Página 1 dos resultados de 12407 itens digitais encontrados em 0.016 segundos

Políticas de formação de recursos humanos em saúde e enfermagem; Development policies of health and nursing human resources; Políticas de formación de recursos humanos en salud y enfermería

ALMEIDA, Luciana Pavanelli von Gal de; FERRAZ, Clarice Aparecida
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
O movimento sanitário trouxe ao cenário da educação demandas de formação em saúde orientada para atenção básica, tendo em vista o descompasso da atuação profissional diante das necessidades de saúde da população. Trata-se de pesquisa documental com objetivo de identificar no marco das Conferências Nacionais e de Recursos Humanos em Saúde, no período de 1986 a 2005, as políticas de formação de recursos humanos. Os resultados revelaram que o debate acerca da formação em enfermagem se inscreve nas seguintes categorias: marcos legais da formação em enfermagem; dimensão curricular na formação em saúde; perspectiva das metodologias de ensino-aprendizagem e capacitação de recursos humanos em saúde. Essa trajetória de debate assinala o caminho a percorrer na atualidade pelas diferentes instâncias de formação.; The sanitary movement brought about, in the educational setting, demands for health training focused on primary care, considering the inconsistency between professional practice and population health needs. This is a documental research with the objective to identify human resources development policies in National and Health Human Resources Conferences, in the period from 1986 to 2005. Results show that the debate concerning nursing education is presented in the following categories: legal landmarks in nursing education; curricular dimension of health education; perspectives of teaching-learning methods; and health human resources training. This course of debate shows the current path that different education instances should trail.; El movimiento sanitario trajo al escenario de la educación demandas de formación en salud orientada para la atención básica...

A integração do sistema de gestão de recursos humanos com as estratégias organizacionais ; The integration of the human resource management system and the organizational strategies

Sammartino, Wagner
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/07/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.39%
O propósito básico deste estudo é contribuir para o debate a respeito do papel desempenhado pela Administração de Recursos Humanos nas organizações, frente aos desafios do ambiente competitivo atual. O pressuposto adotado é que a Administração de Recursos Humanos pode influenciar no desenvolvimento do capital intelectual e conseqüentemente na criação de vantagens competitivas. Para que isto aconteça, contudo, é necessário que as práticas e políticas de gestão de Recursos Humanos estejam adequadamente alinhadas com as estratégias organizacionais. Assim, este estudo busca compreender como se desenvolve e é acompanhado o processo de integração entre o Sistema de Gestão de Recursos Humanos e as estratégias organizacionais. Utilizando o método do estudo de caso, foi conduzida uma pesquisa exploratória em uma grande organização multinacional, na qual procurou-se analisar o Sistema de gestão de Recursos Humanos, conhecer o processo de desenvolvimento das estratégias de Recursos Humanos, avaliar o papel desempenhado pela área de Recursos Humanos, bem como observar os instrumentos e critérios utilizados para mensurar os resultados da área. Considerando-se as limitações impostas pelo método de pesquisa selecionado...

Política de recursos humanos em saúde: análise de documentos oficiais do ministério da saúde; Health human resource policy: an Analysis of Health Ministry Documents.

Almeida, Luciana Pavanelli Von Gal de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.42%
A reforma do setor saúde no Brasil levou à criação do Sistema Único de Saúde que contemplou a saúde como um direito social. Dessa forma, na atualidade, a saúde é tratada como um bem universal a ser provido para todos os cidadãos, implicando no princípio da equidade, em que cada cidadão tem direito a ações e serviços requeridos para manutenção e recuperação de sua saúde. Esse ideário tem forte implicação com os recursos humanos em saúde, em termos de definições políticas e técnicas relacionadas à gestão do trabalho e à formação profissional. A construção de uma política de recursos humanos, na perspectiva do gestor do sistema de saúde leva em conta a noção de política de governo como processo de escolhas públicas direcionado à razão pública e ao interesse público. Em especial, a política nacional de recursos humanos em saúde tem forte relação com o processo de construção do Sistema Único de Saúde. A capacidade institucional dos sistemas de saúde em gestão de recursos humanos tem sido insuficiente para assegurar as condições institucionais para que o desempenho humano contribua com eficácia, qualidade e produtividade para o alcance dos objetivos dos serviços de saúde e das reformas setoriais. Esse estudo tem como objetivo identificar no marco das Conferências Nacionais de Saúde e de Recursos Humanos em Saúde...

Políticas e práticas de recursos humanos que auxiiam no processo de adaptação e retenção de executivos brasileiros repatriardos

Lima, Mariana Barbosa
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
66.39%
Este trabalho situa-se no campo da gestão internacional de recursos humanos e trata do tema da repatriação de executivos brasileiros. O objetivo desta pesquisa é realizar um levantamento das políticas e práticas de recursos humanos utilizadas por empresas brasileiras internacionalizadas e por empresas multinacionais no processo de repatriação de executivos brasileiros e na retenção desses executivos nas organizações. Como objetivos secundários, a pesquisa visa verificar se as organizações adotam as principais políticas e práticas de recursos humanos apresentadas na literatura e verificar se há diferenças entre as políticas e práticas de recursos humanos adotadas pelas empresas brasileiras internacionalizadas e pelas empresas multinacionais. A metodologia utilizada foi uma abordagem qualitativa, descritiva e analítica, em que 20 entrevistas semi-estruturadas foram realizadas, mais especificamente, 11 entrevistas com responsáveis pela área de expatriação e repatriação de empresas brasileiras internacionalizadas e 9 entrevistas com os responsáveis pela área de expatriação e repatriação de empresas multinacionais. A análise categorial temática foi utilizada como método de análise de conteúdo para interpretação das entrevistas realizadas. Os principais resultados encontrados na pesquisa foram: (i) as empresas que compõem a amostra adotam parte das políticas e práticas de recursos humanos apresentadas na literatura como fatores que auxiliam no sucesso da repatriação de executivos. A maioria das políticas e práticas adotadas está relacionada a políticas adotadas durante a expatriação e que tem impacto positivo na repatriação.e quase nenhuma das políticas e práticas sugeridas pela literatura para a fase de repatriação é adotada; (ii) o sucesso da repatriação...

Politica de recursos humanos : un estudio comparativo entre Ipiranga y Petrobras Distribuidora

Zamora Alarcon, Presvitero
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.39%
Las Políticas de personal son el punto de partida para la realización de la programación de toda la administración de Recursos Humanos; por su intermedio, se promueve la integración de la empresa con las funciones básicas de Búsqueda, Desenvolvimiento, Manutención, Investigación y Aplicación de personal. Políticas de Recursos Humanos son orientaciones globales emanadas de la realidad que exigen consenso, aI respecto de sus proposiciones y ofrecen ventajas para la empresa, pues su elaboración exige de la comprensión y la aceptación de la organización como un sistema y deI papel moderno de la Administración de Recursos Humanos. El presente trabajo, dentro de este contexto, y particulannente, teniendo en cuenta la naturaleza diferenciada de los objetivos de la empresa privada y la empresa estatal, pretende averiguar de que forma las políticas de las funciones más relevantes de la Administración de Recursos Humanos, como definidos, vienen siendo aplicadas y en que medida son diferentes. Describiendo como las Políticas de Recursos Humanos de cada una de estas funciones vienen siendo aplicadas en las dos empresas en estudio, se busca iden~ficar la esencia de la naturaleza de las distorsiones y comentar las causas que por ventura sean identificadas y formalizar sugestiones que ayuden a mejorar la Administración de Recursos Humanos como un todo. Por lo tanto...

Modelo para avaliação da eficácia da gestão de recursos humanos em saúde

Scalco, Sirlesia Vigarini
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 108 f.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-graduação em Saúde Pública; A gestão dos recursos humanos tem se configurado como um dos grandes desafios para os serviços públicos de saúde. As instituições dependem de seus trabalhadores com seus saberes, habilidades e atitudes para a realização de serviços com qualidade. Entretanto, fatores como rotatividade, falta de profissionais qualificados e dificuldades no campo legal afetam a eficácia da gestão neste campo. A avaliação das políticas de recursos humanos constitui-se como grande aliada para a melhoria desta realidade, pois permite a identificação dos problemas, o planejamento e o acompanhamento da área oferecendo informações capazes de subsidiar a tomada de decisões. Este estudo propôs e aplicou um modelo de avaliação da gestão de recursos humanos com indicadores de eficácia, com base nos Princípios e Diretrizes da Norma Operacional Básica de Recursos Humanos NOB-RH/SUS. O modelo é composto pelas dimensões Gestão do Trabalho no SUS, Desenvolvimento do Trabalhador no SUS, Saúde do Trabalhador do SUS e Controle Social da Gestão de Recursos Humanos no SUS. Utilizou-se um conjunto de 12 indicadores para a gestão de recursos humanos...

Gestão de recursos humanos, responsabilidade social e empreendedorismo

Keating, José
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2003 POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
Leal, Susana M. e Caldeira, S. N. (Orgs) Formação de adultos: Desafios, articulações e oportunidades em tempo de crise. Ponta Delgada, Açores: Universidade dos Açores; A gestão de recursos humanos tem tradicionalmente considerado como sua área de intervenção e investigação a actuação sobre características dos recursos humanos internos de uma organização. No entanto, as pessoas fluem através das organizações, atravessando normalmente várias organizações ao longo da sua vida activa. A passagem por organizações singulares altera de forma significativa as características individuais dos recursos humanos: qualificações, experiência, atitudes modificam-se ao longo dos percursos individuais. No entanto, porque este percurso, por definição, acontece através de várias organizações, ele é invisível para as organizações individualmente consideradas e não é portanto objecto de reflexão e intervenção por parte da gestão de recursos humanos. Este processo é interessante quer do ponto de vista económico, quer social, quer psicológico. Ele é de particular relevância se pensarmos no empreendedorismo e nos empreendedores. As pequenas ou as muito pequenas empresas são muito vulneráveis à qualidade dos recursos humanos disponíveis numa sociedade: não tendo capacidade...

A valorização de competências de gestão recursos humanos nas empresas do sector da construção civil e do imobiliário em Portugal

Dias, Diana Raquel Fernandes Santos Pereira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
Dissertação de mestrado em Gestão de Recursos Humanos; Esta tese dirige-se ao estudo da valorização de competências de gestão de recursos humanos nas empresas do sector da construção civil e do imobiliário em Portugal. Especificamente, pretende analisar a valorização de competências de gestão de recursos humanos por parte das empresas e distinguir e relacionar o grau de valorização de competências de gestão de recursos humanos com base em características das empresas e dos profissionais de recursos humanos. As bases do estudo da valorização das competências de gestão de recursos humanos integram-se no movimento de competências de gestão de recursos humanos e o seu desenvolvimento inspira-se no Human Resource Competency Study e na concepção de competência de Ulrich. O estudo possui um carácter quantitativo e uma metodologia transversal. O instrumento de recolha de dados utilizado foi um questionário online, tendo sido possível obter 112 respostas. Da análise de componentes principais realizada resultaram 3 factores de competência: Gestor macro, Gestor soft e Gestor micro, dos quais Gestor soft é o mais valorizado. As competências mais valorizadas são relativas a características pessoais...

Cultura organizacional, práticas de gestão de recursos humanos e absentismo: contributos para a análise da trilogia nas unidades orgânicas do Instituto Politécnico de Setúbal

Prates, Maria do Rosário; Cordeiro, João Pedro Pina
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 27/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
Comunicação apresentada na Conferência Investigação e Intervenção em Recursos Humanos 2011 – Gestão para a Cidadania, Vila do Conde; A cultura organizacional manifesta-se, em parte, nas práticas de gestão de recursos humanos de uma organização, estando presente nos seus vários processos (recrutamento e selecção, acolhimento, integração, formação, entre outros). As práticas de gestão de recursos humanos têm influência no comportamento dos trabalhadores de uma organização, contribuindo decisivamente para a formação da cultura organizacional. Tanto a cultura organizacional, como as práticas de gestão de recursos humanos, influenciam as percepções, os sentimentos e comportamento dos trabalhadores de uma organização, podendo contribuir para um menor ou maior nível de absentismo. Neste sentido, com esta comunicação pretende-se analisar a inter-relação entre cultura organizacional, práticas de gestão de recursos humanos e absentismo. Para esta investigação foi realizado um estudo de caso de carácter exploratório, desenvolvendo-se num âmbito de descoberta relativamente aos objectivos em análise. Partindo do contributo do Modelo Explicativo do Absentismo se Steers e Rhodes (1990), pretendeu estudar-se de que forma a cultura organizacional e as práticas de gestão de recursos humanos das diferentes Unidades Orgânicas do Instituto Politécnico de Setúbal influenciam o absentismo dos trabalhadores não docentes. Utilizou-se o inquérito por questionário...

Práticas de gestão de recursos humanos e comprometimento organizacional no setor bancário português

Monteiro, Cláudia Sofia Reis Camilo
Fonte: Escola Superior de Ciências Empresariais Publicador: Escola Superior de Ciências Empresariais
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
Dissertação de Mestrado em Gestrão Estratégica de Recursos Humanos; O presente estudo tem como objetivo aferir a perceção dos trabalhadores em relação às práticas de gestão de recursos humanos e comprometimento organizacional no setor bancário português.O objetivo principal do estudo é o de identificar de que forma as práticas de gestão de recursos humanos podem cooperar para desenvolver e manter o comprometimento organizacional dos trabalhadores. Como objetivos específicos pretende-se aferir a perceção que os trabalhadores têm das práticas de gestão de recursos humanos em vigor na sua organização, assim como identificar o tipo de comprometimento organizacional desses mesmos trabalhadores. O estudo integra o enquadramento teórico e um estudo empírico. A nível teórico abordámos a evolução da gestão de recursos humanos, a gestão estratégica de recursos humanos e as práticas de gestão de recursos humanos, nomeadamente as de elevado desempenho. Recolhemos igualmente literatura sobre a temática de comprometimento organizacional e a sua relação com as práticas de gestão de recursos humanos. A nível metodológico, aplicámos um questionário que tem por base o modelo e instrumento dos autores Allen e Meyer (1997) no âmbito da temática do comprometimento organizacional e que tem vindo a ser amplamente investigado...

Políticas de Remuneração como um Sistema de Gestão Estratégica de Recursos Humanos

Cardoso, Miguel Pacheco
Fonte: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Ciências Empresariais Publicador: Instituto Politécnico de Setúbal. Escola Superior de Ciências Empresariais
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Gestão Estratégica de Recursos Humanos.; Verifica-se uma mudança no paradigma organizacional, onde há um maior enfoque no trabalhador individual. As organizações procuram ser dinâmicas, seguindo uma lógica de proatividade ao invés da reatividade. Fruto da Globalização económica, denotam-se maiores índices de competitividade e, como tal, as organizações necessitam de ter Recursos Humanos talentosos, empenhados e motivados para a consecução dos objetivos organizacionais. É pertinente a existência de elevadas performances por parte dos trabalhadores e, para tal, deseja-se uma correta articulação interna entre as práticas de Recursos Humanos existentes e com a envolvente organizacional. Uma correta aplicação das práticas remuneratórias possibilitará os elevados níveis de desempenho pretendidos e, como consequência, fomentará a produtividade organizacional. Este estudo possui um caráter essencialmente exploratório, onde se pretende a articulação entre as políticas de remuneração e a Gestão Estratégica de Recursos Humanos. Propõe-se no mesmo, identificar e caraterizar a política de remunerações em três Empresas. Contemplam-se como objetivos específicos a caraterização da política de remunerações das Empresas alvo do estudo; identificar se o sistema de remunerações é coerente e articulado com os restantes subsistemas de Gestão de Recursos Humanos e relacionar de que forma o sistema remuneratório existente pode ser uma mais-valia para a articulação da Gestão Estratégica de Recursos Humanos nestas mesmas organizações. Procedeu-se a uma revisão da literatura de acordo a incidir nas temáticas em apreço...

Práticas de gestão de recursos humanos em organizações sem fins lucrativos: perspectivas da direcção executiva

Santos, Ana Castro
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
Mestrado em Comportamento Organizacional; O presente trabalho tem como principal objectivo conhecer as práticas de recursos humanos nas organizações sem fins lucrativos (OSFL), na perspectiva dos elementos da Direcção Executiva dessas organizações. Especificamente, pretende-se compreender: o significado da gestão de recursos humanos na óptica dos elementos da Direcção Executiva, a importância atribuída aos recursos humanos; as práticas que actualmente se utilizam no contexto das OSFL, a sua eficácia e ainda a relação existente entre as práticas de recursos humanos e o desempenho organizacional. Por fim, pretende-se conhecer quais os desafios da actualidade e do futuro para as OSFL. A relevância do estudo, prende-se com o facto de existirem poucos estudos na área. Dado o valor que as OSFL têm para a sociedade, sob vários pontos de vista, compreender de que forma está pensada a gestão de recursos humanos destas organizações, permitirá identificar pontos fortes e pontos fracos, podendo assim torná-las competitivas e sustentáveis. Foi utilizada uma abordagem qualitativa, tendo sido realizadas 10 entrevistas semi-estruturadas e 15 inquéritos on-line a elementos da Direcção de OSFL de várias regiões de Portugal. Os resultados globais indicam que: a satisfação dos colaboradores é associada à gestão de recursos humanos; as práticas de recursos humanos mais utilizadas são a formação...

Avaliação das práticas de gestão de recursos humanos e da liderança na performance organizacional : um estudo de caso

Mota, Marisa Bettencourt
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 17/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.39%
Dissertação de Mestrado, Ciências Económicas e Empresariais, 17 de Junho de 2015, Universidade dos Açores.; Atualmente, a preocupação central da Gestão de Recursos Humanos prende-se com a forma como o sistema de recursos humanos é crítico para a performance organizacional. A Gestão de Recursos Humanos é frequentemente apontada como uma variável que influencia positivamente a performance das organizações. No sentido de contribuir para a clarificação desta relação, Bowen e Ostroff (2004) introduziram o conceito de Força das Práticas de Gestão de Recursos Humanos partindo do pressuposto de que as práticas de Recursos Humanos caracterizadas por elevada distintividade, consistência e consenso, só poderão contribuir para a performance organizacional se motivarem os colaboradores a adotarem atitudes e comportamentos desejáveis. Desta forma, o sistema de Gestão de Recursos Humanos consegue fomentar situações fortes, o que irá contribuir de igual forma para um clima organizacional forte. A liderança assume igualmente um papel de relevância dado que é através dos líderes que as práticas de Gestão de Recursos Humanos são transmitidas aos colaboradores. Neste sentido, a presente dissertação tem como objetivo analisar...

Indicadores de qualidade no gerenciamento de recursos humanos em enfermagem; Quality indicators of human resources in nursing; Indicadores de calidad en la administración de recursos humanos en enfermería

LIMA, Antônio Fernandes Costa; KURGANCT, Paulina
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
Este estudo resgata junto a seis enfermeiras que desenvolvem atividades gerenciais os significados que consideram constitutivos de indicadores de qualidade no gerenciamento de Recursos Humanos em Enfermagem. Os dados obtidos por meio de entrevistas possibilitaram a construção de duas categorias: Atividades Gerenciais - constituídas pelas Unidades de Significado (US) Educação Permanente/Continuada; Organização do trabalho/Participação na tomada de decisão; Dimensionamento de pessoal/Tempo para reposição de vagas e Recursos Humanos - com as US Absenteísmo; Rotatividade; Formação/Titulação/Produção Científica; Acidentes de Trabalho/Doenças Ocupacionais/Licenças e Satisfação/Insatisfação no Trabalho. As narrativas das colaboradoras possibilitaram o resgate de informações que permitiram a identificação de novos elementos constitutivos de indicadores de qualidade de gerenciamento de Recursos Humanos em Enfermagem e referendaram o uso de indicadores já consagrados.; This study will delineate with six nurses developing administrative activities, the meanings concerning quality indicators of Human Resources Management in Nursing. Data were obtained by means of interviews which allowed the construction of two categories: Administrative Activities - consisted of Meaning Units (MU) Permanent/Continuing Education; Labor Organization/ Decision-making participation; Dimensioning personnel/Time to replace vacancies and Human Resources - with the MU Absenteeism; Job Rotation Employees; Scientific Education/Title/Production; Labor Accident Reports/Occupational Diseases/Leave of Absence and Labor Satisfaction/ Dissatisfaction. The nurse's reports allowed us to rescue important information to identify new constitutive elements of management quality in nursing human resources and confirmed the use of well-known indicators.; Este estudio viene recuperar junto a seis enfermeras que desarrollan actividades gerenciales...

A qualificação dos recursos humanos no sector turístico para o século XXI

Amaral, Marta Isabel Casteleiro
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
A aquisição de qualificação profissional constitui cada vez mais, uma chave para o progresso e mesmo para a «sobrevivência» dos recursos humanos no mercado de trabalho, perante os desafios da sociedade do século XXI. No caso específico do Alentejo, os baixos níveis de qualificação são um obstáculo a ultrapassar para que esta região também possa evoluir e tornar-se competitiva face às restantes. O sector turístico é uma das grandes potencialidades de desenvolvimento da região, pelo que os primeiros passos começam a ser dados de modo a apresentar formas de turismo alternativas ao turismo massificado.ONo entanto, como é sabido, a grande maioria dos empregos no sector turístico continua a não exigir qualificações específicas, pelo que, grande parte das vezes, os empresários acabam por recorrer a trabalho não qualificado. Para além disso, este sector também tem vindo a assumir uma dimensão importante quer pela introdução de inovações tecnológicas, quer pelo próprio grau de exigência dos turistas, muito mais informados e dominadores do conhecimento, o que requer da parte dos recursos humanos que operam neste sector, um conjunto de novas competências, adquiridas quer por via formal (educação, formação profissional) ou informal (experiência). Inserido nesta problemática...

O papel da certificação NP 4427:2004 no desenvolvimento das práticas de gestão de recursos humanos em organizações portuguesas

Rebelo, Ana Isabel Pereira
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Estudos Industriais e de Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.43%
Dissertação de Mestrado em Gestão e Desenvolvimento de Recursos Humanos; Este estudo tem como objetivo determinar o papel que a certificação pela Norma Portuguesa 4427:2004 – “Sistemas de Gestão de Recursos Humanos – requisitos” (NP 4427:2004) assume no desenvolvimento das práticas de Gestão de Recursos Humanos. Neste sentido, foi realizada uma abordagem teórica à evolução temporal e conceptual da Gestão de Recursos Humanos e identificadas as melhores práticas que reconhecem nas pessoas um indispensável e estratégico ativo organizacional. Posteriormente é apresentada a NP 4427:2004 e o seu enquadramento no contexto organizacional português. Apresentando-se como uma temática moderna no âmbito da Gestão de Recursos Humanos, o presente estudo questiona se as empresas certificadas pela NP 4427:2004 promovem práticas de Recursos Humanos estratégicas, se o grau de intervenção destes Departamentos, no desenvolvimento das práticas, é maior nas empresas certificadas pela NP 4427:2004, e se os responsáveis destes setores possuem qualificação específica na área de Recursos Humanos. A um universo de 95 empresas foi aplicado um inquérito por questionário...

Mecanismos de gestão de recursos humanos no setor público: as implicações da austeridade

Rodrigues, José Nuno Pinto
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
Dissertação de Mestrado apresentada ao Instituto Politécnico do Porto para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Gestão das Organizações – Ramo de Gestão de Empresas Orientador: Professor Doutor Pedro Nunes Orientador: Professor Henrique Curado; Nestes tempos o Estado encontra-se perante o dilema da redução dos seus custos de funcionamento e da resposta à sua população, que não abdica do modo de vida a que se habitou, o qual assenta num nível de serviços que não poderá ser mantido, com a atual estrutura de financiamento. Solucionar o problema implica uma delimitação clara das funções do Estado, porquanto, apenas esta permitiria ter a perceção correta dos seus custos. Simultaneamente, importa determinar quais os custos inerentes ao exercício dessas funções, o que por si só permitiria reduzir a despesa com o seu funcionamento. Só assim se pode explicar à população a relação custo benefício e qual o contributo necessário de cada um. A realização deste desiderato pressupõe dois níveis de atuação: no plano de tomada de decisão política e ao nível da gestão dos serviços públicos. Atento ao interesse pelo estudo da gestão pública (e não no plano das opções políticas)...

Mecanismos de gestão de recursos humanos no setor público; as implicações da austeridade

Rodrigues, José Nuno Pinto
Fonte: Instituto Politécnico do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
Dissertação de Mestrado apresentada ao Instituto Politécnico do Porto para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Gestão das Organizações – Ramo de Gestão de Empresas Orientador: Professor Doutor Pedro Nunes Orientador: Professor Henrique Curado Esta dissertação não inclui as críticas e sugestões feitas pelo Júri. Foi respeitado o acordo ortográfico.; Nestes tempos o Estado encontra-se perante o dilema da redução dos seus custos de funcionamento e da resposta à sua população, que não abdica do modo de vida a que se habitou, o qual assenta num nível de serviços que não poderá ser mantido, com a atual estrutura de financiamento. Solucionar o problema implica uma delimitação clara das funções do Estado, porquanto, apenas esta permitiria ter a perceção correta dos seus custos. Simultaneamente, importa determinar quais os custos inerentes ao exercício dessas funções, o que por si só permitiria reduzir a despesa com o seu funcionamento. Só assim se pode explicar à população a relação custo benefício e qual o contributo necessário de cada um. A realização deste desiderato pressupõe dois níveis de atuação: no plano de tomada de decisão política e ao nível da gestão dos serviços públicos. Atento ao interesse pelo estudo da gestão pública (e não no plano das opções políticas)...

Práticas de Gestão de Recursos Humanos nas IPSS

Pereira, Susana
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto; Instituto Politécnico de Bragança; Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; Instituto Politécnico de Viana do Castelo Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto; Instituto Politécnico de Bragança; Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; Instituto Politécnico de Viana do Castelo
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
As instituições particulares de solidariedade social (IPSS) são entidades constituídas por iniciativa de particulares e sem finalidade lucrativa com o propósito de dar expressão organizada ao dever moral de solidariedade e de justiça entre os indivíduos. Considerando as dificuldades económicas que Portugal atravessa estas instituições assumem um papel fundamental na sociedade de hoje, sendo o mesmo reconhecido por estado e clientes. O capital humano é o elemento central no que concerne aos ativos intangíveis e é formado pelas pessoas que integram a instituição. É essencial analisar a gestão dos recursos humanos das IPSS tendo em conta que estes, alinhados com a direção, são parte fulcral para a instituição atingir os objetivos a que se propõe. Com este estudo pretendemos analisar as práticas de gestão de recursos humanos aplicadas pelas IPSS e para o conseguir utilizamos um questionário diagnóstico, distribuído a uma amostra da população, e analisamos as práticas de uma IPSS através de um estudo de caso. O estudo mostrou que as IPSS aplicam maioritariamente a gestão administrativa de recursos humanos e que a regulamentação das instituições por parte da Segurança Social é um fator importante na tipologia de gestão aplicada. As conclusões baseiam-se na análise do estudo de caso e das respostas ao questionário...

INFLUÊNCIA DO TREINAMENTO AMBIENTAL NA CONSCIÊNCIA AMBIENTAL DE PROFISSIONAIS DA ÁREA DE RECURSOS HUMANOS; INFLUENCIA DEL ENTRENAMIENTO AMBIENTAL EN LA CONCIENCIA AMBIENTAL DE PROFESIONALES DEL ÁREA DE RECURSOS HUMANOS; THE INFLUENCE OF ENVIRONMENTAL TRAINING ON ENVIRONMENTAL AWARENESS OF HUMAN RESOURCES PROFESSIONALS

Baccaro, Thais Accioly; Caldana, Adriana Cristina Ferreira; Shinyashiki, Gilberto Tadeu
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.4%
Actualmente, muchas organizaciones trabajan para minimizar y contribuir para resolver los problemasambientales. En esa dirección, el área de recursos humanos emerge como facilitadora de la implantación deprácticas y políticas ambientales en las empresas, principalmente por la utilización de los programas deentrenamiento. Esta investigación tiene como objetivo analizar la influencia del entrenamiento ambiental enla conciencia ambiental de los profesionales de recursos humanos. Con un abordaje cuantitativodescriptivo, se aplicó un cuestionario, ya validado, a 73 profesionales de recursos humanos de la región deLondrina-PR. El análisis de datos involucró la estadística descriptiva y el teste sin parámetros χ 2 dePearson. Los resultados señalaron la relación entre el entrenamiento ambiental y la conciencia ambientalde los profesionales de recursos humanos investigados: de hecho, los que recibieron algún tipo deentrenamiento ambiental presentaron un nivel de conciencia ambiental mayor que los que no recibieronningún entrenamiento en esa área.; Currently, many organizations are working to minimize and contribute to solving environmentalproblems. In this sense, the human resources area emerges as a facilitator of the implementation ofenvironmental policies and practices in companies...