Página 1 dos resultados de 30 itens digitais encontrados em 0.135 segundos

Representações sociais de pessoas com diabetes acerca do apoio familiar percebido em relação ao tratamento; Social representations of people with diabetes regarding their perception of family support for the treatment; Representaciones sociales de personas con diabetes respecto del apoyo familiar percibido en relación al tratamiento

SANTOS, Manoel Antônio dos; ALVES, Roberta Cancella Pinheiro; OLIVEIRA, Valmir Aparecido de; RIBAS, Camila Rezende Pimentel; TEIXEIRA, Carla Regina de Souza; ZANETTI, Maria Lúcia
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
85.8%
Estudo qualitativo, que teve como objetivo identificar as representações sociais de pessoas com diabetes acerca do apoio familiar percebido em relação ao tratamento. Como referencial teórico-metodológico utilizou-se a Teoria das Representações Sociais. Participaram 41 pessoas com diabetes atendidas em um centro universitário do interior paulista em 2007. O grupo focal foi utilizado como estratégia de coleta dos dados. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo temática. Os resultados possibilitaram identificar três categorias: o apoio da família está presente no cotidiano da pessoa com diabetes; a família nem sempre apóia a pessoa com diabetes em suas necessidades; a própria pessoa com diabetes toma para si a responsabilidade de despertar o apoio da família. Os participantes reconhecem o apoio familiar como um fator relevante para o tratamento, porém também apontam que o excesso de controle exercido pelos familiares restringe sua autonomia e desperta sentimentos ambíguos. A equipe multiprofissional precisa considerar que o conhecimento das representações socialmente construídas contribui para potencializar a atenção em saúde à pessoa com diabetes.; The objective of this qualitative study was to identify the social representations that people with diabetes have on their perception of family support for the treatment. The Theory of Social Representations was used as the theoretical and methodological framework. Participants were 41 people with diabetes assisted at a university in the state of São Paulo in 2007. The focal group strategy was used for data collection...

"Representação social da saúde mental no programa de saúde da família (PSF) - Estudo em um núcleo do PSF coordenado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP)" ; “The social representation of mental disorders in Family Health Program Centers.”

Ramos, Carolina de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
145.86%
Esta pesquisa visou investigar as representações sociais de transtornos mentais e conflitos psicossociais, que constituem-se enquanto determinantes simbólicos de condutas de promoção ou não de saúde mental em núcleos do Programa de Saúde da Família. A investigação esteve referenciada no método de análise das representações sociais, proposto por Moscovici (1978), que se baseia na análise das práticas discursivas dos profissionais envolvidos na dinâmica institucional dos núcleos do PSF. Enquanto procedimento foi realizado 7 entrevistas individuais em profundidade, com a equipe de um núcleo do PSF em Ribeirão Preto. Com intuito de conhecer as formas pelas quais a doença mental é simbolizada no PSF, neste sentido, percebeu-se que existem relevantes dificuldades e necessidades da equipe em seus vários segmentos profissionais, as quais influenciam no tratamento das famílias e nas estratégias de promoção de saúde mental. ; The aim of this survey was investigate the social representation of mental disorders and psychosocial disturbs. The social representation is a health mental promotion symbolic determinant in Family Health Program Centers (PSF). The investigation was based on social representation analysis method proposed by Moscovici (1978). The method is due to the professional discursive practice analyses involved on institutional PSF Centers. Seven individual interviews were made by PSF Centers group on Ribeirão Preto. The objectives was knowing the ways witch the mental disease are symbolized at PSF. We realized that the several professional segment groups had important difficulties and needing witch influences on family treatments and health mental promotion strategies.

A representação de velhice entre os profissionais que atuam nos Núcleos de Saúde da Família; The representation of old among the professionals who actuate in the Nucleus of Health of Family

Bimbato, Angélica Maria Jabur
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/11/2008 PT
Relevância na Pesquisa
185.78%
BIMBATO, A. M. J. A representação de velhice entre os profissionais que atuam nos Núcleos de Saúde da Família. 2008. 91 f. Dissertação (Mestrado) Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008. Diversas mudanças têm ocorrido no perfil demográfico do Brasil, passando o envelhecimento populacional a ser uma realidade e não mais uma expectativa. Muitos são os mitos, conceitos e concepções sobre idoso, velhice e envelhecimento existentes em nossa sociedade, assim como meios legais que regem sobre os direitos e deveres da pessoa idosa (Programa Nacional de Saúde do Idoso, Estatuto do Idoso e Pacto pela Vida 2006). Objetivando analisar as representações de velhice presentes entre os profissionais que atuam nos Núcleos de Saúde da Família I, III, IV e V do Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo (CSE FMRP/USP) e as possíveis implicações para o serviço de saúde, realizamos este estudo, utilizando-se da abordagem qualitativa por meio de entrevistas semi-estruturadas, com dezenove profissionais que atuam nesses Núcleos (agentes comunitários de saúde, auxiliares de enfermagem, enfermeiras, médicos e dentistas). As concepções de velhice variaram em função da formação...

Sobre família e saúde mental: as representações de profissionais da estratégia saúde família (ESF); About family and mental health: the representations of professionals of Family Health Strategy

Cavini, Priscilla Nogueira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
115.97%
Em consequência da consolidação da Estratégia Saúde da Família (ESF) como modelo prioritário de atenção primária à saúde no Sistema Único de Saúde (SUS), a família ganha destaque e se reafirma no cenário e na agenda das políticas públicas de saúde no Brasil. A ESF desloca o olhar das equipes de saúde do indivíduo para o espaço próprio das famílias e comunidades, fazendo-se necessário abandonar a universalidade de um único conceito de família, que ignora as especificidades e diversidades de arranjos, configurações e contextos culturais. Nesse sentido, as equipes assumem o desafio de propor intervenções sensíveis aos contextos das populações, resguardando-se da tendência de modular suas práticas a partir de concepções pessoais e/ou sociais que tornem impeditivo o trabalho, por não considerarem o grupo familiar em sua subjetividade e realidade próprias. O objetivo desta dissertação é conhecer as representações dos profissionais da ESF das famílias atendidas, em particular, aquelas identificadas por eles como famílias com necessidade de atenção em Saúde Mental, a partir do referencial da Teoria das Representações Sociais. Para tanto, trabalhou-se com uma equipe de saúde da família, a partir de observações de suas reuniões de trabalho e da realização de grupos focais com a equipe. Com a análise qualitativa dos dados...

O fazer teórico-prático do nutricionista na estratégia saúde da família: representações sociais dos profissionais das equipes

Camossa, Ana Cristina do Amaral
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 200 f.
POR
Relevância na Pesquisa
105.94%
Pós-graduação em Alimentos e Nutrição - FCFAR; A nutrição exerce um papel fundamental na promoção da saúde dos indivíduos e na redução dos fatores de risco para o desenvolvimento de doenças, realizando ações de caráter coletivo e preventivo. No entanto, estudos demonstram um número reduzido de nutricionistas atuando em Saúde Coletiva. Recentemente, a Estratégia Saúde da Família foi apresentada como proposta de reorientação do modelo assistencial em saúde, substituindo o modelo médico hegemônico. Embora preconize o trabalho interdisciplinar e multiprofissional, o que se observa, na prática, é a predominância de equipes mínimas, com a participação do nutricionista em menos de 5% das equipes. Neste contexto, o objetivo do trabalho foi conhecer as representações sociais construídas pelos profissionais das equipes de saúde da família sobre o fazer teórico-prático do nutricionista. A pesquisa foi realizada em duas Unidades de Saúde da Família de um município do interior do estado de São Paulo e os sujeitos do estudo foram 27 profissionais das equipes de saúde da família, eleitos por critério intencional. Tratou-se de um estudo descritivo-exploratório com abordagem qualitativa, apropriando-se do referencial teórico das Representações Sociais. A coleta de dados foi realizada no período de dezembro de 2008 a março de 2009...

REPRESENTAÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE PARA A EQUIPE DA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

Mantovani, Fátima; Mendes, Felismina; Ulbrich, Elis; da Silva, Juliana; Wall, Marilene; Reis, Bruna
Fonte: UEM Publicador: UEM
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
105.77%
Devido à ampliação do conceito de saúde emergiram diversificadas propostas e alternativas de se educar, com discussões sobre quais abordagens atingem níveis desejados de saúde à população. Portanto estudar as Representações Sociais dos profissionais sobre as ações de educação em saúde por eles propiciadas à comunidade nos permite captar os sentidos que estes atores atribuem às suas práticas sem, contudo, menosprezar as condições nas quais são desenvolvidas. O objetivo do estudo foi identificar a representação dos integrantes da Estratégia de Saúde da Família acerca da educação em saúde. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa descritiva, realizada em nove Unidades de Saúde com Estratégia Saúde da Família, no município de Curitiba-Paraná, junto a 58 profissionais de saúde. Os dados foram coletados no período de julho a dezembro de 2010, através de entrevista semiestruturada, e após transcritos foram submetidos à analise de conteúdo temático. Foram encontrados dois diferentes modos de compreensão da educação em saúde por parte dos profissionais: “Escultores de conhecimento” e “Educação para a autonomia” e outros conceitos que comprovam a necessidade de aprimoramento e aprendizado...

Representações de fragilidade para idosos no contexto da estratégia saúde da família

Oliveira,Luciane Paula Batista Araújo de; Menezes,Rejane Maria Paiva de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
135.83%
Este estudo objetivou analisar representações sociais de idosos domiciliados acerca da fragilidade, conforme definição do Ministério da Saúde, e identificar a atuação da equipe de Saúde da Família na visão do idoso. Estudo descritivo, qualitativo e fundamentado na Teoria das Representações Sociais. Teve como cenário o domicílio de idosos em área adscrita de Unidade de Saúde da Família, de Natal-RN. Participaram 10 idosos, sendo a escolha intencional, considerando a saturação das informações. Utilizou-se entrevista semiestruturada e observação participante. Embora muitos apresentassem aspectos da fragilidade, a maioria dos idosos tinha dificuldade para defini-la. Com a análise de conteúdo foram alcançadas seis categorias temáticas que, de modo geral, indicaram que as representações de fragilidade, para esses idosos, estavam relacionadas à presença de doenças, às mudanças na vida diária, à fraqueza e ao risco de sofrer quedas. Concluiu-se que conhecer a fragilidade é fundamental na avaliação da saúde do idoso na atenção básica.

Trabalho em equipe: representações sociais de profissionais do PSF

Leite,Rosana Farias Batista; Veloso,Thelma Maria Grisi
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
105.92%
Este artigo é fruto da análise das representações sociais de profissionais do Programa Saúde da Família (PSF) de Campina Grande-PB sobre o trabalho em equipe. Realizamos uma pesquisa qualitativa que foi desenvolvida à luz da teoria das representações sociais, tendo sido realizadas 24 entrevistas semi-estruturadas com profissionais de duas unidades de Saúde da Família - três médicos, três enfermeiros, quatro auxiliares de enfermagem, dois cirurgiõesdentistas, dois assistentes sociais, nove agentes comunitários de saúde (ACS’s) e um auxiliar de consultório dentário. A análise das entrevistas foi feita a partir da proposta de análise de conteúdo temática. De modo geral, o trabalho em equipe no PSF é representado como uma convivência compartilhada no mesmo espaço físico, numa abordagem multiprofissional, sem que seja evidenciada a interdisciplinaridade. O desafio que se apresenta para os profissionais reside em romper o paradigma tradicional da saúde, calcado, entre outros aspectos, na fragmentação do conhecimento.

O fazer teórico-prático do nutricionista na estratégia saúde da família: representações sociais dos profissionais das equipes

Camossa,Ana Cristina do Amaral; Telarolli Junior,Rodolpho; Machado,Maria Lúcia Teixeira
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
125.95%
OBJETIVO: Conhecer as representações sociais dos profissionais das equipes de saúde da família sobre o fazer teórico-prático do nutricionista. A pesquisa foi realizada em Unidades de Saúde da Família de um município do estado de São Paulo. MÉTODOS: Foi utilizada a metodologia qualitativa, tendo como sujeitos 27 profissionais, eleitos por critério intencional. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas semiestruturadas. Para a interpretação dos dados, utilizou-se a análise categorial temática, apropriando-se da Teoria das Representações Sociais. RESULTADOS: Como resultados, emergiram quatro temas: Nutricionista na Estratégia de Saúde da Família, Abordagem de questões alimentares pelos profissionais da equipe de saúde da família, Educação nutricional e Problematizando a ausência do nutricionista na equipe de saúde da família. As principais representações obtidas com relação ao nutricionista foram relacionadas à prescrição de dietas, além de revelarem um conhecimento mais amplo sobre as funções e atribuições desse profissional. Não houve dúvidas sobre a importância da educação nutricional na promoção de práticas alimentares saudáveis, apesar de os sujeitos terem demonstrado uma visão superficial e pouco abalizada teoricamente sobre o tema. CONCLUSÃO: A ausência do nutricionista na equipe de saúde da família foi atribuída a fatores como o baixo reconhecimento social...

O concreto e o simbólico no cotidiano da educação em saúde: práticas, representações e processo identitário dos agentes comunitários de saúde de João Pessoa PB

Brito, Suerde Miranda de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
115.82%
The present study is about an etnographic research based on the Theory of Social Representation and its complementary approach, the Theory of Central Core based on the bourdiesianos concepts of field and habitus , concerning that these concepts, articulated to the constructed social representation, may contribute to the study of social identities. Its aim is to acknowledge which identity references community health agents (CHA), agents from Community Health Agent Program (CHAP) and Family Health Program (FHP) from João Pessoa PB and which social representation is constructed by them towards health education. The study had the participation of 119 CHAs, from which 90,3 % were female and 9,7% were male. Since the identity is also built by the representation of others towards the group, 63 professionals of the FHP group (16 nurses, 16 nursing assistents, 12 doctors, 9 dentists, 6 dentistry office assistents, 4 coordinators, 1 psicologist and 1 receptionist) and 1 nurse from CHAP took part of the study, oficial documents from the Health Ministry were analyzed, verbal information from its representatives were also taken into consideration, as well as reports from the many benefitiaries of the CHA, CHAP and FHP. For data collecting, we used the combination of (a) Direct Observation and Participant Observation of the functioning micro-areas of the CHA at the Family Health Units...

A fragilidade e suas representações para idosos domiciliados no contexto da estratégia de Saúde da Família

Oliveira, Luciane Paula Batista Araujo de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
155.88%
This study aims to analyze social representations of elders to their fragile situation at home, with the presence of one or more characteristics, as defined by the Brazilian Ministry of Health. It is a descriptive and qualitative study, based on methodological -principles of the Theory of Social Representations. Setting was the homes of elderly residents in the area ascribed to a Family Health Unit (FHU) in the city of Natal. A total of 10 elderly subjects, whose choice was intentional and according to the need for USF home visit in a period of time, considering the saturation process of the information. As collection procedures were used the semi-structured interview and participant observation in accordance with the ethical rules of Resolution No. 196/96, with the assent of the Ethics and Research UFRN. To analyze the results, it was used the thematic content analysis in the aspect of preparation of representations, focusing on the totality of the discourse of the subjects. The results indicate that most study participants felt difficult to give meaning to the terms weakness and to be weak, although many present one or more aspects of the syndrome of frailty. From the content analysis of participants speeches in this study, we achieved the following categories: fragility as illness and disease as aging...

Repercussões da terapia comunitária no processo de trabalho na estratégia saúde da família: um estudo representacional

Sobreira, Maura Vanessa Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
125.89%
The Community Therapy (CT) is in a practice of therapeutic effect and may also be considered as a technology takes care of the therapeutic procedure group, whose purpose is to promote health, prevent illness, developed within primary care in mental health. In this study we sought to understand the social representations of health professionals who work with the Community Therapy, on use of the Family Health Strategy (FHS) in the city of Joao Pessoa. This is a field research with a qualitative view Moscovician Theory of Social Representations, held with seven professionals of the FHS, therapists of Community Health District II. The empirical data were obtained by carrying out two thematic therapies in April 2009, which were wheeled CT. It was used as a technique for analyzing the collective subject discourse, and the data presented through graphs, charts, maps, pictures and graphics and arranged in three stages: Subjects of the study, characterizing the study participants; Social Representations of Therapist Community presenting and discussing the social representations of therapists community studied on CT, and Consequences of Community Therapy at the Family Health Strategy, discussing the meanings attributed by the study participants about changes in FHS. Meanings were attributed to the CT by the therapists studied originated from the speeches...

O programa Saúde da Família pelo olhar do Cirurgião-Dentista

Araújo, Luana Carina de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; Odontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentária Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; Odontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentária
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.82%
This study tried to know the social representation of dentists surgeons about the Family Health Program (FHP). Where used as methodological instruments a semi-structured interview and direct observation of work process in tive towns that are part of the metropolis region ofNatal city. During the interview some aspects where broached, such as the reasons of dentists surgeons join the FHP, what are the implications ofthe introduction of this program in the everyday practice, what kind of activities are they practicing and what are those professional missing the most in the FHP. In the direct observation where take in account some aspects related to the physic structure of health units, its service organization and demand, relationship amongst dentist and other member of the team, and about patient receptiveness, when they arrives at health unit. This study also identifY the researches subject showing their age, sex, for how they are graduates, what are them specialty and for how long they work for the FHP. The data had been analyzed through the analysis of content of Bardin5. The dentists depict the FHP for the change in assistance model through the preventive proposal of social work that makes possible to work with an ample concept of health. However what makes the FHP more attractive to dentists is the salary questiono The creation of bonds whit the community and the work whit groups and in team had been the main occurred changes in the daily one of the pratices ones of these professionals. The principal activities executed for these professionals inside of the new strategy of assistance in oral health are the carried trough preventive activities achieved in health units and social area. To them...

Representações sociais de gestantes que freqüentam um serviço de pré-natal de alto risco

Souza, Eunice Delgado Cameron de
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
85.76%
A gestação, o parto e o puerpério são eventos fisiológicos na vida da mulher. No entanto, a gestação de alto risco provoca mais alterações físicas e emocionais, as quais exigem cuidado especializado e acompanhamento continuo por parte dos profissionais de saúde, bem como, o envolvimento da família. O objetivo deste estudo foi compreender o significado, conhecimento e sentimento de vivenciar uma gestação de alto risco para as gestantes que freqüentam o pré-natal de alto risco no Ambulatório de Ginecologia e Obstetrícia do Núcleo de Hospital Universitário (NHU) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). A população estudada foi constituída de 21 gestantes que apresentavam, no mínimo, uma intercorrência clínica e que estavam realizando acompanhamento. O instrumento utilizado nas entrevistas foi um roteiro semi-estruturado e previamente testado. O estudo percorreu os caminhos metodológicos da pesquisa qualitativa, sob o enfoque do discurso emitido pelas gestantes, segundo a abordagem metodológica do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) e o referencial de análise foi a Representação social. A análise das representações sociais sobre o significado da gestação de alto risco, na visão desse grupo de mulheres...

Trânsito de saberes e campo representacional na visão dos profissionais da saúde da família e do programa de educação pelo trabalho e para a saúde

Santos, Raionara Cristina de Araujo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
135.75%
The Family Health Strategy (ESF) is emerging as a possible restructuring of services and new practices of intervention in health care; it requires skilled professionals to work with that framework. Within this purpose, we established the Education Programme for Work and Health (PET-Saúde), in order to integrate teaching and service activities, focusing on primary care. On this basis, the aim of this work is to apprehend the social representation of nurse, doctor and dentist (Project PET-Natal Health RN preceptors) on the ESF, while practice field of them. It is a descriptive and exploratory study, with a qualitative approach, carried out in 07 Family Health Units (USF) included in the PET-Saúde Natal (RN). The population was composed of 35 professional components of the primary care team with bachelor's degree of the USF linked to this project. The sample was composed of 05 nurses, 05 physicians and 05 dentists, for a total of 15 subjects. Data were collected through three instruments: the drawing-themed story, a semi-structured individual interviews and field diary. The data relating to the identification of the subjects were entered and tabulated by the Microsoft Excel software 2007 version. The drawing analysis and interpretation is given by the significance attributed to the resource chart from title and keywords assigned by the subjects...

Representações sociais da família sobre a deficiência física da criança e suas implicações no cotidiano

Silva, Ana Maria Farias da
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 211 p.| tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
85.89%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; O estudo teve como objetivo geral conhecer as representações da família de criança com deficiência física e suas implicações no cotidiano, e específicos analisar as representações sociais da família sobre a deficiência física, as repercussões da deficiência física no cotidiano familiar e o reconhecimento e a aceitação da deficiência física pela família. A tese constitui-se em que as representações sociais da família sobre a deficiência da criança determinam atitudes, comportamentos e práticas de cuidado no cotidiano. Como fundamentação teórica foi utilizada a Teoria das Representações Sociais na perspectiva de Serge Moscovici. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório, com abordagem qualitativa, os dados empíricos foram coletados em um centro de reabilitação na região Sul do Brasil, no período de março a junho de 2010. Os sujeitos da investigação foram 20 familiares, composto por 19 mães e um pai. Este trabalho resultou em cinco manuscritos, dois relacionados à revisão de literatura e três referentes à interpretação dos dados empíricos. Esses últimos foram examinados com base na análise de conteúdo...

Representações sociais da educação em saúde pelos profissionais da equipe de saúde da família

Gazzinelli,Maria Flávia Carvalho; Marques,Rita de Cássia; Oliveira,Denize Cristina de; Amorim,Maria Marta Amancio; Araújo,Eduardo Gomes de
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Publicador: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
165.91%
Este estudo discute a forma como os profissionais da equipe de saúde da família pensam e representam a educação em saúde e a prática educativa que realizam. Os sujeitos da pesquisa (n=248) - médico, enfermeiro, auxiliar de enfermagem e agente comunitário de saúde de 20 unidades básicas de saúde de Belo Horizonte - foram entrevistados mediante a utilização da técnica de evocação livre e da teoria das representações sociais. Solicitou-se aos sujeitos que verbalizassem cinco palavras que lhes ocorressem imediatamente em relação à educação em saúde, classificando-as em positiva ou negativa. Utilizou-se o software Evoc e calculou-se a frequência simples de ocorrência, a média ponderada de ocorrência em função da ordem de evocação e a média das ordens ponderadas do conjunto dos termos evocados. Construiu-se o quadro de quatro casas composto do núcleo central, elementos de contraste e periféricos da representação. Médicos e enfermeiros compartilham conteúdos representacionais entre si, expressando representações sociais similares, ao apresentarem nos possíveis núcleos centrais 'capacitação' e 'prevenção'. Auxiliares de enfermagem e agentes comunitários de saúde se assemelham por meio dos possíveis elementos centrais 'educação' e 'prevenção'. O foco recai na transmissão de orientações com o objetivo de persuadir os indivíduos à adoção de modos de vida saudáveis.

Enfermeira da estratégia de saúde da família e a mulher em situação de violência

Morais, Bruna Lais Alcará de
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
135.86%
Esta pesquisa buscou compreender a abordagem e as concepções das enfermeiras da Estratégia de Saúde da Família (ESF) do município de Dourados à mulher em situação de violência, bem como identificar de que forma os casos chegam à ESF e como são assistidos. A violência contra a mulher é um problema de saúde pública e interfere na sua qualidade de vida e de suas famílias. A ESF foi o serviço escolhido pela forma de trabalho com base em território e população delimitada, que favorece o vínculo entre a equipe e a população. Para alcançar os objetivos do trabalho, foi utilizada metodologia qualitativa, com uso do Discurso do Sujeito Coletivo e a teoria das Representações Sociais, de Serge Mocovici, para fundamentar as análises. Foi utilizada a entrevista para a coleta de dados, com roteiro semi-estruturado. Os resultados evidenciaram que as enfermeiras participantes não se sentem preparadas para atender os casos de violência contra a mulher. As representações sociais das enfermeiras estão relacionadas com um conceito ampliado de violência, com questões culturais e de gênero envolvidas. Além disso, apontam para as condições sociais, econômicas, educacionais desfavoráveis dessas mulheres, que interferem no rompimento do ciclo da violência. Observou-se que a violência contra a mulher está presente na rotina da ESF; no entanto...

Pharmacist contributions for basic care from the perspective of professionals of familial health care teams

Loch-Neckel, Gecioni; Crepaldi, Maria Aparecida
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2009 ENG
Relevância na Pesquisa
75.8%
Este estudo teve por objetivo investigar as representações sociais dos profissionais incluídos na equipe de Estratégia em Saúde da Família (médico, enfermeiro e odontólogo), sobre as possibilidades de atuação e as contribuições do farmacêutico na atenção básica, tendo por fundamento a psicologia social e, particularmente, a teoria das representações sociais. A base epistemológica da pesquisa é qualitativa, sendo os dados coletados por meio de entrevistas individuais semi-estruturadas e analisados por meio de análise de conteúdo categorial temático. Constatou-se que a maioria dos profissionais já inseridos na equipe conhece e reconhece a importância do profissional farmacêutico na atenção básica e as suas possibilidades de contribuição. As representações foram construídas a partir dos seguintes parâmetros: a) o objeto de estudo e de intervenção da área; b) as práticas de cada um dos profissionais e c) a sua atuação em casos específicos. A qualidade da experiência profissional ou pessoal acerca da atuação desses profissionais contribuiu para o conhecimento sobre as possibilidades de intervenção do farmacêutico na atenção básica.; This study aimed to investigate the social representations of professionals included in the team of Family Health Strategy (physicians...

Representações sociais de pessoas com diabetes acerca do apoio familiar percebido em relação ao tratamento; Social representations of people with diabetes regarding their perception of family support for the treatment; Representaciones sociales de personas con diabetes respecto del apoyo familiar percibido en relación al tratamiento

Santos, Manoel Antônio dos; Alves, Roberta Cancella Pinheiro; Oliveira, Valmir Aparecido de; Ribas, Camila Rezende Pimentel; Teixeira, Carla Regina de Souza; Zanetti, Maria Lúcia
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2011 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
75.8%
The objective of this qualitative study was to identify the social representations that people with diabetes have on their perception of family support for the treatment. The Theory of Social Representations was used as the theoretical and methodological framework. Participants were 41 people with diabetes assisted at a university in the state of São Paulo in 2007. The focal group strategy was used for data collection, and thematic content analysis was performed. Results revealed three categories: family support is present in the everyday life of people with diabetes; the family does not always support the person with diabetes in his or her needs; the person with diabetes assumes the responsibility to trigger family support. Participants see family support as a relevant factor for the treatment, but they also point out that excessive control from relatives limits their autonomy and originates ambiguous feelings. The multiprofessional team must take into consideration that knowing social representations helps improve the health care delivered to people with diabetes.; Estudio cualitativo que objetivó identificar las representaciones sociales de personas con diabetes respecto del apoyo familiar percibido en relación al tratamiento. Se utilizó como referencial teórico-metodológico la Teoría de las Representaciones Sociales. Participaron 41 diabéticos atendidos en centro universitario del interior paulista en 2007. Para recolección de datos se usó el grupo focal. Los datos fueron sometidos a análisis de contenido temático. Los resultados identificaron tres categorías: el apoyo familiar está presente en el cotidiano del diabético; la familia no siempre apoya al diabético en sus necesidades; la propia persona diabética toma la responsabilidad de despertar el apoyo familiar. Los participantes destacan al apoyo familiar como factor relevante para el tratamiento...