Página 1 dos resultados de 205 itens digitais encontrados em 0.028 segundos

No-choice ovipositional nonpreference of Bemisia tabaci (Gennadius) B biotype on tomato genotypes; Não-preferência para oviposição de Bemisia tabaci (Gennadius) biótipo B em genótipos de tomateiro em teste sem chance de escolha

ORIANI, Maria Auxiliadora de Godoy; VENDRAMIM, José Djair; VASCONCELOS, Cristina Jensen
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: Relatório
ENG
Relevância na Pesquisa
66.5%
Brazil is one of the main tomato producers worldwide. Nevertheless, 40 to 70% of the production is lost due to Bemisia tabaci (Gennadius) B biotype attacks. Resistant plant germplasm can be an important method for controlling this pest in an integrated pest management program. This research aimed to evaluate the no-choice ovipositional preference of B. tabaci B biotype on 18 tomato genotypes with different densities and types of trichomes testing two screening techniques and to determine the influence of trichomes on whitefly ovipositional preference. Two methods of confinement experiments were used. Leaflets detached from the upper third part of the tomato plants (first experiment) and 30-day-old plants (second experiment) were infested with whiteflies during 24 h. For the first experiment, simple linear correlation tests between the number of insects and eggs, and number of trichomes in the tomato genotypes were carried out. The first technique was better than the second one, as it was easier to carry out and the evaluation demanded less time and as well as was effective to discriminate the resistance level of the evaluated genotypes. Glandular trichomes had a negative correlation with attracted adults and number of eggs deposited...

Preferência para oviposição de Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae) em genótipos de soja, sob condições de campo

Lima, Antonio C. S.; Lara, Fernando Mesquita; Barbosa, José C.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 297-303
POR
Relevância na Pesquisa
66.52%
Dez genótipos de soja: IAC 100, IAC 74-2832, IAC 90-2971, IAC 78-2318, PI 227687, PI 229358, PI 274454, BR-82 12547, MG/BRS-68 (Vencedora) e FT-5 (Formosa), foram avaliados quanto a resistência, do tipo não-preferência para oviposição, à mosca-branca, Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B. O ensaio foi realizado no campo experimental da FCAV/UNESP, Jaboticabal-SP, de outubro de 1999 a janeiro de 2000. Pretendeu-se, ainda, verificar a preferência de oviposição da referida espécie em relação às folhas unifolioladas e trifolioladas, e quanto à posição do folíolo na folha trifoliolada, e estabelecer o número mínimo de folíolos necessários para amostrar adequadamente a oviposição da mosca branca. Constatou-se que a oviposição foi menor nos genótipos BR-82 12547 e IAC 74-2832 em todas as avaliações (15, 30, 45, 65 e 85 dias após a emergência das plantas). As maiores taxas de oviposição ocorreram em IAC 90-2971, IAC 100, PI 227687 e PI 274454. O número médio de ovos depositados por seção de folha pelas fêmeas de B. tabaci biótipo B nas folhas trifolioladas não diferiu significativamente dos obtidos nas unifolioladas, 15 dias após a emergência das plantas (estádios de desenvolvimento entre V3 e V5), em 70% dos genótipos. Quanto à posição dos folíolos...

Capacidade reprodutiva e preferência da traça-das-crucíferas para diferentes brassicáceas

Bortoli, Sergio A de; Vacari, Alessandra M; Goulart, Roberto M; Santos, Rafael F; Volpe, Haroldo XL; Ferraudo, Antonio S
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 187-192
POR
Relevância na Pesquisa
66.59%
O objetivo desta pesquisa foi comparar diferentes cultivares de brassicáceas em relação à capacidade reprodutiva e preferência para alimentação e oviposição da traça-das-crucíferas. Os experimentos foram realizados utilizando-se as cultivares de repolho Midori, Chato-de-Quintal, híbridos da Top Seed® - Agristar (TPC 308, TPC 681 e TPC 668), couve-flor Bola de Neve, couve brócolis Ramoso Piracicaba Precoce e couve Manteiga da Geórgia, sendo esta última utilizada como padrão de suscetibilidade. Por meio dos dados biológicos de P. xylostella foram estimados os parâmetros necessários para a construção de tabela de vida de fertilidade, para comparação das cultivares testadas em relação à capacidade reprodutiva da praga. em gaiolas de criação da traça-das-crucíferas foram colocados quatro quartos de folha, dois a dois, que justapostos formavam um círculo de 8 cm de diâmetro, confrontando-se os materiais dois a dois. As partes foram dispostas equidistantemente, para realização do teste de dupla chance de escolha (preferência para alimentação e oviposição) e de múltipla chance de escolha, confrontando todos os substratos (preferência para alimentação). As cultivares que proporcionaram melhor desenvolvimento e reprodução para a traça-das-crucíferas foram couve Manteiga da Geórgia e couve brócolis. Para preferência alimentar constatou-se alta suscetibilidade em couve Manteiga e TPC 681 e para preferência de oviposição alta preferência para couve-flor Bola de Neve. Com isso...

Não preferência para oviposição e alimentação por Tuta absoluta (Meyrick) em genótipos de tomateiro

Boiça Junior, A.L.; Bottega, D.B.; Lourenção, A.L.; Rodrigues, N.E.L.
Fonte: Instituto Biológico Publicador: Instituto Biológico
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 541-548
POR
Relevância na Pesquisa
66.54%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Este trabalho buscou selecionar genótipos de tomateiro resistentes a Tuta absoluta (Meyrick) (Lepidoptera: Gelechiidae), dos tipos não preferência para oviposição e alimentação, em testes com e sem chance de escolha. As espécies utilizadas foram Solanum lycopersicum L. (cv. Santa Clara, os híbridos: Saladete Italiano Ty Tyna, Santa Cruz Débora Ty, Salada Lumi, Saladete Italiano Andrea Victory e Santa Cruz Ty Carina Ty), S. habrochaites S. Knapp & D.M Spooner (linhagens PI 134417 e PI 134418) e S. pimpinellifolium L. (linhagens NAV 1062 e PI 126931). Nos testes de não preferência para oviposição, foram contados o número de ovos por planta às 24, 48 e 72 horas, após a liberação dos adultos. Para os testes de não preferência para alimentação, foram avaliados a atratividade das larvas pelos genótipos em cada repetição a 1, 3, 5, 10, 30, 60, 120, 360, 720 e 1440 minutos, após a liberação das larvas e massa consumida pelas larvas. Constatou-se que os genótipos de tomateiro avaliados não apresentam resistência dos tipos não preferência para oviposição. Já o genótipo PI 134417 apresenta resistência do tipo não preferência para alimentação.; This study aimed to select tomato genotypes resistant to Tuta absoluta (Meyrick) (Lepidoptera: Gelechiidae) due to nonpreference for oviposition and feeding...

Capacidade reprodutiva e preferência da traça-das-crucíferas para diferentes brassicáceas

Bortoli,Sergio A De; Vacari,Alessandra M; Goulart,Roberto M; Santos,Rafael F; Volpe,Haroldo XL; Ferraudo,Antonio S
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.59%
O objetivo desta pesquisa foi comparar diferentes cultivares de brassicáceas em relação à capacidade reprodutiva e preferência para alimentação e oviposição da traça-das-crucíferas. Os experimentos foram realizados utilizando-se as cultivares de repolho Midori, Chato-de-Quintal, híbridos da Top Seed® - Agristar (TPC 308, TPC 681 e TPC 668), couve-flor Bola de Neve, couve brócolis Ramoso Piracicaba Precoce e couve Manteiga da Geórgia, sendo esta última utilizada como padrão de suscetibilidade. Por meio dos dados biológicos de P. xylostella foram estimados os parâmetros necessários para a construção de tabela de vida de fertilidade, para comparação das cultivares testadas em relação à capacidade reprodutiva da praga. Em gaiolas de criação da traça-das-crucíferas foram colocados quatro quartos de folha, dois a dois, que justapostos formavam um círculo de 8 cm de diâmetro, confrontando-se os materiais dois a dois. As partes foram dispostas equidistantemente, para realização do teste de dupla chance de escolha (preferência para alimentação e oviposição) e de múltipla chance de escolha, confrontando todos os substratos (preferência para alimentação). As cultivares que proporcionaram melhor desenvolvimento e reprodução para a traça-das-crucíferas foram couve Manteiga da Geórgia e couve brócolis. Para preferência alimentar constatou-se alta suscetibilidade em couve Manteiga e TPC 681 e para preferência de oviposição alta preferência para couve-flor Bola de Neve. Com isso...

Biologia e preferência para oviposição de Phthorimaea operculella (Zeller) (Lepidoptera: Gelechiidae) em folhas de genótipos de Solanum tuberosum (L.) e Solanum berthaultii (Hawkes)

Lopes,Maria T.R.; Vendramim,José D.; Thomazini,Ariane P.B.W.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2000 PT
Relevância na Pesquisa
96.51%
Avaliou-se, em condições de laboratório, a biologia e a preferência para oviposição de Phthorimaea operculella (Zeller) em folhas dos genótipos PI 473331 (com tricomas glandulares tipos A e B) e PI 473334 (com tricomas tipo A) de Solanum berthaultii (L.), das cultivares Aracy, Apuã e Itararé de S. tuberosum (L.) e dos híbridos (S. tuberosum x S. berthaultii) NYL 235-4 e N 140-201 (ambos com tricomas tipo A). O desenvolvimento, fecundidade e longevidade de adultos nos dois híbridos foram similares aos observados nas cultivares. Os genótipos de S. berthaultii afetaram de forma discreta o desenvolvimento do inseto, provocando pequeno aumento no período larval (PI 473331) e diminuição no peso de pupas (PI 473334). Através de testes com e sem chance de escolha, constatou-se que estes genótipos apresentam resistência do tipo não-preferência para oviposição a P. operculella, enquanto os demais genótipos não afetam a oviposição do inseto.

Preferência para oviposição de Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae) em genótipos de soja, sob condições de campo

LIMA,ANTONIO C.S.; LARA,FERNANDO M.; BARBOSA,JOSÉ C.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.52%
Dez genótipos de soja: IAC 100, IAC 74-2832, IAC 90-2971, IAC 78-2318, PI 227687, PI 229358, PI 274454, BR-82 12547, MG/BRS-68 (Vencedora) e FT-5 (Formosa), foram avaliados quanto a resistência, do tipo não-preferência para oviposição, à mosca-branca, Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B. O ensaio foi realizado no campo experimental da FCAV/UNESP, Jaboticabal-SP, de outubro de 1999 a janeiro de 2000. Pretendeu-se, ainda, verificar a preferência de oviposição da referida espécie em relação às folhas unifolioladas e trifolioladas, e quanto à posição do folíolo na folha trifoliolada, e estabelecer o número mínimo de folíolos necessários para amostrar adequadamente a oviposição da mosca branca. Constatou-se que a oviposição foi menor nos genótipos BR-82 12547 e IAC 74-2832 em todas as avaliações (15, 30, 45, 65 e 85 dias após a emergência das plantas). As maiores taxas de oviposição ocorreram em IAC 90-2971, IAC 100, PI 227687 e PI 274454. O número médio de ovos depositados por seção de folha pelas fêmeas de B. tabaci biótipo B nas folhas trifolioladas não diferiu significativamente dos obtidos nas unifolioladas, 15 dias após a emergência das plantas (estádios de desenvolvimento entre V3 e V5), em 70% dos genótipos. Quanto à posição dos folíolos...

Fatores que Afetam a Oviposição de Bemisia tabaci (Genn.) Biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae) em Tomateiro

TOSCANO,LUCIANA C.; BOIÇA JÚNIOR,ARLINDO L.; MARUYAMA,WILSON I.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2002 PT
Relevância na Pesquisa
76.51%
Com o objetivo de avaliar os fatores que interferem na preferência para oviposição da mosca-branca (B. tabaci biótipo B) em tomateiro, estudou-se a idade da planta e a posição dos folíolos de maior preferência. Determinou-se, também, a densidade de adultos necessária para se selecionar hospedeiros. Utilizaram-se plantas do híbrido Bruna VFN (Lycopersicon esculentum) com 30, 45 e 60 dias de idade em teste com chance de escolha e plantas com 30 dias em teste sem chance de escolha. As folhas foram coletadas nos terços superior e inferior das plantas e os folíolos foram divididos em três categorias: base (aqueles próximos ao caule da planta), meio e ápice (folíolo terminal da folha). Plantas com 30 dias foram preferidas para oviposição em teste com chance de escolha. Os folíolos do meio e do ápice foram os preferidos para oviposição na parte superior da planta. Os folíolos da base da folha foram os mais ovipositados na parte inferior da planta. As densidades de 100 ou 150 adultos de mosca-branca por planta de tomateiro foram suficientes para assegurar a oviposição adequada do inseto, podendo ser utilizadas em futuros estudos relacionados com a discriminação de genótipos em teste sem chance de escolha.

Atratividade e preferência para oviposição de Bemisia tabaci (Gennadius) (Hemiptera: Aleyrodidae) biótipo B em genótipos de tomateiro

Fancelli,Marilene; Vendramim,José D.; Lourenção,André L.; Dias,Carlos T.S.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
66.39%
Genótipos de tomateiro pertencentes a diferentes espécies foram avaliados quanto à atratividade para adultos e preferência para oviposição de Bemisia tabaci (Gennadius) biótipo B, em casa de vegetação. O experimento foi instalado em blocos ao acaso, em esquema de parcelas subdivididas, com três repetições. Para infestação dos genótipos, introduziram-se, na casa de vegetação, plantas de soja com alta população de mosca-branca, aos 40-45 dias após o transplante. Avaliou-se o número de adultos e de ovos da mosca-branca nas faces adaxial e abaxial dos folíolos, durante cinco semanas. Cada observação foi constituída pela média de três folíolos. Determinou-se a área foliar média para cada genótipo, para obtenção da infestação por cm². Não foram constatadas diferenças significativas entre genótipos e entre avaliações, com relação ao número de adultos vivos na face adaxial dos folíolos. Considerando o número de adultos vivos na face abaxial, os genótipos menos atrativos foram LA716 (Lycopersicon pennellii) e PI134417 (L. hirsutum f. glabratum), ao passo que LA1609 (L. peruvianum) destacou-se como um dos mais atrativos. Em LA716, registrou-se o maior número de adultos mortos, devido à exsudação de tricomas glandulares que cobrem as folhas e caules...

Efeito de plantas daninhas e do algodoeiro no desenvolvimento, reprodução e preferência para oviposição de Podisus nigrispinus (Dallas) (Heteroptera: Pentatomidae)

Evangelista Jr.,Walter S.; Gondim Jr.,Manoel G.C.; Torres,Jorge B.; Marques,Edmilson J.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
66.31%
Este trabalho investigou o efeito de seis plantas daninhas [Ageratum conyzoides L., Amaranthus hybridus L., Bidens pilosa L., Desmodium tortuosum (Sw.), Euphorbia heterophylla L., Ricinus communis L.] e do algodoeiro Gossypium hirsutum L cv. CNPA Precoce 1, na biologia de Podisus nigrispinus (Dallas). Ovosdo predador foram fixados às plantas e, posteriormente, os insetos foram alimentados com pupas de Tenebrio molitor (L.) (Coleoptera: Tenebrionidae) até a morte. Para avaliar a preferência para oviposição, fêmeas acasaladas foram confinadas em gaiolas contendo plantas daninhas e algodoeiro, observando-se a seleção da planta para oviposição através do número de posturas e ovos. D. tortuosum propiciou o mais rápido desenvolvimento ninfal de P. nigrispinus. A viabilidade da fase ninfal não foi afetada em relação à espécie de planta e fêmeas produzidas em R. communis foram mais leves em relação às produzidas em G. hirsutum. Fêmeas mantidas em A. conyzoides tiveram maior fecundidade, enquanto aquelas mantidas em D. tortuosum, E. heterophylla e R. communis apresentaram a menor fecundidade. A taxa líquida de reprodução (Ro) e o tempo médio da geração (T) de P. nigrispinus foram maiores em A. conyzoides e menores em R. communis. A taxa intrínseca de crescimento populacional (r m) e a razão finita de crescimento (lambda) foram maiores em B. pilosa e menores em G. hirsutum. Dentre as plantas estudadas P. nigrispinus preferiu ovipositar em A. hybridus e B. pilosa. Os resultados sugerem que plantas daninhas como A. conyzoides...

Influência dos tricomas na preferência para oviposição de Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae) em genótipos de feijoeiro

Oriani,Maria A. de G.; Vendramim,José D.; Brunherotto,Rogério
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.37%
Foi testada a preferência para oviposição (com chance de escolha) de Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B em 20 genótipos de feijoeiro. Os materiais foram divididos em dois lotes, utilizando-se em cada um deles delineamento em blocos ao acaso, com 20 repetições. Folhas recém-expandidas de cada genótipo foram mantidas em tubos de vidro contendo água destilada, colocadas em uma gaiola acrílica, onde foram liberados cerca de 500 insetos. Após 24h, contou-se o número total de ovos na superfície abaxial e o número de tricomas aciculares e unciformes em duas áreas de 4,9 mm² da superfície abaxial. Mediu-se também a área foliar dos feijoeiros e o comprimento máximo e mínimo dos tricomas, que foram classificados em curto, médio ou longo. Não foram constatadas correlações significativas entre o número de ovos e a densidade de tricomas total e de tricomas aciculares e unciformes. Foram observadas correlações significativas entre o número de ovos e a densidade de tricomas aciculares longos tipo A1 (r = 2,85) e a densidade de tricomas unciformes curtos tipo B3 (r = -2,44). Assim, pode-se inferir que a preferência para oviposição da mosca-branca pela cultivar Bolinha (4,8 ovos/cm²) pode estar relacionada ao grande número de tricomas aciculares longos neste material tipo A1 (31...

Atratividade e não-preferência para oviposição de Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae) em genótipos de feijoeiro

Oriani,Maria A. de G.; Vendramim,José D.; Brunherotto,Rogério
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.41%
A mosca-branca é um dos insetos mais prejudiciais à cultura do feijoeiro, devido principalmente à intensa sucção de seiva elaborada e à transmissão do vírus do mosaico dourado. O uso de cultivares resistentes a esse inseto é uma ferramenta importante no seu controle. Foi testada a preferência para oviposição de Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B em 20 genótipos de feijoeiro. Nos ensaios com chance de escolha, os materiais foram divididos em dois lotes de 10 genótipos, com 10 repetições de uma planta/vaso, dispostas em gaiolas de 80 x 50 x 50 cm, cobertas com voil e infestadas com 1.000 moscas-brancas durante quatro dias. Nos ensaios sem chance de escolha, realizaram-se 20 repetições de um folíolo (genótipos em melhoramento e cultivares) ou de um trifolíolo (genótipos selvagens) recém-expandido por gaiola e infestados com 25 casais de moscas-brancas durante 48h. Nos ensaios com chance de escolha, verificou-se que os genótipos G13028, Arc 5s, Arc 1s, G11056, Arc 3s apresentaram as menores oviposições e os menores índices de preferência, variando de -91,9 a -78,6, enquanto Arc 1 (+33,0) teve o maior índice. Nos ensaios sem chance de escolha, os menores números de ovos/folha foram observados nos genótipos G13028 (28...

Biologia e não-preferência para oviposição por Bemisia tabaci (Gennadius) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae) em cultivares de algodoeiro

Torres,Lucas C.; Souza,Brígida; Amaral,Bruno B.; Tanque,Ricardo L.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.37%
Os objetivos deste trabalho foram avaliar alguns aspectos biológicos das fases de ovo e de ninfa de Bemisia tabaci (Gennadius) biótipo B e avaliar a não-preferência para oviposição em testes com e sem chance de escolha e sua correlação com o número e tipo de tricomas nas cultivares de algodoeiro (BRS Ipê, BRS 186-Precoce 3, BRS Acala, BRS Verde, BRS 200-Marrom, BRS Cedro, BRS Ita 90-2 e BRS Aroeira). Os experimentos foram realizados em câmaras climatizadas (28 ± 2ºC, 70 ± 10% UR e fotofase de 14h), e em casa-de-vegetação. A viabilidade dos ovos não foi afetada pelas cultivares de algodoeiro, porém, a sobrevivência no período de ovo a adulto foi influenciada pelo hospedeiro. Não houve efeito das cultivares na duração da fase de ovo, do segundo, terceiro e quarto ínstares nem no período de ovo a adulto. As ninfas que se desenvolveram na cultivar BRS Ipê tiveram o primeiro ínstar alongado, diferentemente daquelas desenvolvidas nas demais cultivares. As cultivares BRS Aroeira, BRS Verde e BRS Ita 90-2 apresentaram baixo número de ovos nos testes com e sem chance de escolha, indicando um possível mecanismo de resistência, mas não foi possível estabelecer uma correlação entre a densidade de tricomas e a não-preferência para oviposição.

Antibiose e não preferência para oviposição de Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae) por cultivares de Vigna unguiculata (L.) Walp

Rodrigues,N.E.L.; Boiça Júnior,A.L.; Farias,P.R. da S.
Fonte: Instituto Biológico Publicador: Instituto Biológico
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.39%
O objetivo deste trabalho foi identificar cultivares de caupi resistentes a B. tabaci biótipo B e os respectivos tipos de resistência envolvidos. Os experimentos foram conduzidos em casa de vegetação no Departamento de Fitossanidade da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, UNESP/Campus de Jaboticabal, SP, no período de novembro de 2009 a abril de 2010. Realizaram-se testes de não preferência para oviposição e antibiose. O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados para o teste com chance de escolha e inteiramente casualizado para os testes sem chance de escolha e teste de antibiose. Conclui-se que os cultivares BRS Urubuquara, IPA-206 e BR17 Gurgueia apresentaram resistência do tipo não preferência para oviposição da mosca-branca; a cultivar BRS Urubuquara apresenta resistência de tipo antibiose; a cultivar Sempre Verde é suscetível; e, mosca-branca prefere ovipositar na posição superior das plantas.

Não preferência para oviposição e alimentação por Tuta absoluta (Meyrick) em genótipos de tomateiro

Boiça Junior,A.L.; Bottega,D.B.; Lourenção,A.L.; Rodrigues,N.E.L.
Fonte: Instituto Biológico Publicador: Instituto Biológico
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.54%
Este trabalho buscou selecionar genótipos de tomateiro resistentes a Tuta absoluta (Meyrick) (Lepidoptera: Gelechiidae), dos tipos não preferência para oviposição e alimentação, em testes com e sem chance de escolha. As espécies utilizadas foram Solanum lycopersicum L. (cv. Santa Clara, os híbridos: Saladete Italiano Ty Tyna, Santa Cruz Débora Ty, Salada Lumi, Saladete Italiano Andrea Victory e Santa Cruz Ty Carina Ty), S. habrochaites S. Knapp & D.M Spooner (linhagens PI 134417 e PI 134418) e S. pimpinellifolium L. (linhagens NAV 1062 e PI 126931). Nos testes de não preferência para oviposição, foram contados o número de ovos por planta às 24, 48 e 72 horas, após a liberação dos adultos. Para os testes de não preferência para alimentação, foram avaliados a atratividade das larvas pelos genótipos em cada repetição a 1, 3, 5, 10, 30, 60, 120, 360, 720 e 1440 minutos, após a liberação das larvas e massa consumida pelas larvas. Constatou-se que os genótipos de tomateiro avaliados não apresentam resistência dos tipos não preferência para oviposição. Já o genótipo PI 134417 apresenta resistência do tipo não preferência para alimentação.

Atratividade e preferência para oviposição de Trialeurodes vaporariorum em genótipos de aboboreira

Alves,André C; Lourenção,André Luiz; Melo,Arlete M T de; Matos,Evandro da S
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.58%
O comportamento de 13 genótipos de aboboreira foi avaliado em relação à atratividade para adultos e à preferência para oviposição da mosca-branca Trialeurodes vaporariorum (West.) (Hemiptera: Aleyrodidae) em testes com e sem chance de escolha, em campo e em casa de vegetação. Os experimentos foram conduzidos com plantas de aboboreira em fase vegetativa, infestadas naturalmente no campo (atratividade para adultos e oviposição com chance de escolha) e artificialmente em casa de vegetação (oviposição sem chance de escolha). Dentre as aboboreiras tipo moita, o híbrido Arlika apresentou a menor atratividade para adultos e, entre os genótipos de crescimento rasteiro, não houve diferença em relação à atratividade. Quanto à preferência para oviposição em teste de livre escolha, 'Arlika', no grupo de moita, e 'Atlas', 'Sandy', 'Bárbara', 'Baianinha' e 'Caravela', no grupo das rasteiras, apresentaram os menores índices de oviposição, que se confirmaram no teste sem chance de escolha, indicando que a menor preferência para oviposição de T. vaporariorum nesses genótipos é estável.

Resistência de genótipos de soja a Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B (Hemiptera: Aleyrodidae)

VALLE,GIULIANA ETORE DO; LOURENÇÃO,ANDRÉ L.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
66.64%
O comportamento de 20 genótipos de soja foi avaliado em relação à preferência para oviposição, atratividade para adultos e colonização das plantas pela mosca branca Bemisia tabaci (Genn.) biótipo B, em teste de livre escolha, em casa de vegetação. O experimento foi conduzido com plantas de soja nas fases vegetativa e reprodutiva, infestadas artificialmente com esse inseto. As cultivares IAC 17, IAC 19 e a linhagem D 75-10169 apresentaram resistência do tipo não preferência para oviposição, baixos níveis de colonização e atratividade para adultos em relação a B. tabaci biótipo B. Também em casa de vegetação, foi avaliada a densidade de tricomas na superfície abaxial de folíolos dos 20 genótipos de soja, nos estratos superior, médio e inferior das plantas, nas fases de desenvolvimento em que as plantas foram avaliadas no teste de livre escolha. A linhagem D 75-10169 apresentou baixa densidade de tricomas, enquanto a cultivar IAC Holambra Stwart mostrou-se altamente pubescente. Foram verificadas correlações entre atratividade para adultos e preferência para oviposição e entre atratividade para adultos e colonização das plantas. Para confirmação dos resultados de preferência para oviposição, foi realizado teste sem chance de escolha...

Atratividade de adultos e preferência para oviposição de Bemisia tabaci (Genn.) (Homoptera: Aleyrodidae) biótipo B em genótipos de algodoeiro; Adult attractiveness and oviposition preference of Bemisia tabaci (Genn.) (Homoptera: Aleyrodidae) B-biotype in cotton genotypes

Boiça Júnior, Arlindo Leal; Campos, Zeneide Ribeiro; Lourenção, André Luiz; Campos, Alcebíades Ribeiro
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
66.48%
The silverleaf whitefly Bemisia tabaci B-biotype is an important pest of cotton; it affects plant vigour, transmits geminivirus and reduces lint quality. In order to evaluate the resistance of cotton genotypes, Gossypium hirsutum (L.), to the whitefly Bemisia tabaci B-biotype, both free-choice and no-choice attractiveness and non-preference for oviposition tests were carried out in a shade house, at room temperature. Low attractiveness to adults of this whitefly was observed for plants of genotypes Fabrika, CNPA Ita 90, Makina, Coodetec 407, and IAC 01-639 CPA 02-24, which may represent a resistance component of these genetic materials to the insect. Genotypes BRS Aroeira, Coodetec 406, Fabrika, and Coodetec 401 presented the non-preference-for-oviposition type of resistance in the free-choice and no-choice tests. The numbers of trichomes and gossypol glands per cm² were not suitable to evaluate non-preference for oviposition of whitefly adults on cotton genotypes.; Considerada importante praga do algodoeiro, a mosca-branca Bemisia tabaci biótipo B pode através de sua alimentação, diminuir o vigor das plantas, trasmitir vírus e prejudicar a qualidade da fibra. Visando avaliar a resistência de genótipos de algodoeiro, Gossypium hirsutum (L.)...

Não-preferência para oviposição de mosca-branca por genótipos de tomateiro; Nonpreference of whitefly for oviposition in tomato genotypes

Toscano, Luciana Cláudia; Boiça Jr., Arlindo Leal; Maruyama, Wilson Itamar
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2002 ENG
Relevância na Pesquisa
66.54%
A mosca-branca Bemisia tabaci (Gennadius, 1889) biótipo B é atualmente uma das principais pragas do tomateiro (Lycopersicon spp.). O uso de plantas resistentes para o controle deste inseto apresenta-se interessante, com grande potencial para Manejo Integrado de Pragas. Este trabalho teve por objetivos verificar a não-preferência para oviposição de B. tabaci biótipo B em genótipos de tomate; avaliar a correlação entre a preferência para oviposição e a pilosidade dos genótipos e analisar a superfície abaxial e adaxial de folíolos de Lycopersicon pennellii em microscópio eletrônico de varredura. Foram utilizados quatro genótipos selvagens, LA 716 (Lycopersicon pennellii); PI 127826 e PI 127827 (L. hirsutum); PI 134417 (L. hirsutum var. glabratum) e dois comerciais, Santa Clara e híbrido Bruna VFN (L. esculentum). Realizaram-se testes com e sem chance de escolha, utilizando para o primeiro o delineamento estatístico em blocos casualizados e para o segundo o delineamento inteiramente casualizado. Em ambos os testes avaliou-se o número de ovos por cm² de folíolo. Para correlacionar a densidade de tricomas com a oviposição nos genótipos, contou-se o número de tricomas em 4 mm². Os genótipos LA 716 e PI 134417 foram os menos preferidos para oviposição nos dois tipos de testes...

No-choice ovipositional nonpreference of Bemisia tabaci (Gennadius) B biotype on tomato genotypes; Não-preferência para oviposição de Bemisia tabaci (Gennadius) biótipo B em genótipos de tomateiro em teste sem chance de escolha

Oriani, Maria Auxiliadora de Godoy; Vendramim, José Djair; Vasconcelos, Cristina Jensen
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2011 ENG
Relevância na Pesquisa
66.5%
Brazil is one of the main tomato producers worldwide. Nevertheless, 40 to 70% of the production is lost due to Bemisia tabaci (Gennadius) B biotype attacks. Resistant plant germplasm can be an important method for controlling this pest in an integrated pest management program. This research aimed to evaluate the no-choice ovipositional preference of B. tabaci B biotype on 18 tomato genotypes with different densities and types of trichomes testing two screening techniques and to determine the influence of trichomes on whitefly ovipositional preference. Two methods of confinement experiments were used. Leaflets detached from the upper third part of the tomato plants (first experiment) and 30-day-old plants (second experiment) were infested with whiteflies during 24 h. For the first experiment, simple linear correlation tests between the number of insects and eggs, and number of trichomes in the tomato genotypes were carried out. The first technique was better than the second one, as it was easier to carry out and the evaluation demanded less time and as well as was effective to discriminate the resistance level of the evaluated genotypes. Glandular trichomes had a negative correlation with attracted adults and number of eggs deposited...