Página 1 dos resultados de 74 itens digitais encontrados em 0.052 segundos

"Hip Hop: cultura e política no contexto paulistano"

Felix, João Batista de Jesus
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
56.05%
Objetivo dessa tese é trazer uma visão ampla do Hip Hop. Diferentemente do que se têm afirmado em outras pesquisas, no nosso caso interessa tomar o movimento como conjunto, a fim de entender de que maneira, de um lado, existem diversas formas de compreender esse fenômeno e, de outro, como a dicotomia entre política e cultura torna-se central num debate. Antes de reiterar a polaridade nossa meta é mostrar como esses conceitos dialogam, e de uma forma e a um só tempo, tensa e ambígua. Para tanto analisamos o Hip Hop paulistano, sobretudo, a partir da visão de três posses e do gangsta rap. Nesses locais e nesse estilo musical, política e cultura funcionam como verdadeira moeda de troca.

As mensagens sobre drogas do rap: como sobreviver na periferia; Messages about drugs from rap: how to survive in the periferia

Silva, Vinicius Gonçalves Bento da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2004 PT
Relevância na Pesquisa
46.65%
Este trabalho toma por objeto as mensagens sobre drogas nas letras de rap. Compreende que esse gênero musical é parte de um movimento cultural maior – o hip hop – que difunde uma visão social de mundo principalmente nas periferias das grandes cidades do país. Teve como objetivo analisar as mensagens sobre drogas das letras de rap de grupos com representatividade e influência entre os jovens da periferia de São Paulo. Por meio da metodologia de Análise de Discurso estudou-se onze letras de nove grupos de rap. O tema marcante nas letras é a vida na periferia que é retratada pelo tráfico e consumo de drogas, pela violência e discriminação enfrentados pelos jovens. O problema do consumo de drogas é compreendido por alguns grupos no âmbito estrutural - como conseqüência do modo de produção capitalista - e por outros no âmbito particular - pelas características individuais, pela influência da família e dos amigos. As propostas do rap para o enfrentamento e para a superação desses problemas estão voltadas ao fortalecimento e responsabilização do sujeito, que através de um esforço pessoal, não se envolveria com o tráfico e com o consumo de drogas consideradas perigosas e potencialmente destrutivas como o crack e a cocaína. O fortalecimento de laços familiares...

O rap e o letramento: a construção da identidade e a constituição das subjetividades dos jovens na periferia de São Paulo; Rap and literacy: the construction of identity and constitution of subjectivity in youth from the periphery neighborhoods of São Paulo

Fernandes, Ana Claudia Florindo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/10/2014 PT
Relevância na Pesquisa
76.54%
A presente dissertação de mestrado tem como objetivo pesquisar em que medida o rap, música característica do movimento hip-hop, é capaz de possibilitar o processo de letramento de jovens provenientes das classes menos favorecidas, que habitam na periferia de São Paulo, enriquecendo suas experiências linguísticas e subjetivas. A dissertação é o resultado de uma pesquisa-ação realizada na ONG Casa do Zezinho, localizada na região do Capão Redondo, extremo sul da cidade de São Paulo, com jovens entre 13 e 15 anos, regularmente matriculados em escolas públicas do entorno. O trabalho empírico desenvolvido, por meio de oficinas, privilegiou a interdiscursividade do rap para discutir as desigualdades sociais e raciais, às quais está submetida uma importante parcela da população, a fim de analisar a construção da identidade dos jovens urbanos, aproximando a cultura de sua comunidade das intervenções propostas como situações de ensino. Buscou-se, ainda, oferecer por meio do rap e toda sua oralidade formular, situações significativas de letramento para que o funcionamento social da linguagem e os conteúdos relacionados à língua pudessem ser compreendidos em suas dimensões discursivas. Tomando como base as letras de rap e a escuta da imagem sonora da palavra...

O rap e o funk na socialização de jovens : um estudo de caso; Rap and funk in the socialization of young people - a case study

Flores, Ludmila Dovizinski
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.41%
A presente pesquisa tem como foco o estudo da música como meio de expressão e socialização de jovens com idades entre 10 e 14 anos que freqüentam o SASE (Serviço de Apoio Sócio-educativo) no turno inverso da escola. Esse espaço educativo está situado na zona Leste de Porto Alegre. Os jovens que usufruem desse serviço são considerados jovens que vivem em situação de vulnerabilidade social. Os estilos de músicas ouvidos por esse grupo são majoritariamente Rap e Funk. Partindo das observações e reflexões realizadas acerca das atitudes desses jovens em relação à música foi elaborado o seguinte problema: Em que medida o consumo musical, especificamente os estilos Funk e Rap operam na subjetivação de sujeitosjovens da periferia? Os principais objetivos dessa pesquisa são visibilizar práticas de Funk e Rap de sujeitos jovens da periferia de Porto Alegre, mostrando como estas contribuem para sua socialização, bem como problematizar a produtividade de tais consumos musicais através das narrativas desses sujeitos na constituição de suas identidades.; This research focuses on the study of music as a means of expression and socialization of young people aged between 10 and 14 years who attend the SASE (Service Support Socio-educational) in the opposite shift of the school. This educational area is located in the east of Porto Alegre. Young people who take advantage of this service are considered young people living in socially vulnerable. The styles of music heard by this group are mostly Rap and Funk. Based on the observations and reflections made about the attitudes of these young people in relation to music was drafted the following issue: To what extent the consumption of music...

RAP: identidade local e resistência global

Dutra, Juliana Noronha
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 141 f.
POR
Relevância na Pesquisa
46.3%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Música - IA; Poderia a globalização, a maneira do que ocorre com a disseminação da tecnologia, promover uma dissolução das identidades culturais locais em uma única cultura global? No processo mais ou menos avassalador do capitalismo globalizado, alguns vêem como certa a morte das culturas e tradições locais de longa herança histórica e que conseguiram sobreviver alheias aos apelos da cultura moderna. Outros acreditam que as culturas locais tendem a integrar os elementos da cultura globalizada dentro de suas próprias perspectivas e, como resultado, novas formas de hibridismo cultural irão surgir em lugar de uma mera assimilação passiva da cultura dominante. O rap como um fenômeno cultural surgido no contexto da globalização pode servir como referencial para balizar essa discussão. O rap é um gênero musical criado por jovens negros e imigrantes de Nova Iorque que se colocou como uma forma de resistência ao modelo massificador da Indústria Cultural. A partir dos anos 80, o rap, assim como o Hip Hop, tomou uma expressão global se desenvolvendo também no Brasil. Nossa hipótese é que o rap não é simplesmente uma reprodução de um gênero musical...

As letras de rap do movimento hip-hop como desdobramento do processo de segregação sócio-espacial: antigamente quilombos, hoje periferia

Santos, Luiz Henrique dos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 103 f. : il., fots., gráfs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.44%
Pós-graduação em Geografia - IGCE; O rap é um gênero musical de protesto que tem buscado valorizar a cultura popular do lugar onde é produzido: A periferia. Este trabalho foi o resultado da análise das letras de RAP produzidas no Brasil, pelos grupos musicais mais influentes do momento. Considerado por muitos como um movimento político, e por outros como apenas uma simples manifestação artística das culturas juvenis, é fato que esse gênero musical se tornou uma apreciação global. Durante a realização da pesquisa foi detectado a expansão do hip hop em lugares bastante incomuns do Brasil, como é o caso de uma aldeia indígena. Dar visibilidade para a identidade social e espacial das populações que habitam os espaços segregados foi um dos princípios norteadores dessa pesquisa. Por meio de análises das letras de rap tivemos como suporte a análise de discurso e conteúdo das músicas previamente selecionadas. Para comprovarmos esse processo optamos por utilizar um corpus teórico bem diversificado que contemplasse nossas inquietações. Foram utilizadas para fins de amostragem as letras de rap de 10 grupos musicais produzidas em diferentes contextos geográficos. A escolha dos grupos teve como norteador principal a diversidade dos lugares de onde estas composições foram elaboradas...

A arte de ouvir RAP (e de fazer a si mesmo)

Hinkel, Jaison
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.22%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.; Esta pesquisa teve por objetivo investigar se há e como se processa a relação estética entre sujeitos ouvintes e a música Rap, no processo de apropriação musical. Partimos de uma perspectiva sócio-histórica, onde as reflexões metodológicas propostas por Vygotski estiveram tecidas as idéias de Bakhtin, como também as contribuições de Sartre, em um movimento dialógico com alguns leitores que se fazem interlocutores destes autores. A partir deste horizonte, realizamos entrevistas individuais e abertas com cinco jovens moradores de periferia da região de Blumenau/SC. As análises indicaram a apropriação musical dos sujeitos investigados como um complexo processo que envolve aspectos referentes às propriedades físico-perceptuais do objeto estético Rap e a biografia de cada sujeito-ouvinte. O corpo do sujeito, a forma (musicalidade) e o conteúdo (protesto) do Rap, e a mediação da alteridade e do imaginário, se fizeram categorias centrais para a compreensão do processo de apropriação musical. O enlace entre as dimensões ética e estética também ocupou lugar de destaque nas análises...

Da periferia ao centro: cultura e política em tempos pós-modernos

Frederico,Celso
Fonte: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.3%
As relações entre cultura e política ganharam novos contornos no Brasil a partir da década de 1990. A explosão cultural da periferia - tendo à frente o rap - expressou-se numa lógica dualista que dividia a sociedade em brancos e negros, centro e periferia, "manos" e "playboys". Essa visão dualista, por sua vez, reflete uma forma de pensar prisioneira do imediato - no caso, a recusa abstrata do "sistema". O mesmo procedimento pode ser visto na classe média que foi às ruas nas jornadas de junho, em 2013. Conduzida pela lógica do espetáculo e manipulada pela mídia, as jornadas também expressaram, na outra ponta da sociedade, uma estetização da política que reproduzia, a seu modo, a permanência no visível, no imediato.

As mensagens sobre drogas no rap: como sobreviver na periferia

Silva,Vinícius Gonçalves Bento da; Soares,Cássia Baldini
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
46.47%
O objetivo é analisar as mensagens sobre drogas nas letras de rap de grupos com representatividade e influência entre jovens da periferia de São Paulo. O rap é um gênero musical que faz parte de um movimento cultural - o hip hop -, que difunde uma visão social de mundo, principalmente nas periferias das grandes cidades. Por meio da Análise de Discurso estudaram-se 11 letras de 9 grupos. O tema marcante é a vida na periferia retratada pelo tráfico e consumo de drogas, pela violência e pela discriminação. O uso de drogas é compreendido por alguns grupos como conseqüência do modo de produção, e por outros, pelas características individuais, pela influência da família e dos amigos. As propostas para o enfrentamento e para a superação dos problemas estão voltadas à responsabilização do sujeito que, através de um esforço pessoal, não se envolveria com o tráfico e consumo de drogas consideradas perigosas e destrutivas como o crack e a cocaína. O fortalecimento de laços familiares e de amizade e a educação são também vistos como saídas para os problemas advindos do envolvimento com as drogas. As propostas invocam um discurso que, além de denunciar a situação dos jovens da periferia, propõe mecanismos de proteção para criar uma alternativa de "vida possível" - de convivência com a violência...

A formação dos sujeitos periféricos: cultura e política na periferia de São Paulo; The formation of peripheral subjects: culture and politics in the periphery of São Paulo

D\'Andrea, Tiarajú Pablo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.44%
O objetivo desta tese é basicamente problematizar quatro questões: quais são os sentidos e os significados que estão em jogo para o termo periferia; qual é a influência da atuação dos coletivos artísticos da periferia na formulação de um novo significado para o termo periferia; por que houve uma explosão de atividades culturais na periferia nos últimos vinte anos e; qual o caráter e o alcance da ação política desses coletivos artísticos. Para tanto, o texto parte do contexto social da década de 1990, quando as periferias de São Paulo sofriam os desdobramentos do neoliberalismo e um alto índice de homicídios. Logo, o texto aponta algumas mudanças ocorridas nas últimas duas décadas nessas periferias. Algumas delas são o aumento do número de coletivos artísticos nesses bairros, tema principal desta tese; o crescimento evangélico e a presença do PCC. Também se discorre sobre o aumento da atuação de ONGs e do poder público nas periferias. Por fim, o texto conceitua a obra do grupo de rap Racionais MC´s como sendo a narrativa legitimada por essa população para contar sua história e discorre sobre uma nova subjetividade surgida na periferia e centrada no orgulho dessa condição. O indivíduo que passa a agir politicamente a partir desse orgulho é denominado neste trabalho como sujeito periférico. O texto discorre também sobre como três campos discursivos obtiveram a preponderância para definir o que seja periferia em distintos tempos históricos. Estes campos discursivos são: o discurso acadêmico...

RAP : ritmo e poesia : construção identitária do negro no imaginário do RAP brasileiro; RAP : rythme et poesie : construction identitaire du Noir : dans l'imaginaire du RAP brésilien

Righi, Volnei José
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
46.57%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, Doutorado com Convenção de Co-tutela Internacional de Tese/Université Européenne de Bretagne, École Doctorale Arts, Lettres, Langues, ERIMIT Mémoire, Identité, Territoire, Département de Portugais, Doctorat en Cotutelle Internationale de Thèse, 2011.; Esta pesquisa tem por objetivo propor uma discussão acerca dos processos de construção identitária do sujeito negro na sociedade brasileira atual, a partir do exame das imagens projetadas pelo RAP brasileiro no transcurso temporal de vinte anos (1990-2010). O foco central perpassa, ainda, uma investigação sobre a temática das “minorias” e os conceitos que lhes são atribuídos, os projetos de resistência que fazem com que essas “minorias” permaneçam fechadas e protegidas em guetos e eventuais propostas de transposição das fronteiras entre o centro e a periferia. O RAP, constituído a partir dos elementos “ritmo e poesia” (do inglês rhythm and poetry), está vinculado a uma longa tradição histórica que revisita e reelabora cantos, danças e batuques da cultura negra africana desde o século XVI. Na esteira dessa tradição, o RAP surge na Jamaica e nos Estados Unidos na década de 1960...

Errâncias racionais: a periferia, o RAP e a política

Bertelli,Giordano Barbin
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS Publicador: Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.35%
Este artigo realiza uma reflexão acerca da dimensão política da estética do RAP. A partir de aspectos físicos e sociais do processo de expansão urbana e de periferização da cidade de São Paulo, procede-se à análise de trechos de composições do grupo de RAP Racionais MC's. Busca-se analisar a inserção de sua poética nos conflitos envolvidos no confrontamento entre "centro" e "periferia", enquanto categorias negociadas na dinâmica conflitiva de relações sociais do espaço urbano. Finaliza-se apontando - na tensão que se observa, por um lado, na relação do RAP com a ordem institucional do Estado, e, por outro, com a dinâmica do "mundo do crime" - o ponto social e poético em que reside a força e a ambiguidade do potencial político de sua estética.

O Rap e o Funk em CidadeTiradentes/SP Música em dois tempos; Art and Street: Rap and funk in Cidade Tiradentes/SP

Hikiji, Rose Satiko Gitirana
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 24/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
56.44%
A comunicação aborda as relações e diferenças entre dois fazeres musicais presentes na periferia de São Paulo, em especial no distrito de Cidade Tiradentes, maior complexo habitacional popular da América Latina, com mais de 300 mil habitantes. A partir de uma perspectiva etnográfica, a pesquisa aproxima-se do rap, tal qual praticado e pensado hoje por MCs que viveram os momentos de grande influência do estilo no bairro nos anos 1990, e do funk, em especial da vertente “Ostentação” desta música que “ganhou linguagem” entre os moradores da periferia e além.; This lecture addresses the relationship and differences between the present musical practices in the suburbs of Sao Paulo, particularly in Cidade Tiradentes district, most popular housing complex in Latin America, with over 300 thousand inhabitants. From an ethnographic perspective, the research approaches the rap, like practiced in the neighborhood in the 1990s, and the funk style, especially its modality “Ostentation” whose music “won popularity” among residents of the periphery and beyond.

Música rap: narrativa dos jovens da periferia de Teresina - PI; Música rap: narrativa de los jóvenes de la periferia de Teresina-PI; Rap music: youth narrative from Teresina’s outskirts

Silva, Antonio Leandro da
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2006 POR
Relevância na Pesquisa
46.57%
O objetivo principal deste artigo consiste em discutir a importância da música rap e do hip hop para a socialização dos jovens da periferia de Teresina-PI. A pesquisa, baseada em relevantes aportes teóricos sobre “memória” e “narrativa”, analisa o rap como uma “nova forma de narrativa” contemporânea. Optamos também pela história oral de vida como técnica qualitativa porque as narrativas dos sujeitos entrevistados nos ajudaram a mapear os espaços de sociabilidade juvenil, reconstruir a trajetória do movimento hip hop e analisar as implicações do hip hop e do rap na construção das identidades étnicas desses jovens.; El objetivo principal de este artículo consiste en discutir la importancia de la música rap y del hip hop para la socialización de los jóvenes da periferia de Teresina-PI. La investigación, com base en relevantes aportes teóricos sobre “memoria” y “narrativa”, analisa el rap como una “nueva forma de narrativa” contemporanea. Asimismo, optamos por la historia oral de vida como técnica cualitativa porque las narrativas de los sujetos entrevistados nos ayudaron a mapear los espacios de sociabilidad juvenil, reconstruir la trajetória del movimiento hip hop y analisar las implicaciones del hip hop y del rap en la construcción de las identidades étnicas de esos jóvenes.; The main objective of this article consists in arguing about the importance of Rap and Hip Hop music for the youth socialization in Teresina’s outskirts. The research based on significant theoretical studies about “memory” and “narrative” shows that Rap is a new form of contemporary narrative. We also opted for verbal life history as a qualitative technique because the interviews helped us map youthful socialization spaces...

From the urban periphery to the city center: culture and politics in postmodern times; Da periferia ao centro: cultura e política em tempos pós-modernos

Frederico, Celso
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.43%
The relationships between culture and politics have gained new contours in Brazil since the 1990s. The cultural explosion of the urban periphery - with rap in the forefront - expressed itself in a dualistic logic that split society into blacks and whites, wealthier city centers and the poorer periphery, the "bros" and the "playboys." This dualistic view, in turn, reflects a manner of thinking shackled to the immediate present - in this case, the abstract refusal of the "establishment". The same modus operandi could be seen in the middle class that took to the streets in the so-called June Days of 2013. Driven by the logic of the spectacle and manipulated by the media, the June Days also expressed, in the other edge of society, an aestheticization of politics that reenacted, in its own way, its persistence in the visible, immediate present.; As relações entre cultura e política ganharam novos contornos no Brasil a partir da década de 1990. A explosão cultural da periferia - tendo à frente o rap - expressou-se numa lógica dualista que dividia a sociedade em brancos e negros, centro e periferia, "manos" e "playboys". Essa visão dualista, por sua vez, reflete uma forma de pensar prisioneira do imediato - no caso, a recusa abstrata do "sistema". O mesmo procedimento pode ser visto na classe média que foi às ruas nas jornadas de junho...

Comunicação, educação, práticas de consumo e cidadania: em perspectiva o rap da periferia paulistana / Communication, education, consumption practices and citizenship: focusing on the rap from the outskirts of São Paulo

Budag, Fernanda Elouise; Marcelino, Rosilene Moraes Alves; Junqueira, Antonio Helio
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 03/04/2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.35%
O presente artigo consiste em uma apresentação de resultados parciais de uma pesquisa mais ampla que propõe investigar o universo simbólico do hip hop, atendo-se à vertente do rap. Mais especificamente, analisar, a partir de revisão de literatura e da perspectiva da análise de discurso de linha francesa, as produções de um grupo de rap que nasceu na periferia de São Paulo, os Racionais MC’s, na intenção de compreender como a cultura midiática e a de consumo figuram em suas narrativas (letras das mú- sicas) e, nisso, procurar entender também como se constrói o sentido de cidadania. 

Consumption and Citizenship: Into Perspective the Reception of Rap from Periphery of São Paulo; Consumo e Cidadania: em perspectiva a recepção do rap da periferia paulistana

Budag, Fernanda Elouise; Marcelino, Rosilene Moraes Alves; Abrão, Maria Amélia Paiva; Baccega, Maria Aparecida
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.48%
Our research, in its entirety, sought to understand how media and consumption culture appear in the narratives (lyrics) of a rap group from the periphery of São Paulo and how they are received between young people from the state capital, trying to understand consumption and citizenship senses that they contain. For this, the research sought: (a) to articulate theoretically the vertices of Communication, Education, Consumption and Citizenship; (b) to understand the place of speech of the group discussed; (c) to analyze the productions of this rap group from the periphery of São Paulo; and (d) to conduct a reception study of this musical genre among the young people from São paulo. In this paper, more specifically, we outlined the results of the reception study undertaken.; Nossa pesquisa, em sua totalidade, procurou compreender como a cultura midiática e de consumo figuram nas narrativas (letras das músicas) de um grupo de rap da periferia de São Paulo e como são recebidas entre jovens da capital paulista, procurando entender os sentidos de consumo e de cidadania que aí se constituem. Para isso, a pesquisa buscou (a) articular, teoricamente, os vértices da Comunicação, da Educação, do Consumo e da Cidadania; (b) compreender o lugar de fala do grupo em questão; (c) analisar as produções desse grupo de rap da periferia de São Paulo e (d) realizar um estudo de recepção dessa vertente musical entre jovens paulistanos. Neste espaço...

; Quilombo, território e geografia

Carril, Lourdes de Fátima Bezerra
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2005 POR
Relevância na Pesquisa
56.05%
This paper analyses the autoidentification of quilombo by country comunnities in the Vale do Ribeira, in the struggle for land access, under the light of the Brazilian Constitution 68 article, which secure the right of property for quilombo lands in Brazil. The analysis scope goes through the fact that rapper communities and other people that lives in Capão Redondo perifery in São Paulo, are assuming for themselves the autoidentification of quilombolas and calling those city spaces Quilombos. The attempt is to understand that this representation express both the exclusion for the country lands and social, spacial and racial segregation. This is related with non-equal and contraditory relations, historically present in Brazilian society/territory constitution. In both cases, the groups looks for a common identity. The identification and quilombo representation became basis for physical and cultural survival, also meaning the atempt for reconstruction of social and spacial roots or the creation of a new territoriality , the social insertion through the rap and self-respect.; Este artigo analisa a autoidentificação do quilombo por comunidades rurais no vale do Ribeira, na luta pelo acesso à terra, ancorada no artigo 68 da Constituição Brasileira...

O rap dos Racionais MC\'s em sala de aula como via de emancipação de jovens na periferia de São Paulo: análises de oficinas musicais com ênfase no rap; The rap of Racionais MC´s in the classroom as a route of emancipation for teenagers living at the outskirts in São Paulo: analyses of workshops emphasizing rap

Martins, Raquel Mendonça
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/10/2015 PT
Relevância na Pesquisa
76.47%
A presente dissertação de mestrado teve o propósito de pesquisar em que medida a estética multifacetada do rap pode ser utilizada nos processos de formação de adolescentes pobres e moradores das periferias, em sua maioria, afrodescendentes. Ao identificar no rap um potencial de ruptura e de resistência frente às formas atuais de discriminação racial - tanto em seus aspectos musicais, quanto narrativos - foram realizadas oficinas de música com ênfase no rap, envolvendo jovens entre treze e quinze anos. As oficinas foram realizadas entre os anos de 2011 e 2013 em dois momentos distintos. O primeiro ocorreu na ONG Casa do Zezinho, situada no Capão Redondo, zona sul da cidade de São Paulo; o segundo foi realizado na Escola Municipal de Ensino Fundamental Amorim Lima, situada no Butantã, zona oeste da mesma cidade. As oficinas eram destinadas à promoção de atividades musicais, lúdicas e intelectuais, fundamentadas na estética do rap, tais como: improvisação musical livre com instrumentos de percussão, audições de rap e gêneros musicais de vanguarda, entre outras. Inicialmente, o objetivo da pesquisa norteou-se pela sensibilização de uma escuta musical que fosse propiciadora de uma ruptura com os modos de percepção homogeneizadores da indústria cultural. Inicialmente...

As mensagens sobre drogas no rap: como sobreviver na periferia

Silva,Vinícius Gonçalves Bento da; Soares,Cássia Baldini
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
46.47%
O objetivo é analisar as mensagens sobre drogas nas letras de rap de grupos com representatividade e influência entre jovens da periferia de São Paulo. O rap é um gênero musical que faz parte de um movimento cultural - o hip hop -, que difunde uma visão social de mundo, principalmente nas periferias das grandes cidades. Por meio da Análise de Discurso estudaram-se 11 letras de 9 grupos. O tema marcante é a vida na periferia retratada pelo tráfico e consumo de drogas, pela violência e pela discriminação. O uso de drogas é compreendido por alguns grupos como conseqüência do modo de produção, e por outros, pelas características individuais, pela influência da família e dos amigos. As propostas para o enfrentamento e para a superação dos problemas estão voltadas à responsabilização do sujeito que, através de um esforço pessoal, não se envolveria com o tráfico e consumo de drogas consideradas perigosas e destrutivas como o crack e a cocaína. O fortalecimento de laços familiares e de amizade e a educação são também vistos como saídas para os problemas advindos do envolvimento com as drogas. As propostas invocam um discurso que, além de denunciar a situação dos jovens da periferia, propõe mecanismos de proteção para criar uma alternativa de "vida possível" - de convivência com a violência...