Página 1 dos resultados de 253 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Análise(s) do discurso: diferentes concepções na prática de pesquisa em psicologia social

Nogueira,Conceição
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.21%
O conceito de discurso, assim como a Análise do Discurso têm tido um papel crescente nas ciências sociais contemporâneas. Este crescimento faz-se sentir quer através do aumento de número de estudos, em diferentes disciplinas, que utilizam os seus conceitos e métodos, quer através da extensão do seu desenvolvimento. Neste artigo pretende-se apresentar algumas concepções de Análise do Discurso mais usadas na psicologia social contemporânea. Começa-se por apresentar em primeiro lugar algumas das influências inspiradoras para a virada linguística na psicologia social, que justificam o aparecimento deste campo cada vez mais amplo da Análise do Discurso. Por fim, faz-se a apresentação de quatro concepções distintas dando particular atenção às duas últimas, nomeadamente à Psicologia Discursiva e à Analise Crítica do Discurso.

Repertórios interpretativos na controvérsia sobre a legalização do aborto de fetos anencefálicos

Ribeiro,Flávia Regina Guedes; Spink,Mary Jane Paris
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.24%
Neste artigo procuramos apresentar como os sentidos de vida são produzidos na controvérsia moral sobre o aborto induzido a partir dos usos de repertórios interpretativos. O foco do nosso estudo foi a liminar do Ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, que em 2004 autorizou a interrupção da gestação em casos de anencefalia do feto. Nossa análise discursiva se baseou na descrição e interpretação dos repertórios na construção de argumentos favoráveis e contrários à autorização do aborto induzido em casos de gestação de fetos anencéfalos. A análise dos documentos estudados indica que os usos da linguagem para designar "gestante", "feto" e "aborto" sobrepõem valores religiosos na avaliação dos direitos reprodutivos que atravancam a efetivação de políticas de assistência à saúde da mulher.

Como negociar a responsabilização em conversas sobre viver com diabetes

Carrijo,Rafael Santos; Rasera,Emerson Fernando
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.31%
A Responsabilização é um fenômeno importante em conversas sobre doenças crônicas, tais como o diabetes. Assim, o objetivo deste estudo foi entender como a Responsabilização foi manejada em grupos em que se conversava sobre viver com diabetes. Metodologicamente, este estudo foi inspirado pela Psicologia Discursiva. Foram realizadas cinco oficinas com 25 pessoas com Diabetes mellitus Tipo 2 e seus cuidadores. Analiticamente, foram identificadas duas estratégias discursivas: (a) "Responsabilizando aos outros: atribuindo responsabilidade a terceiros" e (b) "Responsabilizando-se", subdividida em: "Responsabilizando-se: o uso de outras formas de cuidado" e "Responsabilizando-se: o acostumar-se a viver com diabetes". As análises mostraram que as estratégias utilizadas permitiram aos participantes se colocarem discursivamente no contexto interacional como pessoas que cuidavam da saúde, bem como administrarem possíveis acusações. Além disso, foi possível compreender como a Responsabilização é um processo discursivo e relacional diretamente relacionado às demandas situacionais do contexto interativo e às expectativas socioculturais.

Os discursos e a dimensão simbólica: uma forma de abordagem à Psicologia Social

Traverso-Yépez,Martha
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1999 PT
Relevância na Pesquisa
56.21%
Este trabalho é sobre a linguagem e sua importância na Psicologia Social. Esta forma de abordar a Psicologia Social através da linguagem resgata as contribuições dos psicólogos soviéticos Vygotsky, Voloshinov e Bakhtin, e do norte-americano George H. Mead. Traça-se, em seguida, o percurso do desenvolvimento teórico da denominada Psicologia "discursiva" dos últimos anos, ressaltando-se sua aproximação com os significados e os efeitos ideológicos e estruturantes da linguagem. A vantagem desta aproximação ao universo simbólico, social e historicamente construído, é a possibilidade de destacar a importância da interação humana e do contexto social na construção e na permanente recriação dos denominados processos psicossociais, tais como percepções, atitudes, idéias, representações, crenças, valores, filiações sociais etc.

Psicologia discursiva e o sujeito do conhecimento: a singularidade como questão

Pinheiro,Marina Assis; Meira,Luciano R. de Lemos
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
76.53%
Este artigo discute as possibilidades de aplicação da noção de singularidade no contexto da psicologia cognitiva. Investe-se nesta questão porque, dada a diversidade dos fenômenos humanos implicados na construção do conhecimento, é importante sabermos a partir de que condições os sujeitos se diferenciam enquanto intérpretes únicos e quanto a psicologia tem tradicionalmente enfatizado a importância dos fenômenos universais na cognição humana. Para tanto, recorremos ao campo de discussões sobre processos de produção de sentidos como via de acesso à construção da noção de singularidade. O artigo referenciou-se nas proposições do chamado "segundo Wittgenstein", a fim de subsidiar o diálogo entre a episteme da psicologia discursiva e a abordagem sócio-histórica de Vygotsky. Nosso objetivo foi destacar a importância que o singular pode produzir numa psicologia implicada com a subjetividade discursivamente construída e, ao mesmo tempo, única em sua potência de significação e redescrição de si mesma.

Abordagens de gênero e sexualidade na Psicologia: revendo conceitos, repensando práticas

Borges,Lenise Santana; Canuto,Alice de Alencar Arraes; Oliveira,Danielle Pontes de; Vaz,Renatha Pinheiro
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.19%
Este artigo explora os sentidos sobre gênero e sexualidades a partir da análise das produções acadêmicas dos programas de graduação e pós-graduação do Curso de Psicologia da PUC/Goiás. A partir de uma análise discursiva que tem como enquadre epistemológico o construcionismo social e as teorias feministas, a pesquisa investiga as produções que contenham no título os indexadores: gênero, sexualidade, homossexualidade e/ou homossexual(is), no período de 1993 a 2008. A escolha dessa investigação se dá em razão de que tais produções constituem fontes privilegiadas de informação e de formação. Locais de (re)produção de saber, as universidades operam muitas vezes como lugares que se outorgam o estatuto de verdade, prescrevendo formas morais de comportamento aos sujeitos, o que tem instigado estudiosos/ as a investigar os discursos que circulam no meio acadêmico. Analisam-se, neste estudo, as perspectivas teóricas privilegiadas na descrição do objeto, as áreas e os temas centrais bem como os avanços e as lacunas da produção acadêmica, tomando como contraponto a proposta curricular oferecida pelo curso. Dessa forma, é possível concluir que, no contexto de produção acadêmica analisado, o ensino da Psicologia ainda se concentra predominantemente nos estudos das identidades...

Controvérsias como práticas discursivas: uma abordagem retórica

Ribeiro,Flávia Regina Guedes
Fonte: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia Publicador: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
O objetivo deste artigo é apresentar alguns conceitos analíticos fundamentais para a realização de uma interpretação retórica em material empírico discursivo. Para este fim, apresentamos primeiramente o Construcionismo como vertente epistemológica de apoio para o estudo da linguagem na construção de fatos sociais; em seguida fazemos uma abordagem das diferentes correntes de análise de discurso para depois discutirmos o enfoque da Psicologia Discursiva sob a perspectiva das Práticas Discursivas; a noção de controvérsia é discutida na quarta parte, juntamente com a noção de recursos estratégicos e, por ultimo, apresentamos um exemplo de análise retórica para ilustrar a discussão metodológica apresentada.

A Reforma Psiquiátrica em Discursos de Cuidadores de Serviços Residenciais Terapêuticos na Cidade de Recife - PE

Alencar Pinto, Isaac; De Oliveira Filho, Pedro (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.24%
Em sua versão mais recente, a Reforma Psiquiátrica brasileira tem objetivado a desinstitucionalização, a qual tem sido compreendida enquanto a desconstrução de saberes, discursos e práticas psiquiátricas que reduzem a loucura à doença mental e que reforçam o modelo hospitalocêntrico. Nesse sentido, a elaboração da Portaria nº 106/2000, do Ministério da Saúde, introduz os Serviços Residenciais Terapêuticos (SRTs) no âmbito do SUS. Os SRTs seriam moradias ou casas inseridas na comunidade que teriam como principal foco o cuidado com os egressos de longas internações psiquiátricas que não possuem laços sociais e familiares, viabilizando, assim, sua inserção social e reabilitação psicossocial. Nesse sentido, a referida portaria estabelece que os SRTs possuam equipe técnica composta, no mínimo, pelos seguintes profissionais: a) 01 (um) profissional de nível superior da área de saúde com formação, especialidade ou experiência na área de saúde mental, denominado de Técnico de Referência (TR); b) 02 (dois) profissionais de nível médio com experiência e/ou capacitação especifica em reabilitação psicossocial, denominados de cuidadores, os quais devem atuar no sentido de viabilizar o processo de reabilitação psicossocial dos moradores. Nesse sentido...

A concepção de sujeito no discurso de artistas plásticos

José Loreto Quérette, Felipe; Rogério de Lemos Meira, Luciano (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.61%
O presente trabalho é uma investigação sobre o campo da arte contemporânea no Brasil com o suporte teórico da Psicologia Discursiva. A Psicologia Discursiva é uma área da Psicologia que investiga como as categorias psicológicas são invocadas e manejadas no discurso cotidiano. Seus postulados propõem um deslocamento nos tópicos e explicações psicológicos tradicionais, evitando a teorização abstrata em favor de análises baseadas na pragmática das ações sociais. A folk psychology (psicologia popular) é um rótulo na Psicologia que diz respeito ao conjunto de crenças cotidianas acerca do ser humano, em contraste à descrição oferecida pela Psicologia científca ou profssional. Assim, a folk psychology pode ser colocada como tópico de escrutínio da Psicologia Discursiva. Dentro dessa mais ampla defnição de folk psychology, trago o conceito de concepção de sujeito como foco deste trabalho. Concepção de sujeito é a maneira como o sujeito é descrito noção entendida como folk psychology, mas com ênfase não na origem do conhecimento (por não ser científca), mas sim no sujeito que ela concebe maneira que é tratada, na presente pesquisa, como disponível no discurso. A pesquisa se debruça...

É assim que deve ser .... : o governamento das famílias e os serviços de assistência em saúde mental infantil

Gomes Rodrigues, Sthéfani; de Lourdes Meira Cordeiro, Rosineide (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.24%
Essa dissertação tem como objetivo analisar os lugares atribuídos aos familiares no processo terapêutico de crianças usuárias do CAPS infantil de Campina Grande-PB no discurso dos profissionais da instituição. Para o desenvolvimento dessa discussão recorremos aos conceitos de biopoder e governamentalidade de Michel Foucault. Nesse sentido, compreendemos as políticas públicas em saúde mental como parte das novas estratégias de gestão da população, onde o que se coloca é não só a gestão das vidas, mas a gestão dos riscos, nesse caso, os riscos psíquicos. O presente estudo dialoga com os estudos da Psicologia Discursiva considerando autores como Potter e Wetherrell. Na pesquisa, utilizamos observações, registradas em diário de campo e entrevistas com os profissionais da instituição. Em seguida, foi feita a análise do discurso considerando a função, construção e variabilidade discursivas. A partir do material, observou-se que os profissionais tendem a negar a função reguladora e normativa da instituição. Em seus discursos, a maioria dos profissionais não admite as regras como obrigatoriedade, sendo utilizados termos substitutivos como combinados e acordos . A família, geralmente, é vista como desorganizada e o sofrimento psíquico da criança é atribuído a essa desorganização. Atribui-se à instituição a função de organizador psíquico ...

Da constatação à construção: sentidos de família nos laudos psicológicos das Ações de Guarda de crianças e adolescentes

Teixeira, Paulo André Sousa; Pedrosa, Maria Isabel Patrício de Carvalho (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
36.42%
As diversidades e peculiaridades presentes nas dinâmicas familiares continuam fomentando discussões acadêmicas, bem como norteando importantes questões de repercussão social. Família, agora compreendida e expressa socialmente de forma diversificada, obriga os profissionais que atuam com esse público a também acompanharem as transformações em termos de concepções, configurações e demandas familiares. Nesse sentido, esta pesquisa visou discutir sentidos de família construídos no bojo dos laudos psicológicos solicitados durante o trâmite das Ações de Guarda de Crianças e Adolescentes. Para tanto, utilizamos uma pesquisa documental em 50 (cinquenta) relatórios psicológicos, produzidos para subsidiar decisões judiciais dos Processos de Guarda que tramitaram na Comarca do Recife - PE, entre os anos de 2000 a 2009. Foram utilizadas ferramentas da análise documental e análise discursiva para a interpretação do material coletado. A pesquisa teve por objetivo perscrutar como o psicólogo participa da produção dos discursos sobre família engendrados no/pelo poder judiciário, questionando o lugar que esse profissional se coloca(va). Afiliados a uma perspectiva discursiva em Psicologia, na qual a linguagem ganha relevância tanto teórica como metodológica...

Sobre uma psicologia oficial e seus efeitos de sentido : uma análise das normativas do Conselho Federal de Psicologia

Souza, Daniel Jaccoud Ribeiro de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 164f.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.5%
Orientadora: Profª Drª Miriam Aparecida Graciano de Souza Pan; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia. Defesa: Curitiba, 14/10/2014; Inclui referências; Resumo: A psicologia brasileira, embora historicamente plural, é instituída na sociedade contemporânea como uma Psicologia Oficial. Esta constatação norteia o presente trabalho, cujo foco analisa a psicologia brasileira regulamentada pelo Conselho Federal de Psicologia, que consiste na autarquia federal responsável pelo controle da profissão através da publicação de normas jurídicas. Através de artefatos como resoluções e códigos de ética, o Conselho estabelece o que aqui se intitula como a Psicologia Oficial. A partir dos quatro Códigos de Ética Profissional da categoria (1975, 1979, 1987 e 2005) e de outras resoluções (com destaque para 15/1996, 01/1999, 08/2010 e 10/2010) a pesquisa descreveu quais foram, em diferentes episódios da história da psicologia brasileira, os modelos de psicologia exigidos pelo Conselho Federal. Este trabalho de interface entre a Psicologia e o Direito possui caráter documental e foi fundamentado na teoria discursiva de Mikhail Bakhtin...

O manejo da responsabilização em grupos com pessoas com diabetes mellitus; Management of accountability in groups with people with diabetes mellitus

Carrijo, Rafael Santos
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.39%
Na sociedade contemporânea, os sentidos do Diabetes mellitus estão associados a uma concepção patológica, ligada à ideia de déficit e de responsabilidade individual. Nesse sentido, as pessoas com diabetes são constantemente chamadas a responder seja pelo surgimento do adoecimento ou pelas complicações decorrentes da não adesão às formas de cuidado prescritas pelos profissionais de saúde. Diante disso, o objetivo deste estudo foi compreender como pessoas com Diabetes mellitus tipo 2 e seus cuidadores e/ou acompanhantes, em situação de interação em grupo, manejaram o processo de Responsabilização. O referencial teórico-metodológico adotado foi a Psicologia Discursiva, uma proposta inglesa para realização de análise do discurso, inspirada pela epistemologia construcionista social. Foram realizadas para este trabalho cinco oficinas em grupos, das quais participaram 25 pessoas (adultos de meia idade e idosos de 30 a 70 anos), de ambos os sexos, com Diabetes mellitus Tipo 2 e seus cuidadores e/ou acompanhantes (familiares, amigos, vizinhos), usuários dos serviços de uma Unidade Básica de Saúde da Família. Os passos da nossa análise foram: a) transcrição das conversas do grupo; b) leitura curiosa, atenta e interrogativa do material coletado; c) identificação de trechos de conversas que estivessem relacionadas ao processo de Responsabilização; d) identificação de trechos que ilustravam diferentes estratégias discursivas relacionadas ao processo de Responsabilização; e e) análise do uso das estratégias discursivas para o manejo da Responsabilização. O foco da análise consistiu em entender a função das estratégias discursivas e os seus efeitos na interação ao longo das conversas dos grupos. Por meio da análise...

O manejo da pessoalidade em conversas profissionais: uma perspectiva discursiva para a ética em grupo; Management of personhood in professional conversations: a discursive perspective for ethics in groups

Oliveira, Flávia Miranda
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.67%
Na literatura em Psicologia, encontramos poucos trabalhos que investigam os impasses éticos do trabalho com grupos e como os psicólogos negociam sua definição e seu enfrentamento. Diante dessa constatação de uma escassez de trabalhos no campo da ética grupal os quais, em sua maioria, apresentam uma compreensão ética prescritiva e instrumental, avaliamos que o desafio está em ampliar os estudos neste campo temático de tal modo que novos olhares sobre a ética, mais processuais e dialógicos, possam ser elaborados. Assim, interessados em gerar entendimentos que discorram sobre o mundo ético que se cria nas conversas grupais, apresentamos uma proposta discursiva sobre este tema. Esse tipo de reflexão nos envolve em discussões sobre os diversos cuidados conversacionais despendidos em uma situação de interação. Privilegiamos, nesta pesquisa, o estudo acerca da prática discursiva denominada por nós como o Manejo da Pessoalidade, a qual se refere à construção discursiva de si numa conversa. Vale destacar que ao falarmos de Manejo da Pessoalidade estamos nos referindo a qualquer enunciado que utilize recursos lingüísticos relacionados a questões pessoais (ex. pra mim, eu, particularmente, na minha opinião, eu penso assim...

Sentidos sobre ética em conversas profissionais: perspectivas discursivas; The meanings of ethics in professional conversations: discursive perspectives

Jesus, Mário José Bertini Silva de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.67%
Os questionamentos sobre a ação humana, a busca de definições sobre o certo e o errado, o bom e o mau, e a investigação sobre qual poderia ser a melhor conduta para situações específicas do nosso cotidiano, têm sido elaboradas há muito tempo, por inúmeros autores, das mais variadas escolas filosóficas, em tempos históricos e condições sociais distintas. Todos esses questionamentos são reconhecidos como pertencentes ao campo da Ética. Como resultado dessa prolífica área de estudos temos posições teórico-conceituais distintas, cobrindo um amplo espectro de ideais de conduta. O presente estudo, inspirado pelas perspectivas pós-modernas expressas pelo Construcionismo Social, de maneira geral, e na Psicologia Discursiva mais especificamente, buscou descrever os sentidos de ética que organizam as conversas profissionais, de psicólogos que realizam práticas grupais, com o intuito de contribuir com a reflexão ética no contexto das práticas grupais em Psicologia. Participaram desse estudo 10 psicólogos coordenadores de grupo que atuam na cidade de Uberlândia – MG, com idades entre 23 e 49 anos. A constituição do corpus realizou-se por meio das transcrições das conversas de encontros grupais com psicólogos que realizam práticas grupais em diferentes áreas de atuação. Foram realizados dois grupos...

Palabras femeninas que nombran la injusticia en los cuidados familiares

Yago Alonso, Carmen
Fonte: Universidad de Murcia Publicador: Universidad de Murcia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
46.11%
Esta tesis se inscribe en una trayectoria de pensamiento libre de la diferencia sexual para nombrar en femenino la injusticia. Estudia específicamente lo negativo que encierra la creación y la gestión de la casa, el trabajo, el matrimonio y la maternidad. Teniendo en cuenta la teoría psicosocial sobre la percepción de injusticia y siguiendo la necesidad de ampliar el conocimiento de la justicia, la investigación profundiza en la representación de la injusticia en lengua materna. Participan 95 mujeres de la Región de Murcia narrando el trabajo y los cuidados en el ámbito doméstico y familiar. Se han utilizado varias metodologías y teorías de investigación: teoría feminista, teoría basada en los datos y psicología discursiva. La hipótesis de trabajo principal es que las palabras de las mujeres trascienden el sentido corriente de la injusticia de un modo inaudito. Los resultados re-significan los denominados paradigmas populares de la justicia. The present study focuses on the meaning of injustice for women from the thinking of sexual difference. The negative about household labor is studied. In response to psychosocial theory on the perception of injustice and to continue with justice knowledge, this research explores the representation of injustice for 95 women from Region of Murcia. These female participants were invited to narrate work and care in their families. It have been used several research methodologies and theories: feminist theory...

Evaluación de la credibilidad discursiva de niños, niñas y adolescentes víctimas de agresiones sexuales

Navarro Medel, Carolina
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
46.48%
La presente investigación corresponde al primer estudio de campo realizado a nivel nacional sobre la evaluación de credibilidad discursiva en posibles víctimas de agresión sexual contra niños, niñas y adolescentes. Corresponde a un estudio descriptivo y correlacional que se propuso, en primer lugar, iniciar el estudio de la validez de dos metodologías diseñadas para evaluar credibilidad discursiva en base a criterios: una extranjera, el CBCA, y otra nacional, la Metodología CAVAS-INSCRIM. En segundo término, se buscó probar las hipótesis derivadas del marco teórico revisado y que planteaban la existencia de una relación entre las variables independientes desarrollo cognitivo estimado a través de la edad de los sujetos y frecuencia del abuso relatado, y la variable dependiente características del relato evaluadas a través de las dos metodologías señaladas. Por último, se pretendió iniciar un estudio sobre los criterios que componen cada método determinando la posibilidad de identificar criterios discriminantes para cada etapa evolutiva y para distintas frecuencias de los abusos. Para abordar este tema se conformó un marco teórico que incluye un análisis histórico y epistemológico sobre el surgimiento de las metodologías desarrolladas para la evaluación de testimonios de víctimas infantiles de delitos sexuales. Se presentan en detalle las metodologías y los criterios que las componen...

Tecnologías psicosociales de investigación y acción: un trayecto de crítica y transformación a partir de las identidades transgénero

Martínez Guzmán, Francisco Antar
Fonte: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona. Departament de Psicologia de la Salut i de Psicologia Social, Publicador: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona. Departament de Psicologia de la Salut i de Psicologia Social,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis Formato: application/pdf
Publicado em //2012 SPA; SPA
Relevância na Pesquisa
46.19%
Descripció del recurs: el 01 setembre 2012; Esta tesis se enmarca en la reflexión sobre nuevas formas de investigación y acción psicosociales en el campo de las expresiones de género y, particularmente, de las identidades de género no-normativas. Su objetivo general consiste en analizar las actuales formas de investigación/acción al interior de la perspectiva psicosocial sobre el género y proponer alternativas. Ello se hace a partir de una experiencia de investigación y acción colectiva en el ámbito de las identidades transgénero. Esta experiencia sirve para interrogar y proponer transformaciones a la aproximación psicosocial instituida con respecto al género. Se utilizan las herramientas metodológicas del análisis del discurso, las producciones narrativas y la investigación-acción participante para analizar la construcción discursiva de la identidad transgénero y sus efectos psicosociales, como la patologización y la exclusión. Se concluye haciendo énfasis en la importancia del discurso y la narrativa como recursos para generar condiciones social más favorables para las identidades de género no-normativas; This thesis is part of the reflection on new forms of psychosocial research and action in the field of gender variance and particularly on non-normative gender identities. Its overall objective is to analyze the action/research practices within the psychosocial perspective on gender and propose alternatives. This is done through a research and collective action experience in the field of transgender identities. This experience allows examining and proposing changes to dominant psychosocial approaches with respect to gender. Methodological tools of discourse analysis...

La Construcción del conocimiento compartido un estudio discursivo de una comunidad de terapeutas /

Ibarra Martínez, Alexis
Fonte: [Bellaterra] : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: [Bellaterra] : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis Formato: application/pdf
Publicado em //2012 SPA; SPA
Relevância na Pesquisa
36.46%
Esta tesis tiene como foco la supervisión, es decir, el espacio social en donde terapeutas revisan y reflexionan sobre su práctica clínica. El marco teórico empleado para abordar este espacio es el de la psicología discursiva cuyo objeto de análisis es el habla y el texto como parte de prácticas sociales, es decir se ocupa de los usos del lenguaje en la interacción. La psicología discursiva es una reflexión sobre el lenguaje como el vehículo principal de acción, de construcción de identidades, relaciones e instituciones. A partir de este marco planteo como problema de investigación la construcción del conocimiento compartido: cuáles son los recursos y procedimientos que permiten a esta comunidad de terapeutas sostener el conjunto de experiencias y conocimientos para llevar a buen término su actividad: la reflexión de su práctica clínica. Los datos que conforman el corpus de esta tesis fueron obtenidos de los encuentros semanales una comunidad que se identifica con la aproximación colaborativa para la terapia. Cada encuentro tiene una duración aproximada de 3 horas e incluye la revisión de un texto teórico y la discusión de un caso clínico. Se obtuvieron 40 horas de grabación aproximadamente. Los resultados de la investigación se presentan en dos partes. La primera parte busca los consensos...

Algumas aproximações entre psicologia social e marxismo

Portugal, Francisco Teixeira; Instituto de Psicologia / Universidade Federal do Rio de Janeiro; Boechat, Filipe; Instituto de Psicologia / Universidade Federal do Rio de Janeiro; Gonçalves, Mariana Alves; Instituto de Psicologia / Universidade Federal do
Fonte: ECOS - Estudos Contemporâneos da Subjetividade; ECOS - Estudos Contemporâneos da Subjetividade Publicador: ECOS - Estudos Contemporâneos da Subjetividade; ECOS - Estudos Contemporâneos da Subjetividade
Tipo: ; Formato: application/pdf
Publicado em 29/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.27%
Este artigo examina algumas aproximações históricas entre a psicologia social e o marxismo. A indeterminação e a amplitude de cada um dos domínios em exame determinou que limitássemos nossa análise aos trabalhos cuja referência ao marxismo recebem destaque. Assim, em primeiro lugar, apresenta-se a psicologia social comunitária: sua formação histórica, seus conceitos, seus procedimentos e seus propósitos. Em seguida, discorre-se sobre o realismo crítico, com seus representantes e as suas principais reivindicações. Conclui-se que a referência ao marxismo, muito embora não constitua um atestado de fidelidade conceitual, favorece a reflexão histórica e epistemológica sobre a psicologia e a busca de legitimidade e espaço de atuação.