Página 1 dos resultados de 245 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

ABSENCE OF STABILIZATION POINT OF THE SPECIES ACCUMULATION CURVE IN TROPICAL FORESTS

Schilling, Ana Cristina; Batista, João Luis Ferreira; Couto, Hilton Thadeu Zarate do
Fonte: CENTRO PESQUISAS FLORESTAIS, UFSM; SANTA MARIA Publicador: CENTRO PESQUISAS FLORESTAIS, UFSM; SANTA MARIA
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
27.04%
The definition of the sample size is a major problem in studies of phytosociology. The species accumulation curve is used to define the sampling sufficiency, but this method presents some limitations such as the absence of a stabilization point that can be objectively determined and the arbitrariness of the order of sampling units in the curve. A solution to this problem is the use of randomization procedures, e. g. permutation, for obtaining a mean species accumulation curve and empiric confidence intervals. However, the randomization process emphasizes the asymptotical character of the curve. Moreover, the inexistence of an inflection point in the curve makes it impossible to define objectively the point of optimum sample size.

Manguezais do sistema estuarino de Santos (SP): Estrutura e produção de Serapilheira; Mangroves of Santos Estuarine System (SP): Structure and Litter Production

Schmiegelow, João Marcos Miragaia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/11/2009 PT
Relevância na Pesquisa
27.04%
Informações sobre a fitossociologia e produção de serapilheira foram obtidas em 20 transversais distribuídas ao longo dos manguezais do sistema estuarino de Santos. Em cada transversal avaliou-se a estrutura do bosque em quatro parcelas de 100 m2 e a produção mensal da serapilheira coletada em 12 cestos ao longo de um ano. Analisou-se o conjunto de dados principalmente no nível de paisagem, encontrando-se que os descritores fitossociológicos não revelaram diferenças significativas ao longo do gradiente de inundação, embora ao mesmo tempo, os bosques tenham mostrado grandes variações desses descritores. As espécies Rhizophora mangle e Avicennia schaueriana mostraram valores de importância (sensu Curtis) estatisticamente iguais e substancialmente maiores que de Laguncularia racemosa. A produção de serapilheira, ao contrário, mostrou diferença significativa conforme a distância da água. O conjunto de dados foi submetido à análise de agrupamento e de componentes principais. A análise conjunta desses resultados permitiu verificar que os bosques foram agrupados, em quatro grupos: um com características de bosque mais maduro, outro bem mais jovem e os outros dois grupos revelaram-se intermediários e menos definidos. Verificou-se que a grande diversidade estrutural observada pode ser atribuída fundamentalmente ao fato do manguezal do sistema estuarino de Santos estar implantado em um ambiente com geomorfologia complexa...

Composição florística, estrutura e quantificação do estoque de carbono em florestas restauradas com idades diferentes; Floristic composition, structure and quantification of carbon stocks in restored forests of different ages

Preiskorn, Gabriele Marina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.04%
A crescente conscientização da importância dos serviços ambientais que as florestas proporcionam tem gerado cada vez mais esforços para a restauração desses ecossistemas. Com o objetivo de avaliar a estrutura de florestas restauradas, foram realizados levantamentos fitossociologicos, e estimados os valores de biomassa acima do solo (BAS) e estoque de carbono em quatro reflorestamentos mistos com idades de oito, 23, 55 e 94 anos. As áreas estão localizadas no Estado de São Paulo, sudeste do Brasil, nos municípios de Santa Bárbara d´Oeste (BAN), Iracemápolis (IR), Cosmópolis (COS) e Rio Claro (RC). Nas áreas foram instaladas parcelas permanentes de forma sistemática (300 m2 e 360m2) para a medição de todos os indivíduos arbóreos com diâmetro à altura do peito maior ou igual a cinco centímetros (DAP5cm). Como resultado, observou-se que a densidade dos indivíduos (ind.ha-1) e a área basal (m2.ha-1) aumentaram conforme aumenta a idade dos reflorestamentos. Fabaceae, Malvaceae e Rutaceae foram as famílias com maior riqueza de espécies comuns nas quatro áreas, semelhante às Florestas Estacionais Semideciduais (FES) naturais no Estado de São Paulo. A riqueza e a diversidade de espécies nos reflorestamentos estudados foram superiores à maioria das áreas restauradas no Estado e semelhante às FES naturais. Apesar das quatro áreas de estudo terem predomínio de espécies nativas regionais com síndrome de dispersão zoocórica...

Distribuição espacial de espécies arbóreas na área de vida de Sapajus nigritus (Primates, Cebidae) na Mata Atlântica, Parque Estadual Carlos Botelho, estado de São Paulo; Spatial distribution of tree species present in the home range of Sapajus nigritus (Primates, Cebidae) in the Atlantic, Carlos Botelho State Park, State of Sao Paulo

Sevghenian, Eliza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.04%
Apesar dos esforços na realização de pesquisas com primatas na Mata Atlântica, ainda existem poucos estudos relacionando topografia, composição e distribuição de vegetação com o padrão de ocupação da área por primatas. Pela escassez dessas pesquisas, essas relações foram analisadas em duas áreas dentro da área de vida de um grupo de Sapajus nigritus numa área de Floresta Ombrófila Densa, localizada no Parque Estadual Carlos Botelho (PECB), Estado de São Paulo. Com o objetivo de descobrir se há ou não relação entre distribuição da vegetação arbórea com o padrão de uso da área (relacionadas com as rotas realizadas em 2007) pelo grupo deSapajus nigritus. Com o auxílio de uma imagem do IBGE de 1:50.000 da área do PECB, cedido pelo Instituto Florestal, em São Paulo, foi feito um recorte da área de vida do grupo no software ArcView 9.3 para seleção duas áreas; a primeira conhecida como área central (ou área núcleo) onde o grupo utiliza com mais frequência, foi denominada de área A, e a segunda área, uma pequena porção mais periférica da área de vida com inclinação mais acentuada, denominada de área B. Em cada uma dessas áreas foram instaladas três unidades amostrais; uma em área de topo de morro...

Caracterização da vegetação arbórea e atributos do solo da Reserva Biológica de Pindorama, SP

Abdo, Maria Teresa Vilela Nogueira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xiv, 112 f. : il., graf.
POR
Relevância na Pesquisa
27.33%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV; O Pólo Regional de Desenvolvimento Tecnológico do Agronegócio da Região Centro Norte em Pindorama, SP, com 532,8 ha possui quatro fragmentos florestais distribuídos em 120 ha classificados como floresta tropical estacional semidecidual do bioma Mata Atlântica. Transformados em Reserva Biológica (Lei Estadual nº 4960/86) detêm grande diversidade das espécies de ocorrência regional. O presente trabalho teve por objetivo caracterizar a vegetação arbórea de dois fragmentos pertencentes à Reserva Biológica de Pindorama - SP e sua possível variação florística e estrutural decorrente dos atributos de solos, de relevo, distância da borda e infestação da área. Foram demarcados dois transectos com parcelas sequenciais de 20 m x 20 m em fragmentos e solos distintos. Foi realizado um levantamento planialtimétrico usando as variáveis: declividade, altitude e disposição das parcelas ao longo do transecto. Foi sorteado um quadrante de 10 m x 10 m por parcela, para realizar as avaliações de granulometria e fertilidade do solo, bem como de identificação e classificação dos indivíduos arbóreos com diâmetro a altura do peito (DAP) ≥ 5...

Variação da estrutura da vegetação arbórea em uma toposseqüência num vale da Serra de Maracaju, Aquidauana, MS

Rego, Norton Hayd
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: ix, 105 f. il.
POR
Relevância na Pesquisa
27.33%
Pós-graduação em Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV; Considerando a importância ecológica das florestas estacionais, este estudo teve como objetivo avaliar a variação de descritores fitossociológicos em função da topografia e dos atributos químicos do solo em uma toposseqüência em um vale no morro do Paxixi, Serra de Maracaju, Aquidauana, MS. O levantamento fitossociológico, a amostragem de solo e os dados de altitude e declividade foram realizados em parcelas de 10 m x 10 m distribuídas aleatoriamente em quatro áreas distintas do vale (A1, A2, A3 e A4). Foram amostrados indivíduos arbóreos com DAP 5 cm. Foram encontrados 659 indivíduos pertencendo a 38 famílias e 78 espécies. A família mais rica em espécies foi Fabaceae e a espécie mais importante foi Protium heptaphyllum, ocorrendo nas quatro áreas. O índice de Shannon mostrou diversidade inferior a outras regiões e o índice de eqüabilidade indicou dominância por algumas espécies. A distribuição diamétrica e de altura indicam abundância no componente de regeneração natural. As estimativas de parâmetro fitossociológico verticais permitiu valorar as espécies por meio da PSoR e VIA, relacionando com a estrutura horizontal. Houve variação da composição florística...

Florística e fotossociologia da comunidade lenhosa no sub-bosque de um cerradão em Assis, SP; Floristics and phytosociology of the woody community at the understory of a cerradão at Assis, SP

Carolina Brandão Zanelli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.04%
A regeneração consiste no processo de reconstrução e reorganização da composição e estrutura de uma comunidade vegetal, e vem sendo bem estudada em florestas ombrofilas e estacionais sob a ótica da dinâmica de clareiras e da sucessão ecológica. No entanto, a regeneração de espécies lenhosas no cerrado ainda e pouco compreendida, e são poucos os estudos que avaliam conjuntamente o dossel e o sub-bosque em áreas de cerrado. O objetivo deste trabalho foi avaliar a floristica e a fitossociologia da comunidade lenhosa do dossel e do sub-bosque de um cerradão em Assis, SP. O trabalho foi realizado na Estação Ecológica de Assis, em uma parcela permanente de 10,4 ha, parte do "Projeto Parcelas Permanentes" do Programa BIOTA/FAPESP. Essa parcela permanente e subdividida em 256 subparcelas contiguas de 20 m x 20 m, das quais 100 foram sorteadas para amostragem. Para avaliar o dossel, foram considerados os dados já coletados no Projeto Parcelas Permanentes, referentes aos indivíduos lenhosos com perímetro na altura do peito (PAP) ? 15 cm, para as 100 subparcelas sorteadas. Para analisar o sub-bosque, foi delimitado um setor de avaliação de 2 m x 2 m em cada subparcela sorteada, onde foram medidos e identificados todos os indivíduos de espécies lenhosas com altura > 20 cm e PAP < 15 cm. Todas as espécies do dossel e do sub-bosque foram classificadas de acordo com o habitat...

Análise da vegetação de cerrado no Município de Santa Quitéria - Maranhão; The phytosociology of the natural savanna vegetation located in the county of Santa Quitéria - Maranhão

Imaña Encinas, José; Paula, José Elias de
Fonte: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA. Publicador: Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA.
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
27.04%
Foi analisada a fitossociologia de três áreas de cerrado, perfazendo três hectares, situadas no município de Santa Quitéria (Maranhão). Pela produção volumétrica, biomassa lenhosa parâmetros fitossociológicos de 1.413 árvores e 3.177 indivíduos da regeneração natural, identificaram-se as espécies mais importantes sob o ponto de vista ecológico-silvicultural. Essas espécies são: Plathymenia reticulata Benth., Qualea parviflora Mart., Byrsonima crassifolia (L.)H.B.K., e Ouratea spectabilis (Mart.) Engl. As mais importantes no aspecto dendrométrico são Qualea parviflora Mart., Parkia platycephala Benth. e Salvertia convallariodora St. Hil. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT; The phytosociology of the natural savanna vegetation located in the county of Santa Quitéria - Maranhão was analysed. The most important species on the basis of the wood volume, woodbiomass, and phytosociological parameters of 1,413 trees and 3,177 seedling of the naturalregeneration was identified. The following species in the ecological aspect were considered themost important: Plathymenia reticulata Benth., Qualea parviflora Mart., Byrsonima crassifolia(L.) H.B.K. and Ouratea spectabilis (Mart.) Engl. and in the wood production aspect. Qualeaparviflora Mart....

Fitossociologia de um fragmento de cerrado sensu stricto na APA do Paranoá, DF, Brasil; Phytosociology of a cerrado sensu stricto fragment at the Paranoá environmental protection area, DF, Brazil

Assunção, Sérgio Lelis; Felfili, Jeanine Maria
Fonte: Sociedade Botânica do Brasil Publicador: Sociedade Botânica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
27.04%
Este estudo foi conduzido no Distrito Federal, no Centro Olímpico da Universidade de Brasília. O local é um dos poucos remanescentes de vegetação natural noperímetro urbano de Brasília. O objetivo do trabalho foi estudar a composição florística e a fitossociologia do cerrado sensu stricto,visando obter subsídios para um plano de conservação da área. Foram alocadas aleatoriamente dez parcelas de 20×50m (1.000m2). Foram incluídos na amostragem todos os troncos com diâmetro maior ou igual a 5cm, obtidos a 30cm do solo. Foram amostradas 54 espécies distribuídas em 44 gêneros e 30 famílias. A família Leguminosae apresentou o maior número de espécies (9), seguida da Malpighiaceae (4)e Vochysiaseae (4). As espécies com maior Índice do Valor de Importância foram Stryphnodendron adstringens (Mart.) Coville, Styraxferrugineus Nees & Mart., Ouratea hexasperma (A. St.-Hill.), Caryocar brasiliense Cambess. e Kielmeyera coriacea (Spreng.) Mart. Oíndice de Shannon (H’= 3,41) comprovou a alta diversidade da área. A densidade foi de 882 árvores por hectare e a área basal de 9,53m2/ha. ____________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This study was conducted in a remnant of cerrado sensu stricto at the Olimpic Center of the University of Brasília...

Approach to climatophilous vegetation series of Serra da Estrela (Portugal)

Meireles, Catarina; Pinto-Gomes, Carlos; Cano, Eusebio
Fonte: Taylor & Francis /Acta Botanica Gallica Publicador: Taylor & Francis /Acta Botanica Gallica
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
27.04%
This work contains the study results of climatophilous vegetation series from Serra da Estrela, the highest mountain on the Portuguese mainland. Located in central-northern Portugal in the Estrelensean Sector (Carpetan-Leonese Subprovince), the Serra da Estrela has several bioclimatic stages, mainly resulting from slope and altitude ranges: mesomediterranean, submediterranean mesotemperate, supramediterranean, submediterranean supratemperate, and submediterranean orotemperate. In each of these belts are observed changes in plant communities that determine variations in terms of the vegetation series. The methodology was based on Dynamic-Catenal Phytosociology. The results show the presence of five climatophilous series; their structural characteristics and dynamics are described in this paper: 1. Lycopodio clavati–Junipereto nani S.; 2. Saxifrago spathularis–Betuleto celtibericae S.; 3. Holco mollis–Querco pyrenaicae S.; 4. Arbuto–Querco pyrenaicae cytisetoso grandiflori S.; e 5. Viburno tini–Querco roboris S.

Phytosociology applied to wildlife management - a study on the potentiality for the reintroduction of cervids in the Montemuro-Freita-Arada mountain range

Bellu, Annalisa
Fonte: ISA/UTL Publicador: ISA/UTL
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012 ENG
Relevância na Pesquisa
37.51%
Doutoramento em Engenharia Florestal e dos Recursos Naturais - Instituto Superior de Agronomia; The aim of the present thesis was to assess the use of phytosociology in wildlife management. In Section II, as a case study, I investigated red deer (Cervus elaphus hispanicus) and roe deer (Capreolus capreolus) free ranging populations occurring in the Natural Park of Montesinho, northeast Portugal, using faecal-pellet counts to assess deer use of semi-natural meadows (lameiros) and forest communities. Phytosociological classification contributed to explain red deer spring selective use of meadows at finer scales and performed better than other clustering criteria for classifying vegetation patches. At the landscape level, composition of the neighbouring vegetation mosaic, topography, and meadow’s characteristics, as management status and dominant phytosociology, produced the best models for deer seasonal use of meadows. The forest use analysis revealed red and roe deer preference for oak forests over pine plantations, and habitat use overlapping between red and roe deer all year round. In Section III, I extrapolated the information gathered in Section II on deer use to build, for the Montemuro-Freita-Arada massif, a predictive map for roe deer use of meadows...

Ecology and phytosociology of endangered psammophytic species of the Omphalodes genus in western Europe

Neto, Carlos; Fonseca, João Paulo; Costa, José Carlos; Bioret, Fréderic
Fonte: Taylor & Francis Publicador: Taylor & Francis
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2015 ENG
Relevância na Pesquisa
27.04%
Omphalodes kuzinskyanae Willk. is an endangered annual plant of the family Boraginaceae, endemic to a narrow coastal area in the Lisbon region (Portugal). Omphalodes littoralis Lehm. occurs in northwest Spain (subsp. gallaecica) and northwest France (subsp. littoralis). Three approaches were used to assess the ecological requirements of O. kuzinskyanae: (1) physical and chemical characterization of their habitat soil; (2) phytosociological analysis; (3) comparison of several life history parameters under different light conditions. Germination experiments were conducted to evaluate seed dormancy. The results show that O. kuzinskyanae occurs in thin sandy soil with a substantial amount of organic matter and clay, mostly over limestone pavements. Phytosociological analysis shows that O. kuzinskyanae occurs both in sciophytic and heliophytic communities. Life history comparisons demonstrated that this plant has a strong preference for sciophytic conditions: under strong shade, plants have a higher survival rate, attain a greater height and width, and produce approximately nine times more seeds than in sunny conditions. In contrast with O. kuzinskyanae, published data on O. littoralis indicate that this species occurs in heliophytic conditions. This group of Omphalodes is possibly limited both in geographical distribution and habitat by its vulnerability to hydric stress. Scenarios are discussed that can explain the extensive gap separating the present ranges of the two species and their ecological differences. We propose two new syntaxa: Linario arenariae-Omphalodetum littoralis...

Comparative phytosociology of tree sinusiae between contiguous forests in different stages of succession

CAVALCANTE,A. DE M. B.; SOARES,J. J.; FIGUEIREDO,M. A.
Fonte: Instituto Internacional de Ecologia Publicador: Instituto Internacional de Ecologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2000 EN
Relevância na Pesquisa
27.04%
The Baturité Mountain Range, located in the State of Ceará (BRA), displays on its highest levels a vegetation viewed as a disjunction from the Atlantic Forest in the East of Brazil. Among the various attributes associated with this vegetation, the abundance of water resources and a high biodiversity have a more outstanding relevance. However, in view of the current accelerated deforestation process, those attributes may be threatened in a near future. Therefore, the present work is a comparative study with its focus on vegetal community organization (tree sinusiae) and the floristic similarity and the phytodiversity of two areas in different successive stages, preserved and deforested 24 years ago. The aim of that intent was to obtain information that could essentially shed light on the deforestation effects on tree vegetation and which could suggest scientific support regarding urgent projects of habitat reconstruction. The methodology used folowed the model utilized for rain forest, i.e. consisting of a random distribution of 10 × 20 m plots surveying the living woody species with DBH > or = 5 cm. The results obtained suggest that a possible new physiognomy type is emerging on the Baturite Mountain Range because of deforestation. The Myrtaceae and Mimosaceae families were the ones that contributed most significantly to species richness...

Phytosociology of the remaining xerophytic woodland associated to an environmental gradient at the banks of the São Francisco river - Petrolina, Pernambuco, Brazil

Nascimento,Clóvis E.S.; Rodal,Maria J.N.; Cavalcanti,Antônio C.
Fonte: Sociedade Botânica de São Paulo Publicador: Sociedade Botânica de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2003 EN
Relevância na Pesquisa
27.04%
Floristic and phytosociological surveys were carried out for 12 months in the Embrapa-SPSB, Petrolina, Pernambuco, Brazil. A transect was laid on starting at the river bank extending for 790 m away from the river and divided into 140 10 × 10 m contiguous plots. In each plot, all standing plants, alive or dead, with stem diameter at soil level > 3 cm and total height > 1 m were sampled. Along this transect, an elevation range of 9.40 m was registered and five topographical environments were identified: riverside (MR), dike (D), floodable depression (DI), boundary terrace (TL) - all of them belonging to the fluvial terrace with Fluvic Neosol and Haplic Cambisol both silty textured eutrophic soils - and the inlander tableland (TS), with medium sandy-textured Red-Yellow Argisols. Fourty-eight species/morphospecies, distributed into 39 genera and 21 families, were identified. Four phytogeoenvironments (MR, D + TL, DI + TL, and TS) were registered based on environmental variations and floristic similarities among plots using cluster analyses. The MR environment showed the largest total density, total basal area, maximum and medium heights and maximum diameter. Moreover, it had 8.1% of plants with heights above 8 m against 0.6% for D + TL...

Fitossociologia de três fragmentos florestais urbanos de Úberaba, Minas Gerais; Phytosociology of three urban forest fragments of Uberaba, Minas Gerais

Pegorari, Pablo de Oliveira
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.04%
Este trabalho desenvolveu um estudo fitossociológico de comunidade arbórea em três remanescentes de floresta estacional semidecídua localizados na cidade de Uberaba, MG: Parque Jacarandá, Mata do Ipê e Mata do Carrinho. Todos os indivíduos com circunferência à altura do peito ≥ a 15 cm, encontrados em 60 parcelas de 10 x 10 m (0,6 ha em cada parque, totalizando 1,8 ha amostrados), foram identificados, medidos e tiveram sua altura estimada. Para cada espécie foi calculada sua Densidade, Freqüência e Dominância, que permitiram a ordenação das espécies e famílias de acordo com seu Valor de Importância (VI). O Índice de Sørensen foi calculado para determinar a similaridade existente entre os três parques. O Índice de Shannon (H’) também foi obtido para cada fragmento. No Parque Jacarandá foram levantadas 113 espécies (97 nativas e 16 espécies exóticas) pertencentes a 86 gêneros e 38 famílias. Destacam-se as famílias Fabaceae, Malvaceae e Meliaceae, e as espécies Nectandra cissiflora, Guarea guidonea e Copaifera langsdorffii, sendo o índice de diversidade de Shannon (H’) no valor de 3,75. Na Mata do Ipê foram levantadas 87 espécies (81 nativas e 6 exóticas) pertencentes a 61 gêneros e 35 famílias. Destacam-se as famílias Fabaceae...

Composição florística, fitossociologia, diversidade de espécies arbóreas e comparação de métodos de amostragem na floresta ombrófila densa do Parque Estadual Carlos Botelho/SP-Brasil.; Floristic composition, phytosociology, species diversity and samples methods comparison in the dense ombrophilous forest in the Carlos Botelho State Park/SP - Brazil.

Dias, Antonio Cecilio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
27.04%
O presente estudo foi desenvolvido em trecho de Floresta Ombrófila Densa, localizada no Parque Estadual Carlos Botelho. SP., no sul do Estado de São Paulo, nas coordenadas geográficas 24o 00’ – 24o 15’ de latitude Sul, e 47o 55’ – 48o 05’ de longitude W, nos município de São Miguel Arcanjo, Sete Barras, Capão Bonito e Tapiraí, com o objetivo de comparar três métodos de amostragem (parcelas, quadrantes e relascopia) na determinação da composição florística, fitossociologia e diversidade de espécies do componente arbóreo. Com o emprego de imagens aéreas foram selecionadas duas áreas de amostragem, sendo a primeira, denominada Grade 1, localizada na parte mais alta do Parque no município de São Miguel Arcanjo - SP, e a segunda, denominada Grade 2, localizada a uma altitude de 650m., no município de Sete Barras - SP. A diferença de altitude entre as duas áreas é de 200m. aproximadamente. Na Grade 1, o método de parcelas amostrou 9543 indivíduos e 250 espécies, quadrantes 1276 indivíduos e 175 espécies e relascopia amostrou 638 indivíduos e 155 espécies. Na Grade 2, foram amostrados pelo método de parcelas 10124 indivíduos e 345 espécies, o método de quadrantes amostrou 1270 indivíduos e 207 espécies e a relascopia amostrou 578 indivíduos e 157 espécies. Foram registradas nas duas áreas de amostragem 65 famílias botânicas e 427 espécies arbóreas. As famílias Myrtaceae...

Fitossociologia e estrutura diamétrica da mata de galeria do Taquara, na reserva ecológica do IBGE, DF; Phytosociology and diametric estructure of Taquara gallery forest, at IBGE ecological reserve, DF

Silva Júnior, Manoel Cláudio da
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
27.04%
(Florística e estrutura na mata do Taquara, Reserva Ecológica do IBGE, DF). As matas de Galeria, apesar de legalmente protegidas, vêm sendo sistematicamente substituídas visando a outras finalidades. As árvores (DAP³ 5 cm) na mata de Galeria do córrego do Taquara, na Reserva Ecológica do IBGE, no Distrito Federal, foram amostradas pelo método de quadrantes, com 250 pontos, dispostos em linhas estabelecidas ao longo do comprimento do córrego, desde as margens até os limites entre a mata e o cerrado. A amostragem de 1.000 árvores resultou na composição florística, na fitossociologia e na distribuição dos diâmetros dos troncos. No total foram amostradas 110 espécies de 49 famílias. O índice de diversidade de Shannon & Wiener foi estimado em 4,25 nats.ind-1. As famílias mais importantes foram: Leguminosae (lato sensu), Rubiaceae, Anacardiaceae, Euphorbiaceae e Sapindaceae, enquanto as espécies principais foram: Tapirira guianensis, Copaifera langsdorffii, Lamanonia ternata, Anadenanthera colubrina var. cebil, Piptocarpha macropoda, Alibertia macrophylla, Matayba guianensis, Pera glabrata, Guettarda viburnioides e Ixora warmingii. As estimativas da densidade e da área basal total foram de 1.573 árvores.ha-1, e 38...

Structure, diversity and heterogeneity of regeneration stratum in an urban forest fragment after 10 years of forest succession.; ESTRUTURA, DIVERSIDADE E HETEROGENEIDADE DO ESTRATO REGENERANTE EM UM FRAGMENTO FLORESTAL URBANO APÓS 10 ANOS DE SUCESSÃO FLORESTAL

Paiva, Raphaela Vilela Eiras e; Universidade Federal de Juiz de Fora; Ribeiro, José Hugo Campos; Universidade Federal de Juiz de Fora; Carvalho, Fabricio Alvim; Universidade Federal de Juiz de Fora
Fonte: FUPEF DO PARANÁ Publicador: FUPEF DO PARANÁ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
27.51%
Este estudo visou avaliar a composição florística, a fitossociologia e a diversidade de espécies do estrato regenerante arbóreo de um pequeno fragmento (0,5 ha) de Floresta Estacional Semidecidual, após 10 anos de abandono, no perímetro urbano do município de Juiz de Fora, MG, Brasil. Os indivíduos da regeneração arbórea (altura ≥ 1 m e DAP < 5 cm) foram amostrados em 25 parcelas aleatórias de 5 x 5 m. Foram amostrados 1224 indivíduos pertencentes a 40 espécies. Houve uma forte predominância (> 90%) de espécies de estágios sucessionais iniciais (pioneiras e secundárias iniciais). Como reflexo da forte dominância ecológica observada, exercida principalmente pela elevada densidade das espécies Dalbergia nigra e Siparuna guianensis, o valor do índice de diversidade de espécies de Shannon (H’ = 2,38) foi muito inferior aos valores encontrados para fragmentos florestais maduros. Mesmo sendo um fragmento pequeno, isolado e em estágio inicial de sucessão secundária, análises multivariadas (agrupamento e DCA) evidenciaram a formação de grupos florísticos e uma forte diferenciação no arranjo das espécies, evidenciando a heterogeneidade típica de florestas tropicais. Embora apresente uma baixa diversidade...

Phytosociology of the Cerrado tree species in nearby sanitary landfill areas.; FITOSSOCIOLOGIA DAS ESPÉCIES ARBÓREAS NATIVAS DE CERRADO EM ÁREAS ADJACENTES A DEPÓSITOS DE RESÍDUOS DOMICILIARES

Santana, Otacílio Antunes; Imaña-Encinas, José
Fonte: FUPEF DO PARANÁ Publicador: FUPEF DO PARANÁ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2010 POR
Relevância na Pesquisa
27.33%
The sanitary landfills are established in the adjacent areas of the native phytophysiognomies. This work aimed in adjacent areas of the sanitary landfills, and in control areas to sample and to compare the composition of Cerrado tree species. The landfill presence did not influence in the native tree species of Cerrado, and its presence influenced the spatial distribution of the species. Three standards to value importance were observed, from landfill to farther areas: i) enhance of the values; ii) reduction of the values; and iii) not significant enhance or reduction.; Os depósitos de resíduos domiciliares são construídos em áreas adjacentes a fitofisionomias nativas. Os objetivos deste trabalho foram, em áreas adjacentes a aterros e em áreas-controle, realizar e comparar o levantamento da composição das espécies arbóreas nativas de Cerrado. A presença de aterros sanitários não influenciou na diversidade arbórea nativa de Cerrado, mas na distribuição espacial das espécies. Três padrões para distribuição dos valores de importância, a partir do aterro para regiões mais distantes...

Vegetação do Pontal da Daniela, Florianópolis, SC, Brasil. II. Fitossociologia do Manguezal; Vegetation of Pontal da Daniela, Florianópolis, SC, Brazil. II. Mangal phytosociology

Souza, Maria Leonor D'El Rei; Universidade Federal de Santa Catarina; Falkenberg, Daniel de Barcellos; Universidade Federal de Santa Catarina; Amaral, Leila da Graça; Universidade Federal de Santa Catarina; Fronza, Maria; Universidade Federal de Santa Ca
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1993 POR
Relevância na Pesquisa
27.33%
As três espécies típicas (Avicennia schaueriana Stapf & Leechman ex Moldenke, Laguncularia racemosa (L.) Gaertner f. e Rhizophora mangle L.) do manguezal do Pontal distribuem-se em quatro tipos de agrupamentos: Manguezal de Laguncularia (dominante), Manguezal de Avicennia, Manguezal de Rhizophora (raro) e Manguezal Misto; a estrutura de cada um é descrita. Dados fitossociológicos e abióticos e um perfil de cada tipo de agrupamento são apresentados. Os valores de área basal e densidade foram maiores que os citados para outros manguezais da Ilha de Santa Catarina, enquanto diâmetro médio (DĀP) e altura foram menores.; The three typical mangrove species (Avicennia schaueriana Stapf & Leechman ex Moldenke, Laguncularia racemosa (L.) Gaertner f. e Rhizophora mangle L.) in the mangal of Pontal are distributed in four types of groups: Laguncularia Mangal (dominant), Avicennia Mangal, Rhizophora Mangal (rare), and Mixed Mangal; the structure of each type is described. A profile diagram of each group and its phytosociological and abiotic data are presented. The basal area and density are higher than in other mangal formations in Ilha de Santa Catarina, while the mean diameter (DBH) and plant height are lower.