Página 1 dos resultados de 452 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Transição epígea/hipógea de Pimelodella spp. (Siluriformes: Heptateridae): fisiologia da pigmentação; Epigeal/hipogeal transition of Pimelodella ssp. (Siluriformes: Heptapteridae): physiology of pigmentation

Grempel, Renato Grotta
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.48%
Os ambientes cavernícolas podem ser vistos como um experimento natural de exclusão de alguns fatores ecológicos, dentre os quais o mais importante e a ausência do fotoperíodo. A perda ou redução dos olhos e da pigmentação cutânea melânica em relação aos indivíduos viventes na superfície são os exemplos mais comuns das alterações sofridas pelas espécies exclusivamente subterrâneas. Alterações nas características relacionadas ao sistema ocular sempre receberam grande atenção por parte dos pesquisadores. Por outro lado, as publicações sobre a pigmentação nesses organismos são relativamente incomuns, com uma abrangência taxonômica bastante reduzida. Nossos experimentos foram realizados com três espécies pertencentes ao mesmo gênero: Pimelodella kronei e P. spelaea, viventes em ambientes de caverna e P. transitória, de superfície. Visamos comparar se existe um padrão que correlacione o grau de redução da pigmentação, medida pelas características macroscópicas, com as características das células pigmentares. Dentro do esperado, P. spelaea e Pimelodella kronei apresentaram menor tamanho e menor densidade de melanóforos do que seu congênere epígeo, P. transitória. Nossos resultados não apontaram para uma correlação positiva entre o grau de troglomorfismo...

Análise de Polimorfismos do Gene MC1R Associados a Fenótipos Humanos de Pigmentação na População Brasileira.; MC1R Gene Polymorphisms Analysis Associated with Human Pigmentation Phenotypes on the Brazilian Population.

Marano, Leonardo Arduino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.62%
Dentre os genes conhecidos por influenciarem a variação normal de pigmentação de olhos, pele e cabelos em humanos, o gene MC1R (receptor de melanocortina 1) é o mais bem caracterizado até o momento. A atuação do MC1R ocorre pela produção de uma proteína transmembrana nos melanócitos, responsável pela regulação da produção de melanina nos mesmos. Sabe-se que a atuação do MC1R determina a proporção entre eumelanina (coloração castanha/preta) e feomelanina (coloração amarela/vermelha) presente nos melanócitos. O presente trabalho tem como objetivo analisar os SNPs conhecidos do gene MC1R com o propósito de se avaliar a influência da diversidade deste gene em características como a presença de sardas e variação da pigmentação dos olhos, pele e cabelos em humanos. Foram analisados 29 SNPs conhecidos da região codificadora do gene MC1R em 131 indivíduos da região de Ribeirão Preto, SP. A extração do DNA foi feita pela técnica de salting-out. A região codificadora do gene MC1R (951pb) foi amplificada em uma única reação de PCR, a qual foi seqüenciada em um analisador genético ABI-PRISM 310 por eletroforese capilar, utilizando-se os mesmos primers empregados para a amplificação. Dos 29 SNPs avaliados...

Correlação estrutura-propriedades de silicones para prótese facial - Efeitos da pigmentação e do envelhecimento; Correlation structure-properties of silicones for facial prosthesis - Effects of pigmentation and aging

Pinheiro, Juliana Barchelli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.67%
Este estudo avaliou a dureza Shore A, alteração de cor, recuperação elástica e resistência ao rasgamento de um silicone experimental (Ortho Pauher - O), quando comparado a um silicone usado em reabilitações faciais (MDX 4-4210 - MDX), quando submetidos à pigmentação e envelhecimento e ainda, analisou a micro estrutura desses materiais. Para análise da alteração de cor e dureza foram obtidos 160 espécimes circulares (80/material); para os ensaios de recuperação elástica foram obtidos 200 espécimes cilíndricos (100/material) e para o ensaio de resistência ao rasgamento, foram confeccionados 200 espécimes em forma de calça (100/material). Metade dos espécimes recebeu pigmentação intrínseca e a outra metade, pigmentação intrínseca e extrínseca, por meio da adição de pó de maquiagem. Em seguida, foram distribuídos aleatoriamente em três grupos de envelhecimento: 1 termociclagem (T), 2 - luz ultravioleta (UV) e 3 - luz natural (LN). O envelhecimento simulou um período de uso de um ano. Como controle (C), os espécimes foram mantidos em um recipiente fechado e na ausência total de luz por um ano. Para as análises micro estruturais, três espécimes de cada grupo foram submetidos à Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV)...

Avaliação de manifestações bucais em pacientes pediátricos submetidos ao transplante hepático; Evaluation of oral manifestations in liver transplanted pediatric patients

Vivas, Ana Paula Molina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.48%
Introdução. O transplante hepático se tornou a principal opção terapêutica para o tratamento de várias doenças hepáticas. Subsequentemente ao transplante, é necessária a administração de terapia imunossupressora para evitar rejeição ao órgão transplantado. A avaliação odontológica é fundamental para eliminação ou prevenção do surgimento de focos infecciosos. Além disso, faz-se necessário o acompanhamento dos efeitos colaterais em cavidade bucal relacionados ao uso de drogas imunossupressoras. Objetivo. Avaliar as condições odontológicas previamente ao transplante hepático e identificar as alterações bucais apresentadas após o transplante hepático. Pacientes e métodos. Foi realizado estudo retrospectivo de 265 pacientes pediátricos submetidos ao transplante hepático no Hospital A.C. Camargo, São Paulo-SP, entre janeiro de 2002 e dezembro de 2009. As informações clínicas como idade, gênero, diagnóstico da doença hepática, data do transplante, terapia imunossupressora (tipo, dose e duração), tratamento odontológico e a presença de alterações bucais pós-transplante foram coletadas dos prontuários médicos. Análise estatística foi realizada buscando estabelecer informações relevantes quanto aos riscos e possíveis fatores preditivos para o desenvolvimento de manifestações bucais. Resultados. A idade ao transplante hepático variou de 3...

Utilização de cocultura de melanócitos e queratinócitos para avaliação da ação do líquido da castanha de caju (LCC) na pigmentação epidérmica; Use of melanocytes and keratinocytes in co-culture for evaluation of the action of cashew nut shell liquid (CNSL) in epidermal pigmentation

Sufi, Bianca da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.48%
Observações feitas pelo próprio autor sugerem potencial ação do Líquido da Castanha de Caju (LCC) na pigmentação da pele, ação esta semelhante a da hidroquinona. O LCC é um líquido contido na casca da castanha de caju, possui característica de resina líquida, bastante viscosa e de odor forte, sua coloração varia de marrom claro, escuro a preto, dependendo do método de extração utilizado, podendo ser denominado de Natural ou Técnico. Este estudo propôs cultivar melanócitos e queratinócitos em cocultura e posteriormente tratálos com LCC. A L-DOPA, agente estimulador da melanogênese, via da produção de melanina, responsável pela pigmentação da pele, foi utilizada na cocultura para avaliar a ação do LCC. A hidroquinona, conhecido inibidor desta via, foi utilizada na cocultura como controle positivo para o LCC, visto que este poderia apresentar ação semelhante a da hidroquinona. Para a utilização do LCC na cocultura, testes de solubilidade do mesmo para posterior dispersão no meio de cultura, foram necessários, bem como a identificação de seu potencial cito e fototóxico in vitro. Para a realização do teste de fototoxicidade foi construída uma câmara específica, atendendo as normas exigidas pelos guias ©ECVAM DB-ALM: INVITTOX protocol e OECD TG-432...

Simulation of human skin pigmentation disorders; Simulação de transtornos de pigmentação da pele humana

Barros, Renan Sales
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
27.48%
Our work presents a simulation model of human pigmentation disorders. Our model is formed by a set of differential equations that defines a reaction-diffusion system. Our system simulates some features of the human pigmentary system. Changes in this system can lead to imbalances in the distribution of melanin in the skin resulting in artifacts known as pigmented lesions. Our model aims to reproduce these changes and consequently synthesize human pigmented lesions. Our reaction-diffusion system was developed based on biological data regarding human skin, pigmentary system and melanocytes life cycle. The melanocytes are the main cells involved in this type of human skin disorders. The simulation of such disorders has many applications in dermatology, for example, to assist dermatologists in diagnosis and training related to pigmentation disorders. However, our study focuses on applications related to computer graphics. Thus, we also present a method to transfer the results of our simulation model for textures and images of human skin. In this context, our model contributes to the generation of more realistic skin textures and consequently for the generation of more realistic human models. Moreover, we also compared the results of our simulation with real pigmented lesions to evaluate the quality of the lesions generated by our model. To perform this comparison we measured some features of real and synthesized pigmented lesions and we compared the results of these measurements. Based on this comparison...

Influência do intemperismo natural ou induzido sobre a estabilidade cromática de próteses faciais, em função do material de confecção e da pigmentação

Santos, Daniela Micheline dos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 121 f. : il. + 1 CD-ROM
POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Odontologia - FOA; O maior problema enfrentado pelo protesista bucomaxilofacial é reproduzir a cor exata da pele do paciente, proporcionando uma estética agradável. Para alcançar este objetivo, o profissional deve ter materiais que possibilitem uma fácil caracterização, mantendo por um longo período de tempo a cor obtida. O propósito do presente estudo foi avaliar a estabilidade de cor de resinas acrílicas (Rapidaflex, Lentaflex e Resina Acrílica Termopolimerizável incolor e pigmentada) e de um silicone (Silastic MDX4-4210 incolor e com pigmentação) utilizados na confecção de próteses faciais, submetidos ao intemperismo natural ou artificial. Foram confeccionados 120 corpos-de-prova distribuídos em doze grupos. Metade dos corpos-de-prova foram submetidos ao envelhecimento natural por 180 dias, e a outra metade ao envelhecimento acelerado por 1008 horas. A alteração cromática dos corpos-de-prova foi verificada por meio da análise visual e da espectrofotometria de reflexão (Shimadzu, Kyoto, Japão). Os resultados foram submetidos à análise estatística pelos testes de Variância (ANOVA) de dois fatores e Tukey, com significância de 5%. Pode-se observar pela análise espectrofotométrica e visual que...

Padrões de pigmentação e influência de fatores hormonais na pigmentação da corona de Passiflora spp. (Passifloraceae); Pigmentation patterns and influence of hormonal factors on the pigmentation of Passiflora spp. (Passifloraceae) corona

Carolina Cassano Monte Bello
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.83%
A grande diversidade floral presente entre as espécies de Passiflora é o produto de diversas adaptações à grande variedade de polinizadores. A presença de um verticilo de filamentos denominado corona, entre os verticilos de pétalas e estames, é uma das principais características florais em Passiflora. Estes filamentos são de fundamental importância na interação com polinizadores e suas características (tamanho, forma, cor) estão sob forte pressão de seleção. A coloração dos filamentos da corona pode ter a mesma pigmentação do perianto, ou possuir cores contrastantes. Geralmente esta pigmentação é dada pela presença de antocianinas, garantindo um grande espectro de cores para as flores. Com frequência há uma distribuição diferencial dos pigmentos ao longo dos filamentos da corona. O estudo desta distribuição diferencial dos pigmentos permitiu a identificação de pelo menos 5 tipos de padrões de pigmentação da corona em Passiflora, sendo eles: "dégradée", bandeado e ponteado, bem como pigmentação uniforme e ausência aparente de pigmentação. Devido à grande importância da pigmentação da corona para o sucesso reprodutivo em Passiflora, propôs-se estudar a influência hormonal no processo de pigmentação desta estrutura. Pretendeu-se identificar o efeito da concentração de auxinas (por meio da aplicação de diferentes concentrações de ácido 2...

Caracterização molecular da pigmentação dos filamentos da corona no gênero Passiflora (Passifloraceae); Molecular characterization of the pigmentation of the corona filaments in Passiflora genus (Passifloraceae)

Lilian Cristina Baldon Aizza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.48%
Antocianinas são frequentemente responsáveis pela grande diversidade de cores encontrada em flores, frutos, sementes e folhas de angiospermas. Estes pigmentos têm uma função ecológica fundamental como discriminação visual na atração de animais para polinização e dispersão de sementes. Dada a importância da pigmentação floral na atração de polinizadores e visto que as flores de Passiflora são exuberantes devido à diversidade de coloração, foi de particular interesse neste estudo caracterizar a pigmentação na corona e identificar os genes envolvidos na biossíntese destes pigmentos. O perfil das antocianinas foi caracterizado por cromatografia líquida de ultra-eficiência acoplada à espectrometria de massas com ionização por electrospray (UPLC-ESI-MS/MS) nos filamentos da corona de P. edulis, P. alata, P. coccinea, P. incarnata, P. suberosa e do híbrido artificial P. `Lady Margaret¿. A diversidade de pigmentação observada nas espécies de Passiflora pode ser explicada pela combinação de moléculas de antocianinas específicas acumuladas nas células epidérmicas dos filamentos da corona. A morfologia celular da epiderme dos filamentos da corona em flores de Passiflora pode funcionar como guia visual e tátil para os polinizadores. Análises de bioinformática no banco de etiquetas de sequências expressas (ESTs) de Passiflora edulis e Passiflora suberosa (PASSIOMA) identificaram quinze genes de seis diferentes famílias gênicas envolvidas potencialmente na biossíntese de antocianina em Passiflora. As sequências putativas de aminoácidos codificadas pelos genes estudados juntamente com os seus possíveis homólogos em espécies conhecidas foram alinhadas e analisadas. A determinação da expressão temporal e espacial dos genes PeDFR...

Influência do tratamento clareador na alteração de cor de lesões em esmalte infiltradas e na degradação do infiltrante; Bleaching treatment influence on color stability of infiltrated enamel caries and on infiltrant degradation

Giovana Spagnolo Albamonte de Araújo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
27.56%
Os objetivos desta tese composta por dois capítulos foram: Capítulo 1- Avaliar a estabilidade de cor e efetividade de tratamentos clareadores em lesões iniciais em esmalte infiltradas com Icon®. Capítulo 2- Avaliar a efetividade do clareamento com um gel experimental contendo natrosol substituindo o carbopol e avaliar a degradação causada no infiltrante por estes géis. Capítulo 1: Foram confeccionados espécimes à partir de dentes bovinos (N=30, 5x5x3mm) e divididos em três grupos (n=10): controle, desmineralizado e infiltrado. Lesões subsuperficiais artificiais foram desenvolvidas utilizando solução para produção de cárie, exceto no grupo controle (esmalte hígido). Nos espécimes do grupo infiltrado, após o desenvolvimento das lesões foi aplicado Icon®(DMG, Hamburgo, Alemanha). Medidas iniciais de cor foram realizadas utilizando espectrofotômetro (CM-700d, Konica Minolta), utilizando o sistema CIE L*a*b*. Os espécimes foram imersos em café, três vezes ao dia, durante 15 minutos, por 14 dias e em seguida armazenados em saliva artificial. Após a pigmentação, medidas de cor foram realizadas novamente. Os espécimes foram submetidos ao clareamento com gel de peróxido de carbamida 16%, por 4h diárias durante 21 dias...

Global and local effects of pigmentation in Bicyclus anynana

Marcelino, Ana Carina Fernandes, 1986-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 ENG
Relevância na Pesquisa
27.74%
Tese de mestrado. Biologia (Biologia Evolutiva e do Desenvolvimento). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010; The astounding diversity, ecological relevance and insights into the underlying development, make butterfly wing pigmentation an excellent model for evo-devo. These two-dimensional colour patterns depend on two sequential phases during pupal development: transcription factors first give patterning information to cells, and effector enzymes then produce specific colour pigments that are deposited in the developing scale-cells that will decorate the adult wings. The sequence of pigment deposition occurs in a stereotypical order, and the time of scale maturation is strongly correlated with scale colour. However, the relationship between colour and the time of maturation of scale-cells remains to be understood. We use two spontaneous mutants of a butterfly lab model to explore this relationship. Melanine mutants, with a global change darken the whole body and Fred mutants with a local. In this project we characterize the developmental timing of pigmentation in these mutants. We use ISH and semi-quantitative PCR to determine the genetic expression of candidate genes for pigmentation. Our results show that in melanine mutants pigment deposition occurs as in “wild-type” butterflies...

Herança da pigmentação com antocianina em Crotalaria juncea L.

Miranda,Manoel Albino Coelho de; Bulisani,Eduardo Antonio; Teixeira,João Paulo Feijão; Mascarenhas,Hipólito Assunção Antonio
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1989 PT
Relevância na Pesquisa
37.36%
Com a finalidade de obter informações sobre genes marcadores, foram hibridadas, manualmente, linhagens de crotalária contrastantes em relação à cor no hipocótilo, na base das asas das flores e das sementes. As sementes das gerações paternais, de F1, F2 e do retrocruzamento para o pai recessivo, foram semeadas em casa de vegetação para o estudo da segregação. Verificou-se que a presença é dominante em relação à ausência de pigmentação com antocianina, que a herança deste caráter é monogênica e que há efeito pleiotrópico entre sementes pigmentadas, pinta púrpura na base das asas das flores e hipocótilo roxo. Aventou-se a existência de polimeria na geração F2, uma vez que dentro das plantas com sementes pigmentadas foi possível a separação das sementes em cinco classes de intensidade de coloração. Sugeriu-se o símbolo Aa - para presença e aa aa - para ausência de pigmentação como discriminante do referido lócus.

Efeito do extrato de urucum na pigmentação da gema dos ovos

Silva,José Humberto Vilar da; Albino,Luiz Fernando Teixeira; Godói,Mauro José de Souza
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2000 PT
Relevância na Pesquisa
37.48%
O trabalho foi realizado para avaliar níveis de adição do extrato de urucum (EU) a uma ração em que o sorgo foi utilizado como principal fonte de energia. Um total de 280 poedeiras no segundo ciclo de produção, 140 Lohmann Selected Leghorn (LSL) e 140 Isa Brown (IB), foi alojado em densidade de duas aves/gaiola e alimentado ad libitum com sete rações. Os tratamentos consistiram de uma ração controle positiva com milho, como principal fonte de energia, e uma ração basal contendo sorgo, como principal fonte de energia, suplementada com seis níveis de EU em 0,0; 0,10; 0,15; 0,30; 0,45; e 0,60%. O delineamento foi inteiramente ao acaso em esquema fatorial 7 x 2 (tratamento e linhagem), com cinco repetições de quatro aves. A adição de EU à ração à base de sorgo melhorou a pigmentação da gema dos ovos linearmente. A linhagem IB apresentou melhor pigmentação da gema dos ovos que a linhagem LSL. Os resultados permitiram concluir que a adição de 0,1% de EU à ração com sorgo promoveu similar pigmentação da gema do ovo que a ração à base de milho.

Pigmentação e composição mineral de diferentes espécies de Azolla.

RUSCHEL, A. P.; SILVEIRA FILHO, A.; SANTOS, A. B. dos; ZIMMERMANN, F. J. P.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 24, n. 4, p. 431-436, abr. 1989. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 24, n. 4, p. 431-436, abr. 1989.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.48%
Foi realizado um estudo com a finalidade de pesquisar o desenvolvimento da pigmentação e composição mineral (P, K, Ca, Mg, Zn, Cu, Mn e Fe) de diferentes ecótipos representativos das espécies Azolla caroliniana, Azolla filiculoides, Azolla microphylla e Azoll mexicana, desenvolvidas sob condições de cultivo no campo, em diferentes épocas (junho, agosto, setembro e outubro 1985). Os experimentos foram conduzidos no mesmo local, em blocos ao acaso, com cinco repetições. Não houve correlação entre o nível de nutrientes e a pigmentação da Azolla. O desenvolvimento, avaliado pelo peso da matéria seca e pela taxa de crescimento relativo (TCR), foi diferenciado em relação à espécie e à época de cultivo. As taxas de crescimento relativo mais altas foram de 0,232 e 0,466 g(g de inóculo. dia-1, respectivamente para a época de menor (junho) e amior (outubro) desenvolvimento da Azolla. Houve um efeito da espécie e da época do ano na absorção de P, K, Mg e Ca, enquanto que a absorção de micronutrientes só foi modificada pela época de cultivo da Azolla. A pigmentação parece estar ligada fundamentalmente a um caráter genético da planta.; 1989

Estudo de associação do polimorfismo de base única no códon 72 do gene humano p53 e as características de pigmentação; Association study of single-base polymorphism at codon 72 of human p53 gene and characteristics of pigmentation

COSTA, Kárita Antunes
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Biologia; Ciências Biolóicas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Biologia; Ciências Biolóicas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
The p53 gene encodes a protein which has various functions such as monitoring of the cell cycle, role in repair mechanisms and apoptosis. New functions performed by this protein have been observed and studied as acting in the cascade of skin pigmentation by acting as transcription factor for genes important in this process as POMC (pro-opiomelanocortin) and MC1R (melanocortin receptor 1). Among the genetic polymorphisms, the codon 72 p53 gene is the most commonly studied and this variant has been associated with increased risk for various cancers, including skin. However, the association between this and other types of cancers has generated controversial results. The polymorphism occurs in a substitution G / C codon 72 p53 gene resulting in a change of amino acid sequence (CGC to CCC for arginine and proline). This polymorphism occurs in areas rich in proline generating morphophysiological changes as well as a difference in electrophoretic mobility of the protein. The aim of this study was to establish a possible association between the codon 72 polymorphism of p53 gene with the characteristics of pigmentation such as skin color, hair, eye and skin response after exposure to sunlight (reddening or bronze). The 96 healthy volunteers were recruited randomly and information on skin color...

Estudo da variabilidade da região promotora do gene PAX3 e sua influência na pigmentação humana

Krause, Carla Daiana Demkio Volasco
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.56%
A pigmentação humana varia de maneira marcante entre as diferentes populações, sendo que por trás desta variação há uma rede complexa de genes. Um destes genes é o PAX3, que está envolvido na proliferação, migração e diferenciação dos melanoblastos (células precursoras dos melanócitos) da crista neural para a pele, folículos pilosos e olhos. O objetivo desse trabalho foi verificar a variabilidade molecular da região 5’ UTR do gene PAX3 e sua possível associação com fenótipos de pigmentação (cor de pele, olhos e cabelos) em uma amostra da população brasileira. Foram analisados 108 indivíduos (54 gaúchos e 54 baianos) classificados qualitativamente em 5 categorias para cor de olhos e 4 categorias para cor dos cabelos. Para a cor da pele, o índice de melanina foi medido por um espectrofotômetro de reflectância, cuja escala de cor varia de 20 a 100. Inicialmente, foi feito o desenho dos primers específicos para amplificar a região de interesse do PAX3, que foi posteriormente sequenciada. Foram encontradas 4 mutações já descritas (rs28945085, rs16863657, rs10193524 e rs45487501) e uma mutação nova (posição chr2:223164038-223164039). As frequências alélicas e genotípicas estavam em Equilíbrio de Hardy-Weinberg. Na análise de associação...

Influência da adição de fontes marinhas de carotenóides à dieta de galinhas poedeiras na pigmentação da gema do ovo; Influence of sea sources of carotenoids added to the diet of laying hens on the egg yolk pigmentation

Carvalho, Paulo Reis de; Pita, Maria Carolina Gonçalves; Piber-Neto, Eduardo; Mirandola, Regina Mieko Sakata; Mendonça-Júnior, Cássio Xavier de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 POR
Relevância na Pesquisa
37.36%
A presente pesquisa foi realizada a fim de estudar os efeitos da suplementação de duas fontes marinhas de carotenóides em concentrações crescentes na dieta sobre a pigmentação da gema de ovos de galinhas poedeiras. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado e utilizou 288 galinhas poedeiras com 32 semanas de idade distribuídas em 12 tratamentos, sendo cada unidade experimental constituída de 3 repetições de 8 aves. As concentrações empregadas de óleo de salmão (Salmo salar) foram de 0,80%; 1,20%; 1,60%; 2,00%; e 2,40% e de alga marinha (Schizochytrium sp) de 0,50%; 0,75%; 1,00%; 1,25%; 1,50%; e 1,75%. A dieta basal foi isocalórica e isoprotéica e constituída à base de milho e soja. Quanto à pigmentação da gema, os valores dos equivalentes em ²-caroteno obtidos para as aves que receberam óleo de salmão na dieta variaram significativamente (P<0,05) de 27,04 µg/g a 45,96 µg/g de gema, respectivamente, para 0,80% e 2,40% deste óleo. Para as aves alimentadas com alga, as médias oscilaram de 33,04 µg/g a 72,66 µg/g gema para as dietas apresentando, respectivamente, de 0,50% a 1,75% de alga. O escore visual (leque colorimétrico Roche) das gemas mostrou diferenças significativas (P<0,05) entre as médias dos tratamentos que oscilaram de 4...

Molecular mechanism of melanin transfer from donor melanocytes to recipient keratinocytes

Festas, Tiago André Carrilho
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 ENG
Relevância na Pesquisa
27.79%
Tese de mestrado, Biologia (Biologia Molecular e Genética), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2015; The skin is the largest organ of the human body. From ancient times, the color of skin has been an intriguing feature. Moreover, a large number of diseases are associated with skin disorders such as Griscelli syndrome, Hermansky-Pudlak syndrome and Waardenburg syndrome. Therefore, therapies directed to pigmentation disorders and also cosmetic applications have been intensively studied. Thus it is essential to understand the molecular mechanisms underlying of pigmentation disorders. The “epidermal-melanin unit” is the functional complex that confers color and photoprotective properties to the skin. This unit is composed by melanocytes and keratinocytes. Epidermal melanocytes are highly specialized cells that synthesize and store the pigment melanin in unique membrane-bound organelles termed melanosomes. Once mature, melanosomes are transferred to neighbor keratinocytes and transported to the apical area of the cell where they form the protective melanin cap. Skin pigmentation results from three sequential processes: (i) the biogenesis of melanin in melanocytes; (ii) the transport from its site of synthesis in the perinuclear area of the cell to the periphery; and finally...

Análise de polimorfismos do gene MC1R associados a fenótipos humanos de pigmentação na população brasileira.; MC1R gene polymorphisms analysis associated with human pigmentation phenotypes on the brazilian population

Marano, LA; Simões, AL; Donadi, EA; Mendes-Junior, CT
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ART.; Formato: application/pdf
Publicado em 26/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.62%
Dentre os genes conhecidos por infl uenciarem a variação normal de pigmentação de olhos, pele e cabelos em humanos, o gene MC1R (receptor de melanocortina 1) é o mais bem caracterizado até o momento. A atuação do MC1R ocorre pela produção de uma proteína transmembrana nos melanócitos, responsável pela regulação da produção de melanina nos mesmos. Sabe-se que a atuação do MC1R determina a proporção entre eumelanina (coloração castanha/preta) e feomelanina (amarela/vermelha) presente nos melanócitos. O presente trabalho tem como objetivo analisar os SNPs conhecidos do gene MC1R com o propósito de se avaliar a infl uência da diversidade deste gene em características como a presença de sardas e variação da pigmentação dos olhos, pele e cabelos em humanos. Foram analisados 29 SNPs conhecidos da região codifi cadora do gene MC1R em 296 indivíduos da região de Ribeirão Preto, SP. A extração do DNA foi feita pela técnica de salting-out. A região codifi cadora do gene MC1R (951pb) foi amplifi cada em uma única reação de PCR, a qual foi sequenciada em um analisador genético ABI-PRISM 310 por eletroforese capilar, utilizando-se os mesmos primers empregados para a amplifi cação. Dos 29 SNPs avaliados...

INfLUÊNCIA DA PIGMENTAÇÃO E/OU DA QUANTIDADE DE ADITIvO HIDROREPELENTE NA PATOLOGIA DE DESAGREGAÇÃO DA ARGAMASSA DE REJUNTAMENTO

Miranda de Magalhães, Tereza Cristina; UFMG; Neves de Carvalho Júnior, Antônio; UFMG
Fonte: CONSTRUINDO Publicador: CONSTRUINDO
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 09/07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
O presente trabalho apresenta estudo realizado em quatro amostras de argamassas de rejuntamento que diferem entre si quanto à pigmentação e/ou quantidade de aditivo hidrorepelente em cada formulação. Estas amostras foram desenvolvidas com o objetivo de analisar a influência que estas matérias primas exercem na patologia de desagregação da argamassa de rejuntamento, popularmente conhecida como “esfarelamento” do rejunte. Ao final do trabalho é apresentada análise comparativa dos resultados encontrados nos ensaios laboratoriais, observações visuais e testes empíricos. Os resultados demonstram influência na resistência à compressão das amostras pigmentadas e propensão à desagregação do rejunte das amostras com excesso de aditivo hidrorepelente.