bom indicador da biodisponibilidade desses três metais. Pelas características apresentadas nos solos estudados e pelas concentrações fitotóxicas do chumbo e do cádmio encontradas nas plantas desenvolvidas no PVA...

Crescimento inicial de Acácia em condicionador formado de fibra de coco e resíduo agregante

Duarte,Rômulo F.; Sampaio,Regynaldo A.; Brandão Júnior,Delacyr da S.; Fernandes,Luiz A.; Silva,Humberto P. da
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.31%
Propôs-se, neste trabalho, avaliar manta (condicionador do solo) formada de fibra de coco e resíduo agregante com diferentes substratos no crescimento inicial de plantas de Acacia mangium Willd. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso, com 13 tratamentos e três repetições, distribuídos em esquema fatorial (6 x 2 + 1), sendo 6 proporções de fibra de coco e resíduo agregante (100 e 0%, 90 e 10%, 80 e 20%, 70 e 30%, 60 e 40%, 50 e 50%), 2 substratos contendo lodo de esgoto (terra de subsolo de Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA) + lodo de esgoto na proporção 2:1) e esterco bovino (terra de subsolo de Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA) + esterco bovino curtido na relação 3:1), e a testemunha como tratamento adicional, terra de subsolo de Latossolo Vermelho-Amarelo (LVA). Após 173 dias da semeadura a manta, contendo LVa+ esterco bovino curtido (3:1), foi superior ao substrato com terra de subsolo de LVA e lodo de esgoto (2:1) no desenvolvimento inicial de A. mangium Willd em altura e comprimento da raiz. Mantas contendo aproximadamente de 90 a 100% de fibra de coco e de 0 a 10% de resíduo agregante proporcionaram melhores características de crescimento de A. mangium Willd em condições de campo.

Cinética de secagem do resíduo de abacaxi enriquecido

Alexandre,Hofsky V.; Silva,Flávio L. H. da; Gomes,Josivanda P.; Silva,Osvaldo S. da; Carvalho,João P. D.; Lima,Ezenildo E. de
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.51%
O Brasil é um dos maiores produtores de abacaxi do mundo e o maior da América do Sul. O fruto é a parte comercializável da planta enquanto o restante é formado por caule, folha, casca, coroa e talos, considerado resíduo agrícola e não tem sido devidamente aproveitado, resultando em perdas econômicas. Caracterizar e avaliar a cinética de secagem do resíduo (casca) de abacaxi (Ananas comosus L.) enriquecido utilizando a levedura Saccharomyces cerevisiae em leito estático, em camada fina de secagem, utilizando-se de planejamento experimental fatorial, foi o objetivo deste estudo. A temperatura (40 a 60 ºC) e a velocidade do ar de secagem (0,8 a 1,3 m s-1) são as variáveis do processo. O resíduo enriquecido e caracterizado apresentou alto teor de matéria seca (90,27%) e elevado teor de proteína (20,21%) em relação ao resíduo in natura (7,61%). A cinética de secagem ocorreu no período de taxa decrescente. Os modelos Page, Henderson & Pabis e Lewis, ajustaram os dados experimentais satisfatoriamente, sendo Page discretamente superior aos demais. Verificou-se influência da variável temperatura apenas para a variável resposta umidade, não sendo observada influência estatisticamente significativa da velocidade do ar de secagem.

Atividade microbiana e enzimática em um latossolo ácido sob doses de resíduo de reciclagem de papel.

KUWANO, B. H.; BALBINOT JUNIOR, A. A.; FONSECA, J. A.; VOGT, G. A.; TAVARES FILHO, J.; HUNGRIA, M.; NOGUEIRA, M. A.
Fonte: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 30.; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICORRIZAS, 14.; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA DO SOLO, 12.; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 9.; SIMPÓSIO SOBRE SELÊNIO NO BRASIL, 1., 2012, Maceió. A responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola: anais. Viçosa: SBCS, 2012. 4 p. Trab. 1122. Publicador: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 30.; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICORRIZAS, 14.; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA DO SOLO, 12.; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 9.; SIMPÓSIO SOBRE SELÊNIO NO BRASIL, 1., 2012, Maceió. A responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola: anais. Viçosa: SBCS, 2012. 4 p. Trab. 1122.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.31%
A reciclagem de papel gera resíduos denominados lodo de Estação de Tratamento de Efluentes (ETE). Sua utilização na agricultura como corretivo de acidez do solo reduz a disposição em aterros sanitários, além de diminuir os custos de produção com calagem. O objetivo foi avaliar o efeito de diferentes doses de reciclagem de papel sobre os atributos microbiológicos de um Latossolo Ácido. O delineamento experimental foi o de blocos completos casualizados com parcelas subdivididas (com aplicação em 2004 e reaplicação em 2008). Foram conduzidos sete tratamentos constituídos de 7 doses de resíduo de reciclagem de papel: 0; 63,6; 127; 191; 254; 382; 510 t/ha e um tratamento com 10,7 t/ha de calcário dolomítico, em três repetições. O delineamento experimental foi o de blocos completos casualizados com parcelas subdivididas (com aplicação em 2004 e reaplicação em 2008). A reaplicação superficial foi de 30 t/ha do mesmo resíduo. A atividade da fosfatase ácida diminuiu com o aumento das doses de resíduo, enquanto a respiração basal aumentou. A biomassa microbiana de carbono e nitrogênio, a atividade da celulase e da desidrogenase não foram influenciadas pelos tratamentos. O principal fator que levou à alteração da atividade da fosfatase ácida e da respiração basal foi o pH do solo.; 2012; Fertbio.

Lodo de papel reciclado como insumo agrícola e florestal.

FARIA, A. B. de C.; ÂNGELO, A. C.; AUER, C. G.; COSTA, E. R. O.
Fonte: Scientia Agraria, Curitiba, v. 16, n. 1, p. 41-47, jan./fev. 2015. Publicador: Scientia Agraria, Curitiba, v. 16, n. 1, p. 41-47, jan./fev. 2015.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.31%
O lodo do papel reciclado tem potencial para uso como corretivo de solos. Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito do resíduo sobre as características físico-químicas e a fertilidade do solo. Seu teor de umidade e sua granulometria foram controlados para o uso experimental. Foi realizado um ensaio em vasos em delineamento de blocos casualisados, cujo primeiro fator foi a aplicação de doses crescentes do lodo, e o segundo fator, a realização de adubação de cobertura, na implantação de E. saligna. O lodo do papel reciclado aumenta o pH da mistura, sendo também uma fonte de cálcio para o desenvolvimento de plantas. Os teores de magnésio presentes no resíduo não são satisfatórios para o desenvolvimento de E. saligna, mas o resíduo diminui satisfatoriamente a toxidez potencial e aumenta a saturação por bases do solo.; 2015

Uso agrícola de composto orgânico: controle da qualidade ambiental e informatização.

SILVA, F. C. da; PIRES, A. M. M.; SANTOS, A. D. dos; RODRIGUES, L. H. A.; ABREU JÚNIOR, C. H.
Fonte: In: SPADOTTO, C. A.; RIBEIRO, W.C. (Ed.). Gestão de resíduos na agricultura e agroindústria. Botucatu: FEPAF, 2006. p. 95-117. Publicador: In: SPADOTTO, C. A.; RIBEIRO, W.C. (Ed.). Gestão de resíduos na agricultura e agroindústria. Botucatu: FEPAF, 2006. p. 95-117.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.41%
2006

Impacto ambiental do uso agrícola do lodo de esgoto.

BETTIOL, W.; CAMARGO, O. A. de
Fonte: In: SPADOTTO, C. A.; RIBEIRO, W.C. (Ed.). Gestão de resíduos na agricultura e agroindústria. Botucatu: FEPAF, 2006. p. 181-204. Publicador: In: SPADOTTO, C. A.; RIBEIRO, W.C. (Ed.). Gestão de resíduos na agricultura e agroindústria. Botucatu: FEPAF, 2006. p. 181-204.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.41%
2006

Extração e caracterização de nanocristais de celulose a partir de folhas de abacaxi

Santos, Roni Marcos dos
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.61%
A folha do abacaxi (PL) é um resíduo agrícola com produção anual e disponível em abundância, visto que em 2011 foram produzidas aproximadamente três milhões de toneladas, sendo utilizado muito raramente, tem atualmente um baixo valor comercial. Portanto, este resíduo agrícola merece ser melhor e/ou usado corretamente. O objetivo deste estudo foi o de explorar a PL, como fonte de matéria prima para a produção de nanocristais de celulose (CN). Os CN foram extraídos por meio de hidrólise ácida, a 45 °C durante 5, 30 e 60 minutos, utilizando-se 20 mL de H2SO4 (9,17 M) para cada grama de fibra de celulose purificada obtida da PL. Os CN resultantes foram caracterizados por índice de cristalinidade, morfologia (forma e tamanho), e estabilidade térmica. Entre as condições de hidrólise realizadas, o melhor tempo de extração foi de 30 minutos, com rendimento de 65%. Neste tempo de extração, os CN apresentaram-se em forma de agulha, estabilidade térmica elevada (225 °C) quando comparada a temperatura de processamento dos termoplásticos (cerca de 200 °C), elevada cristalinidade (87,3%) em relação à NC de outras fontes celulósicas oriunda de resíduos agrícolas (por exemplo, a casca de soja 73,5%), um comprimento médio (L) de 249...

Viabilidade do aproveitamento agrícola de percolados de resíduos sólidos urbanos

Matos,Antonio T. de; Carvalho,André L. de; Azevedo,Izabel C. D. d'A.
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.39%
Com a realização deste trabalho, avaliou-se a qualidade física, química e bioquímica do percolado produzido em colunas de resíduo sólido urbano recém-coletado (RSU), contendo ou não camada de resíduo de construção civil (RCC), com fins de aproveitamento agrícola; para isso, o RSU foi colocado, de forma seqüencial em camadas de 0,15 m de espessura e peso específico de 7 kN m-3, obtidas por compressão do material acondicionado, formando-se ao final duas colunas com 2,47 m de altura. Em uma das colunas, antes do acondicionamento do RSU, foi disposta uma camada de 0,30 m de RCC, como base para a coluna. Amostras do percolado lixiviado das colunas foram coletadas quinzenalmente para a realização das seguintes caracterizações: CE, pH, ST, SST, DQO, DBO, N total, Ca, Mg, Fe, Mn, Cd, Cu, Zn, Pb, Ni e Cr. Com base nos relativamente altos valores de pH e de concentrações de material orgânico e macronutrientes (N, Ca, Mg) e de baixas concentrações de metais pesados, o uso dos percolados de aterros sanitários deve ser considerado como forma viável de disposição final dessa água residuária.

Fluxo de vapor de água atmosférico na obtenção do resíduo ET-P em três macrorregiões brasileiras

Cavalcanti,Enilson P.; Gomes Filho,Manoel F.; Bezerra,Wagner de A.
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.31%
São analisados, neste trabalho, a precipitação, a evapotranspiração e o resíduo (ET-P) para três áreas de controle de 10 por 10 graus de latitude e longitude sobre as regiões Nordeste, Norte e Sudeste do Brasil. O fluxo de vapor d'água resultante é calculado e comparado com o resíduo. As análises são feitas a partir dos dados de reanálise mensais do National Center for Atmospheric Research/National Centers for Environmental Prediction - NCAR/NCEP, para o período de 1958 a 1998. Aspectos da variação sazonal e interanual dos elementos citados são apresentados para cada uma das áreas e, entre os resultados obtidos, destacam-se a boa correlação entre o resíduo e o fluxo de vapor d'água resultante, com coeficientes de determinação de 0,86, 0,84 e 0,74 para as áreas Nordeste, Norte e Sudeste, respectivamente.

Indice de humificación y prueba de fitotoxicidad en residuos orgánicos de uso agrícola potencial; Humification index and phytotoxicity test in organic wastes potentially agricultural

Acosta, Y; Paolini, J; Benítez, Emilio
Fonte: Universidad del Zulia Publicador: Universidad del Zulia
Tipo: Artículo
SPA
Relevância na Pesquisa
36.47%
La materia orgánica no humificada en residuos orgánicos potencialmente agrícolas, puede producir fitotoxicidad en las plantas. A fin de estimar el nivel de estabilidad de la materia orgánica se determinaron índice, grado y tasa de humificación en lodo residual producto del tratamiento de aguas servidas, estiércol de chivo y residuo del procesamiento industrial de sábila (Aloe vera). El método se basó en la extracción y fraccionamiento de sustancias húmicas empleando una columna de polivinilpirrolidona insoluble. El lodo y el estiércol resultaron ser materiales más humificados, con índices de humificación de 0,32 y 0,36 (< 1), respectivamente; concluyéndose que ambos residuos orgánicos son adecuados para uso agrícola, debido a su materia orgánica más estabilizada y al mayor contenido de nutrientes, en relación al residuo vegetal. La prueba de germinación para evaluar la fitotoxicidad por sustancias orgánicas, incubando semillas de Lepidium sativum en el extracto acuoso, resultó en un índice de germinación de 67% para el residuo de sábila; indicando que éste constituye un medio más favorable para la germinación, en relación al estiércol y al lodo (57,9 y 53,2%). La prueba de fitotoxicidad no guardó relación con la estabilidad de la materia orgánica...

Efecto del residuo agrícola de la cosecha en verde de la caña de azúcar en el desarrollo de microorganismos de importancia agrícola y ambiental

Tortora,María L.; Vera,Lucía; Grellet Naval,Noel; Fernández de Ullivarri,Juan; Digonzelli,Patricia A.; Romero,Eduardo R.
Fonte: Revista industrial y agrícola de Tucumán Publicador: Revista industrial y agrícola de Tucumán
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 ES
Relevância na Pesquisa
56.58%
En la actualidad, la industria azucarera mundial tiende a reemplazar la quema del cañaveral previo a la cosecha, por el sistema de caña verde. Trabajos demuestran que cuando el residuo agrícola de cosecha (RAC) regresa al suelo, aporta nutrientes, materia orgánica y mejora su estructura. Sin embargo, el efecto del RAC en el desarrollo de microorganismos del suelo aún no ha sido evaluado en Tucumán, R. Argentina. Por esta razón, el objetivo de este trabajo fue evaluar los cambios que ocurren en el desarrollo de microorganismos de importancia agrícola y ambiental, en dos situaciones de manejo del suelo: con y sin mantenimiento de cobertura con RAC. Los ensayos se realizaron en el Dpto. Leales, Tucumán, utilizando la variedad LCP 85-384 en la edad de soca 4; es decir, los tratamientos se establecieron cuatro años antes del muestreo. Para el análisis microbiológico, se tomaron muestras de suelo y de diferentes tejidos durante los meses de junio, julio, noviembre 2011 y mayo 2012. El recuento de microorganismos se realizó utilizando diferentes medios de cultivo: LB para aerobios mesófilos totales, APG para hongos y levaduras, AC para Pseudomonas sp. y medios de cultivo semisólidos libres de N2 para bacterias microaeróbicas fijadoras de nitrógeno. En forma general...

Indice de humificación y prueba de fitotoxicidad en residuos orgánicos de uso agrícola potencial

Acosta¹,Y; Paolini²,J; Benítez,E
Fonte: Facultad de Agronomía. Universidad del Zulia Publicador: Facultad de Agronomía. Universidad del Zulia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 ES
Relevância na Pesquisa
36.47%
La materia orgánica no humificada en residuos orgánicos potencialmente agrícolas, puede producir fitotoxicidad en las plantas. A fin de estimar el nivel de estabilidad de la materia orgánica se determinaron índice, grado y tasa de humificación en lodo residual producto del tratamiento de aguas servidas, estiércol de chivo y residuo del procesamiento industrial de sábila (Aloe vera). El método se basó en la extracción y fraccionamiento de sustancias húmicas empleando una columna de polivinilpirrolidona insoluble. El lodo y el estiércol resultaron ser materiales más humificados, con índices de humificación de 0,32 y 0,36 (< 1), respectivamente; concluyéndose que ambos residuos orgánicos son adecuados para uso agrícola, debido a su materia orgánica más estabilizada y al mayor contenido de nutrientes, en relación al residuo vegetal. La prueba de germinación para evaluar la fitotoxicidad por sustancias orgánicas, incubando semillas de Lepidium sativum en el extracto acuoso, resultó en un índice de germinación de 67% para el residuo de sábila; indicando que éste constituye un medio más favorable para la germinación, en relación al estiércol y al lodo (57,9 y 53,2%). La prueba de fitotoxicidad no guardó relación con la estabilidad de la materia orgánica...