Página 1 dos resultados de 1 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Da poesia à prosa: a influência da releitura de Baudelaire e Rimbaud na pós-poesia de Jean-Marie Gleize

Milaneze, Erica; Universidade Estadual de Campinas
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
28.12%
No cenário da poesia francesa contemporânea, a pós-poesia representa a busca por novas formas experimentais que se constituem por meio de uma escrita em prosa literal, que tenta efetuar uma “saída” dos modelos tradicionais da poesia, encontrando em Jean-Marie Gleize seu grande animador e teórico. Os diversos textos pós-poéticos gleizeanos são representativos, particularmente, Les chiens noirs de la prose (1999), desta vertente experimental que encontra suas origens na leitura da modernidade poética, destacando-se seu diálogo com as obras de Charles Baudelaire e de Arthur Rimbaud.In the literary scene of contemporary French poetry, the postpoetry represents a search for new experimental forms that constitute by means of a written literal prose, that tries to make an “exit” of the traditional models of poetry, found into Jean-Marie Gleize his great animator theoretical. The various postpoetic texts gleizean are representative particularly, Les chiens noirs de la prose (1999), this experimental poetry, that fi nds its origins in the reading of modernity poetry, standing out its dialogue with the work of Charles Baudelaire and Arthur Rimbaud.