Página 1 dos resultados de 5695 itens digitais encontrados em 0.014 segundos

Virtualizando coletivos : tecnologias e pesquisa-intervenção

Tanikado, Grace Vali Freitag
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.15%
Este trabalho surge dentro do projeto de pesquisa Oficinando em Rede, que estuda a utilização de ferramentas tecnológicas como dispositivo de intervenção em saúde mental. O projeto mantém uma parceria com o Centro Integrado de Atendimento Psicossocial (CIAPS), serviço da rede pública estadual que é parte da estrutura do Hospital Psiquiátrico São Pedro (HPSP) em Porto Alegre e atende a crianças e adolescentes nas modalidades de internação e ambulatório. Nesta dissertação, buscamos analisar o que acontece no encontro entre Oficinando em Rede e CIAPS, tendo como recorte privilegiado a oficina de construção de um website do CIAPS pelos trabalhadores do serviço. Apostamos que esse exercício constitui-se como um dispositivo de virtualização do CIAPS, a partir da concepção de virtualização apresentada por Pierre Lévy, que a entende como o movimento de instauração de um campo problemático que leva à produção de uma resolução, ao que o autor denomina de atualização. Procuramos mapear as formas de coletivo que são atualizadas no encontro de Oficinando em Rede e CIAPS, buscando referenciais de análise na Inteligência Coletiva de Pierre Lévy e na Individuação Coletiva de Gilbert Simondon. A metodologia utilizada é a da pesquisa-intervenção baseada nas proposições de René Lourau...

A análise de implicação com ferramenta na pesquisa-intervenção

Paulon,Simone Mainieri
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.11%
O artigo retoma brevemente as condições históricas que permitiram a emergência de abordagens metodológicas que problematizam a relação entre pesquisador e ato de pesquisar e propõe uma comparação entre as finalidades da pesquisa-ação e da pesquisa-intervenção. Sustentando-se em contribuições teóricas do movimento institucionalista e da filosofia da diferença, aponta a noção de análise de implicação como conceito-chave que permite nuançar as abordagens em debate. Consoante ao pensamento de Lourau, defende-se a idéia de que a consideração do conjunto de condições que circunscrevem o ato de pesquisar é o que confere estatuto de cientificidade ao trabalho de pesquisa.

A estética da delicadeza nas roças de Minas: sobre a memória e a fotografia como estratégia de pesquisa-intervenção

Gusmão,Denise Sampaio; Souza,Solange Jobim e
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.04%
Este artigo relata um recorte de uma pesquisa-intervenção mais ampla realizada em um pequeno povoado situado na região leste de Minas Gerais, Brasil. O objetivo é apresentar a estratégia metodológica que, ao se beneficiar do uso da fotografia, traz à tona o tema da memória como dispositivo estratégico para a construção de uma educação estética do olhar, calcada no diálogo entre as gerações.

O conceito de implicação e a pesquisa-intervenção institucionalista

Romagnoli,Roberta Carvalho
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.12%
Para analisar a implicação na pesquisa-intervenção institucionalista, aprofundo o conceito na Análise Institucional de René Lourau e na Esquizoanálise de Gilles Deleuze e Félix Guattari, buscando disjunções e interfaces entre eles. Essas vertentes visam ao questionamento das relações de poder e ao incremento da produção coletiva, mas partem de pressupostos distintos acerca da instituição e da intervenção. Se, por um lado, a Análise Institucional, embasada conceitualmente na dialética hegeliana, utiliza dispositivos analisadores para fazer surgir o instituinte, por outro lado, a Esquizoanálise fundamenta-se na imanência para liberar a invenção, por meio de práticas singulares, favorecendo a micropolítica. Nesse contexto, a implicação é um conceito intercessor, que instaura uma desestabilização dessas vertentes cujos efeitos tentam recuperar o coletivo e a singularidade das redes de relações construídas, seja a partir das contradições entre instituído e instituinte, seja a partir dos agenciamentos e da exterioridade.

A pesquisa intervenção em psicologia da educação e clínica: pesquisa e prática psicológica

Szymanski,Heloisa; Cury,Vera Engler
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2004 PT
Relevância na Pesquisa
56.19%
Este estudo integra reflexões acerca do ato de pesquisar a partir dos trabalhos de pesquisa e supervisão de estágios realizados por duas docentes vinculadas a programas de pós graduação stricto sensu em Psicologia Clínica e Psicologia da Educação. Após breve consideração acerca do método qualitativo aplicado ao campo da Psicologia, o ponto de vista aqui desenvolvido considera que toda a investigação psicológica implica sempre uma intervenção, na qual tanto participante como pesquisador são afetados pela situação de pesquisa. Pesquisas que acompanham a implementação de práticas educativas e clínicas em instituições educacionais e de saúde têm sempre um caráter de intervenção e desencadeiam um processo de criação e adequação de uma metodologia de pesquisa apropriada aos fenômenos estudados em seus contextos naturais, respeitados o rigor dos procedimentos, o compromisso de construção do conhecimento científico, a ética da prática profissional e a responsabilidade social de oferecimento de serviços de qualidade para a população. Acrescentam-se exemplos de estudos levados a efeito por ambas as autoras.

O uso da entrevista na pesquisa-intervenção participativa em saúde mental: o dispositivo GAM como entrevista coletiva

Sade,Christian; Barros,Leticia Maria Renault de; Melo,Jorge José Maciel; Passos,Eduardo
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.12%
O artigo propõe-se a discutir um modo de fazer entrevista em sintonia com o ideário da Reforma Psiquiátrica brasileira. Na metodologia de uma pesquisa-intervenção participativa da saúde mental, a entrevista é um procedimento menos de coleta do que de colheita de dados; voltada ao cultivo dos princípios da atenção psicossocial, da autonomia como direção do tratamento, do protagonismo do usuário e de sua rede social e de sua participação cidadã. Inspirados na técnica da entrevista de explicitação, entendemos que o manejo da entrevista supõe uma atitude de abertura capaz de promover e acolher diferentes pontos de vista. Tal atitude faz da entrevista uma experiência coletiva, de compartilhamento e de pertencimento, permitindo que os participantes se reposicionem subjetivamente e que haja a contração de grupalidade. Como exemplo do emprego da entrevista como ferramenta metodológica na investigação em saúde mental é citada a pesquisa de adaptação do dispositivo Gestão Autônoma da Medicação (GAM). É uma abordagem de intervenção norteada por princípios que valorizam a autonomia e o protagonismo dos usuários de psicofármacos, a sua qualidade de vida, os seus direitos e o reconhecimento das significações plurais da medicação e entendido aqui como uma prática de entrevista coletiva.

Relações entre pesquisa e clínica em estudos em cogestão com usuários de saúde mental

Palombini,Analice de Lima; Onocko-Campos,Rosana Teresa; Silveira,Marília; Gonçalves,Laura Lamas Martins; Zanchet,Lívia; Xavier,Maria Angélica Zamora; Marques,Cecília de Castro e
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.12%
O artigo parte da experiência de pesquisar com usuários de saúde mental (e não sobre eles, ou para eles), narrando cenas de um estudo no qual se colocaram em jogo modos distintos de articulação entre pesquisa e clínica, problematizando suas fronteiras e as questões éticas implicadas. Situa o campo da clínica e da pesquisa de que se trata com o aporte de autores que, desde a análise institucional, propõem a ideia de pesquisa-intervenção; e, no contexto da saúde coletiva, resgatam o conceito de clínica ampliada. Fundamenta-se a articulação entre esses dois termos - pesquisa-intervenção e clínica ampliada - desde a noção de subjetividade que opera no âmbito da saúde coletiva e que culmina na ideia de autonomia. Finalmente, propõe-se a cogestão como estratégia a partir da qual os diferentes atores implicados na condução da pesquisa e no exercício da clínica constroem coletivamente uma direção de trabalho, ao mesmo tempo terapêutica e ética.

Pesquisa-intervenção e a produção de novas análises

Rocha,Marisa Lopes da; Aguiar,Katia Faria de
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
66.14%
Partindo de um histórico das pesquisas participativas nos seus diferentes momentos de constituição e propostas relativas às mudanças na produção de conhecimento, este trabalho tem como perspectiva apresentar e discutir os pressupostos teórico-metodológicos da pesquisa-intervenção. A pesquisa-intervenção vem constituindo-se em um dispositivo de transformação vinculado tanto à formação acadêmica dos psicólogos, quanto às práticas nas instituições, possibilitando novas análises construídas entre a macro e a micropolítica.

Micropolítica e o exercício da pesquisa-intervenção: referenciais e dispositivos em análise

Aguiar,Katia Faria de; Rocha,Marisa Lopes da
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.19%
Este trabalho tem como objetivo o aprofundamento da discussão dos referenciais da pesquisa-intervenção como uma investigação participativa que busca a interferência coletiva na produção de micropolíticas de transformação social. Inicialmente, destacamos algumas polêmicas que envolvem tanto os referenciais cientificistas clássicos quanto os denominados críticos, que emergem a partir de 1970 para fundamentar pesquisas comunitárias e educacionais nas ciências humanas e sociais. Pretendemos apontar seus limites na análise das instituições e na contribuição para mudanças das práticas. A seguir, procedemos ao exame dos conceitos de real e de pensamento, dando suporte à proposta da pesquisa-intervenção. Tais conceitos serão discutidos a partir da perspectiva genealógica, para colocar em discussão o movimento como diferença. Tratamos também das referências disponibilizadas pelo institucionalismo, vinculadas à socioanálise e à esquizoanálise, que evidenciam as ferramentas de pesquisa e de intervenção na experiência social. Nas considerações finais, destacamos as contribuições das reflexões construídas no texto, que abre caminho para novas interrogações na invenção de outras análises, movimentos e demandas.

Pesquisa-intervenção, cartografia e estágio supervisionado na formação de professores

Dias,Rosimeri de Oliveira
Fonte: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia Publicador: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.12%
O propósito deste trabalho é dar visibitlidade à constituição de uma cartografia conceitual em que seja possível analisar o movimento do estágio supervisionado como uma política de formação de professores, bem como evidenciar as contribuições da pesquisa-intervenção e da cartografia para o campo da formação de professores. Para tanto, comparecem na discussão uma formação conceitual e metodológica por meio da cartografia e da pesquisa-intervenção; as análises dos diários de campo, tanto do professor quanto dos alunos e os signos forjados no decorrer de um semestre letivo. Neste contexto de análise discute-se uma formação inventiva pela constituição de uma estética da existência e o problema político do estágio supervisionado na formação de professores, tomando este problema numa dimensão micropolítica. Conclui-se que estas são ferramentas para o enfrentamento da complexidade da escola, assumindo-a como a constituição de um território movente que luta por ser usina e usuária de um conhecimento vivo.

Pesquisa, intervenção e tecnologias: dispositivos de virtualização de coletivos

Tanikado,Grace Vali Freitag; Maraschin,Cleci
Fonte: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia Publicador: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.04%
Este trabalho tem como objetivo discutir uma pesquisa que consistiu em uma intervenção, com a utilização de ferramentas tecnológicas, no campo da psicologia social. Tomamos como intercessores teóricos proposições de Gilbert Simondon, René Lourau e Pierre Lévy. Tal composição de perspectivas ganha corpo na prática de uma oficina tecnológica em um serviço da rede pública de atenção à saúde mental, na qual os trabalhadores construíram seu website. As tecnologias operaram como dispositivos de virtualização das práticas do serviço, provocando sua problematização e produzindo analisadores. Um desses analisadores foi a coabitação de discursos dicotômicos sobre cuidado em saúde mental, derivados do modelo manicomial e do proposto pela reforma psiquiátrica. A oficina conformou-se como espaço de conversa/produção entre os trabalhadores e pesquisadores, proporcionada pela relação mediada pela realização do website. Apontamos, assim, que a operatividade técnica possibilitou condições para a emergência de uma forma de coletivo.

Encontros e desencontros entre adolescência e educação: relato de pesquisa-intervenção

Coutinho,Luciana Gageiro; Souza,Saulo Nunes de; Oliveira,Bruna Osório
Fonte: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia Publicador: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.09%
O artigo é fruto de uma pesquisa realizada na interface entre a psicanálise e a educação cuja proposta é investigar e intervir sobre a relação do adolescente com a escola hoje. Baseou-se em uma pesquisa-intervenção realizada junto a adolescentes e aos educadores que trabalham diretamente com este segmento, desenvolvida numa escola pública do estado do Rio de Janeiro, localizada no município de Niterói. O trabalho na escola se deu através da realização de oficinas oferecidas aos integrantes de um projeto para alunos com dificuldades na conclusão do ensino fundamental. A construção de categorias de análise permitiu uma organização dos dados e das falas registrados nos relatórios, facilitando a discussão teórica a partir do campo. Dentre diversas questões observadas pela pesquisa, destaca-se a dificuldade dos adolescentes em sustentar um discurso próprio e singular sobre si, o que é reforçado pela proposta da turma especial na qual estão inseridos.

A pesquisa intervenção como exercício ético e a metodologia como paraskeué

Prudente,Jéssica; Tittoni,Jaqueline
Fonte: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia Publicador: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.23%
A partir da leitura dos estudos de Michel Foucault sobre a ascese como exercício ético e a paraskeué como equipamento deste exercício, traçamos possíveis relações destes elementos teóricos com as estratégias metodológicas propostas pela pesquisa intervenção e pela intervenção fotográfica. A reflexão teórica deste estudo sugere que tais estratégias são condições de possibilidade para que o processo da pesquisa se constitua como um exercício ético. As referências teóricas estão baseadas no livro "A Hermenêutica do Sujeito" de Michel Foucault e em artigos sobre a pesquisa intervenção e a intervenção fotográfica, indicando esta metodologia como um "equipamento" da ascese na pesquisa.

Conjunções entre escola e cinema : pesquisa-intervenção em duas escolas da Rede Municipal de Ensino de Campinas; Conjunctions between school and cinema : intervention research in two schools of the Municipal System of Campinas Teaching

Renata Lanza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.12%
Esta pesquisa implica intervenções com a arte cinematográfica em escolas da Rede Municipal de Ensino de Campinas, envolvendo alunos dos anos finais do ensino fundamental (6°, 7° e 8° anos) com o propósito de estabelecer um encontro entre a Educação e o Cinema como Arte na Escola, bem como as possíveis ressonâncias desse encontro para os seres envolvidos. Para tanto, objetivou-se articular a prática escolar com as práticas socioculturais do ver, do criar e inventar filmes. Articulações que chamamos de Práticas Exploratórias. Assim, o leque de ações dessa intervenção baseou-se numa constante alteração entre o ver, o explorar, o experimentar, o criar, o inventar e o aprender com a criação cinematográfica. Para pensar as dimensões possíveis do Cinema como Arte no campo da Educação, enquanto potencializador de gesto de criação, saberes e aprendizagens para si e para os outros, recorreu-se a diversos autores, dentre eles, Alain Bergala, Adriana Fresquet e Milton de Almeida. O método de pesquisa-intervenção foi a inspiração metodológica para entender a atuação da pesquisadora enquanto professora de Matemática em um plano de experimentação de cinema na escola. Crê-se que trabalhar com cinema nessa perspectiva é operar na transversalidade de um plano de experimentação...

Pesquisa, intervenção e tecnologias: dispositivos de virtualização de coletivos; Intervention, research and technologies: dispositif for collective

Tanikado, Grace Vali Freitag; Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Maraschin, Cleci; Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Fonte: Eduff Publicador: Eduff
Tipo: ; ; ; Avaliado por pares; Pesquisa-intervenção Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.04%
Este trabalho tem como objetivo discutir uma pesquisa que  consistiu em uma intervenção, com a utilização de ferramentas tecnológicas, no campo da psicologia social. Tomamos como intercessores teóricos proposições de Gilbert Simondon, René Lourau e Pierre Lévy. Tal composição de perspectivas ganha corpo na prática de uma oficina tecnológica em um serviço da rede pública de atenção à saúde mental, na qual os trabalhadores construíram seu website. As tecnologias operaram como dispositivos de virtualização das práticas do serviço, provocando sua problematização e produzindo analisadores. Um desses analisadores foi a coabitação de discursos dicotômicos sobre cuidado em saúde mental, derivados do modelo manicomial e do proposto pela reforma psiquiátrica. A oficina conformou-se como espaço de conversa/produção entre os trabalhadores e pesquisadores, proporcionada pela relação mediada pela realização do website. Apontamos, assim, que a operatividade técnica possibilitou condições para a emergência de uma forma de coletivo.; This paper aims to discuss the relation between intervention-research and the use of technological toolworks as dispositif, in the social psychology’s field. We take as theoretical intercessors the proposition of Gilbert Simondon...

A pesquisa intervenção como exercício ético e a metodologia como paraskeué; The intervention research as an ethical exercise and the methodology as an paraskeué

Prudente, Jéssica; Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Tittoni, Jaqueline; Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Fonte: Eduff Publicador: Eduff
Tipo: ; ; ; Avaliado por pares; Pesquisa-intervenção Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.27%
A partir da leitura dos estudos de Michel Foucault sobre a ascese como exercício ético e a paraskeué como equipamento deste exercício, traçamos possíveis relações destes elementos teóricos com as estratégias metodológicas propostas pela pesquisa intervenção e pela intervenção fotográfica. A reflexão teórica deste estudo sugere que tais estratégias são condições de possibilidade para que o processo da pesquisa se constitua como um exercício ético. As referências teóricas estão baseadas no livro “A Hermenêutica do Sujeito” de Michel Foucault e em artigos sobre a pesquisa intervenção e a intervenção fotográfica, indicando esta metodologia como um “equipamento” da ascese na pesquisa.; Based on the Michel Foucault’s studies about the ascesis as an ethical exercise and the paraskeué as an instrument of this exercise, the possible relations of these theoretical elements with the methodological strategies proposed by the research’s intervention and the photographic intervention were traced. The theoretical thinking of this study suggests that these strategies are possibility conditions for the research’s process be constituted as an ethical exercise. The theoretical references are based on the book “The Hermeneutics of the Subject” by Michel Foucault and articles about the intervention research and photographic intervention...

Formação em Psicologia Social: uma experiência de ensino/pesquisa/intervenção; Training professional in Social Psychology: report of a teaching experience / research / intervention

Fernandes, Angela Maria Dias; Universidade Federal da Paraíba; Zanella, Andrea Vieira; Universiade Federal de Santa Catarina; Bueno, Gabriel; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Eduff Publicador: Eduff
Tipo: ; ; ; Avaliado por pares; Pesquisa-intervenção Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.04%
O objetivo deste texto é apresentar e discutir um trabalho educativo em que foram experimentadas três estratégias de intervenção metodológica e teoricamente articuladas com um grupo de estudantes de psicologia. A concepção de “grupo como dispositivo” foi afirmada em todo o processo, sendo condição para a constituição de conexões e o processo de produção de sentidos. As experimentações engendradas na disciplina foram analisadas através de uma atividade de autoavaliação promovida ao final do semestre letivo, sendo as observações dos alunos indicativas da relevância da intervenção realizada para a formação crítica do profissional em psicologia.; The aim of this paper is to present and discuss an educational work in which they were tried three strategies of collective intervention in a group of psychology students.  The methodology and theoretical formulations were articulated in this propose. The concept of “group as a device” was affirmed throughout the process as a condition for the establishment of connections and the process of meaning production. The trials were analyzed in the discipline engendered by the activity of self-evaluation promoted by the end of the semester, which revealed the importance of intervention aimed at training professional critique of psychology.

Pesquisa-intervenção em um CAPSad – Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas

Ricardo Wagner Machado Silveira; UFU; Diogo Rezende; UFU; Willian Araújo Moura; UFU
Fonte: UFMG / UFU / UFSJ / UFJF Publicador: UFMG / UFU / UFSJ / UFJF
Tipo: Avaliado por Pares; Formato: application/save
Publicado em 05/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.17%
O presente artigo irá traçar um processo de pesquisa-intervenção realizado ao longo de um ano em um Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas (CAPSad). Esta pesquisa se deu a partir de práticas baseadas nos conceitos que envolvem a Análise Institucional, preconizando, assim, um trabalho de análise da complexa rede de relações de saber e poder presentes em tal serviço, bem como da dinâmica institucional que faz circular ali forças produtivas, ou instituintes, além de forças que tendem a perpetuarem-se ao que está instituído. Utilizamos o método de pesquisa-intervenção por ser um método de pesquisa que indissocia o pesquisar do intervir, fazendo com que o percurso desta pesquisa se trace na processualidade e complexidade dos acontecimentos investigados. Nesse processo investigativo-interventivo, problematizou-se a clínica da Redução de Danos por se constituir como uma diretriz das políticas públicas nessa área.

Relações entre pesquisa e clínica em estudos em cogestão com usuários de saúde mental

Palombini,Analice de Lima; Onocko-Campos,Rosana Teresa; Silveira,Marília; Gonçalves,Laura Lamas Martins; Zanchet,Lívia; Xavier,Maria Angélica Zamora; Marques,Cecília de Castro e
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.12%
O artigo parte da experiência de pesquisar com usuários de saúde mental (e não sobre eles, ou para eles), narrando cenas de um estudo no qual se colocaram em jogo modos distintos de articulação entre pesquisa e clínica, problematizando suas fronteiras e as questões éticas implicadas. Situa o campo da clínica e da pesquisa de que se trata com o aporte de autores que, desde a análise institucional, propõem a ideia de pesquisa-intervenção; e, no contexto da saúde coletiva, resgatam o conceito de clínica ampliada. Fundamenta-se a articulação entre esses dois termos - pesquisa-intervenção e clínica ampliada - desde a noção de subjetividade que opera no âmbito da saúde coletiva e que culmina na ideia de autonomia. Finalmente, propõe-se a cogestão como estratégia a partir da qual os diferentes atores implicados na condução da pesquisa e no exercício da clínica constroem coletivamente uma direção de trabalho, ao mesmo tempo terapêutica e ética.

O uso da entrevista na pesquisa-intervenção participativa em saúde mental: o dispositivo GAM como entrevista coletiva

Sade,Christian; Barros,Leticia Maria Renault de; Melo,Jorge José Maciel; Passos,Eduardo
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.12%
O artigo propõe-se a discutir um modo de fazer entrevista em sintonia com o ideário da Reforma Psiquiátrica brasileira. Na metodologia de uma pesquisa-intervenção participativa da saúde mental, a entrevista é um procedimento menos de coleta do que de colheita de dados; voltada ao cultivo dos princípios da atenção psicossocial, da autonomia como direção do tratamento, do protagonismo do usuário e de sua rede social e de sua participação cidadã. Inspirados na técnica da entrevista de explicitação, entendemos que o manejo da entrevista supõe uma atitude de abertura capaz de promover e acolher diferentes pontos de vista. Tal atitude faz da entrevista uma experiência coletiva, de compartilhamento e de pertencimento, permitindo que os participantes se reposicionem subjetivamente e que haja a contração de grupalidade. Como exemplo do emprego da entrevista como ferramenta metodológica na investigação em saúde mental é citada a pesquisa de adaptação do dispositivo Gestão Autônoma da Medicação (GAM). É uma abordagem de intervenção norteada por princípios que valorizam a autonomia e o protagonismo dos usuários de psicofármacos, a sua qualidade de vida, os seus direitos e o reconhecimento das significações plurais da medicação e entendido aqui como uma prática de entrevista coletiva.